Home Comunicações Marlink e Intelsat expandem conexão em banda larga para o setor marítimo...

Marlink e Intelsat expandem conexão em banda larga para o setor marítimo ao redor do globo

1397
3

A extensão da parceria bem-sucedida e de longo prazo garante a disponibilidade de conectividade de banda larga confiável e de alta velocidade para suportar operações de navios e necessidades de tripulação

Oslo/Paris e Luxemburgo, 16 de outubro de 2019: Marlink e Intelsat anunciaram hoje que as empresas concordaram com uma renovação de vários anos e expansão de sua parceria para fornecer serviços de banda larga para embarcações marítimas em todo o mundo. O acordo plurianual proporcionará velocidade de transmissão adicional para embarcações, através de múltiplas camadas de cobertura por satélites no espaço, assegurando aos proprietários e operadores de navios flexibilidade e o acesso à conectividade confiável. Iniciada em 2014, a parceria permitiu à Marlink aprimorar seu extenso portfólio de serviços marítimos VSAT, viabilizando aplicativos que melhoram a eficiência operacional em todos os segmentos marítimos, incluindo o petróleo/offshore e transporte.

Com a extensão da parceira, os clientes da Marlink vão ver ainda maiores benefícios a bordo, com a flexibilidade e o alcance da rede global de satélites da Intelsat, de feixe amplo e alta taxa de transferência da tecnologia Intelsat EpicNG, que proporcionam conectividade de alta velocidade, sem precedentes a navios, permitindo a entrega de uma gama diversificada de serviços e aplicativos de valor agregado, como rastreamento de ativos e segurança cibernética aprimorada, que suporta as necessidades atuais e futuras de conectividade.

“Nossa parceria é um exemplo de como a união da infraestrutura de comunicação global da Intelsat com o diversificado portfólio de soluções de comunicação da Marlink resulta na melhor experiência de conectividade no mar”, disse Samer Halawi, Vice-Presidente Executivo, diretor comercial da Intelsat. “Com a conectividade global da Intelsat, a Marlink está entregando os serviços que são mais procurados pelos donos e operadores de frotas de navios, hoje.  A cobertura e a flexibilidade oferecidas pela rede espacial e terrestre da Intelsat permitem à Marlink dimensionar e atender às crescentes demandas de seus clientes e às necessidades em mudança”.

“A demanda por conectividade VSAT confiável e de alta qualidade no setor marítimo aumentou significativamente nos últimos anos”, disse Erik Ceuppens, CEO do grupo Marlink. “Juntos, a Marlink e a Intelsat combinaram essa escalada a cada passo do caminho, trabalhando constantemente para impulsionar melhorias na eficiência e resiliência dos serviços para nossa base de clientes. A Marlink é agora o maior provedor de serviços de satélites marítimos VSAT do mundo, tanto na receita quanto no número de embarcações atendidas, o que está impulsionando o desejo da Marlink de garantir parcerias de longo prazo para a assegurar o futuro de nosso serviço de conectividade”.

DIVULGAÇÃO: IvensConsult – Informação Estratégica

3
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
HELLITON SOARES MESQUITASmokingSnake 🐍 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Não vale apena investir nisso a médio/longo prazo, Elon Musk está vindo aí para dominar tudo.

HELLITON SOARES MESQUITA
Visitante
HELLITON SOARES MESQUITA

Por que? O Musk pode falhar, já que não anda muito bem nas empresas dele. E mesmo que for um sucesso, qual o mal de ter um concorrente?

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Qual empresa não anda bem? A SpaceX se tornou a líder em lançamentos, já tem receita de U$ 2 bilhões por ano, é a empresa dessa área que mais fatura. E a Tesla se tornou a empresa de carros mais valiosa dos EUA e já está dando lucro. Se o negócio dele de banda larga via satélite ir para frente também, essas empresas atuais que fornecem banda larga via satélite geoestacionário não vão ter como competir com a constelação de 12 mil satélites dele (e 12 mil é só o começo). Seria uma revolução na banda larga via satélite e… Read more »