Home Asas Rotativas Marinha do Brasil recebe primeiro helicóptero UH-17

Marinha do Brasil recebe primeiro helicóptero UH-17

9607
78
O primeiro UH-17 (H-135) da MB

A primeira das três aeronaves UH-17 foi transferida para o Comando de Operações Navais na sexta-feira (28), em cerimônia realizada no heliponto da Base Naval do Rio de Janeiro.

As aeronaves biturbinas leves, modelo H-135 da Airbus Helicopters, foram adquiridas junto à empresa Helibras.

Os UH-17 operam em períodos diurnos ou noturnos, sob condições de voo visual ou por instrumentos.

A transferência para o setor operativo representa a renovação e ampliação de capacidades da Aviação Naval, em especial em proveito das operações aéreas na Antártica.

FONTE: Marinha do Brasil

78
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
59 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
40 Comment authors
GiovanniFabio MayerCaloroednardo curiscoLeandro 27 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Vagner Luiz
Visitante
Vagner Luiz

De grão em grão a galinha enche o papo.
Devagarinho a Marinha vai se modernizando!
Devagar e sempre!

Mauricio R.
Visitante

A MB poderia ser mais ética e transparente, rasgar seu próprio edital pra dirigir uma seleção, não pega bem.
Os fins, não justificam os meios.
E não pense que FAB (qualquer coisa que a Embraer participe) ou EB (Sisfron), estão isentos disso.

ednardo curisco
Visitante
ednardo curisco

sempre devagar, para ser mais exato

Pablo
Visitante
Pablo

Esse helicóptero é muito bem vindo, pois os esquilos estão muito desgastados após décadas de serviços muito bem prestados!

Mauricio R.
Visitante

Depois do só pode se for Embraer, só pode se for:

a) francês,

b) Airbus Helicopters

Vitor
Visitante
Vitor

Esse Heli tem alguma modificação militar ou é igual a uma versão civil ?

Luiz Floriano Alves
Visitante

Vitor
A MB só adquire aeronaves militares. Não tem sentido comprar helis do tipo civil. Se vai usar na Antártida terá sistemas eletrônicos avançados. Abço.

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Tá por fora…

Maurício Veiga
Visitante

Vitor, é a versão civil com algumas modificações para cumprir os requerimentos assim como as missões da MB!!! Abraço.

Guilherme Poggio
Editor

Isso. Assim como os Esquilos da Marinha também são aeronaves civis com mínimas modificações.

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Mais um USADO de Oportunidades do lobby de Minas Gerais.

Famoso O Melhor Usado de Todos os Tempos da Última Semana!

Pela “verba” empregada não daria pra comprar um novo, mesmo que fosse outro modelo com a mesma característica técnica?

LOBBY AIRBUS HELICÓPTERO. Apertaparafusobrás, a concessionária das Kombosas Voadoras…

rui mendes
Visitante
rui mendes

Os teus idolos do us army, têm desses mas o h145 e como gostas de dizer são dos aperta parafusos, e ainda bem, melhor que desaperta parafusos, ou ainda pior é como a maioria faz, cópia barata dos aperta parafusos, só que depois eles desapertam, em vez de apertar. Muito confuso, para ti?

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Rui não defendi nenhum helicóptero da US ARMY.

Defendo avaliação, teste, livre concorrência e planejamento. Nesse caso, os 3 usados já estavam produzidos. Cabem uma revisão e adicionar equipamentos específicos para operar na Antártida.

Portanto, nem estava aptos a operar. Não são plug and play.

Mas o contribuinte, nós aqui, estamos para favorecer os “amigos” dos Amigos.

Façam a lição de casa: teste e avaliação no ambiente que vão operar, planejem e negociem.
Pode ser usado ou novos. Mas façam a lição de casa. Sejam TRANSPARENTES.

Agora pegar 3 aparelhos que estavam a disposição e comprar sou contra.

Esteves
Visitante
Esteves

Eu não entendi.

Vamos deixar a Helibras pra lá.

A crítica é a compra de 3 helicópteros que foram colocados à disposição da MB. Não houve transparência (e talvez legalidade por conta de ausências das avaliações, testes, competição). Não houve planejamento.

Por conta das ações ou da falta das ações citadas ocorreu prejuízo ao erário público. É isso?

Mauricio R.
Visitante

O UH-72 é fabricado nos EUA, até a 51ª célula foi montado a partir kits, depois disto célula, aviônica e motorização passaram a ser fabricadas em solo norte-americano.

Xerem
Visitante
Xerem

Grozelha Vitaminada Milani voce esta enganado pela verba que a MB comprou essas tres aeronaves pouquíssimas usadas, digamos que era carro de garagem bem conservado foi uma mixaria , outra coisa e uma baita aeronave mais nos diga qual voce compraria por esse preço tres novas ?Ah quanto a Helibras a maioria aqui e no Brasil nao dizem que tem que privatizar tudo ? Foi privatizada amigo entao nao sei porque voce esta reclamando .Eu nao privatizaria nunca empresa estratégica, porem aqui nesse pais por 2 dólares vendem ate a Mae ainda mais para americanos .Outra coisa mesmo sendo a… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Serem, desculpe mas vou te abrir os olhos querido. A Helibras monta kits CKD’s da hoje (hoje porque já foi chamada de Eurocopter …) Airbus Helicopter. Tira as peças principais de um container, monta, pinta e entrega. Vou abrir pela 2a vez seus olhos. A Helibras funciona pelo Lobby da bancada mineira no Congresso e no Senado. Lobby esse atrelado a um financiamento bem CAMARA UAI do BNDES. Você acha mesmo que se a Bell, a Thales, … E outros fabricantes de helicópteros tivessem essa facilidades o Esquilo teria vendido tanto? Ou mesmo o Pather para o Exercício Brasileiro usar… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Corretor loko.

Serem não Xerem.

CAMARA não Camarada.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Se for ver por essa ótica, a EMBRAER tambem e uma montadora de aviões com a diferença que ela projeta a aeronave ou melhor dizendo escolhe quais kits colocar e onde. Já que aviónivos, radar e motores não são projetados aqui e s fabricados sob lisença e quando são fabricados aqui.

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Sim, é isso mesmo. Aviação hoje é negócio global. Na área militar pouquíssimos países tem capacidade de projetar e construir todos os sistemas que compõem uma aeronave de combate. Basicamente EUA, Rússia, França e China.

Xerem
Visitante
Xerem

A China ainda nao mais esta perto .

Xerem
Visitante
Xerem

1-Amigo Grozelha Vitaminada Milani o Esquilo e um dos 3 helicópteros mais vendidos de todos os tempos ,bancada de MG nao tem nada haver com isso ,pois as tres forças compra e modernizam todos os seus aparelhos da Eurocopter la na Helibras nao sao forçadas a nada veja o caso do Rafale e do Mig 29 a FAB bateu o pe e comprou o Griepen 2- amigo diminuiu bastantes esses kits vindo de fora, as turbinas sao fabricadas aqui em xerem tendo inclusive engenheiros brasileiros e técnicos e com peças brazucas 3_ outro exemplo sao os super puma “Caracal” da… Read more »

Xerem
Visitante
Xerem

Ah quanto a “Kombi” no inicio teve alguns problemas e foi sanado como qualquer aparelho novo , o F35 tambem tem ate hoje, o N90 idem etc e te digo uma coisa esses aparelhos sao “futucados” ate a alma por brasileiros com o código fonte 100% nas nossas mãos, vai comprar dos EUA e pedir isso para ver o que voce leva na cara .Um NAO bem grande na cara !!!

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Sobre ser usadinhos. Usado é Usado.

Virgem é virgem. Novo é novo.

Eu faria uma concorrência internacional e testaria as aeronaves, inclusive lá na Antártida onde irão de fato operar.

Não é possível que a Bell, Boeing, Sirkosky, Thales, … Não tenham a aparelhos capacitados para o que a MB necessite. Além do que, concorrência ajuda na barganha e redução de custos.

Se esses 3 fossem tão baratos e os melhores negócios, que SORTE a MBdeu, não?

Caloro
Visitante
Caloro

Vamos la. Thales não fabrica helicóptero e dentro do âmbito do Projeto UHP, todas as aeronaves foram testadas. Quando emitir opinião, fale com propriedade. Foi feito um RFI internacional no caso UHP!

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Em tempo, NÃO EXISTE fabricação de turbinas e motores aeronáuticos no Brasil.

Existem Centro de Manutenção.

Turbomeca, Rolls Royce, … não fabricam NADA no Brasil. Todas as peças de Manutenção são importadas.

Esteves
Visitante
Esteves

Groselha, A Caoa Hyundai funciona do mesmo jeito. Monta veículos. A CaoaChery também. Nós não fabricamos motores para veículos. Os que são feitos aqui são fabricados sob licença com pagamento de royalties às matrizes das montadoras. Essas empresas estão aqui para, . desenvolver os polos que se instalaram. A Toyota na RMS sustenta centenas de fornecedores. . criar postos de trabalho. . pagar impostos. . gerar aprendizado. . criar riqueza econômica. Recentemente a Fiat anunciou novo plano de expansão. Assim como a Toyota. Bilhões estão sendo investidos por bancos públicos e renúncias fiscais de governos regionais e federais com essas… Read more »

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Eu entendo o seu ponto de vista. Mas comparar o volume da indústria automobilística com a aeronáutica é covardia. A GM semana passada anunciou que nesse ano fecharia a Holden, uma empresa australiana com mais de 100 anos. A GM não consegue ter volume nas outras plantas para produzir carros com direção do lado direito (mão inglesa) para exportar para Austrália, Nova Zelândia, África do Sul. A filial da GM na Inglaterra, a Valshall foi vendida em conjunto com a Opel para o Grupo PSA. Por mais nacionalista que são os governos, a Austrália não vai salvar a Holden. Voltando… Read more »

Esteves
Visitante
Esteves

Veja, Indústria vive de volume. Volume de produção, volume de vendas. Se a indústria produz alfinetes ou tanques de guerra ela será sustentável se mantida viva. Como Itaguaí. Após os 4 ou após os 4 + 1 espera-se que as instalações sigam montando, mantendo, produzindo. Se interromperem, os 7 bilhões de euros mostrarão outro fracasso. As indústrias automotivas estão obsoletas. São indústrias decadentes. Após os modelos asiáticos dos anos 1970/80 que passaram por Lee Iacocca e a Toyota, sobrou a aritmética. Aonde não há lucro, fecha-se. A Embraer desistiu da idéia de montar helicópteros no Brasil. Mas a Embraer sustenta… Read more »

Vitor Bruno Fonseca Rodrigues
Visitante

Alguém espera mesmo que depois dos 4+1, Itaguaí construa mais alguma coisa? Base bonita, fará a manutenção dos subs (???), gordas comissões já distribuídas e ponto final.

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Erro meu!

Onde se lê Tales por favor substituir por Leonardo.

LEONARDO HELICÓPTEROS.

zézão
Visitante
zézão

Somam nada.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Paga 400 bilhoes juros pra rentista .. Vergonha não possuí Marinha grande é moderna !

Yuri
Visitante

O Brasil atualmente n paga 1 real de juros, pois desde 2014 ele tem deficit primário, ou seja, gasta mais do que arrecada e n sobra dinheiro pra pagar dívida nenhuma.

Pra isso faz rolagem, que é gerar dívida pra pagar dívida.

Buscar informação hoje em dia é fácil, só é ignorante quem quer.

Almeida
Visitante
Almeida

Rolar a dívida aumenta a dívida, ou seja, juros. Buscar informação, como você disse, é fácil. Mas entender a informação não é pra qualquer um!

Yuri
Visitante

”Pra isso faz rolagem, que é gerar dívida pra pagar dívida.”

Foi exatamente oq eu disse.

É unica opção pois n sobra dinheiro pra diminuir a dívida.

A não ser que vc queira imprimir dinheiro, dar calote ou aumentar imposto.

Yuri
Visitante

Quebraram o país, tiveram e deixaram déficits primário na casa dos 100bi desde 2014.

Não adianta chorar que tá dando dinheiro pra banco agora.

Lembrando que no período da ”bonança lulista” os bancos tiveram os maiores lucros de sua história. Banco ganha em qlqr situação.

Fabio Mayer
Visitante
Fabio Mayer

Se a política de superávits primários (que foi uma exigência do FMI para o governo FHC), tivesse sido mantida após o Brasil ter quitado a dívida com o FMI (ainda no governo Lula), provavelmente nem a reforma da previdência seria tão urgente, o país estaria pagando menos juros nominais e diminuindo a dívida pública numa razão de quase 2% ao ano, o que representaria UMA MONTANHA de dinheiro. E esses “rentistas” aos quais você se refere são de várias naturezas: a) Especuladores (sim, eles atuam nisso); b) grandes investidores, entre eles, fundos de pensão (que englobam pessoas comuns e funcionários… Read more »

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Existe algum planejamento para adquirimos mas helicópteros deste modelo?

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Não sou contra a MB ou FAB ou EB comprarem equipamentos. Nem novos e nem usados.

Sou contra falta de:

Concorrência.
Testes e Avaliação.
Planejamento.

Beserra(FN)
Visitante

Você acha que não houve avaliação ou planejamento nesta aquisição?

Adsumus

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Não acho, tenho certeza.

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

Mestre Milani,

quais modelos desta categoria voce acha que poderiam concorrer os ser melhores opções?

Fabio Mayer
Visitante
Fabio Mayer

Pronto! Então… a) O Atlântico (antigo Ocean) não seria comprado, afinal, foi compra de oportunidade; b) As fragatas Greenhalg, também não; c) Os NaPaOc Amazonas, também não; d) o NDC Bahia, também não. Somos um país com poucos recursos para a defesa, é histórico. Nossos militares têm lá seus defeitos, existem problemas estruturais, existe sim, falta de planejamento (as vezes), as há situações em que eles não perdem oportunidades e trazem benefícios para o país, estes navios que citei são importantíssimos na Marinha, cumprem missões militares e humanitárias, são capazes e ainda têm décadas de vidas úteis. Use o critério… Read more »

M65
Visitante
M65

Noto que muitos passageiros de Helicóptero saem da aeronave (ainda com à hélice funcionado) meio curvados como existisse chance de serem atingidos pelas pás. É uma recomendação do piloto , porque existe uma possibilidade de acidente? Ou é apenas um medo natural de pessoas que não são habituadas a voar nos Helis? Porque nesse último caso o barulho e velocidade das pás dariam a impressão que elas estão mais baixas e poderiam atingir o passageiro.

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Os comentários estão sumindo …. kkkk

Estranho não?

Patrocinador não gostou?

Editor não curtiu?

Voltamos a censura?

Em vez de editores temos ditadores????

kkkkkkkkkkk

Viva a liberdade de opiniões.

Juarez
Visitante
Juarez

E na sua opinião, qual fabricante/modelo seria interessante ?

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Tem que testar e avaliar na Antártida. Seja Bell, Sirkosky, Tales, … Pode até ser Russo … pode ser novo, pode ser usado. Mas tem que ter processo, planejamento e avaliação. O processo tem que ser transparente. Não foi. Airbus: Opa! Tenho 3 helicópteros semi-novos aqui. Será que a MB não se interessa ??? Fácil não. Muito fácil. * Não questiono a capacidade desse helicóptero. Questiono o processo de aquisição. Eram civis e não operavam sob as condições encontradas na Antártida. Outro dois pontos: 1) Bell Jet Ranger de instrução já estão chegando no final da vida útil. 2) Esquilos… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Acho que no lugar de Thales você queria dizer Leonardo, né?

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

LEONARDO HELICÓPTEROS

Entusiasta Militar
Visitante
Entusiasta Militar

E que venham mais uns 20 desses para substituir os jet ranger …

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

Para instrução????

Samuca cobre
Visitante
Samuca cobre

Pra tudo!!!!

Elisa
Visitante
Elisa

Reforço nas operações navais? Com 03 unidades?…

Beserra(FN)
Visitante

Sim, três helicópteros que vão basicamente mobiliários o atual navio polar é o próximo navio polar da MB, número bastante adequado.

Enes
Visitante
Enes

Elisa, as operações na antártica são bem mais operações científicas, nem tão navais assim.

Xerem
Visitante
Xerem

Eles irão para antártica minha querida nao sao para levar torpedos ou míssil anti navio nao ok ?

Guilherme Pavan
Visitante
Guilherme Pavan

É fato que nossas forças armadas tem carências enormes de tecnologias e equipamentos, mas é questão de analisar as recentes aquisições das nossas forças armadas, temos visto a construção de submarinos, a chegada de obuseiros M109 ATUALIZADOS E OPERACIONAIS, aquisição dos GRIPENS para força aérea, os helicópteros, nossas aquisições são baseadas a nível de defesa, e estes equipamentos são adquiridos REVISADOS E MODERNIZADOS, totalmente operacionais, suprindo as necessidades de defesa das nossas forças armadas, estamos longe de estar no ideal ? Sim, com certeza, principalmente com relação a defesa anti aérea, mas acredito que isso está mudando aos poucos… Teve… Read more »

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

OFF – Um turista tirou uma foto do Porto de Havana e sem saber flagrou um submarino Delfin da Marinha de Cuba! Essa é a história oficial, mas em termos de espionagem vários
“turistas” já foram flagrados mundo a fora tirando fotos de segredos militares!
https://www.forbes.com/sites/hisutton/2020/03/01/new-photo-reveals-cuban-navys-secret-submarine/#276efd5d6055

_RR_
Visitante
_RR_

Muitos acreditam que aí está o substituto do Esquilo…

Francamente, não vejo como… O Esquilo é um algo muito mais simples que o H-135. Podemos até considerar este último um substituto do bi-turbina, mas o mono…

Talvez o H-130 fosse uma opção. É ele ou… mais Esquilos…

Luiz Floriano Alves
Visitante

Compras de “oportunidade” são frequentes no Brasil. É a forma que temos para não ficarmos tão carentes de meios de combate. Ouros terceiro mundistas já ultrapassaram esta fase, como a China, ávida copiadora de helis do ocidente.

Mauricio R.
Visitante

Copiadora com ampla assistência técnica de Aerospatiale, Eurocopter e agora Airbus.
Esse papo de que a PRC copia, isto e aquilo, merece um baita de um reparo.

Lynx
Visitante
Lynx

Toda aquisição militar gera comentários pró e contra. Normal. Mas nem um nem outro deveriam emitir apaixonadas opiniões sem um mínimo de conhecimento. A aquisição desses 3 H-135 se deu através do PROANTAR, que vem a ser um órgão composto por varios ministérios e universidades, com verba própria. Logo, as prioridades desse órgão não precisam e não devem seguir as da MB. Os UH-13 que ainda fazem as missões antarticas são manutenidos com verba do PROANTAR. A avaliação de aeronaves é uma das funções da DAerM e é realizada proativamente, mesmo que não haja uma perspectiva imediata de aquisição. Compõe-se… Read more »

Samuca cobre
Visitante
Samuca cobre

Parabéns!!! Foi o melhor comentário de todos!!

Xerem
Visitante
Xerem

Exatamente isso amigo Lynx .Quanto a voce nao gostar da Helibras diga porque ?Se for por nao ter índice de nacionalização quase 100% ou nao ter um aparelho nacional oras bolas e so o governo mais as FFAA colocar $$$$ e construir um mais e a demanda ? Tera no Brasil ? A ideia que eu tenho e a seguinte porque O Brasil nao se junta aos países da AS e fabricam um helicóptero de ataque em comum barato e robustos e com a hora voo racional ? Quem dera mais vale a pena tentar o nao ja e certo… Read more »

Leandro 27
Visitante
Leandro 27

A ideia de desenvolver um helicóptero de ataque é interessante, mas não dá pra ficar só na base de ideais pois os custos envolvidos no desenvolvimento de uma aeronave são altíssimos. Quais países da América do Sul realmente teriam $$$ e comprometimento para todo o projeto?

Lynx
Visitante
Lynx

Eu disse que não gosto do favorecimento dado à Helibras. Não vi, até hoje, qualquer retorno interessante nas vantagens fiscais que ela recebe. Mas isso é opinião minha. Já quanto à qualidade dos equipamentos, não generalizo. Os He de até 5 ton da Airbus talvez sejam os melhores do mundo. Acima disso o historico recente é ruim. Tanto é que estão lançando produtos totalmente novos, como o H-175 e o H-160. Vamos ver se melhoram. Não sou nacionalista ferrenho e por isso não gostaria de ver o dinheiro dos meus impostos sendo investido no desenvolvimento de um He nacional, seja… Read more »

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

O H-135 pode ser equipado com kit H-Force?
comment image

Caloro
Visitante
Caloro

Pode sim, é um sistema modular. Já foi testado no H225M também.

Jorge Knoll
Visitante

O Brasil continua a adquirir helicópteros, em primeiro lugar que sejam produzidos aqui, a fim de continuar a viabilizar a Helibras (Eurocopter). deixando em segundo plano a real necessidade das FFAA, do seu emprego, em detrimento a avançada tecnologia empregada.
Até quando.
Agora mesmo o Egito adquiriu 50 caças SU-35 da Rússia, ao custo de U$ 2,0 Bilhões de dolares.
O Brasil com o mesmo capital, adquiriu 50 helicópteros Eurocopter.
Esse é o Brasil.

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

Mestre Knoll, o Mestre Lynx concedeu ótimas explicações… Mesmo sem este detalhamento dele, é preciso que todos entendam a enorme diferença economica de um produto feito aqui e outro comprado de prateleira. eu tambem não sei esta conta a miúde e se houver algum colega economista aqui vale a pena. Uma fração importante da grana fica circulando aqui e isto faz uma diferença enorme. Então, algo que pode a primeira vista parecer tão caro, não o é quando uma fração é amortizada em sua propria economia. Obvio que isto tem limite e é uma balança de custos e beneficios, mesmo… Read more »

Esteves
Visitante
Esteves

“2008: Na presença dos presidentes da República do Brasil e da França, assina um contrato com o Governo Federal para fornecimento de 50 helicópteros EC725 às três Forças Armadas brasileiras: Exército, Marinha e Aeronáutica.Denominada projeto H-XBR, a compra conjunta, inédita na história das Armas, é uma iniciativa de € 1,9 bilhão para a compra dos helicópteros multimissão de grande porte EC725, os quais serão fabricados no Brasil e com até 50% de conteúdo nacional agregado, além da garantia de transferência de tecnologia.” Mestre Carvalho, Reserva de mercado teve seu tempo. O mundo globalizou. . Esse negócio de 2 bilhões de… Read more »

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

Eu acho esse monopólio da Helibrás ruim,seria bom ter outro grande fornecedor de renome no mercado de helicópteros no Brasil,Agusta-Westland(Leonardo),Sikorsky( Lockheed-Martin) ,Bell,Boeing seja lá que nacionalidade for…

Anos atrás a EMBRAER ensaiou um namoro com a Agusta-Westland mas deu para trás, a intenção era a fabricação do AW-139,AW-189 e AW-149.

Quais helicópteros seriam da mesma categoria do H-135?

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

comment image

AW-139

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

comment image

AW-189

ADRIANO MADUREIRA
Visitante
ADRIANO MADUREIRA

comment image

AW-149

Giovanni
Visitante
Giovanni

Boa aquisição e se der certo espero que troquem todos os Esquilos mono e bi, assim como os Bell. Padronizar a frota com aeronaves que podem ser montadas no Brasil, é bem relevante. Só queria que fosse algo mais rápido. Apenas 3 aeronaves de encomenda é muito pouco. Deveriam ser umas 70 ou 80 que equipariam os esquadrões existentes de instrução e operativos, abrindo caminho para algum aumento real da força. Não estou louco. Seriam 24 na instrução e uns 48 para dividir em 6 esquadrões utilitários já existentes. Com a entrada em serviço de mais alguns esquadrões teria que… Read more »