terça-feira, agosto 3, 2021

Saab Naval

Destróieres Taiyuan da China e Samidare do Japão realizam treinamento conjunto

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Destróier Taiyuan

TÓQUIO, 17 de outubro – O destróier de mísseis guiados Taiyuan (indicativo visual 131) da Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) encerrou sua visita ao Japão na manhã de 16 de outubro e partiu do cais de Harumi em Tóquio para voltar para casa. A convite do lado japonês, o destróier chinês Taiyuan realizou um treinamento marítimo conjunto com o destróier Samidare da classe Murasame da Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF), nas águas do sul da Baía de Tóquio, no seu caminho de volta.

Por volta das 14h, os destróieres chegaram à área marítima designada e realizaram sucessivamente os exercícios de treinamento, incluindo formatura de coluna única, formatura de linhas paralelas e de aproximação sob comando unificado.

Enquanto isso, os dois lados também realizaram um treinamento de comunicação navio a navio com sinais luminosos. Um sinal luminoso com a indicação “CHINA” foi exibido no Destróier Taiyuan que foi respondido pelo sinal luminoso “JAPÃO” pelo destróier Samidare.

Após o treinamento, os dois navios fizeram uma cerimônia de despedida no mar. A tripulação a bordo dos dois destróieres ocupou o convés e se despediu. Por volta das 16h, o treinamento conjunto foi concluído sem problemas.

Shi Lei, comandante do destróier de mísseis guiados chinês Taiyuan, disse que o treinamento conjunto teve um papel positivo no aprimoramento da compreensão mútua e da cooperação pragmática.

O navio Taiyuan chegou ao Japão em 10 de outubro e retornou em 16 de outubro. Mais de 200 pessoas, incluindo representantes da Embaixada da China no Japão e oficiais e marinheiros da JMSDF, além de representantes chineses no exterior vieram ao local para despedi-lo.

Destróier Taiyuan deixando Tóquio

Destróieres Samidare da classe Murasame

FONTE: ChinaMil

- Advertisement -

50 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro Bó

“O mundo não é mais o mesmo, Charles…”

Tomcat

Fiquei de cara também quando li o título da matéria…

Wagner Figueiredo

Essa classe murassame que o Brasil tava de olho??
Se não me engano são 9 construídos…( não custa sonhar ne? )

Brunow Basillio

‘Quando seu inimigo é um gigante, e vence lo é uma tarefa impossível, melhor fazer as pazes e aceitar a sua grandeza..’
A China veio para ficar, qualquer oposição a isso vindo de Japão, Coréia do Sul, Índia, Vietnã etc, não irá mudar o destino..

Leonel Testa

O Japao tambem e gigante e so nao e tao forte quanto a China por que nao tem armas nucleares

Space Jockey

Hahaha, colocar a Índia nesse balaio aí foi cômico, pra dizer o mínimo. Japão também.

Doug385

Se Austrália, Japão, India e Coréia de Sul resolvessem se unir contra a China, com certeza a coisa ficaria complicada pro lado dos chineses num conflito convencional. Certamente bateriam bastante, mas também apanhariam um bocado.

Brunow Basillio

PIB atual:
China U$13608 tri, crescimento econômico 6%.
Japão U$ 4971 tri, C. econômico 1%.
Índia U$ 2726 tri, C. econômico 5%
Gastos em defesa (Globalfirepower).
China U$ 224 bi
Japão U$ 47 bi
Índia 55,2 bi
Não precisar “desenhar” para mostrar que a China é um gigante, aliás os acontecimentos atuais ja mostram isso..

Fabio Mayer

Engraçado é que você mostra esses numeros, mas desdenha eles, quando os EUA estão da lista… 20,5 trilhoes de PIB, gastos com defesa, 690 bilhões de dolares.

Brunow Basillio

Fábio Mayer.

Nao sei se vc observou mas o assunto é os países “vizinhos” da China…
Todo mundo sabe que em nível mundial a 1° potência é os EUA .

Diego

E todo mundo sabe que se Japão, Coreia S, ou outros forem atacados pela China os EUA estarão lá, são os mais interessados em fazer a China perder dinheiro. Então querendo ou não os EUA estão na lista e não se pode ignorar. Não existirá um conflito isolado ali, vai ser a poh@ toda.

Tiago

Sinceramente, não ponho minha mão no fogo não. Se não atacarem o território norte americano, pode ser que os EUA só reclamem depende de como, quando, quem.. politica é complicado.

Caio

Imagina Tiago, EUA deixando seus aliados na mão? Jamais

Paulo Montezuma

Imagina a situação. China ataca a Coréia do Sul e por mais armamentos tecnológicos, me parece que seria Rússia x Alemanha (Na segunda guerra). Os EUA não fazem nada. Que recado eles estão mandando para os aliados? Melhor baixar a cabeça pra China do que esperar os americanos.

Flanker

É um gigante….e quem não sabe disso? Mas, falando de armamento convencional, a China teria um osso gigantesco para enfrentar Índia, Japão e Coreia do Sul, juntos….se acrescentar Austrália nisso aí, fica pior ainda para os chinas….

Carlos Campos

Seu comentário tá errado do ponto de vista que o Japão tem forças armadas mais modernas, uma economia de ponta o Japão se mantém forte e crescendo mesmo a população diminuindo e envelhecendo, é bom para os dois que são parceiros comerciais se entenderem, quanto a Índia cag@ou pra China pq se a China fizer algo Pequim e outras grandes cidades vão ser varridas do Mapa, quanto a Coreia do mesmo jeito, se fossem baixar a cabeça para China iam dar à eles as ilhas e áreas que eles dizem serem deles e nem sinal de isso acontecer.

Flanker

Sozinhos, pode ser, mas em conjunto…..Japão, Coreia do Sul e Índia, juntos…..

Luiz Trindade

Pois eh… Passei-me…

Alison Lene

Realmente uma grande surpresa.

Miller

E essa correria🤔.

João Souza

Foi um treininho “fofo” pra apertar a mão do amiguinho. Só pra dar uma relaxada na situação

Tutu

Eles copiam o goalkeeper?

Jagderband#44

O que achas?

Tutu

Kkkkkk

Isamu

Copiam até seu comentário se puderem. Kkkkkk

Luis

troca o canhão de 3′ para 5′ e coloca a bandeira dos estados unidos e os chinas vão pensar q é um arlegh burke, boa essa dos japas pra confundir os inimigos. rs

Renan Lima Rodrigues

Aquela amizade falsa. Bom, quem dera se isso desse em alguma situação positiva nas relações diplomáticas entre essas duas nações, não quero ser pessimista,mas acho difícil. Jajá a China se encarna em alguma coisa,a JMSDF não pode construir nada que já começa o choro chinês.

Parece que já vimos essa história antes, nem me surpreende, China é bipolar, um pouco está bem e daqui a pouco quer incomodar dando palpites repetitivos que já ouvimos sempre.

Rogério Loureiro

Se isso vira moda e resolvem se unir em prol de uma região asiática independente hein…

Eduardo

Nunca acontecerá. China, Coréia e Japão são como água e óleo. Coréia e Japão pode até rolar com intermediação dos EUA, mas sem ele também é difícil de ser algo duradouro.

Rogério Loureiro

Amigo Eduardo.
Num mundo tão bipolar em que vivemos, eu não duvido de nada.

Ítalo souza

O destroyer chinês sem duvidas tem.um visual mais agradável e melhor equipado.

Dalton

Sem dúvida até por serem navios de gerações ,funções e tamanhos diferentes.
.
O japonês é um “destroyer” multi propósito classificado como DD segundo normas ocidentais comissionado no ano de 2000 e deslocando no máximo pouco mais de 6000 toneladas enquanto o chinês é um “destroyer” de defesa aérea de área com mísseis de longo alcance classificado como DDG comissionado em 2018 e deslocando um máximo de cerca de 7500 toneladas.

Adriano Madureira

Que navio lindo🤔🇨🇳‼️

sub urbano

“galinha que acompanha pato morre afogada” minha avó já dizia (que Deus a tenha [ela acreditava])… O Japão não quer servir de bucha dos USA contra o Dragão Dorminhoco. A China só quer o que é dela de direito: o oceano pacífico.

Guizmo

Vc acha que a China tem direito ao OP? O que diria se o Brasil reclamasse para si o Atlantico? Argentina, Angola, Namíbia, Uruguai, etc que se fod…

Flanker

Ah, é dela de direito? Todo o Pacífico? Não sobra nem uma pontinha para Japão, Coréias, Filipinas, Cingapura, Malásia, Austrália, Nova Zelândia, etc….??? A China é a única a ter direito sobre o Pacífico??? É nem estou falando da Costa oeste dos EUA….que também é Pacífico (com o Havaí lá, bem no meio)….aindaxassjm, é tudo da China? Por direito?

Gláucio

Cavalheiros. Devo destacar que o treinamento é entre Taiwan e Japão, e não entre a China continental e Japão, algo impensável, visto que os dois não são amigos, muito pelo contrário, meramente toleram-se. São unidades navais de dois países, em tese, que tem o mesmo inimigo em comum: A China continental.

Fernando "Nunão" De Martini

Glaucio, acho que você entendeu alguma coisa errada…

Jota Ká

Saturação etílica!😵😩
Alta noite de sexa-feira. Tá explicado. 😀

Dalton

De fato o nome “Taiyuan” o traiu Gláucio, mas, trata-se na verdade de uma cidade chinesa, da “China Continental” ,aliás, “destroyers” chineses tem recebido nomes de cidades chinesas então não se trata do país Taiwan.

Alexandre

Onde fica esse País taiwan?

Dalton

Taiwan ,oficialmente República da China é um pequeno país insular (ilhas) localizado a cerca de 180 quilômetros da China continental.

Ten murphy

E que a meu ver é a China de fato. A China continental é usurpadora.

Jota Ká

População = 1,4 trilhão X 23 milhões (61 vezes maior)
PIB PPC = US$ 19 trilhões X US$ 1,2 trilhões (15 vezes maior)
A realpolitik se impõe. Simples assim. 😑

Flanker

Leia o texto novamente….

Dudu

Estranho isso.Mas é bom,já que demonstra boas relações.
Pena que “despediram” o Taiyuan.
Quem sabe a MB arruma uma vaguinha pra ele hehe.

Andromeda 1016

As pessoas aqui ainda não entendem a mentalidade da elite política japonesa. A maior ambição deles é uma: voltar a ter um Japão glorioso, igual à época da era meiji, ou seja, ser um país relevante na Ásia e no resto do mundo. Desde que abe chegou ao poder sua ambição se resumia a isso e tudo, absolutamente tudo que fez dentro e fora do país visava possibilitar esse retorno histórico do país dele. Abenomics, políticas estrangeiras e internas eram enfim para esse fim. O problema é que devido a esse foco exagerado descuida do resto e aí o país… Read more »

Karl bonfim

Na minha modesta opinião, esse exercício naval sino-japonês serve mais para avaliar o poder e a tecnologia do potencial adversário do qualquer outra coisa…

willhorv

Completinhos estes DDG chineses….
Possuem armas e sensores para um perfeito efeito cebola.
Parecem bem capazes e eficientes.
Se “soltam pecinhas”, eu acho que não mais, pois estão indo pra tudo que é canto. E impecáveis não!
Parecem um novo império com perfeito domínio e foco do que são e do que almejam.
Ainda bem que existem tradudores online de ótima resposta e qualidade, pois falar mandarin vai ser o Ó….escutar e entender então….

Binho

Famoso

“Se não pode vencer seu inimigo junte-se a ele”

Mas são dois povos que mais se odeiam no mundo

- Publicidade -

Últimas Notícias

U.S Navy desdobra pela primeira vez grupo de ataque de porta-aviões com jatos F-35C de quinta geração

O grupo de ataque do porta-aviões USS Carl Vinson zarpou "em apoio às operações globais de segurança marítima" Um grupo...
- Advertisement -