Home Marinha Mercante Irã alerta sobre guerra se navios israelenses entrarem no Golfo Pérsico

Irã alerta sobre guerra se navios israelenses entrarem no Golfo Pérsico

9342
190
Navio de desembarque da Marinha Iraniana operando com helicópteros SH-3 Sea King

O Corpo de Guardas da Revolução Islâmica do Irã alertou que há um potencial para a guerra se Israel se unir à coalizão marítima no Golfo Pérsico.

Na semana passada, o ministro das Relações Exteriores de Israel, Israel Katz, disse que ajudaria o esforço liderado pelos EUA para “proteger a segurança do Golfo Pérsico”.

O Irã considera a coalizão marítima “ilegal” e disse que líderes em Washington e Londres fabricaram os incidentes para legitimar sua presença no Golfo Pérsico. O Irã foi acusado de atacar quatro petroleiros em maio e dois em junho.

“Os Estados Unidos e o Reino Unido devem assumir a responsabilidade pela presença ilegal do regime sionista nas águas do Golfo Pérsico”, disse o almirante Alireza Tangsiri, comandante da Marinha do Irgc, ao canal de TV Al Mayadeen no domingo. “Qualquer presença do regime sionista nas águas do Golfo Pérsico é ilegal, pois pode resultar em guerra e confronto na região.”

A coalizão destina-se a proteger as rotas marítimas que passam pelo Estreito de Ormuz. Cerca de 20% do petróleo mundial passa por essa área.

Katz não afirmou que Israel tinha navios no Golfo Pérsico. A contribuição de Israel para a missão seria limitada à inteligência.

FONTE: UPI

190
Deixe um comentário

avatar
26 Comment threads
164 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
77 Comment authors
José MachadoSalimtupinambáLeandro CostaDalton Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
zézão
Visitante
zézão

iran, o rato que ruge!

Sargento Pincel
Visitante
Sargento Pincel

Tretar com RU, EUA e ISRAEL – e com apoio de toda a OTAN… Sei não em, ou o Irã enlouqueceu ou tem costa quente.

OFF… boa base de teste para armamentos chineses (misseis para afundar porta-aviões – como queria um tal almirante)

BOB LEE SWAGGER
Visitante

loucura o Irã por mais que eles tenha poder mais ir contra toda OTAN e loucura. So Israel e EUA detona tudo ainda RU, sem contar que ainda ha muito mais gente interessado nisso. Sera que eles estão contato com apoio da China e Russia ?

sub urbano
Visitante
sub urbano

O Irã sabe que não pode vencer esses países. Mas sabe do estrago que é capaz de fazer na economia mundial. Se formos considerar apenas os precedentes basta um superpetroleiro em chamas no golfo pérsico pro barril de petróleo quadruplicar de preço. A economia do ocidente está patinando desde a ultima crise imobiliária americana de 2008, uma nova crise do petróleo como a dos anos 70 pode enterrar o ocidente de vez. O Irã pelo seu lado sabe que enfrentando esses países pode ter sua infraestrutura destruída, uma população insatisfeita com a guerra, um governo desmoralizado etc o que contribui… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante

Pois é…

Finalmente concordamos…

Por isto a única coisa que o Irã sabe fazer é cacarejar..

Pior que tem gente que bate palmas

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

O Irã sabe que não pode vencer… mas tem armamento pra causar severos estragos e grandes perdas em varios paises ao mesmo tempo… Se vc pesquisar sabera que a vasta gama de misseis balisticos do Irã podem atingir ate a Alemanha…

E quanto a Israel… Não precisa ter armas atômicas… basta acertar as usinas israelenses… Iron Dome não para nem os scuds Palestinos… quem dirá os armamentos iranianos;….

João Moro
Visitante
João Moro

O Irã está pedindo para guerrearem com eles. Os líderes deles são malucos…

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Quem está pedindo é os EUA… Ele apenas não baixa a cabeça, como faz desde a revolução da decada de 70…

José Machado
Visitante
José Machado

Sim, o Irã está cercando o EUA, RU e OTAN com intuito de guerra e não contrário…

Marcos
Visitante
Marcos

Alguem tem que por fim na revolução islâmica…

Tupinamba
Visitante
Tupinamba

Entre na discussão…Já ouviu falar em autodeterminação dos povos ? Seu discurso é tão absurdo quanto o de quem quer “varrer Israel do mapa” (enquanto o estado teocrático judeu varre do mapa os palestinos).

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

por exemplo Batman.

Henrique de Freitas
Visitante
Henrique de Freitas

Nao gostaria de polemizar mas acredito MUITO mais na Mulher Maravilha, gatissima !!!

Mayuan
Visitante
Mayuan

Posso estar enganado mas a atriz é israelense…

ivan alves de barros
Visitante
ivan alves de barros

Gal Gadot é modelo e atriz israelense. A história de vida dela é bem interessante.

Fligth_Falcon
Visitante
Fligth_Falcon

kkkk
Então vai ter guerra
kkkkk

Israel
Visitante
Israel

É sim…. maravilhosa…

Williams Jonas Barbosa
Visitante

Brother vc não está enganado, ela é israelense e até já serviu nas forças armadas do mesmo.

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

Isso, e trans, também.

Marcos
Visitante
Marcos

Mulher maravilha é israelense e militar, então se preparem. Hahahaha

Esteves
Visitante
Esteves

Capitão América?

Esteves
Visitante
Esteves

Sabe…

A China comunista segue comunista porque se um dia deixar de ser cairá de braços abertos no islã. Como o resto da Ásia.
A China comunista sustentada pelo capitalismo americano não deixará de ser comunista sustentada pelo capital ou…seria a maior nação muçulmana do mundo.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Isso é impossível, seria como acabar com o Budismo no Japão. No Irá religião e politica andam juntas e provavelmente serão inseparáveis até o dia em que Maomé retornar ao Planeta e chamar a moçada para uma boa conversa.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Porque? deixa os caras viverem como eles quiserem. Desde os tempos das cruzadas que o Ocidente interfere/invade o Oriente.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Ahem…. hmmmm… as cruzadas, né? Já ouviu falar em mouros na península ibérica um tantinho antes das cruzadas? Algo como mais ou menos uns 300 aninhos antes e tal… Só estou dizendo. Seria mais interessante se você tivesse dito ‘desde os tempos da Grécia antiga’ ou ‘desde os tempos de Roma…’ Mas se faz alusão à motivos religiosos a coisa fica mais complicada, dado o fato de que o islã nasceu uns trezentos anos depois do cristianismo, que por sua vez veio bem, mas beeeem depois do judaísmo, etc. Então acho melhor não chegar nesse nível. Aquele papo de ‘quem… Read more »

Matheus
Visitante
Matheus

Amigo, Ibéria caiu porque os cristãos não paravam de se matar na Europa.

Kemen
Visitante
Kemen

Matheus, em toda a Europa não existiam paises ainda, existiam feudos que brigavam e ou tinham disputas entre si o que os enfraqueciam muito, quando alguns desses feudos se juntaram começaram a ter mais força econômica e militar, as vitórias contra os seus inimigos e opositores começou a consolidar sua existência como paises. Na Peninsula Ibérica as vitórias contra os árabes que na ocasião tinham uma cultura muito evoluida e ocupavam a 800 anos territórios dos atuais Portugal e Espanha consolidou a união da Peninsula, sendo que Portugal se manteve como um reino a parte.

Kemen
Visitante
Kemen

O que deu origem a religião cristã foram dissidentes da religião judaica, foi confirmado após a descoberta dos chamados manuscritos do Mar Morto e jesus que teria sido enviado por Deus seguiu muitos dos preceitos que apregoavam esses dissidentes. Com o passar dos séculos a própria religião cristã teve dissidencias que originaram diferentes preceitos dentro da religião cristã. O Irã segue a religião islâmica a seu modo, totalmente distorcida dos preceitos de maomé e do Alcorão, cada grupo islâmico interpreta do jeito que lhe interessa o Alcorão, principalmente se quer distrair a atenção das oposições internas.

Thiago Aiani
Visitante

Irã, se tivesse um outro discurso, algo que não fosse ‘extermínio total de Israel,’ seria tratado de forma completamente diferente pela comunidade mundial. Enquanto abastecerem esse antagonismo ” Até parece que o Irã está baixo ataque pelas externacoes de político, ex presidente feito em busca de aprovação eleitoral e consenso no mondo islamico, tendo em vista que quase nenhum árabe, palestino, turco, islâmico xiita ou sunita engoliu a criação do estado de Israel. Só que não é bem mais, as ingerências, manipulações e exploração do Irã por parte do Reino Unido e dos EUA começou bem antes e se chegou… Read more »

Jeremias Cândido
Visitante
Jeremias Cândido

Todos os governos de israel até o momento não aceitaram e não aceitam a criação de um estado palestino. Sempre invertem a causa com a consequência, colocando o terrorismo palestino como motivo para não dialogar, enquanto expulsam os palestinos de onde moravam há gerações. O fato é que israel é intransigente, expansionista e é um país de cultura ocidental ( a maioria esmagadora dos israelenses não segue religião alguma ou é atéia). Não tem relação cultural alguma com os países vizinhos, posto que foi criado por europeus convertidos.

João Moro
Visitante
João Moro

Se o ocidente “deixar os caras viverem como eles quiserem”, em pouquíssimo tempo eles estão mandando bombas nucleares para todo aquele que eles não gostarem.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

E quem, além dos EUA, usou armas nucleares em uma situação de combate?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Em uma Guerra Total, na qual foram atacados de surpresa, e na qual uma invasão das ilhas metropolitanas japonesas poderia custar um milhão de baixas entre os soldados americanos…

Enfim, de novo, as bombas atômicas salvaram mais vidas, e possivelmente a cultura japonesa, do que ceifaram.

Agora… imagina se Stalin tivesse a bomba em 1941 e os meios de lançá-la em Berlim. Alguém aí acha que ele hesitaria em usá-la? 😉

Kemen
Visitante
Kemen

Huuumm, a Batgirl e a mulher Gato é uma boa!

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Perderam o senso do ridículo com força. Estão peitando todo mundo na cara dura. Menos um país no mundo em 3 ,2 ,1………..

FERNANDO MARTINS
Visitante
FERNANDO MARTINS

Amigo, se aquele Domme de Israel não conseguir para os mísseis iranianos, o primeiro país a desaparecer vai ser o próprio Israel. Ninguém quer isso lá. Enquanto não começarem os ataques de B-2´s e de mísseis de cruzeiro lançados de submarinos contra o Irã, vai ser essa guera de desinformação todo dia. Nada que nós já não tenhamos visto antes nos noticiários. Parece que esse povo torce pra ter guerra mano…

Eliel Santos
Visitante
Eliel Santos

A maior parte dos mísseis iranianos são iguais as bombas burras voadoras dos alemaes: a chance de atingirem areas habitadas é nula. O que o iran pode fazer na verdade é usar esses mísseis sem orientação moderna para saturar o sistema de defesa antiaerea de Israel, para que então possa enviar 10 ou vinte mísseis mais avançados e com uma “Bomba suja nuclear”. Mas se fizer isso, ele sabe que seria a ultima vez que se ouviria falar em Iran. Israel, mesmo recebendo uma chuva de mísseis com pacote radioativo continuaria a existir através de seu povo, que estariam dentro… Read more »

MARCELO DE JORGE
Visitante

Mas o contra ataque Israelense seria devastador com os famosos e bem guardados misseis balisticos JERICHO

FERNANDO MARTINS
Visitante
FERNANDO MARTINS

Para uma total e completa destruição das cidades de Israel são necessárias poucas ogivas atômicas. Um certo especialista disse que com duas ogivas sobre Jerusalém e Tel-Aviv você teria um Israel neutralizado. O contra-ataque, seja através de mísseis, bombardeiros estratégicos ou quaisquer outros meios, já não será o mais importante. Para os xiitas, a única coisa que importa é a destruição do Estado de Israel. Qualquer potência que os atacar estará obrigatoriamente colocando em risco a integridade dos israelenses. Os mísseis da Coréia do Norte estão a poucos minutos de Seul e do Japão, motivo pelo qual ninguém vai atacar… Read more »

fabio
Visitante
fabio

amigo acho que você esta viajando, israel tem varias camadas de defesa e quando alguém lançar um míssil nuclear o outro lado tb vai lançar , e outra o irã não tem essa capacidade e fica muito longe de israel passando por vários países, ate um míssil chegar israel eles já esta bombardeando o irã .

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

O Irã sabe que não pode vencer… mas tem armamento pra causar severos estragos e grandes perdas em varios paises ao mesmo tempo… Se vc pesquisar sabera que a vasta gama de misseis balisticos do Irã podem atingir ate a Alemanha…

E quanto a Israel… Não precisa ter armas atômicas… basta acertar as usinas israelenses… Iron Dome não para nem os scuds Palestinos… quem dirá os armamentos iranianos;….

Brunow Basillio
Visitante

Forças Iranianas já levaram outra “sacudida” esta noite no Iraque…”Com certeza os autores não foram os Israelenses”….

Ronaldo
Visitante
Ronaldo

Os persas querendo virar cinza, islamico e comunista são criaturas sem noção do mundo real. Eles pensam que a Russia aguenta a pancada de uma guerra convencional, talvez a china aguente um pouco, mas longe de casa eles não aguentam não.

Marcos R.
Visitante
Marcos R.

Eles esquecem que Israel não costuma perder tempo fazendo ameaças…

Joel Soares
Visitante
Joel Soares

Dei um voto positivo e veio dois negativos de” brinde ” por que???????? Senhor Editor????????
Concordo com o Sr Marcos e desconsidere os dois votos negativos

Lucas
Visitante
Lucas

Provavelmente depois que tu votou o site atualizou o número atual de likes e dislikes. Ou seja. Tu não viu só o teu, viu de pessoas que tb curtiram o comentario desde o momento que tu abriu essa página.

Lucas
Visitante
Lucas

Acho engraçado que vcs leigos em programação acham que a manipulação na internet se dá desse jeito, tão óbvio.
Amigo, garanto que tu anda sendo bem manipulado mas só não se deu conta ainda.
Abraço!

Joel Soares
Visitante
Joel Soares

kkkk!

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

São votos acumulados das “torcidas” quando você vota parece que o contador dá um “refresh”.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Bem lembrado, gosto de Israel por causa disso. “Israel não saca arma sem atirar”.

Uma vez me disseram que se um dia Eu tiver uma Arma e precisar sacar contra alguém, é fundamental que ela volte ao coldre com pelo menos uma bala a menos.

Vovozao
Visitante
Vovozao

13/08/19 – terça-feira, btarde, Marcos o Irã faz estes avisos devido ao medo que eles teem de Israel, sabem que os Israelitas jamais falam que vão fazer, quando falam é para dizer ”nos fizemos”, e pronto ; algumas lanchas rápidas iranianas destruídas no estreito, e, o tráfego livre para os petroleiros.

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

melhor comentario….com israel não se brinca,

Kemen
Visitante
Kemen

Se fosse tão simples assim já teriam feito, não acha? E vontade não falta!! Existem muitas implicações estrategicas e principalmente politicas que deveriam ser consolidadas, a benção de paises próximos e o aval não divulgado de alguns poucos paises que, se não apoiam abertamente o Irã se beneficiam dessa situação. Os paises próximos podem apoiar oficialmente a presença militar de apoio de outros paises, mas no fundo, anseiam por se verem livres dessas intromissões na região. Lembro que o acôrdo de contrôle nuclear não foi desfeito pelos paises europeus que estão na CEE. E o problema se resumiu a apreensão… Read more »

ROBERTO CAMPOS FREIRE
Visitante

O Irã vai voltar a ser a Pérsia! O EUA e Israel estão doidos para testar os seus novos brinquedos! Vai ser mais espantoso que os ataques de armas guiadas a laser da 1ª guerra do Golfo.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

O interessante é que nenhum dos dois (USA e ISRAEL) tem coragem de enfrentar o Irão sozinhos. Esses países são na verdade muito frouxos, parecem um bando de hienas que só atacam quando estão em maioria ou o inimigo é indefeso.
Israel sabe do que os Persas são capazes. Por isso , até hoje não se atreveram a atacar o Irã.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Obviamente você não entende muito de geopolítica e estratégia, Francisco. Não se trata de frouxidão. Isso não existe. Já ouviu falar em operação ‘praying mantis’ na década de 1980? Dá uma checada nisso. Depois dela, o Irã não encheu o saco durante décadas, por exemplo. Isso significa que o Irã ficou com medinho de fazer o que quisesse no Golfo? Não. Isso significa que o Irã percebeu que ia se dar mal e esperou até ter condições mais favoráveis e mais motivos para botar as asinhas de fora, como está fazendo agora. Nada, absolutamente NADA é feito sem algum motivo.… Read more »

Jacó
Visitante
Jacó

Realmente é muito difícil enfrentar um país que recebe ajuda militar da ordem de 4 bilhões ( valores oficiais, sem contar o que devem dar de “presente”) todos os anos dos EUA.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Quanto os países árabes (e o Irã) recebem de ajuda externa e o quanto lucram com petróleo?

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Vocês estão todos tão doutrinados que não percebem que o pior é que neste caso em específico quem tem razão é mesmo a porcaria do Irão. Não se pode negar que montes de incidentes foram fabricados, influenciados e incentivados pelo ocidente, pura e simplesmente porque só metem o irão numa situação mais complicada, não poderiam ter sido estes a incentiva-los. Na minha opinião, o irão representa de facto um problema a ser abordado pela comunidade internacional, mas não desta maneira, o irão está hoje numa posição mais de vítima do que de opressor, raios não sejamos hipócritas, estudem a história… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

” As nações que deviam naquela região intervir são nações que não tenham lado, cujo histórico seja de uma mínima neutralidade,…” . P 99…o “problema” é que apenas EUA tem o potencial para manter uma forte presença naval na região, seja através de unidades baseadas dentro do Golfo onde situa-se o “QG” da Quinta Frota seja por unidades que se revezam na região como por exemplo o “Grupo Anfíbio” hoje capitaneado pelo USS Boxer e quando necessário um “Grupo de Ataque capitaneado por um NAe”, hoje pelo USS Abraham Lincoln. . Quanto a legitimidade dos EUA de estar lá, em… Read more »

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Evidente provocação israelense para inflamar a região, aprenderam com seu Uncle Sam, Tel-Aviv sabe muito bem que os iranianos teriam tal reação com a intrusão deles no golfo pérsico que nem sequer é do direito deles de lá patrulhar…

Quem procura as vezes acha e o achado pode não ser de bom gosto, israelenses são tão cretinos quanto os taxados de vilões.

MBP77
Visitante
MBP77

“… que nem sequer é do direito deles de lá patrulhar… israelenses são tão cretinos quanto os taxados de vilões.” * Poderia nos explicar, por gentileza, o que tropas do Irã fazem na Síria e próximo à fronteira com Israel? Ou há embasamento legal para se manter tropas suas em território de outro país que não é diretamente contíguo à sua fronteira? Fazem parte de alguma missão de paz da ONU que nos seja desconhecida? Ademais, em que parte do texto você leu que há navios israelenses indo para o Estreito de Ormuz? Leu o último parágrafo? Por fim, as… Read more »

Ricardo
Visitante
Ricardo

Irã está na Síria a convite de um presidente de um país. Não está agredindo nenhuma nação. Está ajudando a combater terroristas ocidentais na Síria. Aliás não somente IRÃ mas a Rússia e turquia. São tripse aliança que estão eliminando terrorista ocidentais formada pelo país santo conhecido mais como os YANKES.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Você não leu navio no meu comentário? Leu israelenses cretinos?

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Correção, você leu navios no meu comentário? Chamei os israelenses de cretinos? Não me ponha palavras na boca e não seja(m) iliterario(s) mbp, interpretem o que está escrito, é não o que o confronta as vossas ideologias vos possa suscitar.
Admiro tanto o povo judeu quanto o estado de Israel, assim como os Estados Unidos, por isso não me venha com tretas e entenda que de facto a forma como os Estados Unidos e os seus aliados regionais têm actuado no “mundo árabe” não é de todo em prol dos interesses nem dos povos nem das nações ali localizadas.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Peter, ele comentou um comentário no seu comentário hehehehe

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Leandro, no telemóvel não fica tão claro quem responde a quem ^^

MBP77
Visitante
MBP77

Peter 99;

Acho que o colega se exaltou sem motivo algum, até porque não respondi o seu comentário.
“Tretei” foi com outra pessoa, ok?
Sds.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Se o Sr. se informar a Síria esta em guerra civil e o governo solicitou e autorizou a entrada de tropas Russas e Iranianas em seu solo. Quem esta ilegalmente na Síria são todos os demais paises liderados pelos EUA…

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Meu caro, até onde eu sei, os iranianos foram convidados por Bashar – Al Assad, não pularam o muro e não entraram pela porta dos fundos como os Estados Unidos e seus asseclas fizeram .

Sim, eu li o último parágrafo, sendo assim é até melhor, ao invés de levar mais confusão para uma área já tensa.

Jacob
Visitante
Jacob

“Embasamento legal” é algo que Israel faz questão de não ter, dentre tantas ações criminosas contra os palestinos. Assentamentos ilegais na Cisjordânia, a constante ingerência na vida de quem mora em Gaza ( onde eles sequer podem ter aeroporto ou porto, não têm direito a importar nada que não passe por israel), dentre tantos absurdos. Sem contar que israel é, por natureza, um estado teocrático disfarçado de secular. Afinal, tem uma religião oficial e trata de forma desigual os não-judeus ( não têm direito a comprar ou arrendar terras, por exemplo).

Ellion Matheus
Visitante
Ellion Matheus

São águas internacionais!!! se Israel quiser montar uma flotilha e mandar pra lá, eles mandam. Os únicos países que têm restrições aos termos liberdade de navegação em geral são aqueles bem autoritários e corruptos, onde as liberdades em geral são suprimidas!!!!

Thiago Aiani
Visitante

“Poderia nos explicar, por gentileza, o que tropas do Irã fazem na Síria e próximo à fronteira com Israel? ” A resposta é bem óbvia : estão lá à pedido de Damasco( o legítimo governo reconhecido pela ONU) assim como os russos, fazendo o que o Ocidente deveria ter feito, matar terroristas (rsrsrs) ao invés de apoialos só para derrubar Assad . únicos países que têm restrições aos termos liberdade de navegação em geral são aqueles bem autoritários e corruptos, onde as liberdades em geral são suprimidas!!” Memoria , amigo, memoria, pesquise melhor sobre a história da região , no… Read more »

Thiago Aiani
Visitante

Total apoio as palavras do colega Peter nine nine. Concordo, antes de apontar os malvadoes deveria-se ler pelo menos sobre a história desses países, para ver o quanto das responsabilidades sobre essas situações são na realidade compartilhadas . O quanto de ingerência, golpes contra-golpes, assassinatos e traições que eles passaram.
Sobre o Kwait e o Iraque não seria suficiente um livro para relatar as responsabilidades do Reino Unido(antes) e dos EUA ( depois) .

Thiago Aiani
Visitante

Uma matéria interessante Pra quem quiser saber mais sobre as relações entre Iraque /Reino Unido/ Usa/ Kuwait.

Thiago Aiani
Visitante
Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Thiago, o seu comentário, não merece, de todo, tantas “nagativaçoes”, ocorre que a maioria, de facto, não liga a esses detalhes.
O clube que mais ganha, é geralmente o que tem mais adeptos.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Quem negativou é desinformado, cego ou hipocrita… Pois é a pura vdd…

MBP77
Visitante
MBP77

“… matar terroristas (rsrsrs)…”. * Gostei da generalização do termo, sem qualquer viés ideológico, claro. Não sabia que a população síria que está contra o governo sanguinário do Assad(o) é terrorista. Sim, pois é ela quem mais está sofrendo na mão do “grande líder democraticamente eleito” e de seus comparsas internacionais. Os (inúmeros) refugiados sírios alojados em várias outras nações do globo mandam lembranças, inclusive. Ademais, águas internacionais não carregam esta adjetivação à toa. O Estreito de Ormuz não é, não foi e não será de controle exclusivo de Teerã ou qualquer outra nação da região, vez que não é… Read more »

Thiago Aiani
Visitante

MBP77, a população ( parte dela, porque unânimidade nem no Brasil que é terra de sol Carnaval ) pode até até estar descontente da situação no país, mais isso não dá o direito à potências estrangeiras de fomentar e armar facções que em muitos dos casos eram extremistas e qaaeditas. Princípio não ingerência manda lembrança. O Estreito de Ormuz não é realmente exclusivo do Irã, como o estreito de Gibraltar não era e não propriedade do Reino Unido ( reciprocidade) e mais você veria de bom de bom os olhos uma coalização de forças navais Chinesas Russsas em águas internacionais… Read more »

MBP77
Visitante
MBP77

Mais uma leitura parcial e torpe da História, Thiago. Algo comum em quem prioriza o senso ideológico ao lógico. Como se no Afeganistão dos anos 80, a URSS tivesse distribuído flores à população afegã, assim como em outras repressões a rebeliões contra regimes que lhe eram simpáticos no decorrer do Século XX (inclusive na Europa), ou mesmo a maneira “democrática” como usurpou a Criméia da Ucrânia. Holomodor manda lembranças. Sem contar o sofrimento dos uigures e tibetanos nas mãos dos chineses no século passado, a recente repressão aos manifestantes em Hong Kong, e por aí vai. Claro, isso você se… Read more »

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Ok ellion, desejoso que seja possível à China, ou seja que nação for, enviar um frota de navios de guerra o mais próximo possível do rio de Janeiro, em águas internacionais, para poder “repostar” o que você escreveu. Ou então, deus me oiça e nem sou brasileiro, que o Brasil se torne a potência económica, social, militar e intelectual que merece, ao ponto de provocar uma reação dos mesmos que você tanto defende, para que eu pudesse responder lhe com o seu comentário. E que ninguém me tenha como defensor de ditaduras ou governos opressores, pois não foi de todo… Read more »

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Vc esta falando dos EUA né? que nao deixa nenhum avião estrangeiro chegar sequer perto de sua fronteira aérea e já vai interceptar…

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Alison, qualquer avião estrangeiro (ou mesmo não-estrangeiro) sem plano de vôo, é interceptado em QUALQUER PAÍS do Mundo, pois no mínimo é uma ameaça à navegação aérea, e possivelmente uma ameaça à soberania.

Ricardo
Visitante
Ricardo

Concordo Israel se acham o país vítima. Mas se verificar bem ao fundo e o país mais bélicos do Oriente médio. E é o país que mais mutila crianças e idosos..

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Vai ver porque foram atacados por todos os vizinhos árabes desde o primeiro minuto de sua independência e eles tem sido atacados constantemente desde então?

Acho que se isso acontecesse comigo, eu também teria FFAA extremamente fortes.

Jacob
Visitante
Jacob

Que independência ? Foi um país criado à força, cujas imigrações, que se iniciaram nos anos 1920, se deram por meio de extrema violência e assassinatos. Israel é agressor, nada mais natural que os países vizinhos ficarem descontentes com o arranjo feito pela Inglaterra e França.

Thiago Aiani
Visitante

Jacob👏🏽.
Ainda bem existem aqueles poucos que se esforçam de lembrar o outro lado da moeda.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Qual país na região não foi criado assim? Me diga, por favor, porque realmente não sei. Pelo menos Israel foi criado após votação na ONU. O mesmo não pode se dizer sobre a grande maioria dos seus vizinhos, que foram criados por linhas traçadas por colonizadores, né? O que é absolutamente normal, se olharmos a maioria dos outros países do Mundo. O que conta, afinal, é como eles conseguiram se manter e eventualmente expandir, mesmo tendo sido atacados por forças numericamente superiores e infinitamente mais bem equipadas do que eles. Caso a abordagem tivesse sido pacífica, os desfechos todos teriam… Read more »

tupinambá
Visitante
tupinambá

Entendo seus fundamentos, mas você confunde causa com efeito. O terrorismo por parte de grupos palestinos, ou a própria existência deles ( desses grupos) é consequência, é reação à expulsão dos palestinos que moravam no território que hoje chamam de Israel. Não dá prá fazer de conta que era uma terra desabitada e que os palestinos e árabes que lá viviam tinham alguma coisa a ver com a perseguição que os asquenazes sofriam na Europa. Enquanto alguns pregam a “destruição de Israel”, este país coloca em prática isso em relação aos palestinos.

nonato
Visitante
nonato

Ora, pois, pois.
Desde o século XVI a Europa vivia em guerra.
Espanha e Portugal são um bom exemplo.
Se não fossem os Estados Unidos, hoje a Europa estaria nas mãos do neto de Hitler ou de Stalin.
Quanto ao Irã, decidiu seu destino ao decidir fabricar armas nucleares.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Nonato, sim, o pacifico dos estados unidos, que nunca teve mais de cinco anos sem se envolver num conflito.
Se pensa que foram os Estados Unidos que deram paz à Europa engana-se, foi por causa deles, mas não graças a eles.
Estude a formação da CECA e o que levou a formação desta comunidade, a versão “teste” do que hoje é a União Europeia.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Quanto as guerras entre Portugal e Espanha, considere que Portugal tem quase 1000 anos, muito tempo portanto de entrar em conflito, é inevitável, principalmente no tempo das monarquias.
De resto, quando não andávamos “às turras”, o meu país e Espanha até se davam bem, tal como ainda dão.

Thiago Aiani
Visitante

O neto de Hitler ? Sim , até parece que a história começa com os Eua. A Europa é bem mais que isso ,um seculo para uma civilização milenar é um piscar de olhos. A Europa passou por tantas situaçoes e invasões, de Atila aos mouros, ate por Napoleao( que por sinal deixou também um bom legado) que o Hitler seria só mais uma página. A Alemanha saiu da Primeira guerra destroçada, quanto tempo levou para se reerguer ? O verídico é afirmação contrária , se não fosse a Europa os Estados Unidos nem existiriam, a partir da cultura( a… Read more »

João Moro
Visitante
João Moro

De inocente o Irã não tem nada. Não se iluda.

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

a total destruição do irã é so questão de tempo…segue lista de inimigos do irâ: arabia saudita,emirados arabes,kwait,israel,estados unidos,reino unido…esses são apenas os inimigos.

Eduardo dos Anjos
Visitante

Antes de ler o texto abaixo, digo que NÃO sou “Pró-América” e nem “Pró-Russia”, além disso, não possuo nenhuma ideologia… apenas analiso fatos… Imagine a seguinte situação, o Brasil conclui sua terceira usina nuclear e em paralelo descobre novos campos de petróleo e passa a ser uma potência em produção de petróleo, porém em um determinado dia resolve abandonar o dólar em suas negociações internacionais, nisso um país distante o acusa de querer produzir armas nucleares e força toda a opinião internacional a fazer um bloqueio econômico e se não bastasse formam uma coalizão colocando navios de guerra bem em… Read more »

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Excelente comentário , bem lúcido !!!

Dalton
Visitante
Dalton

Eduardo… . não há a menor necessidade de chineses e russos instalarem mísseis na Venezuela para ameaçar os EUA como ocorreu em 1962 em Cuba, quando mísseis intercontinentais eram menos numerosos e menos precisos e a medida que um número maior de submarinos estratégicos começou a entrar em serviço mísseis de alcance intermediário como os que haviam na Turquia puderam ser retirados e os EUA mesmo eliminaram o míssil “Pershing” de alcance intermediário. . Os EUA não tem culpa se antigos aliados russos se passaram para o lado da OTAN e ainda hoje temem a Rússia e como muitos países… Read more »

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Errado Dalton… Se não há necessidade de russos e chineses terem misseis perto dos EUA por ter misseis balisticos, pq os EUA fazem isso a rodo se tb tem esse misseis de longo alcance???
Os EUA tem centenas de bases no mundo, diversas na Africa… agora responda: a Rússia tem bases lá? Quando a Rússia ameaçou a soberania de qualquer país africano? E na América do SUL? e Na Ásia? ai depois fala que não é anti russo…

Dalton
Visitante
Dalton

Alison… . os EUA tem mais influência, mais parceiros e consequentemente mais acordos militares com tais países que Rússia e China, isso explica a quantidade de bases e muito do que se vê é “defensivo” como por exemplo os 4 “Arleigh Burkes” baseados na Espanha que tem como principal função a defesa contra mísseis de alcance intermediário do Irã. . A China gradativamente está entrando no Paquistão por conta de uma erosão da relação com os EUA e a Índia continua uma importante parceira da Rússia, só que a Índia também aproximou-se dos EUA com o fim da guerra fria,… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Antes de acabar de ler me explique por que o Brasil iria querer abandonar o dólar? Em que isso nos beneficiaria? E em sendo benéfico, que outra moeda mais “justa” nós usaríamos no lugar? O real? Os outros países iriam aprovar? Iriam gostar? Os EUA iria gostar? A China iria ficar saltitante? Será que não seria mais fácil a gente simplesmente comercializar nossas imensas riquezas em petróleo com o resto do mundo? Países que fizeram isso estão muito bem, caso não saiba. E o que você acha que aconteceria se todo mundo optasse por usar a sua moeda? Já pensou… Read more »

leonidas
Visitante
leonidas

Eu até concordaria com sua análise, porem para isso seria necessário que o Brasil fosse uma Teocracia fanática, e que um de nossos presidentes já tivesse anunciado e pregado (em + de 1 vez) a DESTRUIÇÃO de outra nação democrática, e não só ele, todos os altos membros do governo tivessem de forma costumeira participação em atos onde são pedidos coisas singelas como: Morte a America, Israel, Inglaterra ou França. Já ia me esquecendo, se também o governo Brasileiro estivesse envolvido no fomento de insurgências em países latinos através de envio de equipamentos ou que apoiasse de forma oficial um… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Excelente comentário, leonidas. Enquanto o Irã prega destruição de outras nações soberanas, enquanto ele fomenta grupos armados para desestabilização e agressão de outras nações bem como ele mesmo comete agressões, ele jamais sairá da mira de embargos por parte da comunidade internacional. Se mudar o discurso e agir de forma consistente, o tratamento será outro.

Mayuan
Visitante
Mayuan

Tudo muito bem tudo muito bom. O caso é que, apesar de tudo que você disse, não é com bravatas do tipo, quebro, esmago, acabo com o país x ou y, que o Irã vai suspender algum embargo, se desenvolver ou progredir. Cachorro que tem menos tamanho e dentes que os cachorros atacantes não parte pra briga nem fica latindo a toa.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

na sua concepção deveria se render logo né? kkkkkkkkkkkkkkk

Esteves
Visitante
Esteves

Apliquei comentários simplórios. Devem estar perdidos. Encontrar petróleo o Brasil encontrou. E não mudou em nada nossa vida. Explorar mais uma dúzia de poços ou plataformas no pré sal não fará do país membro de Opep ou de qualquer clube do óleo. Precisa refinar. Temos graves problemas por falta de competitividade, de competência e de capacidade. Além da corrupção, é claro. A Petrobras vendeu e está vendendo refinarias para melhorar sua operação e mostrar algum lucro. A Petrobras monopoliza a distribuição. Distribui quem quer mas só pode comprar da Petrobras. A Petrobras sustenta o negócio do etanol. Porque as usinas… Read more »

Salim
Visitante
Salim

Irã fala repetidamente em aniquilar Israel, apóia movimentos terroristas como Hamas, Hisbolah, etc…. Eles invadira embaixada americana e mantiveram reféns por meses. Acredito que sua narrativa e tendenciosa. A teocracia iraniana e uma ditadura déspota e aniquila qualquer forma de oposição.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Manda os EUA derrubarem a Arabia Saudita primeiro, país que manda matar ate jornalista de oposição dentro de embaixada em outro país e depois derreter o corpo em ácido depois de torturar o cara… Hipocrisia é grande…

Thiago Aiani
Visitante

Salim, lhe informo que o Irã tem um outro Presidente, um reformista que se aplicou para atuar os desejos de uma boa parcela da sociedade iraniana que anseia a abertura do país, mesmo contra os “conservadores” herdeiros da revolução que não queriam absolutamente uma abertura e nenhum compromisso/acordo com os EUA. O Rohani estendeu as mãos conseguiu um acordo, o fez cumprir e mesmo assim os EUA saíram e impuseram sanções unilateralmente. Então o que você acha que vai acontecer ? A população ficou insatisfeita , frustrada de suas grandes expectativas e agora culpa Rohani ( por ter confiado, por… Read more »

Thiago Aiani
Visitante

Salim, a narrativa tendenciosa é a sua , porque se for falar de movimentos terroristas deveríamos incluir Israel e Arábia Saudita também, para não sermos “tendenciosos”. A Banda Stern e o Irgun eram o que? A própria Banda Stern se definia ” terrorista “, nada mais que uma organização paramilitar para criar um estado sionista , Hamas e Hisbolah são os equivalentes árabes, um palestino e outro libanês, aliás os dois são TáMbem uma organização política, um movimento de resistência, são consideradas ( por varias nações) ” terroristas” apenas as componentes militares.

Salim
Visitante
Salim

Caro Thiago. Considero terrorista pois atacam basicamente civis, misseis atirados a esmo, seres bomba ( náo sei se posso considerar alguem que se explode no meio de pessoas como homem ), assassinato de atletas, explodir ou atirar em mesquitas/sinagogas/igrejas ). Lembro que os movimentos sionistas atacavam o exercito inglês basicamente juntamente com movimentos árabes para saída dos mesmos daquela região. A grande virada se deu quando os Ingleses criaram plano partilha no inicio do seculo 20 legitimando o direito a terra aos israelitas. O termo povo palestino nem existía, bem como vários paises ao redor que foram distribuídos a monarcas(… Read more »

Tupinamba
Visitante
Tupinamba

Não são israelitas, são israelenses. A Terra de Israel, ou Canaã, ou tantas demais denominações são de tempos que se reportam aos antigos hebreus. Os imigrantes que vieram da Europa para a “terra prometida” ( para a doutrina sionista, é um valor material e não espiritual) não têm relação alguma com o povo que viveu na Palestina. Aliás, dizer que não existia a Palestina é de uma de-sones-tidade singular.

Salim
Visitante
Salim

Senhores, conforme vossas linha de pensamento. Descendentes de Portugueses náo seriam brasileiros, tao pouco, descendentes de italiano, espanhol, alemão, japoneses, árabes… Pensem antes de escrever, nos somos o que?! Na época dos romanos era Judeia, quem criou este termo palestina foram cruzados e ingleses, para náo reconhecer direto povo judeu que vivia lá. ( tem alguns incautos que citam povo que vivia lá filisteus, povo filho de gigantes, que náo se tem mais citações a uns 2800 anos ) e náo tem nada a ver com estas tribos que viviam lá no período domínio inglês. Prova cabal são as varias… Read more »

Thiago Aiani
Visitante

Salim, os judeus tem total direito de estar lá sobretudo aqueles de viviam e residiam ali a anos. Os asquenazes provenientes da europa já é outra história, outro percurso, outra etnia, outra língua, é até diferente costumes. Portanto para entrar lá deveriam fazê-lo com máximo respeito e consideração por aqueles que lá residem sejam eles judeus ou árabes. Algo que não aconteceu. Criar um estado baseando-se em “fatos” históricos ocorridos há milhares de anos atrás e o tudo sob uma ideologia fortemente religiosa, racista e chovinista é outro quinhentos. Não porque os romanos dominaram a Europa que eles hoje podem… Read more »

tupinambá
Visitante
tupinambá

Excelente, Thiago; são poucas as pessoas que sabem ou entendem a questão dos asquenazes. A doutrina reinante que se arvora na tese de que são titulares de algum direito sobre as terras palestinas. Claro, é uma situação consolidada ( pela força, como vc mesmo disse), mas toda a tese que tenta legitimar a criação de um Estado “judeu”, nos moldes que foi feito, é teratológica e falaciosa.

Salim
Visitante
Salim

Peco estudar um pouco pois vcs estão meio errados
Com inquisição judeus que viviam franca, Portugal e Espanha se dividiram, os sefarditas voltaram junto muçulmanos ( que conviviam bem com judeus) para norte africa e retorno ao oriente médio. Outra parte migrou ( sec 12 ) para Alemanha e Polônia, despois também Rússia. São a mesma etnia, separação e miscigenação neste período que deu características diferentes, porem tem mesma etinia

Salim
Visitante
Salim

Thiago, os italianos tentaram na segunda guerra retomar espaço e perderam, a Turquia com ditador plantão, também esta sonhando com o outrora império. Os russos estão perdendo seus satélites e esta invadindo( tentando) a Ucrânia. China se armando para retomar províncias.
Sua visão e ocidental e lá as coisas náo funcionam assim, vide fracasso de todos Afeganistão, líbia, síria, Iraque e por ai vai. A visão deles de nação, pais, respeito ser humano e totalmente difuso ao ocidental. Lá só tem pais com ditadura sangrenta, se abrir um pouco te matam e se matam ate aparecer outro ditador.

Thiago Aiani
Visitante

Parece que o Irã está baixo ataque so agora pelas externacoes de um político, ex presidente feita em busca de aprovação eleitoral e consenso no mondo islamico, tendo em vista a quase total rejeição do mundo árabe, palestino, turco, islâmico xiita ou sunita, da criação do estado de Israel. Só que não, existe bem mais. As ingerências, manipulações e exploração do Irã por parte do Reino Unido e dos EUA começou bem antes, se chegou -se ao ponto do povo ter apoiado um regime teocrático( democrático) foi porque o diabo(ditadura) que estava ali antes apoiado por essas potências não era… Read more »

Tupinamba
Visitante
Tupinamba

Interessante vc falar no Irã sem pontuar que Israel é um país que por si só, é excludente, já que apenas concedem plenos direitos a quem eles consideram “judeu”.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Sei disso não. Inclusive conheço cristãos e árabes (muçulmanos) morando em Israel e com plenos direitos de cidadão.

tupinambá
Visitante
tupinambá

Leandro, pergunte a eles se eles podem comprar ou arrendar terras e se a cor da placa do carro que eles têm é a mesma dos israelenses.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Óbvio que podem comprar terras e as placas dos carros são as mesmas. Não digo que não há discriminação, porque de vez em quando tem sim. Mas na maior parte das vezes são cidadãos comuns, e inclusive contam com apoio de campanhas sociais para combater o pouco de discriminação que existe, mas idiotas existem em qualquer lugar, né? Não sei realmente qual a dificuldade em aceitar isso. E para aqueles que não sabem, no Irã também existem judeus e cristãos e também são tratados como qualquer outro cidadão, apesar de serem uma parcela ínfima da população. Mas por se tratar… Read more »

tupinambá
Visitante
tupinambá

A questão de compra ou arrendamento de terras em israel não é tão simples, tem essa matéria aqui que é interessante. http://www.buypropertyinisrael.com/article/types-of-land-in-israel

Rene Dos Reis
Visitante

Ótimo comentário, pelos comentários que vejo aqui pimenta no dos outros e refresco né.

Satirycon
Visitante
Satirycon

Eduardo, seu comentário foi excelente… Só que acabou cedo demais. Se gostas de analogia, faço-lhe outra: Existe na América central uma ilha que, por décadas, atazanou todo o ocidente, com arsenais balísticos, treinando e fomentando todas as guerrilhas marxistas nas Américas e na África. Tudo que esse país colhe hoje, em termos de embargos, plantou à décadas atrás. De forma análoga, infelizmente, o Irã colhe hoje o que vem plantando, continuamente, há décadas. O regime de Assad não teria se salvado se não fosse a intervenção direta da guarda revolucionária do Irã, por exemplo. As guerra do Iêmen, que se… Read more »

Thiago Aiani
Visitante

“Tudo que esse país colhe hoje, em termos de embargos, plantou à décadas atrás”
Ate parece que antes de Castro a ilha era uma maravilha entre mafia cassinos e prostitutas atendendo os interesses dos EUA.

Satirycon
Visitante
Satirycon

TODAS as narcoguerrilhas latino americanas nasceram do treinamento cubano (inclusive as que não chegaram aos narcos, como as nacionais ANL, VPR, etc)
TODAS as guerrilhas africanas, e o caos que aquele continente vive hj, nasceram dos Campos de treinamento cubanos implantados no sul de Angola.
O marxismo SEMPRE foi um dos principais produtos de exportação cubana, juntamente com seus charutos. Vide Venezuela.
Toda escolha seus custos.

Munhoz
Visitante
Munhoz

Em parte vc tem razão em sua avaliação, no entanto o Irã procura encrenca ao querer produzir uma arma nuclear, com suas declarações sobre Israel, ao patrocinar grupos contrários a Israel no Líbano e Síria, também está se metendo na guerra do Iêmen, além de ter uma estreita ligação com o programa de mísseis e armas nucleares da Coreia do Norte. Na verdade o que está ocorrendo é que o Irã é sócio no programa nuclear da CN aí tanto os EUA como Israel estão fazendo pressão para intimidar o máximo possível para que o Irã não receba a sua… Read more »

Jacob
Visitante
Jacob

Saddam não tinha armas nucleares. Kaddaf também. Deu no que deu. A Coréia do Norte desenvolveu as suas e o presidente americano vai visitá-los e faz boas propostas. Percebe a diferença ?

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

De facto, Eduardo dos… Anjos.👏
Essa é, de todo a minha opinião e o que tenho tentado transmitir ao longo de diversos comentários por mim postados na triologia desde que a acompanho, por vezes com mais e/ou menos sucesso.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Quase perfeito… so errou na questão Maduro… Me diga uma coisa: a oposição vê que vai perder, diz que não terá transparencia e simplesmente não concorre… Ai a UE, que deveria fiscalizar, diz que não irá verificar a licitude do pleito… e Maduro é culpado de “ganhar”? Ele é com ctz, um pessimo gestor… mas assism fica complicado…

Helio Eduardo
Visitante
Helio Eduardo

Excelente comentário, principalmente por se ater aos fatos e tentar interpretá-los desapegado da cegueira dominante que se origina no “flaxflu” ideológico.
Ter opinião é uma coisa, interpretar fatos é outra, mas o que se vê por aí, salvo louváveis e cada vez mais raras exceções, é um monte de “intelectuais de mídias sociais” atacando tudo e todos, baseados apenas na cor da camisa (ou da bandeira).

João Moro
Visitante
João Moro

É interessante sua reflexão, e faria sentido se você incluísse no seu comentário se o Brasil começasse a financiar grupos terroristas religiosos intolerantes e planejasse apagar do mapa um país vizinho (exemplo a Argentina).

Thiago Aiani
Visitante

Joa moro , tipo Israel que reivindicava a propria soberania através de ataques terroristas com grupos paramilitares como a Banda Stern? Que criou um arsenal nuclear sem permissão ou supervisão de ninguém?
E será que tem alguém tão ingênuo que ainda dúvida que o Mossad ou Cia financiem grupos terroristas para usá-los em trabalhos sujo ou operações de false flag?

Marcelo R
Visitante

Essa marinha do Iran, pelas imagens que são exibidas das suas embarcações, trata-se de um rato que ruge…

Eduardo dos Anjos
Visitante

Na vdd meu caro, é uma montagem, nota-se explicitamente um “Ctrl+C” e “Ctrl+V” no helicóptero, replicando ele na imagem, o Irã tem esta postura ao blefar, talvez a unica forma que encontrou como dissuasão, talvez o autor do artigo manteve a imagem propositalmente para demonstrar que o Irã não é ameaça alguma como estes países alegam…

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

a Questão não é a marinha… são os mísseis… Tem misseis com capacidade e tecnologia pra atingir a Alemanha… se informe…

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Nos informe. Quais são suas fontes em relação à esses mísseis?

sidney
Visitante

Semana passada estudando sobre investimentos na bolsa vi comentários de alguns analistas que o Trump prometeu aos empresários que em breve vai ter uma guerra para fortalecer o comercio.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Nem precisa desse motivo (Guerra Real contra o Irã), os mock-ups Russos e Chineses surtem mais efeito na industria americana e matam menos soldados dos EUA.

Fabio
Visitante
Fabio

Que lata velha esse navio da foto…Iraque que tinha uma força armada bem mais equipada e bem treinada, não resistiu a 2 dias de ataque dos EUA, o Irã não suportaria 24 hs…

João Adaime
Visitante
João Adaime

Perguntas de leigo:
A legenda diz que é um navio de desembarque. Achei muito pequeno. Seria isso mesmo?
Operando 3 Sea King? Nem sei como um deles conseguiu pousar no convés. Pode isso Arnaldo?
Em tempo: são apenas dúvidas. Não estou tomando partido de lado nenhum. Meu lado é o BRASIL.

Dalton
Visitante
Dalton

Trata-se do “Lavan” um pequeno navio de desembarque, mas, totalmente carregado ultrapassa as 2000 toneladas e pode embarcar apenas um Sea King
no convés de voo a ré, não há hangar.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Quem primeiro acertar um alvo critico ganha essa guerra. Seja na Pérsia ou nos States. Lembram a comoção e o desanimo nos EU após o 11 de Setembro? A história de David e Golias pode se repetir em qualquer lugar. Para ganhar uma guerra, já dizia o conselho de Luiz XIV: La audace, toujurs la audace.

João Adaime
Visitante
João Adaime

Obrigado Dalton
Abraço

nonato
Visitante
nonato

O receio é eles desembarcarem tropas do outro lado do Golfo.

cesar silva
Visitante

bem ate onde sei a marinha de israel não navios pra isso hoje, seus maiores navios são três corvetas classe sa’ar 5 e israel não vai manda pra la ia fazer falta. mais como disse pode contribuir com inteligencia.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

foi exatamente isso que fizeram

Jacob
Visitante
Jacob

Israel não precisa de marinha, têm os EUA prá dar cobertura naval.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Diz aí qual Marinha árabe hostil à Israel fora, atualmente, a Marinha Egípcia tem meios para tentar atacar Israel que poucas corvetas, submarinos e a Força Aérea Israelense não resolvam?

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Eu estou achando os sauditas muito quietos nessa situação, parece que só estão esperando um passo em falso do Irã para partir para cima e essa possível ida de um navio israelense pode dar a desculpa para isso, não é de hoje que a Arábia Saudita vem se aproximando de Israel. Muitos pode até achar estranho a Arábia Saudita se aproximando de Israel, mas lembrem-se de um ditado árabe: ” O inimigo (nesse caso Israel ) do meu inimigo ( nesse caso Irã ) é meu amigo”! Não sei porque mas acho que os sauditas estão inflando o ego dos… Read more »

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Arábia saudita não tem a mínima condição de competir com o Irã atualmente por causa dos misseis balisticos… alias, tirando Israel, nenhum pode sequer se comparar…

Fabio
Visitante
Fabio

De onde vc tirou essa conclusão, Comparar o equipamentos militar utilizados pela arabia Saudita com o do Irã e o mesmo que comparar uma land rover com um fusca…E num hipotética guerra a primeira coisa que seria destruída pelos aliados seriam o arsenal e as baterias desse misseis, o Irã não suportaria 24 hs de combate…

α Tau
Visitante
α Tau

“Fabio Que lata velha esse navio da foto…Iraque que tinha uma força armada bem mais equipada e bem treinada, não resistiu a 2 dias de ataque dos EUA, o Irã não suportaria 24 hs” Estadunidense é como trombadinha que só briga quando tá com a gangue…O Saddam não passava de um peão usado pelo ocidente…Os eua só levam pau….Vietnã, Somália, Afeganistão, etc…O Iraque já estava morto desde a guerra com os persas…A vitória dos eua esta apenas em criar o caos para vender armas…O Iraque era dividido coisa que o Irã não é…O Iraque tinha opositores ao governo…Enquanto que no… Read more »

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

O Saddam achou que derrotaria o Irã em dois tempos e depois de anos saiu com uma mão na frente e outra atrás sem levar nada. O Irã pode ter muito equipamento antigo, mas hoje já desenvolve uma indústria militar própria que gera uma dor de cabeça em Israel só de pensar destas armas chegarem nas mão do Hezbollah e do Hamas e esta dando uma dor de cabeça aos sauditas nas mãos dos Houthis! A necessidade é a mãe da inovação, assim surgiu as indústrias de defesa de Israel e a do Irã. Não tenho dúvidas que o Irã… Read more »

α Tau
Visitante
α Tau

A Pérsia tem o seu próprio míssil antinavio de fabricação nacional…O Fateh Mobin…a Argentina na Guerra das Malvinas conseguiu pôr a pique os navios mais avançados da frota britânica usando apenas bombas burras…Se a Argentina conseguiu afundar alguns dos mais caros e avançados navios de guerra da época, usando apenas bombas burras lançadas por caças…imagine o estrago que teria feito a força inimiga, se tivesse misseis antinavios as mãos…o poder de dissuasão que uma arma como esta traz a um sistema de defesa de uma nação é muito grande…

α Tau
Visitante
α Tau

É por isso que em certas republiquetas de bananas o lobby do clientelismo é tão extensivo e forte… Neste pais basta uma empresa estrangeira produzir aqui que é considerada “indústria brazileira”…não é pois a remessa dos lucros vai tudo para as suas matrizes no exterior...as riquezas das multinacionais vão em grande parte para seu pais de origem e multinacionais e produtos estrangeiros sufocam o empreendedor local… Praticamente todas as grandes empresas deste pais sejam do ramo de alimentos, tecnologia ou telefonia são provenientes do capital alienígena…empresas que geraram milhões de subempregos além de terem monopolizado o mercado entre si…o problema… Read more »

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Vcs estão precisando viaja mais, e conhece mais o mundo e sair desse mundo de blog russo e de esquerda…o Irã não e tão unido como vc pensar, a juventude de lá idolatra o estilo de vida americano. Numa eventual guerra muitos iranianos (principalmente entre os jovens) seriam simpatizantes pela derrubada do regime do iatola. Já tive o prazer de conhece o Irã e muitos são contra a essa politica de provocação contra o Ocidente…

Vitor Bruno Fonseca Rodrigues
Visitante

O Irã quer fazer guerra com navios como este? Só pode estar de sacanagem.
É o mesmo que o Brasil querer brincar de batalha naval com a esquadra que tem (ou no caso não tem).

Enes
Visitante
Enes

Deitado eternamente em berço esplendido, enquanto não eliminarmos essa mentalidade, não teremos condições de batalha com ninguém, enquanto levarmos trezentos anos numa licitação para apenas quatro corvetas.

Renato B.
Visitante
Renato B.

A questão é: Ele realmente quer?

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Pessoal da manutenção deve sofrer…

XFF
Visitante
XFF

Se o tio Sam é tão poderoso, qual a razão de ficar formando coalizão para enfrentar o Irã? Medo?

Humberto
Visitante
Humberto

Não é medo.
1- Diminuir custo;
2- Dividir responsabilidades;
3- O mais importante, dar credibilidade ou um ar de legitimidade para algo. Uma guerra antes de mais nada tem que ser “vendida” aos cidadãos do país, pois isto sai muito caro (tanto em vidas como financeiramente).
Um tipico americanos tem orgulho dos militares, pois os mesmos, estão muito perto da sociedade, é normal ver isto. Quando um gringo tiver medo de atacar um país é porque a coisa é muito feia.

XFF
Visitante
XFF

Maior economia do mundo dividir custo? Dividir responsabilidade? Os EUA rasgam acordos internacionais como se fosse nada e agora querem dividir responsabilidade… até parece piada. Acho que a realidade é bem diferente dos filme de Hollywood, onde eles sempre vencem…..

Bosco
Visitante
Bosco

Quais acordos internacionais eles rasgaram? Vc lembra de algum de cabeça?

Humberto
Visitante
Humberto

Claro que sim, estude e leia um pouco. Por exemplo na guerra do golfo, japao ajudaram financeiramente.
Qual acordo eles rasgaram?

Bosco
Visitante
Bosco

XFF, Por que você acha que os EUA têm que carregar o piano sozinho? Ele pode arrasar o Irã sem sair de casa, com armas nucleares, mas claro que isso não está sendo cogitado. Já na esfera convencional o Irã reúne forças convencionais muito maiores no teatro de operações onde uma hipotética guerra pode se desenrolar e os EUA têm só a tecnologia ao seu favor. Daí ele precisar reunir outros “INTERESSADOS” na empreitada. Nada impede que o Irã chame a Rússia e a China para ficarem do lado deles e eles podem aceitar enfrentar mais essa investida imperialista se… Read more »

100nick-Elâ
Visitante
100nick-Elâ

Nada impede que o Irã chame a Rússia e a China para ficarem do lado deles e eles podem aceitar enfrentar mais essa investida imperialista se opondo com armas e homens contra a coalizão.

Exato, Bosco, igualzinho a Síria fez: chamou a Rússia que acabou com os terroristas financiados e criados pelo Ocidente.

Rene Reis
Visitante
Rene Reis

podem arrasar inclusive com armamento convencional mas invadir por terrae outra história ,imagina pressão que aqueles paises que fazem fronteira com o Irã vão sofrer da Rússia e China pra deixar passar de tudo um pouco e a população lá e enorme .

XFF
Visitante
XFF

Rene Regis^^^^

O buraco é mais embaixo.

XFF
Visitante
XFF

Porque eles que provocam todas as guerras. Eles se dizem que são maior potência militar e econômica do mundo. Se ele provocam as guerras e os conflitos, eles tem responsabilidades de carregar o piano sozinho.

Bosco
Visitante
Bosco

XFF,
Isso pela sua visão enviesada que o faz ter uma análise rasa e simplista da geopolítica mundial, não levando em conta fatores históricos, culturais, religiosos, políticos e econômicos, mas tão somente a sua visão míope de um mundo idealizado onde não deveria existir opressão e todos fossem seres angelicais.
Se no prédio que a gente mora a coisa não funciona como você idealiza imagine em um mundo com 200 países, 1000 etnias, 300 idiomas e dialetos e umas 30 religiões, fora as seitas.

XFF
Visitante
XFF

Bosco,
Vc viajou legal. “não levando em conta fatores históricos, culturais, religiosos, políticos e econômicos”. Se eles realmente se preocupam como isso, pensariam 3 vezes antes de invadir um país.

Bosco
Visitante
Bosco

XFF, Essa sua visão maniqueísta onde os Ocidente opressor de modo geral e em especial os EUA são os culpados de tudo que há de ruim no mundo não subsiste no mundo real. Issó é o que os revisionistas históricos esquerdistas te ensinaram na escola e na faculdade. O mundo nunca precisou dos EUA para ser uma bosta e o ser humano é um animal irracional e cruel no mundo todo muito antes de Colombo descobrir a América. Países continuarão a ser invadidos com ou sem os EUA como potência hegemônica. Sempre foi assim e sempre será . Não há… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

XFF, Quantos países os EUA invadiu? Assim, na mão grande e tal, sem provocação ou algum tipo de motivo legítimo?

Bosco
Visitante
Bosco

“Porque eles provocam todas as guerras”.
A do Vietnã não foram eles.
A da Coreia não foram eles.
A do Iraque em 91 não foram eles.
A do Afeganistão não foram eles.
A do Iraque em 2003 não foram eles.
A do EI não foram eles.
A da Síria não foram eles.
A da Líbia não foram eles.
A da Ucrânia não foram eles.
A da Iugoslávia não foram eles.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Faltou aí Segunda Guerra Mundial, Primeira Guerra Mundial, Guerra Hispano-Americana…

Ah, peraí… mas a Guerra da Secessão foram eles! De certa forma, pelo menos hehehehe

Bosco
Visitante
Bosco

E não foi os EUA que começou a guerra civil na Rússia e na China quando da implantação da ditadura do proletariado que vitimou juntos cerca de 200 milhões de cidadãos.

Dalton
Visitante
Dalton

Para muitas pessoas os EUA não tem nada de bom e isso tem sido disseminado nas universidades brasileiras conforme
tenho ouvido de alunos que cursam principalmente História.
.
Quando “rebato” alguma coisa percebo que sou subliminarmente taxado de “lambe botas” e/ou que sofri lavagem cerebral e/ou que as informações que tenho estão erradas e/ou que preciso abrir minha mente.
.
A verdade é que não compreendemos os direitos e deveres, o lado bom e o lado ruim de ser uma super potência.
.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

A do Vietnã foram eles. A da Coreia, não foram eles, mas eles poderiam ter evitado, se quisessem. A do Iraque em 91 foram eles, com direito a armadilha para o Saddam. A do Afeganistão foram eles. A do Iraque (segunda guerra do Golfo), foram totalmente eles. A da Síria foram eles. A da Líbia não foram eles, mas foram seus vassalos da OTAN, com apoio deles. Inclusive, a pedófila Hillary Clinton depois deu risada da morte do Kadaffi e se vangloriou. A da Ucrânia foram eles, com direito a Victoria Nulan ficar distribuindo doces ou biscoitinhos na praça Maidan.… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

ROFLMAO!

XFF
Visitante
XFF

Bosco,

Distorcer a realidade é a sua especialidade.

Jacob
Visitante
Jacob

Bosco é um torcedor bem articulado.

Jacob
Visitante
Jacob

È notório que a Arábia Saudita e aliados dos EUA financiavam o EI. E quem comprava o petróleo que eles sugaram da Síria ?

Diogo de Araujo
Visitante

Cara o barbudo tá insano geral, ou ele não tem nada a perder ou sei lá q raios, meu Deus bater de frente com EUA e Israel assim no tapa seria igual colocar o seu madruga contra o floyd mayweather e o mike tyson (jovem)

Ralfo Penteado
Visitante
Ralfo Penteado

Enquanto isto o povão dança ao ritmo fundamentalista, repressão, seca e escassez.

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

É simples, onde o comercio não prospera, os soldados sim.
É assim em todo o lugar do mundo. Até Genghis Khan entendeu isso quando teve que se refugiar no oriente médio e viu a pujança econômica daqueles povos, decidindo, depois, fazer o mesmo. Tanto que mantinha a rota comercial aberta.
As coisas tendem a mudar um pouco, veremos mais embates econômicos do que propriamente militares nos próximos 100 anos. E o IRÃ, ao deter ricas reservas de petróleo, vai ter sim que entrar num acordo com o mundo (incluindo China) senão, os soldados vão prosperar novamente.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Irã não esta batendo direito os pinos da cabeça ou tá imitando a China vs Hong Kong/Taiwan… Bater de frente numa aliança com EUA, Reino Unido e Israel é pegar uma escopeta e dar um tiro no pé…