Home Indústria de Defesa Mais um submarino da classe ‘Borei’ entra em serviço na Marinha Russa

Mais um submarino da classe ‘Borei’ entra em serviço na Marinha Russa

4080
32

MOSCOU — O submarino estratégico de mísseis balísticos movido a energia nuclear do Projeto 955A (Borei-A), Knyaz Vladimir, entrou em serviço na Marinha da Rússia no dia 12 de junho, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

“No Dia da Rússia, o mais novo submarino estratégico de mísseis nucleares Borei-A, Knyaz Vladimir, entrou em serviço com a Marinha Russa”, disse o Ministério da Defesa.

O ministério observou que a bandeira foi içada pelo comandante em chefe da Marinha Russa, almirante Nikolai Evmenov. Segundo ele, a tripulação do submarino estratégico de de mísseis Knyaz Vladimir foi treinada de acordo com os programas mais recentes, realizou testes bem-sucedidos com o submarino e está pronta para o serviço.

Uma fonte da indústria de defesa doméstica disse anteriormente à TASS que o melhor submarino movido a energia nuclear do Projeto 955A (Borei-A), Knyaz Vladimir, entraria em serviço na 31ª divisão de submarinos da Frota do Norte.

O submarino movido a energia nuclear concluiu seus testes estatais no final de 2019, mas a entrega do submarino à Marinha foi adiada devido a falhas reveladas. Depois que as falhas foram removidas, o submarino realizou testes finais no Mar Branco de 12 a 21 de maio e depois retornou a Severodvinsk. O certificado de aceitação/entrega do submarino foi assinado em 28 de maio.

O Knyaz Vladimir é um submarino estratégico portador de mísseis do Projeto 955A, que representa a quarta geração de submarinos nucleares construídos para a Marinha Russa. Foi lançado em novembro de 2017. De acordo com os dados do Ministério da Defesa da Rússia, o Knyaz Vladimir é menos barulhento e apresenta melhores sistemas de manobras, profundidade e controle de armamento.

Todos os submarinos da classe Borei podem transportar 16 mísseis balísticos Bulava. Eles também são equipados com tubos de torpedo de 533 mm.

FONTE: TASS

Subscribe
Notify of
guest
32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos R.
Marcos R.
1 mês atrás

Temos que reconhecer uma coisa, esses russos sabem construir um submarino imponente!

MestreD'Avis
MestreD'Avis
1 mês atrás

Percebo que provavelmente seja mais hidrodinâmico e silencioso, mas aquele design do Typhoon com os silos à frente da vela era qualquer coisa de fenomenal e diferente. Sobra a Royal Navy para ter cascos de design diferente.
Quanto a capacidades, os 16 silos são iguais em número aos dos futuros Columbia e menos que as gerações anteriores. Tanto a Russian Navy como a US Navy mostram que a nova geração de ICMB é muito mais precisa e menos fazem o trabalho de mais. Esperemos que sejam para sempre inúteis e nunca sejam usados.

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  MestreD'Avis
1 mês atrás

Penso o mesmo! Que não passe de alegoria!

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Depois do fim da União Soviética passaram por um período complicado com vários navios saindo de operação. É bom ver que eles voltando a fazer subnucleares e como sempre excelentes submarinos.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
1 mês atrás
Em geral, este é o quarto projeto submarino 955 adotado para serviço.
Mas com isso, o primeiro da série 955A aprimorada.

 

Junior
Junior
Reply to  Evgeniy (RF).
1 mês atrás

Os três primeiros eram de uma versão anterior, se não me engano, eles até aproveitaram cascos de submarinos das classes Akula e Oscar inacabados para construir os 3 primeiros dessa classe, esse borei 55 A é o primeiro construído totalmente do zero e ele já veio aperfeiçoado em relação ao outros 3 primeiros da classe, da para perceber perfeitamente as diferenças

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Junior
1 mês atrás

 
No primeiro prédio do projeto 955, foram usados ​​espaços em branco do projeto 971. Mas o enchimento do corpo já era de 955. Como o canhão de água.
O resto já estava com os casos originais.

smichtt
smichtt
1 mês atrás

Interessante esta nova aproximação entre Estado e Igreja na atual Rússia. Vladimir, o Grande (mas atende também por Santo Vladimir) converteu-se ao cristinanismo em 988 e estendeu sua crença ao Rus de Kiev.
A notar também é a ligação entre Igreja e as Forças Armadas. Até recentemente, armas de destruição em massa eram abençoadas.
Aliás, acabou de ser consagrada a Catedral das Forças Armadas Russas, que celebra os 75 anos da vitória na Grande Guerra Patriótica. A Catedral é belíssima. Em uma palavra, grandiosa.
 

 
 

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  smichtt
1 mês atrás

Não conta para ninguém, mas quem pode ver a Copa do Mundo na Russia viu uma Pais muito “coxinizado”… longe dos ideais “pão com mortadela” da primeira metade do século passado. Esse negocio de revolução comunista de 1917 (e o seu pregoado ateísmo) hoje é encontrada apenas em livros de historia. O Povo russo é livre e em principio crê na divindade que quiser. Tudo bem que o Putin não larga o osso tão fácil, mas em síntese a economia Russa é aberta, capitalista e o Pais é democrático. Isso dói para os retrógrados saudosistas mais é a pura realidade.

Jonny BR
Jonny BR
Reply to  Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

País democrático entre muitas e muitas e muitas aspas, experimente ser jornalista e criticar o Vladimir pra ver o que acontece.
Mas sim, a Rússia hoje está mais distante do espectro de esquerda do passado.

filipe
filipe
1 mês atrás

Acho que o padrão dos SSBN é portarem 16 SLBM , mesmo os mais recentes projectos dos EUA (Columbia) e China (Type 096), apenas os Britânicos iram reduzir para 12 tubos de lançamentos na classe Dreadnought .

Marujo
Marujo
1 mês atrás

Quantos Vídeos já estão em serviço? E em construção?

Marujo
Marujo
Reply to  Marujo
1 mês atrás

Falha de digitação: quantos Boreis?

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Marujo
1 mês atrás

Um total de quatro.

Brunow
Reply to  Marujo
1 mês atrás

Além do K-549 Príncipe Vladimir (955A) comissionado esta semana, já estava na ativa três (955) sendo eles :
K-535 “Yuri Dolgoruky”
K-550 “Alexander Nevsky”
K-551 “Vladimir Monomakh”
Em construção 4 (com mais dois contratados a ser colocados em 2020/21):
Principe Oleg
Generalíssimo Suvorov
Imperador Alexandre III
Príncipe Pozharsky.
Um destes quatro deve ser lançado este ano.

filipe
filipe
Reply to  Brunow
1 mês atrás

Ate 2027 a Rússia terá 10 SSBN Borei-A /Borei , logo em seguida irão substituir os Delta IV e Delta III mais antigos , esses sãos os submarinos SSBN mais modernos da Rússia, mas em 2030 poderão estar desfasados diante dos SSBN Culumbia (EUA), SSBN Dreadnought (UK), SSBN SNLE3 (França) e do SSBN Type 096 (China), até lá o trunfo na manga serão os próximos Borei-B que irão absorver muitas das tecnologias dos concorrentes. Em 2030 entraremos nesse clube com o nosso SNBR Alvaro Alberto, não é um SSBN , mas já poderemos começar a projectar um SSBN ou SSGN… Read more »

nonato
nonato
Reply to  Marujo
1 mês atrás

Uma enorme diferença de borei para vídeo. 🤪

Antoniokings
Antoniokings
1 mês atrás

A Rússia está fortalecendo muito sua frota de submarinos.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Precisa, é a arma mais temida e menos falada do outro lado…

filipe
filipe
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Submarinos é Dissuasão pura… O Equilíbrio do mundo esta nessa Arma, mas o EUA têm armas de projecção de poder os temidos NAEs da classe Nimitz.

Italo Souza
Italo Souza
1 mês atrás

Estão mantendo o ritmo.

Lindo SUB

Elson de Oliveira da Silva
Elson de Oliveira da Silva
1 mês atrás

Qual a profundidade máxima de operação da classe Borei? E os americanos classe Ohaio?

Bispo
Bispo
1 mês atrás

Belo e mortífero..que jamais, seja realmente usado.

XFF
XFF
1 mês atrás

Máquina mortal!

Rprosa
Rprosa
Reply to  XFF
1 mês atrás

Não podemos esaquecer que o projeto dos Borei data da década de 80 e que o primeira embarcação teve sua construção iniciada em 1996 e se não fosse a bancarrota da URSS o primeiro Borei deveria estar navegando ja no ano de 2000, ou seja se com um atrasod e 20 anos os borei aidand são maquinas mortiferas, imaginemos o impacto se les realmente comecassema navegar no incio dos anos 2000.   Da emsma forma, segundo informações da net a Rússia esta desenvolvendo uma nova versão dos Alfa,a denominada classe Laika/Husky e segundo estimativas o novo submarino de ataque russo… Read more »

filipe
filipe
Reply to  Rprosa
1 mês atrás

Os EUA são bons em todo tipo de armamento , mas a Rússia é especializada em MBTs e Submarinos, são artefactos que eles constroem com muita arte e tradição.

XFF
XFF
Reply to  filipe
1 mês atrás

Caças também!

Andre
Andre
Reply to  Rprosa
1 mês atrás

Pois é…a Russia segue sobrevivendo com os belos projetos soviéticos. Projeto 100% Russo tem vivido de propaganda.

Matheus Parreiras
Matheus Parreiras
Reply to  Andre
1 mês atrás

Claro, até por que a União Soviética não tinha nada haver com a Rússia certo ? 😉

Andre
Andre
Reply to  Matheus Parreiras
1 mês atrás

Mesmo “tendo a ver”, seguem sem novos projetos de sucesso desde o fim da URSS

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 mês atrás

O grande urso russo mostra as garras e os dentes para informar para não vir de graça que irá se machucar!

Matheus Parreiras
Matheus Parreiras
1 mês atrás

Russia mostrando que, apesar de tudo, ainda está no jogo.