Home Estaleiros Marinha Alemã seleciona Damen e Blohm + Voss para construção de fragatas...

Marinha Alemã seleciona Damen e Blohm + Voss para construção de fragatas MKS180

4206
19
Modelo em 3D da fragata MKS 180

O governo alemão anunciou sua intenção de selecionar a Damen como principal contratada, juntamente com os parceiros Blohm + Voss e Thales, para fornecer pelo menos quatro fragatas MKS 180 para a Marinha Alemã. O construtor naval holandês está extremamente orgulhoso e satisfeito com o resultado do processo de avaliação anunciado hoje pelo governo alemão, embora obviamente espere a aprovação do parlamento na Alemanha.

Os navios serão construídos no estaleiro Blohm + Voss em Hamburgo e em outros locais do Grupo Lürssen do norte da Alemanha. A Damen pretende construir dessa maneira, a fim de gastar cerca de 80% do investimento líquido total como valor agregado na Alemanha. O mesmo se aplica aos sistemas de aplicativos eletrônicos fornecidos pela Thales Nederland para seu próprio design. Cerca de 70% dos serviços serão prestados pela subsidiária alemã da Thales e por outros subcontratados alemães.

Com o grupo Lürssen de estaleiros da Alemanha do Norte – empresa controladora da Blohm + Voss – e o Damen Shipyards Group, a parceria se baseia em duas empresas familiares estáveis ​​que atuam com sucesso na construção naval e comercial há mais de 140 anos.

O único construtor naval na Holanda está satisfeito com esta seleção como contratante principal no projeto alemão e na divisão de trabalho entre a indústria alemã e holandesa. Para a Holanda, fornece conhecimento e experiência nacionais. Isso oferece ao governo holandês a opção, nos próximos projetos de construção naval holandesa de fragatas e submarinos, de ter esses tipos de programas estratégicos criados, projetados, gerenciados e implantados em seu próprio país.

O projeto MKS 180 contribui para garantir o poder de exportação e a auto-criação da construção naval holandesa e alemã a longo prazo. O projeto também abre perspectivas para a cooperação europeia em equipamentos de defesa.

DIVULGAÇÃO: Damen

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
10 meses atrás

Já era esperada essa decisão.
A TKMS, após entregar um navio cheio de problemas, teve sua credibilidade junto à Marinha Alemã seriamente afetada, o que resultou na escolha do estaleiro holandês (Damen), em parceria com um estaleiro menor alemão (Lurssen).
Tratam-se de licitações diferentes, para navios diferentes, mas a proposta da Damen era minha preferida para a MB, pena que foi derrotada justamente pela proposta da TKMS.
A MB deve ter suas razões…ou não.

Jack
Jack
Reply to  Rafael Oliveira
10 meses atrás

Oi Rafael, saberia dizer com ficará a intenção da Marinha de saltar da Tamandaré para o novíssimo projeto MEKO A-400? Continua ou ficou só na vontade?

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Jack
10 meses atrás

Eu não tenho nenhuma informação privilegiada, mas acho quase impossível a MB pular para a MEKO-400.
– Falta de dinheiro.
– Outros estaleiros questionariam o ato, alegando necessidade de licitação.
Mas a MB adora sonhar, então ela pode ainda estar sonhando com isso, mesmo que seja irrealizável.

DinoZoff
DinoZoff
Reply to  Rafael Oliveira
10 meses atrás

Os Famosos devaneios de uma noite de verão da MB, pelo menos dessa vez estão sonhando sem meter pau no dinheiro.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Rafael Oliveira
10 meses atrás

também torcia pela Damen, mas hj já superei

DinoZoff
DinoZoff
Reply to  Rafael Oliveira
10 meses atrás

Legal, os Alemães vendem para nós, e compram do concorrente de nossa licitação para eles kkkk, e a MB ainda acha que fez um grande negócio kkkkkkkk!

Renan
Renan
Reply to  DinoZoff
10 meses atrás

mas o que estava sendo selecionado era corvetas/fragatas leves e não fragatas pesadas. quando chegar a vez de fragatas pesadas vamos verr como será desenrolado. a meko a100 e 200 são ótimas. quando chegar em um mais avançado podemos tb escolher as holandesas ou até inglesas. uma coisa não elimina a outra. se a alemanha escolheu da holanda por já ter uma interação de tecnologia, pq n poderíamos fazer igual quando chegar a hora? ademais, não vejo sonho nenhum, vcs fazem avaliação de curto prazo tendo em vista a economia de ontem e não de amanhã. O BR não vai… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
10 meses atrás

Poderiam colocar mais 4 na conta da MB?

Quanto vá custar a unidade? Com quais equipamentos?

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
10 meses atrás

Feitas no Guarujá na Wilson Sons Estaleiro.

Luís Henrique
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
10 meses atrás

U$ 1,25 bi cada uma.
Serão 4,5 bi de Euros ou 5 bi de dólares por 4 unidades.

Jadson Cabral
Jadson Cabral
10 meses atrás

Brinquede de rico. Sentemos chupando dedo a observar

Adriano RA
Adriano RA
10 meses atrás

Seria interessante uma comparação com os chineses Type 055, que estão começando a sair do forno.

rommelqe
rommelqe
10 meses atrás

MKS 180 Principais Características

Comprimento: aproximadamente 155 metros na linha d’água
Deslocamento: máximo de 9.000 toneladas
Alojamento: 110 tripulantes, 70 passageiros
Resistência operacional: 24 meses
Área de atuação: mundial
Classe de gelo: 1C / E1 para áreas marítimas com formação de gelo
Vida de serviço: 30 anos

Tutu
10 meses atrás

Questionamento da noite para os alemães.
Do que adianta encomendar fragatas de mais de 1 Bilhão de euros cada e não consegui manter operando depois?

Alois
Reply to  Tutu
10 meses atrás

Trata-se de um belo navio, com grande capacidade de dissuasão, parece que a Alemanha esta aceitando as pressões do Donald Trump que a meses esta pedindo aos membros da OTAN, para aumentarem os gastos com defesa.
Esta saindo o processo de compra para helicópteros pesados, agora como falou o Tutu, cabe ver se eles conseguem manter.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Alois
10 meses atrás

“ parece que a Alemanha esta aceitando as pressões do Donald Trump que a meses esta pedindo aos membros da OTAN, para aumentarem os gastos com defesa“

O processo da Alemanha de planejar, especificar e selecionar os construtores desses navios tem muito mais do que alguns meses.

Aliás, vem desde antes da própria eleição do Trump nos EUA, então fica meio difícil fazer essa relação de causa e efeito com o programa alemão.

A única coisa que aconteceu de diferente no processo, após a eleição de Trump, foi a intenção de aumentar de 4 para 6 navios, informada em 2017.

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Alois
10 meses atrás

“Trata-se de um belo navio, com grande capacidade de dissuasão, parece que a Alemanha esta aceitando as pressões do Donald Trump que a meses esta pedindo aos membros da OTAN, para aumentarem os gastos com defesa.”
Não poderia ser uma conclusão mais incorrecta e sinceramente…. já la vão uns meses desde que tinha paciência para explicar porque.

Ricardo
Ricardo
10 meses atrás

Sobre o navio q foi devolvido, o q aconteceu ou está acontecendo com ele? Vão reparar e mandar para novos teste? Irão desmontar?

Bavarian Lion
9 meses atrás

A decisão não foi técnica, foi política mas sem prejuízo ao aspecto técnico.

No fim, todas as empresas são da TKMS. Então tá tudo na Alemanha, porém gerando alguns empregos na Holanda.