Home Indústria Petrolífera Venezuela recebe petroleiro iraniano

Venezuela recebe petroleiro iraniano

3526
96

O primeiro de cinco navios iranianos enviados à Venezuela com combustível e produtos petroleiros entrou no sábado, 23, no território marítimo sob jurisdição venezuelana, em meio a uma escalada de tensões com os EUA. O governo iraniano havia alertado nos dias anteriores que haveria “consequências” caso os americanos impedissem a chegada dos navios.

O navio integra uma frota com carga de 1,5 milhão de barris de gasolina. O Fortune deve navegar até a refinaria de El Palito em Puerto Cabello (Estado de Carabobo, no norte), escoltado pelas Forças Armadas.

O restante da frota esperada pela Venezuela chegará nos próximos dias, informou a televisão estatal venezuelana. Os navios iranianos devem dar fôlego ao governo de Nicolás Maduro, mas “não terão impacto real sobre a atual escassez de gasolina”, disse Luis Oliveiros, especialista em petróleo.

A falta de combustível, crônica há anos nas áreas de fronteira, agravou-se durante a quarentena iniciada em março por causa do novo coronavírus. Em Caracas, diariamente filas de veículos são formadas nos postos de gasolina, onde o combustível é racionado.

FONTE: Estadão/AFP

Subscribe
Notify of
guest
96 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Worf, Son of Mogh
Worf, Son of Mogh
1 mês atrás

Suspeito que “combustível” seja a última coisa nos porões nesse navio

Tomcat4,2
Reply to  Worf, Son of Mogh
1 mês atrás

Se rolar armamento ali, será o atestado de “pode invadir” que o tio SAM tanto almeja . 😉

glasquis7
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Por que a compra de armamento daria o direito de invadir?

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Worf, Son of Mogh
1 mês atrás

Devido a deterioração da indústria de petróleo não duvido nada que os venezuelanos estejam precisando e o Irã de bom grado, após receber uma boa quantidade de ouro venezuelano, tenham levado combustível para a Venezuela.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Caro Fabio. Talvez o Irã tenha fornecido o combustível de graça. Com a queda do consumo em todo o mundo, os estoques das refinarias estão no limite. Ceder esse combustível para a Venezuela significa ganho político e cria espaço para suas refinarias continuarem operando (é mais barato dar o combustível para a Venezuela do que desligar a refinaria). Além disso, a Venezuela poderá a médio ou curto prazo retribuir a ajuda (isso depende do que o Irã precisa e do que a Venezuela pode oferecer). Durante a década de 80, o Iraque manteve o fornecimento de petróleo ao Brasil mesmo… Read more »

MMerlin
MMerlin
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

É bem possível que o combustível tenha saído de graça. O estoque do mesmo está ultrapassando o espaço disponível para armazenamento no mundo todo.
Gostaria de saber quem arcou com o custo de transporte que não é barato principalmente em se tratando da Venezuela.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  MMerlin
1 mês atrás

Segundo o governo americano a Venezuela teria pago ao Irã com ouro o combustível e também insumos para recuperar a indústria de petróleo da Venezuela, se levar em conta que os dois países estão sofrendo embargo dos americanos não seria estranho fazerem negócios entre si, já que o Irã tem o combustível e os meios para recuperar a industria venezuelana e a Venezuela teria o ouro para pagar.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Olá Fabio. Sendo da DW, Guaido declarou que a Venezuela pagou o combustível com “ouro extraído ilegalmente de minas na Venezuela” e que foram levados para o Iran em aviões. Lembrei do 007 contra goldfinger…

nonato
nonato
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

E você apoia Maduro, certo?

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  nonato
1 mês atrás

Olá Nonato. Espero que todos estejam bem em sua casa. Já discutimos isso outras vezes, mas posso explicar de novo. Maduro era o vice-presidente quando Chavez faleceu e depois foi reeleito em uma eleição que ninguém contestou. Contudo, a crise atual tem origem nas eleições parlamentares de 2015. Tanto o governo quando a oposição têm manipulado as regras para conquistar ou manter o poder na Venezuela. Houve uma oportunidade de encontrar uma solução negociada politicamente no início de 2019 mas foi desperdiçada quando a oposição, com apoio dos EUA e Brasil, tentou colocar Guaido como presidente por meio de (mais… Read more »

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

A primeira eleição do Maduro não foi contestada, mas a reeleição em 2018 foi muito contestada inclusive pela OEA que fiscalizou a eleição, por isso existe a contestação do governo dele pois recusaram a fazer uma nova eleição. Antes da eleição de 2018 vários opositores que poderiam concorrer e vencer a eleição foram acusados de crimes e presos para não poderem concorrer.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Olá Fabio. Concordo. A atual crise política na Venezuela tem origem na eleição de 2018. Ela foi toda errada. Por isso eu acredito que a solução na Venezuela passa necessariamente por novas eleições gerais, mas para isso tem que haver um acordo político entre a oposição e o governo. A primeira garantia tem que ser o reconhecimento do resultado e a segunda que o novo governo não irá perseguir quem perder a eleição. A crise política no Brasil começou em 2015 quando o Aécio não reconheceu a derrota….

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Camargoer, quanto tempo?

Interessante o Guaidó não poder se candidatar, mas o Maduro que fraudou as eleições de 2018, pode?

Se você é um democrata e defensor do Estado de Direito deve obrigatoriamente defender a perda do mandato do Maduro e sua punição de acordo com as leis venezuelanas.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Rafael Oliveira
1 mês atrás

Olá Rafael. O vírus esta cada vez mais perto. Perdi um colega, a mãe de uma aluna estava internada e agora a nora do meu cunhado foi internada. Tempos difíceis. Acredito que a crise de legitimidade na Venezuela só será resolvida convocando eleições gerais e esse acordo político vai demandar que ambos (Guaido e Maduro) abram mão de suas candidaturas e que seja que os dois lados garantam que respeitarão os resultados. Também será necessário um compromisso para evitar perseguições políticas. O grupo de Guaido já deixou claro que não reconhece Maduro, mas depois da tentativa frustrada de tomar o… Read more »

MMerlin
MMerlin
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Ouro por petróleo, no atual momento?
Já vi muita liderança despreparada e incompetente na minha vida, mas o Maduro supera quase todas com folga. O cara é literalmente o oposto do que James Hunter prega. O apreço dele pelo povo e condição de vida do venezuelano é zero.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  MMerlin
1 mês atrás

Olá Merlin. A versão das toneladas de ouro é do Guaido e do Depto de Estado dos EUA. Eu também duvido dessa versão. Os dois países têm outros interesses e meios para acertar essa transação comercial.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Pode parecer improvável, mas não duvido. Independente do posicionamento político, o Maduro está acabando com a Venezuela. Ele possui apenas 3 comodities para negociar (ouro, petróleo e diamante) e 1 manufaturado (narcóticos). Apenas quatro produtos com valor comercial substancial. E o povo na percebe que apenas um destes pode existir por um longo período, que é o último.
Quer ficar no poder, que aceite uma eleição aberta, com fiscalização internacional, dispensando o auxilio militar russo e chines.

Last edited 1 mês atrás by MMerlin
Camaergoer
Camaergoer
Reply to  MMerlin
1 mês atrás

Olá Merlin. A situação da Venezuela é catastrófica. 80% de sua receita de exportação é pela venda de óleo crú (40% para os EUA, 23% para a China e 19% para a Índia). Chama a atenção que as importações estão em níveis tão baixos que o país vem acumulando superávit de quase US$ 20 bilhões por ano, gerando praticamente pela PDVSA. Considerando os problemas que a Venezuela tem enfrentado nas transações financeiras, é possível que eles estejam usando subterfúgios para evitar que estes recursos sejam congelados (qualquer banco internacional faria uma excelente administração desses US$ 20 bilhões cobrando alguma taxa… Read more »

Italo Souza
Italo Souza
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

O Brasil poderia ta lucrando muito com as indústrias Russas nessa pandemia, mas nem com a China que tem grandes interesses no Brasil o diplomata brasileiro está fazendo um péssimo trabalho.

Camargoer
Reply to  Italo Souza
1 mês atrás

Caro Ítalo. No início de 2019 comentei aqui que o governo brasileiro estava cometendo um enorme erro ao apoiar Guaido ao invés de mediar a crise política em direção de eleições gerais. Comentei que o Brasil exportava mais de US$ 4 bilhões para a Venezuela e tinha um superávit em torno de US$ 1 bilhão, e hoje na exportava nem US$ 0,5 milhões, mesmo com sua indústria com 30% de ociosidade e 11% de desemprego. O Brasil poderia ter abastecido os mercados venezuelanos em troca de petróleo, como fez com o Iraque na década de 80 (quando o Brasil não… Read more »

Aníbal
Aníbal
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Meus cumprimentos a todos! 1. O que de prático ($$$) um país ‘mediador’ ganha no final das contas? Pelo que tenho acompanhado nos meus poucos anos de vida, quem ganha algo é quem apoiou o lado vencedor dos conflitos (políticos ou militares). 2. Alguém acredita mesmo que haverão eleições realmente transparentes na Venezuela enquanto o grupo do Maduro permanecer no poder? Não creio que “a culpa seja do Trump ou do Bolsonaro” pois essa facção do Maduro não teve, não tem e nunca terá a intenção de deixar o poder de forma voluntária. Toda negociação que eles fizerem será somente… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Aníbal
Camargoer
Reply to  Aníbal
1 mês atrás

Caro Aníbal. A Venezuela faz fronteira com o Brasil. Portanto, as decisões que forem tomadas irão na Venezuela poderão ter impacto direto no lado brasileiro. Se o Brasil participasse da mediação da crise, seria possível preservar os interesses brasileiros. Caso não participe da mediação, as soluções serão arranjadas as custas do interesse brasileiro. Concordo com você que se a questão das eleições na Venezuela fosse simples, esse problema venezuelano há teria sido resolvido. A crise ainda não foi resolvida nem parece que será resolvida tão cedo exatamente porque não se consegue implementar a única solução que irá legitimar um presidente… Read more »

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
FABIO MAX MARSCHNER MAYER
Reply to  Worf, Son of Mogh
1 mês atrás

Não é muito lógico que seja armamento, porque o Irã não forneceria muito mais que armas antiquadas e pouco efetivas, coisa que a Venezuela não precisa porque já está inundada delas.

Douglas Rodrigues
Douglas Rodrigues
Reply to  Worf, Son of Mogh
1 mês atrás

Mês passado, vários aviões A-340 voaram do Irã para a Venezuela, notícias dão conta que serão 14 voos assim…

Há várias possibilidades nisso, inclusive de ouro saindo da Venezuela em troca dessas cargas de combustível, pode haver muita teoria conspiratória, mas tudo isso soa no mínimo estranho mesmo.

https://www.aeroin.net/varios-avioes-a340-iranianos-tem-sido-vistos-numa-pequena-cidade-venezuelana/

Camargoer
Reply to  Douglas Rodrigues
1 mês atrás

Caro Douglas. Um grama de ouro custa cerca de US$ 55. Um barril de petróleo está cotado em US$ 35. Considerando que a gasolina custa mais caro, podemos simplificar a cobra para um grama de ouro por barril de gasolina. A Venezuela importou 1,5 milhão de barris de gasolina, que seria 1500 kg de ouro. Cada barra de ouro pesa 12 kg, portanto essa importação teria custado umas 130 barras de ouro. Um A 340 tem capacidade de levar 50 Ton de carga. 14 vôos seriam 700 toneladas de carga equivalente em ouro a US 3 trilhões., Maior que o… Read more »

Douglas Rodrigues
Douglas Rodrigues
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Ou um misto disso né?

De fato sua conta parece estar dentro…

Mas todo esse movimento entre Irã e Venezuela soa estranho demais… É o que resta para o Maduro, se socorrer com países que não compactuam dos ideais democráticos: Irã, Rússia, China…

Está trazendo para a América Latina, algo que não precisaríamos, em troca da manutenção do poder ditatorial chavista, que os venezuelanos não suportam mais!

Camargoer
Reply to  Douglas Rodrigues
1 mês atrás

Caro Douglas. Comentei em outros lugares que a Venezuela continua exportando petróleo cru e importado pouco, o que tem gerado grandes superavit anuais. Provavelmente, eles tem usado outras contas e triangulações para escapar das sanções bancárias. Os aviões iranianos podem ter TRAZIDO coisas para a Venezuela, como por exemplo catalisadores para as instalações venezuelanas que antes eram adquiridos nós EUA (os mesmos jornais que falam das toneladas de ouro falam desses catalisadores). Podem ser peças de reposição para as instalações de extração de petróleo, tecnologia que o Iran domina plenamente, podem até ser técnicos iranianos para colaborar com a PDVSA.… Read more »

Douglas Rodrigues
Douglas Rodrigues
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Camargoer,

Pudéssemos todos nós acreditarmos nas boas intenções do ditador venezuelano.

Eu sempre fico com um pé atrás.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Douglas Rodrigues
1 mês atrás

Caro Douglas. Eu também considero um erro fazer análises de política internacional baseada em impressões pessoais, em boas ou más intenções. Talvez seja mais apropriado fazer avaliar a partir de evidências e comparações. Nem Maduro nem Guaido são inocentes patriotas. Ambos representam interesses. As intenções dos ditadores e estadistas são inexcrutáveis, mas os fatos são verificáveis e mensuráveis. Por exemplo, eu não sei o que motiva um determinado político ou ministro fazer determinadas declarações, mas sou capaz de avaliar o quão elas são estúpidas.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
1 mês atrás

Não ficaria bem para os americanos interceptarem esse carregamento de combustível para os venezuelanos (eles não tem “culpa” do presidente que têm), no mundo de hoje movido a combustível fóssil, gasolina e diesel e tão importante quanto comida e remédio, ainda mais numa crise econômica e em uma pandemia de COVID -19.

Diego
Diego
Reply to  Karl Bonfim
1 mês atrás

Pelo menos fiscalizar esses navios os EUA devem fazer. Vai que tem armas para agir contra o povo já sofrido da Venezuela.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  Diego
1 mês atrás

Ai são outros quinhentos, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa!

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Diego
1 mês atrás

Caro Diego. Assumir que todo carregamento de combustível vindo do Iran estaria contrabandeando armas não dá aos EUA poder de polícia para interceptar navios em mar internacional. Seria diferente se estes barcos estivessem em águas dos EUA. Lá eles têm jurisdição.

Kemen
Kemen
Reply to  Diego
1 mês atrás

A maioria das armas compradas pela Venezuela são russas e chinesas e até espanholas (navios de patrulha). Qual o problema em comprar quinquilharias bélicas do Iran? Os russos até ajudaram a montar uma fabrica de AK-47 na Venezuela.

Nós tentamos lhes vender aviões anos atrás no governo do falecido, mas os norte americanos não permitiram, por terem sistemas made in USA.

Bruno
Bruno
Reply to  Diego
1 mês atrás

Desde quando os EUA são a polícia do mundo para fiscalizarem esse navios? Quem atribuiu esta autoridade legal? Por acaso, foi a ONU? Daqui a pouco, outras nações irão querer “fiscalizar” a Amazônia (incluindo a Azul) também…

Last edited 1 mês atrás by Bruno
Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Bruno
1 mês atrás

Olá Bruno. Voce colocou pontos importantes. A navio é parte do território do país da bandeira que exibe. Se o navio tiver bandeira iraniana, é território iraniano mesmo quando está navegando em águas internacionais, contudo quando estão navegando em águas territoriais, ele passa deve obedecer a legislação do país que exerce soberania sobre a área, inclusive, o país soberano pode fiscalizar o navio antes dele entrar nas águas territoriais afim de impedi-lo de ingressar caso tenha algum problema. Pelo que entendi, os EUA só poderiam interceptar um navio iraniano que tivesse destino a um porto dos EUA na fronteira de… Read more »

Kemen
Kemen
Reply to  Karl Bonfim
1 mês atrás

Sem apologias, a finalidade de um bloqueio econômico é clara, provocar escases, povo insatisfeito, inflação, caos, queda do governo, e quem sofre? O povo mais pobre, os que tem dinheiro tem poder de compra do que faltar pelo preço que for no mercado negro que sempre existe nesses casos. A miseria de uns é o enriquecimento de outros. Estamos vendo isso até aqui na pandemia, com equipamentos e insumos hospitalares, contratos que não se cumprem, aparelhos e insumos que se vendem e não se entregam e quando se entregam não funcionam, aparelhos meia boca, vendidos a preço de ouro. A… Read more »

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
1 mês atrás

Metade combustível e metade defesa aérea.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  DOUGLAS TARGINO
1 mês atrás

ou armas quimicas

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Olá Horatio. Rigorosamente, exceto uma bomba nuclear, toda arma é química, inclusive as bacteriológicas.

Kemen
Kemen
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Caro Camargoer, ser produzida com produtos quimicos não quer dizer que seja uma arma quimica. A pólvora das balas é produzida quimicamente, mas as balas disparadas não são armas quimicas. Os misseis tem combustivel e espoletas produzidas quimicamente, mas não são armas quimicas. Meu caro, não entendi sua colocação…

Last edited 1 mês atrás by Kemen
Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Kemen
1 mês atrás

Olá Kemen. Foi apenas uma brincadeira meio relacionada ás propagandas de shampoo que “não têm química” em sua composição. Com exceção das armas nucleares (que liberam energia por meio de alterações nos núcleos dos átomos), todas as armas estão relacionadas a alguma reação química, inclusive as bacteriológicas (bioquímica é química). Segundo a convenção da ONU, as armas químicas estão relacionadas á “any chemical which through its chemical action on life processes can cause death, temporary incapacitation or permanent harm to humans or animals”, principalmente envolvidas com ações de destruição em massa.

Kemen
Kemen
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Entendi colega, grato pelo esclarecimento. Essa definição da ONU é muito generica e pode ser interpretada de muitas formas.

nonato
nonato
Reply to  DOUGLAS TARGINO
1 mês atrás

Ou mísseis balísticos.
Mais um motivo para Trump passar o rodo.
As eleições estão chegando.
É só passar a eleição para Trump passar o rodo nesse pessoal…

Mgtow
Mgtow
Reply to  nonato
1 mês atrás

Sonha aí seu débil mental. Agredir a Venezuela por vaidade terá um preço altissimo. Com o Akula rondando o mar do Caribe nêgo vai ter que pensar duas vezes de invadir o territorio venezuelano.

Mgtow
Mgtow
Reply to  DOUGLAS TARGINO
1 mês atrás

E se for? Tá errado? Com um cão voraz latindo a sua porta a Venezuela tem mais é que se armar até os dentes

Tomcat4,2
1 mês atrás

Que situação calamitosa. Em pensar nas dificuldades que o povo enfrenta além da fome e tem gente que ainda apoia esse extermínio em massa de um povo. Torço pela queda de Maduro e seus comparsas.

Tomcat4,2
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Só pra constar, o novo layout dos sites da trilogia(principalmente na área de comentários) ficou top, parabéns!!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Coloque na conta do Tio Sam.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Como??? Como a Venezuela pode passar fome com os maiores parceiros comerciais do Mundo: China, Russia, Coreia do Norte, etc??? Quem precisa do vestusto EUA, decadente, decrépito, inutil???

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

Como?

Bloqueando as contas da Venezuela, ameaçando quem compra petróleo dela, proibindo a venda de máquinas e equipamentos para as refinarias, e por aí vai.

Acho que vc deveria, primeira, estudar a situação como um todo para depois comentar, em vez de ficar fazendo proselitismo.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Mas é para ter medo dos EUA com a China e a Russia a protegê-la… Os EUA não acabaram??? Venezuela com contas nos EUA??? Que vergonha… que Pais é esse… Kings, estou apenas sacaneando… nessas horas é que vemos quem ainda manda e demanda nesse Mundão. Tenho o pior sentimento em relação a Venezuela… tenho “DÓ”… o sentimento mais triste… como pode o Pais com as maiores reservas de Petróleo do Mundo (isso não é fake news) não conseguir se “limpar com dignidade”… isso é uma vergonha absoluta… isso é em decorrência de roubo… isso é picaretagem… e tem gente… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

Vc está muito apressado.

As coisas estão acontecendo. Aos poucos.

O Império Romano não caiu em cem anos.

O americano está desabando em muitos menos tempo do que isso.

Não se pode acelerar as coisas, porque pode até ter uma guerra.

Tem de ser aos poucos, definhando o inimigo, como está sendo feito.

Tomcat4,2
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Ahhh Kings seu fanfarrão!!!hauhauhauhauhau

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Ante-ontem um Juiz federal americano determinou a expropriação dos ativos das refinarias venezuelanas nos EUA.

Pirataria oficializada.

Quando não determinam que o dinheiro vá para Guaidó para atividades espúrias que são rapidamente desbaratadas pelo Governo venezuelano.

Aníbal
Aníbal
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

“…O império norte americano um dia vai cair!” Ah vá! Sério !?

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Caro Tom. Eu sou um intransigente defensor da democracia. O fato é a ascensão de Chavez á presidência foi devido a enorme desigualdade social do antigo regime liberal (constituído essencialmente pela elite branca venezuelana, que se mudou para Miami depois da ascensão chavista). A radicalização chavista foi uma resposta ao golpe fracassado que contou com o apoio dos EUA e o recente fracasso do governo de Maduro também está relacionado á tentativa de golpe organizada por Guaidó. Havia uma janela de oportunidade no início de 2019 de chamar eleições gerais na Venezuela, mas a radicalização da oposição apostando na queda… Read more »

Lucas
Lucas
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Muito bom! Uma das melhores visões da Venezuela que vi por aqui.

O ponto é que o jogo geopolítico é muito mais complexo que essas ideias que pairam por ai.

Só um adendo, vocês sabem quem elogiou muito o Chavez no começo? O Bolsonaro.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Lucas
1 mês atrás

Olá Lucas. Obrigado. É importante lembrar que a relação entre Chavez e o governo dos EUA era amigável até o golpe fracassado (que quase resultou no assassinato de Chavez). A partir desse momento, Chavez radicaliza seu discurso contra os EUA. Assim como a elite branca de Cuba, a elite branca venezuelana também fugiu para Miami e de lá tem influenciado a política externa dos EUA contra estes dois países. Provavelmente você vai encontrar declarações de bolsonaro elogiando e criticando qualquer coisa ou qualquer um. Eu lembro das entrevistas dele ao Canal Livre, Roda Viva, CQC…

SPQR
SPQR
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Camargoer, tem muito descendente de índios ricos que fugiram da Venezuela. Eu tive a chance de conhecer alguns. Você também fugiria se fosse venezuelano e tivesse condições, mesmo se fosse negro, azul, amarelo, branco ou verde e rosa da mangueira. Usar a raça de alguém de modo depreciativo, chamando de elite branca uma coisa que você vê como sendo um bicho papão, é racismo e discurso rasteiro.

Camargoer
Reply to  SPQR
1 mês atrás

Caro SPQR. Claro que há descendentes de nativos ricos e descendentes de escravos ricos na Venezuela. Isso ocorre no também no Brasil. Contudo, a proporção destes grupos na elite rica seria muito menor do que a sua proporção na população venezuelana. De modo geral, o nativo venezuelano está na população pobre e a população rica seria majoritariamente branca. O fato da maioria da elite rica Venezuela ser branca não seria um comentário depreciativo, mas um dado estatístico (depreciativo seria se eu usasse adjetivos como corrupta ou racista ou canalha, mas não escrevi isso). Ei não sei o que eu faria… Read more »

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

“A elite branca” você que se diz tão contra o preconceito e racismo, já começa errado, sua segregação, generalizando todos os brancos como pessoas ruins, como se os brancos fossem os monstros e as outras (negros, pardos) fossem os coitados da história.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Heinz Guderian
1 mês atrás

Caro Guderian. O fato da elite rica da Venezuela ser (predominantemente) branca é um dado estatístico que pode ser compreendido no processo histórico do país desde sua independência. Há um equívoco no seu comentário porque dizer que a “elite rica é branca” é diferente de dizer que “todo branco faz parte da eliite”, O fato da elite branca ser rica não a torna monstruosa, nem dizer que os pobres (negros, pardos, nativos, mestiços e muitos brancos) seja constituída de coitados da história. Expliquei isso no comentário acima ao SPQR. A fração de não-brancos nessa elite rica é muito menor que… Read more »

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Camargoer, apenas reconheça que o uso do termo “elite branca” é meio idiota mesmo. Busque dados estatísticos sobre a demografia Venezuelana. Um estudo genético de DNA autossômico, realizado em 2008, pela Universidade de Brasília (UnB) identificou a composição da população da Venezuela é: 60,60% de contribuição europeia, 23% de contribuição indígena e 16,30% de contribuição africana. Procure fotos da Cúpula do Generalato Venezuelano de hoje, são mais (bem mais) do que 60% de oficiais brancos (que não deixam de forma a atual ELITE do Governo Venezuelano). Dessa forma, “pau que bate em Chico, bate em Francisco”. A “ex-elite branca da… Read more »

Tomcat4,2
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

“Elite branca” ficou feio pra chuchu hein, tentar dourar a pílula demais acaba dando nisso.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Caro Tom. Eu agradeço sua sugestão para um termo mais adequado para caracterizar a elite venezuelana.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Olá Tom. Apenas para esclarecer, o termo “elite branca” aparece em estudos publicados, como em “América Latina: progressismo, retrocesso e resistência” publicado em “Saúde em Debate”.

Tomcat4,2
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

“…o recente fracasso do governo de Maduro também está relacionado á tentativa de golpe organizada por Guaidó” beira a insanidade isso que escreveu Camargoer ,com todo respeito mas não tem o mínimo cabimento.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Caro Tom. Maduro era o vice presidente quando Chavez morreu, portanto ele assume constitucionalmente. Isso foi aceito e reconhecido tanto pela oposição quanto pela comunidade internacional. Em 2015, ele se candidata e vence a reeleição, o que também foi aceito e reconhecido. O problema foi a eleição de 2018 que levou a um impasse político que somente poderia ser superado por meio de novas eleições gerais (como expressão máxima da soberania popular). Quando Guadó tenta assumir a presidência e fracassa, isso inviabilizou qualquer diálogo entre a oposição e o governo. Maduro manteve a presidência e os dois lados radicalizaram. De… Read more »

Tomcat4,2
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Concordo com muito do que disse Camargoer mas nada corrobora para que afirme ser motivo ou parte do fracasso do governo de Maduro pois seu fracasso advêm de sua tirania, seu pouco caso com o povo e suas necessidades básicas e ou com a estabilidade no país e seu crescimento econômico. Tudo jogado no ralo, idem pras vidas venezuelanas , apenas pra se perpetuar no poder, agora, com medinho do que lhe aguarda.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Caro Tom. De fato, você tem razão. De modo algum seria possível tirar a responsabilidade de Maduro sobre os problemas que a Venezuela vem passando nos últimos anos, afinal Maduro está exercendo a presidência, o que o torna responsável pelas decisões tomadas pelo governo e pelas decisões que NÃO foram tomadas pelo governo. Guaido é corresponsável pela crise política pois teve papel ativo na crise institucional quando proclama que ele seria o presidente legítimo. Portanto, Maduro deve ser responsabilizado pelas decisões tomadas pelo governo. A crise de legitimidade da presidência só será resolvida por meio de eleições gerais livres, mas… Read more »

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
1 mês atrás

E tinha gente dizendo que tinha que interceptar pois era ilegal. Só seria ilegal se e quando uma empresa de um país que faz sanção fizer o negôcio, como os dois estão sob sanção eles podem comerciar a vontade, assim como qualquer país ou empresa que não esteja fazendo sanções a eles e não dependam de quem o faça. As sanções são americanas e de aliados e Não da ONU.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 mês atrás

Um dos ( outrora ) maiores produtores de petróleo do mundo, tendo que importar petróleo.
Que fase….

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Se os EUA fizessem isso contra o regime tirânico da Arábia Sauditas,hoje, os árabes estariam comendo areia.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Olá Wilber. De fato. A Venezuela tem as maiores reservas de petróleo conhecidas e a PDVSA ainda mantém alguma capacidade de extração (contudo, sem investimentos, a empresa poderá perder essa capacidade. Ela precisa de novos poços). O problema é a ausência de um polo petroquímico capaz de refinar esse petróleo. Podemos dividir a história recente da Venezuela em quatro períodos. 1) Pré-caracazo, no qual o país era dirigido por um governo liberal que destinava as riquezas da PDVSA para uma elite branca (essa classificação faz sentido na Venezuela, Bolívia, Peru….). 2) Pós-caracazo até o golpe fracassado contra Chavez. 3) Pós-golpe… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Sobre a situação petrolífera, em certo sentido, isso tem paralelos com o Brasil, que extrai petróleo, mas não tem tanto poder de refino, sendo obrigado a exportar petróleo cru pra refinar lá fora. E depois recomprar o petróleo refinado.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Willber Rodrigues
1 mês atrás

Olá Wilber. Creio que a situação brasileira é um pouco diferente. As refinarias brasileiras estão otimizadas para refinar o petróleo importando do oriente médio. Ao longo das décadas de 70 e 80, o Brasil era um grande importador de petróleo para ser refinado pela Petrobras. O petróleo que passou a ser extraído no litoral do RJ é mais pesado e por isso exportando para países que tinham refinarias apropriadas. O petróleo do pré-sal é mais leve. Atualmente, apenas 2% da importação brasileira é de óleo cru, sendo 8% já refinado, enquanto que 8% da exportação brasileira é de óleo cru.… Read more »

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Se não me engano a única refinaria projetada para o petróleo pesado que é extraído na maioria de nossos campos é a Refinaria Abreu e Lima em Suape/PE!

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Ola Fabio. Faz sentido. A Petrobras ficou décadas sem construir uma refinaria nova. A Abreu Lima pode ter sido projetada considerando o tipo de óleo extraído no mar tanto no pré-sal quanto no pós-sal.

2Hard4U
2Hard4U
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

O Comperj também foi projetado para óleo pesado, porém os roubos não permitiram a conclusão do empreendimento (80% construído). E ninguém foi preso por isso.

Chuck Norris Do Paraguai
Chuck Norris Do Paraguai
1 mês atrás

E imaginar que na Venezuela de Chávez, “jorrava combustível” pelas torneiras…triste demais cenário atual.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Chuck Norris Do Paraguai
1 mês atrás

Caro Chuck. 80% das exportações da Venezuela é óleo cru, enquanto 20% de suas importações são derivado refinados de petróleo. A Venezuela sempre foi dependente da importação de combustíveis. Nunca teve gasolina jorrando pela torneira.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

bem como o brasil, a esquerda inventou q o brasil é auto suficiente para poder roubar mais!

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  horatio nelson
1 mês atrás

Olá Horatio. Sugiro o relatório “MERCADO DE REFINO DE PETRÓLEO NO BRASIL” do BNDES para entender a necessidade de exportar petróleo cru pesado e a importação de petróleo refinado. As principais refinarias brasileiras foram construídas nas décadas de 70 e 80 para refinar petróleo importado do oriente médio. O petróleo extraído das bacias pós-sal é pesado, já o petróleo do pre-sal é mais leve.

Chuck Norris Do Paraguai
Chuck Norris Do Paraguai
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Combustível jorrando pelas torneiras no sentido de ser algo tão barato naquela época . O que tinha de brasileiros que cruzavam a fronteira para “encher o tanque” era brincadeira. Um erro cometido pela Venezuela foi acreditar qye o petróleo nunca iria decair e preferir importar quase tudo já que é mais barato comprar de fora, né.

Satyricon
Satyricon
1 mês atrás

Existem aqueles que culpam os USA pela situação atual da Venezuela, o que é uma grande falácia. Primeiramente, a culpa é do Chavismo, mas não é exclusiva. Sempre houve um parceiro externo, atuando nas sombras, e que responde por grande parte da culpa. Tal parceiro é Cuba, com seus serviços de inteligência, segurança, pseudo auxílio médico, e outros. Por décadas tem sido um pilar de sustentação desse regime podre, com apoio político escancarado e institucional por baixo dos panos. Em contra-partida, recebia do regime combustível praticamente de graça, além de empréstimos, etc. Pena que essa turma foi pra faculdade de… Read more »

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Satyricon
1 mês atrás

Olá Satyricon. O processo na Venezuela precisa ser analisado desde a década de 70 mais ou menos. A PDVSA é criada a partir da nacionalização das petroleiras estrangeiras (Shell e Mobil principalmente). Contudo, as riquezas geradas pela exploração e exportação do petróleo ficaram restritas a uma pequena parte da sociedade. A desigualdade social resultou em uma enorme crise que culminou com o Caracazo em 1989. A eleição de Chavez em 1998 é consequência da insatisfação popular com um regime liberal que foi incapaz de implantar uma economia industrial de amplo emprego. O conflito ideológico entre Caracas e Washington começam depois… Read more »

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

Chega ser uma vergonha a Venezuela ter que importar petróleo/derivados, já não chegasse o povo nem ter papel higiênico para se limpar com dignidade.

Vergonha.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
1 mês atrás

Ainda bem que os piratas americanos não tomaram o navio, o povo venezuelano não merece o que está passando.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Defensor da liberdade
1 mês atrás

Merecem sim e muito mais

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

O interessante é notar que o paraíso socialista de Chaves e Maduro, detentor das maiores reservas petrolíferas do mundo, não tem capacidade de refinar, sendo que tanto sua produção de petróleo cru quanto sua (pouca) capacidade de refino, diminuíram drasticamente com o uso político indiscriminado da PDVSA.

Como é linda a democracia venezuelana!

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Caro Fábio. Segundo a FreedonHouse, a Venezuela é considerada uma país “No free”, com apenas 16 pontos de uma escala que vai de 0 até 100. Nesta escala o Brasil é classificado como “Free” (75 pontos) e os EUA “Free” com 86 pontos. Chama a atenção o Uruguai com 98 pontos, a Arábia Saudita com 07 pontos e a Suécia e Finlândia com 100 pontos.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Não tinha a capacidade de refinar também antes do Chavez e do Maduro.

Camargoer
Reply to  100nick-Elã
1 mês atrás

Olá Cem. Exato. A Venezuela extraí petróleo desde a década de 30, inicialmente pela Shell e Mobile até a década de 70 quando as empresas foram nacionalizada e foi fundada a PDVSA. praticamente, há um século os venezuelanos extraem petróleo e não construíram uma refinaria.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Tenho visto os Venezuelanos fugidos da fome e da desorganização de um estado falido. Maduro diz que os que saem vão para Miami e são latifundiários e burgueses. Mas vejo pessoas humildes e sinceras. Fogem para não ver os filhos passarem fome. E não digam que é por bloqueio. Vimos na WWII vários países bloqueados, como o Japão, que não deixaram de alimentar o seu povo. Quem mais vai a Miami são ex ditadores da America Latina. Sabem que lá tem a cobertura de uma justiça idônea e imparcial e a Lei é respeitada.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 mês atrás

Caro Luiz. Acho que é um erro igualar aqueles que vão para Miami e os refugiados que tentam cruzar a pé a fronteira com o Brasil. Segundo a AgênciaBrasil, já são cerca de 4 milhões de refugiados venezuelanos, a maioria vivendo na Colômbia (1,3 milhão). O Brasil recebeu 168 mil refugiados venezuelanos (menos que Colômbia, Peru e Chile). Segundo a FGV, 30% da dos refugiados venezuelanos não-indígenas que veio ao Brasil têm nível superior e 70% nível médio. Ainda segundo a FGV, o grande gargalo é a revalidação dos diplomas, que prejudica muito a inserção dos profissionais no mercado de… Read more »