Home Indústria de Defesa Marinha Russa quer equipar submarinos classe Typhoon com 200 mísseis de cruzeiro

Marinha Russa quer equipar submarinos classe Typhoon com 200 mísseis de cruzeiro

12091
78
SSBN da classe Typhoon

O vice-almirante da Marinha Russa, Oleg Burtsev, anunciou a intenção do serviço de reformar dois submarinos desativados da classe Typhoon (Akula) e equipar cada um com duzentos modernos mísseis de cruzeiro – com a possibilidade de aplicação de modificações similares a outros submarinos desativados no futuro.

A União Soviética construiu seis da classe Typhoon para sua frota, que foi comissionada em serviço a partir do início dos anos 80, e a Marinha Russa opera atualmente uma unidade, com outras duas na reserva.

A retirada dos navios do serviço ativo veio como parte de uma reforma maciça do hardware soviético herdado pelos militares russos devido à deterioração da situação econômica do país e aos altos custos operacionais de grandes quantidades de ativos de alta qualidade.

Os navios deslocam até 48.000 toneladas submersos e têm 175 metros de comprimento – cada um com 160 tripulantes. Embora tenham sido projetados para transportar 20 mísseis balísticos com ogivas nucleares, novos planos de equipar os navios de guerra com dez vezes mais mísseis de cruzeiro permitiriam que eles desempenhassem um papel tático fundamental para as forças armadas russas – se os mísseis forem armados convencionalmente ou armados com ogivas nucleares.

Equipado com 200 mísseis de cruzeiro cada um, o classe “Typhoon” seria o submarino mais fortemente armado do mundo – mais do que os navios americanos da classe “Ohio” que transportam 154 mísseis de cruzeiro Tomahawk.

O vice-almirante Burtsev declarou a respeito dos planos para a classe “Typhoon”, que superaria todos os navios de guerra rivais, incluindo os mais recentes destróieres de superfície:

“Os submarinos americanos classe “Ohio” podem transportar 154 mísseis de cruzeiro Tomahawk e o destróier chinês Type 055 é capaz de transportar 112 mísseis de cruzeiro. Mas nossas fragatas pertencentes ao Projeto 22350 atualmente podem carregar apenas 16 mísseis. Fragatas subseqüentes receberão 24 mísseis. Ainda é insuficiente.

De acordo com o vice-almirante Burtsev, o armamento primário dos classe “Typhoon”, uma vez que forem reformados para um papel tático, seriam os mísseis de cruzeiro Kalibr – e possivelmente os Zircon e Oniks.

O Kalibr está disponível em várias variantes configuradas para funções especializadas, incluindo as variantes antinavio guiadas por radar e variantes de ataque terrestre.

Míssil de cruzeiro Kalibr 3M-54E1
Cada silo de míssil balístico da classe Ohio foi convertido para transportar sete mísseis de cruzeiro Tomahawk

FONTE: Military Watch

78
Deixe um comentário

avatar
27 Comment threads
51 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
44 Comment authors
RenatoNico 88Guilherme LinsCESAR ANTONIO FERREIRAConan Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Mas isso é extremamente duvidoso. Submarinos estão sendo preparados para descarte. Dois submarinos do projeto 949 podem se tornar portadores de mísseis de cruzeiro.

Top Gan Sea
Visitante
Top Gan Sea

Se isso ocorrer de fato será o gigante monstro dos mares. Imagine um sub desse carregado de 200 mísseis com ogivas nucleares e se o mesmo for atingido em cheio por um potente torpedo. O que seria essa explosão em cadeia! Deslocaria até o eixo da terra e o desastre ambiental que causaria! Tanto os americanos, quanto os russos deveriam pensar nessa possibilidade antes de projetar esse poderio todo em um só vaso.

JPC3
Visitante
JPC3

Ogiva nuclear é projetada para não explodir em caso de explosões secundárias e mesmo que não fosse não faria diferença porque esses submarinos já carregavam mísseis balísticos com ogivas nucleares, ou seja não mudaria nada nesse ponto.

JPC3
Visitante
JPC3

Capaz de ser até mais seguro porque os mísseis balístico carregam um combustível muito mais explosivo que os mísseis de cruzeiro.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Topgun, a única coisa que ocorreria seria uma bela de uma descarga radioactiva, de resto, nenhuma explosão, a não ser a do torpedo e consequentemente do submarino…

Fligth_Falcon
Visitante
Fligth_Falcon

Se é míssil com ogiva cai para 20 não serão 200.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

Não…
Esses 20 mísseis seriam balísticos. Os 200 em questão, são mísseis de cruzeiro. Alguns misseis de cruzeiro, incluindo o Kalibr, também tem capacidade de portar ogivas nucleares.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Segue o jogo…

filipe
Visitante
filipe

Vamos voltar a ter uma Russia Grande de novo… Esse pesa 48 000 Toneladas , equivalente aos 6 SNBRs que a MB pretende alcançar com o PROSUB, são 2 SSNB OHIOs dos EUA, são 3 SSBN Le Triomphants , esse Submarino é o mais pesado que já foi construído.

Diego K
Visitante
Diego K

Ainda bem que peso não reflete em desempenho.

JPC3
Visitante
JPC3

Reflete na capacidade de se manter silenciosos.

filipe
Visitante
filipe

Pode ser ruidoso nos oceanos, mas é silencioso nas regiões polares, onde as camadas de gelo se movimentam.

JPC3
Visitante
JPC3

Deve ser silencioso, mas talvez menos que os modelos menores. Isso porque, além do tamanho, tem duas hélices, dois eixos e muitos mais peças que os outros.

Gorgoroth
Visitante
Gorgoroth

“Vamos voltar a ter uma Russia Grande de novo” tenho 33 anos e este latido escuto desde os 13.

Dalton
Visitante
Dalton

Ele é mais “pesado” por conta da reserva de flutuabilidade principalmente, o deslocamento na superfície é de cerca de 23.000 toneladas, enquanto o “Ohio” desloca na superfície 17.000 toneladas…é submerso que o “Typhoon” extrapola para mais de 40.000 toneladas enquanto não há muita diferença no deslocamento submerso do “Ohio” que passa a quase 19.000 toneladas! . Trata-se de um submarino impressionante, mas, em termos práticos jamais alcançou o sucesso da classe “Ohio” dos quais 18 foram construídos e todos permanecem em serviço sendo que 4 foram convertidos em “SSGNs”. . Enquanto os “Typhoon” foram projetados para embarcar um míssil maior… Read more »

filipe
Visitante
filipe

Prezado Dalton, tratam-se de Armas do Armagedon , o Thyphoon é um cão que morde , e morde de verdade, basta um único navio desses para fazer um estrago danado e sem precedentes, o sucesso ou o insucesso é relativo, para a nossa sorte essas Armas nunca foram usadas para aquilo que elas foram projectadas, Os Ohio dentro em breve serão substituídos pelos SSBN Columbia, os EUA vão sair de 18 SSBNs para 12 SSBNs, isso mostra quão dispendiosas sãos os Ohio, o sucesso da qual vc tanto fala… Se fosse um sucesso não seriam tão caros de manter, o… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Filipe…

os “Ohios” irão durar mais de 40 anos…se você não considera isso um “sucesso” então não sei o que é, não compare com o “Typhoon”, esse sim foi um fracasso e os russos fizeram do mais antigo “Delta” a espinha dorsal de sua força de SSBNs.
.
Quanto a reduzir o número de SSBNs para 12 é até natural, até por conta de tratados os “Ohios” só estão embarcando 20 mísseis ao invés dos originais 24, porém o “Columbia” mesmo portando apenas 16 mísseis será até ligeiramente maior incorporando novas tecnologias.

Mayron Marcel
Visitante
Mayron Marcel

Concordo em quase tudo. Os russos evoluíram muito nos mísseis nos últimos 10 anos e ultrapassaram os EUA que ainda estão engessados no Trident. A falta de recursos fez a Rússia focar o pouco que tinha nos mísseis para não perder letalidade. Por isso já renova arsenal submarino, terrestre, aéreo e marítimo com variantes de mísseis balísticos que colocam o país com um poder de dissuasão sem igual. Falta navio, submarino, avião e outros equipamentos em quantidade e qualidade suficientes, pois falta grana. A própria força aérea russa ainda está na era soviética dos Su-27. Mas os mísseis são as… Read more »

Munhoz
Visitante
Munhoz

Me responda uma pergunta ?

Porque os Russos aposentaram os Typhoon e mantiveram os Delta III, os Typhoon não são mais modernos ?

elcimar marujo
Visitante
elcimar marujo

custos subiram muito,até pra russos ta difícil

JPC3
Visitante
JPC3

Mas são mais caros de operar e manter.

Conan
Visitante
Conan

Essa sua Russia grande com uma economia menor do que a brasileira e gastando o que gasta em armas esta novamente se dirigindo ao abismo econômico exatamente como os soviéticos fizeram nos anos 80. Aparentemente só os chineses se deram conta de que se quiserem peitar o dono da bola terão que ser tão ou mais poderosos economicamente do que ele para poder sustentar gastos militares equivalentes. Daqui a poucos os russos terão que vender as russinhas…de novo!

Maurício
Visitante
Maurício

Apesar da idade, imagino que fique muito mais tempo parado do que em serviço. As condições dele são um mistério.

MGNVS
Visitante
MGNVS

Eu li bem? Um Class Thyphoon tem 175 mts? Ele é do tamanho de um porta-avioes? Como esse submarino entra em Murmansk? Pq pelo que sei a profundidade no Mar de Barentz é de 100mts… se colocar o submarino de ponta cabeça da profundidade do leito ate a superficie da uma diferenca de 75mts, ele vai ficar parecendo a torre de um farol. Com a palavra o Sr.Dalton que com certeza podera enriquecer o debate. Por falar nisso abro aqui um [off-topic] Acabou de sair na Net o filme sobre o KURSK e o provavel motivo de seu afundamento. Tbm… Read more »

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Está classe nunca foi desenhada para ser a mais discreta. O objectivo foi mais construir um…. Tanque submarino, supostamente a classe Typoon deverá, ainda, ser o tipo de submarino com maior capacidade de sobrevivência em relação a congéneres. Na prática, é muito difícil neutraliza lo completamente e esse sempre foi o objectivo, mesmo que haja ruptura do casco, o submarino está divido em múltiplos cascos reforçados, isolados e independentes, o Typoon pode também permanecer, no máximo, em operação por cerca de 300 dias (sim, 300). A classe Typoon conta com ginásio, piscinas, saunas e salas de jogos, até porque teoricamente… Read more »

MGNVS
Visitante
MGNVS

Peter Nine Nine
Realmente, 200 misseis de cruzeiro podem fazer um grande estrago e mais, ficar 300 dias sem reabastecer tbm nao é pouca coisa.

Dalton
Visitante
Dalton

MGNVS… . rapidamente pois estou de saída, não sei se é o seu caso, mas, muita gente compara as mais de 40.000 toneladas de deslocamento do “Typhoon” com o deslocamento de um NAe leve como o “Invincible” e automaticamente o considera muito maior, mas, esse enorme deslocamento submerso é por conta dos enormes tanques de lastro cheios de água, não a toa os submarinos foram apelidados de transportadores de água. . O “Typhoon” tem praticamente o mesmo comprimento de um submarino classe “Ohio” só que é muito mais largo e mais alto na linha da água, mas colocados lado a… Read more »

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Em termos de vida útil dos submarinos do Projeto 941, a desintegração da União Soviética e o subseqüente caos foram fortemente danificados. Os próprios submarinos poderiam servir por muitos mais anos, mas o difícil período dos anos noventa encurtou sua vida útil.

MGNVS
Visitante
MGNVS

Dalton
Seus comentarios sempre agregam conhecimento ao site!
Obrigado pela contribuiçao!

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Meio off-topic, mas coincidência ou não, tava assistimdo Caçada ao Outubro Vermelho hoje. Fazia quase 10 anos que não o assiatia. Tinha até esquecido o quanto esse filme é bom.

Diego Farias
Visitante
Diego Farias

Também vi😁

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Cara, são dois filmes que vejo de vez em quando: ACaçada ao Outubro Vermelho e Maré Vermelha!!!

Munhoz
Visitante
Munhoz

Achei o Fúria em Alto Mar o melhor de todos

Seaman Real
Visitante

Rússia…mendigo com dente de ouro.

Recruta Zero
Visitante
Recruta Zero

Primeiro querem aposentar a Maria Fumaça, Agora, Ressuscitar 2 defuntos? Tá sobrando grana!

Quatzy
Visitante
Quatzy

Não sabe o que diz.Thyphoon é um submarino de alto desempenho, mesmo para os dias atuais. Vá lá o YouTube ver o vídeo sobre dele.

Recruta zero
Visitante
Recruta zero

Qual a situação dessas belonaves hoje???
A antiga URSS, só teve grana para construir 3 unidades, pois o restante se apodreceu por falta de verba. Se a Rússia não está conseguindo reabilitar seu porta aviões por contingência de verbas, quanto mais fazer uma reformulação de alta complexidade como essa!!! Posso até não saber sobre o submarino, “como sugere o senhor Quatzy”, porém entendo um pouco de finanças!!!

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Não, nem por isso recruta zero, não deves entender muito até porque o porta aviões não teve a sua modernização cancelada devido a finanças, mas sim porque a doca flutuante que o abriga para manutenção sofreu um acidente.

Recruta zero
Visitante
Recruta zero

Peter, por que não recupera a doca, e, faz a modernização??? Se não há problemas de verbas, qual é o problema então???

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Sonhar não custa nada!

Hawk
Visitante
Hawk

Qual será o estado de conservação desses colussus?

Guizmo
Visitante
Guizmo

Vi em outra fonte que está em péssimo estado. Ele é feito de Titânio e aparentemente não há dinheiro para reforma numa complexidade dessas. Analistas dizem que faria mais sentido, com o mesmo dinheiro, fazer uns 6/7 submarinos menores, com menor capacidade de mísseis, porém mais fáceis de serem construídos

Renan
Visitante
Renan

Alguma novidade sobre o S40 Riachuelo?
Desde dezembro sem notícias
Algum progresso?

nonato
Visitante
nonato

Não dou valor porque são russos.
Mas estão falando minha língua.
Não entendo um navio de guerra levando apenas 4 mísseis antinavio.
Ou 20 antiaéreos.
Isso não dá para nada.
Um navio de guerra não pode se deslocar 15.000 km, chegar no TO, disparar 4 mísseis e dar meia volta.
Já imaginou se as caravelas de Cabral fossem assim?
Sem capacidade de ação por longos períodos?
Guerras e longas viagens não são brincadeira.
Não dá para disparar algumas vezes e voltar.

Mahan
Visitante
Mahan

Eh …e tem gente que jura que forças russas na venezuela não é um problema nosso..

JPC3
Visitante
JPC3

Vai demorar anos para esses submarino ficarem prontos, isso se eles não desistirem da ideia.

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Acho que ao invés de modernizar dois, poderia modernizar somente o Dmitry Dolnskoi, que já é uma plataforma de testes…

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Olha… Acho a idéia boa, mas na circunstância financeira da Rússia atual inviável.

Luís Henrique
Visitante

Eu não entendo de onde vocês tiram que a Rússia não tem dinheiro para as forças armadas? Mesmo com o Rublo super Desvalorizado em relação ao dólar americano, eles continuam no Topo entre os maiores orçamentos militares. Ou seja, mesmo se tivessem que adquirir equipamentos estrangeiros em Dólares, teriam ainda Muito dinheiro, mas eles Não precisam adquirir de fora. Eles adquirem internamente em Rublos. Então, esqueçam a desvalorização do Rublo, na prática eles tem MUITO mais dinheiro do que aparece nos gráficos em dólares. E para desenvolver equipamentos de boa qualidade, além do mercado interno gigantesco, eles vendem para meio… Read more »

Quatzy
Visitante
Quatzy

Tem gente que fica divulgando que Rússia não tem dinheiro, que Rússia está quebrada e tal.. mas, Rússia sempre apresentando novas tecnologias e desenvolvendo centenas de projetos militares.
A Rússia tem orçamento defesa maior que muitos países da OTAN, como Reino Unidos, França e Turquia.

Luís Henrique
Visitante

Se analisarmos o poder de compra do orçamento russo em Rublos, e compararmos com o poder de compra dos orçamentos dos países europeus, eu te digo sem medo de errar, a Rússia investe mais em Defesa que França, Reino Unido, Alemanha e Itália JUNTOS.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

A informação de que a Rússia ficou sem dinheiro vem das declarações de Barack Obama, que ele fez há vários anos. Essa atitude tem pouco para a realidade. O próprio Barack Obama já está aposentado, mas o eco de suas declarações está assombrando a Internet mundial hoje.

Quatzy
Visitante
Quatzy

Tem um tal de Tireles que fica divulgando em todos blogs de defesas que a Rússia está quebrada e sem dinheiro.

Humberto
Visitante
Humberto

Luís, Gosto de acreditar que a comparação é com a época da URSS que simplesmente desabou e com ela, uma boa parcela do passivo ficou com a Russia. O desmonte de dezenas de submarinos nucleares (a pouco mais de 15 anos), recebeu ajuda financeira de vários países, entre eles EUA e o Japão. Milhares de empregados e militares simplesmente deixaram de receber por simples falta de dinheiro. Hoje o investimento militar Russo é ínfimo se comparado ao tempo do pacto de Varsóvia, a política de Ronald Reagan, de forçar um corrida armamentista, apostando que os EUA iriam triufar foi vencedora.… Read more »

Luís Henrique
Visitante

humberto, a União Soviética tinha poder miliar equivalente à toda a Otan, isto inclui os EUA e mais dezenas de países europeus.
A Rússia reduziu, mas toda a Europa fez o mesmo. Hoje a Rússia tem poder militar convencional para se equiparar a quase toda a Europa.
Analise os números e verá que a Rússia possui poder militar gigantesco. Por isso o Trump esta pedindo que os países da Otan aumentem os orçamentos militares, porque sem os EUA a Europa está em situação muito complicada frente ao poderio russo.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Tá bom… A Rússia tem dinheiro… Porque eles não mantiveram o Typhoon então? Só tem um? Tá certo que a Rússia não é nenhum urso doente, mas também anda sofrendo com imposições econômicas do ocidente. Acho isso legal? Claro que não, pois a balança mundial fica desequilibrada, mas isso é não da nossa conta.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Provavelmente porque, então, nos anos noventa, a Rússia não tinha dinheiro e isso afetou a condição dos navios do projeto 941. Assim como os foguetes.
Sim, e no conteúdo do pr 941 mais caro do que 667 BDRM. E mais o surgimento de novos submarinos pr 955.

Владимир
Visitante
Владимир

Плюс ко всему сказанному , слышал , что лодки 941 проекта , для сегодняшнего времени, довольно шумные и в случае с переоборудованием под крылатые ракеты , потребуется прикрытия этих лодок , другими лодками . Например проекта 885 Ясень . https://podlodka-yasen.tass.ru/, а их и так мало и они нужны для других задач .

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

:-0

Quatzy
Visitante
Quatzy

Já ouviu falar do submarinos das novas gerações chamados de classes Borei, Akula e Yasen?

https://www.naval.com.br/blog/2016/07/25/russia-amplia-frota-do-pacifico-com-submarinos-melhor-armados-e-mais-silenciosos/

Dalton
Visitante
Dalton

O “Akula” ou “971” não é novo…trata-se de submarinos que começaram a ser incorporados no fim dos anos 1980 e o último que teve sua construção suspensa foi concluído com ajuda financeira da Índia em 2009 e está a serviço da marinha indiana até 2022, mas, provavelmente o prazo será estendido. . Os 3 “Borei” utilizaram a parte dianteira do casco de grandes submarinos “971” cuja construção havia sido suspensa para acelerar e baratear a construção, mas, não funcionou muito, pois o primeiro foi comissionado quase 18 anos após assinatura do contrato, aparentemente o projeto deixou um pouco a desejar… Read more »

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Eu sou Claro que eu ouvi. 971 projeto, este é um barco velho. Eu vi 971 barcos vivos.
Vale a pena adicionar. Projeto NPS. 935, ou Borey-2, fechado em 1989, durante a era soviética.
No atual programa de armamento, há a colocação de dois submarinos, pr 955A. O promissor projeto de submarino nuclear é conhecido como Husky. Não há imagens específicas no momento.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Qual o custo unitário dos mísseis russos de cruzeiro?

Quatzy
Visitante
Quatzy

Deve ser menos da metade de um tomarhwak.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

500 a 750 mil dólares por cada míssil russo então. Isso daria de 100 milhões a 150. Isso num só navio, levando em conta que custem realmente menos que os modelos ocidentais. Parece um tanto quanto salgado, mas ainda viável no fim das contas

Guizmo
Visitante
Guizmo

Eu tenho um recall imediato ao Outubro Vermelho, ao ver esse submarino. É uma obra de engenharia digna de nota, submergir 48 mil toneladas…….

Adriano
Visitante

Parece que o hobby preferido dos russos é jogar truco. Ô gente que gosta de um blefe hein.
No dia de São Nunca eles vão fazer isso.

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Blá-blá-blá.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Essa Rússia, vou te contar… só me dá orgulho

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Qual cidade mora?
Novosibirsk?

Conan
Visitante
Conan

Não, esse ai deve ser de Stolichnaya. kkkkkkk

carvalho2008
Membro
Famed Member
carvalho2008

Bom, eu já fiz alguns posts sobre como a tecnologia parece impulsionar uma nova curva de aplicações em submersíveis. Óbvio que o lançamento de mísseis por submarinos não é novidade, mas cada vez mais será percebido um aumento exponencial da capacidade deste em enormes estoques lançamento assemelhando-se muito as antigas propostas de Arsenal Ship 200 mísseis de cruzeiro fazem um estrago enorme Armas parecidas com as GLSDBs podem proporcionar centenas de lançamentos por meio de diminutos SSKs como um simples IKL209 Logo logo alguém une os conceitos e veremos isto em pequenos ssks também Isto tornará um ameaça totalmente nova… Read more »

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

E a maluquice continua. Mais nukes, mais potentes em todas as partes. Os russos, nós nos Estados Unidos, China, Israel, Paquistão, e brevemente a ditadura saudita maldita.
Um dia chegará uma raça alienígena, daqui a uns mil anos e achará um planeta como Marte, desolado e desabitado. Então pensarão; Humanos estupidos.

Conan
Visitante
Conan

Esse é um dos gargalos que a humanidade terá que passar se quiser sobreviver e atingir um estagio civilizatório mais elevado como uma civilização Kardashev tipo 1. Com tudo isso tenho esperança na humanidade, afinal de contas o espaço esta ai para ser colonizado e aos poucos é exatamente isso que vamos fazer. Parafraseando um escritor do qual o nome não me lembro, “A Terra pode ser o berço da humanidade mas não podemos ficar no berço para sempre”.

CESAR ANTONIO FERREIRA
Visitante
CESAR ANTONIO FERREIRA

Não houve nenhuma manifestação do Ministério da Defesa da Federação Russa em modificar e equipar os gigantescos submarinos Projecto 941 Akula (OTAN=”Typhoon”).
Não há previsão orçamentária, portanto, o que se vê é apenas uma especulação.

Guilherme Lins
Visitante
Guilherme Lins

A idéia é excelente aos russos. Não vejo o porque de reformar os typhoons para sua missão original depois dos poucos recursos que eles tem terem sido gastos no desenvolvimento e construção dos boreis e dos bulavas. Entretanto a coisa muda quando se trata de reformar para ter uma plantaforma com 200 mísseis de cruzeiro. Seria uma grande carta na mão dos russos. Entretanto os typhoons sao feitos de titânio e a muito tempo estão parados. A Rússia ao meu ver nao possui nem a capacidade técnica e nem a financeira para uma empreitada desse tipo. Nao vai acontecer.

Nico 88
Visitante

A volta dos Reis do Mar.

Renato
Visitante
Renato

Um submarino russo classe TYPHON tem mais de dez (10).vezes a tonelagem das fragatas pretendidas pela Marinha brasileira e o dobro do PHM Atlantico.