Home Asas Rotativas Terceiro helicóptero ‘Wild Lynx’ da MB faz voo de aceitação

Terceiro helicóptero ‘Wild Lynx’ da MB faz voo de aceitação

4170
44

A Aeronave N-4005 realizou, no dia 4 de maio, com sucesso, seu voo de aceitação final e foi entregue pela empresa Leonardo Marconi Westland à Marinha do Brasil.

Nessa ocasião, o Setor do Material, por meio da Diretoria de Aeronáutica da Marinha, transferiu a aeronave para a Força Aeronaval, do Setor Operativo.

O Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (HA-1) conta agora com três aeronaves Wild Lynx, tendo a receber mais cinco helicópteros em futuro próximo, quando passará então a operar com o inventário final de oito aeronaves modernizadas MK-21B.

FONTE: Marinha do Brasil

Subscribe
Notify of
guest
44 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo
Fabio Araujo
8 meses atrás

Eles vão operar só no Atlântico ou vão operar em outros navios?

JACUBÃO
JACUBÃO
Reply to  Fabio Araujo
8 meses atrás

Esquadrão HA UNO embarca em escoltas a mais de 30 anos meu amigo, o problema é que não tem mais escoltas. Tudo virando sucata….

Carlos
Carlos
Reply to  Fabio Araujo
8 meses atrás

CADÊ OS DENTES . , …….?
Precisa de Novos DENTES .!

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Carlos
8 meses atrás

Carlos, vi um reportagem, não me lembro onde, em que a MB estuda a substituição dos Sea Skua. Já existe um substituto da MBDA baseado no Sea Ceptor eu acho! Alguém aqui pode confirmar?

Paulo
Paulo
8 meses atrás

Afff! Temos mais almirantes que helicópteros Wild Lynx. Não dá nem um equipamento por oficial superior. MB sendo MB.

Luiz Galvão
Luiz Galvão
Reply to  Paulo
8 meses atrás

Essa relação helicóptero x almirante é novidade para mim.

Nunca vi isso . Afffff.

Flanker56
Flanker56
Reply to  Luiz Galvão
8 meses atrás

Existem mais almirantes que esquadras na MB, infelizmente.

Flanker
Flanker
Reply to  Flanker56
8 meses atrás

Como vc é criativo no seu nick name, hein cidadão ?? Putz……

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Paulo
8 meses atrás

Que relação imbecil…

JOAO
JOAO
Reply to  Rinaldo Nery
8 meses atrás

imbecil é quem acha que 8 helicópteros possuem algum poder de dissuasão e não entendeu o comentário inicial.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  JOAO
8 meses atrás

Que comentário inicial? Imbecil sim.

igortepe
igortepe
Reply to  Rinaldo Nery
8 meses atrás

Estão sobrando Navios de Guerra modernos e das mais recentes versões.
Estão faltando oficiais para comanda-los.
É isso que o senhor quer ouvir?
Tapar o sol com a peneira.
O maior problema das forças armadas, é o excesso de contingente.
Um corte de 40% dessa galera coça saco, e sobraria dinheiro para investir em equipamentos.
Nas forças armadas, o Ministro Paulo Jegues não mexe.

Anthony
Anthony
Reply to  Rinaldo Nery
8 meses atrás

C ainda foi “bondoso” em responder… Eu nem m dou mais esse trabalho!

Deus deve gostar dos imbecis… Fez um monte deles!

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Paulo
8 meses atrás

Paulo, esses helicópteros servem à um propósito. São aeronaves embarcadas e operam em conjunto com meios de superfície da esquadra.

Quantos meios de superfície temos para podermos justificar mais do que esse número de Wild Lynx?

Paulo
Paulo
Reply to  Leandro Costa
8 meses atrás

Concordo Leandro! Pensando com essa lógica não deveríamos ter nenhum helicóptero. Quantos navios de escolta a MB realmente tem operacionais? A MB atual tá em condições piores que na época da guerra das lagostas. Infelizmente. Valeu!

Eduardo
Eduardo
Reply to  Leandro Costa
8 meses atrás

Por isso mesmo deveríamos ter mais helis, assim teria uma mínima possibilidade de, decolando do litoral ou do PH Atlântico, chegarem próximos dos alvos inimigos e lançarem mísseis. Mas…

João Bosco
João Bosco
8 meses atrás

Será que no futuro deveremos ter os Lynx Wildcat na versão naval? Sonho numa noite de outono….

Tutu
Reply to  João Bosco
8 meses atrás

Não vejo sentido nisso, nosso futuro está nos SH-16, a MB só modernizou os Lynx pq os SH-16 não podem operar nas nossas atuais escoltas.

Flanker
Flanker
Reply to  João Bosco
8 meses atrás

Na real, Lynx Wildcat não existe….o mais próximo disso são os nossos, que são Lynx dotados de vários sistemas, inclusive os motores, do Wildcat. O helicóptero que substituiu o Lynx nas linhas de produção se chama apenas AW159 Wildcat.

Luiz Galvão
Luiz Galvão
8 meses atrás

É o melhor vetor de ataque que a MB possui.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Luiz Galvão
8 meses atrás

Só tem “ela”…

Satyricon
Satyricon
8 meses atrás

Por acaso alguém sabe se nessa modernização foi incluída previsão para a adição futura das novas asas de suporte de armamento recentemente reveladas para o wildcat?

Michel C
Michel C
8 meses atrás

Esse Lynx cabe dentro do KC390? A MB não vai comprar KC390?

Flanker
Flanker
Reply to  Michel C
8 meses atrás

Pra que, se a FAB vai contar com 28 KC-390? A MB não tem demanda que justifique adquirir uma aeronave desse porte.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Só depois que a FAB comprar 10 corvetas. Uma vai ficar no Paranoá.

Fernando Vieira
Reply to  Rinaldo Nery
8 meses atrás

Com Jet ski orgânico.

Foxtrot
Foxtrot
8 meses atrás

Acredito que seria uma ótima a MB adquirir mais unidades do Linx ou Super Linx desativados da Royal Navy, modernizar para o padrão Wild Linx.
Ficou um ótimo trabalho em um excelente helicóptero.

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
8 meses atrás

Tudo no Brasil caminha a passos de tartaruga! Menos os salários “deles”…

Vitor
Vitor
8 meses atrás

E os Trader? Não iam fazer o primeiro vôo em Março de 2020?

igortepe
igortepe
Reply to  Vitor
8 meses atrás

Trader para Almirantes passearam sobre a Baía da Guanabara, com as digníssimas esposas.

Mayuan
Mayuan
Reply to  Vitor
7 meses atrás

Não tinham nem que tocar em solo brasileiro. Era pra já estarem anunciados pra venda já que não vale a pena cancelar o contrato.

Vitor
Vitor
8 meses atrás

E os AH-15B? Não iam ser entregues em 2020? Cronograma da marinha ta escorregando ladeira a baixo.

Juarez
Juarez
Reply to  Vitor
8 meses atrás

Vitor, tu gosta de “esqueletos” hem….

Vitor
Vitor
Reply to  Juarez
8 meses atrás

Se não ta enterrado, a gente pergunta como tá o paciente né?

paulop
paulop
8 meses atrás

https://news.usni.org/2020/03/23/new-marine-corps-cuts-will-slash-all-tanks-many-heavy-weapons-as-focus-shifts-to-lighter-littoral-forces

Considerando que o USMC vai desativar pelo menos 3 esquadrões de helicópteros, a MB deveria aproveitar e investir em uma compra de oportunidade e garantir uns Vipers e Venons pra reequipar o 1EsqAtaqEscla.
Abraço

Paulotd
Paulotd
Reply to  paulop
8 meses atrás

Esse Lynx modernizado é praticamente outro helicóptero. Sou a favor, e inclusive acho que a MB deveria ir no mercado internacional atrás de células adicionais para modernização. Já temos a doutrina, temos Sea Skua no estoque e temos torpedos e cargas de profundidade no estoque também, tudo já qualificado para esse MB. Atlântico deveria operar uma uma dúzia de Lynx.

Flanker
Flanker
Reply to  paulop
8 meses atrás

Esse esquadrão que você citou seria o HA-1???

paulop
paulop
Reply to  Flanker
8 meses atrás

Sim. Por ser uma unidade de Exclarecimento e Ataque, coisa que os HMLA dos USMC fazem, talvez a dupla AH e UH da Bell fazem o papel melhor.
Lembrando que os HMLA tem 18 AH-1W SuperCobras ou AH-1Z Vipers e 9 UH-1Y Venoms.
Abraço

Tomcat4,2
Reply to  paulop
8 meses atrás

Seria sonho ver esta dupla ,feita exatamente para fuzileiros navais, operando na MB.
Obs. assim como o Apache no EB mas…..

ANDRE DE ALBUQUERQUE GARCIA
8 meses atrás

Não custa falar novamente: mas temos uma marinha de terra. Sem meio de superfície suficientes para fazer minimamente seu trabalho. Há uma grande, cômoda e histórica desproporção entre os meios e o efetivo (isso inclui, óbvio, a quantidade de oficiais generais). É muita gente pra pouco navio! Isso vale tb para o EB e para a Força aparentemente mais enxuta: FAB. Já falei sobre isso aqui à propósito de uma (excelente) entrevista do antigo comandante da FAB TB Rossato, que reconheceu a necessidade de redução do efetivo e da ampliação od quadro de temporários. O próprio Rossato afirmou categoricamente que… Read more »

paulop
paulop
Reply to  ANDRE DE ALBUQUERQUE GARCIA
8 meses atrás

Positivo e operante colega. Mas para isso Ren s de pensar na reestruturação do serviço militar. Torna-lo 100% voluntário e com limitação de efetivo ( estipular um valor mínimo anual e abrir vagas só em caso de seria reposição). Sobre os temporários penso ser necessário aumentar o tempo de serviço no contrato (de 1 para 8 anos talvez, ou mais) e vinculando esse tempo ao RGPS, para dar mais segurança aos temporários que o tempo de serviço nas FFAA conte para fins de aposentadoria na futuro. Entre outras possibilidades também.
Abraço

igortepe
igortepe
Reply to  paulop
8 meses atrás

Exato. Abrem-se vagas quando houver baixas. E será através de concurso, sem essa história de virar funcionário publico. Pode até estabelecer um tempo mínimo de permanência, para que o cidadão não gaste recurso publico e fique 6 meses.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
8 meses atrás

É impressionante!!! Se a notícia é ruim, vem os “especialistas” e tome porrada! Se a notícia é boa, vem os “especialistas” e tome porrada!! Acho que esse blog só deveria postar notícias da US Navy ou da Marinha da China!!!

Barba
Barba
Reply to  Marcelo Andrade
8 meses atrás

Bom…. se considerarmos os “meios” $$$$ que a MB tem, então é uma voa noticia….