Home Noticiário Internacional Simulador de avarias em navios de guerra – Goa Shipyard Limited

Simulador de avarias em navios de guerra – Goa Shipyard Limited

3161
25

Um dos aspectos mais importantes em um navio de guerra é o controle de avarias.

As tripulações precisam ser treinadas para poderem salvar o navio em situações extremas, como foi o caso das fragatas americanas USS Stark e USS Samuel B. Roberts atingidas por mísseis Exocet e por mina naval, respectivamente.

O estaleiro indiano Goa Shipyard Limited tem um simulador de controle de avarias que torna esse treinamento de forma bem realista.

25
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
15 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
ValimAlex Barreto Cyprianoteropodenonatojose luiz esposito Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Formidável ! podemos desenvolver uma cooperação em muitas áreas com a Índia

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Esse tipo de coisa é tão interessante, que me pergunto se a MB ou outras Marinhas tem um equipamento desse. É fascinante.

Valim
Visitante
Valim

Bem… me lembro muito bem do ano de 1986 quando fiz o curso básico de Controle de Avarias…. havia o palco de alagamento e era muito parecido com este do filme…. salvo a tecnologia de gravação e filmagem dos procedimentos o “CAMALEÃO” tinha os palcos de treinamentos bem próximos do real…..
BONS TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS

Pedro Moura
Visitante
Pedro Moura

A MB poderia aproveitar navios que deram baixa e criar um destes.

Formidável!!!

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Olha, essa é uma ideia a se pensar.
Um destino interessante para alguma fragata ou corveta a ser desativada nos próximos anos.

nonato
Visitante
nonato

Como assim? Cortar um pedaço para usar no simulador?
Ou usar o próprio navio no mar?
Acho que para um simulador, um navio é muito grande, não?
Não é mais fácil fazer essa estrutura interna do zero?
Faz do tamanho apropriado, com todos os itens de simulação…
Eu criaria também algo virtual, um joguinho…
Para ir treinando psicologicamente.
Mas o que é que se faz nesses casos?
Bombear a água?
Como impedir a entrada de água?
Se o casco se rompeu, o que fazer?

teropode
Visitante

Uma doca alagável, suporte e alguns pistões resolvem o problema , basta observarmos o treino para se evadir de helicóptero afundando, fácil de fazer , o fator limitante é a nossa cultura , Caviar ou sardinha ? Só extremos e muito blá blá blá.

Bardini
Visitante
Bardini

Imagina se a Frota da MB fosse toda padronizada, desde o projeto base. Tudo visando ficar dentro de uma grande cadeia logística de fornecedores comuns e privilegiando que estiver no Brasil. E isso desde o básico dos projetos, como chaparia, fiação, motores, atuadores, painéis, tintas, etc e etc… até chegar na parte cara, na de sistemas e armamentos, na parte do Sistema de Combate, Sistemas de Controle de Avarias e muitos outros mais… . Percebam que hoje, a MB tem uma sopa de Sistemas. Qual o tamanho da montanha de dinheiro é jogado todos os anos no ralo, por conta… Read more »

R_cordeiro
Visitante
R_cordeiro

Não somos um país pobre, muito pelo contrário. É certo que poderíamos ter forças armadas no topo das listas em equipamentos e adestramento, contudo é fato também que possuímos um dos orçamentos mais engessados do mundo, um presidencialismo em que o presidente nada pode e um congresso onde se pode governar sem maioria, onde a minoria pode obstruir tudo e só há votação se todos os líderes concordarem, um verdadeiro absurdo. A sopa começa quando o presidente tem apenas 19 bi livres para investir de um orçamento de 3 trilhões, quando resolve investir o congresso pode não aprovar, e o… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

Uma pergunta a vocês que entendem do assunto, e lógico que estar preparado pra conter uma avaria e bom e não discuto isso, mas o vídeo da a impressão de um torpedo e depois de ser atingido ficou por isso mesmo, na vida real o sub vai continuar lançando outro torpedo envia o primeiro e some da área pra não ser encontrado?

nonato
Visitante
nonato

Era o que eu estava pensando.
Uma coisa é simular algo muito simples.
Outra é ser alvo de diversos torpedos, mísseis e bombas.
Se bem que com navios de guerra levando apenas 4 ou 8 mísseis antinavio, talvez seja possível relaxar…

Júnior Correia
Visitante
Júnior Correia

Como disse um amigo aí falta a MB padronização por exemplo usa-se essa transferência de tecnologia das próximas fragatas e começa a fazer mudanças no nossos navios patrulha e por aí vai assim quando começarmos com as fragatas teremos muito mais expertise e navios patrulha melhores também desculpe a minha ignorância no assunto mais como opinião de uma pessoa que quer melhora nas nossas forças

Nostra
Visitante
Nostra

The various naval stimulators in service with Indian Navy . Electro pneumatics is the industrial partner of Goa shipyard.
comment image

Vajra- ship damage control stimulator

Bhishma – ship NBC stimulator

Arjun – ship fire fighting stimulator

Shakti – submarine damage control stimulator

Dronacharya – ship habitability stimulator

Vishwakarma – ship engine room stimulator

nonato
Visitante
nonato

sTimulator?

Nostra
Visitante
Nostra

Typo

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Na cidade de Goa India , ainda se fala português !

Nostra
Visitante
Nostra

Languages spoken in Goa

Konkani 57%
Marathi 23%
Hindi 5.7%
Kannada 5.5%
Urdu 4.0%
Others 4.8%

Before 1961 the local population was forced by the Portuguese colonizers to speak Portuguese . Christian missionaries enforced spread of Portuguese . Everyone had to learn it. But both Konkani and Marathi survived, as parents would secretly teach their children at home. The usage of Portuguese began to fall drastically as soon as the colonists were kicked out of Goa in 1961.

However due to economic reasons especially for migration to Portuguese speaking countries , Portuguese is being taught in some private schools.

Nostra
Visitante
Nostra

In other news VC11184 OSS / MRIS ( ocean surveillance ship / missile range instrumentation ship ) is close to be commissioned into Indian Navy.

One of its primary function is to be part of India’s floating sea based test range for testing DRDO ABM interceptors capable of intercepting ICBM >5000km class ballistic missile targets.

It will also be used to test and validate MIRV clusters with > 3 and <= 10 numbers including MaRV and hypersonic glide vehicles as they become available for testing.
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

comment image

This is primary radar is believed to be a uprated version of the ISRO MOTR ( multi object tracking radar ) which can track a large number of space objects. The active phased array antenna contains 4,608 radiating elements, and the entire radar weighs 35 tonnes, is 12-metre-long and 8 metres-tall.

Nostra
Visitante
Nostra

ISRO MOTR ( multi object tracking radar )
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

VC11184 is alleged to be under the operational control of National Technical Research Organisation (NTRO) which is a dedicated technical intelligence gathering agency.
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

Latest pic of VC11184 OSS from around a year back
comment image

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

Parei de ver aos dezoito segundos só pelo uso profano do hino sagrado de SW. Não duvido que o simulador simule bem o que ele foi programado pra simular (como Bolsonaro simulando não ser uma simulação sistêmica). Na era da virtude virtual, nada mais natural. Mas ainda acho que o melhor, mesmo, é a prática real. Jogo é jogo, treino é treino, ainda mais quando o time não tem sede, campo, bola e até os uniformes estão meia boca… É preciso sempre lembrar que novidades são fascinantes e deixam gente ‘inocente’ fascinada e que o melhor sistema embarcado de combate… Read more »