sexta-feira, maio 27, 2022

Saab Naval

Fragata HMAS Perth da Austrália está pronta para a ação depois da atualização

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Após a atualização das capacidades de radar, sistemas de comunicação e áreas habitáveis ​​da tripulação, o navio foi baixado da doca seca no Complexo Naval Australiano em Henderson, Austrália Ocidental.

Com o lema “Lutar e florescer”, a fragata de longo alcance é capaz de defesa aérea, guerra de superfície e submarina, vigilância, reconhecimento e interdição, e é baseada em Garden Island, Rockingham, Austrália Ocidental.

O oficial comandante da Perth, o comandante Anthony Nagle, disse que a complexidade das manobras para colocá-la de volta na água requer uma coordenação precisa.

“A desdocagem em si é um processo demorado – mover uma embarcação com 118 metros de comprimento, quase 15 metros de largura e que pesa 3.900 toneladas requer uma gestão meticulosa”, disse o comandante Nagle.

“Este é um passo significativo para a conclusão da atualização da Perth, que agora passará para os estágios finais, permitindo que o navio retorne à frota e realize desdobramentos e exercícios com nossos parceiros regionais em 2022.”

A embarcação tem a rara honra de ser baseada em sua cidade homônima, que oferece oportunidades especiais de conexão e engajamento, incluindo a tripulação de Perth no exercício de seu direito à Freedom of the City, ocorrida pela última vez em 2009.

“A capacidade de nosso navio permanecer comprometido com a cidade homônima é muito importante para nós e esperamos poder construir uma conexão ainda mais forte enquanto nos preparamos para retornar a Perth ao mar e ao serviço operacional”, disse o comandante Nagle.

“Estamos honrados em representar Perth e queremos que o povo de Perth tenha tanto orgulho de nosso navio quanto temos de levar o nome HMAS Perth.”

Perth é o terceiro navio a levar o nome.

O Perth I foi um cruzador da classe Leander modificado que serviu com distinção durante a Segunda Guerra Mundial e foi perdido durante a Batalha do Estreito de Sunda.

O Perth II foi um destróier de mísseis guiados Classe “Perth” modificado que serviu com distinção durante a Guerra do Vietnã e recebeu uma Comenda de Unidade da Marinha dos Estados Unidos e uma Comenda de Unidade Meritória.

O mais recente Perth realizará testes de mar e certificação no início do próximo ano, seguindo as etapas finais de seu processo de atualização.

FONTE: Defence Connect

- Advertisement -

21 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro Costa

Não se esqueça que agora também podemos ter que comparar os uniformes dos praças, que com certeza são mais ‘humanizados’ do que os da MB, né? Heehehehe

Burgos

Boa tarde MK !!! Já pegando carona no assunto !!! Significado de Haters O que são Haters: Haters é uma palavra de origem inglesa e que significa “os que odeiam” ou “odiadores” na tradução literal para a língua portuguesa. O termo hater é bastante utilizado na internet para classificar algumas pessoas que praticam “bullying virtual” ou “cyber bullying”. Basicamente, o hater é uma pessoa que simplesmente não está feliz ou satisfeito com o êxito, conquista ou felicidade de outra pessoa. Assim sendo, preferem “atacar” e “criticar” o indivíduo, expondo-o situações comprometedoras publicamente sobre essa pessoa, ou desvalorizando as ações e… Read more »

Filipe

A MB tem o PROSUB que é o maior programa de defesa do hemisfério sul. A MB esta quase entrando no seleto grupo de países com submarinos nucleares. Logo a MB esta noutro patamar.

samuka

Está quase kkkkkkk..sim sim, outro patamar amigo..e continuamos no pais das maravilhas..

Jodreski

Quando li seu comentário quase esqueci que temos IKLs parados por falta de capital para fazer PMG, que nos falta até patrulha de 500 ton, que vamos receber os Tracker para pousarem em nosso Nae imaginário, que nosso esquadrão imenso de A-4 Modernizados se resumem a 6 unidades, e que estamos para criar uma nova classe de escoltas (se enganou quem achou que são as Tamandarés), é a classe Highlander, pq Niteroi elas deixaram de ser faz tempo.

Last edited 10 meses atrás by Jodreski
Carlos Crispim

Tudo dinheiro mal gasto, esses empresários especialistas em modernizações meia-boca, talvez até com militares de sócios ocultos, estão rindo felizes da vida com os parcos recursos da Defesa entrando nos seus bolsos. E segue o baile.

Luciano

Mas as netas e filhas de Médici, Costa e Silva e militares de alta patente recebem pensões de milhares de reais até hoje! Só a sobrinha de Geisel recebeu 384 mil reais ano passado….tudo legal….e imoral! Mas dinheiro para modernizar as FAs aí sim falta!

JOAQUIM ROCHA

Opa, não comparando mas isso sim é um sonho, uma grande reforma em apenas 4 anos, essa agilidade e comprometimento eu gostaria de ver aqui em nossa MB.

Jodreski

Aqui quando algum meio de superfície entra em PMG ele entra no PMG 10, no mínimo 10 anos parado. Parece piada né… mas não é! 🙁

Inimigo do Estado

Bom, o orçamento é quase igual em doletas, 24 bi para os australianos e 22 bi para o Brasil, então me diga o por quê da diferença gritante das duas forças navais. Ou melhor, arranje um pano bem grande para passar.

Inimigo do Estado

Para quê, não vamos humilhar ainda mais o Brasil.

Foragido da KGB

Não tem como comparar. A Marinha Australiana não merece esse insulto… 😛

Foragido da KGB

Nobre Mk48 Mod 7. Voce levantou a bola e eu só chutei pro gol 🙂 sorry…

Leonardo M.

Lá eles não precisam pagar bilhões de reais em pensões para filhas que nunca casaram kkkķ

Adriano Madureira

Aqui se paga pensão até para filho varão que virou filha…

M.@.K

Se o SUS paga por mudança de sexo, pq não pagar pensão?

Alexandre Barreto

Meu caro, de boa comparar tudo q ja se fez de errado com o orcamento das forcas armadas, com um unico caso conhecido de uma acao de ganho de pensao de uma mulher trans com todos os gastos q poderiam ser evitados na MB ou demais forcas no passado é bem leviano…. Vi parte desse caso, infelizmente mas nao sei o posto do progenitor q tera parte do soldo pago nessa pensao, mas isso so iriar ferrar o orcamento da MB, se ele fosse o Almirante com salario tipo PIB do rio de janeiro/ Belo horizonte…. e estou falando da… Read more »

Piassarollo

O conceito Meko, na sua época, introduziu várias inovações tecnológicas e produziu belos navios. Diversos países ainda usam estes navios, com a série Meko 200 sendo a mais numerosa, com algumas diferenças entre as classes. África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Turquia, Portugal, Argentina e Nigéria, são os paises operadores.

Helio M

Mais uma marinha que tem uma capacidade de edição de vídeo muito superior à MB.

Wellington Góes

A MB deveria aprender mais com o que os australianos estão fazendo.

Antonio Palhares

Gostei.
118 metros. 3900 Ton.
Um reforço grande para uma boa Marinha.

- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios de guerra britânicos podem ser enviados para quebrar o bloqueio de Putin aos portos do Mar Negro

A Grã-Bretanha está coordenando com seus aliados um plano potencial para enviar navios de guerra ao porto de Odessa,...
- Advertisement -