Home Indústria de Defesa China lança ao mar a 71ª corveta Type 056

China lança ao mar a 71ª corveta Type 056

8092
128

“A serpente mais feroz pode ser vencida por um enxame de formigas”. Na foto acima, quatro corvetas Type 056 da Marinha do Exército de Libertação Popular (PLA Navy) em manobras.

Com 71 navios lançados desde 2012, a Type 056 se tornou o combatente de superfície mais amplamente produzido da era moderna.

O último navio foi lançado em 30 de dezembro de 2019, com o nome Aba, indicativo visual 630.

As Type 056/056A foram projetadas e construídas para operações de patrulha e escolta na zona econômica exclusiva da China, a 200 milhas náuticas da costa chinesa.

São construídas em duas variantes, uma Type 056 multiuso e uma variante especializada de guerra antissubmarino (ASW) Type 056A, equipada com sonar de profundidade variável usado ​​para detectar e rastrear submarinos.

As corvetas Type 056/056A são plataformas multiuso projetadas principalmente para conduzir operações de guerra de superfície na região litorânea.

Corveta Type 056 em ação: míssil antiaéreo do sistema HQ-10 sendo lançado e, nos quadros em detalhe, acertando o alvo
Corveta Type 056 lançando míssil antinavio YJ83

São equipadas com quatro mísseis anti-navio YJ-83 (dois lançadores com dois mísseis cada), um lançador de mísseis antiaéreos de defesa de ponto HQ-10 – similar ao RAM americano – e um canhão principal de 76 milímetros. A variante ASW também está equipada com dois lançadores de torpedos triplos de 324 milímetros. Um convoo também permite a operação de um helicóptero militar Harbin Z-9, equipado especificamente para missões ASW.

O navio não possui um hangar de helicóptero para transportar permanentemente um Z-9 equipado com um sonar de mergulho para missões ASW. Dado o desdobramento dos navios perto da costa, isso pode ser resolvido por uma coordenação estreita entre os combatentes de superfície e a crescente frota de aeronaves ASW baseadas em terra como a Gaoxin-6.

Os navios deslocam 1.500 toneladas carregados, têm um comprimento de 90m e boca de 11m. Podem atingir uma velocidade máxima de 25 nós e um alcance de 6.482 km (3.500 milhas náuticas) a 16 nós.

Quatro estaleiros estão envolvidos na construção desta classe de navios.

Type 056 ASW com VDS na popa
Concepção da Type 056 em 3D
Concepção da Type 056 em 3D

Por dentro da corveta Type 056

Lançando o VDS
Towed Array da Type 056
Tubos lança-torpedos antissubmarino
Passadiço
Chuveiros
Lancha de abordagem
Ranchos e biblioteca

128
Deixe um comentário

avatar
34 Comment threads
94 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
60 Comment authors
MgtowAlex Barreto CyprianoCARLOS ANTONIO DE SOUZA CLIMACO JUNIORPavanDalton Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Mesmo poder das nossas tamandarés, com a metade do valor ou até menos?

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Errado, as Tamandarés serão melhor armadas. Além de serem bem mais pesadas e melhores para mar aberto.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Douglas, Você mesmo pode fazer a comparação e tentar chegar a uma conclusão. Seguem os armamentos mencionados na matéria: “São equipadas com quatro mísseis anti-navio YJ-83 (dois lançadores com dois mísseis cada), um lançador de mísseis antiaéreos de defesa de ponto HQ-10 – similar ao RAM americano – e um canhão principal de 76 milímetros. A variante ASW também está equipada com dois lançadores de torpedos triplos de 324 milímetros. Um convoo também permite a operação de um helicóptero militar Harbin Z-9, equipado especificamente para missões ASW. O navio não possui um hangar de helicóptero para transportar permanentemente um Z-9… Read more »

Gerson
Visitante
Gerson

Um sonho lindo, nada mais, daqui ha uns 10 anos quando finamente as Tamadares forem entregues, já será tarde demais……

CRSOV
Visitante
CRSOV

Que Tamandaré temos nesse exato momento ?? Quando estas 4 ou 5 estiverem prontas, os chineses já terão lançado trocentas outras embarcações !!

Otto Lima
Visitante

As corvetas Type 056 foram concebidas para operações próximas ao litoral. As fragatas ligeiras Classe Tamandaré foram concebidas para ser eventualmente desdobrada em missões de águas azuis.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Quando saírem do papel já estarão obsoletas.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Eventualmente não Otto Lima, a classe Tamandaré foi especificada para operar com frequência em águas azuis, tanto que o próprio projeto desenvolvido pelo CPN já previa um deslocamento superior ao da corveta Barroso.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

As nossas Tamandarés seriam melhor comparadas com as Fragatas Type 054 chinesas. Estas deslocam 4000 toneladas e as nossas Meko A100 deslocaram cerca de 3.500 toneladas.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

De fato, a comparação com a Type 54 seria bem mais coerente tanto em porte quanto nos tipos de armamentos e sensores embarcados.

E como a pergunta original do Douglas também fez referência a custos, há uma matéria aqui, de dois anos e meio atrás, sobre quanto provavelmente custa cada Type 54:

https://www.naval.com.br/blog/2017/08/18/quanto-custa-um-navio-de-guerra-feito-na-china/

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

O que me dá muito revolta essa gambiarra na tonelagem. Se era para ser assim, era melhor comprar a fragata meko 200 que pesa 4000T.
Vamos bancar esticarem uma corveta de 2600T para 3500T o que custa mais tempo e dinheiro.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Cristiano, Quem ofereceu corveta com 3500 toneladas foi o consórcio Águas Azuis, vencedor. Foi uma disputa entre meia dúzia de concorrentes, com navios bem variados. Outros ofereceram navios com menor tonelagem, incluindo a construção do próprio projeto original do CPN, de propriedade da Marinha. Compararam as ofertas e decidiram que a do consórcio Águas Azuis era a melhor. Se vai custar mais tempo e dinheiro, está na proposta e tem que estar no contrato a ser assinado. Se outras propostas eram mais baratas ou levariam menos tempo, não dá pra saber, apenas para intuir. Mas valor de proposta é algo… Read more »

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

E a China começo o ano no mesmo ritmo de lançamento de navios que terminou o ano!

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Lá o governo funciona. Aqui no Brasil, com essa constituição parlamentarista, o poder executivo não pode fazer nada, pois até um juiz de uma pequena cidade do interior pode barrar um projeto governamental. Exemplo mais recente é o tal do DPVAT e dos radares nas estradas (Bolsonaro determinou, mas a justiça anulou o ato administrativo do chefe do executivo).
SÓ no Brasil isto acontece. Aqui tá um balaio de gato que ninguém sabe quem manda no que. Da form,a em que está, todo e qualquer presidente fica refem do executivo e judiciário.

Wellington
Visitante
Wellington

do legislativo também, Dilma que o diga

Renato
Visitante
Renato

Francisco,
Em parte concordo com vc.
O problema que tal atitude do Bolsonaro cheira mais a um blefe demagógico do que efetivo.
Por que ele não encaminhou tal proposta ao congresso e com isso tentar ganhar o respaldo do legislativo?
Pare e pense.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Duvido que em epoca de eleição o congresso não daria uma força para parecer bom para o povo.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Nos EUA tambem. Lembrai da Petrobrás que teve problemas por causa de um juiz de 1 instância.

Harriman Nelson
Visitante
Harriman Nelson

Sem falar que com tantos partidos, nenhum ganha maioria, e ai comeca
*necessáriamente* o toma-lá-dá-cá, conchavos, articulacoes para formação
de uma base governista ineficiente que leva um tempão e dinheiro para
conseguir fazer qualquer coisa. Tem que dimminuir o numero de partidos
para se ter uma democracia funcional por mais paradoxal que isto pareça.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

O governo mais democrático é aquele que, em prol do país, busca acordos com outros partidos que partilhem o mesmo zelo nacional, pese embora não partilhem a mesma ideologia, de forma a viabilizar a governação do país. Eu apoio a diversidade partidária e parlamentar, desta forma, partindo do principio que todos têm em mente o interesse nacional (seja esquerda ou direita), quando algo é votado ou, vetado, tal ocorre de forma a que todos os pontos de vista, ideologias, posições políticas e por isso também sociais, tenham tido sido em conta no momento de determinada decisão. Quando a diversidade partidária… Read more »

Enes
Visitante
Enes

Peter 99, qual o partido no Brasil que pensa em prol do pais? Resposta: nenhum.

Enes
Visitante
Enes

La na China é uma ditadura, constrói navios e o povo que se lasque.

Adriano RA
Visitante
Adriano RA

Mas não se preocupem. Não vão fazer nada errado com essa Marinha gigantesca. Os países da região podem continuar tranquilos, sem investir pesadamente para se contraporem aos chineses.

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Sei da falta crônica de verbas, mas acredito que a MB deveria seguir os chineses e construir uma corveta ASW, talvez baseada no projeto do CPN, para operações dentro de nossa plataforma continental.
Em vez de fazer OPV’s construiria os NaPa500 e as corvetas para um efetivo controle de nossa plataforma continental. Junto com os P3 ( e seus futuros substitutos) e VANT’s seriam o suficiente para uma fiscalização eficiente.

Bardini
Visitante
Bardini

Valeria muito mais ter uma quantidade menor de navios, sendo fragatas maiores e muito bem equipadas, com uma propulsão silenciosa e com persistência para sustentar velocidades elevadas por grandes períodos, contando com um Sonar como o UMS-4110 , um VDS como o CAPTAS-4, dois lançadores triplos de Torpedos leves, 02 Seahawk e alguns ASROC. . NPa 500t BR é o projeto mais mal elaborado da MB. Um Navio Patrulha caro e voltado ao combate, equipado com alguns sistemas totalmente desnecessários a função primordial que deveriam exercer e contando com um layout ultrapassado, que não abrange um ampla gama de missões.… Read more »

Bardini
Visitante
Bardini

Coloca um radar 2D como o Variant da Thales , que poderia ser mantido pela Omnisys e como requisito, que esse navio tenha o mesmo sistema de combate das Tamandarés. . Ajeita uma baia multimissão para esse navio, pra que posa receber um container com VDS da ATLAS e que tenha uma rampa para operar RHIBs. . Coloca o requisito de que o covoo comporte a operação até de um Seahawk. . Hangar pequeno mesmo, para abrigar um Super Lynx ou H145M, mais a parafernália do Scan Eagle. . Mantém o 57mm e o radar diretor de tiro + alça.… Read more »

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

Todos os equipamentos que vc citou podem ser instalados e/ou adaptados ao projeto do CPN, mas eu manteria o hangar pra um SH-70 e o canhão de 76 mm. Junto com a maior comunalidade de sistemas e equipamentos das Tamandarés. Os VLS do projeto eu retiraria, sem sombra de dúvidas. Seriam corvetas de patrulha, como vc diz, mas com capacidade de receber kits para ASW; a baia de missão, por ser ainda um projeto, pode ser colocada. O ponto principal é que temos de começar de algum projeto e não podemos querer que a MB projete e construa fragatas, por… Read more »

Rafael g. de oliveira
Visitante
Rafael g. de oliveira

Amigo Bardini….como mencionando os NP de 500t Stan Patrol….gostei bastante daqueles patrulheiros peruanos Classe Rio Canete (derivados da classe Taeguk coreanos)….acho que uma parceria dessa sairia ainda mais barato, você não acha?

Bardini
Visitante
Bardini

Eu não conheço a fundo a classe Rio Canete, mas visualmente, me agreda mais do que um NPa 500t. Principalmente no tocante ao sistema de operação dos RHIB, que são maiores e a estação remeta de armamento com alça integrada, que só demanda um console interno para operação. . No NPa 500t querem enfiar até Sistema de Combate, o que eu acho um total absurdo. É dinheiro rasgado. . Sobre parceria, aí teria que ser pensado em um jeito. . A MB tá nessa onda de privilegiar indústria privada, então, que toquem fora o projeto do NPa 500t BR e… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

Para um navio de patrulha, canhão de 40mm não seria um exagero ? Um 20/25mm não seria mais adequado ?

Bardini
Visitante
Bardini

Navio Patrulha, pra operar aqui dentro da ZEE, colado na costa e sendo meios de “Guarda Costeira”, eu não vejo necessidade para operar mais do que uma metralhadora .50 montada em uma estação remota. É isso aí ou uma GAM B01 20mm manual. . Mais que isso, melhor partir para uma estação da MSI, mantendo a linha logística e canhão 30mm, mas eu não vejo motivos. . Canhão 40mm é desnecessário nos distritos, no meu entendimento. Isso levando como exceção os meios da Força Fluvial, que tem em vista outro TO. . Se a questão é um OPV para fazer… Read more »

Roberto Bozzo
Visitante
Roberto Bozzo

“Valeria muito mais ter uma quantidade menor de navios, sendo fragatas maiores e muito bem equipadas…” Concordo, umas 12 unidades com 5.000, 5.500 tons baseadas num projeto já existente (F-124, FREMM), bem armadas e equipadas seria o suficiente, mas não acredito que saia nada próximo a isso nesta década; talvez a partir de 2030 possamos pensar em fragatas propriamente ditas. Quanto aos NaPa’s, pode ser este projeto do Stan Patrol, muito interessante realmente, mas falei do projeto da MB pois é ele que vem sendo divulgado pela mesma para construção nacional. Também acho que os NaPa’s deveriam ser o mais… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

Já que ficou definido que a Classe Tamandaré será nomeada como fragata, então há espaço para corvetas de 2000t, (ou OPVs turbinadas) que possam receber sistemas modulares de armas e sensores de acordo com a necessidade.

Bardini
Visitante
Bardini

O OPV que o CPN projetou é uma releitura do projeto das Inhaúma. As dimensões de casco são extremamente semelhantes.

Fabio Jeffer
Visitante
Fabio Jeffer

71 vasos de guerra de 1500 toneladas
Impressionante

Gerson
Visitante
Gerson

Acho que não precisa desenhar, que seria muito mais logico e eficiente comprar umas 10 destas corvetas, são bem armadas, e resolveria nosso problema de proteção da costa.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

O preço de uma nova é mais transparente (é fácil fiscalizar), mas o preço de um equipamento usado só o comprador e o vendedor sabem por quanto realmente está sendo negociada (é difícil d fiscalizar). Dá para imaginar porque os brasileiros adoram comprar equipamentos de “oportunidade”?

carvalho2008
Visitante

É o que seria uma Classe Amazonas se você der uma anabolizada nela de armamentos e sensores….

A Amazonas é Patrulha Distrital, esta ai já é de esquadra, apesar de focada a atura em sua ZEE..

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Exatamente o que pensei, classe Amazonas(mesma tonelagem) muito mais equipada mas cada um com suas necessidades e modus operandi.

Ernesto Gontijo
Visitante
Ernesto Gontijo

Carvalho2008. Concordo com você.
Esses 3 Navios Patrulhas Oceânicos podem ser “anabolizados” com melhores armamentos (canhão principal de 57 mm ou 76 mm), sensores, 2 lançadores triplos de torpedos, e etc.
Concordo com essa modificação e reclassificação desses 3 navios, em virtude das suas características, com mais de 90 metros de comprimento e a urgência em recompor os meios de superfície da nossa Esquadra.
NA atual situação dos meios da esquadra, NÃO se pode manter 3 navios com essas caracteristicas, como Navio Patrulha.

Aislan
Visitante
Aislan

E aqui 100 anos e 1000000000000000000000000 de cruzeiros pra terminar dois botes de patrulha de 500t……….

Up The Irons
Visitante
Up The Irons

Mas os salários de mais de 10.000 reais dos nossos milhares de oficiais estão em dia. Então tá tudo certo!

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Não esqueça as aposentadorias precoces, um foco primário da força!
É esse ano tem reajuste. Não dá força, essa continuará a mesma porcaria de sempre, mas dos soldos, claro!

Diogo de Araujo
Visitante

falou tudo!! Os projetos nunca saem das maquetes, salvo quando são integralmente adquiridos fora, como os submarinos, por exemplo.

Caio
Visitante
Caio

Só muita mudança de cultura de estado e nação, para um dia fazermos algo próximo ao que a China faz,

Luiz
Visitante
Luiz

Impossível! Como dizem, o Brasil é e sempre será o país do futuro

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Profissionalizar as F.A. deixando a negociação de equipamentos a cargo do ministério da defesa, em vez de ser conduzida pelos comandantes, é uma solução que jamais seria aceita por quem está no controle de milhões de reais. Um exemplo:o programa FX2 da FAB, enquanto o Lula (não interessa por quais razões) queria o avião francês, o japonês decidiu que o avião seria o gripen que ainda estava na prancheta. Observação: não estou afirmando que o Lula tinha razão ou que o japonês estava errado. Somente estou dando exemplo para mostrar que os “comandantes” é quem tem o poder de decidir… Read more »

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

No caso foi o mais barato.

Enes
Visitante
Enes

Comandantes de força conhecem melhor as necessidades e características de equipamentos necessários a cada força, Ministro da Defesa nem sempre tem conhecimento para tal, normalmente é colocado na função por questões partidárias. ( um politico qualquer).

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

São os comandantes que farão uso do equipamento. Os políticos estão preocupados coma comissão para o fundo partidário.

CRSOV
Visitante
CRSOV

Enquanto isso em Putênfia sob nova direção …. zzzzz…. zzzzz !!

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

“A serpente mais feroz pode ser vencida por um enxame de formigas”.

Não tenham dúvida,mas a serpente feroz não tem coragem de serpentear sozinha,ela gosta de fazê-lo com outras serpentes e dá o nome para isso de coalizão…

Delfim
Visitante
Delfim

Coalizão contra um player nuclear ? Ainda mais centralizando boa parte das finanças e produção de bens do mundo ?

Bosco
Visitante
Bosco

Sem querer ser chato mas o coletivo de formigas é colônia.

Esteves
Visitante
Esteves

É o que dá a prática de copiar e colar.

Delfim
Visitante
Delfim

Mais chato ainda : Cordão, correição, colonia, formigueiro e/ou carreira. :))

Esteves
Visitante
Esteves

enxame: de abelhas, de insetos.

Delfim
Visitante
Delfim

Nem criaram uma coalizão contra a Coréia do Norte e seu gordinho maluco, o que dirá a China.

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

O bichinho da inveja chega a tremer…

Se os chineses já foram grandes em 2019,em 2025 serão gigantes.
comment image

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

comment image

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

comment image

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

comment image

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

comment image

Up The Irons
Visitante
Up The Irons

Adriano, e o que a MB tem feito para evoluir e tentar se manter relevante e com a mínima capacidade de defesa frente à essa gradual mudança no pêndulo do poder? Pois é, nós e os 80.000 marinheiros sabemos a resposta…

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

Enquanto isso nós sonhamos com quatro Tamanduás,talvez oito e delirando quem sabe doze…

E com certeza iremos nós achar seguros com um número ínfimo de navios.

Um país gigante mas tacanho ao mesmo tempo!

E ainda há pessoas que pensam que nossas forças armadas podem realmente nós proteger,de players regionais não tenho dúvida,mas de players internacionais como Estados Unidos da América,Rússia e China duvido muito….

Tulio Rossetto
Visitante
Tulio Rossetto

Nem players regionais.
Dá pra listar dezenas de países mais pobres que nós que dariam uma surra homérica nas nossas forças, sem nem precisar ser um player regional pra isso…

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Tulio,

Seu raciocínio é interessante para ressaltar a fraqueza militar brasileira, mas tem uns problemas.

Player regional é na região.

A nossa região para ser player regional é a América do Sul.

Na América do Sul há o Brasil e mais 11 países. Ou seja, grosso modo só há uma dezena.

Então não tem como haver, aqui, dezenas de países que nos dariam uma surra homérica.

Países mais pobres que poderiam eventualmente nos dar uma surra homérica, e que existam às dezenas, não estão aqui para isso.

Tulio Rossetto
Visitante
Tulio Rossetto

Mas é óbvio que eu não estou usando nossa região como exemplo, se um dia o Brasil vier a sofrer alguma ameaça séria, essa ameaça certamente não virá de uma republiqueta da América do Sul, e é esse o problema. O comando das nossas forças armadas parece planejar e se contentar apenas em estar melhor que o resto da América Latina (o que não é nada difícil), e isso, para um país como o Brasil, com certeza não é nem perto do suficiente.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Ok, então qual o sentido, dentro de um comentário que fala de liderança regional, de se comparar com dezenas de países mais pobres de outras regiões? Pra começar, é preciso estar mais forte que os vizinhos, os países próximos mesmo sem fronteira, ou mesmo nossos “vizinhos” do outro lado do Atlântico, o que nem sempre combina com a definição de que “não é nada difícil”. Tem que haver consistência nisso, persistência, visão de liderança com um pé na política real. Dizer que isso não é difícil é esquecer o passado: por muito tempo a Argentina – principalmente na época em… Read more »

Tulio Rossetto
Visitante
Tulio Rossetto

Não é isso Nunão, quando me referi a potências “regionais” não me referi à nossa região, América Latina, mas sim quis dizer países que são potencias em suas determinadas regiões, com muitas delas sendo preocupantemente mais fortes que nós. É isso, foi só uma confusão de linguagem, sds.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Ok Tulio, ficou mais claro agora.

Delfim
Visitante
Delfim

Quantidade é qualidade. E regimes de esquerda não ligam muito para perdas, basta ver as perdas soviéticas contra os nazistas, e as norte-vietnamitas contra os americanos. Mas ganharam.
.
Vou fazer uma brincadeira: se um cruzador Aegis fosse atacado por 10/20 corvetas dessas, o cruzador afundaria algumas mas no final também tocaria o fundo. E as manchetes no dia seguinte: “Cruzador Aegis afundado”. É a política das formigas.
.
A missão dessas corvetas é saturar a superfície de todo o Mar da China Meridional, e controlar do fundo do mar à estratosfera. Na prática a “política dos nove dedos” já está pronta.

Caio
Visitante
Caio

Esse tipo partidarismo tolo, sempre ajudou muito o Brasil! Só que não.

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

“Quantidade é qualidade. E regimes de esquerda não ligam muito para perdas, basta ver as perdas soviéticas contra os nazistas, e as norte-vietnamitas contra os americanos. Mas ganharam”.

Amigo,eles estão se preparando para uma guerra,para invadir até países,você acha que eles irão construir navios para serem afundados ao primeiro ataque inimigo?!

Eles estão jogando pesado,eles querem controlar o mar do sul da China,eles querem expandir sua navegação para outros continentes,brincar é a última coisa que farão.

Levaram uma surra e foram humilhados pelos japoneses cretinos na WW2,eles não irão deixar isso acontecer novamente,da próxima vez poderá ser o japão a se ajoelhar.

.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

“Nove Dedos”… pelo jeito Você deseja a mesma má sorte para a China como tivemos aqui no Brasil, onde o “Nove Dedos” roubou tudo… ops… quase tudo… sobraram algumas moedinhas em cima da mesa pois “O Cara”… tinha nove dedos.

Mattos
Visitante
Mattos

Não sei se a qualidade está no mesmo patamar do que a quantidade.

Mattos
Visitante
Mattos

Trocentos mil na mão de obra com um salário pífio, fica fácil contruir em quantidade. Não tem sindicato, mimimi, INSS e outras mumunhas mais.

Marcos matos
Visitante
Marcos matos

Verdade mas parece que aqui tem muitos que preferem fingir não ver esse fato.

J-20
Visitante
J-20

Meu avô, ex-professor do ginásio na China: cerca de 500 dólares de aposentadoria e tendo sua casa financiada pelo governo.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

500 dólares equivale a R$ 2.045,00 (dois mil e quarenta e cinco reais) – com o dólar a 4,09. No Brasil, de cada três aposentados, dois ganham um salário mínimo (R$ 1.039,00).

Esteves
Visitante
Esteves

Não tinha. Agora tem. Menos sindicato.

Machado
Visitante
Machado

O trabalhador chinês ganha mais do que trabalhador latino americano e africano

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Amigo você está desatualizado. O salário mínimo em Xangai é de 370 dólares, ou seja R$ 1.480,00 (mil quatrocentos e oitenta reais) considerando o dólar a 4,00 reais.
O salário do chineses triplicou de 2005 para 2016 de US$ 1,20 para US$ 3,60 por hora……… NO BRASIL o salário minimo para 2020 é R$ 1.039,00 equivale ao preço de R$ 4,72 por hora trabalhada, ou seja 1,15 dólares ( EM 2005 o salário dos chineses já era maior do que o dos brasileiros em 2020). PORTANTO, vamos parar com essa estorinha norte-americana de que os chineses pagam mal aos empregados.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

O verdadeiro diferêncial lá e que quando se paga imposto ele não passa as vezes de 20%do valor da mercadoria ou serviço. Aqui no Brasil, se der mole, 20% e o valor do produto e aerviço enquanto que 80% e imposto.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Então o problema está no Brasil, e não na China. Aliás o salário deles é melhor que o nosso. INSS? Aposentadoria fuleira que rende menos que a poupança? Faça graça!

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Vendo esta corveta de 1500 t(71 unidades e nós pelejando pra começar a primeira de 4 , é pra deprimir viu) e as Buyan russas de 949 t a baba escorre pela boca viu. Onde se leva defesa a sério sem megalomania e com administração séria é outra coisa.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

O Dragão esta rugindo…

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

Dracarys…

Delfim
Visitante
Delfim

A China está com uma Marinha plenamente capaz de ocupar todo o Mar da China Meridional, e de colocar o Oceano Índico em xeque.
Mais um pouco e o Índico estará dominado, e as rotas de bens e matérias-primas com o Oriente Médio e África estarão asseguradas.
.
Sun Tzu partia da premissa de que é melhor vencer a guerra antes mesmo de desembainhar a espada; melhor ainda, vencer o inimigo sem desembainhá-la.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Então, se o Iran tivesse lido Sun Tzu, estariam em melhor situação militar. Compravam material de defesa moderno Russo e Chines para dividir e dificultar embargos, investia em tecnologia de misseis de Cruzeiro e energia nuclear civil e ficava pianinho. Quando o missil estivesse pronto, partia para as armas nucleares. Missil pronto, forças armadas modernas e de dificil embargo e se forem grandes, segura a ponta ate a bomba estar pronta.

Negil
Visitante
Negil

Presence of US and allies since a decade or so ago in South China sea prompted this overdrive. Possibly presence of Chinese dominance will similarly prompt Indian overdrive in the coming years. As china waited to get its economy rolling , same is being done by India but obviously handicapped by democratic rule by some extent. As of now 30+ new types/variants of missiles including cruise, ballistic , quasi-ballistic , hypersonic ( Ramjet , dual mode Ramjet/Scramjet ) are either under development or in testing . ( Not including long range ballistic missiles for nuclear delivery ) All are for… Read more »

Elden Degen
Visitante

O Brasil poderia no futuro optar por construir Corvetas similares em deslocamento como essas de baixo valor de construção em grande escala, já que as Tamandares foram renomeadas de Fragatas Leves. Mesmo assim, prefiro mais Subs Classe Riachuelo.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

De certo modo já construiu, Elden. A classe Inhaúma, construída nos anos 80/90 tem deslocamento carregado de quase 2000 toneladas (500 a mais do que essa corveta chinesa), e mesmo assim, com a experiência dos primeiros anos de operações, mostrou-se menor do que o necessário para atender às necessidades da Marinha e operar eficientemente em conjunto com a Esquadra – mesmo porque o cenário original em que foram concebidas foi mudando conforme acabou a Guerra Fria. Daí veio a Barroso, de porte um pouco maior, já perto das 2500 toneladas. Ou seja, menos do que isso não atende às necessidades… Read more »

alexandre
Visitante
alexandre

71 alvos pra marinha americana.. não tem experiencia em batalhas navais…

Carlos Erthal
Visitante
Carlos Erthal

Vamos ver daqui a 15 anos como a economia chinesa vai estar suportando tais gastos militares com uma população envelhecida. Aí então opinaremos sobre o bom senso desta política.

p m
Visitante
p m

Para comparaçao o orçamento militar da China é cerca de 10x maior que o nosso. Se compararmos o que a China vem investindo com o que o Brasil vem investindo, facilmente é 100x maior.
Isso mostra como administramos mal nosso orçamento militar.

Interessante tambem comparar com os EUA, que tem um orçamento quase 3x maior que a China mas arca com forças armadas parcialmente envelhecidas e com o custo altissimo de bases espalhadas pelo mundo.

Leonardo
Visitante
Leonardo

MB satisfeita com quatro corvetas Tamandaré incrível

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Satisfeita?
Não viu matéria sobre negociações para uma quinta unidade?

Tulio Rossetto
Visitante
Tulio Rossetto

Achei que eram só 4 corvetas, fiquei preocupado.
Agora sim, com 5 corvetas nós estaremos plenamente protegidos, parabéns ao comando da Marinha!!

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Que bom, é assim que se pensa, com otimismo. Se mais pra frente encomendarem um sexto navio, você poderá se sentir mais do que plenamente protegido.

Tulio Rossetto
Visitante
Tulio Rossetto

Dai para nessas 6 unidades e acabou, aí daqui 20 anos fazem um novo programa do zero, gastando bilhões, aplicando a deusa ToT, pra fazer mais um punhado e encerrar novamente, e assim vai…

A gente reclama, faz deboche e tal, mas por dentro dá uma tristeza imensa, saber que o mundo tá mudando muito rápido e a MB tá em uma realidade paralela, apostando que nada vai acontecer conosco.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Tulio, Já se construiu mais navios do que quatro ou seis, no passado, baseados num mesmo patamar tecnológico absorvido, eventualmente acrescido de mais alguns conhecimentos para atualizar. Por exemplo, a aquisição nos anos 70 de quatro navios da classe Niterói, na Inglaterra, teve transferência de tecnologia, especialmente de construção em seções ao invés do processo anterior de subir o navio na carreira a partir da quilha. Essa e outras tecnologias foram utilizadas para construir outras duas aqui, para projetar um navio-escola baseado nelas e também para, com a soma de novos conhecimentos mais complexos de projetos (e não só de… Read more »

Esteves
Visitante
Esteves

Fernando, mestre Fernando entra em campo parecendo o time do Flamengo dos anos 1980. Ou aquele time do Milan com o Van Basten.

Não deixa dúvidas.

Parabéns por sustentar o site com esperança, conhecimento e alegria. Não faz sozinho. Tem auxílio de uma turma incrível.

Também penso que 5 ou 6 não mudam muita coisa dado o tamanho do desafio brasileiro.

Mas vamos fazendo. Sempre.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Valeu Esteves.

Mas não sustento o site não. Longe disso.

Hoje em dia só sugiro pautas, mando notícias, divido informações e documentos que eventualmente encontro com os editores. E comento com os comentadores.

Quem trabalha publicando as coisas, garimpando informações todos os dias e não só de vez em quando, o que dá um trampo gigantesco (sei, porque ajudei nisso por 8 anos) é o Galante e o Poggio. Sou só o auxiliar eventual.

R_cordeiro
Visitante
R_cordeiro

Sejam os equipamentos chinos bons ou não, uma coisa é unanimidade! Os chinas sabem fazer navios bonitos, pqp.

Miguel
Visitante
Miguel

Bonitas belonaves

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Parece que muitos não perceberam que Lançadas ao mar, não significa Operacionais.
A PLA Navy possui 41 Type 056 em operação. E 30 em diferentes estágios de construção.

Em breve passarão a Marinha russa em número de Corvetas. Atualmente a Rússia possui 79 Corvetas operacionais.

Matheus Santiago
Visitante
Matheus Santiago

Na verdade já são 43 Type 056 em serviço na PLA Navy. Esse número de 41 corvetas em operação são dados de Junho de 2018, portanto desatualizados. Embora o Ministério da Defesa da China não reconheça o comissionamento das corvetas, a própria PLAN já nomeou as corvetas e já as designou para as suas respectivas bases. Essa medida de aumentar o intervalo entre o lançamento e o comissionamento podem ter vários significados, por exemplo de acordo com o Jane’s pode estar relacionado à falta de técnicos qualificados para colocar o equipamento em funcionamento, atrasos no fornecimento de equipamentos ou uma… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Só para efeito de comparação, um único F-35C custa mais que uma dessas corvetas e o primeiro esquadrão operacional, o VFA-147, com 10 unidades já está certificado só aguardando o USS Carl Vinson retornar às atividades
após a conclusão de seu período de manutenção.

Esteves
Visitante
Esteves

Navios de combate litorâneos por 100 milhões de dólares.

Navios de combate oceânicos por 200 ou 300 milhões de dólares?

Esses caras tão de sacanagem.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Navios de combate oceânicos por 200 ou 300 milhões de dólares?”

Não, pelo menos conforme essa matéria publicada em 2017, que estimava algo entre 350 e 400 milhões.

https://www.naval.com.br/blog/2017/08/18/quanto-custa-um-navio-de-guerra-feito-na-china/

Esteves
Visitante
Esteves

A 54 é um navio de 4 mil toneladas.

Uma visão simplista pode concluir que um combatente oceânico (sem entrar no recheio) de 3.200 toneladas pouco menos ou mais pode custar então,

300 milhões de dólares. Pouco mais, pouco menos.

É muito barato. É da China. Se cumprir missão e durar 30 anos…

Bora pra China.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Esteves, não falei de preço concluído em visão simplista de um “combatente oceânico” hipotético (leia-se não existente) de 3200 toneladas da China. Falei do preço estimado de um combatente de superfície de capacidade oceânica real (leia-se existente) da China, que é de 4000 toneladas, respondendo à sua pergunta “navios de combate oceânicos por 200 ou 300 milhões de dólares?” Atualmente a China não fabrica para si fragatas menores que a Type 54H. O modelo anterior, Type 53H3, desloca cerca de 2500 toneladas, mas não é mais produzido há uns dez anos. Então fiquemos com navios reais para fazer comparações mais… Read more »

Esteves
Visitante
Esteves

É, A visão simplista é minha. Vocês explicam que não se faz conta de tonelagem, que depende se o navio é para guerra na superfície, anti-submarino, se o navio é full. As Marinhas divulgam valores de programas mas não dos contratos. Esses acordos devem conter offsets, garantias, compensações, agrados e cada país tem suas necessidades. Dentro do casamento sabe-se lá. A decisão é tomada pela disponibilidade financeira. Quanto tenho. Vou às compras com o dinheiro no bolso. Na China. No mundo ocidental precisa pensar…pensar…olhar do lado…dar uns telefonemas…bafos. Pensando como penso que chinês pensa…um combatente oceânico de superfície chinês deslocando… Read more »

Matheus Santiago
Visitante
Matheus Santiago

Ficou bravo.

Realmente há algumas inconsistências nos preços de vasos de guerra dos chineses. Por exemplo vi uma notícia que relatava a construção de um porta-aviões e sua ala aérea na China, isso ficava em torno de US$7,2 bilhões ou cerca de 50 bilhões de yuans.

O destroyer Type 055 tem um custo de 6 bilhões de yuans, ou algo em torno de US$867 milhões. Por fontes chinesas, dizem que o custo de um Type 052D é 2x mais barato do que um Type 055, isso fica em torno de 3 bilhões de yuans, ou US$434 milhões.

Esteves
Visitante
Esteves

Estaleiro europeu tem marca, tem rótulo, tem perfume. Isso carrega uns 15% no preço?

E o aço? E o alumínio? Que liga esses caras usam?

Compra uma bicicleta montada full Shimano. A minha dormia na sala. Olha uma bike chinesa montada com grupo chinês. É triste. Deprimente.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Off Topic:

Manobras agressivas entre navio americano e russo.
Acho que o russo tinha o direito de passagem…..

https://youtu.be/WJJa3ffSZ28

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Esse capitão russo ou é muito bom ou é muito louco e ele deve confiar muito na capacidade de manobra do navio e na sua tripulação para fazer o que fez.

Cerberosph
Visitante

Está vendo muito formula1, pegou o vácuo para ultrapassar.

Renan
Visitante
Renan

Em contraste com a nossa realidade
A matéria da MB seria
Marinha do Brasil lança o seu milésimo sonho (projeto).

Parabéns a marinha chinesa

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo
Esteves
Visitante
Esteves

Coloquei o xícara de café sobre a mesa. A mulher distraída ao telefone tacou o cotovelo dentro. Foi café mais café por toda a cozinha. Leio os trabalhos, teses, publicações do mundo marinheiro e acho que as análises e pensamentos são e foram feitos com a mesma semiótica de gente…experiente. São alegóricos. O Brasil potência do pré-sal O Brasil da independência nuclear O Brasil potência regional O Brasil que se tem PIB entre os 10 tem que ter Marinha entre os 10 O Brasil que se comparou com Rússia e Japão O Brasil que deseja projetar poder na Costa da… Read more »

Pavan
Visitante
Pavan

Se a Tamandaré será superior não interessa, o que interessa é que os chinas estão a anos luz a nossa frente , independente do que muitos dizem referente a o soltar pecinhas !!

CARLOS ANTONIO DE SOUZA CLIMACO JUNIOR
Visitante

Linda! Que tecnologia! Que luxo! Até biblioteca tem!!!!!

Alex Barreto Cypriano
Visitante
Alex Barreto Cypriano

A concepção artística da 056 é sensivelmente diferente do navio real (observem a proa, a parte frontal da superestrutura e o mastro).

Mgtow
Visitante
Mgtow

Os mares serão pequenos perante a monstruosa esquadra chinesa que estar por vir.