quinta-feira, janeiro 27, 2022

Saab Naval

EsqdHA-1 realiza tiro real em águas do Mar Mediterrâneo

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

No dia 7 de novembro, o 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (EsqdHA-1) realizou o exercício “Live Firing Activities” em águas internacionais, próximo ao Mar Territorial libanês. O “Lince 04”, aeronave orgânica da Fragata “Independência”, Navio Capitânia da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL, compõe a única Força Naval da missão de paz da ONU no Líbano.

Durante o exercício, o binômio Navio x Aeronave empregou seus reparos equipados com metralhadora 12.7mm (.50”). O exercício teve como propósito incrementar os níveis de adestramento e coordenação do Destacamento Aéreo Embarcado (DAE) e das equipes do Navio envolvidas na Defesa contra Ameaças Assimétricas.

Dentre as principais tarefas executadas pelo DAE subordinado à FTM-UNIFIL, destacam-se as Operações de Interdição de Área Marítima, identificação e acompanhamento de contatos e Missões de esclarecimento.

FONTE: Marinha do Brasil

- Advertisement -

34 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Foxtrot

Ôôô essa tem uma óptica para facilitar a operação do artilheiro.
Não entendo o porquê até hoje nossas FAAs não instalaram trilhos Picatilly em suas metralhadoras e miras ópticas?
Á espera, sei sim .

rodrigo V

Todo pojeto IA2 e baseado em ter trilhos picatilly, e varios unidades tem recebido em quantidades pequenas miras opticas tb.

Flanker

Trilhos picatiNNy….

Luiz Trindade

Curiosidade… Atiraram em que?!? Foi em algum alvo estático ou em movimento?!? Porque atirar para gastar munição no final do ano para se justificar o gasto anual da Força já se faz aqui no Brasil.

Silas

Melhor ouvir (ler) do que ser surdo (cego)…

Luiz Trindade

Não sabe de nada inocente…

Marc elo Andrade

Você deveria trabalhar na Foice de SP!

Luiz Trindade

Vai lá… Tem a sua cara…

Roberto Santos

Falou bem

Pablo

Parece que tu nao leu o texto, isso foi um EXERCÍCIO, forças armadas do mundo inteiro fazem isso o ano todo, inclusive aqui do lado, na Venezuela, que passa gastando dinheiro que não tem com armas e exercícios.

willhorv

Uma coisa trivial que é disparar com uma .50 se torna um evento. Tá feia a coisa mesmo não!

Talisson Goet

Eu não li que se tornou um evento. O exercício “trivial” é necessário, ocorreu e foi repassado a nossa imprensa especializada. Me assustaria se fosse um segredo.

Carlos Queiroz

Estou curioso, será que as Tamandaré só vem com 4 mísseis superfície superfície mesmo? Tem como a marinha modificar e instalar 8 mísseis depois? Acho 4 mísseis muito fraco para uma fragata

Foxtrot

São dois lançadores quádruplos de MANSUP ou Exocet.
1 de cada lado.
Isso até algum almirante velhaco acha melhor comprar outro míssil importado por ser mais moderno e capa$$$ (obs: o erro é proposital).

Jorge Knoll

Esperas o quê da MB, nossas fragatas são desdentadas, obsoletas e pelo jeito virarão alvo de treinamento de tiro, ou de mísseis.

rodrigo V

mais um questao super trunfo, o comum vcs acham um navio leva sua carga total de armamento ? Quase nunca !!! 4 ou 8 ? depende da missao.
4 ja da uma capacidade de dissuacao excelente para uma corveta vitaminada ( rsrs)
desculpem a falta de acentos , pois estou num teclado que nao acentua.

Hugo Martins

Referente ao exercicio com a .50. Eu li ha alguns anos que o helicoptero da fragata que estava no momento no comando da frota da Unifil esta desarmado.
O navio de guerra foi pra guerra e não levou armas.
Foi nescessario que uma embarcação Alemã emprestasse ou doasse, sei lá, uma metralhadora pra que o Helicoptero Brasileiro não ficasse desdentado em uma situação de guerra.
Será que ainda é esta arma alemã???

MCruel

Não entendo o brasileiro… se faz exercício comum e mostra, é por que é comum. Se faz exercício comum e não mostra, é por que não faz nada. Gente, o destaque da matéria não é a utilização da .50, mas o exercício com tiro real em águas internacionais, para adestramento das equipes.
Lendo alguns comentários, me lembro de uns amigos que, quando perguntados se gostam de dias frios ou dias quentes, eles respondem: “nem frio, nem quente, eu gosto é de reclamar”.

Marcelo Andrade

Mcruel, eu já cansei de dizer isto! Mas nossos blogs foram tomados de assalto por uma galera sinistra que tem um Complexo de ser brasileiro triste! Eu já até acho que o Alexandre coloca estas noticias sabendo que vãofalar mal!

Pablo

Essa aeronave já é uma das modernizadas?

Dalton

Sim.

Pablo

Gracias, Dalton

Flanker

O HA-1 não opera mais os Lynx não modernizados…..opera apenas os modernizados (AH-11B).

Tallguiese

Uai só com reparos de metralhadora? Cadê os mísseis ant navio? Do linyx? Sea skua não tem?

Last edited 1 ano atrás by Tallguiese
Rinaldo Nery

Tem sim, mas, para esse tipo de missão da ONU, a .50 é mais utilizada. Nenhum navio vai ser afundado pelos Lynx. Bora reclamar…

Foxtrot

Kkkkk aí pegou pesado amigo.
Quer mísseis em missões de paz?
Ora se levarem mísseis não será missão de paz, e sim de guerra declarada concorda?

Roberto Santos

Tiro real ? Em quem ?

Pablo

precisa ter alguém para treinar?

Roberto Santos

Deu a entender q sim

Pablo

tu seria o alvo?

Rinaldo Nery

#boramarretar

MCruel

Num cardume de sardinhas dando mole…. Estavam ameaçando a fragata.

Mahan

Que a MB faz nesse lugar? Qual o ganho pelo desperdício de recursos e meios??

R_cordeiro

Desperdicio eh vc desprender-se de minutos sagrados da sua vida para reclamar de uma coisa que vc nao tem a minima ideia de como funciona. Volte para a sua louça, eh mais produtivo pra vc e para o seu país.

Last edited 1 ano atrás by R_cordeiro
Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Construção da primeira fragata classe ‘Tamandaré’ deve começar em setembro

Em 20 de janeiro, na parte da manhã, como parte da Operação “ASPIRANTEX/2022”, o Comandante de Operações Navais, Almirante...
- Advertisement -