sábado, fevereiro 27, 2021

Saab Naval

China promete defender soberania enquanto Londres pretende enviar porta-aviões a região disputada

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Após ex-ministro da Defesa britânico anunciar envio do porta-aviões HMS Queen Elizabeth ao mar do Sul da China, Pequim criticou a OTAN e disse que tomará medidas contra violação de soberania

O envio do porta-aviões britânico ao oceano Pacífico deverá ocorrer no contexto de sua primeira missão operacional.

Ainda em fevereiro de 2019, o ex-ministro da Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson, revelou que tal missão incluiria passagem pelo mar do Sul da China, “fazendo o Reino Unido global uma realidade”, segundo publicou o South China Morning Post.

Contudo, a passagem do navio pelo mar do Sul da China, cuja soberania é reivindicada por Pequim, é esperada para o início deste ano, enquanto a embarcação e seu grupo de ataque deverão se juntar a unidades militares dos EUA e do Japão no Pacífico.

Assim sendo, China promete que tomará as medidas necessárias para guardar sua soberania na região contra o emprego de navios militares britânicos.

“O lado chinês acredita que o mar do Sul da China não deve se tornar um mar da rivalidade de grandes potências dominada por armas e navios de guerra”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Tan Kefei, durante uma coletiva de imprensa na quinta-feira (31), em Pequim.

Por sua parte, os EUA declararam inúmeras vezes que as reivindicações da China de soberania sobre o mar do Sul da China são “ilegais”.

Washington defende o livre trânsito de navios na região, ao passo que sua Marinha realiza operações na mesma.

A "linha de nove traços" que descreve as reivindicações chinesas no mar do sul da China
A “linha de nove traços” que descreve as reivindicações chinesas no mar do sul da China

FONTE: Sputnik News

- Advertisement -

153 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
153 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alex

A China por maior que seja em números, não vai trombar com a Inglaterra.

Cristiano de Aquino Campos

Amigo, acho que é o contrário. Foi o tempo que a marinha inglesa batia de frente com uma super-potência, agora só com ajuda e olhe lá.

PACRF

De acordo. Sem o apoio da OTAN, o Reino Unido não tem nenhuma chance contra a China. No Mar da China sobra demonstração de musculatura e falta diplomacia. Aliás, essa é, por enquanto, a única forma que os EUA e seus aliados têm de tentar “estrangular” a economia chinesa.

Agressor's

Fazem isso para tentar manter ainda viva em sua sociedade a imagem de um império que não existe mais. A orientação disso apenas tem como intento ofuscar as crises pelas quais passam atualmente bem como a decadência política-econômica, geopolítica e militar causadas pela influência de uma política subalterna aos EUA, sua ex-colônia. A postura de saída deles da união européia para atender aos anseios dos EUA em enfraquecer este bloco, ilustra isso muito bem.

Last edited 1 mês atrás by Agressor's
Alex

Boa tarde Cristiano, apenas disse que a China não vão fazer nada.

Antoniokings

Se tivesse uma guerra entre China e Inglaterra, esses navios certamente nem chegariam perto desse local.
Ficariam no meio do caminho.
Sem chances para os ingleses.

Alex

De minha parte não foi falado em conflito. Entendo de sua interpretação esta aquém de um aluno que tenha estudado. leia novamente dez vezes e tente interpretar uma frase simples.

Antoniokings

Trombada, choque, conflito, escaramuça, guerra.
Tanto faz.
A Inglaterra não tem a mínima chance de qualquer jeito.

Antoniokings

Reino Unido: O rato que ruge.

Defensor da liberdade

Concordo, nação decadente em todos os sentidos querendo enfrentar a China, é piada. Só mete medo na Argentina, que é um buraco.

4 H-6 mandam essa banheira para virar Recife artificial em dois tempos.

Antoniokings

Melhor o R,U, se preocupar com a nova cepa da COVID que está devastando o País do que se meter com gente grande.

Mariner

E esquecer a pólvora que não tem .

Kemen

E a vacina deles (oxford) infelizmente para o mundo, tem apenas 70% de eficácia, bom ja é alguma coisa, pelo menos fizeram. isso não significa que 30% dos vacinados morrerão de C-19, significa que 30% dos vacinados podem contrair a doença mas é muito provável que seja de forma leve como uma gripe, sem problemas graves devido a terem tomado a vacina.

João

Eu queria que o Brasil fosse parecido com esse Rato: com porta aviões, F-35s, armas nucleares, fragatas e projetos de fragatas, um número razoável de caças, etc, etc….

Defensor da liberdade

Brasil nunca foi potência, quanto mais hegemônica como o Reino Unido.

JOAO

Realmente! Mas se o Brasil estivesse atualmente nas mesmas condições a essa nação “decadente”, estaríamos muito bem.

Kemen

Comendo peixe, caranguejo e mechilhões todo dia, ah eu não gostaria não. kkkkkk

Bom… tem também a Kate… Beckinsale, a Winslet, mas e dai.

Last edited 1 mês atrás by Kemen
Pedro Bó

“Ahhhhhhh, euuuuuu gooooxtooo é da Rutinhaaaaaa”

Antoniokings

É mentira, Terta?

SmokingSnake 🐍

Rato com submarino nuclear com uns Trident 2, não precisa ter medo da China

Kemen

Ninguém precisa ter medo da China, não vai atacar ninguém, mas com o fato da Royal Navy ir marcar presença naqueles mares, pode ser porque alguém não se acharia capaz de proteger as rotas no Mar da China sòzinho (é muita palhaçada), e quantos mais paises eles conseguirem fazer acreditar na inexistente ameaça do militarismo e da economia crescente da China melhor. Já vimos isso antes na história dos USA, fizeram acontecer com outros paises. Primeiro, se convencem os politicos mais resistentes, depois a opinião pública e finalmente a justificativa derradeira para chegar aos objetivos de certos grupos. Uma coisa… Read more »

Gabriel BR

Espero que o Reino Unido saiba o que está fazendo…

Defensor da liberdade

A velha Betinha tá pirada para querer comprar briga com a China, deve estar se confiando nos EUA, o que é um erro crasso.

sj1

Chama a atenção o tanto de péla-saco da Inglaterra que tem aqui na trilogia, uma nação que é uma potencial inimiga nossa. Foi a China que convocou reunião de emergencia do G8 contra nós ?

Defensor da liberdade

Pois é todo mundo criticando o Brasil por causa da Amazônia, a China foi uma das poucas que saiu em nossa defesa.

Last edited 1 mês atrás by Defensor da liberdade
Slow

E o boçalnaro faz oq ? Piada com vacina e outras coisas que vem da China por causa do trump como que o Brasil vai pra frente com um presidente que arruma intriga com nosso maior parceiro comercial alem de sujar imagem do Brasil com outros paises da Europa tudo por causa do trump ? E nós nem vamos ganhar nada defendendo e puxando saco do trump ..

Mariner

🤣

Leandro Costa

Explica isso aí melhor, porque não tem nem muito tempo atrás o UK publicamente apoiava o Brasil no pleito de um assento permanente do CS da ONU. E nós nos auto-torpedeamos nessa empreitada.

sj1

Ah meu, se não entendeu problema seu.

Leandro Costa

Se não quer argumentar e debater, por que se dá o trabalho de postar?

Já que não quer explicar, eu só posso supor que está falando besteira ou que não sabe o que está falando.

sj1

Vc sabe do que estou falando…

Leandro Costa

Sei não cara. Explica para todo mundo aí. Vai lá.

sj1

Os reptilianos estão a caminho num cruzador estelar

Kemen

Apoiar publicamente não é apoiar realmente, é somente uma faceta diplomatica, e os caras ali são muito espertos em diplomacia, quase sempre alcançam seus objetivos reais. Não entro nessa não. São tão diplomaticos que para angariar simpatias mundiais, sua majestade fica nomeando de “SIR” a todo britânico que fica famoso na música, no esporte, etc.

Last edited 1 mês atrás by Kemen
Mariner

A velhinha é coisa para inglês ver , não manda nada .

Allan Lemos

Não manda, mas influencia muito a política do RU.

Last edited 1 mês atrás by Allan Lemos
Allan Lemos

Os interesses do RU no Pacífico são os interesses dos EUA.

Dalton

Sabe sim. Está no texto: ” a embarcação e seu grupo de ataque deverão se juntar a unidades militares dos EUA e do Japão no Pacífico.”
.
Não se trata aqui se o que será reunido no Pacífico é capaz de “derrotar” a China e sim enviar uma mensagem a ela que há nações que tem o direito de discordar.

Defensor da liberdade

Essa mensagem não mete medo na China, tem uns 100 subs chineses apoiados por uns 2.000 aviões lá, fora os mísseis que acertam as bases destes países de olhos fechados, pode juntar Japão, EUA, UK, os vikings de Ragnar Lodbrok que não amedrontarão a China.

Dalton

Não se trata de “meter medo” na China que você considera
invencível. Trata-se apenas de mostrar que há países que não concordam com certas práticas chinesas e que estão unidos nesse propósito.
.
Uma guerra não é conveniente para ninguém mesmo para a “invencível” China.
.
Quanto aos “uns 100 subs” mesmo os chineses não conseguem ter todos certificados para missão ao mesmo tempo.

Teropode

Desenhe ,ele não está entendendo .

Tulio

Tá bom Xings, agora pode voltar pra sua conta normal.

Antoniokings

” a embarcação e seu grupo de ataque deverão se juntar a unidades militares dos EUA e do Japão no Pacífico.”

Para fazer o quê?
Ter uma última recordação do local antes dos chineses dominarem tudo?

Jonatan

Tua China não mete medo nem na Coreia do Norte chings! Levou uma surra do Vietnã em 1979 e vai levar outra se procurar!

Dalton

Você claramente não compreende o que está em jogo. Exercícios militares são normais e necessários quando trata-se de uma aliança, aproximam as nações envolvidas e aumenta-se a determinação das mesmas diante de um objetivo comum.
.
Só porque você acredita que a China irá dominar todo o mundo, e esse mundo será muito melhor, então, todos devem portar-se como o infeliz Chamberlain e simplesmente baixar a cabeça ?
.

Hades

Quintal dos Americanos, ingleses só indo visitar.
De resto é choro de Xingling

João Fernando

Ótima chance da Argentina se aliar a China e ir a desforra.

Antoniokings

Já estão chamando a Argentina de ‘Argenchina’.
Os chineses chegaram por lá com tudo.

Mariner

Eu desconheço cidades brasileiras que não tem negócios chinês, o Brasil vai ser (Braschina).

Antoniokings

Deus te ouça!
A China é que está com dinheiro e vontade de investir.

Carlos Eduardo Broglio Gasperin

Não acho bom kings, principalmente no setor de alimentação, produção de grãos etc. Basta ver o que houve com o preço da carne meses atrás e o porquê de ter acontecido. Abraço a todos e um bom 2021 de muita PAZ

Antoniokings

Isso vc tem razão.
Entretanto, cade aos nossos governantes avaliar a situação de modo que a ânsia de obter recursos com exportações não comprometa a nossa segurança alimentar ou provoque aumento de preços.
SDS.

marcus

Governante no Brasil???? Onde???
Temos um débil mental no poder. Taokey.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Evoluímos , antes tinham os uma quadrilha de ladrões e assassinos

Antoniokings

Pior que agora temos uma para cada filho.
Está difícil a situação do nosso pobre País.

Mariner

O Eduardo B. Está surfando aqui no Sul , RS.

Fernando

Trocou por outra. Com o acréscimo do débil mental.

Antoniokings

Bom
Aí já são outros quinhentos.

Sequim

Ou outros 89 mil, Kings.

Sequim

O problema é essa política econômica louca do Paulo Guedes. Acabou com estoques reguladores e o preço de vários produtos agrícolas explodiu, arroz por exemplo. Não se tem uma política econômica clara e com o fim do auxilio emergencial a situação só tende a piorar. Não há ambiente interno favorável ao investimento. Assim o empresário estoca e exporta. E pra completar o general gordinho do Ministério da Saúde está mais perdido que cego em tiroteio. Socorro!!!!

Antoniokings

Guedes é um operador de mercado financeiro que enriqueceu com informações que não sabemos como conseguiu (na verdade sabemos).
Não tem experiência e muito menos capacidade teórica (ou intelectual) para desenvolver políticas macro-econômicas.

Carlos Erthal

Quem tem experiência é esse sr xing ling. Estou aqui a beber dessa cultura….

Carlos Eduardo Broglio Gasperin

Eu acho que a política de financiamento da produção deva passar por primeiro abastecer o mercado interno e exportar o excedente, o que não ocorreu com grãos e carne. Preços nas alturas com safra financiadas por nós mesmos! E no fim tivemos que importar! Vai entender….Abs

Antoniokings

Certamente.
Mas, a ganância do nosso empresariado com a conivência do Governo Federal levou à essa situação.
Só falta falarem: Acabou o pão? Comam brioches.

Mariner

A China pode ser dar mal com a Índia , eles pouco comentam sobre sua defesa. A história nos mostra o que a Índia capaz , (Alexande o grande) e a China provoca .

Mariner

É chegada hora dos BRICS criar uma defesa única , não só um banco . Beneficiária o Brasil . China e Índia tem que se entender nas reuniões, e para a tensão entre eles .

Leandro Costa

China e India não vão se entender como deseja. Não são questões simples. Russia e China se entendem, mas nada extremamente profundo, mas existem diversos acordos de ocasião. Se um não meter o bedelho nos assuntos do outro, fica numa boa, mas de novo, nada profundo. Brasil não tem qualquer relação mais aprofundada com nenhum deles e nem está no mesmo patamar de desenvolvimento econômico. BRICs foi uma sigla que tomou proporções maiores do que deveria.

Mariner

Nada é como se deseja , mas pode ser criada . BRICs , acordo aos moldes OTAN .

Leandro Costa

Bem… quem sabe daqui a alguns milênios quando os continentes tiverem uma configuração diferente da de hoje, né?

Mariner

Discordo desta colocação, este teu cenário em um mundo globalizado não faz sentido.

Leandro Costa

Exatamente por isso que faz total sentido. As linhas de comunicação marítimas e terrestres nunca tiveram tanto valor. Quanto mais distantes entre si, mais fáceis de serem interditadas.

Carlos Erthal

Vai ser a alianca do leão com o crocodilo e o hipopótamo. Como não pensei nisso antes?

Allan Lemos

Sempre achei que seria muito benéfico para o Brasil uma aliança militar entre os BRICS, mas não uma exatamente igual a OTAN, obviamente.

Mgtow

A India preferiu abandonar uma parceria promissora, para se aliar aos seus antigos senhores escravagistas do passado. Merece tomar na tarraqueta.

Mariner

Aliança com ingleses? Que tipo ? O povo Indiano não engole este passando.

Mgtow

Se está abanando o rabinho para os americanos, está por tabela abanando o rabo para os ingleses

Carlos Campos

só na tua cabeça a India tá indo pelo caminho dela, a india recentemente foi ameaçada com CAATSA, o que a Idia tá fazendo é deixar o pau quebrar e se quebrar em cima da china, melhor ainda.

Carlito

Ao contráro do que se imagina, os indianos não têm grandes traumas com o passado. Souberam preservar os pontos positivos deixados pelo britânicos (inclusive a língua inglesa), e se relacionam muito bem com o Ocidente de uma forma geral.

Antoniokings

Mgtow

Isso é uma política específica do partido de extrema-direita nacionalista hindu de Narendra Modi.
Dentro em breve a realidade baterá à porta da índia e ela voltará aos eixos.

Francisco Lucio Satiro Maia Pinheiro

Ah sim, esquecemos que a China quer o n dos outros e não quer escravizar ninguém né kkkkkk

Carlito

Apenas para constar: 01) Países do chamado BRICs têm interesses antagônicos. 02) O único país que costuma abanar o rabinho é justamente o Brasil. A questão é que de tempos em tempos o pêndulo ideológico muda de direção, e os rabinhos são abanados para outros donos. 03) A Índia, com todos os seus problemas, vêm crescendo em ritmo acelerado. Mesmo com dificuldades, avança fortemente em suas conquistas industriais e tecnológicas. 04) Os indianos têm sido muito mais eficientes e objetivos em relação ao que pretendem para o futuro que um certo gigante bobão da América do Sul. 05) Os indianos… Read more »

Leandro Costa

Muito bem colocado, Carlito.

Antoniokings

Já estou vendo a cara de preocupação do Jiping.

Mariner

Estes conflitos por interesses pode desencadear uma terceira grande guerra , com os armamentos disponíveis, seria o fim da terra como conhecermos.

Mariner

Mãe Diná 2 .🤣

zgtt

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

comment image

Mercenário

Qual o motivo das ilustrações contarem do lado amarelo com os LHD’s e LPD’s e não contarem com os LPD’s do lado britânico, por exemplo?

A ilustração tem bastante coisa errada para “2021”. Que a marinha chinesa é a segunda maior do mundo atualmente ninguém duvida.

Mr Anderson

O Reino Unido não possui mais LPD’S ou LHD’S em seu inventario.

Mariner

Argentina foi uma potência econômica, governos e governos administram mal o país, deu no que deu . Que sirva de exemplo para o Brasil , (com o inchaço da máquina pública fica difícil ) seguir outro caminho .

Antoniokings

Mas isso não explica tudo.
A Argentina foi uma potência quando produção agrícola era sinônimo de riqueza para a Nação.
Isso ocorreu até o início do Século passado.
Já há algum tempo, o que vale e a produção industrial e científica.
E a Argentina, assim como o Brasil ficaram para trás.
Talvez, irremediavelmente para trás.

Mariner

Não vamos generalizar , empresas do setor privado estão fazendo alguma coisa para mudar isto . Aqui no Sul foi criado no campos da Unisinos uma fábrica de chips para produtos eletrônicos ,temos uma indústria que produz grafeno, Agrale fábrica desde trator até veículos, militar e civil . A Taurus fornece fuzis , pistolas para alguns forças armadas . Claro que estamos atrasados na área científica, mas creio que isto se deve ao atraso do ensino superior, falta de incentivo em pesquisa por grandes empresas. Não podemos esperar do governo investimentos nestas áreas .

Mariner

Algumas.🤣

jose

novamente esse papo furado neoliberal de que o estado esta inchado e que existe investimento privado maciço em p&d? esses argumentos não resistem a uma pesquisa simples no dr. google. o povo da bufunfa quer que vc acredite nisso e defenda essas ideias estapafurdas apenas para fazer com que o $ do estado caia na roda da especulação financeira. a financeirarização da economia brasileira é o que esta, há mais de 40 anos, nos levando para o buraco.

Carlos Erthal

O estado brasileiro absorve uma quantidade desproporcional de recursos e o quadro fica pior quando vemos os serviços prestados. Na falta de fortes ameaças externas temos um executivo, legislativo e judiciário e três níveis com baixa eficiência. Quem concorda com esse descalabro gosta de chamar os discordantes de neoliberais.

André Amorim Mondelo

Ou é funcionário publico.

Mr Anderson

Exato, o que mata o Brasil é produzir especulação financeira e não artigos industrializados. A divida publica está batendo recordes, a economia estagnada, é um circo muito bem orquestrado para ter esse resultado.

Paulo Costa

Concordo em parte. A opção do governo federal não investir em pesquisa e Desenvolvimento vem de suas crenças negacionistas. Agora, gasto público inútil? Há sim. Comecemos pelas inúteis forças armadas, cujo papel se resume ao seguinte: a) Países mais pobres que o Brasil: nunca nos atacarão b) países mais ricos que o Brasil: se qualquer um deles resolver atacar, vence de 14×0. Os militares brasileiros nem terão tempo de municiar suas armas obsoletas. Então, eu trocaria esse contingente militar inútil por uma guarda costeira muito mais barata, leve e eficiente para dar apoio à pesca, transporte e turismo marítimos e,… Read more »

Mariner

Irremediavelmente, só a morte. O BR é um país jovem , se tivermos menos políticos, estes honestos , tem tudo para deslanchar . Mas isto é uma utopia.

Antoniokings

Assim esperamos.
SDS

filipe

A China vai querer acertar contas com a sua Historia , o primeiro da lista é a Royal Navy, com os seus 2 NAEs SVTOL e os 6 Type 45 , depois é que vem a US Navy.

Paulo Siqueira

Claro,ela vai chamar pro pau um país de cada vez!RU,depois o restante dos países da OTAN,Japão,Coreia do Sul,Taiwan,Austrália,Índia e depois por último a marinha americana!Agora só falta combinar esse acordo com eles e pronto,tá tudo dominado!SQN!!!!!!

Antoniokings

Pelo tamanho da China e seu potencial econômico/populacional, chama todos para a briga ao mesmo tempo.
Apesar de eu ter certeza que que França, Alemanha e outros países da OTAN vão saltar fora dessa canoa furada.

Fernando

É o D’artagnan que conseguiu arrumar encrenca com Athos, Porthos e Aramis no seu primeiro dia em Paris. Na hora do duelo que aparecem os três, só tem que ir um de cada vez.
A sorte dele é que a guarda do Cardeal interviu.

Mariner

O primeiro deveria ser com o Japão .

Teropode

Não delire , vc julga os chineses por vc mesmo , eles não são imbecis como seus fanboys , eles sabem que o movimento inglês é uma armadilha , não se esqueça que os anglo-saxoes sabem jogar sujo , a China sabe disto ,, aliás no momento ela tem mais a perder , …..bobagem , vcs não alcançam este entendimento , são patéticos torcedores ….zzzzzz

Mariner

A maior mágoa da China deve ser com o Japão.

Teropode

Besteira , quem roubou 15% do território chinês foram os Czares russos , pesquise antes de afirmar besteira .

Mariner

A ignorância prevalece.

Mgtow

Sabe aquele moleque que tem um amigão temido na escola e fica folgando com os outros confiando nisso? Pois é, esse moleque folgado é a triste e decadente ilha ao norte do canal da mancha.

Leandro Costa

Enquanto você personaliza as relações internacionais, os países em si continuam agindo apenas por pragmatismo. O que você disse não tem qualquer valor.

Mgtow

Ok. Ainda assim minha analogia é válida.

Carlito

A verdade é que ainda hoje as forças armadas britânicas mantém uma elevada respeitabilidade. A mera desconfiança de um submarino britânico rondando a área pode causar grande preocupação em qualquer adversário. Quanto a ser decadente, de fato o que restou do Império britânico não chega nem perto daquilo que fora um dia. No entanto, sob qualquer previsão ou perspectiva, o Reino Unido entre as nações mais ricas e influentes do planeta, decadente ou não, e quanto a ser triste, definitivamente você jamais esteve por lá.

carvalho2008

Não acho algo prudente para os Britanicos, daqui a a pouco, a China começa a socar caças e navios para os argentinos a preço de trigo…. e ai vão ter de repriorizar onde seus caças e navios deverão realmente patrulhar no globo….

Fernando Turatti

Isso aí só faria mal pra própria China, que gastaria dinheiro dando aviões e navios que terminariam inoperantes nas mãos dos argentinos.

Defensor da liberdade

A pressão psicológica sobre os britânicos não conta?

Fernando Turatti

Honestamente? A não ser que a ala aérea argentina seja o bastante pra lidar com o destacamento aéreo de um Queen Elizabeth, não.
Além do mais, nem a China acredita nos caças chineses, caso acreditassem não teriam comprado na última década os Su-35.
Quem tem produto bom em casa, que pode gerar emprego dentro do seu país, mesmo que levemente inferior ao produto estrangeiro, jamais importa.

Defensor da liberdade

Ora, partindo do seu raciocínio então o Patriot não presta, já que os EUA querem o Iron dome israelense…

Fernando Turatti

Se você acha que Iron dome e patriot são a mesma coisa, aí não tem nem como dialogar.
Além do mais, os EUA não tem maiores problemas em importar designs, basta ver as fremm. Eles precisavam de navios menos pesados, já não faziam mais há muito tempo, foram lá e encomendaram design externo.

Leandro Costa

Discordo, Carvalho. Até esses equipamentos se tornarem totalmente operacionais, com experiência da operação, a Inglaterra já estará com o Tempest operando e tudo. E isso vale para a própria China em relação aos seus navios. Colocou uma penca de navios na água esse ano que passou. Mas e em relação à pessoal? Esses vasos todos precisam de tripulações treinadas, e com certeza eles tem. Mas experiência mesmo só vem com o tempo e isso demora bastante.

carvalho2008

Isto que eu digo não é uma torcida….é um medo…receio….

Isto é o retorno da Guerra Fria…e Guerra Fria sempre ganha caráter global…

Leandro Costa

Nisso concordamos bastante, Carvalho.

Defensor da liberdade

Eu se fosse a China já tira feito isso, responder a provocação dos tommies armando os inimigos destes últimos no quintal deles.

Os britânicos não teriam psicológico para suportar uma Argentina bem armada, e ainda manter a provocação contra a China no quintal dela, e dinheiro para a China não falta.

Leandro Costa

Os Chineses, se souberem mesmo aproveitar e multiplicar sua prosperidade, não jogarão dinheiro fora dessa forma. Podem financiar um monte de atores Mundo afora, e com certeza algum mais eficaz para quebrar economicamente alguém do que a Argentina. Mesmo a Argentina muito bem armada, digamos que, de forma relativa à como era em 1982, só que duas vezes maior e mais bem armada, ainda não conseguiria tomar as Falklands dos ingleses. Na época as ilhas simplesmente não eram protegidas. Hoje em dia, com menos forças e rapidez de deslocamento para reforçar as ilhas ao menor sinal de possível tentativa Só… Read more »

Defensor da liberdade

Isso seria manobra de distração, tirar os ingleses da jogada. Além do mais quem quer prosperidade não investe em armas.

Fernando

Quem quer prosperidade sem investir em armas atinge essa prosperidade. E logo em seguida é invadido e tem sua prosperidade roubada por quem investiu em armas.

É assim desde que o homem das cavernas descobriu que a tribo vizinha tinha mais abundância de caça e coleta no seu território e viu que poderia usar pedaços de troncos como armas.

Thiago

Kkkk , mais simples e direto impossível, a verdade nua e crua Fernando.

Mariner

Conclusão , aqui no BR prevalece a lei de Gérson, brazuca contra brazuca . Como esperar o país do futuro .Fui……

João Adaime

Pouco entendo de relações internacionais e geopolítica. Mas observando o mapa postado na matéria acima, acho meio estranho a China reivindicar para si um mar que está mais perto de Brunei, Malásia, Filipinas e Vietnam. Nem estou me referindo a Taiwan.
Mas como eu disse, não entendo dessas coisas. Será que o critério seria área territorial ou população?

mar do sul da China.png
Leandro Costa

Existem inúmeros países que reividicam, por diversos motivos, diversas ilhas naquela região. Normalmente, todos esses países tentam levar seus casos para arbitragem internacional, para órgãos multilaterais para tentarem resolver essas disputas. A China foi lá e simplesmente tomou o que queria na surdina, ignorando completamente qualquer tipo de diálogo. O que são águas internacionais, a China diz ser mar territorial. Daí o motivo de tantos exercícios de liberdade de navegação.

Thiago

Vários outros pais3s da região ocuparam as ilhas do arquipélago Spratly sem esperar arbitragem nenhuma, as Filipinas e Vietnam tambem o fizeram, inclusive as Filipinas muito antes, o fato é que a China ganhou repercussão pela polarização e confronto com os EUA, além do fato que quando a China faz algo o faz em grande proporções e chamou atenção a capacidade de converter bancos de areia em verdadeiras ilhas com pistas de de pouso e decolagem capaz de grande movimentações comparado com o que existia na área.

Leandro Costa

Existe um grau de elevação na tensões quando você militariza as ilhas de forma que possa impedir o tráfego em águas internacionais. Esse é o ponto. Não é algo feito por necessidade de um conflito, mas sim premeditado. Isso eleva a tensão na região de forma bastante desnecessária, haja visto que a China repetidamente não respeita questões de liberdade de navegação ou mesmo águas territoriais de outros países reconhecidas internacionalmente.

Thiago

Essa são acusações dos rivais China, como a China não teria interesse de liberdade de navegação se eles sao os principais interessados( exportação e importação de matéria prima) ? os EUA têm o péssimo hábito de assinar ou se pronunciar a favor de alguma convenção da ONU( para que os outros façam) mas não de ratificar. Esse é o caso da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar , o pais Norte americano assinou mas nunca ratificou. E mesmo assim pretende conduzir a arbitragem sobre o mapa inteiro, tanto que para cada quadrante da Globo possuem uma frota… Read more »

Leandro Costa

Oi Thiago. Sim os EUA nunca ratificou essa convenção. Mas por costume, eles à cumprem. O fato de que armamento pesado (leia-se: com capacidade de paralisar o tráfego marítimo na região em questão é algo digno de nota. Os EUA nunca colocou armamento fixo assim. Tem suas bases espalhadas ao redor do Mundo, mas nunca realmente montou bases em gargalos de navegação Mundial. A China fez isso. Sempre que um país de cunho autoritário faz isso é algo que eleva tensões, ainda mais de forma unilateral. A própria China não precisaria fazer isso, porque o status quo não prejudicava a… Read more »

Thiago

Leandro, entendo seu raciocínio , continuo porém ainda não compactuando com essa demonização da ações chinesas. De todo jeito agradeço muito pela sua cordialidade e compreensão. Um abraço e feliz ano novo.

Leandro Costa

Thiago, não estou exatamente demonizando essas ações. Tento julgar como eu vejo dentro do contexto internacional. Jogadas assim fazem parte, mas com certeza geram repercussões, sejam boas ou más. Também entendo a lógica Chinesa por trás dessa atitude, mas ainda acho que foram precipitados.

Abraço e bom ano novo, bicho 🙂

João Adaime

Se a China tem direito de soberania sobre o mar do sul da China, os EUA poderiam reivindicar para si o golfo do México e o mar do Caribe. Afinal, também têm a maior área territorial e população da região. Mesmo peso e mesma medida.

mar do Caribe.jpg
Thiago

Ha uma sutil diferença. Para a China aquela ” lagoa ” é vital , ter o controle sobre ela é necessario para garantir sua saida para o mar onde escoar sua imensa produção e receber as matérias primas que necessita , correr o risco que aquele a mar e seus relativos chokepoints ( observar o quanto é clara a questão no idioma dos senhores dos mares) sob o controle de países rivais e declaradamente hostis como os EUA ( indiretamente) , ameaçando veladamente você com uma faca na sua jugular , desfilando com armas perto de uma sua artéria vital,… Read more »

Fernando Turatti

LOL pobre China, não pode mais nem dominar a Ásia inteira quieta!
A China jamais será dona daquele mar, passem 10 ou 100 anos. A turma da região, assim como os poderes centrais ocidentais sabem que não pode acontecer.

Thiago

Apenas um fato Fernando. EUA , ALEMANHA, UK, ETC , no mesmo lugar, posição geográfica, características e contexto fariam o mesmo ( tão verídico que podemos ver isso na recente história desses países) . Eu também tenho minhas dúvidas que ela consiga realmente dominar a área, mas qualquer país naquela posição tentaria tal façanha, principalmente expulsar os EUA.

Thiago

Claro que sabem, todo reinante repudia quem ameaça sua supremacia e a ordem por ele constituída. Isso não vai impedir que alguém, em determinado tempo e contexto, tente subverter essa hierarquia.

Leandro Costa

Thiago, mesmo sem esse controle militar nessas ilhas o comércio da região nunca foi afetado de forma que a China não se beneficiasse disso. No momento em que a própria China abriu seus portos para o Ocidente, os navios fluíram livremente assim como em qualquer lugar do Mundo. Isso é absolutamente normal. A China poderia ter seguido outro caminho, o de cooperar com os acordos e costumes sobre o controle do mar e ninguém iria reclamar disso. Na verdade isso seria abraçado pela comunidade internacional e faria com que a China pudesse deter a responsabilidade de patrulhar o mar e… Read more »

Thiago

Leandro, o colega João postou um mapa traçando uma comparação, desconsiderando porém o histórico da região, porque de fato o Caribe e o Golfo foi um lago sob controle dos EUA. Quanto demorou para que os EUA devolvesse o controle do canal de Panamá para as autoridades panamenses? Quantas intervenções e conflitos foram conduzidos nessa area para que os EUA hoje chegassem hoje a esse status quo, sem que sua supremacia fosse questionada ? Claro que garantem a livre circulação mas não aceitam abrir mão da própria posição dominante nem que alguma ameaça apropria segurança se estabeleça. Porque com a… Read more »

Thiago

Não existe area do globo que os EUA e sua Marinha não atuem ou nao considerem de própria competência , no obstante isso são as reivindicações da China, em relação ao mar na frente da suas costas são o problema e o o vaso de pandora.

USN_Fleets_(2009).png
Thiago

De fato as ações estadunidense no seu próprio quintal nunca foram menos violentas , invasivas e lesivas dos direitos dos seus vizinhos.

Screenshot_20210103-151109_Gallery.jpg
Matheus S

Essa certamente é uma opinião de quem não considera(ou desconhece) as reivindicações de outros países na região.

Estou muito cansado e não gostaria de elaborar um texto explicando isso, até mesmo porque 90% dos comentários sobre o Pacífico Ocidental são com o olhar ocidental.

Vou mostrar apenas uma foto que demonstra a complexidade da região e que mostra reivindicações tão absurdas quanto da China, isso se não for mais absurda.

chinas_east_asian_maritime_claims.jpg
Matheus S

É pura hipocrisia que as reivindicações marítimas da China recebam toda a atenção como excessivas, mas as reivindicações do Japão, como sua plataforma continental, não.  Uma pequena formação rochosa que está sendo mantida artificialmente acima da maré alta(Okinotori) tem sido usado para o Japão reivindicar uma linha no extremo sul aumentando assim a área que acha ter “direito”. É exatamente a mesma coisa que está sendo acusada contra a China. Além disso, os reclamantes contra a China fazem a mesma coisa e usam vários pequenos recursos para empurrar suas reivindicações marítimas diretamente contra a costa de Taiwan, que é um pedaço… Read more »

Leandro Costa

Não Matheus. Meu propósito foi apenas falar em relação às ações Chinesas. Que há um embróglio de reivindicações na região, isso sempre ocorreu. Mas nenhum dos atores envolvidos militarizou a questão nos níveis em que a China fez. Certamente não o tentaram fazer devido ao fato de que não tinham condições de fazê-lo, mas o que vale são os fatos. Vietnã chegou à ocupar militarmente algumas das ilhas, mas nada de muita expressão. Salvo engano ainda ocupa uma das ilhas em arquipélago disputado e acredito até que as ações Chinesas tenham acelerado essa ocupação. O Japão também colocou as asinhas… Read more »

Matheus S

Os países envolvidos não tem condições de militarizar uma região como o Mar do Sul da China(MSC), apenas a própria China é que detém essa capacidade, mas para você o que conta são apenas os fatos e não as intenções, então vamos aos fatos: Antes da militarização das ilhas ao redor do Mar do Sul da China, a China estava construindo infraestrutura para abrigar residentes nas ilhotas afim de exercer o seu direito territorial marítimo nas ilhas Paracel e Spratly. Sabe quem mais faz isso? O democrático e defensor dos direitos internacionais, o Japão em Okinotori, construindo heliporto em um… Read more »

Thiago

A diferença com os EUA é gritante, um pais bioceânico, sem rivais -nem em potencial – no seu continente, com suas fronteiras bem seguras e delimitadas . O México talvez não seja tão confiável quanto o Canadá, mas é incapaz de oferecer uma real ameaça. E no obstante tudo isso que foi mencionado, os EUA praticamente conduziram operações militares em toda essa área começando por Panamá, que é independente da Colômbia graças ao auxílio e interesse dos EUA. Depois lembrem sucessivamente as várias intervenções militares ali para defender seus interesses . De fato os EUA não precisam da posse legal… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Thiago
Mr Anderson

Os EUA fazem e fizeram exatamente a mesma coisa no golfo do México, porem ainda com o agravante de ter instaurado regimes ditatoriais e estados fantoche em grande parte desse território, quem critica a China e puxa o saco dos EUA se tratando desse tipo de pratica, não passa de um Hipócrita.

Luiz Trindade

Bem… De qualquer forma o Reino Unido vai passar com seu Porta Aviões por lá. Quer os chineses queiram ou não!

Claudio QUADROS

A INGLATERRA tem vários aliados Austrália nova Zelândia. Singapura. Canadá e próprio estados unidos india .china mexe Inglaterra vai recebe tanto chumbo nem sua grande populacao sofrida .

Alison

Nesse assunto acho hipocrisia da China dizer que não quer confrontos militares na área quando ela é que infringiu o consenso internacional sobre o Direito do Mar

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Quando o P-3AM Orion da FAB enfrentou um submarino nuclear

Imagine buscar um inimigo invisível em uma área de 2 mil quilômetros quadrados, equivalente a mais de 242 mil...
- Advertisement -
- Advertisement -