Home Indústria de Defesa China testa míssil antinavio hipersônico para furar defesas da US Navy

China testa míssil antinavio hipersônico para furar defesas da US Navy

11753
44
Nanchang (101), o primeiro destróier Type 055 no desfile de 23 de abril (clique na imagem para ampliar)

Da Redação

Foi noticiado nas redes sociais que a CHina testou em terra um míssil antinavio (AShM – Anti-Ship Missile) hipersônico conhecido como “YJ-XX”.

A nova arma deverá equipar os novos destróieres Type 055.

O míssil “YJ-XX” seria projetado para ser capaz de derrotar as defesas antiaéreas Aegis da US Navy como os mísseis SM-3 Blk IIA e SM-6 Blk IA

O “YJ-XX” parece estar relacionado a um slide em baixa resolução divulgado anteriormente demonstrando o emprego de uma nova arma antinavio.

O primeiro destróier Type 055, o Nanchang (indicativo visual 101), fez sua primeira aparição pública ontem no desfile em comemoração ao 70º Aniversário da Marinha Chinesa.

Os Type 055 de 13 mil toneladas são equipados com 112 lançadores VLS para mísseis antiaéreos, antinavio, antissubmarino e de ataque terrestre (ver infográfico abaixo).

Existem mais três Type 055 em acabamento e mais dois em construção. O planejamento da China é ter 16 destróieres Type 055 até 2025.

Slide mostrando o perfil de voo do YJ-XX
VLS do Type 055
Subscribe
Notify of
guest
44 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Helio Eduardo
Helio Eduardo
1 ano atrás

Eis aí uma boa notícia para debate.

Bosco, você já nos explicou uma vez o problema do guiamento de um míssil anti-navio hipersônico, mas estávamos falando de grandes mísseis lançados de terra e de muito longe. Para um míssil lançado de um navio e, portanto, de uma distância bem menor, esse problema não seria atenuado?

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Helio Eduardo
1 ano atrás

Eu não acho que ele tenha se referido ao míssil ser hipersônico mas sim a ele ter capacidades de um ICBMs como aqueles grandões da china, pois guiar ele é complicado devido a distancia do alvo e não da pra alterar muito a rota. (quando se está em voo supersônico as curvas causam um estresse estrutural muuuito maior então esse tipo de míssil evita curvas.)

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Prezado Victor Felipe,

Sim, foi a isso que eu me referi. É que o ponto mais vivo na memória era a dificuldade de travamento no alvo pela distância, que eu associei à velocidade.

Bosco
Bosco
Reply to  Helio Eduardo
1 ano atrás

Hélio, Havendo solução de tiro um míssil antinavio de qualquer tipo acha o alvo. A USN tenta impedir que haja solução de tiro restringindo que aeronaves com capacidade ISTAR penetrem na bolha de defesa e permaneçam lá tempo suficiente. No caso de combate entra navios próximos a aquisição OTH geralmente é feita por helicópteros. Em geral essa distância não passa de 200 km (depende da autonomia do heli) . Supondo que o navio chinês chegue a 200 km de um navio americano isolado e supondo que o detecte com seu helicóptero, um míssil antinavio poderá ser usado. Em sendo hipersônico… Read more »

Esteves
Esteves
1 ano atrás

A turma tá chegando…

– A China só faz tranca, chinês não produz coisa que presta, chineses são falsos, navio chinês é feito de papel…e vai por aí.

Machado
Reply to  Esteves
1 ano atrás

Não sei qual seu argumento pra essa conclusão.
Vejo que falta muito conhecido da sua parte.
Mas eh sua opinião!

Machado
Reply to  Machado
1 ano atrás

Desculpa Steves, acho que fiz uma interpretação equivocada do seu comentário.

Brunow Basíllio
Reply to  Esteves
1 ano atrás

O “problema que, quem treina muito acaba ficando entrosado demais”…
E China testando míssil Hipersônico, Rússia lançando submarino maior do mundo….acho que as coisas só esta difícil no atlântico sul mesmo…
Tenho minhas duvidas se os Russos não estão vendendo seus segredos aos Chineses..

Junior
Junior
Reply to  Brunow Basíllio
1 ano atrás

Pelo menos ajudando em troca de alguns $$$$$$$$$$ certeza que esta

Jmjm
Jmjm
Reply to  Esteves
1 ano atrás

Tudo dentro da china é verdadeiro só é falso o que a china vende para o resto do mundo principalmente para países igual o Brasil argentina paraguaio cuba Bolívia Venezuela a china só não consegue enganar países de primeiro mundo países que realmente esta vivendo no século 21.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Jmjm
1 ano atrás

Estranho que são esses países que mais fazem comercio com a China, começando pelos EUA que fazem tudo o que podem na China incluso equipamentos de alta tecnologia.

Leonardo
Leonardo
1 ano atrás

Merito para China

Victor Filipe
Victor Filipe
1 ano atrás

É sempre algo legal de observar as diferenças de doutrina. a China sabe que não pode sobrecarregar os sistemas de defesa americanos (da mesma maneira que os americanos sabem que não podem sobrecarregar os sistemas Russos e chineses) isso é um problema porque os esses navios estão equipados com radares que acompanham centenas de alvos ao mesmo tempo sem problema algum, saturar isso se torna impossível principalmente porque os alvos (navios) navegam em grupos e os sistemas trabalham de forma integrada (um radar de um navio compartilhando dados com o de outro, pelo menos é assim na US Navy) Então… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Na verdade não há arma magica, a US navy tem seu proprio missil hipersonico em desenvolvimento, só que é por de baixo dos panos, lembra do Lrasm-B que recentemente os chineses roubaram informações ? É o missil hipersonico da marinha americana. O certo é voce atacar com as 2 armas, porque as 2 causam um fator multiplicador uma na outra. Se os destroyers entrarem em modo ABM, não conseguiram interceptar esses misseis de cruzeiro stealth, se focarem nos misseis de cruzeiro stealth não conseguiram interceptar os misseis hipersonicos, que tudo indica que no caso dos misseis hipersonicos navais serão balísticos,… Read more »

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Acho eu que a manobrabilidade não seja muito necessario se o alvo for um PA ou navio de desembarque que e menos manobravel que uma escolta.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

O único problema é que a China, dentro em breve, terá concentrada naquela área uma quantidade de navios maior que a Armada americana.
Veja bem: Concentrada naquela área.
Não existirá poder convencional capaz de contrapor essa quantidade de efetivos.
Só nuclear.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Não acredito que seja “dentro em breve” talvez até 2050 sim ela em localidade irá superar a US Navy, entretanto como a Marinha alemã e Britanica mostraram na primeira guerra mundial, não é preciso os mesmos números para criar impasse

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

A perspectiva é que a Marinha chinesa tenha mais navios que toda a Marinha americana em poucos anos.
E tudo concentrado naquela área.

ednardo curisco
1 ano atrás

Creio que se deve tomar sempre cuidado ao se desdenhar a China. Ainda são xing ling e muito do que produzem é cópia? sim. mas estão investindo pesado e em 15 ou 20 anos poderão estar em pé de igualdade com qualquer um. Exemplo disso é na questão de telecomunicações. em tecnologias de infraestrutura de comunicações, já estão competindo com qualquer um no mundo. Um exemplo é na Alemanha onde ganharam contratos para as redes 5G de lá. E por mais xing ling que sejam, mesmo copiando, só tem uns 5 países no mundo que conseguem produzir qualquer material militar… Read more »

nonato
nonato
Reply to  ednardo curisco
1 ano atrás

Sem dúvida são uma máquina de guerra.
Constroem navios com muita facilidade.
Outras países é a maior novela para construir 6, 8, 10 navios.
Nos Estados unidos, Canadá, Inglaterra, Alemanha, França.
Tudo os olhos da cara.
30 bilhões para aqui, 60 bilhões para acolá.
Precisa mudar a lógica da defesa.
Não é possível gastar bilhões e bilhões.
Na China fazem tudo barato.
Não têm grandes empresas privadas para bancar.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  ednardo curisco
1 ano atrás

Isso se o resto ficar parado nesses próximos 15 a 20 anos…

Scud
Scud
1 ano atrás

Ching Ling contra o Aegis…KKK! Nunca passarão 🤣🤣🤣

André Luiz
André Luiz
Reply to  Scud
1 ano atrás

O Aegis é um excelente sistema, pode está propensos a falhas, além do mais em um guerra não é laçado 1 míssil e sim vários em rápida sequência para sobrecarregar o sistema defensivo.

Carlos Campos
Carlos Campos
1 ano atrás

Voa muito alto, o SM3 atinge velocidades hipersônicas também, o SPY 1 vai ver ele, esse míssil não parece furtivo, e mesmo que fosse furtivo quando o SPY 6 entrar em operação seria visto.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

A grosso modo, seria como você acertar uma bala de fuzil vindo sem sua direção com outra bala disparada do seu fuzil.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

grosso modo não, é realidade da guerra moderna, e vai ser comum

Artur Saldanha
1 ano atrás

Só sei dizer que quando uma guerra estourar não vai sobrar nada.

Matheus
Matheus
1 ano atrás

Eeeei..bagulho é Loko mano..kkk
China en DIREÇÃO primeira potencia mundial!!

Miguel
Miguel
1 ano atrás

Interessante, todos dão pitacos sobre as armas dos russos e chineses sem levar em conta que podem estarem vendendo um peixe falso, mas que tem expertise em armas e guerra na prática, são os americanos. Será que eles baixaram a guarda inocentemente.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Miguel
1 ano atrás

Verdade amigo. Os Russos nunca entraram em guerra com ninguem nos últimos 100 anos e não tiveram nenhuma de suas armas usadas em guerras por outros países em 100 anos.

Chen
Chen
Reply to  Miguel
1 ano atrás

Não existe peixe falso . É o resultado de investimento pesado em armas. EUA o país que mais invadiu outros países no mundo até hoje. Rússia e China países que já foram invadidos e tiveram seus povos massacrados sendo que a China foram 100 anos de invasões e humilhações feitas pelo ocidente e Japão. Quem bate esquece mas quem apanha nunca . Tudo de bom e ruim que a China tem hj é devido a esse passado recente .

Caio
Caio
1 ano atrás

A dedicaçao chinesa na busca por força militar é incrível; tanto quanto nosso garbo, desarmado.

Rodrigo Martins Ferreira
1 ano atrás

A super-arma destruidora do Ocidente da Semana..

nada de novo no front

Felipe Silva
Felipe Silva
1 ano atrás

Testar? Outro? Os hipersônicos anteriores não furam as defesas? ABM é justamente a especialidade do sistema AEGIS. Nada de novo

GripenBR
GripenBR
1 ano atrás

E melhor levá-los a sério. Hoje a China é a fábrica do mundo, o país que mais registra patentes, e responsável pela maior parte do comércio no mundo. A China não parece gastar energia para manipular ou derrubar govenos. Está interessada em comércio. Seja com quem for. Nesta área não faz distinção. Coreia do Sul ou Norte, EUA, Inglaterra, Japão, Rússia ou Venezuela … Alguns controem muros, decretam embargos e dumping toda vez que estão perdendo no próprio jogo. A China constroe portos, aeroportos, ferrovias, rodovias e pontes. (https://emergingequity.wordpress.com/2015/02/27/high-hopes-for-worlds-longest-railway-that-links-china-to-spain/amp/). Nestes tempos, não há nada mais conservador que um liberal e… Read more »

Brunow Basíllio
Reply to  GripenBR
1 ano atrás

A China investe na suas forças armadas para chamar atenção do Ocidente, enquanto isso a verdadeira arma chinesa tem passado despercebida: Investimento econômico, abertura de novos mercados, influência crescente em todo o globo, aumento de exportações etc… Nos primeiros três meses deste ano a China cresceu 6,4%, em quantos anos o Brasil levará para crescer isso? Enquanto muitos zomba da China aqui no Ocidente, lá do outro lado do mundo eles estão trabalhando…Trabalhando para que VC Ocidental possa ter a sua disposição aquele celular, relógio, chinelos, todo tipo de eletrônico, aquela roupa de grife que VC compra mas na verdade… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  GripenBR
1 ano atrás

Pois é. E a China vai avançando onde antes era o quintal dos EUA.
Parece que o Peru será o primeiro País a se integrar oficialmente à Belt and Road.
Na Europa já temos a Itália e agora a Suíça.
Alemanha e França começam a estudar sua adesão.
Quem não se integrar à economia chinesa ficará de fora do próximo ciclo de prosperidade.

ednardo curisco
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

estão pegando o 5G da Alemanha e já estão entre os maiores fornecedores de telecom do mundo.

A turma jogou war tempo demais. A guerra mesmo é comercial, Ter armas ajuda na hora do ‘debate’ especialmente regional.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  ednardo curisco
1 ano atrás

Corrigindo. O Chile também está entrando oficialmente na Iniciativa Belt & Road.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Recomendo estudo maior sobre o Belt and Road. Tá certo que Você é macaca de auditório da chinesada, mas não fica a falar mentiras como essa.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Bosco ?

Bosco
Bosco
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Carlos,
Não dá pra falar muito sobre um hipotético míssil hipersônico que teria sido testado.
É igual falar de sexo de anjo. rsrssss
Um abraço.

Ronaldo Rangel Pires
Ronaldo Rangel Pires
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Calma , ele tá chegando.

Mauricio R.
1 ano atrás

Olhem para o tamanho da criança!!!!

(https://www.snafu-solomon.com/2019/04/closeup-pic-of-yj-12.html)

Aqui nos contentamos em gastar dinheiro, reciclando tecnologia obsoleta francesa.
E ainda tem aquela outra coisa, da Avibras.
Que dureza!!!!
14-X…
Socorro!!!!