segunda-feira, março 1, 2021

Saab Naval

Porta-aviões HMS Queen Elizabeth será enviado ao Mar da China Meridional em 2021

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

De acordo com relatos da mídia britânica, o novo porta-aviões HMS Queen Elizabeth da Marinha Real, de £ 3 bilhões, será enviado ao Mar da China Meridional para participar de exercícios militares com a Marinha dos EUA e a Força Marítima de Autodefesa do Japão.

O HMS Queen Elizabeth partirá no próximo ano, de acordo com os novos planos dos chefes militares.

O navio deve ser acompanhado por uma frota de navios de guerra, incluindo dois destróieres Type 45 e duas fragatas. O HMS Queen Elizabeth também será desdobrado com dois esquadrões dos jatos F-35B Lightning II, da RAF e do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

Também foram elaborados planos para enviar o navio irmão, HMS Prince of Wales, para a região quando terminar o treinamento. Dizem que o porta-aviões está cerca de 18 meses atrás do HMS Queen Elizabeth em termos de prontidão para a batalha.

O jornal The Times revelou que a implantação visa combater uma China cada vez mais agressiva.

Caças F-35B do Reino Unido no HMS Queen Elizabeth

- Advertisement -

54 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
54 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Yuri Dogkove

Será interessante ver os F-35 sendo colocados para correr pelos J-10.

Alessandro Vargas

Imagina o frio na espinha dos hermanos com um Strike Group desses rondando o Atlântico Sul…
E pensar que a ARA já esteve em nível de enfrentar o poderio naval de Sua Majestade!

Tutu

Eles nunca tiveram esse nível, quando o primeiro submarino nuclear chegou nas Malvinas eles perderam a guerra.

Thomas

Exato.

Allan Lemos

Concordo,porém é inegável que a Royal Navy teve uma ajudinha da própria incompetência dos hermanos.

Leonardo M.

Na verdade eles teriam se tivessem esperado os excocet chegar números decentes.
Se 5 mísseis já conseguiram afundar 2 navios importantes imagina e tivessem 50
Seriam pelo menos entre 20 e 30 navios afundados.
Lembrando que em 1982 não existia phalanx para proteger os navios.

Funcionário dos Correios

Sonhar não custa nada. Mas quem sabe a gente não vê esse PA na frota da MB.

Allan Lemos

A MB tem planos de voltar a operar um NA,mas não um desse tamanho.No máximo será um de 45-50k toneladas.

ALLAN

O empecilho para alem da realidade é que a marinha nao quer um PA com rampa, o próximo PA se tiver vai se com catapulta, igual o PA São Paulo.
Quanto a tonelagem vai depender muito do período da compra, mas nd impede de ser maior q 50k tonelada.

Wilson

PA com rampa estilo o QE limita muito os tipos de aviões que podem ser operados, no QE apenas os F-35B conseguem operar, com uma skijump aumenta uma pouco o numero de modelos, Su-33, mig-29K e J-15(possivelmente o gripen M), já um PA com catapulta e cabos de parada pode operar praticamente todos os modelos de aviões navais existentes, incluindo aviões AEW coisa que os outros não conseguem operar. Todas as características do futuro PA brasileiro tem que atender aos requisitos de estado maior, sendo que pelo que já li esses já foram elaborados e aprovados, a próxima fase não… Read more »

Alan Peter

Sonhar não custa…eu quando criança sonhava em ser astronauta…tinha livros e mais livros sobre astronomia, sobre a corrida espacial, etc…desenhei muito foguetes, astronautas….parei quando vi o preço de uma luneta de tripé na época….

Wilson

Eu sonho com PA brasileiro(de várias características).
Apenas quis mostrar as diferenças que as diferentes configurações apresentam.

Erick Dantas

A questão de um porta aviões com catapulta não seu preço de aquisição e sim o de manutenção, exemplo o PA da França custou cerca 4 bilhões de dólares, más para manter custa aproximadamente 10% desse valor por ano e só fazer as contas o custo de manutenção em 40 anos de vida útil e de cerca de 16 bilhões de dólares. Mesmo não sendo nuclear o Brasil não tem como arcar com isso. Se a marinha insistir com ideias de grandeza vai ser um grande fiasco novamente.

Wilson

Erick, a MB operar um PA não é luxúria mas sim uma necessidade, os custos de um PA CATOBAR nuclear são muito mais altos do que os de um não nuclear, a França está vendo isso, tanto que o próximo PA deles, ao que tudo indica, será não nuclear.(pode ter certeza, os custos de um PA nuclear são muito, mas muito mesmo, mais altos do que os custos de um não nuclear, não tem como comparar). Quem quer ter uma defesa realmente forte, tem que pagar e muito por ela.Só as dimensões do Brasil já exigem uma marinha maior que… Read more »

Bardini

“Mas quem sabe a gente não vê esse PA na frota da MB.”
.
Sonha…
.
Mais fácil ver um deles passar a se chamar HMAS Australia

wesley alves

Nosso próximo porta aviões será o Charles de Gaulle, quando se aposentar da marinha francesa.

fewoz

Pelo amor de deus, não fala isso senão o Almirantado vai querer comprar um novo elefante branco, que não vai ter dinheiro para operar… Que façam direito primeiro o básico (escoltas, etc) e parem com essa megalomania.

Tomcat4,2

Uma task force de respeito hein!

Allan Lemos

Bem que a gente podia aproveitar e mandar o PHM Atlântico pegar uma carona com eles quando estiverem descendo o Atlântico Sul.Parece que os navios da MB têm medo de irem a mais de 200m da costa.Marinhas de respeito têm que fazer exercícios no quintal dos outros para pegar experiência.

Silas R. Zeferino

ta desinformado ein….

Dalton

Se eles descerem Allan. É muito mais perto e barato atravessar o Estreito de Gibraltar, cruzar o Mediterrâneo, atravessar o Canal de Suez, descer pelo Mar vermelho e entrar no Índico e depois Pacífico.

Allan Lemos

De fato.

ALLAN

Fora de nexo seu comentário, o Brasil participa da UNIFIL a anos, e vem atuando em conjunto com outras marinhas a anos lá, regularmente a marinha faz execícios navais, mas acima de tudo o dever da marinha é PATRULHAR a zona marítima brasileira e nao ficar fazendo show pra gringo ver.

Allan Lemos

Fora de nexo é achar que a Unifil,que nem exércicio de combate é,pode se comparar com as atividades de treinamento que os EUA e seus parceiros fazem.A função da Marinha é proteger a soberania nacional,e ela só poderá fazer isso com presteza se treinar combate com grandes marinhas,e não ficar só patrulhando a costa,isso seria a função primária de uma guarda costeira,não de uma marinha de guerra de respeito.

Mgtow

Deveria voltar a escola. Direto para as aulas de geografia

Fabio Araujo

Vai sem os helicópteros de alerta antecipado o que limita um pouco as operações.

PauloR

Vai ter parada naval no mar da China ou os britanicos querem apenas mostrar uma força que não tem?

Dalton

Exercício militar com a US Navy e a marinha japonesa, está no texto.

rui mendes

Não têm??? Podes ter a certeza que têm, a começar que são dos únicos 5 países do mundo, que têm SSBN´s e já estou a contar com a China, que os seus SSBN´s estão ainda longe do nível dos outros 4 países que têm a mais potente das armas militares já inventadas, depois têm 2 P.A. com aviões 5g na frota, coisa que poucas forças aéreas têm, quanto mais marinhas, depois têm submarinos nucleares de ataque com capacidade de disparar mísseis de cruzeiro, têm LPD´s, e o navio Argus que pode actuar como porta helicopteros, aliás ainda há pouco tempo… Read more »

DIOGO LIMA

Diga-se de passagem Terceiro maior operador de F-35 (138*). Segunda maior operador do F-35B (48). Maior operador do Typhonn até então*. Único europeu a possuírem sua própria frota de cargueiro estratégicos C-17 . Segundo maior operador do CH-47 Chinook (60) e AH-64 Apache (50) . maior operador do helicóptero Merlin Mk2/Mk4 (55) . Futuro maior operador de blindados Boxer (528) e Ascod (Ajax)(450*). único país a possuir o míssil de cruzeiro americano BMG109 Tomahawk. Futuro maior operador de drones na Europa MQ-9B (16). *integração Meteor+F-35B dará uma combinação mortal aliados aos novos E7 Wedgtail (5) e P8 Poseidon (9) na… Read more »

Last edited 7 meses atrás by DIOGO LIMA
John Paul Jones

Já vi esse filme antes no inicio da 2 GM.

A Marinha do Reino Unido mandou dois navios fracamente escoltados, sem apoio aéreo, para o Pacifico e os Japoneses passaram o cerol neles …

Um acho que era o Prince of Walles, o mesmo nome do irmãozinho aí de cima …

Interessante como a história se repete ….

Dalton

Só que dessa vez além de americanos, incluindo F-35Bs do USMC a bordo os japoneses estarão do mesmo lado.

Roger

Na verdade se o caso se repetir, todo mundo vai ter o pescoço cortado por um cerol atômico (de ambos os lados).

ALLAN

kkkkk o Prince of Walles, apareceu la só pra ser afundado em seguida.

Wilson

Não sem antes ter acertado o Bismark e ter inutilizado um dos depósitos de combustível do navio.

rui mendes

´´Dois navios fracamente escoltados, sem apoio aéreo….
Pois, na segunda guerra mundial, os navios iam com uma escolta aérea …
Quando se quer falar mal, porque não gostamos deste ou daquele país ou bloco, e não pensamos um bocado …

John Paul Jones

Eu não estou falando mal de ninguém, só estou relembrando a história e a coincidência dos nomes.
Pouco após o meu comentário choveu criticas tb na midia inglesa sobre este desdobramento aparentemente de cunho politco e fraco planejamento militar.

Jagderband#44

Mais um prego no chinelo dos xings lings.
Vão salvar ronguecongue?

DOUGLAS TARGINO

Nada que nossas cinco fragatas não deem conta… kkk

Wilson

Pelo que eu saiba são 7 fragatas ao todo, 5 classe Niterói e 2 Type 22.

Gutex

E sinceramente quantas destas 7 você acredita que estariam em condição de pronto emprego, com todos sistemas de combate operacionais, em uma hipotética mobilização?

Wilson

Não sei.

Não vou ficar deduzindo algo que não conheço, sei que hoje a MB tem 7 fragatas e 2 corvetas no setor operativo.

ALLAN

Boatos que a grana ta curta no Reino Unido, será q essa movimentação nao seria uma exibição para um futuro comprador de um dos PA deles ?

rui mendes

Tá curta em todo o mundo.
Sonhar é de borla.

Rogério Loureiro Dhierio

Se teem ou não o total expertise necessário e que desejam a RN, eu não sei dizer más que será um excelente laboratório de testes reais para que eles consigam essa prontidão, sem dúvidas será.

Alang

Vai se tornar o HMS Hood do século XXI, só acho. 👀

Luiz Trindade

O fato é que demorou mas a Royal Navy esta voltando a mostrar suas garras de novo. Deus salve a Rainha!

Enquanto nós… Bem nós ficamos com um porta-helicóptero de segunda…

Mgtow

Essa turminha de exploradores escravagistas do ocidente não se conforma em ver um pais se libertar das amarras da exploração que foi e é a base de toda a riqueza deles. Se acham que vão barrar a China estão muito enganados. Os chineses não ligam pra nada dessa pressãozinha aí. Eles sabem o que querem. Sabem trabalhar com o tempo

Luiz Trindade

Te lembro para que vc não se iluda tb com o Oriente que tb são exploradores escravagistas tb… A China esta dominando a área marítima que são de outros países como Vietnam e Laos e estes não tem como se impor e o que lhe resta é aceitar a imposição da Marinha do Exército de Libertação Popular (A lembrar libertação da China). Agora que vão em muito pouco tempo fazer a nova guerra fria isso irão!

Mgtow

Não tô me iludindo com nada não parceiro. Só não pago pau pra piratas imperialistas que enriqueceram na desgraça alheia e ficam querendo inibir qualquer tentativa de tomada de autonomia de outras nações. O que me espanta mesmo são sujeitos como tú. que vive na pindaiba por causa de paises como EUA e Inglaterra e mesmo assim os defende com unhas e dentes. Isso é que eu chamo de sindrome de Estocolmo

Paulotd

Type 23 escolta fraca desde quando? Estão modernizadas, com radar 3D, VLS de 24 células carregando o Sea Ceptor, algumas unidades tem até o Aster. Tem também 1 Merlin novinho embarcado, algumas com sonar rebocado. Pode não ser um Arleigh Burke mas é uma ótima fragata.

Last edited 7 meses atrás by Paulotd
John Paul Jones

Bicho, tu é marinheiro do Século XIX ?? kkkkk.

Entra no século XXI 🙂

LUIZ HENRIQUE CARDOSO

O Metacapitalismo Tecnocrata Ocidental construíu um monstro o qual já não pode domar: China. A China inteira foi construída com capital ocidental. Derrotas em sequência, perda de espaço nos EUA, uma União Européia morimbunda, só os resta o poder financeiro e seus bando de arruaceiros e subversivos: LGBT, pedófilos, paganistas. Agora, a Coroa Britânica, que sempre sofreu com esses especuladores banqueiros, tendo o seu povo escravizado, junto com o que dá para chamar de a ascensão do velho espiríto de liberdade do genuíno povo americano, os Estados Unidos da América, depois dos EUA serem saqueados com trilhões de dólares para… Read more »

Mgtow

” Metacapitalismo”…cheiro de olavismo. Seu texto não li e não lerei

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

O afundamento da fragata INS Khukri pelo submarino PNS Hangor na Guerra Indo-Paquistanesa de 1971

Conheça a história do primeiro afundamento de navio de guerra por um submarino após a Segunda Guerra Mundial A fragata...
- Advertisement -
- Advertisement -