terça-feira, setembro 28, 2021

Saab Naval

Type 003: Desvendando o enigma do porta-aviões chinês – parte 1

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Por Matheus Santiago

O porta-aviões Type 003 é o segundo tipo de porta-aviões produzido nacionalmente, atualmente em construção pela Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLAN).

O navio tem um deslocamento estimado acima 80.000 toneladas, um convés de voo completo e três catapultas eletromagnéticas. Espera-se que uma nova geração de aeronaves baseadas em porta-aviões como o AWACS KJ-600 e aeronaves asa fixa com base no FC-31 sejam implantadas nele.

O plano da PLAN era usar a catapultas à vapor, no entanto, houve o progresso do desenvolvimento da catapulta eletromagnética (EMALS) na China sob a supervisão do engenheiro elétrico naval chinês da PLAN, Ma Weiming.

O acadêmico Ma Weiming, conhecido como “pai” da catapulta eletromagnética na China, permitiu que a China dominasse a tecnologia de EMALS baseada em porta-aviões, diminuindo a lacuna tecnológica com os Estados Unidos, e sua tecnologia de energia integrada de média tensão de corrente contínua (MVDC) provocou reações duvidosas das capacidades tecnológicas em torno do EMALS chinês.

Não podemos deixar de contar a história do desenvolvimento da catapulta eletromagnética chinesa sem detalhar o progresso acadêmico e profissional de Ma Weiming. Depois de se formar na universidade em 1982, Ma Weiming foi designado para o Instituto de Engenharia Aeronáutica Naval. Após três anos de trabalho, ele retornou à sua alma mater para estudar para a pós-graduação. Estudou engenharia elétrica marítima com um famoso professor chamado Zhang Gaifan. Em 1996, ele recebeu um doutorado em engenharia elétrica pela Universidade Tsinghua.

Ma Weiming
Ma Weiming

Desde o início da década de 1990, a China começou a realizar pesquisas em novos tipos de navios convencionais, e Ma Weiming passou a participar da equipe de pesquisa científica. Durante o período de pesquisa, a equipe de pesquisa científica precisou importar geradores de doze fases, mas descobriu que sistemas estrangeiros tinham problemas de “oscilação inerente”.

Assim, a equipe de pesquisa científica se comunicou com empresários estrangeiros, na esperança de que eles fizessem melhorias técnicas nos geradores, mas os empresários estrangeiros não deram importância a essa questão e acharam que seus produtos não eram um problema.

Com isso, Ma Weiming só pode levar a sua equipe a desenvolver de forma independente. No entanto, o financiamento foi limitado, e as condições experimentais não podiam acompanhar. Eles gastaram 35.000 yuans em fundos de pesquisa científica. Após 6 anos, analisaram centenas de milhares de conjuntos de dados e conduziram incontáveis experimentos em um laboratório.

Vendo os resultados da pesquisa científica da equipe de Ma Weiming, os empresários estrangeiros não tinham nada a dizer, mas também olharam para os pesquisadores científicos chineses com admiração. O mais interessante é que os empresários estrangeiros começaram a comprar produtos chineses.

Em 1995, Ma Weiming desenvolveu com sucesso o primeiro sistema gerador AC/DC de enrolamento duplo na China e até mesmo no mundo, e obteve uma patente de invenção nacional. Esta invenção tem grande valor de aplicação e benefícios econômicos significativos, seja no campo da defesa nacional ou no mercado civil.

Em 1998, foi listado como um projeto-chave de desenvolvimento nacional. Os departamentos de tomada de decisão da China designaram a Naval Engineering University como a unidade responsável pelo projeto, e Ma Weiming como o líder do projeto e projetista-chefe. De acordo com o Ma Weiming, o sistema de retificação de gerador AC e DC de enrolamento duplo se caracteriza como o sistema de gerador integrado de segunda geração. Desde então, ele desenvolveu com sucesso um sistema integrado de energia de terceira geração com desempenho mais avançado.

Ele disse que a tecnologia do sistema de energia integrado de primeira geração está madura, mas tem desvantagens como grande volume e peso do equipamento, baixa eficiência do sistema e baixa continuidade do fornecimento de energia; o sistema de energia integrado de segunda geração adota o sistema de energia DC de média tensão, que rompe o limite de frequência do sistema. Reduzindo os requisitos para as características de regulação de velocidade do motor principal, reduzindo muito o volume e o peso do equipamento, melhorando a eficiência do sistema e a continuidade do fornecimento de energia, mas o desenvolvimento da tecnologia ainda não está maduro.

Inicialmente, Ma Weiming não queria ser o gerente geral, mas os líderes dos departamentos de tomada de decisão de alto nível se recusaram a aceitar que Ma não liderasse o desenvolvimento tecnológico naval. Os líderes chineses disseram que só confiariam à ele a capacidade de liderar os grandes projetos de P&D de alta tecnologia, em diante, como responsável geral.

O sistema de energia integrado em desenvolvimento se tornou apenas um dos muitos projetos de pesquisa em desenvolvimento. Ma Weiming revelou que o desenvolvimento do sistema integrado de energia da China começou no período do Décimo Plano Quinquenal (2001-2005) [2].

No período desse plano, uma das 10 tarefas básicas era “aumentar o financiamento de pesquisa e desenvolvimento para mais de 1,5% do PIB e fortalecer as capacidades de inovação científica, acelerando assim o progresso tecnológico”. Através da exploração inicial, o esquema de conceito do sistema, equipamento principal e imagens alvo de todo o sistema foram formados, e a rota de desenvolvimento técnico do sistema de energia integrado foi esclarecido, ou seja, para navios militares. Os navios exigem grande capacidade instalada, alta densidade de potência e boa adaptabilidade, portanto, sistemas de energia de corrente contínua integrados de média tensão devem ser preferidos no âmbito da pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico.

Do Décimo Plano Quinquenal (2001-2005) ao Décimo Primeiro Plano Quinquenal (2006-2010), conseguiram construir o sistema teórico básico do sistema de energia integrado e superaram sucessivamente dezenas de tecnologias-chave, como estrutura de rede do sistema, geração de energia integrada e propulsão por indução avançada. Ma Weiming disse que assumiu a liderança para construir um sistema de energia MVDC (Medium Voltage Direct Current), se tornando o primeiro país a implementar um sistema de energia integrado de corrente contínua de média tensão.

O Power Electronic Technology Application Research Institute, dirigido de forma independente por Ma Weiming, reuniu mais de 100 jovens especialistas em ensino e pesquisa e alunos de doutorado e mestrado. Sob os auspícios de Ma Weiming, mais de dez grandes projetos de pesquisa científica de nível nacional distribuídos nas quatro direções de pesquisa de tecnologia de integração de energia, tecnologia de propulsão de energia, tecnologia de conversão de energia de grande capacidade e estrutura de rede de sistema e tecnologia de monitoramento inteligente estão sendo totalmente promovidos.

Modelo da catapulta eletromagnética chinesa

Paralelamente ao desenvolvimento do sistema integrado MVDC, havia expectativas de desenvolvimento de catapultas eletromagnéticas. Os Estados Unidos foram o primeiro país do mundo a ter tecnologia de ejeção eletromagnética. Cientistas americanos gastaram 21 anos e US$ 3,2 bilhões para transformar a tecnologia de ejeção eletromagnética de um conceito em realidade. O avanço tecnológico nos Estados Unidos deixou o coração de Ma Weiming fascinado, e ele também queria formar uma equipe de pesquisa para desenvolver a catapulta eletromagnética da China.

Quando Ma Weiming apresentou sua ideia, a maioria das pessoas se opôs imediatamente. Não podemos deixar de avaliar que a catapulta à vapor ainda estava em desenvolvimento desde os anos 80 pelos chineses, e do ponto em que Ma queria desenvolver o EMALS nacional, significaria que os recursos financeiros e humanos teriam que ser direcionados para um novo tipo de tecnologia, isso em qualquer país do mundo pode sofrer influência do lobby, dos grupos em favor da catapulta à vapor que não poderiam deixar os recursos serem alterados para um novo desenvolvimento. Ainda assim, havia aqueles que duvidavam da capacidade de poder ir além da primeira geração de produtos e desenvolver diretamente a catapulta eletromagnética.

Convicto de suas expectativas, o ceticismo dos colegas não dissipou suas ideias de P&D. Ma Weiming tomou a iniciativa de assumir riscos e superar todas as dificuldades. Ele liderou a equipe de pesquisa com apenas algumas centenas de milhões de yuans em fundos de pesquisa científica. Em 10 anos, ele dominou a maior parte da tecnologia de ponta, tornando a China um líder mundial. O segundo país com a tecnologia de ejeção eletromagnética, não foi atoa que é considerado o “pai” da ejeção eletromagnética na China.

Já em 1996, a China lançou um modelo de 90 mm como amostra. Ao decorrer dos anos, houve mais sucessos na ejeção eletromagnética na China. O acadêmico Ma Weiming liderou a equipe do projeto para concluir todo o processo de desenvolvimento e teste de protótipos de ejeção eletromagnética, conquistou 43 tecnologias-chave e declarou 32 patentes de defesa nacional. Ma Weiming disse uma vez que em 2008, um pequeno protótipo foi desenvolvido com sucesso, e então um protótipo de equipamento de escala 1:1 foi feito em 2011, que rompeu todas as tecnologias-chave e alcançou o desenvolvimento simultâneo com a tecnologia mais avançada do mundo.

Não há nenhum problema com a tecnologia de ejeção e decolagem de aeronaves baseadas em porta-aviões da China. A tecnologia que a China domina não é inferior à dos Estados Unidos e é ainda mais avançada em algumas áreas.

Como falado no início, o Type 003 estava virtualmente confirmado para usar a catapulta à vapor, mas houve uma competição entre o EMALS e a catapulta à vapor em 2016, com o EMALS vencendo a disputa, comprovando a eficácia da catapulta eletromagnética.

A China construiu duas trilhas de catapultas terrestres para testes e treinamento, uma a vapor e outra eletromagnética

O ambiente político também deve ser analisado no contexto, principalmente após Xi Jinping assumir o cargo máximo da nação chinesa. Muito antes de ele assumir o poder, os militares haviam se transformado da força terrestre maciça, mas rudimentar, mesmo após décadas de aumentos acentuados nos gastos com defesa pagaram por um arsenal de alta armas de tecnologia e desenvolvimentos. Mas a corrupção se tornou endêmica.

Voltando um pouco mais atrás, os dois predecessores de Xi, Jiang Zemin e principalmente Hu Jintao, eram civis que tomaram posse sem uma rede de apoio entre os chefes do PLA. Eles promoveram a lealdade por meio de patrocínio, aumentos salariais e orçamentários, de acordo com analistas chineses e taiwaneses e oficiais aposentados.

Sob a fraca liderança de Hu em particular, dizem eles, os oficiais superiores exploraram suas posições para desviar dinheiro, principalmente dos orçamentos de logística e equipamentos. A compra de postos tornou-se galopante. A hierarquia militar que Xi herdou tornou-se uma lei para si mesma sob Hu, de acordo com um estudioso do exército chinês de Singapura. A coisa estava fora de controle.

Porém, agora o poder estava centralizado nas mãos de Xi Jinping. Mas, como líder máximo da China, ele mostrou disposição para impor mudanças radicais ao topo do partido, do governo e principalmente das forças armadas. Desde o início, o expurgo da corrupção de Xi e a promoção de oficiais leais deixaram claro que ele tinha grandes planos para o PLA.

Mais de 100 generais sofreram expurgos, incluindo Guo Boxiong, acusado de corrupção. A relação entre esse general e o desenvolvimento do EMALS chinês pode ter muita coisa em comum. Com a reformulação do PLA feito por Xi, causando os expurgos da alta cúpula das forças armadas na campanha anticorrupção, uma dessas pessoas afetadas foi Guo Boxiong que supostamente bloqueou o desenvolvimento do EMALS da equipe de Ma Weiming.

A remoção do general que tinha muita influência no alto comando militar, causou um repensar sobre a catapulta para o Type 003 e Ma Weiming e sua equipe conseguiram concluir o projeto.

Na competição entre o EMALS e a catapulta à vapor em 2016, o EMALS venceu a disputa, comprovando a eficácia da catapulta eletromagnética

A catapulta à vapor para o Type 003 estava certa nos planos do PLAN antes dos expurgos, onde rumores davam conta de que já haviam até encomendado equipamentos aos fornecedores.

Após a competição das catapultas, na qual o EMALS venceu – todo o crédito e honrarias foram dadas a Ma Weiming, e ele continuou o seu projeto, aprimorando-o, porque os requisitos de energia para o funcionamento do EMALS em um NAe eram bastante altos.

O fato é que a corrupção que existia no PLA antes de Xi impedia o desenvolvimento de novos projetos, e um desses era o EMALS de Ma Weiming – que se tornou um símbolo de patriotismo para o PLA e um dos principais engenheiros militares chineses. O reconhecimento só veio em 2017, com a entrega da medalha “1º de Agosto”, a mais alta condecoração militar dada aos militares.

Ma Weiming
Ma Weiming

O desenvolvimento do Type 003 não pode ser contado sem uma perspectiva da influência de Ma Weiming, pois as tecnologias-chaves do porta-aviões são fruto direto das suas conquistas acadêmicas e profissionais. Sem Ma Weiming não haveria um Type 003.

Já que o assunto está em evidência no momento, este fato que é de grande importância para entendermos como os chineses chegaram à esse patamar tecnológico. O resto do desenvolvimento continua na 2ª segunda parte.

[1] http://www.xinhuanet.com//politics/2017-07/19/c_1121341084.htm
[2] https://pt.wikipedia.org/wiki/Plano_Quinquenal_(China)

- Advertisement -

189 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
189 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro Bó

Os críticos pueris se limitam a acusar a China de meramente copiar tecnologias estrangeiras, mas esquecem que até para isso os chineses investiram muito em Pesquisa e Desenvolvimento Científico como política de Estado.

Esteves

1,5 do PIB para P&D. Enfrentaram corrupção. Superaram décadas de desconhecimento até aprenderem, copiando ou não copiando. Para repetir também é necessário saber fazer.

Resultado positivo. Nada detém o esforço e a disciplina.

Havemos papa. Cópia. Mas havemos.

Carlos Campos

vdd não adiante roubar o projeto dos outros se não entende nada do que ela nos arquivos.

Agressor's

O futuro está na Ásia. Todas as empresas asiáticas são muito competitivas e evitam formar cartéis como as empresas gigantes ocidentais. Veja, por exemplo, o que estar acontecendo com as montadoras de automóveis estadunidenses e europeias ao redor do mundo, pois elas não tem “poder de fogo” contra as asiáticas…

Agressor's

Segredo é a soberania. Ultimamente, algumas grandes empresas/indústrias de nosso país foram vendidas para corporações estrangeiras. E algumas fecharam. Com isso, cargos altamente qualificados deixam de existir, ou serão ocupados por estrangeiros! Em breve, seremos o país de vendedores de água de coco e varredores de rua! A orientação é para nos desmantelar numa economia de serviço, até se tornar numa Somália. O diferencial básico é que a China deixou de ser Colônia do império britânico em 1949 e braziu nunca deixou de ser colônia. Ao contrário de outros países em desenvolvimento, o Brasil tem a habilidade de fazer as… Read more »

Hcosta

Não sei se o problema do Brasil será o investimento estrangeiro. Tenho a ideia de haver muito protecionismo aos produtos Brasileiros. A Embraer é o que é porque concorre com os melhores e produz como os melhores, não se limita ao mercado Brasileiro. Eu, pelo contrário, considero quanto menos intervenção do governo melhor, a não ser para regularizar os mercados. Existe sempre a tendência de criar monopólios que acabam sempre em empresas menos competitivas. E foi o que aconteceu na China, se tentassem controlar a produção industrial não iam ter tanto sucesso. Agora estão a recolher os lucros desses esforços.… Read more »

Carlos Campos

a China que conhecemos foi criado pelo Deng Xiaoping, jogou no lixo boa parte do sistema Comunista, para fazer um “Comunismo ao Estilo Chinês”, se a esquerdo do Brasil copiasse a parte de combater corrupção, apoiar nossas industrias com dinheiro para P&D, Diminuísse essa besteira de Gringo vir aqui querer fazer reserva em tudo que é canto, Diminuísse os Impostos das Industrias para que pudessem exportar produtos de maior valor agregado, aí eu mudava de lado”, mas aqui é só emporamento, Nove dedos Livre, Cuba é nosso Objetivo (país capenga), Venezuela e Argentina é exemplo!, (de fome)…. A China ficou… Read more »

Rogerio

Aqui não passamos humilhação chinês, e sim os americanos

Zorann

Pára com isto!!

Quem nos sabota, somos nós mesmos.

Lógico que cada país vai defender os seus interesses. E estão certos. Errados estamos nós que não defendemos os nossos e nos vendemos.

Somos nós que permitimos estas coisas acontecerem. Não há outro responsável.

Cristiano de Aquino Campos

Cara, logo se vê que você não sabe nada de história e geografia.
A China, nunca foi colónia da Inglaterra e a Ilha de hong kong, que foi passado aos Ingleses no século 19, foi devolvido a China em 1997 e não em 1949.

Adriano Madureira

nunca foi colónia da Inglaterra e a Ilha de hong kong, que foi passado aos Ingleses no século 19″.

Você foi muito educado ao usar ” foi passado” ,como se isso tivesse sido algo decidido em comum acordo e não por uma imposição…



 

Agressor's

Estudar a história ajuda nos compreender como pessoas, o nosso progresso, as coisas ruins e boas que nós humanos somos capaz de fazer, a nossa psicologia, as crenças que temos hoje, maneira de pensar ..

Last edited 2 meses atrás by Agressor's
AMX

 O diferencial básico é que a China deixou de ser Colônia do império britânico em 1949 ..”
Tava bom até aqui.

Cristiano de Aquino Campos

E verdade, foi o que quis dizer tambem. E fui negativado. Rsrs

Rogerio

Brasil ganha do Venezuela ainda ter a fábrica d epapale higiênico

Carlos

Pesquisa e Desenvolvimento Científico como política de Estado“.

Eis o segredo Pedro.

Zorann

O segredo é primeiramente educação de qualidade e de fácil acesso. Não somente para a pesquisa científica, mas também para trazer modernidade, baixos custos ao sistema produtivo; ao “chão de fábrica”. O desenvolvimento industrial é o motor que vai demandar e usar a pesquisa.

Não adianta eu somente pesquisar. Eu preciso ter quem transforme a minha pesquisa em crescimento e desenvolvimento econômico, que demandará e possibilitará mais pesquisas. Um círculo virtuoso.

Carlos

Claro! Concordo contigo. Comentei em cima do que o Pedro disse. Nisso tudo sobre o que falamos incluo ainda a boa educação desde da 1ª série até o término do ensino médio e cursos técnicos. É uma cadeia.

Hcosta

No caso da China não é assim tão linear. A sua competitividade inicial era baseada nos baixos custos, quer sejam de produção, fiscais e ausências de muitas regulamentações. Isso atraiu muitas empresas estrangeiras para deslocarem a sua produção para a China.
A partir desta base o mérito da China é sustentar o seu crescimento que evoluiu para uma sociedade de pesquisa e desenvolvimento, apesar de as questões iniciais que referi serem ainda muito relevantes.

Filipe

A FAB esta testando o MICLA-BR , parece que os nossos militares estão trabalhando arduamente , no futuro o MICLA-BR da Avibras será integrado no Gripen , agora imaginem um NAE da MB com o Sea Gripen armado com o MICLA-BR , imaginem … Dissuasão pura.

Adriano Madureira

Se o MICLA-BR tiver um desempenho similar a outros no mercado, ótimo ! Vamos comprar em grande quantidade…

Se não tiver, para que gastar tempo e dinheiro em um projeto que pode morrer no caminho?! Algo comum aqui na defesa do Brasil…

Melhor falar com a Saab Bofors Dynamics e negociar com eles a obtenção de um produto que já existe e épode ser usado no Gripen.
comment image

Wellington Góes

É por causa de falsos pragmatismos iguais e esses que as nossas forças são medíocres.

Wagner

Nao, camarada. As forcas brasileiras estao abaixo da linha do mediocre. E grande parte da culpa é do proprio comando militar e sua fantastica fabrica de pensoes.

Filipe

Parece que os Chineses não brincaram em serviço, logo apos 2033 será a nossa vez, depois de concluirmos o SNBR Álvaro Alberto, a Armada da MB deve priorizar o NAE A-14 Rio de Janeiro de 50 mil Toneladas ou mesmo 43 mil Toneladas iguais ao CDG, provavelmente vamos nos beneficiar desse avanços , EMALS + PWR do LABGENE , podemos começar a desenhar um NAE Nuclear , temos que nos capacitar no EMALS, apoiar as nossas Universidades e Centros de Pesquisa nessa tecnologia, a China já domina , eles têm construídos muitos trens electro magnéticos , na China existem muitos… Read more »

sub urbano

Para isso teriamos de ter um exercito de libertação popular e não um exercito de libertação dos ricos

Antoniokings

Ou Exército para LIBERAÇÃO para os ricos.

EduardoSP

Ou um exército cujo lema pode ser “farinha pouca, meu pirão primeiro”

Allan Lemos

Meu caro, a MB tem dificuldades em conseguir terminar a construção de dois meros navios patrulha de 500t, que nem ao menos são de projeto nacional, e você acha mesmo que ela tem as mínimas condições de construir um porta-aviões? Já percebi por este e outros comentários que você se ilude muito com o SNBR, mas não deveria, ele só irá sair do papel porque é um fetiche antigo dos almirantes, não porque há um interesse sério em desenvolver uma doutrina de operações de submarinos nucleares para a defesa do país. A MB operando porta-aviões é um devaneio, não há… Read more »

Zorann

Ahhh pára! Você só pode estar sendo irônico. Reza aí para o Alberto Roberto realmente sair. Só a poder de reza. Todo o resto que falou são sonhos, quase delírios. Aqui nem formamos engenheiros direito. Os que formamos, muitos nem empregos eles têm na área. Fora a qualidade baixa na formação da maioria. Lá eles formam por ano mais de 30 vezes o que formamos aqui. Pesquisa? Nem indústria que demande isto, a gente tem. Desculpe destruir seus sonhos, mas fazemos tudo no sentido contrário a realização dos seus desejos. Como imaginar que poderiam se realizar? Não mesmo. Insanidade é… Read more »

Joao Moita Jr

“Pesquisa? Nem indústria que demande isto, a gente tem.”
Tristeza, mas é verdade. O outro dia por exemplo, ordenei uma comida aqui por aplicativo, e quando o cara veio entregar, na hora vi que era brasileiro. Comecei a conversar com ele, e fiquei enterado que ele era engenheiro com formação superior bem avançada, mas que teve que emigrar aos States de forma irregular, pos no Brasil além de não achar emprego, estava passando necessidades com a família.
Me deu tanta emoção ouvir sua estória que dei uma gorgeta de $20 para ele.

Last edited 2 meses atrás by Joao Moita Jr
Paulo Araujo

Para que pesquisa (e engenheiros…) se estamos voltando a ser uma colônia de exportação de produtos primários?
Uma “Plantation” não precisa de engenheiros…

Antoniokings

Lembre-se que o agro é pop e que a bancada ruralista está firme e forte apoiando o Governo.

Joao Moita Jr

Não sou petista, mas me lembro da era quando o PT esteve a cargo.
Todo dia lia que “O Brasil será uma Cuba.”
Infelizmente vejo que a profecia está se tornando realidade, só que a Cuba que o Brasil está virando é a de 1930.
Só está faltando a United Fruit Company, Meyer Lansky e Fulgêncio Batista.

francisco

A Cuba de 1930 estava muito melhor que a Cuba de 2021.

José de Souza

Claro, se você era miliciano (mafioso) ou ligado ao governo corrupto…

Fernando Veiria

Opa, Fulgêncio Batista já temos.

Slow

Ta tendo fila até pra pegar doação de ossos .. foi em cuba né ? A não foi em Cuiabá mesmo 😂😂😂 não precisa ser petista pra ver umas coisas dessas , todo mundo falava mal do PT inclusive eu ja cheguei a falar , mas antes as filas era pra comprar picanha e não ossos .

francisco

A quadrilha esteve no podr por 14 anos e nada fizeram. Só roubo.

Leandro Costa

Trocamos a quadrilha de seis por uma quadrilha de meia dúzia… rumo natural das coisas debaixo desse pessoal todo é só continuar afundando mesmo.

José de Souza

O pessoal que tá na fila do osso que o diga. Quando tudo era “ruim” vivíamos muito bem, mas aí trocaram o seis por zero, e agora por menos seis-bilhões.

Slow

Tem certeza ? Acho melhor você se informar …

Hcosta

Pois, não basta querer. Por isso comento que é preciso uma base industrial forte e daí partir para outros projetos.
Não uma economia baseada nas encomendas militares mas uma economia que pode ser também usada para isso.

Carlos

João, outro dia vi uma reportagem de uma TV local glamurizando a história de um PROFESSOR de inglês que, sem emprego, teve de trabalhar de aplicativo de transporte e ainda pra completar a renda vendia aos passageiros bolos de chocolate. Minha indignação foi pela forma com que foi transmitida a mensagem. Glorificando aquela situação com o “viu como ele se vira?”.

Joao Moita Jr

Eu já vi matérias assim também. A Globo e outros sempre mostram assim;
“Olha aqui que legal, como o empreendorismo chegou ao Brasil”. Já vi várias matérias referindo-se a eles como micro-empresarios.

Last edited 2 meses atrás by Joao Moita Jr
José de Souza

“Ótimas receitas de sopa de osso para você fazer no seu forno à lenha! Nutritivo e saudável!”

Antoniokings

Sem contar os programas sobre empreendedores em favelas que, coitados, nunca vão conseguir sair de lá..

Rogerio

A maior culpa é do governo, não investir tecnologia e ciências, outro coisa, acham os americanos quer mais um competidor no mercado de alto tecnologia??

Hcosta

E que incentivo têm as empresas para investirem em tecnologia e ciência?

francisco

São tão incompetentes que nem os virus eles conseguem controlar e manter em sigilo.
Um povo que come rato, cobra, morcegos e sapos serão sempre periferia. A competência deles é só em propaganda, o resto é papo furado.

Fernando Veiria

A matéria está falando de 80 mil toneladas de papo furado então? Todo ano eles jogam no mar 200 mil toneladas de papo furado? A China está construindo uma estação espacial de papo furado? Tem dois chineses nesse momento em órbita de papo furado? Seu comentário está mais para xenófobo com relação aos chineses do que qualquer outra coisa. Você tem inveja das conquistas da China? No campo tecnológico eu tenho, eles tem um robô em Marte e nós não conseguimos replicar a V2 que já tem 80 anos. Mas não vou ficar desdenhando deles. Ah, e aqui no Brasil… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Fernando Veiria
Filipe

O Brasil não pode se comparar mais a China, o nosso competidor se chama India, a China já foi, a China agora é problema dos EUA, o nosso adversário se chama India , os Indianos ainda estão no mesmo patamar que a gente, parece que estão um pouco adiantados, mas se a gente acelerar a gente pega eles, temos que concluir com urgência o SNBR e iniciar logo em seguida a construção de um NAE nacional, os Indianos comprar algumas armas do Brasil , a titulo de exemplo o ERJ145 E/R-99 , A China agora esta em outro campeonato (compete… Read more »

Fernando Veiria

Se o nosso jogo é contra a Índia, já estamos perdendo por pelo menos uns 3×0. A Índia já chegou em Marte. O Brasil nem na órbita baixa da Terra…

Filipe

Acredite Fernando, o Brasil vai sair dessa mais forte, gastamos dinheiros públicos em Olimpíadas e Copas do Mundo, a India não fez isso , não jogou dinheiro fora, aposta na ciência e na tecnologia e o resultado esta ai, espero que o Brasil aprenda com os seus erros, vamos deixar de ser um país onde o estrangeiro procura lazer , para ser um pais de produção de conhecimento tecnológico. Esse último desvaneio de realizar a copa América em plena pandemia mostrou a insensatez da nossa classe politica, ainda por cima perdemos a final pra Argentina.

Fernando Veiria

E você realmente acredita que a mentalidade vai mudar no Brasil? Você acha mesmo que político brasileiro vai sacrificar sua receita, seu fundo partidário, seu auxílio tudo para que o país possa investir em ciência?

Você acha que generais, almirantes e brigadeiros vão abandonar a vida nababesca que levam as nossas custas para promover um reequipamento das forças?

Eu queria ser otimista como você.

Wagner

Cara, como vocé é burro.

Flávio

Não a MB deve priorizar a diminuição do efetivo e produção de submarinos e fragatas.
Porta-Aviões para que? Qual país o Brasil vai projetar poder? No cenário do Atlântico Sul submarinos são mais baratos e efetivos.

737-800RJ

Filipe:
Eu espero que a MB não pense em porta-aviões pelos próximos 20 anos. A prioridade deve ser a substituição de nossas fragatas e corvetas pelas Tamandaré e, quem sabe, na próxima década, a aquisição de fragatas mais pesadas. O aumento no número da frota de submarinos convencionais de 6 para 8, no mínimo. Novos navios-varredores porque a classe Aratu já está “no bico do urubu”. E fortalecimento dos meios distritais com mais patrulhas costeiros e oceânicos. Precisamos do BÁSICO antes de pensar em porta-aviões!

Last edited 2 meses atrás by 737-800RJ
Caio

A Marinha não tem que pensar em porta aviões,boa próximos 50 anos no mínimo. Com todos os navios mais simples que lhe falta.

Last edited 2 meses atrás by Caio
Hcosta

Mas assim não chega lá. Passados os 20 anos tem de renovar/MLU da frota, passados 40 substituir e por aí adiante.

Wagner

E cortar os bilhoes em pensoes? Jamais

marcos aurelio bernardo

Admiro seu otimismo… mas infelizmente não compartilho dele… Nossa realidade é composta de aviação do final da decada de 50 e escoltas sucatedas e, aparentemente, nenhuma motivação da sociedade em reverter esse quadro.

Inimigo do Estado

Putz, logo Rio de Janeiro, o estado mais bagunçado do país? Ponha um nome de um estado decente, Pernambuco por exemplo, a primeira república a ser instalada no país.

francisco

Se esse tal porta-aviões for igual aos automóveis que eles fabricam não vai servir para nada.

Alem

O Brasil tem tecnologia pra construir um Porta Aviões?

Zorann

Não.

Filipe

Tem tecnologia para construir o Casco , mas o recheio do navios, os meios eletrônicos e as catapultas não têm .

Esteves

Nunca fizemos.

Filipe

Ate ao Lioning os chineses nunca tinham feito nada , o Brasil já operou 2 NAEs , o Minas Gerias e o São Paulo, acredito que a MB mapeou a estrutura desses 2 NAEs , tanto até que os Chineses queriam aprender com a gente, não deve ser difícil para os nossos Engenheiros Navais construir um NAE de raiz, é só haver boa vontade politica e dinheiro.

Esteves

Zero. Assim começou a humanidade. Do zero.

Dirigir uma Ferrari não faz do motorista um fabricante de carros esportivos. Precisa de um mecânico amigo.

A Defesa perde boas oportunidades quando senta pertinho da cadeira. Metem-se com voto quando deveriam meterem-se em defender doutrinas permanentes.

Nilo

👍

Teropode

Xiiiii , vc vai se decepcionar , esqueça isto .

Cristiano de Aquino Campos

Se esquece que a China fabrica o que e mais importante, os motores. Turbinas para aeronaves de todos os portes, navios e trens. Aqui no Brasil se muito, fabricamos motores de carros e tratores de tecnologia importada.

Cristiano de Aquino Campos

Os Chineses queriam a nossa experiência em operação de PA e não o conhecimento em projeto e construção. Mesmo assim, desdenhamos deles e perdemos o bonde. Talvez se tivéssemos feito o acordo eles nós passariam um PA deles de forma mais camarada.

EduardoSP

Infelizmente, nem isso.

Esteves

Além do conhecimento necessário (tecnologia) é necessário conhecer as doutrinas. Isso temos. Operamos o Minas com bastante empenho. Mas…qual a ala aérea? Quanto custará adquirir e operar uma ala aérea naval nos anos 2030/40? Quais navios seriam o grupo de escolta? Um porta aviões demandaria um submarino em constante missão de proximidade. Se temos 4 ou 6 significaria menos 1 submarino missionando. Sendo o futuro Álvaro Alberto…ele será utilizado para aprendizado e..como seria manter o submarino constantemente em missão de escolta? Mas…as tripulações? Os mísseis para defesa de aérea? Mas…para quais ameaças? Guerra anti-submarino? Quais os meios de vigilância eletrônica?… Read more »

Filipe

Muitos aqui já se esqueceram do PEAMB, 6 SNBR + 15 SBR + 2 NAEs + 4LHDs + 30 Escoltas, esta escrito no PROGRAMA DA MARINHA ter pelo menos um NAE até 2040, mas nesse momento toda a energia esta no PROSUB e no SNBR Alvaro Alberto + LABGENE , depois dai para frente a gente vai poder construir o que a gente quiser… Esta escrito no programa estratégico da MB… A trave mestra desse programa é o SNBR , caso deia certo o SNBR, tudo vai dar certo, o resto dos navios vão ser construídos.

Esteves

“Desempenho da Economia Brasileira 2010  Consumo das famílias  A despesa de consumo das famílias se elevou continuamente ao longo dos últimos sete anos e, em 2010, registrou variação positiva de 7%, em função não apenas da manutenção da concessão de crédito às famílias, mas também devido ao crescimento em termos reais de 8,2% da massa salarial dos trabalhadores.  Operações de crédito As operações de crédito do sistema financeiro ao setor público e privado em 2010 atingiram o total de R$ 1,7 trilhão, com crescimento de 20,5% no período.  Comércio exterior Observou-se um aumento das exportações brasileiras para todos os blocos… Read more »

Marcelo Baptista

Adorei o “soma ao patrimônio 2 amantes”, kkkkkk, muito bom.

E é isto mesmo, o Brasil como País não tem planejamento de longo prazo. Não existe um acordo entre as elites politicas sobre isto (fora o controle da inflação, já que todos ali se lembram de como era), um crescimento sustentado e constante.
O Brasil cresce porque é grande, populoso e rico em commodites, cresce por inercia, não por decisão.

Willber Rodrigues

“Além do conhecimento necessário (tecnologia) é necessário conhecer as doutrinas. Isso temos. ” Tínhamos a doutrina e experiência de operar caças da década de 60 em um NaE da década de 50. Esse mesmo conhecimento serviria pra operar um CDG com Rafale, ou um Queen Elizabeth com F-35B? Duvido. Essa mesma experiência começou a se esvair desde que o São Paulo ( o NaE, e não o clube de futebol ) foi aposentado a…quantos anos mesmo? 6 anos? Conhecimento que não é usado com frequência, se atrofia e perde-se. “Muitos aqui já se esqueceram do PEAMB, 6 SNBR + 15… Read more »

Esteves

Não vejo assim. Os americanos usam seus porta-aviões em doutrinas aprendidas nas batalhas contra o Japão. Também nas operações no Afeganistão e no Iraque. Não temos guerra. Nossa doutrina não seria a mesma doutrina de projeção de poder e de toneladas de diplomacia. Usaríamos os dois porta-aviões (quem tem 1 não tem nada) para sustentar nossos interesses da ZEE que no futuro Estará ameaçada por falta de controle e vigilância do Atlântico. Ou ficamos quietos nas 12 milhas. A ala aérea…mais importante é decidir para que queremos os porta-aviões. Ter por ter, ter para manter, ter para mostrar bandeira, fazemos… Read more »

Mk48

Tem conhecimento e tecnogia para construir um porta-aviões sim .

.
Não vá na onda desses almirantes de te teclado que postam asneiras.
.
O que falta é projeto de Governo e consequentemente dinheiro
.

Esteves

Ótimo comentário. Parabéns.

Carlos

Mk48 principalmente o 3º item. Conhecimento se não tem? Que se busque. Acho que foi o que a China fez…

carvalho2008

correto Mestre MK48

Joao Moita Jr

Não. A especialidade do Brasil é sambódromo e estádio de futebol.

Carlos Campos

tem, mas não sairia o melhor navio,

carvalho2008

E nem precisa ser o melhor Nae ortodoxo….porque precisaria se iria operar no Atlantico Sul a 3 mil km de nossa costa?

Um modelo de Naes que permitam as fragatas sairem do porto….não precisa de Naes para ficar meses na costa de terras distantes bombardeando….

Engmeccesar

Excelente texto!!! Mostra como foram os inúmeros desafios técnicos, orçamentários e econômicos para se chegar ao estado da arte de uma nova tecnologia!!

Zorann

Que matéria maravilhosa!

Nela você vê o crescimento da China com passar dos anos, com o aumento dos gastos em P&D e educação, além das reformas e mudanças nas FFAA daquele país que contribuíram para este avanço.

Mudanças estas, para melhor, que não vemos por aqui.

Mesmo não sendo chinês, dá para imaginar o orgulho que eles devem sentir por estas conquistas. Parabéns aos chineses por mais esta conquista.

Esteves

Educação. Esforço. Disciplina. Resultado positivo.

Eles começaram dobrando as próprias calças.

Zorann

Sim!!!!

Esteves

Lembra quando fazíamos pouco caso daquelas histórias que contavam que uma família chinesa usava/vestia uma única calça jeans? O chinês saia para trabalhar e só tinha 1 calça?

Foi nos anos 1980. 40 anos depois o chinês comprou a fábrica de calças, uma escola, um hospital, uma represa, mandou os filhos para a América e investiu 2 bilhões de dólares em um tal de TikTok.

Zorann

É impressionante! O tanto que pensam e agem de forma estratégica. Um passo de cada vez, rompendo os obstáculos e chegando sempre ao que foi planejado.

Hoje, além de construírem a maior parte dos navios do mundo, eles começaram a controlar as principais empresas de transporte marítimo (historicamente nas mãos dos gregos) e terem participações importantes nos principais portos europeus.

Devagar, os caras vão controlando toda a cadeia produtiva, da produção de matérias primas à exportação dos produtos prontos, incluindo a infraestrutura e transporte utilizado em todo o processo, cobrindo toda a rota por onde circulam produtos de seu interesse.

Wagner

A mentalidade oriental difere e muito da ocidental. Eles pensam decadas, seculos no futuro. Nao tem problema nenhum em comecar um projeto de prazo tao longo que nem seus netos verao a conclusao. E ainda assim o fazem.

gordo

“Esta invenção tem grande valor de aplicação e benefícios econômicos significativos, seja no campo da defesa nacional ou no mercado civil.”

Quando a verba de defesa é bem aplicada toda a sociedade ganha.

Alex Barreto Cypriano

Nem toda a sociedade, gordo. Esse é o problema: da sociedade fazem parte todos, mas da riqueza da sociedade, só os privilegiados. Todos querem ganhar, mas o que fazer com os que perdem? As respostas da Democracia e do Totalitarismo a essa questão são antagônicas; apenas o capitalismo não liga pra esse problema – aqui, nos EUA ou na China.

M.@.K

As catapultas eletromagnéticas são o futuro, sem dúvida e a China está no caminho certo, porém, penso que se eles quiserem uma marinha de projeção global hegemônica, devem começara os estudos de navios aeródromos movidos a energia nuclear. 

Matheus S

Eles estão investindo em reator a sal fundido para aplicações militares, pode ser uma hipótese de se aplicar a um futuro CVN, mas eu acho que esse desenvolvimento será aplicado aos submarinos.

Alex Barreto Cypriano

O sal fundido, assim como o metal fundido nos Alpha soviéticos, transfere o calor das reações nucleares no combustível pra uma caldeira que vai produzir vapor pra girar turbinas que vão produzir eletricidade. Usinas hélio elétricas usam essa tecnologia, a do sal fundido, faz tempo. Os soviéticos desistiram do chumbo-bismuto no circuito primário porque incapacitava eternamente o reator depois de um shutdown eventual.

Matheus S

Sim, operá-lo era extremamente exigente.

M.@.K

Legal!

Mk48

Cidadão, o que seria mais especificamente uma “marinha global hegemônica”:???

M.@.K

Oi Torpedo. No meu ver, a China possui uma das maiores marinhas do mundo, mas ainda de projeção regional, dependendo muito de sua cadeia de defesa baseada em terra, neste caso, da própria China continental e de suas ilhas militares, onde aparentemente, suas defesas são impenetráveis, mas fora disso, ainda não possuem uma projeção naval em nível global, como o caso do EUA. Poucos países tem uma capacidade assim de levar uma verdadeira força aérea pelos mares e de se manter quase que autônoma através de sua logística. Creio que para isso, o uso de força nuclear, seja essencial para… Read more »

Antoniokings

E os chineses estão o primeiro reator nuclear ‘limpo’ que não precisa de água para refrigerar.
Usa tório líquido.
Pode ser usado até em regiões desérticas.
Tecnologia eles têm para qualquer coisa.

https://www.livescience.com/china-creates-new-thorium-reactor.html

M.@.K

Oi Antônio, bem interessante esta tecnologia e parece ser algo não muito novo. Mas acho que ainda deve demorar um pouco, pois como é uma tecnologia pouco testada, ainda há mais dúvidas do que certezas. Se os chineses não quiserem ter problemas futuros pelo preço pago pela inovação tecnológica, terão que fazer muitos testes antes de deixar algo assim operacional. Nesse caso, penso que a atual tecnologia nuclear ainda seja uma solução mais rápida e prática para uma marinha que necessita de expansão rápida, pois já é consagrada. Abraço!

Marcelo Bardo

Que matéria top. Fiquei impressionado com as informações. Os caras conseguiram um nível de desenvolvimento fabuloso.

Flávio

Nessa matéria você vê a importância que pesquisadores como Ma Weiming são para nação.

Matheus S

O conhecimento é compartilhado, essa é a vantagem de uma nação que investe na educação. Ma Weiming já teve dois alunos seus que ganharam prêmios de mérito por suas pesquisas, são eles, Xiao Fei e Wang Dong.

Filipe

Temos que combater a corrupção também, todo projeto no Brasil tem propina , assim não dá.

Esteves

O Ministério do Trabalho tá de volta.

Filipe

Pelo contexto atual da China , o Xi começou fazendo faxina na casa , tirou os militares corruptos , e de repente a China começou a nos surpreender com esses grandes projetos militares (LHD Type 075 , CVA Type 001A Shandong , CCG Type 055 Nianchang , etc) , primeiro foi necessário botar a casa em ordem, O Xi é como o Putin da Rússia , antes da Rússia apresentar os novos Armamentos , o Putin prendeu e expulsou os Oligarcas e generais corruptos das Forças Armadas Russas, Dá pra ver que corrupção enfraquece uma nação… O Brasil só será… Read more »

Marcelo Baptista

Cuidado, ele eliminou corruptos que podiam se opor a ele. Não significa que não haja os corruptos que apoiam ele.
O que houve é que o General expulso por corrupção preferia o sistema a vapor. Juntou a fome com a vontade de comer.

Eu prefiro a democracia com corrupção, onde qualquer um pode ser preso, inclusive ex-presidente, a uma ditadura, onde só vão presos os opositores.

Leia “O Processo” de Kafka.

Slow

Com 200 cargos para distruir entre eles Zzzz … isso só foi pra dar mais poder ainda pro centrão, ou melhor pra ele continuar no poder .

Willber Rodrigues

Matéria incrível.
Agora eu quero ver os “argumentos” do pessoal que acha que chinês “só copia” ou “solta pecinha”….

Filipe

Isso serve de inspiração para os nosso Engenheiros e projetistas navais, mais dinheiro em Educação e Inovação e o Brasil será Grande…

Willber Rodrigues

Sabe o que verdadeiramente serviria de inspiração pra nossos engenheiros?
É ter emprego na área onde eles escolheram cursar sua engenharia, e terem um bom salário com isso, além de terem verba pra seus projetos

Agressor's

Se um país, não tem tecnologia, infraestrutura, população alfabetizada, disciplina, baixa criminalidade, então vai ser difícil se tornar uma potência. To falando em geral, sem apontar especificamente um país.

Esteves

O Brasil já é. Na verdade, é maior. As imagens da NASA desmentem esses mapas e atlas Mercator que ainda usamos desde 1500. A América do Sul e o Brasil são maiores que o continente norte-americano.

Basta fazer valer a realidade e transformar grandeza em riqueza.

Filipe

Vamos apostar na Educação dos nossos jovens , vamos apoiar a ciência e a pesquisa , vamos apoiar a emenda constitucional para ter 2% do PIB aplicado em Defesa.

Mk48

O que acontece hoje na China é fruto de seu sistema de Governo. Um sistema único , que eles nunca quiseram impor ao Ocidente, que por sua vez, sempre classificou o sistema politico chinês de ditatorial. . Pois bem. . Aprendam : Sem querer impor nada a ninguém, mas com sua forma própria de governar e fazer política, a China é hoje o país que dá as cartas no cenário mundial, em todos os aspectos. .. Por tanto, lendo várias asneiras que foram escritas aqui (como de hábito) vejo alguns comentaristas aqui exercitando suas hipocrisias de forma ímpar. . Vão… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Mk48
Paulo Araujo

Isso!
Todos querem a rapadura.
Ela é doce.
Mas, é dura.

Hcosta

O Brasil deve ser um país de partido único?
Todos Unidos?

Zorann

Ele não disse nada disto. Disse que eles encontraram a solução para as demandas deles, do modo deles.

Não é questão de concordar ou não com o sistema deles, ou querer replica-lo aqui. Está só constatando que pra eles dá muito certo.

E sim. A China veio para ficar, gostando ou não do que eles fazem.

Hcosta

Não sei se o sucesso económico da China possa ser atribuído ao regime político. Durante muitos anos não tiveram grande sucesso. Se não fosse o Deng Xiaoping, talvez a história fosse diferente. Se fosse outro maluco como o Mao, como seria?
É esse o problema de uma ditadura. Estabilidade rapidamente se transforma em estagnação. A limitação de poder existe por alguma razão.

Filipe

Sim , Um Brasil dividido e fragmentado não ajuda, Dai a razão dá China lutar por Taiwan , eles sabem que se forem unidos jamais serão vencidos , Dai a Razão para os Europeus lutarem pela União Europeia , Dai a razão do próprio EUA só ter 2 partidos, O Brasil está cheio de partidos que criam a confusão e ilusão na população de liberdade e democracia , talvez 2 a 3 partidos seria o suficiente para o nosso espetro politico.

Cristiano de Aquino Campos

Você tambem não pesquisa as coisas. Nos EUA não tem só 2 partidos, só que dois partidos e que se destacam mais a séculos.
Os demais partidos são chamados de independentes.

Adriano Madureira

Deveria ser uma das coisas que o Brasil deveria copiar dos eua:

Nove ou dez partidos já estariam de bom tamanho nesse Bananal!

comment image

Last edited 2 meses atrás by Adriano Madureira
Hcosta

Os exemplos que deu não têm nenhum sentido.

Filipe

Talvez seremos a próxima China, basta o Povo Brasileiro querer, vamos investir fortemente na Ciência e Tecnologia, poderemos crescer 2 dígitos sem o Agro-Negócio e a Mineração, basta apostarmos fortemente na Educação , queremos Forças Armadas fortes e resilientes com forte sentido de estado, o Brasil merece.

Cristiano de Aquino Campos

Difícil fazer isso, subserviente ao nosso maior concorrente na região se isso acontecer. Os EUA nos sabotam de todas as formas, incluindo dando apoio aos nossos corruptos e incompetentes políticos, para nós atrapalhar.
Exemplo, o México teria condições muito melhores que nós para ser um país desenvolvido, só que não.

Zorann

Mais um chorão querendo colocar a culpa nos outros, das nossas incapacidades.

Acorda cara!! Eles estão certos de defender os interesses deles. Errados estamos nós em não defender os nossos.

Rogerio

V falou td, pior ainda tem gente apoio

Wagner

Nao será.

Rogério Loureiro Dhierio

Líder
Expurgo
Combate a corrupção
Investimento em tecnologia e inovação
Segurança da informação militar em todos os níveis
Conquistas de novas tecnologias
Deter novas patentes

Um dia quem sabe o Brazil chegue lá.

Um dos caminhos a serem analisados como sucesso, está aí de exemplo.

Burgos

Escrevendo Brasil com “z” pode ter certeza que vc vai longe também !!!👍
Aí Galante !!!
Não corrige não !!!🤣

Esteves

Chegue. Painho do céu. Faltou escrever seje.

Burgos

Vou dizer aonde 😏
Pode deixar !!!🤣

Hcosta

É o problema das ditaduras. Tens a versão oficial e a verdadeira.
Houve há alguns anos um terramoto em que várias escolas caíram devido à má qualidade de construção/corrupção e proibiram quaisquer notícias sobre o número de mortos. Sem falar em outras questões quase banais num regime destes.
Não dá para separar as coisas.
E muitos ditadores afastam os corruptos, isto é, os corruptos da outra equipa.

Last edited 2 meses atrás by Hcosta
Filipe

O Xi é o cara do nosso século , ele o Putin viraram a chave, mudaram o placar do jogo, espero o mesmo do Biden.

Matheus S

Ninguém está enaltecendo a ditadura chinesa. O fator político foi colocado no texto porque a aplicação de novas tecnologias depende exclusivamente dos desígnios políticos, o fato é que o EMALS só teve apoio no governo Xi Jinping. O Type 002 estava confirmado para ir com catapulta a vapor, 2 anos antes da competição do EMALS x vapor, houve os expurgos da alta cúpula militar liderada por Xi Jinping. Se Ma Weiming não tivesse esse apoio dado pelos líderes políticos, o Type 003 seria muito diferente do que estamos presenciando e seria um navio menos capaz do que o atual em… Read more »

Filipe

Tem muito mais inovação vindo ai , tem os Submarinos SSBN Type 096 e SSGN Type 095 , todos usando uma Tecnologia de PUMPJET desenvolvida localmente na China e muito avançada, existe ainda o caça Chinês de 6ª Geração J-28 também em desenvolvimento, sem esquecer no Bombardeio stealth H-20… A China fez uma revisão na sua capacidade de produzir material físsil para a construção de armas nucleares (uranio e plutónio) , daqui a 10 anos ela terá uma capacidade de produzir 1500 armas nucleares por ano, por agora eles tem capacidade de produzir centenas por ano, a projeção é a… Read more »

Filipe

Parece que a China vai poder produzir 1500 ogivas nucleares por ano, de acordo com esse site :
Will China overtake US and Russia in nuclear weapons arsenal? How China is modernising its nukes? – YouTube
Parece que os Chineses em 10 anos vão virar o jogo.

Filipe

Bruno esse video esta em Hindu , mas dá pra entender bem o que o cara quer dizer , e ate tem mais , tem outro video da Al ja Zera falando que a China nesse momento tem 3000 Armas Nucleares , bem diferente das 300 Armas oficialmente declaradas. Na pratica enquanto EUA e URSS estavam na Guerra Fria , a China foi construindo o seu arsenal , não se meteu em nenhum acordo de desarmamento e fez todo o seu Arsenal, sempre declarando 300 armas.

Filipe

Segue o Link da Al Ja Zera :

China’s nuclear arsenal ‘many times larger’ – YouTube

Tente pesquisar mais amigo.

Filipe

Tente ver esse video também, assim vais compreender melhor :

200 vs. 3,800: How does China’s nuclear warhead count concern the U.S.? – YouTube

São as fontes que vc pediu.

Filipe

Os chineses não querem estar limitados por nenhum tratado internacional de armas , eles vão dizer que tem sempre um stock de 300, se a China entrar em algum tratado de limitação, os outros países também entram , mas todo mundo sabe que a China já é uma Super Potência a muito tempo, 36 anos sempre com 300 ogivas (1985 ate 2021).

Matheus S

Isso não é enaltecer o regime político chinês, isso é constatação de um fato. Houve os expurgos da alta cúpula militar e a queda de muitos desses oficiais tem algum significado nas tecnologias adotadas no futuro. Por exemplo, na ascensão de Xi Jinping, ele reformulou todos os departamentos militares nomeando apenas oficiais generais de sua confiança, mesmo que possamos considerar outros motivos, o fato é que isso pode significar uma reformulação nas tecnologias aplicadas. Isso foi o que aconteceu. E não só isso, o orçamento militar dobrou em 8 anos de governo Xi Jinping para apoiar o desenvolvimento de tais… Read more »

Nilo

Correto Matheus, são fatos. Todos fazem, ao seu método, com os meios que o ambiente social permite, o expurgo, uns estão fadados ao fracasso outros ao sucesso.

Filipe

O Erdogan da Turquia fez o mesmo que o Xi fez na China, e hoje a Turquia apresenta um desenvolvimento considerável na sua Industria Militar, A Turquia apenas copiou a China , e vai se tornar uma Potência mais dia menos dia. Expurgos e prisão de corruptos resulta. O Brasil deveria seguir o exemplo da China e da Turquia.

Marcelo Baptista

Só lembrando que este tipo de coisa também acontece em países democráticos, o presidente eleito puxa para próximo os mais identificados com ele e seu plano de governo, e, ou aposenta ou realoca aqueles que ostensivamente não concordam. Obvio que tem que respeitar as leis e de forma não truculenta, mas ocorre.

leonidas

Resumindo tudo:
-Verba e politica de estado no trato com a ciência e com a defesa.
Tudo o que uma republica de bananas desconhece, pois para eles o que importa é firulas para exercer o cargo ou patente que possuem, ou verbas que sejam usadas de forma “dual” vamos dizer assim…

Nick

Não entendi porque não optaram pela propulsão nuclear. Talvez nos próximos lançamentos o façam.

Matheus S

Eles ainda não tinham(por enquanto ainda não tem) a capacidade de fazer um reator nuclear para colocar em um NAe. O Ford foi equipado com um reator totalmente novo designado apenas para ele para suportar tais sistemas embarcados. A China nunca teve essa experiência de colocar um reator em um NAe, que é de uma outra escala se comparado com os submarinos, os americanos já tinham a experiência com o Nimitz. Para os chineses, seria mais uma carga alta de testes antes da efetiva implementação em um NAe, o que acarretaria em mais problemas de desenvolvimento assim como atrasos. Não… Read more »

Filipe

Se fosse para ser Nuclear, essas Type 003 não seria construídas agora, talvez em 2028 , mas como o programa Chinês é faseado e depende da maturação de algumas tecnologias , eles vão fazendo pouco a pouco para não correr muitos riscos, o CDG da França se beneficiou da tecnologia americana , uma vez que os EUA já operavam a Classe Nimitz e Enterprise , foi mais fácil projetar o CDG, talvez a única ajuda que a China tenha seja da Rússia que já opera cruzadores nucleares da classe Kirov de 28 000 Toneladas e alguns navios civis Quebra Gelos… Read more »

Carlos Campos

por um lado fica ruim, pois de quantos em quantos dias ele precisa ser reabastecido com gás para se manter operante?

Matheus S

Turbinas a gás de alta eficiência são mais eficientes do que turbinas a vapor. Não tenho como te informar o quanto exatamente(algumas fontes relatam que a eficiência é o dobro), mas a eficiência é muito maior a gás do que a vapor, isso permite o uso controlado do combustível com uma maior eficiência.

Esteves

Turbinas a gás consomem combustível. Turbinas a vapor consomem água. Além do próprio combustível as turbinas a gás precisam de lubrificação.

Essa conta de eficiência tem muitos fatores. De um lado e de outro.

Matheus S

Turbinas a vapor também consome combustível, gás natural. Combustíveis como o gás natural aquece a água condensada em uma caldeira, mas também é possível utilizar energia térmica renovável para esse aquecimento. A principal diferença é que ao contrário das turbinas a gás, a turbina a vapor não tem um compressor de ar ou sistema de combustão, mas sim uma caldeira, mas os dois tipos de propulsão usam combustível.

Esteves

Sim. Mas a turbina a gás utiliza derivados de petróleo, diesel, querosene, para funcionar. E consome óleo na lubrificação.

Esse comparativo da eficiência das turbinas aliadas ao navio (autonomia, ruídos, manutenções, prontidão) ainda não li por aqui.

Matheus S

Quando sair a parte abordando a propulsão podemos ir mais a fundo nisso.

Carlos Campos

ouvi que o Lioaning precisa ser reabastecido a cada semana pra uma boa operação, então vou chutar o dobro disso.

Esteves