Home Marinha do Brasil VÍDEO: Navio-Tanque Almirante Gastão Motta chegando ao Porto de Santos – SP

VÍDEO: Navio-Tanque Almirante Gastão Motta chegando ao Porto de Santos – SP

7652
63

Assista ao vídeo feito por Roberto Smera da chegada do Navio-Tanque Almirante Gastão Motta ao Porto de Santos – SP, no dia 5 de abril.

O Navio de Tanque Almirante Gastão Motta – G 23, é o primeiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil. Em 24 de julho de 1986, teve o seu financiamento aprovado em reunião do Fundo de Marinha Mercante, sendo sua construção autorizada em 15 de dezembro de 1987.

Sua construção teve como objetivo complementar o Navio Tanque Marajó – G27, e substituir o Navio de Apoio Logístico Almirante Gastão Motta – G29 (ex-NM Itatinga, do Lloyd Brasileiro), que teve sua conversão para uso naval cancelada, e acabou sendo vendido em 1987.

O Almirante Gastão Motta foi construído pelo estaleiro ISHIBRAS – Ishikawajima do Brasil S/A, no Rio de Janeiro. Teve sua quilha batida em 11 de dezembro de 1989, e foi lançado ao mar e batizado em 1º de junho de 1990, tendo como Madrinha de Batismo a Sra. Maria Elisa Boisson Motta, viúva do Almirante Gastão Motta.

Características:

  • Deslocamento: 7.075 ton (dwt), 10.320 (carregado).
  • Dimensões: 135.0 m de comprimento, 128.0 m de comprimento entre pp, 19.0 m de boca e 7.52 m de calado máximo.
  • Propulsão: Diesel; 2 motores diesel Wärstilä Vasa de 12 cilindros 12V32 de 11.700 hp, acoplado a um eixo com hélice com passo controlável.
  • Combustível: 600 toneladas.
  • Energia Elétrica: 3 motores diesel Ishibras-Wärstilä 4-R22, 3 diesel geradores de 600 Kw e 440V/60Hz; 2 geradores de 900 Kw e 440V/60Hz, para o sistema de TOMgerando um total de 3.600 Kw; e 1 diesel-gerador de emergência de 280 Kw.
  • Velocidade: máxima de 20.5 nós.
  • Raio de Ação: 10.000 milhas náuticas à 15 nós.
  • Armamento: nenhum.
  • Sensores: 2 radares de navegação tipo Decca.
  • Capacidade de Carga: 4.400 toneladas de combustível, sendo 5.100.000 litros de diesel MAR-C e 608.000 litros de JP-5, mais 200 toneladas de suprimentos diversos. É equipado com uma estação de transferência de combustível em cada bordo a meia nau, e de transferência de pessoal e carga leve com capacidade de 280 Kg .
  • Código Internacional de Chamada: PWGM
  • Tripulação: 121 homens, sendo 13 oficiais e 108 praças, com 12 acomodações extras.

Saiba mais acessando a página do navio no site Navios de Guerra BrasileirosNGB, clicando aqui.

Subscribe
Notify of
guest
63 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Victor Filipe
Victor Filipe
1 ano atrás

Ele mais um navio da Classe Wave e estamos feitos.

Souto.
Souto.
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Faltou a fragata Constituição e o ndcc Mattoso Maiai para compór o grupio tarefa.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Souto.
1 ano atrás

Somado ao Atlântico e o cenário seria lindo

MO
MO
Reply to  Souto.
1 ano atrás

orra, ainda ta faltando ????????? aja saco ne Meu ….

ALEX TIAGO
Reply to  MO
1 ano atrás

Não entendi MO a sua indignação???

Marujo
Marujo
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Ninguém fala mais nesse navio

Marujo
Marujo
Reply to  Marujo
1 ano atrás

Quero dizer, do Wave

Eduardo
Eduardo
1 ano atrás

Vem logo Wave, esse daí já está com 30 anos, apesar de navegar pouco “amanhã” já estará com 40 ou 50 anos. isso se não necessitar de um PMG agora. Wave muito mais moderno também.

MigBarSan
Reply to  Eduardo
1 ano atrás

Qual a idade do Wave em questão?

Flávio Henrique
Flávio Henrique
Reply to  MigBarSan
1 ano atrás

Ambos entram em serviço em 2003 mas a encomenda do primeiro foi em 1997.

Dodo
Dodo
Reply to  Eduardo
1 ano atrás

30 anos para navio não é nada

Robert Smith
Robert Smith
1 ano atrás

Roberto Smera, seu vídeo é uma obra de arte, parabéns!

MO
MO
1 ano atrás

De nada, só faltou Video graças ao MO

MHenrique
MHenrique
Reply to  MO
1 ano atrás

BZ Ostra!

Bueno
Bueno
Reply to  MO
1 ano atrás

Faltou gratidão.
Parabéns pelo vídeo

Renato
Renato
1 ano atrás

Ele veio sozinho ou ainda virão mais alguns?

Guizmo
Guizmo
1 ano atrás

Cara, que vídeo espetacular. Em 1:20 o marinheiro faz um joínha……Meu sonho é um dia ter a oportunidade de navegar num navio desses.

ADLER MEDRADO
1 ano atrás

Passei sabado em santos e vi esse navio e uma fragata que creio ser a constituição atracados na capitania dos portos

Vovozao
Vovozao
1 ano atrás

10/04/19 – quarta-feira, bnoite, ele ainda é com casco comum, como antigamente, hoje proibido para navios tanque?? Outra coisa por que ele não possui armamentos, quase todos os navios de suprimentos que vejo possui um canhão na proa, e várias metralhadoras espalhadas pelo convés????

Demetrius
Demetrius
Reply to  Vovozao
1 ano atrás

Navio tanque não te diz algo?

Eduardo
Eduardo
Reply to  Demetrius
1 ano atrás

Navio Tanque diz tudo amigo. Acontece que esse não é somente um navio tanque. É um navio tanque DE GUERRA!

E, como tal, tem que ter capacidade de se defender. Se armamento algum e com casco simples um barco pesqueiro armado, a depender do armamento, pode fazer um estrago.

Demetrius
Demetrius
Reply to  Eduardo
1 ano atrás

Ok, vamos liberar o triângulo do fogo…

Airacobra
Airacobra
Reply to  Demetrius
1 ano atrás

Nos blue prints constam 3 canhões de 40mm, 1 na proa e 1 de cada lado da superestrutura, resumindo, está no projeto porém nunca foram instalados.

Giovane
Giovane
Reply to  Vovozao
1 ano atrás

Tbm quero saber

Helio Mello
Helio Mello
Reply to  Vovozao
1 ano atrás

Até onde eu sei ele é casco simples. Deve ter alguma seção como casco duplo, existia uma regra um pouco complexa que determinava um percentual que deveria ser duplo baseado em alguns critérios. A obrigatoriedade de casco totalmente duplo (costado e fundo) veio depois da construção dele.

Poderia ser convertido para outra função, que não navio tanque, ao invés de ser descomissionado e vendido para sucata. Não acredito que afundem ele, dada a natureza da carga.

MO
MO
Reply to  Vovozao
1 ano atrás

casco simples SH

Airacobra
Airacobra
Reply to  MO
1 ano atrás

O bom e velho Single Hull

jotapê
jotapê
1 ano atrás

Muito bom o vídeo, achei muito melhor que os vídeos feitos por helicópteros, devido a aproximação que é possível com drone. Parabéns!

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
1 ano atrás

Roberto, espetacular!!! Uma visão diferente com o uso do drone!! Será que você poderia fazer este tipo de filmagens com outros navios da MB que chegarem à Santos? Já pensou, uma Fragata ou o PHM?

Adoro este navio tb. Pena que só construimos um. Poderíamos ter quatro deles. Parabésn à tripulação !!!

MO
MO
Reply to  Marcelo Andrade
1 ano atrás

amigo, o Beto nao Lê aqui, mais uma vez, fui EU que providenciou SAPORRA assim como muitos outros videos, incluindo o Atlantico

Short Rib
Short Rib
Reply to  MO
1 ano atrás

Então faz favor e agradeça ao Roberto por nós? Valeu

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  MO
1 ano atrás

KKKK Calma ai, marujo!!! rsrs, então MO, xará, futuramente, com autorizações acredito, os próximos poderíam serem feitos com esta qualidade?

Miguel
Miguel
1 ano atrás

Lindas imagens! Parabéns ao Roberto Smera.

MO
MO
Reply to  Miguel
1 ano atrás

parabens ao MO carai que arrumou com o Beto o video ….

Samuka
Samuka
Reply to  MO
1 ano atrás

parabens, vlw MO…

Airacobra
Airacobra
Reply to  MO
1 ano atrás

Padrão Zemió de qualidade

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Filmagem, edição, música tudo de Patrão.

Parabéns.

Renato
Renato
1 ano atrás

Parabéns Ostrão…
Agradeço por compartilhar conosco, reles cracas, este belo vídeo.

MO
MO
Reply to  Renato
1 ano atrás

as ordi

F4U
F4U
1 ano atrás

Belas imagens. Alguém saberia dizer qual a função de uma marcação circular a bombordo e o domo branco a estibordo, ambos no covnves superior a popa?

Fernando XO
Fernando XO
Reply to  F4U
1 ano atrás

Boa noite… a bombordo, área de transferência para operações aéreas… a boreste, antena banda X ou Ku, não sei ao certo… abraço…

Hilton
Hilton
1 ano atrás

Parabéns! O vídeo ficou espetacular! Show!!!

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 ano atrás

Ôrra, show de bola esse vídeo. Meus parabéns.
Já comecei a imaginar essa filmagem com o Atlântico e as futuras Tamandarés.

GUPPY
GUPPY
1 ano atrás

Belíssimo vídeo! Parabéns, MO!

Rafael
Rafael
1 ano atrás

Essa música e a do filme Titanic??

Rommelqe
Rommelqe
1 ano atrás

Video espetacular! Parabens ao Roberto e ao MO!

wwolf22
wwolf22
1 ano atrás

esse navio tem a capacidade de reabastecer um submarino em alto mar??

Fernando XO
Fernando XO
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Não existe essa possibilidade… seja por questão de procedimento, seja por questão de material… abraço…

wwolf22
wwolf22
Reply to  Fernando XO
1 ano atrás

então essa embarcação que nao tem essa capacidade ou a MB que nao tem essa capacidade?? ha navios específicos para tal procedimento??

Luiz Floriano Alves
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Bom barco na sua categoria. Aquele helistop poderia ser estendido até a popa, possibilitando o uso de helis maiores. Ao embarcar um heli armado, qualquer navio se torna uma arma naval e um ponto de apoio para os helis da frota.

Fernando XO
Fernando XO
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

O NT não embarca ANV… aquela é uma área de transferência e não de pouso… abraço…

Fernando XO
Fernando XO
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Eu desconheço faina de reabastecimento de submarinos no mar nos dias de hoje… os alemães o fizeram durante a II GM, mas o contexto e os submarinos à época eram outros… mas existem sim navios tender (https://www.navy.mil/navydata/fact_display.asp?cid=4625&tid=300&ct=4) que proporcionam suporte fora do porto sede… abraço…

wwolf22
wwolf22
Reply to  Fernando XO
1 ano atrás

por isso mesmo eu perguntei… lembro que nas II guerra os Uboat “pescavam” toneis no alto mar para reabastecimento…
o que aconteceria se um submarino da MB “ficar sem combustível” em alto mar, seria rebocado?? ou hj em dia nao tem como um submarino ficar sem combustível??

Dalton
Dalton
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

wwolf…submarinos antes de partir para uma missão recebem a quantidade de combustível necessária e também alimentos e depois de esgotados o submarino necessita retornar a base ou porto mais próximo para reabastecimento de combustível e víveres.
.
A tripulação sabe o tempo todo quanto combustível resta, então não há como “ficar sem combustível”.
.
Reabastecer submarino em alto mar seria demorado, complicado e perigoso, mesmo em tempo de paz e não há justificativa para isso…diferente dos alemães durante a batalha do Atlântico que possuíam muitos submarinos e
precisavam que eles permanecessem no teatro de operações mais tempo.
.

Airacobra
Airacobra
Reply to  Fernando XO
1 ano atrás

Creio ser possível pela popa prezado XO, mas teria que contar com estado de mar 3 no máximo

Fernando XO
Fernando XO
Reply to  Airacobra
1 ano atrás

Aira, como armamentista/convés, imagino o pesadelo que seria fazer uma faina dessas… abraço…

Parabellum
Parabellum
1 ano atrás

Bravo Zulu para a tripulação! Não importa muito agora se o casco é duplo ou simples, o que importa é que a missão agora pode ser cumprida. Gostaria de ver também o Garcia navegando. Será que já esqueceram dele?

2Hard4U
2Hard4U
1 ano atrás

Lindo vídeo com imagens bem profissionais!

Jadson Cabral
Jadson Cabral
1 ano atrás

MUITO superior aos vídeos institucionais da própria MB. Aquele pessoal tem que dar uma olhadinha no merchan

Theo Gatos
Theo Gatos
1 ano atrás

Ficou sensacional o vídeo!!!
.
Parabéns ao Beto que não lê aqui e ao MO carai que arrumou com o Beto que não lê aqui Saporra! 😁
.
Sds

Guizmo
Guizmo
Reply to  Theo Gatos
1 ano atrás

kkkkkkk

Bueno
Bueno
Reply to  Theo Gatos
1 ano atrás

MO carai sem saco… kkk
a falta de gratidão arranca o saco de qualquer um!!

Marcus Vinicius Uchoa
1 ano atrás

Belíssimo Registro … valeria uma serie com todos os principais navios !!!