segunda-feira, agosto 15, 2022

Saab Naval

3ª Fase da Operação ‘Amazônia Azul’ tem reforço da Esquadra Brasileira

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br
NDM Bahia – G40

A Operação “Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida!” entrou na sua 3ª fase, que vai até o dia 19 de fevereiro e acontece na área marítima compreendida entre os estados do Rio de Janeiro e Pará. Durante esse período, a Esquadra Brasileira disponibiliza 9 navios e 11 aeronaves (aviões e helicópteros) para, juntamente com o Grupo de Acompanhamento e Avaliação – GAA, formado pela Marinha do Brasil, Ibama e ANP, e os coordenadores operacionais regionais, reforçar o monitoramento das áreas afetadas pelo derramamento de óleo que atingiu o litoral brasileiro, no segundo semestre do ano passado.

O Grupo-Tarefa da 3ª fase da Operação “Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida!” se dirigiu ontem em direção às regiões Norte e Nordeste do país, locais que foram mais afetados pelas manchas de óleo.

Na operação, que acontece paralelamente com a “Aspirantex” e a Operação “Verão”, esta última coordenada pelos Distritos Navais, estão envolvidos cerca de 2.900 militares, dentre eles, destacamentos de Fuzileiros Navais e de Mergulhadores de Combate, que estão distribuídos nos navios participantes, prontos para atuar na limpeza de qualquer vestígio de óleo que venha a ser encontrado durante esse período, no mar, praias, mangues e recifes.

“Em razão das características de seus meios, a Esquadra consegue contribuir com o GAA e os coordenadores regionais no monitoramento de áreas marítimas afastadas, bem como em trechos da costa cujo acesso por terra se torna mais difícil, permitindo a revisita dessas áreas anteriormente atingidas”, explica o Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Mello.

A 3ª fase da Operação “Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida!” faz parte de um esforço continuado que a Marinha do Brasil vem realizando, desde a primeira ocorrência de manchas, na contenção e neutralização dos efeitos danosos à natureza e à população. As ações voltadas para esse fim têm ocorrido em conjunto com o GAA, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, ICMBio, Polícia Federal, Petrobras, Defesa Civil, além de outros órgãos municipais, estaduais e federais, empresas e universidades.

FONTE: Marinha do Brasil

- Advertisement -

14 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulotd

Esquadra? Que esquadra? Cadê?

Dodo

1 porta helicópteros, 1 navio doca multiproposito, 3 fragatas, 1 corveta, 1 navio tanque, um navio de desembarque de carros de combate, helicópteros seahawlk e h225m da aviação naval embarcada. Essa esquadra aí

leonidas

Esquadra no termo técnico né? para treino ou desfile, em um ambiente negado a gente faz como os argentinos com o 25 de Mayo, encosta no porto e espera perder a guerra.
Afinal de que adianta ter algo se não pode garantir um minimo de escolta decente? rs

Saqaz

E quem implicaria uma negação de mar ao Brasil? Lentamente iremos reestruturar a nossa economia e por consequência nossa força, não conseguiremos ter uma força no estado da arte ao custo de uma economia fraca… Se termos “cáries” pela ameaça do Maduro for real, talvez até valesse um investimento mais pesado tirando de outras áreas (educação, saúde, infraestrutura…). Abç

Dodo

Desculpem, não canso de zoar os almirantes de sofá, me permitam: ” a baia de guanabara agora compreende o litoral nordestino” de acordo com os mesmos.

Bravo zulu a MB !!!

Kommander

E a MB não cansa de zoar o contribuinte.

Willber Rodrigues

E sobre a “identidade” do verdadeiro culpado pelo derramamento de óleo, que nunca mais teve notícia?

Cristiano de Aquino Campos

Acho que resolveram deixar para lá já que o negócio pelo jeito foi bem fora do nosso território e o culpado parece que não é quem seja facil culpar.

Douglas Targino

Muito bom, que possam ficar fazendo exercícios assim sem ter que jogar óleo no oceano e sim treinamentos reais! Aliás, a Marinha de guerra é para defender o Brasil e não o Rio.

Wellington
Saqaz

Bote com coerência nas eleições, afinal se a turma dele chega ao poder aqui ficaremos com dificuldade no tratamento dentário dentre outras coisas, mesmo sendo classe média, tal qual a própria Venezuela.

Saqaz

Vote*

Kommander

O mais impressionante é que tem gente que acredita e compartilha esse tipo de notícia sensacionalista. Maduro é um palhaço que quer apenas chamar atenção.

Mauricio Pacheco

Eu juro que não entendo, o cara acompanha um sítio de assuntos navais, só para criticar!
Vai catar coquinho!

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Estônia e Finlândia integrarão sistemas de mísseis antinavio costeiros

A Finlândia e a Estônia integrarão sua defesa antinavio costeira, o que permitirá aos países fechar o Golfo da...
Parceiro

- Advertisement -