segunda-feira, março 1, 2021

Saab Naval

Porta-aviões Shandong da China navega pelo Estreito de Taiwan

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Shandong foi acompanhado por quatro outros navios e levou Taiwan a implantar aeronaves e navios para monitorar a força-tarefa

Uma força-tarefa liderada pelo mais novo porta-aviões da China, o Shandong, navegou pelo estreito de Taiwan a caminho de exercícios de rotina no Mar da China Meridional, disse a Marinha Chinesa na segunda-feira, depois que Taiwan mobilizou suas forças para monitorar o comboio.

O Shandong navegou pelo Estreito de Taiwan um dia depois que um navio de guerra dos EUA passou pelo mesmo trecho do mar.

A Marinha da China disse que o Shandong e seus navios escolta viajaram “suavemente” pelo sensível estreito de Taiwan no domingo, indo para exercícios no Mar do Sul da China, onde a China fez extensas reivindicações territoriais nas águas disputadas.

Os exercícios fazem parte de “arranjos normais feitos de acordo com planos anuais”, disse. “No futuro, continuaremos a organizar operações semelhantes com base nas necessidades de treinamento.”

A passagem do porta-aviões pelo estreito ocorre em meio à crescente tensão entre a China e Taiwan, que Pequim vê como parte de seu território. A ilha democraticamente governada afirma ter registrado incursões quase diárias das forças armadas chinesas em seu espaço aéreo nos últimos meses.

O Ministério da Defesa Nacional de Taiwan disse que o Shandong estava acompanhado por quatro navios de guerra e partiu do porto de Dalian, no norte da China, na quinta-feira. Em um comunicado em seu site, a agência informou que o comboio continuou a se mover para o sul.

Taiwan disse que enviou seis navios de guerra e oito aeronaves militares para monitorar os movimentos dos navios chineses.

“Os militares têm confiança e capacidade para proteger sua pátria, garantir a segurança nacional e manter a paz e estabilidade regionais”, disse o comunicado.

O Shandong é o segundo porta-aviões da China e foi oficialmente comissionado há quase exatamente um ano.

Desde então, concluiu com sucesso tarefas como decolagem e pouso de aeronaves embarcadas e uso de suas armas, disse a Marinha Chinesa.

“A capacidade de combate do sistema de formação tem sido continuamente aprimorada no treinamento experimental”, acrescentou, referindo-se ao grupo de navios de guerra que acompanham o Shandong.

A China tem trabalhado para aprimorar suas operações de porta-aviões, mas tem pouca experiência em comparação com os Estados Unidos, que há décadas operam grupos de batalha de porta-aviões integrados com vários navios.

Abaixo, um vídeo sobre os porta-aviões chineses

- Advertisement -

81 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings

Nada mais natural.

Fabio Araujo

Só mais uma demonstração de força para Taiwan! Coisas que os dois lados já estão acostumados a fazer!

Dalton

Entendo que o infográfico deixou de lado grandes navios anfíbios que operam com aeronaves V/STOL, porém, chama à atenção que mesmo considerado um NAe leve o que certamente ele é, o tailandês deixou de operar com aeronaves
“Harrier” há uns 20 anos, embarcando apenas helicópteros desde então e mesmo assim mantém uma certa notoriedade.

Dario

Global Times, Dalton.

Fernando Turatti

O divertido é esse entrar e o espanhol não

Dalton

Na verdade Fernando o equivalente espanhol seria o “Principe de Asturias” – o NAe tailandês é uma versão menor dele – que foi retirado de serviço oficialmente 8 anos atrás, quando encontrava-se na fila para modernização que não foi levada adiante.
.
O “Juan Carlos I” é um dos grandes anfíbios a que me referi e que no caso da Espanha precisa atuar em duas funções , sendo a função de NAe leve/ Navio de controle de área marítima a secundária.

Luiz Trindade

Uma resposta sobre demonstração de força pela passagem do porta-aviões norte-americano pelo estreito. Infelizmente os Taiwaneses não devem dormir direito com essas ameaças diárias.

Renato

Alguém tem ideia o quanto de carga paga / alcance o j15/s33 perde ao decolar do shandong frente a sua capacidade máxima?

Teropode

Se decolar quase seco e abastecer em vôo este problema é amenizado , a aeronave permanece com 80 % da capacidade total . Um risco calculado .

Renato

Mas pelo que sei a marinha chinesa não possui embarcada a capacidade de prover reabastecimento aéreo. Reabastecimento só por plataformas baseadas em terra. Pelo visto a capacidade de projeção de poder aéreo longe da costa chinesa ainda é bem limitada.

Teropode

Possui Renato , eles instalam um tanque que possuem aquela cesta , veja a matéria sobre o tubarão voador , eles estão bem servidos com este J15 .

Renato

Verdade. Estava mal informado. Obrigado.

Defensor da liberdade

O que vai definir no fim das contas é quem vai acertar o inimigo do mais longe possível, e isso a China tem de sobra.

Acho que o que segura Taiwan como nação independente hoje é a boa vontade da China.

GABRIEL

Não tenho dúvidas disso.

Thiago Roberto

Com certeza não é isso, mas sim as implicações a nível global, se Taiwan não tivesse na sombra dos EUA, já tinha sido dominada a muito tempo

100nick-Elã

Não é boa vontade, é a tradicional paciência oriental. Taiwan será da China, eles só estão esperando o momento que cause menos dor. Só isso.

População de Taiwan: 23,5 milhões
População da China: 1,4 bilhão

Quem ganha?

Pablo

Nem sempre número maior vence.

Zorann

Perfeito… Só aguardando o momento ideal, que pode vir até de forma negociada.

Também não tenho dúvidas; Taiwan será da China

rodrigo

O Japão já invadiu a China duas vezes e com certa facilidade, mesmo tendo uma população bem menor

paulinho

Kkk, o fraco Japão pode invadir a China facilmente? A China era um país agrícola atrasado durante a Segunda Guerra Mundial. A China foi incapaz de fabricar armas durante a Segunda Guerra Mundial. A China era muito fraca na época. O Japão invadiu a China por 14 anos e ocupou apenas o leste da China. O século 21 é diferente. A China tem 2.000 ogivas nucleares. A China pode fazer todas as armas. A China tem a segunda maior marinha do mundo. Em 1953, o exército chinês derrotou o exército das Nações Unidas chefiado pelos Estados Unidos na Guerra da… Read more »

Pablo

E como Israel minúsculo conseguiu vencer uma guerra contra varios inimigos e com um exército 4 vezes menor?
Agora, como pode afirmar que 10 Japão nao vencem a China? Tem bola de cristal?

Last edited 2 meses atrás by Pablo
Alison

Tecnolgia e numeros… Precisa desenhar??

Pablo

vou desenhar de novo pra ti, os números nem sempre definem um ganhador.
o cara deu um exemplo de 1953, dei o um exemplo da guerra yom kippur, Israel tinha em torno de 400 mil soldados contra mais de 1 milhão da aliança do Egito, Síria e Iraque, isso na década de 70, 20 anos depois da Guerra da Coreia.
Guerra do Vietnã, Batalha de La Drang em 65, outro exemplo mais recente que o exemplo citado pela guerra da Coreia.
portanto, exemplos de exércitos menores vencendo exércitos maiores não faltam!!
Nem comentei da guerra dos seis dias!

Last edited 2 meses atrás by Pablo
Defensor da liberdade

Em todas as guerras Israel venceu por dois fatores:

1- Ajuda americana com inteligência, imagens de U2 e satélite, que fez Israel estar um passo a frente, antevendo os ataques.

2- Os árabes eram descoordenados, cada um querendo ser o conquistador da terra santa, se tivessem o mínimo de coordenação Israel voltaria a ser Palestina.

No documentário da History sobre o U-2 falam isso, não fossem aquela imagens cedidas pelos EUA, Israel só iria se dar conta da aglomeração de tropas árabes quando elas estivessem em Jerusalém…

Pablo

1- O Egito e Síria atacaram justamente no feriado judaico pq os israelenses não esperavam que fizessem isso nessa data, como é que estavam a frente com informações??

2- sendo descoordenados ou não isso é outra história. Os israelenses lutaram contra uma força que era mais que o dobro da sua e venceram.

Podem querer dar mil justificativas, de apoio de lado A ou lado B, os Árabes também tiveram apoio SOVIÉTICO. Portanto ambos os lados foram ajudados e no final o exército menos numeroso venceu e já desmistifica a história de que o maior vence sempre!

paulinho

Israel é forte? Eu me pergunto onde é forte Israel? Israel sempre contou com a ajuda de seu aliado, os Estados Unidos. O Troll America deu um tremendo apoio a Israel. A chamada força de Israel vem do apoio dos Estados Unidos. Não é que o exército israelense seja forte. Mas países árabes como o Egito são muito fracos. Os países árabes não têm eficácia de combate. Israel tem muito medo do Irã. Israel nunca ousou iniciar uma guerra com o Irã. Se Israel está no Nordeste da Ásia. Não pode derrotar o exército norte-coreano. Israel tem ainda mais medo… Read more »

Pablo

Israel com medo do Irã? hahahahahaha
https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/deutschewelle/2019/11/20/israel-ataca-posicoes-iranianas-na-siria.htm

tu não falou em número? não falou que a China tem um exercito numeroso que venceria o japão facilmente na base do “achismo” ou bola de cristal?
eu to te dando exemplo que nem sempre o maior vence, simples, te dei mais de um exemplo REALe não na base do achismo como tu, no “faz de conta”, na base do “SE” isso ou “SE” aquilo. Já te falei mil vezes e vou falar a última. Assim como Israel foi ajudado pelo EUA, os Árabes foram ajudados pela UNIAO SOVIETICA.

paulinho

A ajuda de um aliado, os Estados Unidos, deu a Israel uma ilusão poderosa. Não é que Israel seja forte. É que os exércitos de países árabes como Egito, Síria e Palestina são muito fracos. A capacidade de combate dos exércitos árabes é muito fraca. Israel não tem adversários fortes no Oriente Médio. Se Israel está no Nordeste da Ásia. Não pode nem mesmo derrotar o exército norte-coreano. Muito menos lutar contra a China e a Rússia.

Pablo

EUA não mandou soldados, apenas equipamentos, assim como a União soviética fez com os Árabes, portanto, um número inferior venceu um numero bem superior!

paulinho

O Japão foi um país derrotado na Segunda Guerra Mundial, O Japão não é um país independente, Ainda está sob ocupação dos militares americanos, Os Estados Unidos têm um grande número de tropas estacionadas no Japão, O Japão é um vassalo dos Estados Unidos, O governo japonês pode ser considerado um fantoche americano. Um país precisa de tropas estrangeiras, Isso é uma grande vergonha para um país, É difícil para você imaginar a situação de ter tropas estrangeiras estacionadas na China e na Rússia

Teropode

Quanta besteira 🤣🤣🤣🤣🤣, vc ignora que atualmente as tropas americanas são mais benéficas ao Japão , aliás e que fantoche heim ? Ao contrário dos fantoches soviéticos o Japão é um país rico e independente para vender e dar dor de cabeça para as empresas americanas , isso é difícil pra vc entender , a falta de um pedigree te prejudica muito .🤣🤣🤣🤣🤣

paulinho

kkkk, os japoneses vivem bem? Os altos preços de vida têm causado enorme pressão sobre as pessoas. Um grande número de japoneses opta por cometer suicídio todos os anos. O Japão tem a dignidade do país sob a ocupação dos militares dos EUA? O Japão experimentou um rápido crescimento econômico de 1960 a 1985. Naquela época, a economia total do Japão estava perto de 70% da dos Estados Unidos. O Japão já ameaçou a hegemonia econômica dos Estados Unidos. Os produtos japoneses ocupam a posição de mercado dos produtos americanos. Os Estados Unidos obrigaram o Japão a assinar o Acordo… Read more »

Teropode

Seja honesto nesta observação sobre suicídio meu caro , um pouco de honestidade não vai te matar , os casos de suicídio são causados pela pressão por status , pressão familiar , não tem nada haver com questão econômica geral , aliás o Japão sempre promove a ida de descendentes para trabalhar lá , tente ser honesto pelo menos quando fala deste assunto sério , assim fica difícil argumentar com vc , com este alto grau de desonestidade intelectual , lamentável sua atitude .

paulinho

Um país tem tropas americanas. É uma colônia dos Estados Unidos. A guarnição tem um poder tremendo. Japão e Coréia do Sul precisam dividir as despesas da guarnição. Trump pediu ao Japão que pagasse 8 bilhões de dólares americanos em despesas militares. Trump pediu à Coreia do Sul que pague US $ 5 bilhões em despesas militares. De acordo com o acordo de guarnição, Japão e Coréia do Sul não têm comando em tempo de guerra. Os militares dos EUA têm privilégios no Japão e na Coréia do Sul. Os militares dos EUA têm pouca disciplina e frequentemente estupram mulheres… Read more »

Teropode

Patético como sempre , baseado neste seu lampejo intelectual podemos considerar que : Cuba , Inglaterra , Alemanha , ( Polônia que festeja a chegada de americanos ) , AS , Turquia , Síria e mais uns dez estados são colônias americanas 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣😁😁😘🤣, isso não é muito inteligente .

paulinho

O Japão agora é um país fraco e incompetente, O Japão não pode nem mesmo produzir lutadores qualificados de terceira geração ou lutadores de quarta geração, Fazer jatos de combate stealth só pode ser uma quimera para os japoneses. Todos os caças japoneses são adquiridos nos Estados Unidos, O Japão é um vassalo dos Estados Unidos, Um país fantoche derrotado não tem o direito de começar uma guerra, O Japão não é digno de ser um adversário da China, A China despreza os países derrotados. Apenas os Estados Unidos e a Rússia são dignos da atenção da China no mundo.

Teropode

Kkkkkkkkkkkkklkkkkk, sua pseudo arrogância é digna de desprezo 🤣🤣🤣🤣🤣💐

pangloss

Também é necessário levar em conta o que a China quer encontrar em Taiwan, depois de uma eventual (e provável) reunificação.
Se Pequim se contentar com cinzas – na ilha e no continente – pode começar a guerra agora mesmo.
Caso tenha pretensões mais prolíficas, é melhor esperar. O tempo está a seu favor.

Teropode

Cara a transição será pacífica , há laços fortes entre os dois e a única coisa que perturba a China é a presença Americana na região , um espinho na garganta , estes discursos nacionalistas são para agradar a público interno .

Conan

Boa vontade da China??!! kkkkkkkkkkkk
Que tal má vontade dos EUA, Japão, Indonésia, Filipinas, Austrália, Vietnam, Coreia do Sul e o próprio Taiwan fortemente armado? Só não tentam tomar Taiwan a força porque seus cálculos indicam que seria um desastre do ponto de vista econômico e politico em termos globais sem contar o enorme numero de vidas perdidas em ambos os lados. A imagem da China (nos somos legais e amantes da paz) que eles tanto se esforçam para vender ao mundo iria pro saco mais rápido que o Caio Jorge fazendo gol pelo Santos!!

Karl Bonfim

Não sou especialista no assunto, esse caça J-15 chinês me para muito pesado para esse porta avião, ainda mas tendo que decolar sem catapultas. Pouco prático, servindo mais para uma peça de propaganda e demonstração. Eu acho!

Karl Bonfim

Alexandre, eu estou falando não só do avião, mas do navio, que não tem catapulta, que limita o desempenho da aeronave. Os russos que o digam!

Last edited 2 meses atrás by Karl Bonfim
Kemen

Meu caro, eu não entendi, um caça que tem um Ferry Range de 3500 Km e um alcance de combate de 1500 Km, o que vc escreveu que perderia? Poderia ter a boa vontade de nos detalhar isso, pois o Super Hornet catapultado tem Ferry Range de 3330 Km e raio de combate de 750 Km, e nem mencionarei o F-35C…
Desde já agradeço.

Last edited 2 meses atrás by Kemen
Matheus S

Dá uma olhada nesse vídeo e veja se sua afirmação ainda é verdadeira. E, por favor, volte aqui para comentar, quero ler o que você irá dizer.

Karl Bonfim

O problema não é o avião e sim o navio, que não tem catapulta, obrigando a aeronave a operar de forma limitada na sua capacidade de armas e combustível!

Kemen

Caro colega, mesmo que essas limitações fossem uma realidade, o que é duvidoso, o J 15 ainda teria um grande alcance com menos combustivel, provavelmente maior que o S.H.. O que pode ser questionado são as horas de vôo antes de uma manutenção.

Comparar o SU-33 com o J-15 fica dificil pois os dois tem motores diferentes atualmente.

Teropode

Nada haver , podem decolar cheio de dentes e completar o combustível reabastecendo no ar , fácil fácil , eu gostaria de ver o Brasil com dois destes PAs operando SH ou Rafales .

Renato

O problema nessa situação é q china não possui capacidade de reabastecimento em voo embarcada. O avião tanque tem que decolar de terra. Assim, qq missão longe da costa chinesa fica muito limitada.

Teropode

Possuem sim , J15 realizam está tarefa. Não faça como os fanboysxings que emitem opinião desconhecendo fatos reais .

Teropode

Deixe as besteiras para os reds escreverem .

Agressor's

O trambolho do tomcat era ainda mais, por conta das asas de geometria variável. Isso deve explicar então como eles são tão mestres na arte das peças de propaganda.

Last edited 2 meses atrás by Agressor's
Karl Bonfim

O trombolho do F-14 era lançado por poderosas catapultas a qualquer tempo, com carga total de combustível e armas faziam toda a diferença nos combates, há é lógico, tinha também o excelente treinamento!

Agressor's

“Karl Bonfim

Reply to 
Agressor’s
4 horas atrás

O trombolho do F-14 era lançado por poderosas catapultas a qualquer tempo”

Igual ao “flyer”, dos irmãos wright. Onde a diferença é só que um destes que conseguia sustentar um voo, né!

Last edited 2 meses atrás by Agressor's
Teropode

Não discuta e não bata palmas .

100nick-Elã

Normal, o achismo permeia mesmo os comentários desse sítio. É fanboyzimos pró-americano viajando de todas as forças e em todas as maioneses.

100nick-Elã

Fanboyzismo, eu quis dizer.

Kemen

Esquece a maionese colega, é graxa da pura mesmo! Esses colegas ai sim são frutos da propaganda e da midia made in USA, ora deviam escrever com coerência e realidade, não critico tendências e preferencias, apenas critico quando navegam no absurdo, todo dia lemos coisas as mais incriveis frutos de uma imaginação meio doentia, distante de qualquer realidade conhecida.

Tipo o cara que sua mulher sai toda sexta feira às 19 horas visitar uma amiga e volta para casa às 2 horas da manhã e o cara afirma aos colegas que é porque elas são muito amigas. kkkkkkkkk

Last edited 2 meses atrás by Kemen
Vinicius Momesso

São esse que torcem feitos fanáticos quando os EUA invadem terras soberanas, como foi na Iraque e Afeganistão e parte da Síria. Talves achem que o Tio Sam veio trazer paz e alimentar os oprimidos. Reclamam da ascendência da China/Rússia mas esquecem que quando há apenas uma só Força reinante, abre-se espaços para atos tirânicos contra aqueles que a rejeitam e negam-se a obedece-la.

Fabio

Quando e os americanos eles invadem terras soberanas , certo . Daí a Rússia invade e toma parte da Ucrânia aí a desculpa e que a Criméia e russa . A China quase dando o bote em Taiwan e a desculpa e que Taiwan pertence a China . Tá certo . Só os fanboy americano que viaja …

Esdras Souza

Bem, a diferença de conhecimentos específicos sobre os tópicos postados aqui e em outros sites, deveria ser considerado normal uma vez que nem todos deteriam todo o conhecimento sobre todos os tópicos. A troca de conhecimento entre os leitores e quem se propõe a comentar é salutar para a principal missão do site que deixo aqui embaixo registrado: “A Estratégia Nacional de Defesa apresenta dentre suas metas o desenvolvimento de uma mentalidade de defesa na sociedade. Nesse sentido, os blogs da “trilogia” Forças de Defesa (http://www.fordefesa.com.br) têm como objetivo tornar os assuntos de defesa parte da agenda nacional, a ponto… Read more »

Matheus S

kkkkkkkkk

Agressor's

brazileiru é tão bonzinho!!!

Teropode

Experiência de causa de inspirou a citar o exemplo das mulheres né ?

Karl Bonfim

Por falar em achismo, eu acho também que além de serem bons, experientes e bem treinados os americanos sempre tiveram equipamentos de ponta, mesmo sendo um “trombo-lho”, como F-14, que além de não serem uma cópia xing ling, eram projetados para atender de forma específica os requisitos da US Navy para operem em portas aviões. Bom eu acho, né!

Teropode

Ele foi imbatível em sua época , isso é o que importa .

Fabio

Fanboy russo e chinês igual vc e o kings tbm não são diferentes . Fica a dica .

Dario

Você está parcialmente correto sim. Para operar destes navios especificamente os J15 precisam estar bastante aliviados, o que resulta na redução de sua efetividade. Pesa cerca de 6000lb a mais que um F-18 e cerca de 4000lb a mais que um F-35 e estes contam com catapultas em seus navios de origem inclusive EMALs nos navios da classe Ford. Os atuais navios aeródromos chineses são extremamente deficientes em taxa de surtidas sustentadas se comparados aos na US Navy. Eu não diria que são puramente peça de propaganda mas se prestam mais a isso sim, especialmente se considerado o teatro de… Read more »

Carvalho2008

Existe de fato uma perda comparativa entre a catapulta e a rampa. No entanto, isto é extremamente relativo dependendo da missão. Como aqui ninguém tem a tabela, fica dificil dizer. Mas é totalmente incorreto achar ou afirmar que nao levam uma carga efetiva de combate mesmo nas missões mais pesadas de combate. Ninguemnt o dado mas basta apenas constatar que o navio possui o defletor de blast na posição 90 metros e na posição 180 metros….e o aviao decola das duas posições….90 metros para configuração de defesa aérea e 180 na de ataque…então entendam….tem muita diferença de carga entre estes… Read more »

Matheus S

Exato. Com uma capacidade de abastecimento em voo(qualidade da qual ninguém em suas críticas considera), o J-15 poderia decolar com combustível mínimo e uma carga de armas mais pesada e, em seguida, abastecer após a decolagem.  Essa é uma maneira de ajudar a fazer mais do que apenas defesa aérea.  Além disso, essas aeronaves também serão usadas para transportadoras posteriores que usarão CATOBAR. Ninguém tem o dado porque ele simplesmente não pode ser encontrado. Um emaranhado de coisas pode influenciar o resultado dos testes como velocidade do NAe, velocidade do vento, direção do vento, o ângulo da rampa, comprimento do… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Matheus S
Renato

O problema é que os porta aviões chineses não dispõem de aviões tanque para proporcionar reabastecimento em voo. Essa possibilidade depende de aviões tanque decolando de terra. Assim, o J15 decolando do shandong possui, em configuração de ataque, restrições de alcance significativas por não ter a seu dispor reabastecimento aéreo embarcado. Ou seja, a capacidade de projeção de poder de ataque do shandong é muito restrita. E para operar no raio de alcance de aviões tanque baseados na china continental, o porta aviões perde sua função primária de projeção de poder.

Matheus S

Teropode te respondeu logo acima sobre isso.

Você não sabe o que está dizendo.

Kemen

Os motores AL-31F apresentaram problemas, bem como os primeiros WS-10 chineses, mas afirmam que foram substituidos por uma nova versão melhorada do WS-10. Se bem que algumas limitações de pêso possam existir em configuração de carga máxima querendo melhorar o seu alcance, o caça ainda leva muitas armas. Os motores do Super Hornet que é um caça muito confiavel, produzem 26.000 libras forças (sem afterburner que consome muito combustivel e diminui a vida útil das turbinas) e os motores do J-15 60.000 libras força. Os motores do Super Hornet com afterburner produzem 44.000 libras força. Limitações de carga podem existir… Read more »

Kemen

Criaram o P.A.P. Porta Aviões de Propaganda, mais uma… kkkkkkkkkk

Aguiar Silva

Todos os países ”democráticos” defendem com unhas e dentes a independência de Taiwan, mas não existe um único país do g20 ou da OTAN que é capaz de reconhecer Taiwan como país, preferem o dinheiro da ditadura chinesa. Isso é a prova que o Brasil não pode comprar a briga de ninguém, apenas defender aquilo que é bom para os brasileiros. Todo brasileiro é bem recebido em qualquer lugar do mundo por conta do nosso histórico de neutralidade, precisamos tirar esse proveito para acordos econômicos melhores.

Fernando Turatti

Esse papo de “vê como seu território” sempre soa engraçado. Sabem quem vê algo como seu território? Quem de fato anda por ele livremente.
As ilhas senkaku são “vistas pelo Japão” como japonesas e eles navegam nas águas territoriais, descem nelas e as sobrevoam.
Ver como seu é o que a China faz com o Tibete, Taiwan ela DIZ ser dela, mas na prática não é, tanto que não navegam nem sobrevoam aquela nação.

Fabio Araujo

OFF – Israeli submarine reportedly crosses Suez Canal in ‘message’ to Iran

https://www.timesofisrael.com/israeli-submarine-reportedly-crosses-suez-canal-in-message-to-iran/

Jonas123

Curiosamente não se têm falado dos novos caças para substituir o J-15. A linha de produção deste caça já foi encerrada e foram perdidos alguns em acidentes/avarias. Agora eles têm 2 porta-aviões (com mais 1 em construção) e cerca de 30-40 aeronaves para dividir pelos três.

Kemen

Tem muita especulação a respeito do que a China prepara como opção ao J-15, hoje não é possivel afirmar nada. Na propria China os comentarios são os mais diversos…

Teropode

Prometem o J31 para assumir a função .

Entusiasta Militar

Ás chinetes daqui do fórum piram na mandioca chinesa kkk

Essas porcarias chineses baratas nem se comparam com as armas soviéticas

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Doutrina de engajamento da US Navy contra submarinos inimigos

A doutrina de Guerra Antissubmarino (ASW) da US Navy (Marinha dos EUA) prioriza a destruição dos submarinos de um...
- Advertisement -
- Advertisement -