Home Divulgação Nota à imprensa – manchas negras nas praias do Nordeste

Nota à imprensa – manchas negras nas praias do Nordeste

2519
38

A Marinha do Brasil informa que desde o início do aparecimento das manchas, no dia 2 de setembro, foram realizadas as seguintes ações:

  • inspeções ao longo do litoral da região Nordeste;
  • divulgação de Aviso aos Navegantes, solicitando a informação tempestiva da identificação de poluição hídrica por navios em trânsito nas Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), visando à obtenção de dados para análise das possíveis origens da poluição por óleo cru no Nordeste;
  • realização de Patrulha Naval por navios da Marinha do Brasil, com ênfase nas áreas Marítimas de ocorrência de poluição mais recentes, nos litorais de Sergipe e norte da Bahia; e
  • continuidade das análises das informações do tráfego mercante na região, com o monitoramento dos navios que passaram pelas Águas Jurisdicionais Brasileiras.

Nessas ações, a Marinha contabiliza o emprego de 1.583 militares, cinco navios, uma aeronave, além de embarcações e viaturas pertencentes às diversas Capitanias dos Portos, Delegacias e Agências, sediadas ao longo do litoral nordestino.

A análise de todo o material coletado pela Marinha está sendo realizada pelo setor de Geoquímica Ambiental do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira, que apresentou resultados indicando perfis químicos compatíveis com petróleo cru.

Para a elucidação dessa ocorrência inédita, que atinge grande parte de nosso litoral, a Diretoria de Portos e Costas conduz um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN). Nesse processo, são analisados os dados do tráfego marítimo na área, as informações de patrulha de navios e aeronaves da MB, simulações computacionais sobre as influências de corrente no Atlântico Sul e análise dos perfis químicos dos resíduos coletados.

Todas as medidas estão sendo adotadas em coordenação com o IBAMA, ICMBio, Polícia Federal, ANP, Petrobras, Força Aérea Brasileira, assim como, com diversas entidades governamentais e privadas dos estados e municípios afetados.

DIVULGAÇÃO: Centro de Comunicação Social da Marinha

38
Deixe um comentário

avatar
13 Comment threads
25 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
24 Comment authors
Fernando PereiraFernando XOFabio Jefferjose luiz espositoDANIELE Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Não acharam uma grande quantidade de gás na região de alagoas e sergipe? Será que não tem algo a ver? Escutei falar que aquele tipo de petróleo não era brasileiro, então só cai imaginar que seja algum navio venezuelano, sei lá…

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

O Petróleo é venezuelano,porém o navio tem pouca possibilidade de ser venezuelano !

Andre Ric
Visitante
Andre Ric

“realização de Patrulha Naval por navios da Marinha do Brasil, com ênfase nas áreas Marítimas de ocorrência de poluição mais recentes, nos litorais de Sergipe e norte da Bahia”

A PATRULHA NAO TINHA QUE SER REALIZADA ANTES?

QUE VERGONHA!

Andre Ric
Visitante
Andre Ric

Como uma Marinha que tem quase 100 mil militares na ativa, nao tem condicoes de fazer patrulha no seu proprio mar?

Marcos
Visitante
Marcos

Só se fizer com bote a remo

Diego
Visitante
Diego

Apoio. Bote a remo, é melhor que nada, melhor que marinheiro de escritório.

Fabio Jeffer
Visitante
Fabio Jeffer

A Marinha só faz patrulha no Rio de Janeiro. Pra nossa Esquadra o Nordeste é um lugar distante

Fernando XO
Visitante
Fernando XO

Fabio, a Esquadra não realiza patrulha, essa tarefa cabe aos Grupamentos de Patrulha subordinados a cada Distrito Naval… abraço…

João Moro
Visitante
João Moro

Já há notícias em mídias tradicionais indicando que o petróleo cru é de procedência venezuelana. Será que houve um naufrágio de navio petroleiro venezuelano? ou será que as plataformas marítimas da Venezuela estão soltando este petróleo?

Celsoskl
Visitante
Celsoskl

Com ocorrências da Foz do Amazonas até sul Bahia? Me engana que eu gosto…

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

Nem um nem outro. Cheira mesmo à descarte ilegal ou vazamento de um navio (seja lá qual for a procedência) em nossa costa mesmo. De qualquer modo, configura crime ambiental gravíssimo e a penalidade tem que ser severa.

cesar
Visitante
cesar

Talvez seja a hora de repensar aquisições de mais patrulheiros….vejo a MB crescendo os olhos em meios maiores (porta helicóptero por exemplo) e deixando de lado meios para nossa realidade. Alem disso cadê os meios aéreos da FAB???

João Moro
Visitante
João Moro

Já existe o projeto PRONAPA para patrulhar. Só falta o dinheiro…

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Vai melhorar, e muito , quando votarem/aprovarem a destinação de parte do arrecadado do FMM para custear a marinha de guerra para patrulhar e tal, vai dar pra construir navios patrulha da classe Napa500 br e afins.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Outra vez Navios Patrulheiros ,assim fica difícil ! Patrulheiros teriam que ser muitos e mesmo assim ,seriam incapazes de cobrir todo o Atlântico,acima a Realidade !!

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Realidade !! Brasileiro é estranho,fala em nossa realidade , quando ela deve ser mensurada na realidade que enfrentaremos ,aí sim a Realidade ,Patrulheiros e ainda armados como a MB os Arma, em caso de necessidade deverão fugir para as Bases , patrulheiros ideais são os Aéreos (Aviões , Dirigíveis e Drones de grande autonomia ),menos barcos ,que seriam direcionados pelos meios aéreos , estão dando ênfase a patrulheiros para justificarem o grande efetivo desnecessário !

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Esse negócio está estranho viu, e não é pouco não. Aguardemos.

Renan
Visitante
Renan

Teoria da conspiração 1)Jogaram petróleo aleatoriamente no mar para aliviar peso de alguma embarcação fantasma retornando retornando a sua origem por algum imprevisto na rota que seguia. 2) um nalfragio de algum petroleiro fantasma. 3) vazamento ( natural) de um poço de petróleo não descoberto ainda ou (clandestino). Podendo ser vazamento de alguma sonda realizado no passado para ver se tinha petróleo na região, na época não encontrou e agora pode ter. E ter vazado por alguma falha ao tampar tal sonda. 4) false flag para incriminar algum país causando a piora nas tenções. 5)descarte pensado para prejudicar a alta… Read more »

Camargoer
Visitante

Oi Renan. Claro que a gente poderia incluir a queda de um OVNI; pode ser que a USN torpedeou um petroleiro venezuelano, mas já teriam dado falta do navio; pode ser simples contrabando de óleo que teve alguma falha grave na transferência do óleo, o que explicaria o silêncio; poderia até ser um atentado para culpar a Petrobras feito por um incompetente que achava que petróleo é tudo igual. O estranho é que a mancha chegou ao litoral brasileiro há mais de um mês e só agora virou noticia.

Renan
Visitante
Renan

Camargoer
Eu imaginei um OVNI, porém no site do posto Ipiranga não consta nada de posto na Lua e nem em Marte então acho que não teria combustível para chegar aqui e cair no Brasil e encher o mar de petróleo.
Então descartei está possibilidade depois de quase 15 dias fazendo as contas do consumo de combustível por ano luz rodado.
Foi difícil fazer pois tem que considerar o peso ano de combustível consumido.

Já o torpedo pode ser tbm
Abraço

Camargoer
Visitante

Olá Renan. Sobre o Ovni, a “verdade está lá fora” (diria o agente Mulder”. Já pensou se o vazamento foi promovido pelo governo para isolar a região onde estão recolhendo os destroços, tipo Roswell? Quanto mais fantástica, mais legal fica a teoria da conspiração. Lembrando o Detetive Poirot, a pergunta é quem se beneficiaria de uma ação deliberada? Não consigo pensar em ninguém. A minha hipótese mais simples seria um acidente durante a transferência de petróleo contrabandeado, mas espero que consigam identificar o autor.

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

8) Descarte criminoso de algum navio mesmo (seja lá qual for a procedência deste) visto que a destinação final desse tipo de óleo requer inertização e encapsulamento, o que é bem caro. Agravante: Ocorreu na nossa costa mesmo, bem debaixo do nariz da MB.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Tem vezes que custo a acreditar que aqui é um blog de Defesa. Cada comentário….. Como diz um amigo meu: “Leia a notícia mais não os comentário, senão você vai se aborrecer ou se emburrecer, não sei o que é pior!”

Camargoer
Visitante

Olá Marcelo. Quanto mais fantástica a teoria da conspiração, mas legal ela fica.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Escutaste a Perícia informar ser o Petróleo da Densidade Venezuelana !

Roosevelt Silva Gomes
Visitante
Roosevelt Silva Gomes

Eu acho pouco provável que tenha sido um simples descarte ou lavagem de tanques tal a quantidade de petróleo que tem chegado às praias, é muita coisa gente. A possibilidade desse petróleo vir de algum poço venezuelano também não creio ser possível até porque não foi reportado a chegada dele nas guianas ou no Suriname. Seria leviano pensar na possibilidade de algum tipo de sabotagem americana visto a situação política na Venezuela ou algum navio com o casco rachado de passagem?

Blind Mans Bluff
Visitante
Blind Mans Bluff

Se a MB tivesse meios suficientes patrulhando nossos mares, talvez saberiamos o culpado.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Blind, já viu o tamanho de nossas águas jurisdicionais, é o mesmo que querer colocar um policial em cada esquina. A Marinha está fazendo sua parte participando das investigações.

Renan
Visitante
Renan

Marcelo Quantos drones a marinha usa para monitorar o mar? Quantos NPa está em mar na região nós últimos 3 meses efetivamente patrulhando o mar? Quantos marinheiros efetivamente está em mar nesta região nós últimos 3 meses? Quantos NPo está na região nós últimos 3 meses? Quantas corvetas? Em horas de oceano e mar e MN patrulhada? Qual foi a frequência que se repetiu a passagem da patrulha pelo menos ponto? Qual aeronave vasculhou o mar nós últimos 3 meses naquela região? Qual satélites está monitorando as agulhas daquela região? Se a resposta for algo parecido com isso abaixo estarei… Read more »

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Meios Suficientes Aéreos e não Navios Patrulheiros !

jorge domingos
Visitante
jorge domingos

NÃO SERIA INTERESSANTE OS ORIONS AGIREM OU MESMO OS BANDERULHAS ??

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Eu creio não deva ser algo criminoso, mas algum navio velho contrabandeando o petróleo venezuelano, já que existe um embargo econômico, que esta vazando óleo ou pior que possa ter naufragado perto de nosso litoral. Se o navio estiver contrabandeando pode até estar com o transponder desligado. A Marinha tem uma área muito grande e poucos meios para achar o culpado.

Paulotd
Visitante
Paulotd

Está na cara que isso é óleo contrabandeado da Venezela. MB tem que parar de mandar navio passear no Líbano, e botar esse efeitovo que resta em alto mar, junto ocm os P3 Orion e bandeirulhas, patrulhamento nessa região tem de ser reforçado.

Luiz Floriano alves
Visitante

Os sintomas são de óleo pesado tipo petróleo oxidado, na superfície do mar. E é muito parecido com o ocorrido no Golfo do México. As petroleiras que exploram poços no mar fazem explosões subterrâneas para alargar os depósitos recuperáveis. Estas explosões causam rachaduras no fundo do mar, por onde o petróleo sai para a superfície. Esse foi o caso do Golfo do México. Aqui até pode ser, eis que o volume é muito grande para ser simples derramamento de um petroleiro.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

O derramamento foi feito em diversos locais ou em movimento ,por isso a tua teoria não serve !

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

Bolsonaro, tão conhecido pela generosidade nas botinadas verbais, cheio de prudência em não dar nomes… O terrorista ambiental deve ser muito rico ou poderoso. 😀

DANIELE
Visitante
DANIELE

De fato é uma vergonha para Marinha do Brasil, que não fiscaliza o litoral brasileiro através dos seus mais diversos meios de patrulha e distritos navais, agora eu pergunto aonde estão os navios patrulhas? e por que não ficam em forma sistemática e alternada em alto mar? Resposta: A Marinha do Brasil só se preocupa em mostrar bandeira no exterior ao invés de cuidar da sua casa.
É chegado momento de termos uma guarda costeira independente da Marinha do Brasil, que continua sendo nos moldes da Marinha imperial.

Fernando Pereira
Visitante
Fernando Pereira

Se tivéssemos uma marinha Forte e Atuante no Litoral Brasileiro nada disso teria acontecido e se tivesse os responsáveis rapidamente seriam identificados. Isso não descarto culpa de governos anteriores e esse está caminhando no mesmo sentido, sem investimentos, sem manutenção e sem aquisição. Se não tomamos conta de nossa costa a 27 milhas da nossa costa, imagino oque ocorre a 200 milhas…lamentável.