terça-feira, setembro 28, 2021

Saab Naval

FOTOS: Marinha Chinesa realizando reabastecimento no mar

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Nas imagens, o Hulunhu (965), navio de apoio de combate rápido Type 901 da Marinha do Exército de Libertação Popular (PLA Navy) reabastece simultâneamente o porta-aviões Liaoning por bombordo, um destróier Type 055 por boreste e um destróier Type 052D pela popa.

A PLA Navy tem construído um grande número de navios de abastecimento e apoio logístico para sustentar suas operações em mares distantes por longos períodos.

- Advertisement -

91 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
91 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Fernando

Sensacional…mimimi em 3,2,1…

Joli Le Chat

Será que o navio reabastecedor também leva querosene para os aviões?

Piassarollo

Certamente, esses navios de Apoio logístico de hoje, além de abastecerem os navios com combustível, também abastecem com suprimentos, sobressalentes, água, munições, combustível de aviação e fazem também a descarga de parte do lixo produzido pelos navios. Abs

Pedro

” PLA Navy tem construído um grande número de navios de abastecimento e
apoio logístico para sustentar suas operações em mares distantes por longos períodos”.

Pense no medo que tenho desta frase… vai que um dia nosso guarda-chuva americano não abre? Vamos nos defender com orações?

Last edited 2 meses atrás by Alexandre Galante
Antoniokings

Depende do ponto de vista.
Tem que está se perguntando como se defender de um ataque predatório americano, tão comum em terras do Hemisfério Sul.

Pedro

Da mesma forma. Seja Americano, seja Chinês. Como se daria?

Antoniokings

Até o presente momento, temos o histórico de intervenções americanas que só trouxeram desgraças para as nossas terras.
Ou vc acha que a América Latina está bem ?

Cavalli

Todo e qualquer país desenvolvido será um predador, seja ele o USA ou a China. Porém, vale ressaltar que com os USA você dispõe de liberdade para ser e fazer o qie quiser. Cabe ainda aos brasileiros decidirem livremente se querem ou não, ser “apenas” manipulados (irá depender única e exclusivamente da pessoa) mas com liberdades de expressões entre tantas outras coisas básicas; ou querem viver sobre regimes ditatoriais, onde quem manda é o governante. Têm outra opção, mas esta o povo ainda não está preparado (ainda). Saber eleger (Voto com Urnas Eletrônicas, Cédulas Impressas Auditáveis e Escrutínio Público) pessoas… Read more »

Leandro Costa

Eu concordo com você, Cavalli. Só coloco como observação que as urnas eletrônicas JÁ SÃO auditaveis e sempre foram assim.

Slow

Bolsonaro foi eleito 6 ou 7 vezes deputado e seus filhos tmb .. agora vem com essa desculpa porque sabe que vai perde e quer bagunçar, igual Trump fez . Até Aécio ja falou que perdeu porque faltou votos , e não por fraude.

Carlos Campos

pois é, mas qual o problema em melhorar o sistema?

Cristiano de Aquino Campos

Você melhora buscando a evolução nunca o contrário. O TSE queria testar o voto por aplicativo de celular, centrado em rede e com mesmo nivel de segurança que um aplicativo de banco. Mudaram de ideia pois poderia tirar o sigilo do voto, assim como o voto impresso.
Quando você da a quem votou comprovante individual de quem ele votou, você abre brecha para oa milicianos, traficantes, patrões e coronéis, cobrarem o voto em quem eles mandarem.

Leandro Costa

Nenhum. De fato, o sistema para se utilizar a urna eletrônica em conjunto com papel impresso já existe e está operacional. Pelo que eu soube através de gente que participou do desenvolvimento da urna, o TSE só não contratou esse sistema pelo motivo que teriam que atualizar todas as urnas para esse padrão e isso seria algo que custaria milhões e milhões. Existe um teto de gastos que simplesmente faria com que a famosa conta custo vs benefício não fechasse. Para resumir, simplesmente não fazia sentido fazer esse tipo de modificação quando o sistema atual opera tão bem. As únicas… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

verdade, sem falar que elas não operam em rede, e se fosse para fraudar, quem venceu não deveria ter vencido em nenhuma hipótese e nem ter sido eleito com tanto apoio a tira colo. Voto impresso, e comprovante para eleitor mostrar para o miliciano ou traficante da area que votou em quem ele mandou.

Cristiano de Aquino Campos

A liberdade e nossa pois fomos nós que a conquistamos e depende de nos a mantermos. Ninguém nós deu ou permitiu que tenhamos.
Por tanto, não devemos condiciona-lo a alguém do estrangeiro para termos algo ou sermos alguém.

Andre

O Chile, que tem acordo de livre comércio com os EUA e é um grande cliente de equipamentos americanos, tem IDH maior que da Rússia. Se comparar a Am Latina com as antigas repúblicas soviéticas que seguem alinhadas com a Rússia, ou com a maioria dos países asiáticos, como Paquistão, Índia, indonésia, Vietnam…, estamos muito bem.

Antoniokings

Prezado. O Chile tem gravíssimos problemas sociais com uma grande questão de disparidade social e pobreza, principalmente dos mais idosos. Além do alto custo de serviços que seriam básicos para a população, como a saúde. A educação, pelo mesmo motivo, foi re-estatizada. Insta lembrar que o Chile estava em estado de convulsão social quando explodiu a pandemia e os protestos pararam. Devo lembrar também que nas recentes eleições para reforma da constituição a esquerda foi amplamente vitoriosa e a Constituição deles terá uma reforma que retirará os artigos vigentes de origem pinochetistas. E ainda, o PC ganhou as eleições em… Read more »

Andre

Se o Chile está ruim, imagine a Rússia, que tem um IDH abaixo do chileno..

Carlos Campos

A insatisfação dos Chilenos vai resultar na mesma dos Argentinos, o Bozo devia continuar fechando a fronteira com a Argentina, deixa eles felizes lá com o Alberto.

Rubens Pazin

Efetivamente a Argentina não vai abrir as fronteiras para nós continuarmos comendo ossos e eles carne. Meu amigo. De uma olhada nas ruas e constate o aumento significativo da pobreza em nosso país. Abra os olhos.

Cristiano de Aquino Campos

Sim, pois as reformas estruturais foram feitas para beneficiar a elite econômica, sem nem ouvirem a opinião de quem ia pagar e não receber pelo que pagou. Deu no que deu.

Elias

“Gravíssimos problemas sociais…”, onde vc busca suas fontes de informação …. Sugiro trocá-la …que absurdo

Antoniokings

Chile arde e ninguém sabe como apagar o fogo
https://brasil.elpais.com/brasil/2019/11/02/internacional/1572723876_406423.html

Em tempo.
Não é só o Chile. A Colômbia está na mesma situação.

Andre

você tem sérias dificuldades em perceber a passagem do tempo, não? Matéria de 2019…

Fernando Vidal

O Chile está tão bom que o povo de lá “colocou fogo” no país no ano passado e garroteou o governo conservador pró-americano para forçar uma reforma da constituição visando promover maior justiça social, haja vista o abismo existente entre a minoria de Chilenos ricos e a grande maioria de excluídos e pobres sem direito a educação e saúde pública por exemplo. Eles só estão melhores do que nós em termos de indicadores porque a população deles é no pequena. Nesse caso tanto o Uruguai e até vc a Argentina também estão… Afinal somos os campeões em concentração de renda…… Read more »

Antoniokings

Pois é Fernando.

Esse pessoal posta coisas aqui sem ao menos fazer uma simples pesquisa na internet.
E tomam isso como verdade.
Não sei se por ‘falta de capacidade’ (sem querer ofender) ou por desonestidade intelectual.
Mas, segue o jogo.

SDS

Andre

O IDH chileno é melhor que o russo. Você pode escrever o texto que for, Pode falar que Chile começa com C, que o deserto do atacama é seco, que o dado tem 6 lados, que o f35 tem 8 milhões de problemas de acordo com um relatório de 1937….mas falar que a qualidade de vida da sociedade chilena é pior que da russa, não né….

Antoniokings

Pelo IDH mais atual, os Estados Unidos estão na frente da Áustria.
Muita calma nessas análises.
O IDH considera algumas premissas como saúde, educação e etc.
CERTAMENTE que as escolas de Viena, Linz ou Salzburgo são bem melhores que as do interior do Alabama, Mississipi ou perto de um cortiço em Nova York.
Mas, para a pesquisa, todos estão com acesso às escolas.
O mesmo se aplica à saúde.
O Chile estava em estado de convulsão social justamente pelo enorme empobrecimento da população, e o caríssimo acesso aos serviços de saúde, transporte e etc.

Andre

Como todo índice (caso lhe falte este conhecimento, é o I no idh), ele indica a média ou alguma outra proporção. Qualquer aluno da 8 série sabe isso, não precisa nem pesquisar na internet.

Novamente você está tentando criar um novo assunto prq o fato do Chile, o país mais alinhado com os EUA na am do Sul, ter o melhor idh da região e ter melhor idh do que Rússia, mostra que mesmo com todos os problemas, a sociedade chilena vive melhor que a russa, e isso é um fato, suportado por um dado.

Antoniokings

Portanto, assunto encerrado.
Além do mais, vc querer comprar os sistemas de saúde, educação e transportes russos, herdados da época soviética, que são de excelente qualidade, universais e acessíveis (os que são pagos) à toda população com os do Chile é brincadeira.

Andre

Fernando, talvez eu não tenha me feito claro. Em nenhum momento disse que o Chile tem uma sociedade perfeita e livre de problemas, apenas disse que a população chilena tem melhores condições de vida, mesmo sendo um grande cliente dos EUA, que a Rússia.

Se o Chile tem todos esses problemas, imagine como a Rússia ou a China, com IDHs menores que o chileno.

Cristiano de Aquino Campos

Fica meio difícil você evoluir economicamente com embargos a torto e a direito.
Embargos esses que eles sofrem por fazer na prática o que defendemos para o nosso próprio país. Independência tecnológica, indústria nacional forte e poderio militar a altura do país.

Andre

O mundo tem mais de 200 países, se 1 país te embarga, comercialize com os outros. Se 1 país não quer te vender tecnólogia, compre de outro ou desenvolva.

Isso não é algo novo. No sex xviii a França tentou embargar o RU. O RU comercializou com a Rússia e saiu mais forte que a França. A solução é simples e existe há muito tempo.

Carlos Campos

Já faz um tempo que os números da Argentina são contestáveis, agora com a pandemia não vai ter maquiagem que resolva, Chile estava ruim, agora vai ficar pior,

Cristiano de Aquino Campos

O México faz fronteira com os EUA, tem mais acesso ao mercado americano e são um exemplo de paz, prosperidade e desenvolvimento.

Andre

Eles tem um IDH melhor do que a China, Egito ou o Uzbequistão.

Problema todo lugar tem. Até a Austrália, 8 melhor IDH do mundo, teve retardado protestando contra o Lockdown esses dias.

Allan Lemos

Com uma grande quantidade e variedade de mísseis antinavio, minas e uma frota de submarinos bem armada e treinada. Não que tenhamos nada disso nesse momento, mas já seriam o suficiente para dissuadir qualquer marinha. Mas duvido muito que o nosso “guarda-chuva americano” não se abriria, eles jamais deixariam alguma outra potência cantar de galo por aqui.

Caio

O quintal é deles. Por isso não tem vez para outros e nem para mudanças.

Andre

Apenas uma poderosa marinha não é suficiente para suportar uma invasão em larg escala. Basta lembrar que para invadir o Iraque, em 1991, os EUA e seus muitos aliados, concentraram mais de 1 milhão de soldados nas fronteiras terrestres iraquianas. E a marinha americana, em 91, era muito mais capaz de realizar operações longe de suas bases do que é hoje a marinha chinesa.

Uma poderosa marinha, com porta-avioes, submarinos, navios de escolta modernos e navios de apoio logístico, como se desenha a marinha chinesa, é necessária mas não suficiente para uma invasão.

Carlos Campos

O guarda chuva americano não cobre a gente, tenho mais medo da USNAVY vir aqui e impedir de a gente vender ferro e soja para China.

Fernando C. Vidoto

Eles não conseguem isso.

Se o Brasil não vender soja e ferro pra China, outro pais vende. As industrias americanas não estão na China? (seria um bom começo retira-las de la – seguindo a sua linha de raciocínio).

Att.

Last edited 2 meses atrás by Fernando C. Vidoto
Segatto

Então bora fazer OPEC dos grãos e do ferro; juntando só o Brasil e Austrália sai uma OPEF boa e depois com os vizinhos do cone sul para a OPEG. Ideia mirabolante, ou não, vai que dá certo; se afetar a China nem que um pouco já tem apoio daquele que seria o pior problema indo contra, os EUA

Antoniokings

Show de bola.

Filipe

a PLA NAVY copiou tudo da US NAVY, dizem que os Chineses são fanáticos dos Americanos , a China vai copiar tudo e mais alguma coisa, daqui a pouco serão as Type 003 e Type 004 sendo reabastecidas dessa mesma forma… A China não vai querer apenas defender a sua primeira cadeia de ilhas, parece que os Chineses querem se globalizar…

Paulo Drusnam

Sem a US NAVY, não existiria a PLA NAVY. Copiam tudo, até as baratas dos navios ocidentais.

PACRF

Melhor “copiar” do que não fazer nada.

João Adaime

Caro Galante
Um oleoduto entre o Irã ou outro país produtor e a China via Paquistão resolveria parte do problema.
Abraço

Carlos Campos

daria um alívio, mas a China não ia querer ficar dependente do Irã para sobreviver.

João Adaime

Prezado Carlos
Não seria a China por todos os ovos no mesmo cesto. Seria mais um meio de transporte de petróleo.
O Irã teria um cliente cativo. O Paquistão uma fonte de renda com o aluguel do direito de passagem do óleo. E a China uma fonte de suprimento constante, sem estar sujeita a qualquer incidente que venha a interromper a navegação.
Outros produtores de petróleo também poderiam participar deste projeto. Tudo é uma questão negociar.
Abraço

Antoniokings

Nessa equação coloque os países ex-soviéticos da Ásia Central, bem como o Afeganistão que pode ser uma rota para oleodutos vindos do Irã.
Lembremos da postagem que mostravam juras de amor do Talibã com relação à China.

João Adaime

Caro Antonio
Eu considero o Afeganistão ainda não confiável.
E vale lembrar que mais ao norte temos a Rússia com suas reservas imensas de óleo e gás. Fora os ex-soviéticos que você citou.
Teoricamente a China está muito bem servida de energia fóssil.
Abraço

Antoniokings

Vc está certíssimo.
Mas, o Afeganistão, mais cedo ou mais tarde, terá de arrumar uma fonte de desenvolvimento para se sustentar, mesmo com o Talibã no poder.
E a opção chinesa é evidente.
Aguardemos.

Adriano Madureira

Já existe tal projeto de construção de um oleoduto Sino-Persa-paquistanês,a China construirá um gasoduto para levar gás natural do Irã ao Paquistão para ajudar a resolver a aguda escassez de energia do Paquistão. Ano passado teerã e Pequim acertaram um acordo comercial de fornecimento de petróleo e gás iraniano, que será comprometido com Pequim pelo período de 25 anos. Notícias afirmam que o negócio pode valer $ 400 bilhões em investimentos chineses e fornecer a Pequim um fonte de petróleo barato para o próximo quarto de século. O Irã propôs anteriormente uma aliança de cinco nações com China, Paquistão, Rússia e Turquia para paz regional, estabilidade… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Adriano Madureira
João Adaime

Caro Adriano
Obrigado pelas valiosas informações.
Uma integração energética poderia ser um fator de estabilidade na região, caso o Irã e o Hamas desistam de querer a destruição de Israel e Israel saia das áreas ocupadas na Palestina.
Quem sabe a China consiga isto, onde outros países falharam.
Abraço

Fernando XO

Seguranças energética e alimentar como prioridades para a sobrevivência de qualquer Estado, ainda mais um como a China…

Henrique

Não é “copiar” mas seguir um modelo que é igual para todos. Quer ter domínio dos mares? Precisa de navio com longo alcance, com muito armamento, precisa de navio pra reabastecer a frota, precisa de porta aviões, que estica o alcance bélico da frota. Um míssil anti navio tem alcance de algumas centenas de quilômetros, caças com revo tem o dobro ou o triplo; desde a segunda guerra o maior inimigo do navio é o avião. A vulnerabilidade dos aviões baseados em terra é a dependência das bases aéreas, enquanto aviões de PA tem uma mobilidade sem parâmetros.

Piassarollo

Exato!

Farias

Pois é, não tem quem reinventar a roda, é a China mas poderia ser qualquer país, se já fizeram é muito mais fácil “copiar” do que gastar recursos e tempo pra fazer algo do zero cujo resultado final vai ser o mesmo que outros países já alcançaram de qualquer maneira.

Fernando XO

Precisa, acima de tudo, de bases, à la Mahan… daí a presença chinesa na África… abraço.

Allan Lemos

E daí? Os EUA copiaram tudo dos nazistas.

Andre

Não se esqueça do mig9 e seu motor bmw, do scud, que em suas primeiras versões tinha até o sistema inercial idêntico ao v2 e do tu4, copiado fielmente de um b29.

Last edited 2 meses atrás by Andre
Allan Lemos

Então, copiar não é feio, feio é não copiar e/ou ser pego copiando. Se o Brasil fosse esperto tinha feito engenharia reversa daquele míssil apreendido dos britânicos durante a Guerra das Falklands.

Andre

O mar-1 não foi exatamente isso?

Allan Lemos

Acho que não, ele apareceu décadas depois.

Andre

A guerra das falklands foi em 1982, o mar-1 foi anunciado no final dos anos 1990. Se ele não foi uma cópia, foi pelo menos inspirado.

Leandro Costa

Não copiaram. Absorveram a tecnologia de um inimigo vencido e continuaram seu desenvolvimento por conta própria. É diferente, embora os efeitos práticos, quando levados à termo, sejam os mesmos.

Allan Lemos

Não é diferente, essencialmente é a mesma coisa: apropriação de tecnologia alheia. A forma com que ela se deu não vem ao caso. Mas repito, não é feio, feio é não fazer e/ou ser pego fazendo.

Mk48

Reabastecimento no mar é uma capacidade básica e fundamental para qualquer marinha que aspire ao nivel de operar em “águas azuis”.
.
Me parece que com essa operação de abastecimento triplo simultâneo , os Chinas subiram a altura da barra. Não é para qualquer um.
.
Impressionante.

Antoniokings

Mk48

E só por curiosidade, puxando a sardinha para o lado econômico, a China acabou de se tornar o maior ‘hub’ de reabastecimento de combustível naval do Mundo, desbancando Cingapura.
Até navios da Coreia do Sul e Japão estão reabastecendo em portos chineses.
Matéria prima e expertise é que não faltam para a China.

SDS

Mk48

Caro Kings,
.
Realmente é impressionante a capacidade e a velocidade de “fazer” chinesa.
.
Não é a toa que os americanos estão de cabelo em pé.
.
Estamos assistindo ao vivo e a cores uma mudança no Eixo de Poder mundial sem precedentes, pela forma e velocidade com que acontece.
.
No mais, minhas saudações rubro-negras. Rsrsrs.
.
Abs.

Piassarollo

Caro amigo MK, realmente não é nada comum ver uma operação desse porte, abastecer três navios simultaneamente é coisa de outro nível. Abs

Mk48

Saudações caro amigo Piassa!.

Last edited 2 meses atrás by Mk48
Fernando XO

Verdade, além de ser uma manobra muito bacana de realizar e testemunhar…abraço…

Emmanuel

Apenas quatro alvos para os futuros mísseis hipersônicos dos US.

Teropode

A USNAVY passa a ter prioridade na Arte da contenção , antes eram a força a ser combatida , agora o foco será se concentrar em meios para contenção e isto exige menos peso moral .

Antoniokings

Só se for na data estelar de 2350.
Isso, se até lá os Estados Unidos ainda forem unidos, né?

Andre

Será que até lá o su57 vai estar operacional?

Antoniokings

O certo é que o klingons estarão fazendo parte do Eixo do Mal e os Estados Desunidos da América aplicarão sanções contra os alienígenas.

Andre

Pois é, já em relação ao su57, nada é certo…

Antoniokings

‘Melhor a incerteza do que a certeza do fracasso’.

Poxa! Fui até poético.

Adriano Madureira

Aí então você acordou desse seu sonho molhado e psicodélico não é?!

Alguns aqui vivem achando que os eua ou Israel são o mega-ultra suprassumo da tecnologia…

Israel pode ser destruída, Chineses, russos e americanos também amigo, não pense que todos eles são fortalezas inexpugnáveis, a destruição é mútua e garantida!

Slow

Os futuros mísseis hipersônicos ja são realidades para China ..

Roland

Vejo que as pessoas continuam retrógradas e preconceituosas. Antes de comentar contra a China, procure conhecer a história da China. China é o único país que nunca invadiu o território dos outros. Ao contrário, sempre tem sido invadido e humilhado.

Hcosta

Claro que a China invadiu outros territórios.
Ao longo do tempo foi anexando territórios ao seu redor. Como qualquer outro país no mundo.

Leandro Costa

Pessoal tem surtos de ‘História Seletiva.’

Carlos Campos

é mesmo? como ela ficou tão grandona assim? sendo terceira maior do mundo? os outros países cediam terras para os chineses só pelo sorriso lindo deles?

Antoniokings

Carlos Campos

O período de formação dos grandes Estados nacionais encerrou-se há muito tempo.
Acredito que a maioria dos Estados atuais estão consolidados.
Portanto, não é estranho que na Antiguidade ocorressem invasões, anexações e etc.
Depois, a situação se consolidou a ponto de ser extremante difícil a Escócia, por exemplo, sair do Reino Unido, ou os bascos declararem independëncia da Espanha.
Foi assim com quase todos os países.
Acredito que o Roland tenha se referido aos periodos mais atuais, onde a China sofreu muitas agressoes.

Andre

Ao se afastar das doutrinas ultrapassadas de seu antigo senhor do norte e se inspirar na us navy, a marinha chinesa se moderniza rapidamente e em alguns anos poderá fazer frente a qualquer outra marinha.

Last edited 2 meses atrás by Andre
Fernando Vidal

Na real acredito que a China não pretende fazer guerra com ninguém, muito pelo contrário querem garantir a sua paz, contudo como estão conscientes de seu papel no mundo como uma grande nação (assim como nós também deveríamos estar) com amplos recursos e uma população enorme para sustentar precisam ter capacidade dissuatória compatível capaz de garantir a sua liberdade de navegar e manter suas linhas de suprimento de forma independente de outros países. E depois eles sabem que vivem numa vizinhança complicada com Indianos, Russos, Japoneses, Paquistanês, Iranianos, Coreanos, Indonésios, Australianos e Viatnaminatas, sempre nervosos e ávidos em ganhar dinheiro…

Ricardo Lazzaretti

Está para estourar uma 3°guerra mundial

- Publicidade -

Últimas Notícias

Grécia assina MoU com o Naval Group e MBDA abrindo negociações para o fornecimento de fragatas FDI HN

Em 28 de setembro, Nikólaos Panayotópoulos, o Ministro da Defesa grego, Pierre Eric Pommellet, CEO do Naval Group, e...
- Advertisement -