sexta-feira, abril 16, 2021

Saab Naval

Princípio de incêndio no futuro porta-aviões John F. Kennedy em construção

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

WASHINGTON — Um pequeno incêndio a bordo do próximo porta-aviões da classe “Ford” da Marinha dos EUA, John F. Kennedy, levou a construtora Newport News Shipbuilding a encerrar todas as soldagens esta semana enquanto o estaleiro investiga o incidente, de acordo com um comunicado da Huntington Ingalls Industries, sua empresa controladora.

O incêndio começou por volta das 10h15 do dia 20 de julho e foi rapidamente extinto pelas equipes de emergência, dizia o comunicado, resultando em nenhum ferimento.

“A Newport News Shipbuilding está investigando a causa desse incidente”, dizia o comunicado do porta-voz Duane Bourne da HII. “Não há custos conhecidos ou impactos de cronograma no momento.

“A Newport News Shipbuilding interrompeu todo o trabalho a quente no CVN 79 enquanto a causa do incêndio está sendo investigada e um afastamento de todo o estaleiro foi conduzido para segurança contra incêndios. A Marinha e a Newport News Shipbuilding restaurarão o trabalho a quente no CVN 79 quando a investigação for concluída e as ações corretivas necessárias estiverem em vigor.”

A segurança contra incêndios tem sido uma área de intenso foco para a indústria de reparo e construção naval desde o incêndio da semana passada no navio de assalto anfíbio Bonhomme Richard. O incêndio danificou 11 dos 14 conveses e destruiu a superestrutura da ilha, de acordo com uma carta do chefe de operações navais obtida pelo Defense News.

- Advertisement -

40 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
40 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel BR

Sabotagem ?!

Tomcat

Pensei a mesma coisa Gabriel BR… Ou é sabotagem ou o nível dos trabalhadores tá bem baixo…

De todo o modo, considerando os incêndios em todo o mundo ultimamente, já perdi a conta de quantos foram.

Régis

Ia dizer a mesma coisa. É muito incidente seguido para ser apenas “coincidência”.

maicon

 O incêndio danificou 11 dos 14 conveses e destruiu a superestrutura da ilha

Praticamente detonou tudo.

Mameluco do Sertão

É muita coincidência, essa sequência de Incêndios a bordo dos vasos de guerra da Marinha dos EUA (US NAVY).

A nova guerra fria segue a todo vapor!!!

Altas infiltrações/recrutamentos, etc.

Karl Bonfim

Só pode ser, não é possível tantos incêndios!

ednardo curisco

estão colocando querosene nos revestimentos dos navios,só pode

Fabio Araujo

Tá lasca, economia em excesso prejudicando os treinamentos e a qualidade do serviço?

horatio nelson

agora sim já pode se afirmar com certeza q é sabotagem…3 incendios em tão curto espaço de tempo não é conhecidencia é sabotagem mesmo e chinesa !

Fabio Araujo

O segundo foi um acidente e foi apagado rapidamente pelo cara que fica ao lado de quem esta soldando pronto para agir em caso de principiou de incêndio, foi uma fagulha de solda que incendiou uns panos que estava perto e rapidamente foi apagado sem grandes consequências. Resta saber o que foi neste novo caso.

Jota Ká

Agentes brasileiros com inveja do poderio naval norte-americano estão sabotando! 😊

Funcionário dos Correios

Que fase em!

Karl Bonfim

É olho grande e puxado!!!

Ricardo Bigliazzi

Segue a vida…

Ricardo da Silva

Carvalho I De novo ! Parece até castigo de tanto terem falado do Kuznetsov . . . . .
Os conspiracionistas vão dizer que foi “sabotagem” de empreiteiras terceirizadas controladas por capital estrangeiro !! hahahaha
Capital chinês, iraniano ou russo !! hahahah

Doug385

Sempre ocorreu esse tipo de coisa. É até corriqueiro. O problema é que, devido ao que aconteceu com o BHR, qualquer fagulha vira incêndio (literalmente).

Marcelo Andrade

Exato Doug! Como ocorre em qualquer atividade.

JuggerBR

As explicações terão que ser muito bem dadas…

Funcionario da Comlurb

Sério?

Você não tem a menor noção do que é um ambiente de trabalho num estaleiro, não tem a menor noção do que é construir/reparar um navio.

Tupinambá

Não entendi a frase “e um afastamento de todo o estaleiro foi conduzido para segurança contra incêndios”

Fabio Araujo

Se foi falha de procedimento o estaleiro vai ter que fazer mudanças de procedimentos e melhorar os treinamentos.

jagderband#44

O que acho ridículo é o fato de que, a partir de agora, qualquer porra de fogueirinha que acontece em um estaleiro ganha notícia. Já trabalhei muito em estaleiro e sei que incêndios, mangueiras de óleo pegando fogo, fagulhas de solda em pano etc etc acontecem a todo momento. Tenha paciência.

jagderband#44

O caso do navio ancorado em San Diego ok, foi um baita incêndio, agora, ficar noticiando qq coisa? A vá.

rommelqe

Mas caro Jagderband#44: também pensei, mas depois de ler que atigiu 11 niveis de conveses e danificou a ilha …. não foi um incêndizinho qualquer…

João Carlos

Será que estão usando solda fabricada na China?

Joao Moita Jr

São minúsculos nano robots que acabam de chegar da China. Como no filme Ant-Man.

Jota Ká

Celulares Huawei dos operários estão liberando gases altamente inflamáveis! 😆

Antoniokings

Rapaz! Se as soldas chinesas estão fazendo esse estrago na Marinha americana, imagine quando os chineses dispararem seus mísseis e torpedos.

Italo Souza

Ano complicado para as marinhas

pangloss

Não acho que o nome escolhido para o navio seja dos mais alvissareiros.

Luiz Trindade

Rapaz… A bruxa tá solta?!? Será possível?!?

Osvaldo Marcilio Junior

Tô achando que ai já é sabotagem!!!

Bruno Lima

Em respeito a todos os presentes, mas não creio em sabotagem. Navio Chinês tem incêndio, é solta pecinha, mas se for americano, coitado sofreu sabotagem. Não dá. Em manutenções e reparos acidentes podem acontecer. Neste período de pandemia, com isolamentos, contingente reduzido, é necessário saber a pressão e o ambiente de trabalho ao qual os operários são submetidos. A marinha americana não veio do espaço, não é perfeita. Basta lembrarmos dos acidentes envolvendo os destroyers “USS Fitzgerald” e USSJohn S McCain. Navios de ponta, com tripulação experiente, sensores de última geração, mas que se envolveram em colisões. A pandemia, crescente… Read more »

Sincero

Me parece que traidores apátridas estão sabotando as forças armadas.
Esse é o maior problema dessa gente, eles não.se.importam em destruir o país para tomarem o poder. O dono deles é outra nação. Pense sobre isso.

Dalton

Não fosse a tragédia ocorrida no “BHR” não se daria tanta atenção, porque, infelizmente incêndios principalmente pequenos são até comuns. . No fim de 2018 um “Arleigh Burke IIA” o USS Oscar Austin que estava sendo modernizado “pegou fogo” e continua sendo reparado e ano passado outro da classe “Wasp” o USS Iwo Jima também sofreu um incêndio só que menor e isso é o que lembro no momento. . No mais Newport News além do futuro USS John Kennedy que já foi lançado ao mar, a foto é anterior a isso, se está na fase final da modernização de… Read more »

João Bosco

Já pararam para observar que tem alguma coisa errada nestes incêndios nos navios da USN? Coincidência demais pro meu gosto. Tem coelho neste mato, e dos grandes…..

rommelqe

O que me parece mais provável é que uma intensificação na velocidade dos procedimentos de manutenção – em decorrencia do evidente aumento nas tensões internacionais – tem elevado o nível de riscos nos estaleiros. São aquelas velhas máximas: a pressa é inimiga da perfeição e não se pode fazer uma criança com nove mulheres em um mês.

Luis Bartolo

Muitos incêndios pro o meu gosto… Tá estranho isso aí… Tem algum chinês trabalhando nessa obra? kkkkk

Alex Barreto Cypriano

O JFK tá em construção, é diferente de manutenção, mas a ordem geral é de que o que entra, sai: nada de estocar dentro do bote maquinario/ferramenta/insumo e deixar o lixo pra trás num canto ou caçamba. Se tivesse sido assim no BHR, ele ainda estaria entre nós, o navio batizado com o nome fantasia de Benjamin Franklin, o criador do corpo de bombeiros na América. Aposto que o incêndio se espalhou no BHR justamente pelos gases quentes infiltrados nas tubulações de insuflamento de ar pressurizado. Quem aposta comigo?

Last edited 8 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Marcelo Andrade

Gente, princípios de incêndio em manutenção e contrução sempre ocorreram. O que está acontecendo é que, devido ao incêndio do navio anfíbio tudo quanto é incidente vai aparecer na mídia. Lembro de que eu fui Bombeiro de Aeródromo da FAB, quando servia na BAGL, em 1986/87 e meus plantões eram 24/48h. Com raríssimas exceções, nos 7 meses em que trabalhei no Aeroporto Internacional do RJ, sempre tinha uma emergência ou de Alerta 1 (Prontidão) ou Alerta 2 (Pane constatada – pouso de emergência) e ninguém sabia! Mas, se houvesse um acidente consumado (Alerta 3), pode ver que, após isso, todo… Read more »

- Publicidade -

Guerra Antissubmarino

O afundamento da fragata INS Khukri pelo submarino PNS Hangor na Guerra Indo-Paquistanesa de 1971

Conheça a história do primeiro afundamento de navio de guerra por um submarino após a Segunda Guerra Mundial A fragata...
- Publicidade -
- Advertisement -