sábado, fevereiro 27, 2021

Saab Naval

Marinha do Brasil realiza a transmissão do cargo de Comandante de Operações Navais

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Porta-Helicópteros Atlântico atracado no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro - Foto: Bernardo Doria
Porta-Helicópteros Atlântico atracado no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. Na proa do Atlântico do lado esquerdo da imagem aparece o NDCC Mattoso Maia. Ao fundo, o NAe São Paulo e três fragatas   – Foto: Bernardo Doria

Amanhã, 4 de abril, será realizada a cerimônia de transmissão do cargo de Comandante de Operações Navais. O evento será presidido pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Júnior, a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”.

A cerimônia contará com a presença de autoridades militares e civis. Na ocasião, o Almirante de Esquadra Leonardo Puntel assumirá o cargo, após um ano e três meses de comando do Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster.

O Comando de Operações Navais é responsável pelo setor operativo da Marinha do Brasil. Sua missão é aprestar e empregar as Forças Navais, Aeronavais e de Fuzileiros Navais subordinadas, a fim de contribuir para a defesa da Pátria, para a garantia dos poderes constitucionais e da lei e da ordem, para o cumprimento das atribuições subsidiárias previstas em lei e para o apoio à política externa.

Fragata Niterói
Fragata Niterói – F40 – Foto: Alexandre Galante

NOTA DO PODER NAVAL: O editor Alexandre Galante, cumprimenta o Almirante Puntel pela assunção do novo cargo. Galante e Puntel serviram no mesmo navio, a fragata Niterói – F40, nos anos 1987/88. Puntel era capitão-tenente encarregado da 2ª divisão da qual o então marinheiro MN-QSA Galante fazia parte.

- Advertisement -

55 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
55 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Victor Bueno Soares

QQue linda imagem do Atlântico e SÃO Paulo juntos! Uma pergunta, qual o nome e classe dessa embarcação linda, enorme junto aos dois?

Cássio Silva

NDCC G28 Mattoso Maia ( Navio de Desembarque de Carros de Combate)

Fatima

Que lindo!! meu filho está nele…orgulho

Vicente Roberto De Luca

Parabéns Senhora. Sinta orgulho do seu filho, assim como nós sentimos orgulho da nossa Marinha. Ele é merecedor. Aliás, a Senhora me faz lembrar a minha saudosa mãe, que comentava com pessoas conhecidas que “meu filho é da Marinha”.
De Luca, Vicente Roberto.

BMIKE

Linda mesmo, só de pensar que para o A 12 precisava apenas de um conjunto de novos propulsor e caldeiras para operar por mais 15 anos da até tristeza, segue o baile.

Marcelo Andrade

Meu caro, vc está desinformado!! Isso e mais um Bilhão para mais 15 anos de operação!!

Sandro

Um super porta aviões da classe Ford custa hoje 17 bilhões de dolares, os novos PA Ingleses, custaram 6,2 bilhoes de Euros. Sua conta esta meio errada, 1 bilhão de dolares vc restaura o São Paulo todo e não só apenas caldeiras. Agora se esta se referindo a Reais. 1 Bilhão de reiais para quem quer ter um PA, não pode reclamar. só a ala aérea sai mais do que isso.

Cristiano GR

E você quer ter um porta-aviões por 15 anos e gastar 100 mil Reais, kkkkkkkk. Pensar pequeno é um erro que muito grande.
Por ano a cambada de deputados sem vergonhas de Brasília nos custa muito mais.

Salim

O São Paulo, para ser viável, deveria ser motorizado, esquecendo a geração gás, teria duas dezenas de F35B e vários helicópteros. Seria bem mais barato e teríamos uma força marítima de respeito. A Marinha tem visão antiga com A4 e tracker.
Uma forca tarefa com um porta aviões, caças 5 geração, submarinos, fragatas e corvetas, Atlântico Sul ficaria livre de qualquer incursão belicista. Serviria de base técnica para futuro PA.

Gustavo

eu sou um dos que gostaria de ver o A-12 modernizado e revitalizado. Pelo custo exorbitante de um NAe novo nos dias atuais. Só isso já justifica a reforma do chevetão. Acho que o cancelamento foi apenas por um motivo de prioridades da força e não pelo estado da embarcação. Afinal, depois de ver o renascimento dos naes soviéticos, em piores condições, para Chineses e Indianos, vimos que nada é impossível quando se leva o assunto a sério. Um A-12 hoje, moderno e com 8 A-4M e seus S-2 Tracker até a chegada de um futuro substituto, seja um Sea… Read more »

Marcelo Andrade

Discordo de todos, foi a decisaõ mais corajosa encostar o Nae. Não teríamos o ATlântico e as FCT estaríam ainda em análise. Esqueçam, os SP já deu, podemos futuramente ter um ou dois Nae menores mas acho que não são prioridades, prefiro investir nos Subs, Escoltas, Naplog, varredores e NaPaoc.

Dalton

O NAe chinês e o NAe indiano não estavam em piores condições… no caso chinês o NAe estava incompleto e foi concluído pelos chineses e no caso do indiano, foi reconstruído pelos russos depois de ter servido por apenas uma década. . Ambos tiveram suas construções iniciadas na década de 1980, diferente do “Foch” que teve sua construção iniciada no fim da década de 1950 e serviu à marinha francesa por mais de 35 anos ! . Por melhor que o casco esteja, isso não é o suficiente para garantir que uma revitalização valeria a pena, na verdade, a marinha… Read more »

Eduardo

Falando da foto, achei curioso terem aplicado o efeito de embaçar os demais meios enquanto mantinham o Atlântico “em foco”, devo dizer que não achei um efeito legal, pois achei artificial e como já estou ficando cegueta, até limpei a tela do computador para descobrir que a fota era embaçada mesmo

Enes

Servi na Niterói em 1994 e o almirante Küster era 1Ten.

Cristiano GR

Não deve ser descendente do famoso assassino de índios.

Dalton

Custer não foi “assassino de índios”…tenho dúzias de livros sobre ele e na verdade ele passou mais tempo jogando pôquer e de licença do que caçando índios nos 10 anos que esteve à frente da Sétima Cavalaria.
.
Há quem diga que ele foi o responsável pela própria morte e de mais de 200 homens, mas, aí depende do que se quer acreditar ou do autor do livro/artigo.

Pangloss

Acho que alguém que era 1Ten em 1994 não teve tempo paea chegar a AltEsq.
No máximo, seria hoje CAlte.

Bernardo Doria

Galante antes de mais nada obrigado por publicar a foto. Muito feliz em contribuir para este site.

Sobre a foto peço desculpas. Apesar de ter gostado, tirei muito rapidamente durante a decolagem na terça feira dia 26 por isso não veio com alta qualidade. Mas mostra bons meios especialmente o Bahia docado.

CARLOS ROGERIO FREIRE

Galante conte um pouco das histórias do então Capitão tenente Puntel dos tempos que vcs serviram juntos, com certeza deve ter muita coisa pra contar.

Rodrigo LD

Com certeza a Marinha mais poderosa do hemisfério sul com esse Porta Helicópteros e esse Porta Aviões….se ele estivesse operacional. Bela foto.

Souto.

Amigo Luiz Monteiro o senhor sabe quando a fragata F41 Defensora
e o ndcc Mattoso Maia iniciam testes de mar?

Luiz Cascaldi

Não se esqueça da Austrália…

Cristiano GR

ops…

teropode

Ele Kiss dizer Atlântico Sul kkkkkkkk

Rgf

ROSCA FINÍSSIMA. OLD SCHOOL.

Bardini

Off…
Alemães aprovaram a exportação de Fragatas MEKO para o Egito. Mais 2 bi de Euros pra conta dos chucrute.

DOUGLAS TARGINO

Sonhem ai, esta mesma imagem com dois porta Helicópteros desse e um porta avião novo com cerca de 70 mil toneladas? Eita, chega babei.

Cavalli

Já pensaram se a US Navy nos cede um LHA/LHD por meio de FMS (Foreign Military Sales), hein? Há “muleque”, a brincadeira ficaria interessante.

Lógico que é sonho, mas já que estamos nos aproximando dos americanos e as belonaves das classes Tarawa (por exemplo) são de propulsão convencional e não nuclear, seria interessante.

Alguém sonha comigo aí? kkkkk

https://en.wikipedia.org/wiki/USS_Tarawa_(LHA-1)

Bardini

Classe Tarawa???
Seu sonho é um baita de um pesadelo…

Cavalli

kkkkkk boa Bardini.

E um da Classe Wasp?

https://en.wikipedia.org/wiki/Wasp-class_amphibious_assault_ship

Estaria a marinha aprimorando o novo conceito de operações anfíbias e aero-navais.

Bardini

É o que eu penso
https://i.imgur.com/oGy

Bardini

Faltou um pedaço pelo jeito…comment image

Dalton

Teoricamente ainda há um LHA da classe “Tarawa” em condições de ser reativado que foi o último a ser descomissionado em 2015, o ex USS Peleliu,
que encontra-se no Havaí…escrevo teoricamente porque não há atualizações
sobre ele e já faz 4 anos que foi descomissionado e quanto aos demais
descomissionados ainda antes que ele a probabilidade é ainda menor.
.
De qualquer forma trata-se de navios antigos que foram muito utilizados,
seriam um pesadelo reativar mesmo para à US Navy que só pensaria em faze-lo em último caso.

Sandro

Faz tempo que percebo que o São Paulo, não é um navio abandonado. Ele tem recebido cuidados, cuidados discretos sem divulgaçao alguma. Outro detale que me chama a atenção e o fato da MB continuar com a ala aérea em treinamento, bem como conversas sobre o Gripen Naval. Para quem só vai ter um NAE novamente em sonhos, e estranho. Siceramente eu acho que a MB planeja reativar o S.Paulo, apenas tirou dos holofotes para receber o Atlantico, dar segmento aos demais meios, e assim Futuramente continuando com uma administração mais seria como a do Bolsonaro, reativar o Bichinho. Como… Read more »

Dalton

Todo navio mesmo os já descomissionados demandam cuidado, seja para prepara-lo para o desmantelamento seja para evitar incêndio ou inundação, então sempre haverá “gente” a bordo até que o destino dele finalmente chegue, seja desmantelamento, uso como alvo, museu, ou recife artificial.
.
O “São Paulo” não encontra-se na mesma categoria de um navio que passa para à reserva com possibilidade de ser reativado como por exemplo foi o caso do ex-USS Kitty Hawk descomissionado em 2009, mas, não foi o caso do ex- USS John Kennedy descomissionado em 2007.

BMIKE

Esse kitty Hawk revitalizado via FMS. …Humm será que o Bolso não poderia mandar um zap pro trump…. fica a dica.

Cavalli

Nuclear? Nem em sonho.

Bardini

“Humm será que o Bolso não poderia mandar um zap pro trump”
.
Com toda certeza do mundo o Trump adoraria fazer isso. Não é todo dia que um otário desses aparece pedindo para rasgar uma montanha de dinheiro com ferro velho.

Guizmo

Nessa belíssima fot do Nae SP com o “Atlantico”, eu acho que ainda aparece o “Bahia” docado, não?

Bernardo Doria

Correto ele mesmo.

Marcelo Danton

kkkkkk

Fernando Turatti

Já tem 10 anos que leio a trilogia e já são 10 anos que leio maluquices quanto ao NAe São Paulo. Tem gente sugerindo f-35 pra uma revitalização dele!!!! Eu realmente queria entender como alguém que lê sites especializados pode ser tão fora de realidade quanto aos custos envolvidos. Será que só leem a trilogia e esquecem os indicadores econômicos? Nego quer revitalizar um navio da década de 1950 e colocar aviões que a unidade custa mais de 120 milhões de dólares nele! Isso tudo enquanto nossa marinha sofre pra operar meios bem mais baratos como a frota submarina. Nós… Read more »

Marcelo Andrade

É isso aí Fernando, onde assino!!! Pessoal viaja na maionese aqui , mas como é de graça!!!

Romp

A marinha precisa de uma nova base naval mais moderna e ampla para manutenção, assim como no caso dos submarinos na base de Itaguaí. Essa foto contrasta bem estes prédios históricos porem já ultrapassados no meio da Cidade.

Tomcat4.0

Belíssima foto. Ver o São Paulo ali esperando pra ser esquartejado chega a doer o coração. Não seria, ao meu ver, jogar dinheiro fora o modernizando e atualizando e creio que ao menos uns 20 anos aguentaria numa boa. Seria caro?sim, mas nos agregaria o conhecimento a aprendizado para depois partirmos, com folga e tempo, para a construção local de um novo porta aviões mas…….

Romp

Acredito que o sonho de toda Marinha é operar um PA, e se a MB realizou estudos de viabilidade para reformar e concluiu que não há viabilidade, por mais doloroso que seja, deve ser inviável mesmo, não acredito que descomissionariam se não fosse realmente o caso.

Giovane

Se mal temos dinheiro para comprar 4 covertas, imagina 1 bilhão para reformar um PA com mais de 40 anos…

Fernando Turatti

40 anos ele tinha em 2003. Hoje ele já tem 56

Hilton

Realmente uma pena vê o NAE São Paulo, descomissionado, mesmo assim torcendo pela reforma dele…

Renan Braga

“Amazônia azul ” chega me deixar louco de ouvir isto Não tem nada de marinha do Brasil ! e marinha do Rio de janeiro e sucateada tirando o Atlântico! E o resto do Brasil a tal amazônia azul fica com meia dúzia de pau velho de patrulhamento e chinês qualquer um faz o que quer no mar , E o almirantado gordo a barriga estufada recebendo dando medalhas e festa no mais novo navio de festa do rio pode ser tudo menus uma marinha de guerra eficaz e entrar e usufruir dos benefícios sinto vergonha disso mas e verdade anos… Read more »

Carlos Renato Parreiras Quadros

Bom dia. Fui colega de turma do nobre Leonardo Puntel e gostaria de saber o telefone de contato para o parabenizar pelo posto galgado por merecimento. Por favor transmitam meu recado. Conheci muito a família do grande amigo Puntel. Fomos colegas no colégio Militar de Belo Horizonte e meu nome de guerra era Quadros. Abraço e parabéns pela matéria.

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

A foto que irritou os almirantes da Marinha dos EUA

Durante uma manobra no Caribe em 2007, um submarino alemão diesel-elétrico (U24) rompeu o anel defensivo em torno do...
- Advertisement -
- Advertisement -