Home Filme Há 30 anos era lançado o filme ‘Caçada ao Outubro Vermelho’

Há 30 anos era lançado o filme ‘Caçada ao Outubro Vermelho’

5085
80

Em 2 de março de 1990 estreava o filme “The Hunt for Red October” (“Caçada ao Outubro Vermelho”), baseado no romance de Tom Clancy publicado pela USNIBooks.

O US Naval Institute nunca publicara um livro de ficção, mas decidiu apostar no desconhecido Clancy, que trabalhava como agente de seguros na época.

“Caçada ao Outubro Vermelho” foi dirigido por John McTiernan, com roteiro de Larry Ferguson e Donald Stewart.

A trama se passa nos últimos anos da Guerra Fria e gira em torno do capitão de um submarino russo que pretende desertar para os EUA levando junto seus oficiais e o mais avançado navio da Marinha Soviética.

O agente Jack Ryan da CIA  é o único que percebe as suas intenções e luta para provar a sua teoria antes que um confronto entre a marinha russa e americana saia de controle.

“Caçada ao Outubro Vermelho” seria o primeiro de uma série de filmes com Jack Ryan, depois interpretado por Harrison Ford, Ben Affleck e Chris Pine.

Roteiro

O Outubro Vermelho na cena de abertura

Novembro de 1984. O capitão de marinha soviética Marko Ramius (Sean Connery) comanda o Outubro Vermelho, um novo submarino da classe Typhoon, equipado com uma “lagarta”, um revolucionário sistema de propulsão que o torna indetectável ao sonar.

O navio dirige-se para o Atlântico Norte, de forma a conduzir exercícios militares com o submarino V. K. Konovalov, comandado pelo antigo aluno de Ramius, o capitão Tupolev (Stellan Skarsgard). Já em alto mar, Ramius mata em segredo o oficial político Ivan Putin (Peter Firth) e comunica falsamente à tripulação que o navio fará testes de mísseis ao largo dos EUA, refugiando-se em seguida em Cuba.

Na manhã seguinte, o analista da CIA e ex-Marine Jack Ryan (Alec Baldwin) reúne-se com o vice-almirante James Greer (James Earl Jones) e informa o departamento de defesa dos EUA acerca do Outubro Vermelho e como este, sendo indetectável, pode atacar os EUA sem qualquer aviso.

As altas patentes militares são informadas de que a quase totalidade da frota soviética foi destacada para caçar o Outubro Vermelho, informando que Ramius tenciona lançar os seus mísseis contra os Estados Unidos.

Ryan, por seu turno, considera que Ramius planeja desertar, não tendo outra opção senão encontrar-se com o submarino USS Dallas para comprovar a sua teoria. Tupolev continua no encalço e apesar de não conseguir perceber ao certo onde se encontra o Outubro Vermelho, adivinha o seu percurso e tenta interceptá-lo.

Enquanto o Outubro Vermelho realiza manobras arriscadas num desfiladeiro submarino, a “lagarta” falha, sabotada por um membro da tripulação. O oficial de comunicações do Dallas, Ronald Jones (Courtney B. Vance), consegue descobrir o Outubro Vermelho através de técnicas de hidroacústica e intercepta o navio soviético.

Ryan consegue chegar ao USS Dallas após uma perigosa manobra de embarque, e convence o comandante do submarino americano, Bart Mancuso (Scott Glenn) a contactar o capitão Ramius e perceber as suas intenções.

O USS Dallas no filme Caçada ao Outubro Vermelho. Nas filmagens usaram o USS Bremerton da mesma classe Los Angeles

O embaixador soviético nos EUA informa o governo americano que Ramius é um renegado e pede ajuda para afundar o seu navio. As ordens são enviadas para toda a frota americana, incluindo o USS Dallas. Ryan, no entanto, está convencido que Ramius irá desertar e convence o capitão Mancuso a oferecer ajuda.

Ramius está surprendido com o fato dos americanos terem adivinhado as suas intenções, e simula uma emergência com um dos reatores para provocar a evacuação do navio. Ao largo, uma fragata dos EUA informa ao Outubro Vermelho  que irá abordá-lo, ameaçando disparar. Ramius informa a tripulação em fuga que irá submergir e afundar a fragata americana.

Enquanto isso, Ryan, Mancuso e Jones abordam em segredo o navio soviético através de um submarino de resgate. Ramius pede-lhes asilo político para ele e para os seus oficiais.

Subitamente, o Konovalov ataca, tendo descoberto a localização do navio. Enquanto ambos os submarinos manobram, Loginov, um dos cozinheiros da tripulação do Outubro Vermelho e na verdade um agente da GRU disfarçado, abre fogo sobre Ramius e a tripulação, ferindo mortalmente o imediato Vasily Borodin (Sam Neill), antes de se esconder na seção de mísseis nucleares. Após ferir Ramius, Loginov é morto por Ryan enquanto tentava provocar uma detonação.

Konovalov é destruído pelo seu próprio torpedo, após uma série de manobras evasivas com a ajuda do Dallas. Ao verem a explosão, e sem saberem do outro submarino russo, a tripulação do Outubro Vermelho crê que Ramius auto-destruiu o próprio navio para evitar ser abordado.

Tendo conseguido passar despercebidos, Ryan e Ramius direcionam o Outubro Vermelho para o rio Penobscot, no Maine. Ramius admite que decidiu desertar quando viu pela primeira vez os planos do navio  desenhado única e exclusivamente para começar uma guerra – afirmando que seria incapaz de apoiar tal ação. No topo do convés, Ramius cita Cristóvão Colombo. Ryan responde: “Bem-vindo ao novo mundo.”.

Subscribe
Notify of
guest
80 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

“Russians don’t take a dump without a plan. And senior captains don’t start something this dangerous without having thought the matter through”.
[ Admiral Josh Painter]
comment image

Ayron
Ayron
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Russo hoje em dia só serve para vender equipamento para ser abatido por Israel e agora os Turcos.
Risos

Rafael
Rafael
Reply to  Ayron
2 meses atrás

kkkkkk vdd, tão apanhando q nem puta de cafetão. Mas as paquitas do Putin já deram deslike no teu comentário.

Luis Felipe
Luis Felipe
Reply to  Ayron
2 meses atrás

A Turquia está perdendo, e muito, para o exército sírio no momento. Tanto que o Erdogan foi para Moscou se encontrar com o Putin pedir arrego. Vá se informar antes, sabichão.

José Carlos David
José Carlos David
2 meses atrás

Um filme espetacular.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

https://i.postimg.cc/SKfFjDmY/HUNT_FOR_RED_OCTOBER-_RICHARD_JORDAN-_RAISE_TITANIC-5.png

Mr. Ambassador, you have nearly a hundred naval vessels operating in the North Atlantic right now. Your aircraft has dropped enough sonar buoys so that a man could walk from Greenland to Iceland to Scotland without getting his feet wet. Now, shall we dispense with the bull?

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
2 meses atrás

Esse filme junto com “Maré Vermelha” são espetaculares. O livro do Tom Clancy é melhor ainda! Tenho os dois DVDs e assisto se vez em quando!

Para quem é do Rio de Janeiro, assisti “Caçada ao Outubro Vermelho” no Cine Metro BoaVista, na Cinelândia, o qual, para mim, era o melhor cinema de rua do Rio, até aparecer a invasão das Salas Cinemark e Kinoplex e acabar com as Salas de bairros, quase todas, infelizmente, viraram Igrejas Evangélicas! (Nada contra as Igrejas, ok?)

Douglas Falcão
Douglas Falcão
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

A tela do Metro Boavista era tão envolvente que movíamos a cabeça para os lados para acompanhar a cena.. O som era TOP também para a época. Mas não foi só as redes de shopping que contribuíram para o encerramento, a violência na cidade acabou com a circulação nas ruas na maioria dos bairros… Uma pena…

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Douglas Falcão
2 meses atrás

Sim, Douglas! Lembra das cortinas que se abriam na hora dos trailers começarem?

Douglas Falcão
Douglas Falcão
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Lembro… e a inclinação do chão era enorme. Melhor cinema da época. Dependendo do horário, esticava em algum restaurante na Cinelândia após o filme. Tinha um com o teto em curva, onde eu sempre pedia uma lasanha, não raro, com meu pai. A sala do Cinema ainda existe.

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Douglas Falcão
2 meses atrás

Esse cinema era o que dava pra ver o filme até do banheiro?

Eu lembro de ter ido em um na Cinelândia (acho que era na Rua Senador Dantas mas não tenho certeza) que através de um jogo de espelhos vc não perdia o filme mesmo indo ao banheiro, era fantástico.

Eu, infelizmente, não vi esse filme no cinema mas vi quando lançou em VHS (que coisa velha kkkkk). Muito bom.

cerberosph
Reply to  Douglas Falcão
2 meses atrás

Não foi a violência, veja meu comentário acima.

M65
M65
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Vdd no que diz respeito aos grandes cinemas que reinaram até a década de 80. Eu cinéfilo e consumidor de filmes de ação, por vezes assistia no Rio, mas morava em Niterói. Acho q hj só foi preservado um no Passeio da capital fluminense. O resto virou templo ou foi demolido.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  M65
2 meses atrás

Saudades dos antigos cinemas de rua, alguns eram gigantes, com telas enormes, que fazem facilmente 4 juntas dos cinemas de shopping de hoje.
Assisti, com meu falecido pai, Alien o 8º Passageiro num cinema de tela gigante no RS.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  M65
2 meses atrás

M65, então deves lembrar daqueles cinemas nas galerias ali da Moreira César em Niterói. Assisti alguns bons filmes naqueles cinemas, Memphis Belle, Stalingrado, Exterminador do Futuro II e acho que meu último por ali foi o primeiro Matrix (e único decente, diga-se de passagem).

Infelizmente não sobrou nenhum.

Tomcat4.0
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Dois excelentes filmes. Assisti ao U-571 esta semana (é de 2000) bacana tbm. Rapaz os camaradas dos subs. da época da segunda guerra eram corajosos viu, não q os de agora não sejam mas os submarinos evoluíram exponencialmente .

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Tomcat4.0
2 meses atrás

Bem lembrado Tomcat4.0, esqueci do U-571, aquelas explosões no meu home Thearter
fazia minha esposa brigar comigo para abaixar o volume!!!! kkkkkk

Fernando Vieira
Reply to  Tomcat4.0
2 meses atrás

Já viu Das boot? Tem na Netflix é excelente filme de submarinos da segunda guerra

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Fernando Vieira
2 meses atrás

É o melhor de todos disparado. E quem tiver estômago e paciência, deveria ver a versão mini-série dele.

Tomcat4.0
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Aqui em BH eu curtia o Paladium(virou teatro) , o cine Brasil primeiro que fui levado por minha mãe pra ver o Batman com Michael Kiton(centro cultural agora) e o Acaiaca onde assisti Alien 3 (havia virado Igreja Universal ,assim como uns outros no centro de BH).

cerberosph
Reply to  Marcelo Andrade
2 meses atrás

Gostava de ir nos cinemas do centro, cinemas gigantes, Me lembro quando chegaram os cinemas multi alguma coisa nos shoppings, chegaram promovendo dumping. Na época ganhei um ingresso para assistir o independece day no cinema do bairro e fui rever, pois já tendo visto o mesmo na telona do centro, lá vi um grupo de adolescentes, pouca coisa mais nova que eu, comentando: vamos assistir no Iguatemi, pelo mesmo preço é melhor assistir no shopping, e olha que eles teriam de pagar a passagem do ônibus e a sala não era tão melhor. Na mesma hora pensei: vocês vão ver… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  cerberosph
2 meses atrás

Bem lembrado carberosph…o preço! O cinema atual de shopping virou luxo, com entradas absurdamente caras, pipocas absurdamente caras, tudo caríssimo. Porém, ainda que absurdas essas entradas são justificadas, pois os alugueis e taxas para se ter um comércio dentro de um shopping são também caríssimas. É de se pensar se os shoppings são feitos de ouro. Em São Paulo, certa vez, fui saber quanto era a despesa de aluguel etc, para a menor sala no shopping Raposo (detalhe: este shopping é considerado popular (dos pobres)), quase cai para trás, só para ter direito a alugar teria que pagar umas luvas… Read more »

Zorann
Zorann
2 meses atrás

Para quem gosta dos filmes de “jack Ryan”. Pode assistir:

Caçada ao outubro vermelho – Alec Baldwin
Jogos patrióticos – Harrison Ford
Perigo real e Imediato – Harrison Ford
A soma de todos os medos – Ben Affleck
Operação sombra: jack Ryan – Chris Pine

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Zorann
2 meses atrás

Acrescento a série Jack Ryan, do Prime Video (Amazon) com John Krasinski.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Rafael Oliveira
2 meses atrás

A série me surpreendeu de tão boa. Espero que chegue logo a nova temporada.

Taso
Taso
Reply to  Zorann
2 meses atrás

Tem uma série nova da amazon, muito boa também “Jack Ryan”. 1ª temporada é uma caçada a um terrorista, fotografia muito boa. Já a segunda se passa na Venezuela. Fica a dica.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Zorann
2 meses atrás

Show de bola esta lista!!! Assiti a todos!!! O que mais me marcou foi a cena do atentado em “Perigo Real e Imediato” Dizem que ficou tão real que o Serviço Secreto e a CIA usaram a cena para treinar um ataque desse tipo ao Presidente dos EUA.

Carlos Eduardo Oliveira
Carlos Eduardo Oliveira
Reply to  Zorann
2 meses atrás

Dos cinco filmes, o melhor é o Perigo Real e Imediato.
Excelente filme, mas foi fracasso de bilheteria.
O cinema estava quase vazio quando assisti.

Renato
Renato
2 meses atrás

A coisa tá feia.
Apelando até pra filme para poder ter assunto?
Falta de matéria de maior relevância?

Diogo
Diogo
Reply to  Renato
2 meses atrás

Filme icônico, tema de diversas matérias em sites e blogs militares… feia é a sua falta de educação…

Renato
Renato
Reply to  Diogo
2 meses atrás

Em vez de perder tempo com um enredo surreal que nunca acontecerá, que tal voltarmos para realidade e tentar saber se a assinatura de construção das corvetas vai acontecer este mês ou vai virar mais uma novela?

Bosco
Bosco
Reply to  Renato
2 meses atrás

Renato,
A missão da Trilogia é “desenvolver uma mentalidade de Defesa no Brasil” e isso passa inclusive por analisar filmes com temas conexos. Esse filme conta um pouco sobre a Guerra Fria e estimula o entendimento sobre sistemas de armas. Mesmo que ficcional ele se presta à missão divulgada.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Algumas pessoas tem a mente limitada Bosco ! Defesa não abrange somente a vida real, também a literatura e o cinema… Dizer que a trilogia está apelando e por falta de matéria está publicando uma matéria sobre filme,é não saber o valor da obra cinematográfica e literária. Tom Clancy se tornou o autor favorito dos militares dos Estados Unidos,alguns de seus livros até mesmo se tornaram leitura obrigatória em academias militares dos EUA,um livro que vendeu mais de 5 milhões de cópias. O filme rendeu USD 17 milhões na primeira semana de estreia,foi o 6º filme de maior bilheteria do… Read more »

Valter Sales
Valter Sales
Reply to  Renato
2 meses atrás

Data marcada para amanhã. Só não sei aonde. deve estar no site da MB ou da emgepron.

Jeff
Jeff
Reply to  Renato
2 meses atrás

Você pode ir pra outros sites, tipo Carta Capital. É mais o seu nível.

sagaz
sagaz
Reply to  Renato
2 meses atrás

Não gosta não leia… Você vive no Brasil, você é livre!

M65
M65
2 meses atrás

Assisti na época no Cinema Icaraí em Niterói. Se não retrata a fielmente a vida a borfo de um sub (lagartas, …)como o filme Barco, inferno no mar, o Caçada é um ótimo filme de suspense .

Ozawa
Ozawa
2 meses atrás

“Das Boot”, o filme, atinge a profundidade máxima da literatura homônima de Lothar-Günther Buchheim … Uma obra-prima baseada em outra …

“Caçada ao Outubro Vermelho”, o filme, não mergulha sequer à profundidade de periscópio da literatura homônima de Tom Clancy, nem com Sean Connery e Alec Baldwin como lastros … Apenas um bom filme baseado em uma obra-prima …

Emerson Gabriel
Emerson Gabriel
Reply to  Ozawa
2 meses atrás

Almirante, raramente um filme fica melhor que o livro, mas não deixam de ter seu valor.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Emerson Gabriel
2 meses atrás

Cada um com sua opinião.
A meu ver este filme cai na categoria de um ótimo filme de guerra.

Zorann
Zorann
Reply to  Ozawa
2 meses atrás

Das Boot de 1981 (209 minutos), que também teve uma versão de edição mais longa em minissérie de 1985 (300 minutos), é com certeza o melhor filme sobre submarinos já feito. Não só pelo drama das tripulações mostrado no filme, mas pelas sequências filmadas dentro do submarino, em um mock-up muito bem detalhado. as cenas em La Rochelle são de arrepiar.

Está disponível na Netflix para quem nunca viu. vale a pena assistir.

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Zorann
2 meses atrás

Sempre que possível destaco o Das Boot, o melhor de todos, confirmado por submarinistas brasileiros como o mais realista. Lembro que no DVD da versão do diretor tem uma série de 6 documentários, procurando por das boot documentary pode encontrar no YT um deles Das Boot Documentary – Captain’s Tour Inside The Boat e em alemão Das Boot – Making of mas vc pode ver as maquetes e o sistema que simulava o temporal que eles enfrentaram no mar, além de um pequeno video Featurette: Das Boot (Original DVD Making Of).

ednardo curisco
ednardo curisco
Reply to  Ozawa
2 meses atrás

revi ‘das boot’ mês passado.

caracas… dá para sentir até a catinga do suor dos tripulantes

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  ednardo curisco
2 meses atrás

Amigo, graças a Deus o realismo não chega a esse nível, rs. Nunca vou esquecer do grito Alaaarmmm!!!!! ecoando no cinema.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Ozawa
2 meses atrás

Gosto tanto de Das Boot que um dia, andando pelo centro do Rio fui atraído, como sempre, para dentro de um sebo. Ao checar uma pilha de livros, vi um que me interessou bastante. ‘Eu sou Spock,’ a autobiografia do Leonard Nimoy. Como trekkie, para mim era impensável passar essa oportunidade em branco e imediatamente peguei o livro. O livro imediatamente embaixo dessa na pilha era ‘Das Boot.’ edição pocket publicada em 1981 (quando novo, valendo 12.80 Deutsch Marks!) em alemão. Como eu já queria aprender alemão, não tive dúvidas. Com a grana curta no bolso, o ‘Das Boot’ por… Read more »

Melkor
Melkor
2 meses atrás

Eu li que o usaram o USS Houston para representar o USS Dallas.

Dalton
Dalton
Reply to  Melkor
2 meses atrás

O então USS Dallas era um submarino baseado no Atlântico, onde se passa a história, mais precisamente em Groton Connecticut, mas, as filmagens foram feitas na costa oeste então embora outros dois submarinos também baseados em San Diego tenham sido utilizados para filmagens em 1989, foi o então USS Houston o “ator” principal.

Dario Renato
Dario Renato
Reply to  Dalton
2 meses atrás

Caro Dalton, acrescento uma curiosidade
O submarino soviético classe Juliet K-77 foi usado durante as gravações do filme “K-19 Widowmaker” e depois transformado em um museu nos EUA.

Dalton
Dalton
Reply to  Dario Renato
2 meses atrás

Bem lembrado Dario, infelizmente durou pouco como museu pois afundou durante uma violenta tempestade e eventualmente foi desmantelado já que não era economicamente viável o conserto.

Ersn
Ersn
2 meses atrás

Os submarinos soviéticos eram bem exóticos, tinham desde monstros submarinos como os da classe Typoon até navios super automatizados e com casco de titânio além dos raríssimos reatores refrigerados a metal líquido da classe Alpha.

Bosco
Bosco
Reply to  Ersn
2 meses atrás

Ersn,
Interessante como muita das vezes os russos pensam fora da caixinha. Esses submarinos que citou ,os ekranoplanos, torpedos com propulsão nuclear provocador de tsunamis, mísseis cruise com propulsão nuclear, helicóptero Mi-24, torpedo Shkval de supercavitação, Tsar Bomb , plasma stealth, morteiro de 240 mm, morteiro automático Vasileck…
Eles são engenhosos. São conceitos bem interessantes e até imitados. Por exemplo, os americanos estavam testando um morteiro de 81 mm claramente inspirado no Vasileck, o ADIM.

Dalton
Dalton
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Porém muita coisa provou ser difícil de manter e operar como você sabe Bosco, como por exemplo casco de titânio e o “reator refrigerado a metal líquido”, nesses pontos, o pragmatismo americano superou o “exotismo”.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Os Mi 24 foram um sucesso e o Shkval surpreendeu o ocidente.

Os EUA também foram fora da caixinha em alguns casos, só que com mais $$ no bolso.

Bosco
Bosco
Reply to  Munhoz
2 meses atrás

Falando de armas exóticas russas a lista não ficaria completa sem a mais exótica de todas, o míssil SS-N-15 e SS-N-16.
Esse míssil antissubmarino é lançado por navios a partir de tubos de torpedos de 533 mm e vai à água como um torpedo e após alguns segundos ele dispara rumo aos céus em direção ao submarino inimigo.
Pode ser armado com uma ogiva nuclear e é também lançado de submarino.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Bosco
2 meses atrás

“Stealth Plasma” não existe. Esta é uma ficção, uma Frick, dos anos 90.
Tudo o resto, incluindo argamassas de 240 mm e a argamassa Vasilek.

Bosco
Bosco
2 meses atrás

Só lembrando que o sistema de propulsão tipo “lagarta” baseado na tecnologia MHD (magnetohidrodinâmica) apresentada no filme não corresponde ao sistema de propulsão descrito no livro que o inspirou.
No livro o sistema de propulsão do Outubro Vermelho era a base de jato d’água (pump-jet), como bem nos advertiu um comentarista no passado que não me recordo o nome.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
2 meses atrás

Um lindo filme.

JuggerBR
JuggerBR
2 meses atrás

Grande livro de um grande autor, os livros dele são muito bons.

Glasquis7
2 meses atrás

O mais legal é a desilusão que vc leva quando entra num submarino e se pergunta

“aonde foi parar todo aquele espaço interno que aparece nos filmes”?

KKK Os submarinos de filme são maiores que um transatlântico.

Dalton
Dalton
Reply to  Glasquis7
2 meses atrás

Depende do submarino Glasquis…quando visitei o “Nautilus” achei espaçoso ainda mais que ele tem 3 conveses ao menos em parte do comprimento, quando comparado ao “Riachuelo”, submarino museu brasileiro, isso que o “Nautilus” é relativamente pequeno quando comparado aos SSNs posteriores, então imagine um SSBN como um “Ohio” ou o russo “Typhoon”.

Glasquis7
Reply to  Dalton
2 meses atrás

Sim mas nada se compara ao espaço da sala de comando do Outubro Vermelho que aparece no filme.

Ersn
Ersn
Reply to  Dalton
2 meses atrás

Os typhoon tinham desde academia de musculação para recreação dos tripulantes.

CVN76
Reply to  Ersn
2 meses atrás

Também possuíam uma sauna e um pequeno tanque onde os tripulantes podiam dar um mergulho!!

Douglas Falcão
Douglas Falcão
Reply to  CVN76
2 meses atrás

Correto!

Matheus
Matheus
Reply to  Glasquis7
2 meses atrás

Boa observação, mas comprar o submarino museu Riachuelo com o Los Angeles do filme, é ter um diâmetro de 8 contra 10 metros. A classe Tupi tem 6,5 metros. (Fonte, Wiki)

Dalton
Dalton
Reply to  Matheus
2 meses atrás

Sim Matheus, mas, a maioria dos submarinos museus onde o público tem acesso é formada por submarinos relativamente pequenos e nos EUA, o maior é justamente o “Nautilus” então, ao menos da minha parte não tive uma “desilusão” quanto ao espaço justamente por ter visitado antes apenas submarinos menores como o “Riachuelo”. . E o “Nautilus” também é pequeno quando comparado a um “Los Angeles”, e há submarinos de ataque até maiores, a sala de torpedos de um Seawolf por exemplo é gigantesca pelo que li justamente para ser capaz de abrigar com folga 48 torpedos MK-48 e “Tomahawks” e… Read more »

ednardo curisco
ednardo curisco
2 meses atrás

1- Melhor filme sobre submarinos depois de ‘o barco, inferno no mar’ e ‘a raposa do mar’

2- O Tom Clancy escreveu esse livro depois de devorar tudo que podia em bibliotecas da marinha. Teve gente que chegou a achar que ele tinha acesso a dados confidenciais!

FERNANDO
FERNANDO
2 meses atrás

Boa época os anos 80, bons filmes, séries, documentários, programas de TV, Música.
Hoje,………………………………………………………………..
Nem merece comentário.
Saudades dos anos 80.
Não tinhamos celular, PC, ou outras tecnologias que temos hoje, mas, bastava dar uma bola de gude para a piazada, que eles faziam a festa.
Me lembro que jogavamos bola de gude, soltavamos pipa ou raia, brincavamos de política e ladrão ou pegador.
Nossa, me lembro das tardes de sábado e domingo.
Chacrinha, Os Trapalhões, Show do Esporte, Silvio Santos, etc.
Bons tempos que não voltam mais.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
2 meses atrás

Tem um filme novo de submarino chamado Fúria em Alto Mar, excelente filme e aparece até F-35

Leandro Costa
Leandro Costa
2 meses atrás

Assim como provavelmente a maioria aqui, eu assisti o filme primeiro e adorei, claro. Mas quando finalmente li o livro, achei que o filme deixou à desejar. Como filme ele é realmente muito bom, mas uma adaptação do livro merecia pelo menos uma mini-série hehehehe.

Poxa… imaginar ver a cena dos A-10 em um filme? Aquilo seria simplesmente sensacional!

Matheus Santos
Matheus Santos
2 meses atrás

1) Curiosidade: foi Ronald Reagan quem catapultou Tom Clancy. Ele era um corretor de seguros e entusiaste (como muitos de nós) em assuntos miliatres. O livro caiu na mão do POUTS e ele falou disso numa entrevista. Boom: alguém deixou de vender seguros, um livro virou filme e outros livros vieram. https://www.usnews.com/news/blogs/washington-whispers/2013/10/02/ronald-reagan-responsible-for-tom-clancys-rise 2) Pequena correção: O “Jonesy” não é oficial de comunicações. É operador de sonar, graduação de “Petty officer”. Em algum livro posterior, não lembro se “a soma de todos os medos” ou “Perigo Real e Imediato”, alguém vai conversar com o Almirante Bart Mancuso e Jonesy, já fora… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Matheus Santos
2 meses atrás

Realmente a maior parte do Ryanverse é muito boa, mesmo que em alguns livros a coisa tenha ficado um pouco exótica hehehe.

CVN76
Reply to  Matheus Santos
2 meses atrás

Outra curiosidade:

O ator que interpreta o “Jonesy”, esquecí agora o nome dele, é filho na vida real do também ator James Earl Jones que interpreta o vice-almirante James Greer.

Nicolas_RS
Nicolas_RS
2 meses atrás

Prefiro o K-19.

Bispo
Bispo
2 meses atrás

Ótimo filme, já o vi “trocentas vezes”.
Seria o “Yasen-M” o “outubro vermelho” de hoje?
Partindo para o “li em fóruns gingo”:
Dizem que os russos via feixes de “laser azul” desenvolveram tecnologia na qual seus submarinos conseguiriam literalmente “ver” debaixo d’água.
Tal tecnologia “dizem” ainda é limitada pelo alcance “das imagens”. Será….?

MGNVS
MGNVS
2 meses atrás

OFF-Topic:
Um filme tbm inspirado em Caçada ao Outubro Vermelho foi: PHANTOM – A ultima missao (2013).
So que no lugar de estar desertando o submarino na verdade esta testando uma nova arma capaz de enganar o sonar de outros submarinos e tbm de navios. Nao vou falar mais para nao dar spoillers. Tem na internet para baixar via torrent.

Tbm esta para sair nos cinemas um novo filme sobre o KURSK. Na internet ja tem um sobre o assunto, mas de enredo muito fraco.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  MGNVS
2 meses atrás

Saiu o trailer de ‘Greyhound’ baseado num livro de C.S. Forester. Parece interessante, mas aparentemente ‘Hollywoodiano’ demais, apesar de ser com Tom Hanks e ele ter ajudado no script.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Leandro Costa
2 meses atrás

Leandro
Valeu.
Vou procurar pela sinopse e ver se tem algo sobre esse filme on-line. Se for bom posto aqui para o pessoal.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  MGNVS
2 meses atrás

O trailer lembra bastante uma versão moderna de ‘The Enemy Below’ só que com uma alcatéia ao invés de apenas um submarino. Vou ver no cinema, mas ando com expectativas bem baixas, ainda mais depois do novo Midway.

Airacobra
Airacobra
2 meses atrás

Voa Dallas