segunda-feira, maio 17, 2021

Saab Naval

China lança quarto Littoral Mission Ship da Malásia

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Littoral Mission Ship

WUHAN, China – O quarto Littoral Mission Ship (LMS) da Marinha Real da Malásia (RMN – Royal Malaysian Navy) concluiu sua fase de construção e foi lançado com segurança para a água no Estaleiro Wuchang Shipbuilding Industry Group Ltd, Wuhan, China hoje para passar por uma fase de teste de aceitação no porto.

No entanto, o surto mundial da epidemia de COVID-19 resultou no adiamento da cerimônia oficial de nomeação do LMS. A cerimônia será realizada simultaneamente à cerimônia de entrega física do navio, programada para novembro de 2021.

Este quarto LMS se juntará ao 11º Esquadrão LMS com KD KERIS (Primeiro LMS), SUNDANG (Segundo LMS) e Terceiro LMS.

A aquisição destes navios foi realizada ao abrigo do contrato do Ministério da Defesa da Malásia com a Boustead Naval Shipyard Sdn Bhd (BNSSB), que foi assinado a 23 de março de 2017 em colaboração com a China Shipbuilding & Offshore International Co Ltd, China.

O LMS é uma das cinco classes de navios do Programa de Transformação 15 a 5 da Frota. O LMS é capaz de realizar tarefas de patrulha, vigilância marítima, Busca e Resgate (SAR), além de fazer cumprir a lei marítima da Malásia.

O navio passará por uma série de Testes de Aceitação no Porto e, em seguida, pelo Teste de Aceitação no Mar antes de ser entregue à RMN em novembro de 2021.

Espera-se que a futura tripulação seja realocada para a China para passar por treinamento de adaptação no início de abril de 2021.

Littoral Mission Ship (LMS)
Littoral Mission Ship (LMS)

FONTE: Marinha Real da Malásia

- Advertisement -

50 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
filipe

O Brasil poderia fazer o mesmo que a China, construir de forma massiva esses pequenos navios, de formas a estimular a industria naval.

DOUGLAS TARGINO

É esse tipo de embarcação que o brasil precisa para proteger nossos oceanos. Embora a embarcação ideal seria ter pelo menos 1000 toneladas para caber um pequeno helicóptero se necessário. Esse tipo de embarcação é para se ter 3 dezenas. Lembrando que é para vigilância, salvamento, fiscalização e não para a guerra em si.

Palpiteiro

Acredito que hoje, seria mais interessante ter capacidade para operar drones em embarcações de pequeno porte.

Marcelo

Qual o preço unitario de cada navio ????
Aqui se tentou fazer isso com os NapA mais no final acabou se com um monte de casco inacabados !!!!!

Aguiar Silva

Nossa indústria naval é formada por empresários charlatões e sindicatos que só visem o lucro financeiro. Navios patrulha Maracanã e Mangaratiba estão mais de 4 anos em construções justamente por conta de estaleiros e sindicatos mal caráter. Infelizmente, precisamos de empresas estrangeiras para que esse imbróglio seja menos pior. Difícil incentivar navios ”mande in brazil” com esses estaleiros pífios que nós temos. Só uma guerra de sindicatos, atrasou em 3 meses a assinatura de contrato da Tamandaré…

Joao Moita Jr

indústria naval no Brasil já está praticamente inexistente. Sindicalismo? Quem dera. A praga do Brasil no momento é o entreguismo, que tomou conta de tudo. O próprio país já se encarregou de dilapidar os seus próprios estaleiros, a Petrobrás, a Odebrecht, e só não conseguiram entregar a Embraer porque a Boeing encalhou. Em um país aonde até o próprio Banco do Brasil é posto a venda e muitos ficam aplaudindo tudo isso como nacionalismo não espero nada mais.
Sinto muito amigos, mas já não dá.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Isso é discurso de sindicalista que usa o clichê “a Petrobrás -ou qualquer outra coisa – é nossa “, para enganar cidadão comum e despolitizado. Na verdade, quando a esquerda diz esse tipo de engodo, é porque ela quer mesmo é a chave do cofre da estatal nas suas mãos sujas para poder roubar à vontade. Aí fica eliciando no cidadão comum um falso nacionalismo, para poder usar o povo como massa de manobra apelando para expressões batidas como “entreguismo”. A máscara cai rapidamente quando vemos os mesmos esquerdistas apoiando Macron quando ele quer relativizar a soberania e a integridade… Read more »

BR Paraná

Isto não é questão de ser sindicalista ou de esquerda. O Brasil tem empresas estratégicas e lucrativas que infelizmente são exploradas pelos nossos políticos. É a sociedade brasileira deveria cobra de nossos governantes medidas para que isto não viesse acontecer, porém tem muitos que acham muito mais fácil privatizar e sumir com o dinheiro do que realmente resolver o problema.

Alison

So falou besteira… Parece na sua cabeça que só houver corrupção no Brasil durante esses governos e não em TODOS… Ridiculo vc…

Kemen

Falso nacionalismo sim, mas não tem nada a ver com esquerda ou direita, nesse aspecto quase todos são iguais.

Gottfrid

Quanta ingenuidade.
O discurso de esquerda parece a capa vermelha que o toureiro sacode para agitar e enfurecer o ruminante. Enquanto isso os grandes crimes passam impunes.

Clóvis Henrique Arrué

Bom mesmo é aquele tipo de “empresário” ou “capitalista” que não sobrevive sem o guarda chuva governamental.Aqueles que imploram por “reserva de mercado” e depois ficam bradando ao vento que “o Estado é pesado”, “tem que privatizar tudo”, mas vão tomar empréstimo subsidiado (dinheiro do povo) inclusive pra comprar as empresas públicas privatizadas… Ah, são os mesmos “empresários éticos” que sonegam impostos e roubam os direitos trabalhistas dos empregados…

Last edited 4 meses atrás by Clóvis Henrique Arrué
Luciano

Pois é, João. Depois aplaudem Trump porque ele se recusa a vender empresas estratégicas ou desestimula a compra de produtos/insumos idem. Qdo isso é feito aqui caem matando dizendo “nossa, interferir nos mercados? Isso é coisa de comunista”. Esqueceram que Vargas, por exe, fez isso direito no intuito de fortalecer a economia nacinal e garantir autonomia (o pior que vai aparecer “spicialista” dizendo que Vargas era comunista!!).

Caio

São os nacionalista de YouTube, que seguem filósofo sem formação, e “heróis” que passaram uma vida só enriquecendo na política.

Kemen

Fez muito pelo Brasil na minha opinião, independente de suas convicções politicas fez muito pelo pais e seu povo.

Cristiano de Aquino Campos

Más nós EUA as empresas são todas privadas. O que eles limitam e a porcentagem de ações que uma determinada empresa lode vender para não se perder o controle para um estrangeiro. Se fosse feito o mesmo aqui, a ambraer não poderia nunca ter a maioria das ações nas mãos de uma empresa americana, por exemplo.

Luciano

Olá, Cristiano. Mas isso não é uma intervenção artificial no mercado? O interesse por trás não é uma política estratégica?

Kemen

Colocação madura, lógica e de grande visão, parabéns, concordo.

Gottfrid

Análise perfeita.
E ainda há os que defendem um neoliberalismo tosco, envernizado nessa patuscada de estado mínimo, que nenhum país central aplicou, mas é colírio nos olhos da patuleia. Investimentos de gerações são “vendidos” na bacia das almas pra fazer a alegria de uns poucos oligarcas. Pra que investir quando se pode apenas “colher” o que já foi investido?

Cristiano de Aquino Campos

Inglaterra, alemanhã, EUA e Japão não contam? Lá quando existe, são muito poucas as empresas estatais. Dá uma pesquisada.

Gottfrid

Analisemos a etimologia de NEOliberalismo, ideologia que, em sua vertente econômica, prega a autonomia do mercado e busca restringir a atuaçao estatal. Nestes países que você mencionou o estado é a ponta de lança do mercado, o ente que assegura os consumidores e a matéria prima. È no estado que estão os juros subsidiados, a diplomacia, as forças armadas, as sanções etc. No crash de 2008 a Fiat queria comprar a GM, mas o estado não permitiu. No SIVAN o estado norteamericano utilizou seu aparato de espionagem para ganhar a concorrência. Em 2020 o EUA obrigaram uma empresa chinesa ser… Read more »

Johan

Sinceramente tenho vergonha e nem mais um pouco de esperança. Para mim, a única empresa brasileira que briga de igual para igual com empresas de “primeiro mundo” é a Embraer, uma verdadeira mosca branca de olhos azuis se tratando de terra Brasilis.
Como ela está iniciando no ramo naval é torcer que logre algum sucesso com encomendas de fora porque se for depender unicamente da MB vai ficar mal.

Rogerio

Esse país não tem nem papelão para caixas, e nem etiquetas para imprime composição, o q ainda tem no Brasil, aqui já virou outra Venezuela não produzir nem papel higiênico

Luciano

Boa tarde, Rogerio. Nem estoque regulador de arroz, trigo e soja temos mais e vc quer embalagens? O processo de desindustrialização aqui corre célere faz uns 5 ou 6 anos (e vai se agravar!).

Kemen

É tudo pelo Agro e exportação, não acho errado, mas deveriamos manter o mesmo interesse apoiando o setor industrial, também deveriamos investir em pesquisas tecnologicas não apenas na Embrapa por exemplo, que aliás vai bem.

Gottfrid

Discurso ideológico sem amparo nos fatos.
1) A Venezuela está sob sanção econônica e enfrenta sabotagens de toda natureza há duas décadas. Portanto, não é comparativo pra nada.
2) Ao que me consta não há falta de papel higiênico nas prateleiras dos mercados brasileiros.
3) Ao que me consta, temos uma indústria de papel bem desenvolvida e autossuficiente.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Sindicalista é o cara que quer ganhar muito trabalhando pouco. Esse mesmo cara diz que o capitalista malvadão quer ganhar muito sem fazer nada.
Ou seja, o sindicalista é o patife que acusa nos outros aquilo que ele próprio é, e aquilo que ele próprio faz.
Eu chamo de falácia do espelho, porque quando o sindicalista cheio da mais pura ganância bota o olho gordo no sucesso alheio e acusa uma pessoa de ser gananciosa, na verdade ele está falando de si mesmo, como se acusasse um espelho.

Last edited 4 meses atrás by Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro
Jorge

Explica aí:
Qual foi a (corrupta) influência de sindicato na (honesta) gestão modelo do honrado e competente estaleiro privado EISA que transformou dinheiro da marinha em muita sucata, muito desemprego e muitas dívidas na última licitação de 5 navios-patrulha de 500 toneladas?

Kemen

Foi respondido lá encima por um colega, mas não devem ser todos, falta separar o joio do trigo, punindo severamente essas falências fraudulentas, onde muitos saem com os bolsos bem recheadinhos.

“Nossa indústria naval é formada por empresários charlatões…”

Antoniokings

Vc deverá ser empalhado para ser mostrado como uma espécie em extinção que defende o que está aí.
Valha-me!

Bosco

O que está aí: um STF que viola a Constituição em prol de sabe-se lá o quê ? Um CN que vai contra o país por conta de querer destruir o atual presidente que representa alguma oposição ao establishment que fode a país há anos? Uma mídia vendida que quer que quer impor uma narrativa mentirosa e quer que o país e o povo se lasquem?

Esteves

Bosco,

Por que esses navios menores (comparando com corvetas e fragatas) tem bulbo menor?

Na imagem parece haver uma saliência, mas bastante menor que os bulbos tradicionais.

Sidney

Temos sim Estaleiro capaz, com expertise, tradição, e que construiu muitos rebocadores, navios de apoio a plataforma e outros.
Chama -Se Wilson Sons Estaleiros está localizado no Guaruja-S.P.
É parceira da Damen Holanda. É pertence a um Grupo seríssimo com mais de fundado em 1837 e com muitos profissionais altamente capacitados.
Vide : https://www.wilsonsons.com.br/pt/grupo
Navios patrulha tendo verba entregaram 2 por ano sem dúvida.

Gabriel BR

Podemos fabricar coisa até melhor a preço razoável no Estaleiro da Odebreatch ou no estaleiro Wilson sons no Guarujá. Eu considero o Damen P840 um projeto fantástico para equipar a MB.

Bardini

Comparem o projeto desse navio aí, com esse aqui: . Olhem bem para essas duas “Corvetinhas” e comparem. . O Xingling tem: Sistema de exaustão na linha da água, o que libera um enorme quantidade de espaço. DUAS rampas para operar os seus dois RHIBs RWS barata, com canhão 30mm Capacidade de receber conteiners Quase a mesma configuração de frufruzagem eletrônica que a MB quer enfiar em “Navio Patrulha Multimissão” desse porte: CMS, EOTS, EMS, Radar 2D, etc… Motorização MTU 4000 . NPa 500t BR Comprimento: 57,2m Boca: 8,76m Calado máximo de 2,58m Deslocamento carregado de 592t Até 43 tripulantes… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Bardini
Gabriel BR

Concordo plenamente!

Alison

Vou ter de concordar com vc.

Defensor da liberdade

Putz o que o Brasil fez que não está ultrapassado? E-99? Scorpene?

Gabriel BR

O SBR não está ultrapassado e está entre o submarinos convencionais mais modernos do mercado.

Carvalho2008

O perfil “Proa-SuperEstrutura-Popa” é um design ultrapassado para navios de alta e baixa tonelagem.

Estes daí deveriam ter um design ao estilo dos AHTS para assim haver espaço livre para UAVs, containeres, RIBs, etc

Continuar o nsistindo em alocar a ponte no meio perde muito espaco

Esteves

Sem dúvida.

O espaço do canhão até a proa…perdido.

Navios tipo AHTS com a superestrutura avançada, a ponte à frente…fica bom espaço para levar o que precisamos em missões de patrulha.

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Bardini

“O perfil “Proa-SuperEstrutura-Popa” é um design ultrapassado para navios de alta e baixa tonelagem”
.
Não acho.
.
Um AHTS pra comportar tudo o que tu citou, termina que não é navio de baixa tonelagem. Basta ver os exemplos que tu postou abaixo.
.
“Continuar o nsistindo em alocar a ponte no meio perde muito espaco”
.
Em navio de menos de 1.000t, não se perde muito e ainda conserva as qualidades marinheiras.

Cristian

Eu partiria para isso como você mesmo já comentou. Endurance muito mais power mas tempo de patrulha

VARD-7-100.jpg
Cristian

Ou esse que da para fazer no estaleiro parceiro da Damen

opv_1800_sea_axe.jpg
Bardini

Isso aí é outro papo, pois é umas 4 ou mais vezes maior que um NPa 500t BR…

ADRIANO MADUREIRA

Amigos,me informem,eu vi uma noticia,não me lembro agora se foi no canal do Caiafa ou do Felipe Salles,de que o ICN poderá botar o projeto das classe River para virarem realidade em suas instalações…

Se realmente haver veracidade,será uma bela notícia.

- Publicidade -

Reportagens especiais

Poder Naval visita navios da MB em Santos-SP, no Dia do Marinheiro

Para comemorar o Dia do Marinheiro no sábado (13 de Dezembro), o Poder Naval visitou os navios que compõem...
- Advertisement -