Home Marinha do Brasil VÍDEO: Navios e aeronaves patrulham a ‘Amazônia Azul’

VÍDEO: Navios e aeronaves patrulham a ‘Amazônia Azul’

3611
22

Confira como tem sido a atuação dos navios da Esquadra e das aeronaves que realizam patrulha e monitoramento do litoral brasileiro atingido pelas manchas de óleo.

Os navios da Esquadra e aeronaves da Força Aeronaval se uniram aos navios distritais para monitorar e atuar em combate às manchas de óleo nas praias do litoral nordestino, na Operação “Amazônia Azul, Mar limpo é vida”.

Durante a operação, foram realizadas ações de limpeza nas praias, manguezais e arrecifes, com o emprego de fuzileiros navais e mergulhadores de combate.

Médicos e profissionais de saúde da Marinha também participaram da operação para analisar aqueles que tiveram contato com o óleo.

22
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
16 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
Ricardo LimaCarlos Alberto SoaresGuilherme PoggioDelfimAndré Macedo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
BILL27
Visitante

Como sempre o GF fazendo trabalho de reparação e não de prevenção

Rene Dos Reis
Visitante

Como sempre depois do leite derramado nê ops “óleo”

BILL27
Visitante

Exato ..isso desde que eu me conheço por gente …só mudam os partidos, a mentalidade é sempre a mesma.

Paulo César
Visitante
Paulo César

Impossível fazer algo antes do “leite derramado”. As manchas de óleo estavam cerca de 1.5~2.5 metros de profundidade, por se tratar de óleo pesado, nenhuma rede de contenção seria eficiente nesses casos. A localização por aeronaves ou embarcações também era dificultada por esse motivo.
Favor consultar especialista em psicologia…..

André Macedo
Visitante
André Macedo

Não justifica a inércia e falta de meios de combate ao ocorrido, o desgoverno deixou vago o cargo de diretor de assuntos relacionados a esse crime por 6 meses e só nomeou um diretor um mês após o ocorrido, sem falar no fechamento de comitês do plano de ação de incidentes com óleo e que a Justiça que teve que obrigar o GF a agir…

BILL27
Visitante

Favor consultar um especialista em psquiatria e um professor para vc aprender a interpretar texto.

Paulo César
Visitante
Paulo César

Bill27, até onde sei respondi para o Rene dos Reis por ele ter citado “óleo” derramado. Vc é dono desse outro perfil também,amigo?
Aparentemente, um psico ia cair bem para ti!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Mais de 500 Km da costa ?

Falou eu gênio….

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

GF ?

O tema é MB ….

Ricardo Lima
Visitante
Ricardo Lima

Quem sabe se os outros governos tivessem investido mais nós tívessemos o poder de prevenção!!!!

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Sei que vão criticar…..mas acredito que a MB deveria sempre manter seu meios em “movimento”. O Atlântico, por exemplo, penso que não deveria ficar “estacionado” na BNRJ aguardando a saída para treinamento, deveria estar sempre que possível navegando; não só para adestrar os marinheiros, mas para ajudar no policiamento naval, mostrar bandeira, pois dificilmente será utilizado para a função fim, graças a Deus, mas pode auxiliar num momento de poucos meio meios disponíveis e auxiliar no patrulhamento.
Sei dos custos envolvidos, mas acho, repito minha opinião, que é melhor utilizar para a patrulha naval do que ficar estacionado no cais.

BILL27
Visitante

Não tem como deixar um navio destes como patrulha …é muito gasto para uma atividade que não é a dele.Temos que operar mais OPVS em constante patrulha ao longo da costa assim como esta fazendo um navio que está sempre saidno do porto de Santos .Acho que é o Grajau …

BILL27
Visitante

Corrigindo é Guajará

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Não é deixar ele exclusivamente fazendo patrulha…. é aproveitar que temos ele e utiliza-lo para outros fins que não somente o desembarque de tropas… É fazer mais com menos….e é como eu disse, eu sei que a função dele não é essa, mas aproveita-lo na função, sendo que não temos mais opv’s para tal, não me parece desproporcional.

VovozaoR Bozo
Visitante
VovozaoR Bozo

30/11/2019 – sábado, btarde, R BOZO, não consigo entender, fragatas, corvetas, Bahia, Atlantico, não são navios para patrulhar nossa A. AZUL, só podemos utilizar patrulheiros, isto e6 errado, pois usando estes meios também estaríamos adentrando nossos tripulantes, porém, vem aquela eterna questao: temos que economizar para podermos comprar o caviar, o salmão, a lagosta dos comandantes.

BILL27
Visitante

Gastar horas e uso e manutenção para fazer patrulha não me parece ser uma coisa sensata .

O Veterano
Visitante
O Veterano

Concordo e tenho certeza que a maioria dos embarcados tb. Como dizíamos na briosa ¨navio parado é faxina¨. Não importa a missão sempre preferíamos estar no mar. Claro que cada caso é um caso, cada missão é uma missão e realmente tinha algumas missões que eram muito estressantes e cansativas, mas no geral marujo embarcado quer é estar no mar. Não importa a missão.

VovozaoR Bozo
Visitante
VovozaoR Bozo

30/11/2019 – sábado, bnoite, retiraram minha postagem anterior, somente porque eu falei que deixam fragatas, corvetas, Bahia, Atlantico, docados, com intuito de economizarem gastos e poderem com está economia comprar caviar,salmão, lagosta, está proibida a crítica??? Se for assim não poderemos mais criticar a MB.

Kommander
Visitante
Kommander

Kkkkkkk A Marinha segue o jeitinho brasileiro, deixa tudo pra “última hora”. Os cara querem mostrar serviço depois que a cagada tá feita. Minha confiança nas FA hoje é zero!

Delfim
Visitante
Delfim

Se precisa é de drones de grande autonomia para fiscalizar nossa enorme Amazônia Azul com custos baixos e sem presença humana.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Delfim, talvez sensoriamento remoto seja mais efetivo para uma área tão grande como o mar jurisdicional.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Faltam concluir todas as Macaes para ontem e mais 4 OPV’s classe Amazonas.