Home Marinhas de Guerra FOTOS: Operação UNITAS LX (2019)

FOTOS: Operação UNITAS LX (2019)

7821
17

A Marinha do Brasil (MB) realizou, no período de 19 a 30 de agosto, na área marítima adjacente ao Rio de Janeiro – RJ, a 60ª edição da Operação UNITAS (UNITAS LX/2019).

A UNITAS é o exercício marítimo multinacional mais antigo organizado pelos Estados Unidos da América (EUA), realizado desde 1959, e ocorre no formato anfíbio desde 2008. Tem por objetivo principal incrementar a interoperabilidade entre as Marinhas e estreitar os laços de cooperação e amizade.

Na edição de 2019, a Operação consistiu de uma etapa marítima (UNITAS LANT) integrada a uma fase anfíbia (UNITAS AMPHIBIOUS), que contemplou uma simulação de ajuda humanitária, a partir de uma operação anfíbia, na Ilha da Marambaia.

A UNITAS 2019 contou com a participação de unidades navais, aeronavais, aéreas e de Fuzileiros Navais. Estiveram presentes, além do Brasil, meios e delegações da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, EUA, México, Panamá, Paraguai, Peru e Reino Unido.

created by dji camera

FOTOS: Marinha do Brasil

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos R.
Marcos R.
11 meses atrás

Belas imagens, é impressão minha ou o Bahia é maior que seu congênere dos USA?

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Marcos R.
11 meses atrás

Na realidade eu achei o Americano bem maior.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Marcos R.
11 meses atrás

Poderíamos colocar uns helicópteros no convés? Assim deserto fica muito triste.

BERNARDO DORIA
Reply to  Marcos R.
11 meses atrás

Na verdade o USS Carter Hall desloca cerca de 16300 ton com 190 metros de comprimento contra cerca de 12000 ton com 168 metros do Bahia. Ou seja o Bahia não passa nem perto de um navio pequeno, mas ainda sim o americano é maior. Mas vale ressaltar que o Bahia é 3 anos mais novo (data de comissionamento)

Dalton
Dalton
Reply to  BERNARDO DORIA
11 meses atrás

Vale a pena ressaltar também que o USS Carter Hall já passou pela modernização de meia vida, concluída em fins de 2015, que durou quase dois anos o que permitirá que alcance os 40 anos de vida que se espera dele.

Roberto Santos
Roberto Santos
11 meses atrás

Exercício fraco, esvaziado pela US Navy, sem crédito
Só gastos públicos pra nada.

Roberto Santos
Roberto Santos
Reply to  Roberto Santos
11 meses atrás

Para os entusiastas, desconhecedores de operações, até que ganhei poucos dedinhos pra baixo. kkkkkkkk vcs são ótimos.
RIMPAC 2018 45 Navios de Guerra, 45.000 miliares, 5 submarinos, 200 aeronaves, 25 países, pergunto: A MB estava lá ? vcs não conseguem enxergar nada, com seus devaneios por fotos, e conversas fiadas.

Dalton
Dalton
Reply to  Roberto Santos
11 meses atrás

Roberto… . o ‘RIMPAC” sempre foi e continuará sendo um exercício de envergadura muito maior que uma “UNITAS”, mas, até o “RIMPAC” já viu mais da US Navy no passado. . A US Navy encolheu, mas, não apenas isso, a disponibilidade também diminuiu, veja por exemplo que as fragatas da classe “Oliver Perry” tão presentes nas “UNITAS” foram todas descomissionadas, mas, só agora 2018/2019 os “LCSs” estão sendo entregues em número considerável e a maioria justamente por serem novos, nem está certificada para missões e/ou exercícios e para espanto geral, os dois grandes “DDGs” da classe “Zumwalt” apesar de comissionados,… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Julgo que em um futuro talvez não tão distante assim, a presença da USN no Atlântico Sul pode aumentar um pouco. Conforme os novos meios (LCS’s por exemplo) vão entrando em operação, acredito que ficará menos complicado para o envio de unidade para as próximas UNITAS, até devido aos primeiros focos de uma presença Chinesa por esses lados. O problema da USN em relação à quantidade de meios disponíveis para se ‘tapar buracos’ pelos mares do Mundo não vai ser solucionado da noite para o dia, mas acredito que há uma preocupação grande para sanar as deficiências no turn around… Read more »

Daniel Anderson
Daniel Anderson
11 meses atrás

Meus parabens ao fotografo, melhores fotos do exercicio ate o momento

Augusto Mota
Augusto Mota
11 meses atrás

Também adorei as fotos, show de imagens, isso é real, parabéns!!!!!! Um deleite pra quem gosta.

Vitor
Vitor
11 meses atrás

Quantas aeronaves de Asa Rotativa da MB participaram do treinamento?
Quantas abordo do Bahia e do Atlântico?

Flanker
Flanker
11 meses atrás

Interessante ver a V-32 Júlio de Noronha navegando e participando do exercício. Depois de tanto tempo em manutenção é bom ver que voltou a navegar.

Flanker
Flanker
11 meses atrás

Está confirmada para 18 de setembro a baixa da V-31 Jaceguai? Se sim, a V-32 será a única remanescente das 4 corvetas da classe Inhaúma.

Dalton
Dalton
Reply to  Flanker
11 meses atrás

Flanker, a baixa consta até na revista on line “Sea Waves” que costuma ser uma fonte de informações credível.

Flanker
Flanker
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Obrigado, Dalton!

andrepoa2002
andrepoa2002
11 meses atrás

O PHA continua desdentado? Ou existe algum projeto de melhoria da defesa?