Home Incêndio Princípio de incêndio em outro navio da Marinha dos EUA

Princípio de incêndio em outro navio da Marinha dos EUA

3729
34
USS Kearsarge (LHD 3)
USS Kearsarge (LHD 3)

WASHINGTON — Um incêndio rapidamente extinto a bordo do navio de ataque anfíbio USS Kearsarge levou a Marinha dos EUA a emitir uma “ordem de parada do trabalho” na sexta-feira (17) para o estaleiro General Dynamics NASSCO em Norfolk, informou o Naval Sea Systems Command ao Defense News neste sábado.

O incidente começou quando uma faísca da soldagem pousou em material próximo, que foi rapidamente apagado pelo “fire watch”, que é é um marinheiro ou empreiteiro que fica próximo com uma mangueira de incêndio e/ou extintor para impedir um incêndio maior.

Em comunicado, o porta-voz do Naval Sea Systems Command, Rory O’Connor, disse que o “fim do trabalho” era para garantir que a empresa seguisse os protocolos de segurança contra incêndio.

“Em 17 de julho, a Marinha foi informada de um incêndio a bordo do USS Kearsarge (LHD 3), atualmente conduzindo uma Selected Restricted Availability na General Dynamics NASSCO – Norfolk”, disse O’Connor.

“O fogo foi rapidamente extinto pelo vigia e resultou em danos mínimos. Em resposta a este incidente, a Marinha emitiu uma ordem de parada para todos os navios com disponibilidade de manutenção no GD NASSCO Norfolk para garantir a conformidade com todos os procedimentos e protocolos de incêndio estabelecidos. ”

Subscribe
Notify of
guest
34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Funcionário dos Correios
Funcionário dos Correios
2 meses atrás

Que fase em!!!!

Régis
Régis
Reply to  Funcionário dos Correios
2 meses atrás

Sem dúvida. Com tantos incidentes assim ocorrendo em tão pouco tempo, chego até pensar se não estariam sendo vítimas de sabotagem.

Funcionario da Comlurb
Funcionario da Comlurb
Reply to  Régis
2 meses atrás

Rsrsrs

Eu ia escrever exatamente isso.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  Régis
2 meses atrás

Pensei a mesma coisa!

Marcelo
Marcelo
Reply to  Régis
2 meses atrás

sabotagem acho que não, mas uma perda de capacidades…

PACRF
PACRF
Reply to  Régis
2 meses atrás

Se a hipótese de sabotagem se confirmar, haverá outro problema para a marinha norte-americana resolver: para que serve seu serviço de inteligência, se é que existe.

Last edited 2 meses atrás by PACRF
Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  PACRF
2 meses atrás

Engraçado as negativações. Você disse que SE algo estiver ocorrendo ENTÃO tal consequência será inevitável. As pessoas interpretam que você está questionando o serviço de inteligência deles, ainda mais quabdo acrescentou “se é que existe”, o que não significa uma crítica a Marinha e sim uma dúvida quanto a existência de um serviço de inteligência dedicado na Marinha. É nessas horas que desanimo, quando vejo que a maioria das discussões e negativações se dá por falta de interpretação de textos e desconhecimento das regras elementares de lógica. Torço para que isso mude em nosso país, e assim mude nosso país,… Read more »

Daniel
Daniel
Reply to  Régis
2 meses atrás

Em alguns sites especula se uma guerra cibernética secreta entre USA e Irã. depois de assistir um compilado de vários incêndios suspeitos em instalações chave dos dois países ocorridos nos últimos dias eu quase acreditei.

Daniel
Daniel
Reply to  Daniel
2 meses atrás

A questão é, uma sabotagem remota em um navio altamente automatizado talvez seja possível mas em um estaleiro de navios de pequeno porte quase artesanal se faria necessário um sabotador.

Pedro
Pedro
Reply to  Daniel
2 meses atrás

É só eles acharem um militar novinho que esteja devendo, ou que tenha que pagar o o tratamento de um parente que esteja com algo grave mas que ele, o soldado, não tenha condições de pagar… cirugia custa 80 mil, algum governo corrupto paga 300 mil pra ele fazer tal ato… dinheiro vivo na frente, se a pessoa não tiver valores sólidos, Balança as estruturas!

Audaz
Audaz
Reply to  Régis
2 meses atrás

E mais provável que seja o efeito pandemia. As pessoas estão mais estressadas, desatentas e desmotivadas. Isso se reflete em todos os setores. Não há como não dizer que o elo humano não tem efeito sobre ações e tomada de decisões.

Pedro
Pedro
Reply to  Régis
2 meses atrás

Não duvido de nada! Ainda mais com o envio de porta aviões e seus grupos de apoio para o mar da China!

Problema da China foi querer puxar briga com todos ao mesmo tempo, deu o passo maior que a perna! Aguenta a barra sozinha agora.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Pedro
2 meses atrás

Com os navios americanos pegando fogo sozinhos, os chineses não precisam se preocupar em afundä-los.

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
Reply to  Régis
2 meses atrás

No Post Marinha global da China de olho no controle do mar até… A 3 dias atrás Eu discorrí rapidamente sobre a atual movimentação geoestratégica de vários atores globais em várias frentes no mundo todo. Falei inclusive sobre esses incêndios nos USA e Irã e etc…

Mas, o EDITOR do blog não quis liberar. Infelizmente não entende e não permite que outros entendam!

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  Régis
2 meses atrás

É falta de recursos humanos capacitados, tudo é muito automatizado, quando falha…..

Edilson
Edilson
Reply to  Régis
2 meses atrás

Quantos navios tem a USNavy???
Princípios de Incêndio é NORMAL, Cozinha, quando faina de solda, quadros eletricos etc…. A diferença é que hj existe a mídia. Simples

Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

Ainda bem que o esquema de segurança funcionou e evitou o pior, perder dois LHD em pouco tempo seria um prejuízo que levaria anos para se recuperarem, teriam que talvez recolocar algum classe América em uso para devolver em alguns anos, pois levaria alguns anos para recolocar em serviço mas menos tempo que construir um do zero, um pouco do poder perdido.

Last edited 2 meses atrás by Fabio Araujo
Dalton
Dalton
2 meses atrás

Nenhuma marinha tem tantos “navios capitais” como a US Navy, representados pelos NAes e grandes Navios de Assalto anfíbio que por seus grandes tamanhos tornam-se mais suscetíveis a incêndios e nem os utiliza tão duramente o que consequentemente exige desafiadora manutenção. . Os “queridinhos” da US Navy são os NAes de propulsão nuclear e os submarinos igualmente de propulsão nuclear e estes “comem” muito do orçamento destinado a segurança em períodos de manutenção. . O acontecido no “kearsarge” nem teria recebido muita atenção como também não recebeu outro incêndio rapidamente debelado no navio de mesma classe “Iwo Jima” ano passado,… Read more »

Cavalli
Cavalli
2 meses atrás

Esta com “cheiro” de sabotagens, pois a US Navy está atuando massivamente no mar da China e como sabemos, em todo lugar do mundo existem divergências políticas em todas as repartições, inclusive a militar. Saudoso o tempo em que os militares eram proibidos de se manifestarem politicamente, pois as FFAA são INSTITUIÇÕES DE ESTADO e não de governo. Isso significa que o país tem um regramento (CONSTITUIÇÃO) que deva ser seguido, gostando ou não. Não gosta, se candidate à um cargo político e apresente suas idéias, inclusive a alteração ou a convocação popular de uma nova CONSTITUIÇÃO, se for o… Read more »

Marcilio lemos de Araujo
Marcilio lemos de Araujo
Reply to  Cavalli
2 meses atrás

Boa tarde, Cavali, parabéns pela sensatez, infelizmente alguns militares aloprados como aquele que uma bomba explodiu em seu colo no riocentro se não me engano de nome Job Lorena de Santana, não aceitam a submissão a carta magna, Militar não pode envolver com politicagem e milicia tem regulamento, nosso exército está perdendo sua credibilidade com seus profissionais em Brasilia tomando gosto pela mesquinha política.

Alex prado
2 meses atrás

A bruxa anda passeando pelos navios dessa marinha. Uns dias atrás um incêndio e um prejuízo de milhões, agora mais um! Manda um padre rezar uma missa antes de zarpar porque tá crítica a coisa.

Moisés
2 meses atrás

Marmelada eihnn!

Top Gun Sea
Top Gun Sea
2 meses atrás

Isso está ficando estranho!

Italo Souza
Italo Souza
2 meses atrás

Aquela faísca ameaçadora, tá parecendo que os navios andam mais propensos a incêndios.

Renan
Renan
2 meses atrás

Será que no outro caso não tinha este marinheiro vigiando?

horatio nelson
horatio nelson
2 meses atrás

só pode ser sabotagem em 1 tudo bem mais 2 já é muita conhecidência.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
2 meses atrás

Pow… Pensei que ia precisar perder outro navio para se tomar as medidas corretivas… Égua…

Jorge Knoll
2 meses atrás

Se a MB tivesse um (LHD 3) dessa classe, já estaríamos melhor servidos, mesmo com 30 de serviços.
Não é proibido sonhar, já que porta-aviões é um sonho irrealizável, pleos seus custos.

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
2 meses atrás

O negocio ta feio na frota americana, tudo pegando fogo…

Mattos
Mattos
2 meses atrás

Suspeito. Me cheira mal esses incêndios.

Welington S.
Welington S.
2 meses atrás

Já já aparece mais um com princípio de incêndio… vai vendo.

Cavalli
Cavalli
Reply to  Welington S.
2 meses atrás

Apareceu e foi abafada a notícia. Princípio de incêndio no porta-aviões J.F.Kennedy. Também estava no porto com pequenos reparos e o mesmo foi afastado do cais.

Cavalli
Cavalli
Reply to  Cavalli
2 meses atrás

Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

US Navy’s top officer reveals grim new details of the damage to Bonhomme Richard
https://www.defensenews.com/naval/2020/07/22/the-us-navys-top-officer-reveals-grim-details-of-the-damage-to-bonhomme-richard/

Last edited 2 meses atrás by Fabio Araujo