Home Aviação Naval VÍDEO: Porta-helicópteros Atlântico deixando o Porto de Santos – SP

VÍDEO: Porta-helicópteros Atlântico deixando o Porto de Santos – SP

4257
57

Vídeo feito por Alexandre Andreazzi usando drone, mostra o porta-helicópteros Atlântico (A140) da Marinha do Brasil, deixando o Porto de Santos em São Paulo.

A Mostra de Armamento do Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico” ocorreu no dia 29 de junho, na Real Base Naval de Devonport, em Plymouth, Reino Unido, quando o comando do navio foi assumido pelo Capitão de Mar e Guerra Giovani Corrêa.

O navio trouxe à Marinha do Brasil importantes capacidades anfíbias e de operações navais com helicópteros embarcados para a manutenção da segurança do Atlântico Sul e a defesa dos interesses marítimos do País em qualquer parte do planeta.

Projetado para operar com até sete aeronaves em seu convoo e 12 no hangar, pode transportar Grupamentos Operativos de 500 a 800 Fuzileiros Navais e projetá-los por movimentos helitransportados, ou por superfície, empregando suas quatro lanchas de desembarque. O navio possui, ainda, diversas salas de planejamento para uso de Estado-Maior.

É dotado de um Sistema de Combate que integra o Sistema de Comando e Controle LPH CMS, quatro canhões de 30mm DS30M Mk2, dois Radares 1007, um Radar 1008 e do moderníssimo Radar Artisan 3D 997, com elevada capacidade de detecção e acompanhamento.

Subscribe
Notify of
guest
57 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
9 meses atrás

Falta os Super Cobra… Ou será que esse navio é somente para festa de 15 anos, casamento e formatura?

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
9 meses atrás

Amigo, seu pensamento é muito equivocado, não é para nenhum navio ficar navegando atolado de Helicópteros para cima e para baixo, nem o Atlântico é nem o Bahia. Meios de transportes aéreos são alocados e acondicionados no navio se assim houver a necessidade, como em caso de guerra,treinamento ou o caso de ajuda humanitaria. Não há o porque de tal exibição, somente para mostrar que o navio está aparelhado, e como querer que o Atlântico sempre navegue com 806 fuzileiros navais dentro dele, ele pode levar esse número mas não é prioritário que sempre tenha um grande efetivo de FNs… Read more »

bit_lascado
bit_lascado
Reply to  Adriano Madureira
9 meses atrás

Adriano, acho que o Sincero quis dizer que faltam helicópteros de ataque para serem usados a partir do Atlântico.

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Adriano Madureira
9 meses atrás

Errado… Tubo bem não ir com capacidade máxima, mas precisa ir vazio??????

Jelton Carlos
Jelton Carlos
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
9 meses atrás

Vejo que, mesmo em tempos de orçamentos minúsculos, a MB estah conseguindo usar bastante esse navio. Em breve e com pouco tempo de incorporação a nossa esquadra, ele terah superado o São Paulo em horas de.mar.

Flanker56
Flanker56
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
9 meses atrás

Concordo com você Sincero, é uma pena ver um navio deste porte e importância dentro da “esquadra” sem ter pelo menos um esquadrão de helicópteros de ataque, mesmo usados, daria para começar a implementar uma doutrina de operações ofensivas/defensivas com o CFN e para desenvolver isso (doutrina) leva tempo, não seria razoável decidir comprar as aeronaves de apoio ao combate num dia e querer usar com todo o seu potencial, exigindo dos operadores que se cumpra a(s) missão(ões) num estalar de dedos, isso aqui não é a Marvel com os seus vingadores.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Flanker56
9 meses atrás

Pq vcs são fissurados em CFN aqui ? Isso é pra países expansionistas, que projetam poder sobre terra, não tem carater defensivo, pra nós é quase inútil.

Armando Eisele
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
9 meses atrás

Exato. Serve para nada militarmente. Só como alvo no caso de conflito.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
9 meses atrás

Me responda objetivamente, o que os Super Cobra farão se um Strike group nos atacar com aviões a partir de 1000 km ?

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Space Jockey
9 meses atrás

Space vc não entendeu. Se levamos fuzileiros a bordo,é para ações de desembarque anfíbio, então cobertura aérea proporcionada pelis Cobras ou qualquer outro helo de ataque,se faz necessária.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
9 meses atrás

Belo navio. Esperemos que receba o mais rápido possivel seus misseis mistral e suas escoltas novas.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
9 meses atrás

Espere meia década no mínimo!

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  DOUGLAS TARGINO
9 meses atrás

Meia ?!

ALEXANDRE
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
9 meses atrás

Quando ficarem prontos ele estara sendo retirado de serviço

André Garcia
9 meses atrás

Belíssimo navio! Precisa “apenas” de escoltas decentes e de um sistema de autoproteção melhor que o atual.

Jagderband#44
Jagderband#44
9 meses atrás

Pena só fazer o trajeto Santos-baía de Guanabara e vice-versa.

Luiz Everardo
Luiz Everardo
Reply to  Jagderband#44
9 meses atrás

Porque? Qual o motivo? Falta de orçamento? Não é um desperdício ter um recurso como esse e limitado a essas viagens curtas?

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Luiz Everardo
9 meses atrás

Acredito ser uma mescla entre falta de recursos e vontade de adotar uma doutrina de treinamento/missão mais ousada.

Jorge Augusto
Jorge Augusto
9 meses atrás

Pergunta pra alguém que acompanha mais as notícias. O Atlântico já fez algum exercício com carga máxima [todos os helis possíveis]?

Se não, tem data pra fazer?

Emerson
Reply to  Alexandre Galante
9 meses atrás

Só diminuir as despesas com deputados e senadores que sobrará

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Emerson
9 meses atrás

Cabe a nós exigir tal diminuição! Mais de 36 partidos, outros querendo entrar, fora 81 senadores e 513 Deputados dão um gasto pornografico com esses pilantras.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Adriano Madureira
9 meses atrás

Caro Adriano. O número de partidos não importa. Mesmo que o sistema fosse bipartidário como era no governo militar (MDB x Arena) o custo do parlamento seria o mesmo. A redução de 3 senadores por estado para apenas 2 poderia significar a economia de R$ 200 milhões por ano. Se ainda fosse implementado uma redução dos gastos, seria possível reduzir mas R$ 100 milhões (o que reduziria o custo do senado em 50%). Não muda muita coisa na despesa orçamentária. A Câmara dos Deputados custa cerca de R$ 1 bilhão por ano. Supondo um corte de 1/3 das despesas (redução… Read more »

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Camargoer
9 meses atrás

Tinha que extinguir investimento em esportes e cultura, que não são prioritários.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Emerson
9 meses atrás

Infelizmente esta despesa são os próprios que determinam.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Emerson
9 meses atrás

Caro Emerson. É apenas um argumento retórico que carece de verificação. O salario de um Senador é R$ 33.700 ,00, contudo o Senado gasta cerca de R$ 600 mil por ano com cada senador se for incluído os salários de assessores, viagens, manutenção do gabinete, etc. Por ano, são gasto R$ 600 milhões com o senado. São 3 senadores por estado, o que dá 81 senadores. Antes eram 2 senadores por estado, mas no governo militar foi criado o terceiro senador indicado pelo governador para garantir a maioria do governo, porque a oposição tinha a maioria dos senadores eleitos. Acho… Read more »

Everton pereira
9 meses atrás

Grande alvo…

Marcos R.
Marcos R.
9 meses atrás

Parabéns só autor, belíssimas imagens de uma magnífica embarcação, vendo assim nem parece que já foi usado.

Camargoer
Camargoer
9 meses atrás

Olá Colegas, ontem durante a visitação pública, fiquei sabendo que a MB cedeu o hangar do A140 para gravarem o “MasterChet”… por isso metade do navio estava fechado ao público. Eu fico mais decepcionado do que surpreso com essas coisas.

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Camargoer
9 meses atrás

Camargoer,

Em geral essas iniciativas de comunicação social ajudam muito mais do que atrapalham. Não é a primeira vez que um episódio do Masterchef é realizado em instalação militar no Brasil, geralmente em provas que envolvem alimentar um monte de gente ao mesmo tempo.

E, quanto a fazer episódio de Masterchef dentro de um navio, a Armada Espanhola também deve ter achado uma boa ideia:

https://www.naval.com.br/blog/2014/05/03/como-conquistar-a-audiencia-para-conhecer-um-navio-aerodromo-pelo-estomago/

Camargoer
Camargoer
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
9 meses atrás

Olá Fernando. O problema é abrir o navio para visitação com ele todo “fechado” para gravar o programa. Pessoas viajam 5 ou até mais horas, levou família, tudo aquilo que você sabe que o pessoal entusiasta faz…. então a MB tem um público que demanda uma atenção diferente daquele que faz a audiência dos programas de TV. Muita gente cochichou reclamado que podia ter pelo menos um helicóptero ali no embaixo, mesmo que isolado com cerquinhas.

Nunão
Nunão
Reply to  Camargoer
9 meses atrás

Camargoer, certamente a falta de helicópteros no convoo foi uma bola fora. Não sei se a necessidade de disponibilizar alguns para apresentações de 7 de setembro, ou necessidade de manutenção após a UNITAS, ou baixa disponibilidade (ou tudo isso junto) expliquem isso, mas não justifica. Nem que fosse um Esquilo e um Jet Ranger, ajudaria.

Quando visitei o PHM Atlântico da última vez que o navio esteve em Santos, pelo menos tinha Super Cougar no convoo. O público gostou, certamente. Mas, mesmo daquela vez, não houve visita ao hangar, não sei por qual motivo.

Nunão
Nunão
Reply to  Nunão
9 meses atrás

A propósito: a temporada do Masterchef já não acabou? Será que o que te falaram procede ou seria para a próxima temporada? Estou por fora.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Nunão
9 meses atrás

Ola Nunao. Eu fico meio incomodado com esses programas de competição de cozinheiro, de cantoria, de líder da semana e eliminação… Não sou público alvo… Então teria mesmo que perguntar para algum colega que acompanha a série… Repeti o que o marinheiro explicou para minha filha quando ela perguntou sobre as redes brancas e para onde ia a portinha que tinha um entra e sai de paisanos….

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Camargoer
9 meses atrás

A questão é audiência, Camargoer. Nada mais, nada menos, independentemente de se gostar ou não do programa.

Sailor
Sailor
Reply to  Camargoer
9 meses atrás

Caro Camargoer: Entendo seu questionamento, mas o fato de o navio ter estado com o hangar fechado nada tem haver com a gravação do programa a bordo, em todos os portos em que o navio foi aberto para visitação o percurso dos visitantes foi o mesmo, e isso ocorre por um simples motivo: é impossível abrir outras áreas do navio para visitação devido a quantidade de pessoas que o visitam, só pra vc ter uma idéia nos dois de visitação compareceram a bordo quase 20.000 pessoas! Não tem como controlar essa quantidade de visitantes em comparação ao tamanho do navio,… Read more »

Fernando Vieira
Reply to  Camargoer
9 meses atrás

Não seja por isso, eu o visitei no Rio, no Pier Mauá e não ia ter gravação de nada. Mesmo assim a visitação estava restrita à metade do convoo e ao hangar de popa.

Anymo
Anymo
Reply to  Camargoer
9 meses atrás

Não verdade eles foram para pintar o navio pois em Santos é mais fácil pintar… a gravação do masterchef eles apenas aproveitaram que o navio tava em sp… infelizmente a pintura não foi possível devido ao tempo chuvoso ficando então para novembro.

MO
MO
Reply to  Anymo
9 meses atrás

Como w que é ???? Irmão, da onde vc tirou isto ??? Aqui em Santos NÃO É PERMITIDO pintar o navio ….

Luciano Domingues Gomes
Luciano Domingues Gomes
9 meses atrás

Visitei ele no sábado 07/9 com meu filho, e fiquei decepcionado. Parecia um Shopping flutuante, totalmente vazio.

welter mesquita vaz
Reply to  Luciano Domingues Gomes
9 meses atrás

Tive a oportunidade de ficar embarcado nele por 9 dias durante a Unitas e com certeza, 9 dias de operacionalidade, em breve fotos e vídeos, abraços a todos.

rommelqe
rommelqe
9 meses atrás

Concordo que foi uma aquisição importantíssima e acertada, que é um belo navio, etc.
Mas, por outro lado, é triste constatar que a MB tem nesse o seu principal meio operacional.

Salim
Salim
Reply to  rommelqe
9 meses atrás

Operacional se VC esta se referindo a navegação ( 20 nos de máxima, 18 cruzeiro), esta sem defesa de ponto minima, náo tem helis de ataque para cobrir desembarque nem também helis desembarque ( chinok ou ch53 ). Sem falar escolta, que náo tem. O radar artisan 3d nunca saberemos como veio. Urgente 4 corvetonas ou fragatinhas e qquer compra de oportunidade parruda.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Salim
9 meses atrás

Só para constar, o Chinok e o ch 53 que ele operava era do exército britânico e o usava mais como ponto de pouso do que operar no sentido pleno da palavra já que nenhum desses helicopteros cabe nos elevadores e nos hangares.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
9 meses atrás

Mais uma obeservação, atebos apache eram do exército e tambem só o usava como ponto de pouso. Da marinha mesmo ele só usava os Merlim e os super-linx da marinha, tanto o de ações navasi como os nossos como os de ações terrestres/ataque.

Luciano Domingues Gomes
Luciano Domingues Gomes
9 meses atrás

Belo vídeo! Só faltou os F 14 ! (ironic mode)

Gustavo Alexandre
Gustavo Alexandre
9 meses atrás

Impressão minha ou o navio já está começando a soltar fumaça preta, vejo isso e fico me perguntando se é falta de manutenção ou alguém especializado em combustão ou um instrumentista para regular essa queima e evitar do navio deixar esse rastro, passa uma impressão ruim.

Mazzeo
Mazzeo
9 meses atrás

Três marujos a Proa, com o que parece ser uma .50, mais três a Popa por boreste aparece uma equipe com Três marujos de colete e capacete, mas não divisei bem a arma (video no celular)
Seriam essas equipes complementares aos canhões de 30mm quando em transito sob ameaças assimétricas ? Ou em aguas fechadas os Canhões ficam offline ?

MO
MO
9 meses atrás

Havia 1 Cougar, na parte isolada do hangar, o público não viu, SEGUNDO falaram

Mazzeo
Mazzeo
Reply to  MO
9 meses atrás

Ainda preciso entregar seus “buneus” que voltaram como destinatário ausente.
Malditos correios.

MO
MO
Reply to  Mazzeo
9 meses atrás

Mas desde o AVC (01/01/2018, não saio de casa ….

mazzeo
mazzeo
Reply to  MO
9 meses atrás

MO, se tem algo nesse Brasil que não confio são os Correios … Tô esperando pra descer a Sts, ai deixo na sua casa !
Os pacotes que recebo só não somem pq vem direto pro Serviço.

Luciano Domingues Gomes
Luciano Domingues Gomes
9 meses atrás

Gostaria de saber se alguém já teve a experiência de ir a uma visitação pública, de um outro navio estrangeiro, com as mesmas características do Atlântico.

welter mesquita vaz
Reply to  Luciano Domingues Gomes
9 meses atrás

Eu visitei o Portão Aviões WASP, que na época estava em deslocamento para substituir outro Porta Aviões que estava no mar do Japão, hoje ele opera com F-35 e helicopteros.

Binho
Binho
9 meses atrás

Elefante Branco dos grandes……

Sinceramente
9 meses atrás