sábado, fevereiro 27, 2021

Saab Naval

Submarino nuclear russo dispara 4 mísseis Bulava em teste

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

No sábado, dia 12 de dezembro, um submarino nuclear russo testou com sucesso quatro mísseis balísticos intercontinentais em uma demonstração de prontidão das forças nucleares de Moscou.

O Ministério da Defesa disse que o SSBN Vladimir Monomakh da Frota do Pacífico lançou quatro mísseis Bulava em rápida sucessão, de uma posição subaquática no Mar de Okhotsk.

Suas ogivas de treinamento atingiram seus alvos designados no campo de tiro de Chiza, na região de Arkhangelsk, no noroeste da Rússia, a mais de 5.500 quilômetros (mais de 3.400 milhas) de distância, disse o ministério em um comunicado.

O Vladimir Monomakh é um dos novos submarinos nucleares da classe “Borei” que carregam 16 mísseis Bulava cada um e tem como objetivo servir como o núcleo do componente naval das forças nucleares do país nas próximas décadas.

Outro submarino do mesmo tipo realizou um lançamento semelhante de quatro mísseis Bulava em 2018 – uma demonstração cara da eficiência da dissuasão nuclear do país, imitando as condições de um grande conflito nuclear.

- Advertisement -

77 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
77 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Italo Souza

Um alarme soou na Alemanha em uma base militar, avisando de um lançamento de mísseis intercontinentais, será que foi essa demonstração?

Vinicius Momesso

Por mais que sejam treinados para não sentir medo, são seres humanos e não há como se livrar disso.

DOUGLAS TARGINO

Pode ter sido sim. E podemos dizer uma coisa: cada treinamento feito pelos russos, a Otan pensa que é o juizo final. No final cada um dar um sopro de alivio e vai dormir kkkkkkkkkkkkk

Matheus S

Acredito que foi sim. Oficiais de defesa dos EUA disseram que o alarme soou após justamente os disparos dos mísseis, e me parece que a trajetória dos mísseis foram do lado leste para o oeste, então acredito que possa ter sido sim por conta do teste russo. A CNN postou uma matéria referente a isso.

https://edition.cnn.com/2020/12/14/politics/russia-missile-drill-false-alarm-us-base/index.html

Eduardo dos Anjos

É isso que o Brasil precisa, poder de dissuasão, para quem quer que seja, nem pensar em realizar um ataque contra o Brasil…

Slow

Brasil precisa de bomba nuclear porem ( opinião) eu acho que vai ser meio impossível Brasil ja vai sofrer e sofre uma pressão internacional grande , quando ou se anunciar que vai trabalhar pra ter uma vai acontecer igual acontece com irã a anos cientistas/fisicos assassinados frequentemente e fora sanções e embargos .

ERNANI BORGES

O segredo do sucesso é o segredo da missão.

Slow

Acha possivel o Brasil fazer isso em segredo ? Eu não acredito que isso fica em segredo por muito tempo caso aconteça

sj1

Acredito que dá pra manter em segredo até próximo do teste..

Leonardo Costa da Fonte

Quem disse que não temos? Como já foi dito, o pessoal não consegue manter segredo. Há muita informação na imprensa e nos bastidores…

Carlos Campos

Acho que o caminho mais rápido é merd@ da AVIBRAS fazer os motores de combustível sólido o mais rápido possível, lançar o 14X, pegar essa tecnologia e fazer um míssil intercontinental, a carga seria urânio enriquecido até 20%, uma explosão em cima de qualquer cidade não vai destruir ela, mas vai deixa inabitável, vai causar câncer, vai gerar prejuízos econômicos bilionários, mesma coisa com o MANSUP, se der para lançar ele pelo tubo de torpedo do Scorpene carregaria uma ogiva de Urânio enriquecido, o Brasil não teria o poder de varrer países do mapa, mas teria de causar danos catastróficos… Read more »

Slow

Seria uma boa porem acho meio difícil infelizmente

Segatto

Para fazer a chamada bomba suja ou radiológica nem precisa ser urânio enriquecido gastando muuito para enriquecer ele, você não quer um uma reação em cadeia de fissão para enriquecer com o isótopo físsil, qualquer lixo nuclear de máquina de raio-x ou tomografia, rejeito de usina nuclear, será bem mais radioativo

sj1

Cara, nem em pensamentos devemos cogitar isso de bomba suja, bomba atõmica convencional sim.

Bosco

Segato,
Aparelhos de RX/tomografia não usam material radioativo. A geração do feixe de RX é através de um dispositivo elétrico (anodo e catodo).

Last edited 2 meses atrás by Bosco
Carlos Campos

qualque coisa que seja mais letal num curto prazo seria o melhor, por isso falei em Uranio enriquecido, mas não entendo sobre os efeitos de Urânio enriquecido versus resíduo nuclear.

Bosco

Carlos, O que você sugere é que façamos o mundo de refém se valendo de uma bomba “suja” cujo único alvo é o ser humano. Lamento, mas isso não funcionaria. Viraríamos um pária entre as nações. Uma arma nuclear “convencional” tem funções outras que matar gente, já uma bomba suja é voltada ao extermínio de pessoas e esse tipo de arma não é mais tolerado pela comunidade internacional. Se lançássemos um míssil com uma ogiva tipo “bomba suja” sobre uma cidade nós seríamos varridos do mapa. Quanto a usar a tecnologia scramjet do 14X , esqueça, isso “non ecziste”. Éons… Read more »

Carlos Campos

Bosco aí é que está eu não conto com a aprovação da opinião internacional em relação ao Brasil. Essa arma seria só um método de vingança. caso acontecesse uma derrota do Brasil que levasse a uma ruptura/fim do Estado Brasileiro……..quanto a tecnologia aspirada hipersônica, pq os resultados seriam pífios? seria melhor um ICBM convencional?

Bosco

Carlos,
Me referi a resultados pífios da tecnologia scramjet nacional .

Carlos Campos

ah blz kkkk

Felipe Cotta

O pessoal chama isso de bomba suja, é uma maneira bem eficiente de causar danos ao inimigo

Nico 88

Primeiro precisa ter centenas de caças, milhares de MBTs, artilharia antiaérea sofisticada e dezenas de navios e submarinos. Tendo essa base de defesa convencional, aí sim teremos condições de desenvolver ogivas nucleares.

Bueno

Que poder 5500km !!
Se uma nação que tem esta capacidade se posicionar na costa da Venezuela ou Chile consegue atingir todo território brasileiro sem nenhum incomodo.
A simulação que o Galante propôs deu uma colher de chá..

Slow

É mais facil vir dos Eua o (amigo) do Bolsonaro do que a Russia lançar um desses aqui

Bueno

comendo bola ai.. disse: se uma nação que tem esta capacidade…
França , Inglaterra ,China , EUA , Rússia…

sj1

Índia tbm, de forma mais limitada.

Slow

Eu jurava que tinha lido Russia desculpa ai

Vinicius Momesso

Todos sabem que a OTAN tem o maior exército do mundo e não teria como a Rússia segurar por muito tempo uma invasão a seu território por mais que seja muito bem defendido. A única coisa que impede e continuará impedindo isso, é sua Tríade nuclear. Parabéns à Moscou por mante-la atualizada e ‘pronta para o uso’.

sj1

A Alemhanha também pensava assim em 1941, com seus 3.2 milhões de soldados da Barbarossa… acabou com a bandeira vermelha hasteada no Reichstag.

FOX

Aí era a URSS (17 nações ) é não Rússia uma nação . Se fosse Alemanha vs Rússia em 1941 em1943 a Rússia seria uma fazenda germânica.

Vinicius Momesso

Em um cenário OTAN vs Rússia apenas, é o que aconteceria. Agora no caso da WWII, Moscou não lutou sozinha. Mesmo se fossem Russia/China, a OTAN teria ainda uma ligeira vantagem na luta convencional.

MestreD'Avis

Vinicius, isso seria um WW3 má para todos e nunca ninguém iria assumir a derrota sem lançar os ICBM Num cenário puramente Europeu, em que a Russia invade a Europa de Leste, as forças europeias da OTAN detém uma supeioridade humana e de material sem necessitar dos EUA Sei que vão dizer que a Russia tem 50000 blindados na reserva mas 90% são sucata obsoleta e só iriam atrapalhar. Quanto á superioridade numérica já coloquei aqui os numeros. A Russia tem pouco menos de 150 Milhões de habitantes. A Alemanha e a França têm 84+65= 149. No caminho da Russia… Read more »

filipe

Imagina Rússia + China + Iran + Venezuela + BieloRússia + Síria Vs Otan + Japão + Coreia do Sul + Austrália + Nova Zelândia + Israel , isso seria a WW3 , Agora nesse jogo todo o Brasil+ Africa do Sul + India + Africa + Argentina ficariam de fora.

Pablo Maroka

Seria bom para a Venezuala que acabaria com as rações da coalização.

sj1

Sim, todos no passado pensaram parecido, e no final eles iriam meter a mão em tudo…

joão Fernando

Uai os alemão comedor de barata tinham nukes???

MestreD'Avis

O que 1941 tem a ver com o que ele disse? O que a Alemanha Nazi e a URSS tem a ver com a OTAN e a Russia?
Não concordo com o que o Vinicius disse, pois a OTAN como um todo não tem interesse em invadir a Russia. Mas, como já vi neste site muitas vezes, há pessoas que pensam estar em 1982 e que a Russia actual é a URSS

Segatto

A Alemanha também estava em clara desvantagem demográfica do mesmo jeito que a Rússia está agora, sem contar capacidade industrial da OTAN, nesse caso de OTAN vs Rússia por meios convencionais, a balança claramente favorece a OTAN

Antoniokings

Pense em OTAN contra Rússia e China.
Aí, não vai dar pé para OTAN não.
Ademais, só com essa demonstração, a OTAN sossega o facho.

MestreD'Avis

O que tem a China a ver com a Organização do Tratado do ATLANTICO Norte? Viu que o A é de Atlantico e a China está no Pacifico. Quer ver um mapa? Caso isso aconteça, explica como a China iria enviar os seus milhões e milhões de soldados para invadir, digamos, Frankfurt ou Viena? Qual a rota? Quanto tempo? Como seriam alimentados e armados? Essa demosntração mostra o quê? Que a Russia tem SLBM? Lamento mas não é novidade desde 1960 Outra pergunta, que já fiz para vc aqui mas nunca tive resposta. Se viver numa cidade, qual a diferença… Read more »

Antoniokings

Na boa.
Não vou nem me dar ao trabalho de responder.
Sem ofensas.

Leonardo Costa da Fonte

Acho que precisa dizer isso para a OTAN. Há poucas semanas, no final de novembro e início de dezembro, a OTAN deixou claro que a Rússia permanece o principal adversário na próxima década, mas que é preciso começar a focar na China. Embora não seja uma ameaça imediata para a Europa. “China is no longer the benign trading partner that the West had hoped for. It is the rising power of our century and NATO must adapt,” said one NATO diplomat who has seen the report, pointing to Chinese activity in the Arctic and Africa and to its heavy investments… Read more »

MestreD'Avis

Diz ai para o amigo de cima então se decidir.
Ou a China é um grande parceiro de comércio da Europa e vai isolar os EUA, ou a NATO vai se preparar para uma ameaça chinesa. Não pode é usar a Nato como um todo numa matéria e os EUA isolados noutra. Tem que se decidir!
E uma coisa é estar preparado para uma ameaça que pode ser economica outra é ter desejo de guerra nuclear como algumas pessoas parecem ter

Antoniokings

Depois de vc me explicar porque a Europa deveria se unir aos EUA para combater a China que está tomando o posto de maior potência dos EUA.
A Europa está interessada em ganhar dinheiro na China e vai aos poucos se afastando dos EUA.
Aceite!

Alison

Realmente impressionante

Allan Lemos

Meu sonho é ver o Brasil com um poder desses algum dia. Mas nosso complexo de vira lata não nos deixará ter mais do que um míssil de cruzeiro subsônico de “longo” alcance de 300km.

Charles Dobignies

Triste!!

Paulo Sollo

Os 4 lançados em menos de 25 segundos. Se aproxima furtivamente da costa do inimigo, despacha os 16 presentes do apocalipse em cerca de 1:30 minutos e desaparece.
Em se tratando de máquinas de guerra não há nada que supere um SSBN.

Bosco

Paulo,
Um Bulava tem alcance de 6 mil a 10 mil quilômetros. Não precisa se aproximar da costa do inimigo.

Matheus S

Os 4 lançados em menos de 25 segundos.

Iria comentar justamente isso.

Antoniokings

Uma revista americana chamou de ‘prévia do fim da civilização’.

Bosco

“Prévia do fim da civilização”
E os russos irão imigrar para Alpha Centauri?

Antoniokings

Os russos, eu não não sei.
Mas, os americanos serão mandados para o além.

MestreD'Avis

No sonho dele, uma guerra nuclear pode ser vencida, tal como afirmavam alguns dos generais mais loucos dos anos 70. No sonho dele, esses Bulava iriam descer sobre as cidades americanas, matar 100 mihões de americanos e não haveria resposta. Os B-2 ficariam em terra, os Minuteman destruidos nos silos e os Ohio não existem No sonho dele, a resposta a um incidente local entre forças russas e americanas na Siria em que um caça seja abatido por engano é o lançamento de misseis nucleares sobre NY e LA. No sonho dele, a detonação de umas centenas de ogivas nucleares… Read more »

Bosco

Mestre,
Essa ânsia pela destruição dos EUA é o tal do ódio do bem. rsrs Típico da retórica esquerdista caviar.
A esquerda “progressista” globalista é a ideologia da estética retórica. Retoricamente são lindos mas o interior é podre como a carcaça de um jumento.

Antoniokings

Eu não tenho sonho nenhum com explosões nucleares.
Meus sonhos estão se realizando com esse processo lento e cadenciado de ascensão da China e decaída dos EUA.
Deixe assim que está bom demais.

Carlos Campos

Diplomacia Pura, muito lindo o lançamento.

Gilmar

Realmente.
Diplomacia muito eficiente.

Pablo Maroka

Gosto dos submarinos russos.

Ficam todo submersos e não estragam a paisagem a volta.

Vinicius Momesso

Ainda bem que não voam, não é?

Antoniokings

As paisagens que ficarão estragadas serão as de Nova York, Los Angeles, San Francisco e etc, etc, etc.

Tulio

Nós sabemos que no fundo você queria muito morar nestas cidades mas não pode Xings, todo mundo sabe que esse seu caráter psicopata esconde uma frustração por não poder dar uma passeada por Manhattan. Eu também queria morar na Itália e comer um corneto em Nápoles e não posso, nem por isso quero que a Itália seja aniquilada por armas nucleares. Você dá pena.

MestreD'Avis

Uma coisa que sempre me surprende, nos submarinos russos é o tamanho das salas de controle e quão luminosas são. Pelos menos nos Borei e nos antigos Typhoon Parece que estão num navio de superficie. Mesmo os enormes Ohio possuem salas mais pequenas e menos luminosas
Provavelmente foi estudado para o bem estar da tripulação e alerta durante longas patrulhas. Não querem marinheiros cansados e deprimidos com a chave de misseis na mão…

Dalton

Talvez você tenha visto algumas fotos onde por conta de um exercício as luzes são diminuídas. Independente disso os “SSBNs” tem duas tripulações permitindo uma maior disponibilidade e menor estresse para a tripulação.
.
No caso dos “Ohios” em média se tem patrulhas de 70 dias, algumas vezes 60 outras vezes mais de 90 quando então retorna a base a tripulação é trocada e o submarino é reaprovisionado, nada em demasia para as tripulações que recebem como uma espécie de compensação a melhor comida da US Navy.

MestreD'Avis

Dalton, já li os relatos de tripulantes de submarinos da US Navy falando sobre a vida a bordo e todos dizem ser a melhor de entre todos os serviços. Já tendo trabalhado em offshore, sei a diferença que um bom cozinheiro faz ao fim de 2 semanas longe de terra! Quanto as luzes, todas as fotos que vi estavam na penumbra mesmo, muitas pareciam de operações normais. Talvez seja politica da US Navy para não mostrar a sala ao pormenor. Mas mesmo em dimensões de altura, os Russos parece que guardam mais espaço para habitabilidade. Não eram os Typhoon que… Read more »

Dalton

Sim Mestre o “Typhoon” foi o maior submarino já construído uma grande conquista da engenharia humana e felizmente um será preservado para visitação pública. . O “Typhoon” atendia uma série de requisitos soviéticos, mas, no fim das contas não provou ser melhor que o “Ohio”, poucos foram construídos e o modelo não foi continuado. . Trata-se na verdade de duas doutrinas diferentes com os russos tripulando seus submarinos com menos pessoas, mais espaço para tripulantes e uma proporção maior de oficiais do que os americanos que preferem um número maior de pessoas a bordo para melhor lidar com avarias e… Read more »

Yuri Dogkove

Com belíssimas cenas de destruição, não teremos mais problemas com a superpopulação.

Rafa_Positronn

Será que os EUA mandaram algum submarino para “prestigiar” o evento ?

kkkkkk

Bispo

Esse “teste” visa “trazer” os americanos para mesa de negociação…visto que o START3 está chegando ao fim.

Face a WW3 “se ou quando” houver, será uma guerra de destruição não de invasão… não existirá “ponto geográfico” estratégico a ser “conquistado” e sim que deve ser “pulverizado” … “países ilhas” serão os mais vulneráveis…

Dalton

Testes como esses, lançando um ou mais mísseis fazem parte da rotina de ambas as nações, não há nesse caso nenhuma relação com “START”.

Claudio

Os foguetes vs-40 , vs-43 e vs-50 poderiam ser convertidos em mísseis balísticos?
Se sim dentro de 10 anos teríamos os primeiros

JT8D

O problema não é o veículo, e sim a precisão do sistema de guiagem

Marcelo

Alguem sabe o preço de cada missil bulava ????

Matheus S

Em uma fonte de 2012, afirma que cada míssil custava 1 bilhão de rublos, o que dá algo hoje em torno de US$14 milhões, mas na mesma matéria firma que em cinco anos, o preço aumentou várias vezes, o que pode indicar que desde 2012, o preço do míssil certamente sofreu reajuste, principalmente após 2014 com a retomada da Crimeia e consequentemente as sanções. Não é um preço exato, mas dá para se ter uma ideia do alto custo de se ter uma dissuasão nuclear. O que posso te afirmar é com relação aos gastos totais da Rússia com armas… Read more »

gasto total russia nuclear.JPG
Rene Dos Reis

Se não me engano Bulava e uma marreta cheia de pregos arma antiga

Rene Dos Reis

tipo essa no meu avatar

ScudB

Nao exatamente. Tal “bulava” é maça – evolução de porrete.

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Dynamic Manta 2021: Forças da OTAN treinam para a guerra antissubmarino

De 22 de fevereiro a 5 de março de 2021, acontece, no Mar Jônico, o exercício antissubmarino (ASW) da...
- Advertisement -
- Advertisement -