segunda-feira, maio 17, 2021

Saab Naval

Marinha e Força Aérea da Turquia realizam exercícios coordenados na costa da Líbia

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em meio à crescente tensão no Mediterrâneo, a Marinha e a Força Aérea turcas realizaram exercícios coordenados na costa da Líbia, anunciou o Ministério da Defesa turco em 12 de junho.

“Em um esforço para praticar e melhorar a condução ininterrupta de tarefas operacionais de longa distância dirigidas por centros de operações na Turquia, as Forças Navais e Aéreas da Turquia realizaram exercícios de alto mar em 11 de junho de 2020. O exercício foi planejado em conjunto e concluído com êxito.” — twittou o MoD turco.

“Os ativos participantes incluíram 17 aeronaves sob o comando operacional do Centro de Operações Aéreas Combinadas (CAOC) do Comando das Forças Aéreas Combatentes com sede em Eskişehir e 8 fragatas e corvetas sob o controle operacional do Comando das Forças Navais e o comando tático do Comando do Grupo de Tarefas do Norte.” — acrescentou o Ministério da Defesa turco.

“Antes do exercício, as unidades navais participantes foram desdobradas em várias partes do Mar Mediterrâneo. Durante as oito horas de missão que se estendiam a aproximadamente 1.050 milhas náuticas (2.000 km) das águas territoriais turcas, foram praticados procedimentos de comando e controle, exercícios que incluíam reabastecimento em voo, operações conjuntas navais-aéreas e o cenário marítimo e aéreo construído e compartilhado.” — concluiu o MoD turco.

Este exercício é visto como uma demonstração de poder, a fim de atestar a determinação e a capacidade da Turquia de realizar operações distantes da terra natal.

FONTE: Naval News

- Advertisement -

27 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Salim

Guerra se avizinha barbas europa. Vamos ver como trabalham europeus para evitar este conflito, visto também que Turquia e Grécia fazem parte OTAN e Itália teria guerra vizinha a suas fronteiras.

Evgeniy (RF).
Os próprios europeus são atraídos para este conflito, uma recepção de lados diferentes.

 

Eduardo

Se esperar o Europeu tentar evitar alguma coisa, vai esperar sentado. Eles deixam o circo pegar fogo mesmo ou fingem que não tem nada a ver e ficam assistindo, eles gostam de fazer marola a Alemanha fez o maior auê que estavam chegando muito imigrantes lá, sabe quantos eram 1.2 Milhões, a Colômbia recebeu mais do que isso de Venezuelanos fugindo de Chaves e Maduro e não teve essa gritaria toda. Provavelmente estou sendo preconceituoso, mas me lembro bem dos Europeus que passaram 10 anos assistindo a carnificina na Iugoslavia e nada fizeram (fazia fronteira terrestre com Italia, Grecia, Austria,… Read more »

Teropode

Venezuelanos e Colombianos possuem etnias indigenas comuns , religião em comum, língua en comum , ou seja resumindo : são o mesmo povo e possuem a mesma história, não consigo ver isto comparando alemães, sírios, paquistaneses e afins , sua comparação foi ridícula.

Fabio Araujo

A coisa esta ficando feia, se não houver interferência externa da Rússia, dos EUA, da União Europeia e da China vamos ter uma guerra de grandes proporções no Mediterrâneo.

rui mendes

Interferência da UE, não é interferência externa, já que a Grécia e Itália são estados pertencentes à UE.

Fernando Antonio de Faria Soares

China? O quê levaria a China a meter o seu “nariz” nessa confusão?

Cristiano de Aquino Campos

O mesmo que os EUA e Russia, ganhar dineirobe influêbcia ou pelo menos não perder os dois com uma guerra ali nesse momento.

Teropode

Barbatanas e lagostas.

Luiz Galvão

O que a China tem a ver com isso ?!

Cristiano de Aquino Campos

O mesmo que os EUA já que eles tem muitos negôcios por ali e querem mais.

Chuck Norris Do Paraguai

Pelo jeito a previsão de após a Guerra Do Golfo, só haveria contra-insurgência, está “caindo por terra”.

Marcelo

Com avanço da otan sobre a Ucrânia. É a resposta russa que apóia os turcos para desestabilizar o mediterrâneo. Quintal da otan . Chineses usando a Coréia como ponta de lança e os russos com os turcos.

Fabio Araujo

Só que a relação da Rússia com a Turquia já não esta tão boa, estão apoiando lados diferentes na Síria e na Líbia e ainda existe muito ressentimento por séculos de guerras entre turcos e russos.

Carlos Bernardo

A Itália e a Turquia apoiam um lado do conflito Líbio enquanto a França, Grécia, Egito, Emiratos e a Rússia apoiam o outro lado. O que a Turquia quer é apoderar-se de todo o Mediterrâneo oriental como se fosse seu, devido à descoberta de reservas de gás natural e que vai contra os interesses de Chipre, Grécia, Egito, Líbano e Israel. A Rússia já tem bases no Mediterrâneo oriental, base naval em Tartus e base aerea em Latakia, na Síria. A Nato nada tem a ver com isto

Satyricon

O centro do problema é Erdogran, que quer se manter no poder Ad eternun. Forjou um golpe para aplacar a oposição interna, brigou com os EUA, UE, Curdos, Sírios, Israel, OTAN, Rússia, voltou atrás com este, e usa os refugiados sírios como moeda de troca com a UE. A Itália cedeu a essa chantagem, e colabora com a Turquia na Líbia.
Está se tornando um fator desestabilizador de toda a região. Vamos ver até quando

Gabriel BR

Erdogan é mais moderado que seus opositores

Fabio Araujo

OFF – Incêndio a bordo do submarino nuclear francês Perle (S 606) em Toulon – https://www.maritimebulletin.net/2020/06/12/french-nuclear-submarine-fire-toulon/

Jonny br

Recentemente ci registros do exército Egípcio estacionado nas fronteiras da Libia, caças russos já se encontram em território Líbio, não sei…parece que a Turquia está a procurar sarna para se coçar.

ADRIANO MADUREIRA

Erdogangster está se achando que pode andar livremente por aí sem consequências…
 
Se mete na Síria,na Líbia e no mediterrâneo,ele acha que contará com apoio da aliança em caso de conflito,como você disse,alguns procuram sarna para se coçar…
 
No caso dele,talvez a sarna pode ser tão grande que ele terá que arrancar a pele.
 
 
 

ADRIANO MADUREIRA

        Pelo que li, o mistral egípcio está levando além de suas aeronaves de guerra KA-52 a bordo,estão levando os MI-24…   De acordo com a edição árabe da Defense Arabic, na costa egípcia, perto da cidade de Mersa Matruh, opera um navio de desembarque universal do tipo Mistral, equipado com helicópteros militares Apache e Ka-52. Além disso, o convés do UDC é baseado no plano de pouso aéreo Mi-24, incomum para ele.   Para as costas da Líbia, navios turcos também estão indo. Entre os navios militares da Turquia, há uma fragata, a bordo da qual existem mísseis guiados de… Read more »

Last edited 11 meses atrás by ADRIANO MADUREIRA
Ricardo Bigliazzi

Não vejo tensão alguma, se os Turcos fizessem como a China que faltou as aulas de geografia e acha que o “Mar da China” é da China e por isso querem tomar conta do pedaço restringindo o acesso de todos mundo ainda vá-la. O Mediterrâneo com suas águas internacionais pertencem a humanidade.
 
Se fosse Turco, e se tivesse a vizinhança que Eles possuem estaria colocando as forças para exercitar os músculos. Normalmente esse tipo de exercício é mais eficiente do que paradas militares ou entrevistas de projetos megalomaniacos.

Mgtow

O mar do sul da China é da….. China e acabou. Ja era, ta tudo domiinado, bases de dissuasão pra todo lado. Um verdadeiro vespeiro para quem ousar a se meter a besta naquela região sem o aval chinês

Gabriel BR

A Turquia não vai desistir , essa área foi historicamente de domínio dos turcos.

ADRIANO MADUREIRA

Você falou certo ! Foi…

Fabio Araujo

Mas os povos que foram conquistados e dominados pelos turcos no passado, hoje conseguiram autonomia depois de séculos de domínios dos turcos e dos europeus e não estão afim de voltar a ser domínio turco.

Victor Filipe

Usar a historia como base para argumentos desse tipo é um probleminha.
 
Eu posso vir aqui e afirmar que a região é dos gregos porque naquela durante o seculo 6 e apos a tentativa de invasão do Império Persa o poder naval grego e principalmente Ateniense na região era indiscutível. ou avançar mais na frente e dizer que todo o mediterrâneo pertence aos Italianos porque por pouco mais de 500 anos os romanos mantiveram o mediterrâneo inteiro sobre total e indisputável controle…
 
A historia serve como base para facilitar o entediamento de acontecimentos atuais

- Publicidade -

Reportagens especiais

NPaOc ‘Amazonas’ chega ao Rio de Janeiro

Chegou ontem ao Rio de Janeiro o Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) Amazonas (P120). Ele fundeou na Baía de Guanabara, onde recebeu...
- Advertisement -