sexta-feira, dezembro 3, 2021

Saab Naval

Japão lança a fragata JS Mogami, líder da nova classe 30FFM

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O primeiro da classe é o segundo navio a ser lançado, depois da JS Kumano, que foi ao mar em novembro de 2020

No dia 3 de março, o navio japonês JS Mogami, líder da classe 30FFM, foi lançado nos estaleiros da Mitsubishi Heavy Industries (MHI) em Nagasaki, no sudoeste do país.

O Japão planeja construir 22 navios da classe, a um preço unitário de cerca de ¥ 48 bilhões (aproximadamente US$ 461 milhões).

De acordo com a MHI, a fragata multimissão 30FFM terá um deslocamento de carga total de cerca de 5.500 toneladas, com comprimento de 132,5 metros e boca de 16,3 metros.

Ela terá uma velocidade máxima superior a 30 nós. A tripulação será reduzida, cerca de 90 marinheiros, indicando um alto nível de automação a bordo.

Na imagem em 3D, o Centro de Informações de Combate (CIC) da 30FFM em formato circular

A 30FFM será equipada com uma ampla variedade de armas e sistemas:

  • 1 x sistema de canhão naval de 5 polegadas BAE Systems Mk.45 mod.4
  • 2 x sistemas de arma remota de 12,7 mm da Japan Steel Works
  • VLS Mk.41 (fitted for but not with)
  • 1 x Raytheon SeaRAM
  • 8 Mísseis antinavio MHI Type 17 × 8
  • Radar multifuncional Mitsubishi Electric OPY-2
  • Sensores Mitsubishi Electric OAX-3EO/IR
  • Sonar antimina Hitachi OQQ-11
  • Sonar antisubmarino NEC OQQ-25 (VDS/TASS)
  • UUV (OZZ-5 da MHI) e USV (tipo desconhecido) para contramedidas contra minas
  • Minas marinhas para guerra ofensiva de minas

 

- Advertisement -

81 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz

Um belo navio a ser adquirido em quantidade significativa para um país que leva a defesa a sério. Parabéns aos japoneses!

Paulo

Quantos dentistas a Marinha Japonesa deve ter?

Salomon

Provavelmente nenhum, terceirizam.Mas nós é que estamos certos.

Carlos Campos

acho que nenhum, e pra falar a vdd os japa não ligam muito para os dentes.

sub urbano

Levando em conta a dentição da população japonesa não teve ter um dentista sequer no país inteiro.

Teropode

Tá , entendi , vc confunde cárie com alinhamento dos dentes ?

João

A MB tem 150 ou 350 dentistas? Daria para completar 2 tripulações dessas fragatas.

Teropode

Acredito que grande parte seja de civis .

Pedro Bó

Pouco armada para o deslocamento de quase 6000t. Chama atenção o “fitted for but not with” do VLS Mk-41.

Moriah

32 ESSM se de repente resolvem colocar. mas realmente é estranho a afirmação nipo.

Flamenguista

Acho que a tonelagem tem relação não somente a quantidade de armamentos, mas tbm ao tempo em que o navio pode ficar no mar.
SRN

Ze Carlos

Os armamentos serao mostrados quando a fragata for atacada…

Wellington R. Soares

Pouco armado é a vergonhosa MB !!!
Não temos nem um mísero SEARAM para nosso NAM Atlântico, que estão sem nada desde a remoção dos 3 Phalanks.

Sincero Brasileiro da Silva

Assino embaixo! Absurdo o camarada dizer uma coisa dessa! Certeza que tá bêbado.

JOAO

Kkkk engraçado falarem assim. Me lembro dos navios da esquadra da MB.

Marcio

Bem nessas!

Sincero Brasileiro da Silva

Pouco armadas serão as Tamandaré…

Up The Irons

Discordo de que as Tamandarés serão “pouco armadas”! Um canhão Oto Melara de 76 mm na proa, um Bofors de 40 MK4 na popa, 12 lançadores VLS de CAMM-ER (12, 24, 36 ou 48 mísseis, dependendo do que a MB escolher), 2 lançadores triplos de torpedos; poderá lançar Exocets ou Mansups e ainda irá operar um helicóptero para ASW. Você pode até dizer que gostaria de mais, mas não que serão pouco armados…

Wilson Look

O único armamento confirmado é o canhão de proa, que será o Leonardo 76mm, de resto é tudo especulação. Fazer qualquer afirmação sobre se as Tamandaré serão ou não bem armadas é igual a dar um tiro no escuro.

Uma fragata que já tem a sua configuração definida, e que é realmente mal armada é a Type 31.

Pedro Tavares Nicodemos Filho

As Fragatas Classe Tamandaré tem 3500 toneladas, esperavas o que? Já podemos nos dar por felizes por estarmos cada vez menos dependentes de armamentos(Especialmente mísseis!) norte-americanos, tanto no que toca à MB, quanto no que toca à FAB, como no que toca ao EB. Penso que se faz necessário SER MENOS LIBERAIS no que toca à manter EMPRESAS ESTRATÉGICAS como eram a BERNARDINI e a ENGESA, a NUCLEBRAS, A ELETROBRAS, A PETROBRÁS, A REFESA, A POLARIS(Que produz turbinas a gás para geração de energia, turbinas para mísseis e já conta com um protótipo de turbina para avião financiado pelo FINEP,… Read more »

Thiago A.

Algumas vezes é legal e até sentimos a necessidade de tangenciar o tema, ocorre por vez que nosso interlocutor coloca uma pista e nós incentiva a fazê-lo. No seu caso colega foi uma completa fuga do tema, não passou nem de de perto .

Ten Murphy

Na verdade o deslocamento é 3900.

Carlos Campos

VC achou? esses lugares aí para os lançadores MK 41 podem ser cheios de mísseis tanto anti navio quanto antiaéreo

filipe

Os Japoneses estão de parabéns , 5500 Toneladas e bem armada, espero que as nossas FCT fiquem desse jeito ai, a China vai se ferrar , o Japão é que é o dragão adormecido pelas sansões do pós guerra, basta o Japão mudar a sua constituição pacifista e começar a produzir armamentos os chineses vão chorar de amargura, basta ver a massificação de produtos japoneses de qualidade pelo mundo a fora (Toyota , Nissan, Suzuki, Mitsubishi , Sony , Nintendo , PlayStation, Honda, Kwazaki, Subaru , Cannon,Sanyo, Panasonic , Daihatsu, mazda, Lexus), o Japão esta em todas a casas.

Pedro Tavares Nicodemos Filho

O já ex-primeiro ministro do JAPÃO Shinzo Abe, determinou, bem no início da pandemia a retirada de toda a indústria japonesa da CHINA, o que causou calafrios no CCP = Chinese Communist Party = Partido Comunista Chinês, pois isso tem como consequência um grande desemprego a curto prazo na CHINA. Não foi a toa: além de a SARS-CoV2 ter sido produzido em laboratório militar de guerra biológica, o Japão já vinha experimentando dificuldades em sua cadeia de produção por depender de partes fabricadas na CHINA, e quem já comprou da CHINA tem consciência que esses prazos são muito maiores do… Read more »

Alexandre

Não entendi, uma fragata de 5500t por 460 milhões de dólares, armada somente com um ciws SeaRam para defesa aérea, e é bem armada?
Nesse quesito, nossas Tamandarés estão bem melhores!
Mas por aqui, segue o baile, tudo de fora é bom, as armas são compras secretas, etc, etc…
Ainda bem que são novas, pelo menos isso…

Wellington R. Soares

Nossas Tamandarés?
Isso ainda é projeto e que se seguir o padrão das nossas forças armadas, terá atraso.
Até lá temos as poderosas fragatas Niterois….
Quem dera tivéssemos apenas um SEARAM para fazer a defesa do NAM Atlântico, já seria mais efetivo que qualquer defesa que temos atualmente…

Alexandre

SeaRam melhor que ASPIDE 2000? De onde vc tirou isso?
O Aspide 2000 tem um alcance de mais ou menos 25km contra cerca de 10km de alcance do searam.
O Aspide 2000 tem radar ativo contra IR do Searam.
Além do mais, as Niterói tem dois canhões de 40mm com munição 3P e 12km de alcance, para função de CIWS, ou seja, temos duas camadas de proteção e que tem alcance maior que os Searam.
Sinto lhe dizer, mas as Niterói são melhores em defesa aérea que essas fragatas do Japão.

Bosco

Alexandre, Sem querer entrar no mérito mas vale algumas considerações. O alcance da versão Block II do RAM tem 15/18 km de alcance. O Aspide 2000 adota o sistema de radar semi-ativo O RAM adota um sistema combinado de imagem IR com sistema passivo de RF. O RAM é capaz de prover defesa contra ameaças múltiplas, já o Aspide 2000 é limitado pela quantidade de canais de tiro, no caso das Niterói são dois. O SeaRAM tem 11 mísseis prontos para uso, o sistema Albatroz tem 8. Cada míssil RAM pesa 72 kg (Block I) ou 88 kg (Block 2),… Read more »

Bosco

Ops! O seeker do RAM não é de “imagem IR” , é só um buscador de duas cores (IR e UV) simples, multi elementos, mas que não forma imagem.

Alexandre

Mas eu tenho uma dúvida Bosco, qual é o teto de altura que um SeaRam atinge?

Alexandre

Bosco, com certeza o Sea Ram tem seus méritos, mas ainda penso que a combinação do ASPIDE e dos canhões de 40mm com munição 3P , é melhor que o uso isolado dos SeaRam.

Bosco

Talvez Alexandre. Eu também acho! Agora, as Niterói seriam mais letais se tudo funcionasse independente, ou seja, se cada um dos canhões de 40 mm, mais o de 114 mm , mais o sistema Albatroz engajando dois ao mesmo tempo. Aí sim seria interessante. Mas não é isso que acontece. Só há duas diretores de tiro radar/optrônico capaz de prover direção de tiro para os 3 canhões e para o lançador de mísseis. Ou seja, a defesa contra mísseis em camadas opera de forma limitada. Quanto à altitude de operação do RAM , não sei, mas o lançador pode variar… Read more »

Bosco

Só pra deixar claro, não estou dizendo que as Niterói são ruins. Muito pelo contrário. Nenhum navio ocidental tem diretoras independentes pra todos os armamentos . Talvez só navios russos o tenham.
Só estou dizendo que no “papel” ter 1 canhão de 114 mm, dois de 40 mm e um lançador Albatroz pode não refletir a realidade.

Alexandre

Excelente resposta Bosco, creio que o canhão de 114 mm não seria tão eficaz para defesa aérea, e teríamos os diretores de tiro basicamente atuando para os ASPIDES na faixa de 13 km até os 25km máximos do sistema, e depois , esses dois diretores seriam utilizados pelos 2 canhões de 40 mm na faixa de 1km até os 12.5 km de alcance máximo desses canhões. Cada canhão desse pode usar 100 munições 3P em cada lado das niteroi e podendo disparar todas elas em cerca de 20 segundos. Acho que os ASPIDES 2000 podem ir bem acima de 5km… Read more »

Bosco

O Aspide deve chegar algo próximo de 10 km de alcance vertical.
E sim, o RAM, como todo sistema de defesa de ponto, não permite uma real negação de área ao redor do navio. A do Aspide é bem mais abrangente, por isso ele é um sistema de defesa de área curta.
Em relação negar a área de acesso às ameaças ele é muito mais efetivo que o RAM, enquanto que este é melhor do ponto de vista C-PGM/ACM.

Eduardo

O aspirantes estavam atirando de .50 na apirantex, o Atlântico está super bem defendido…SQN

Roger

Em outras fontes sobre essa classe, especificam que o propósito é apenas para defesa costeira do próprio país. Com o foco em ações mais próximo da costa, em patrulha, não é tão necessário ter armamento antiaéreo tão robusto, já que provavelmente teria apoio em terra/ar. Também acho um pouco mal armada e muito cara, mas é um navio com o “custo Japão”, com tecnologias próprias, projetadas por empresa japonesas e construída por operários japoneses, então… Se fosse possível traçar um paralelo, acho que esse seria a versão japonesa do Littoral Combat Ship americano. No geral, seria um navio “canivete suiço”,… Read more »

Alexandre

Certamente Roger, acredito que essa fragata tem sua função, mas eu não achei barato e nem bem armada, só isso.

Wellington R. Soares

Chega a dar agonia em pensar que nossos escoltas mais poderosos são 5 velhas fragatas Niteroi.
Que desgosto dessa nossa Marinha. 80K militares na MB, pra quê?
Senão me engano apenas 1 submarino ativo.
Temos que considerar os dois poderosos AF1 operacionais que mantém a doutrina dos pilotos para nosso futuro NAE kkkkk..
Das 3 forças a nossa Marinha parece uma piada 😂😂😂

Last edited 8 meses atrás by Wellington R. Soares
Satyricon

Não se preocupe, pois no final dessa década teremos nosso SubNuc… E então almirante vai passear na Baía da Guanabara de rebocador… ou de bote

Alexandre

Vá morar no Japão!

Wellington R. Soares

Sou Brasileiro e vou continuar morando aqui, pois amo esse país, mas fechar os olhos para ineficiência da nossa Marinha é meio que fanatismo.
Torço para nossas forças armadas, mas não sou cego !

Last edited 8 meses atrás by Wellington R. Soares
Carlos Campos

eu sei que a oferta não foi pra mim, mas se tu pagar um visto para mim, ou seja abrir uma empresa lá com um capital considerável, então eu vou o quanto antes.

Alexandre

Aí quem vai sou eu, kkkkkkkkk

Salomon

Não fale assim. Temos dentistas, motoristas, médicos, taifeiros, cozinheiros, administradores, varredores de quartel, garçons em quantidade bem superior a essas outras marinhas.

Luciano

País sério é outra coisa. Enquanto o nosso , 90% do valor é para pagar soltos de ativos é inativos da corporação, sobrando 10% para investimento é manter a frota sucateadas.

Zé da Silva

Custo: US$ 461 milhões cada.
Comparando com o preço pago por cada Tamandaré, não está barato?
Mísseis type 17 com um alcance de 400 km é uma vantagem tremenda em relação ao Tamandaré…

Alexandre

Isso mesmo , na verdade, a MB não definiu os armamentos das Tamandarés e essas figuras já estão falando mal .
Chega a dar agonia em pensar que tem tantos Brasileiros vira latas !
jajajaja

Alex Barreto Cypriano

Alguém viu, no modelo digital, onde está o SeaRAM?

Dalton

Sim Alex em cima do hangar. Quanto ao MK-41 o importante é que há reserva de espaço e peso para futura instalação, mas, mesmo sem, as novas fragatas oferecem uma boa capacidade contra minas também e mais importante, serão muito mais capazes que os navios que irão inicialmente substituir, os já “cansados” da classe Abukuma.

Sincero Brasileiro da Silva

Vai lá Brasil, coragem…

Esteves

2 x sistemas de arma remota de 12,7 mm da Japan Steel 8 Mísseis antinavio MHI Type 17 × 8 Radar multifuncional Mitsubishi Electric OPY-2 Sensores Mitsubishi Electric OAX-3EO/IR Sonar antimina Hitachi OQQ-11 Sonar antisubmarino NEC OQQ-25 (VDS/TASS) UUV (OZZ-5 da MHI) e USV (tipo desconhecido) para contramedidas contra minas Minas marinhas para guerra ofensiva de minas Japan Steel, Mitsubishi Heavy Industries, Mitsubishi Electric, Mitsui, Mitsui Sumitomo, Hitachi, Nec… O nome disso é Base Industrial de Defesa e Base Logística de Defesa. Projeto nativo, desenvolvimento autóctone, recheio local, não dependência, inovação, foco na solução de problemas. Se o Japão tivesse… Read more »

Last edited 8 meses atrás by Esteves
Carlos Campos

acho que não, pq ainda existia outros países bem fortes, mas depois do guerra o Japão explodiu no bom sentido, crescia tão rápido que uma geração foi suficiente para sair da pobreza à alta renda, era uma questão de tempo até o Japão superar os EUA, e o século 21 ia ser o século do Japão, se tu quiser se destacar teria que falar japa, se tu quer ter sucesso a nível o global teria que fazer negócios no Japão e com o Japão, mas aí veio crash deles, o BoJ deixou o crash continuar, na minha opinião, mesmo pode… Read more »

Wellington R. Soares

Lembrando que essas fragata são realidades e Tamandaré um projeto.
Chega me dar nojo quando vejo alguns dizendo: As nossas Tamandarés são mais bem armadas…Que Tamandarés?
Lá eles tem muitos destroyers e fragatas com elevado poder de fogo.
Querer comparar Brasil com Japão chega ser desumano, até porque eles vivem em outra realidade de cultura, desenvolvimento econômico, científico e militar.

Esteves

O Japão enviou uma sonda para mapear a Lua. Mapeou. Sucesso total.

Nosso satélite esta enviando a imagens do Brasil. Ainda estamos tentando decifrar de aonde e como.

Calma…somos o país do futuro.

Alexandre

Uma boa parte dos japoneses vivem em apartamentos do tamanho da sala de minha casa.
Calma… eles já estão no futuro.

Esteves

Até em menos. Eles ainda tem aqueles cibercafes, lanhouses, gente que mora, vive, trabalha em cubículos.

Esses apartamentos de 25 metros…você programa a quantidade de água e energia que vai usar, o tempo que os eletrodomésticos vão funcionar. Quem tem poucos recursos para dividir para muita gente precisa da racionalidade.

Aqui ainda pensamos. Pensando…pensando…

Alexandre

Não amigo, aqui não pensamos, aqui nós temos uma qualidade de vida que poucos têm no Japão e poucos têm em muitos dos Países ditos desenvolvidos. O problema é que o Brasileiro não percebe isso e acha sempre que a grama do vizinho é mais verde.

Alex Barreto Cypriano

A anomalia magnética sobre o Atlântico Sul e América do Sul ja destruiu satélite. Espero que o nosso não seja afetado. Aliás, está explicado o porquê do Brasil ser a titica que é: está sob influência desfavorável de geomagnetismo fraco e raios cósmicos zicantes. E, até agora, nenhum quarteto fantástico ou X-Men por aqui…

Alexandre

Lembrando que o Japão se localiza ao lado de dois inimigos armados nuclearmente, que são a coreia do norte e a segunda maior potencia economica do mundo que é a china. Quando falamos das Tamandarés, estamos falando de um projeto que já teve o contrato assinado, os recursos disponibilizados e a contratante já está instalada no Brasil para iniciar os trabalhos. Chega me dar nojo quando vejo alguns dizendo: Querer comparar Brasil com Japão chega ser desumano! O Brasil é superior ao Japão, nosso País é enorme, rico e maravilhoso, e a maioria da populaçao vive bem. Infelizmente, tem Brasileiros… Read more »

Esteves

Calma jovem. Assim você infarta. Há diferença entre nacionalismo e chauvinismo.

Todos querem ver as coisas funcionando. Por enquanto as Tamandarés não existem. Se daqui 4/5 ou 6 anos (2 anos para capacitar + 2 anos para fazer a primeira se não houverem interrupções) vamos falar sobre. Por hora não tem navio.

O pessoal compara resultado. Quem tem, o que tem, como tem e o que fazem com.

Alexandre

Cara, difícil eu infartar, tenho uma excelente qualidade de vida e me cuido muito bem.
Já lhe respondi sobre as tamandarés, em nenhum momento disse que já estavam prontas. Estamos fazendo aqui uma comparação de preços e armamentos, só isso.
Por hora , eu fico com o meu Brasil, País continental, rico e maravilhoso. Bem melhor que uma ilha pequena ao lado da China e bem perto da Coréia do Norte.
Acho que estou bem mais seguro, e os Japas, no fim das contas, com ou sem essas fragatas, não estão seguros com essa vizinhança!

Roger

O Brasil é superior em alguns aspectos o Japão em outros, mas no final depende muito da opinião de cada indivíduo e a sua realidade socioeconômica. Uma das poucas coisas que concordo com o atual Presidente, no entanto, são os discursos de como pequenos países com recursos extremamente escassos e limitados, como Israel, Coréia do Sul, Japão, Singapura e etc conseguiram se desenvolver tanto com tão pouco a sua disposição. Eles se esforçaram e fizeram a lição de casa. Enquanto nós, gigantes pela própria natureza (e anões na mentalidade) mesmo com um cheat de recursos quase infinitos ainda patinamos para… Read more »

Alexandre

Procure saber quantos bilhões de dólares os EUA investiram nesses Países desde a 2 GM pra cá e vc verá e não foi apenas uma questão de fazer o dever de casa. Nos 60 milhões que receberam o auxilio emergencial já estaõ incluídos os beneficiados pela bolsa família, desempregados, informais e etc… Fora os oportunistas que não precisavam e receberam, como os milhares de militares e a esposa do deputado preso. Portanto, podemos considerar que menos de 60 milhões pessoas que receberam ajuda eram realmente pobres, numa pandemia que afetou e aumentou a pobreza em todo o mundo e que… Read more »

Esteves

Alexandre,

Eu conheço bem o Brasil. Diga…quais são esses “patamares” que nos colocam acima dos países desenvolvidos?

Alexandre

Eu posso citar de cara, vários patamares que poucos Países desenvolvidos podem dizer que tem: 1) Autosuficiência energética- O Brasil é um dos poucos países do Mundo autosuficiente em petróleo, gás natural, biocombustíveis como o Alcool e geração de energia renováveis como solar, eólica e hidráulica . 2)Autosuficiência alimentar – Hoje, o Brasil seja um dos poucos Países no mundo capaz de alimentar toda sua população e ainda exportar o restante e ser líder na produção mundial do agronegócio. 3)Autosuficiência nuclear – O Brasil é um dos grandes produtores de urânio no Mundo com reservas próprias, bem como dominamos o… Read more »

Alexandre

*Hoje o Brasil é um dos poucos…

Alexandre

Só para constar, o Japão é um dos maiores importadores de petróleo, gás e alimentos, bem como importa urânio para abastecer suas usinas nucleares. Todos nós sabemos os motivos do Japão na 2 GM. E então eu pergunto, quem é mais desenvolvido, o Brasil que é capaz de alimentar e manter sua economia girando do ponto de vista energético ou o Japão que depende dos outros para fazer o mesmo?

PauloR

Muita automação a bordo e mais que o dobro de tempo para treinar a tripulação. E ainda deixa a embarcação a mercê interferência eletrônica

Bardini

Esse projeto todo é extremamente moderno e emprega várias tendências atuais.
.
Se pedissem pra mim “projetar” um Escolta padrão para a MB, eu projetaria isso: uma família.
.comment image

Last edited 8 meses atrás by Bardini
Esteves

Se pedissem para projetar uma escolta padrão para a FAB…a Embraer iria apresentar o A29, o KC390 e…e…teríamos dificuldades com custos, com componentes, com recheios, com fornecedores, com preços (lembrando que a Embraer Defesa da prejuízo), com inovação, com comparações. A bandeira dessa família japonesa é a Mitsubishi. Poderia ser a Kawasaki. Ou a Mitsui. Essa bandeira organiza aquilo que a lógica aponta: padronização. Os mesmos fornecedores produzindo. Customização da mão de obra. Facilidade para operar e manter…serão sempre os mesmos sistemas e armas evoluindo e demandando atualização…não substituições como fazemos here. Talvez Estejam pensando assim com a TGM+Embraer. Não… Read more »

Bardini

Nem com tecla SAP…

Carlos Campos

INVEJA, quase mesmo preço da tamnadaré, pode ser mais armado, interessante que o Japão tá indo bem em renovar sua Marinha bora ver se a China vai reclamar de alguma coisa como falou dos subs…..outro fator interessante é que tem muito sensor Japa, até o radar que eu achaei que ia ser dos EUA é local. Radar multifuncional Mitsubishi Electric OPY-2, o mesmo que equipa o Izumo se não me engano.

Esteves

O preço é da construção. Navio de guerra com deslocamento de 5.500 toneladas para enfrentar as ameaças do Japão passa fácil de 1 bilhão de dólares considerando o que publicam na Trilogia.

As Marinhas e estaleiros contam que fazem mais por menos. Não contam o pulo do gato se tiver gato. Querem assombrar os incautos.

— Terta…navio de guerra daquele tamanho por menos de 500 milhões de dólares é verdade?

Last edited 8 meses atrás by Esteves
guilardo

Não se pode comparar a responsabilidade do Japão com dezenas de países que compõem a defesa conjunta , com a do Brasil, que tem fronteira marítima com três desdentados. Você pode perguntar, e a defesa do nosso mar e campos de petróleo ? É meridiano que para a defesa do mar e dos campos, não teremos condições de peitar potências, inclusive nucleares. Muito menos com uma marinha diminuta dessa, que está se escudando atrás de 4 corvetas que inda irão ser construídas. O nosso único trunfo, se é que os nossos almirantes de “calçadão” entendem, está no número de submarinos… Read more »

Michel

Marinhas pelo mundo afora se equipando com o que há de bom e melhor. Impressiona.

JagdVerband#44

Gostei do nome. Me remete à velha IJN, da qual sou fã.

Douglas Falcão

460 milhões de dólares com esse nível de eletrônica embarcada? como a MB achou bom negocio as Tamandaré?

Abner

Não sou conhecedor mais não seria melhor a MB construir contratorpedeiros no lugar de fragatas que seriam menos potentes em termos de arma, alcance, e velocidade ?

Last edited 8 meses atrás by Abner
Reginaldo Abelar Borges

A marinha sempre foi o orgulho do Japão, sempre foi priorizada depois vem o exercito e por ultimo a força aérea.ao contrario dos britanicos ,eles nunca deixariam ela enfraquecer.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Rússia envia lançadores de mísseis antinavio para perto das Ilhas Curilas reivindicadas pelo Japão

MOSCOU (AP) - Os militares russos desdobraram sistemas de mísseis de defesa costeira para as Ilhas Curilas, uma cadeia...
- Advertisement -