terça-feira, setembro 28, 2021

Saab Naval

Como os Transformers apareceram em World of Warships: da ideia à implementação

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Entenda os detalhes, da organização a compromissos entre Wargaming e Hasbro, que culminaram na bem-sucedida colaboração entre o popular universo de robôs e o jogo de combate naval online; aproveite também o bônus gratuito para novos jogadores, incluindo o navio brasileiro Almirante Abreu

Desde o seu lançamento, World of Warships, jogo de combate naval online e gratuito da Wargaming, teve colaborações de sucesso com várias marcas, incluindo os aclamados títulos de anime Azur Lane, Arpeggio of Blue Steel e High School Fleet. E, não faz muito tempo, houve uma colaboração de grande escala com o universo Warhammer 40.000.

Foi então que a Wargaming decidiu aproveitar o sucesso dessas parcerias e oferecer aos jogadores um conteúdo exclusivo de uma franquia ainda mais popular, e com a qual ainda não havia trabalhado: assim surgiu a ideia de trazer os Transformers, da Hasbro, ao World of Warships.

A parceria cativou os desenvolvedores por vários motivos, em especial o fato de que há muitos fãs dos robôs em sua base de jogadores. Por isso, ainda em 2019, os representantes do game contataram a Hasbro e propuseram um conceito de parceria. A Hasbro gostou e começou a se movimentar ativamente para dar vida a essa ideia.

As negociações e discussões em torno do conceito para posterior implantação do projeto duraram cerca de um ano. Como Transformers é uma franquia grande e de longa história, houveram muitas nuances para a cooperação acontecer. Afinal, não se pode simplesmente pegar e transferir os personagens robôs para um universo de combate naval de forma simples, sem atenção a todos detalhes.

Uma experiência interessante foi a necessidade de negociar não apenas com a própria Hasbro, mas também com o detentor dos direitos autorais da franquia no Japão, a Takara Tomy. Essa distribuição de direitos existe desde os anos 1980, quando a franquia Transformers nasceu. Tal circunstância dobrou o esforço necessário nos acordos, e o surto da pandemia do coronavírus complicou tudo ainda mais.

No entanto, World of Warships tem um escritório em Tóquio, com funcionários bem versados na cultura de negócios local. Junto com Takara Tomy, eles fizeram o possível e o impossível para implementar o projeto e agradar aos jogadores também no Japão.

O restante das nuances que surgiram durante as negociações foram associadas às especificidades da franquia. Foi necessário, por exemplo, excluir o dano visual e a morte de personagens dos Transformers em World of Warships. Isso levou a soluções criativas, como o visual do Campo de Força e da Ponte Cósmica do universo da série animada no jogo.

Outra característica da cooperação era a necessidade de manter a escala canônica dos personagens. É por isso que Rumble foi escolhido como o candidato ideal para o controle do destruidor “Khabarovsk”. Personagens mais populares do Decepticon, como Starscream, simplesmente não se encaixavam.

Os desenvolvedores de World of Warships trabalharam com a Hasbro para explorar diferentes opções para oferecer aos jogadores um conteúdo orgânico no jogo, mantendo a integridade da marca Transformers.

Após longas discussões, decidiu-se atribuir um personagem principal ao navio e colocá-lo na torre frontal da bateria principal, e dois ou três soldados dos Autobots ou Decepticons, cobertos com uma tela especial transparente, foram colocados nas torres restantes.

O próximo passo foi recriar com precisão os modelos de personagens. Era uma tarefa árdua, que exigiu muitas horas de papelada, comunicação com especialistas da Hasbro e uma revisão da série animada 30 anos depois.

Cabe ressaltar que a série animada é diferente, em termos representativos, à linha de brinquedo dos Transformers. O aparecimento do Rumble nas cores vermelho e preto na série animada, por exemplo, se confunde com seu irmão Franzi, então ainda há debate entre os próprios fãs da franquia sobre qual versão é legítima.

Mas em World of Warships, essa disputa foi resolvida de uma forma peculiar e os jogadores prestaram atenção à ela. Além dos visuais, os desenvolvedores do jogo recriaram esses personagens como comandantes com voz única, atuando de maneira semelhante aos personagens originais. Depois que o conteúdo do jogo foi concluído, os desenvolvedores começaram a preparar os materiais para promover o evento.

Nesta fase, World of Warships gravou um trailer que apresentava os Transformers ganhando vida no jogo, e adicionou músicas da trilha sonora original da série animada fornecida pelos parceiros.

É importante notar que os comandantes e camuflagens de colaborações são puramente cosméticos e não oferecem nenhuma vantagem ou habilidade que afete a jogabilidade do game. Ou seja, o aparecimento dos Transformers em World of Warships não afeta o equilíbrio do jogo.

Dessa forma, os desenvolvedores preservam a integridade do jogo para um público cuja a história naval é importante. O jogo também possui um filtro especial que permite aos jogadores desligar a exibição de conteúdo de colaboração e jogar exclusivamente com modelos históricos.

Infelizmente, não foi possível atrair os dubladores originais da série animada para este projeto, mas a qualidade da dublagem não foi prejudicada. Todos os atores selecionados passaram por um rigoroso controle de qualidade dos detentores dos direitos autorais, e no final todos ficaram satisfeitos com o resultado.

O mesmo vale para as famosas falas da série animada dos anos 1980, assim como novas frases que tiveram que ser compostas para alertar os jogadores sobre informações importantes durante a batalha. Os detentores dos direitos autorais prestaram atenção especial em como World of Warships atende à originalidade dos Transformers e transmite o caráter de seus personagens.

Essa e outras colaborações foram projetadas pela Wargaming para reter um público ativo e atrair novos jogadores. A cooperação com os Transformers permitiu lidar com essa tarefa. Vale a pena observar, por exemplo, a influência de novos jogadores nos canais da comunidade do World of Warships a cada nova colaboração.

Além disso, a cooperação com a Hasbro aumentou o histórico de informações de World of Warships: o jogo estava no centro das discussões em todas as principais comunidades de fãs de Transformers, como Allspark, TWF2005, Seibertron e muitos outros canais. Já no Brasil, o assunto foi destaque em veículos de imprensa diversos, como Folha de S. Paulo, Olhar Digital, SBT Games, entre outros.

Assim, tanto em termos de popularidade do conteúdo entre os jogadores quanto em termos de menções na mídia, o projeto foi considerado um sucesso. A colaboração, que teve camuflagens especiais, equipes de tripulação e comandantes da franquia Transformers, vigorou entre setembro e outubro deste ano em World of Warships.

Navio brasileiro de graça para novos jogadores

A Wargaming está oferecendo aos novos jogadores um código gratuito com bônus exclusivos no World of Warships, incluindo o cruzador Almirante Abreu, primeiro navio brasileiro do jogo. Veja abaixo todo o conteúdo disponibilizado pelo código:

  • Navio brasileiro Almirante Abreu e sua camuflagem permanente Ordem e Progresso
  • 20 camuflagens brasileiras
  • 500 Dobrões e 1,000,000 Créditos no jogo
  • 3 dias de conta Premium

Cruzador Almirante Abreu

Para resgatar estas recompensas, basta acessar este link, selecionar a opção “Tem código de convite?”, inserir o código “ESTRONDO” (sem aspas) e finalizar a criação da conta Wargaming.

DIVULGAÇÃO: theogames

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
SmokingSnake 🐍

Estragaram o jogo

Alexandre Cardoso

kkk
Não jogo esse jogo, mas acho que sim … estava muito bom …

Saldanha da Gama

É o olho grande no $$$$$$

Ricardo Pinto

Até hoje o melhor evento foi a da Arpeggio of Blue Steel … tenho os navios ate hj no porto ha ha h ha

Mattos

Mas que idiotice total. Acabaram com a seriedade do jogo.

- Publicidade -

Últimas Notícias

Navio de guerra britânico ignora avisos chineses e navega pelo Estreito de Taiwain

A HMS Richmond, uma fragata Type 23, navegou pelo sensível estreito de Taiwan a caminho do Vietnã para demonstrar...
- Advertisement -