terça-feira, abril 13, 2021

Saab Naval

Saab é pré-selecionada como fornecedora de sistema de combate ao programa finlandês Squadron 2020

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Ministério da Defesa da Finlândia anunciou que a Saab foi pré-selecionada como fornecedora e integradora dos sistemas de combate para as quatro novas corvetas da classe Pohjanmaa, da Marinha finlandesa, no programa Squadron 2020.

A Saab ainda não assinou um contrato ou recebeu um pedido relacionado ao Squadron 2020.

“O anúncio do Ministro da Defesa finlandês firma nossa posição como uma fornecedora de sistemas de combate de classe mundial, e estamos ansiosos para continuar nosso relacionamento de longa data com a Finlândia”, diz Anders Carp, Vice-Presidente Sênior e head da Área de Negócios Surveillance da Saab.

Todos os navios atuais da Marinha finlandesa possuem pelo menos um sistema da Saab, com a maioria deles operando diversos sistemas da Saab.

Em janeiro de 2018, a Saab foi selecionada para fornecer diversos sistemas, incluindo o Sistema de Gerenciamento de Combate 9LV e novos torpedos leves para o programa de atualização de meia-vida dos navios lança-mísseis da classe Hamina, da Marinha finlandesa.

O Sistema de Gerenciamento de Combate 9LV da fragata HMAS Perth da classe Anzac
O Sistema de Gerenciamento de Combate 9LV

DIVULGAÇÃO: MSLGROUP/Publicis Consultants

- Advertisement -

14 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Artur Castro

Pra quem tem preguiça de dar uma googlada (dada a omissão do PN), essa classe terá deslocamento de 3.300 t, bem próximo da classe Tamandaré e será o principal navio de guerra da Marinha Finlandesa, que é bem pequena.

Brandemburg

Não acho que houve “omissão do PN”. A matéria versa sobre SAAB e seus sistemas de combate que integrarão as novas corvetas. O deslocamento das mesmas ficará muito bem em matéria que diga respeito às características delas.

Artur Castro

Sim, sim. Eu sei. Minha intenção não foi depreciar o PN, até porque eu mesmo vivo acessando o site. Foi mais complementar a informação, já que nesse sentido, faltou.

JORGE kNOLL

E não é fragata, nem fragata leve como os “iluminados” da MB querem classificar a Classe Tamandaré. Não a tonelagem de deslocamento que definirá que o navio/belonave é fragata ou corveta/destroier, mas sim o fim que ela se destina, tendo em vista as armas que usará e o que desempenhará.

Esteves

Tudo muito caro. Projeto de 4 meios por 1,2 bilhões de euros. Estimado. Sairá mais caro.

“The Finnish defense ministry on February 21 announced it is buying Raytheon’s Evolved SeaSparrow Missile (ESSM) systems for its Pohjanmaa-class corvettes of the Squadron 2020 project.” São mais quase 100 milhões de dólares.

Encarar essas despesas com nossa moeda é terrível.

Mauricio R.

Pra quem sabe fazer, nunca falta serviço.

Leonardo de Araújo

Pena que a SAAB não venceu no programa Tamandaré.
Eu acreditava que era a melhor opção.

Carlos Av

Eu tambem tinha simpatia pelas Sigmas, porém confio na MB, estaremos bem servidos.

Luiz Floriano Alves

S
A SAAB está bem posicionada como fornecedora das forças armadas no Brasil. Não se discute a competência deles. Acho que diversificar serve para manter uma escala de comparação e não congelar em alto nível os preços das propostas. Se acelerar as entregas do Grippen mostra que tem capacidade industrial, além da técnica.

Eduardo dos Anjos

É o ditado, não se põe todos os ovos em uma mesma cesta…

Lucas Carvalho

Seria esse o sistema de combate que seria utilizado nas Tamandarés? Se sim, aind poderia ser utilizadas nas MEKO?

Rafael Oliveira

Sim e não.

Carlos Alberto Soares

A SAAB poderá ser sub contratada do consórcio Águas Azuis.

EMBRAER D&S tem ótimas relações com eles.

Gabriel BR

Foi a primeira coisa que me passou a cabeça

- Publicidade -

Guerra Antissubmarino

Relembre a entrevista com um comandante de submarino da Marinha do Brasil

Há cerca de 20 anos o Poder Naval Online entrevistou, por meio do colaborador Bruno Fagundes, um comandante de...
- Publicidade -
- Advertisement -