segunda-feira, janeiro 24, 2022

Saab Naval

Navio-Escola Brasil inicia XXXV Viagem de Instrução de Guardas-Marinha

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Navio-Escola (NE) “Brasil” desatracou, em 4 de agosto, da Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ) para realizar a XXXV Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM). A comissão tem o propósito de complementar, com ênfase na experiência prática, os conhecimentos teóricos adquiridos pelos militares na Escola Naval durante o ciclo escolar, aprimorar a formação cultural dos futuros Oficiais da Marinha do Brasil (MB) e representar o País e a Marinha nos diversos portos visitados, promovendo o estreitamento dos laços de amizade com as nações amigas.

Ao término da viagem os Guardas-Marinha serão nomeados ao posto de Segundo-Tenente e distribuídos por todo o País, de acordo com o seu Corpo e Habilitação. Aqueles pertencentes ao Corpo da Armada embarcarão nos navios da Marinha; os integrantes do Corpo de Fuzileiros Navais serão designados para os diversos Batalhões e Companhias Independentes; e os componentes do Corpo de Intendentes da Marinha poderão servir a bordo dos navios ou em organizações militares em terra.

A Turma “Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque” é composta por 180 Guardas-Marinha, sendo 11 do sexo feminino e um Guarda-Marinha de Honduras, que cursou a Escola Naval. Também participarão da viagem convidados do Exército Brasileiro, da Força Aérea Brasileira, da Marinha Mercante Brasileira e de Marinhas amigas como Alemanha e Camarões.

FONTE: Marinha do Brasil

- Advertisement -

38 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Satyricon

A MB fez boas compras de oportunidade no mercado civil, de meios relativamente novos, para a substituição de importantes navios. Destacam-se o Guillobel e os rebocadores de alto-mar classe Mearim. Para a necessária substituição do NE Brasil deveriam tentar o mesmo caminho (economizando-se Plata)

Marcelo

É possível utilizar este navio em outra função, mesmo como patrulha, quando a MB conseguir outro Navio-Escola?

Não vale dizer que serve na função de alvo

Fernando XO

Marcelo, o NE foi pensado como Navio-Hospital em caso de crise ou conflito… abraço…

Piassarollo

Marcelo, esse navio já acumula 35 anos na ativa, já está bastante desgastado, tanto é que a marinha está estudando um substituto. Creio que quando for substituído, não restará outra opção senão a desativação. Na minha opinião, é provável que opere até no máximo 40 anos, então, por volta de 2026 poderemos ter um novo navio escola. Abs

carvalho2008

Este foi um excelente exemplo de que a partir de um mesmo casco, era possível desempenhar diferentes versões e funções.

Com base nos cascos das Niteroís, o U-27 Brasil foi desenhado para Navio Escola e em caso de guerra, assumir papel de navio hospital.

Muito mais do que isto, tivéssemos continuado, uma serie deles poderia ser versionada para NapaOc Navio de Patrulha Oceanica.

A disponibilidade interna é bem diferente, mas é fato que um U-27 Brasil com pequenas implementações seria um ótimo patrulha oceanico.comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Leandro Costa

Bela foto ao lado do HMS Belfast

Piassarollo

Mestre Carvalho, eu também pensava assim, enxergando o projeto do NE Brasil, sendo usado como um NPaOC, mas analisando a evolução dos projetos atuais, acredito que não seria viável. É um projeto muito antigo e defasado tecnologicamente . Hoje, existem muitos projetos de navios patrulha oceânica no mercado, com várias características interessantes e modernas e preços para vários bolsos. Grande abraço.

carvalho2008

Hoje antigo…decada de 80 modernissimo….sem paralelos…a referencia foi a sua epoca…

Piassarollo

Mestre Carvalho, tu tens razão, à época seria um baita navio patrulha. Abs

Esteves

Publicaram aqui as reportagens da época. As fragatas mais modernas…do mundo se o locutor da CaoaChery Estivesse lá.

Mk48

Parabéns aos futuros líderes da nossa querida MB.
.
Essa viagem é o complemento , a finalização e o coroamento de anos de estudos numa das melhores escolas de ensino superior da AL.
.
BZ a todos vocês !!!

Régio

Bateu saudade! Saudade dos amigos que conquistei; dos lugares lindos que, quando ingressamos na Briosa, sonhamos um dia, com a graça de Deus, conhecer.
16ª VIGM. Sonho realizado, obstáculos vencidos.
Tive a satisfação de ser o FICAV
BRAVO ZULO!

Salomon

Perdoem o off, mas não pretendem abrir um tópico sobre o vexame dos Kurassier & Cia no desfile?
Obrigado.

João Fernando

Corre lá no tópico que a gozação tá grande. Tem uns 3 sobre o fumacê

Claudio Pepe

Veja no ForTe.

Adriano Madureira

É a famosa viagem de ouro…

Carlos Eduardo Oliveira

Só fiz Viagem de Couro, nos meus 32 anos de MB….rs.

Paulo Roberto O Pereira

Se a viagem e de instruçao, nao vejo necessidade de ir convidados do exercito, aeronautica, fusileiros navais, marinha mercante. Essas pessoas vao passear as custas do contribuinte brasileiro.

Piassarollo

Paulo, não é bem assim, existe algo chamado tradicao e diplomacia da boa vizinhança entre as forças armadas. Independente se tu és da Marinha, força aérea ou exercíto, todos são militares, e sempre existiu este intercâmbio entre as forças. Serve para estreitar e fortalecer os laços de amizade e também para compartilhar conhecimentos. Este mesmo pensamento se estende à militares convidados de outros países e também membros da Marinha mercante. Estes convidados não estão nesta viagem simplesmente para passear, mas principalmente para acrescentar conhecimento às suas carreiras participando e vendo in loco, como é a formação dos oficiais e a… Read more »

Esteves

Mestre Carvalho, “Este foi um excelente exemplo de que a partir de um mesmo casco, era possível desempenhar diferentes versões e funções. Com base nos cascos das Niteroís, o U-27 Brasil foi desenhado para Navio Escola e em caso de guerra, assumir papel de navio hospital.” Em caso de guerra. Sei. Navio hospital. Ponto. “Muito mais do que isto, tivéssemos continuado, uma serie deles poderia ser versionada para NapaOc Navio de Patrulha Oceanica.” Dúvida. Um navio escolta para patrulha. Sendo assim, teríamos formado uma “mentalidade” ou “doutrina” para a missão nas nossas águas diferente da doutrina de combate e de… Read more »

carvalho2008

Mestre Esteves, na resposta de cada questão: 1o. Comparando o U-27 com a Classe Amazonas, ambas tem praticamente a mesma potencia motriz e geração de energia elétrica, ambos usam armamento simples. Um ponto extremamente relevante! O casco do U27 Brasil da linha dágua para baixo é igual ao das Niterois, quer seja em cavernas e compartimentarização. ele começa a diferir da linha d´agua para cima, onde as salas e compartimentos são diferentes, bem mais simples não precisando do mesmo paiol, estações de combate e sistema de combate a incendio diferente, conforme fotos que postei. Ou seja, ele tem o casco… Read more »

Esteves

Ok.

André Luis Jordão da Silva

Esse navio possui entre suas atribuições, a importante missão de “Mostrar a Bandeira”, por isso é importante que, assim como o U27, o próximo Navio Escola, seja de construção nacional.

Fernando Vidal

Para uma marinha que quase não possui escoltas manter um navio exclusivamente para viagem de instrução é um luxo. Lembro de anos atrás de uma visita de dois destroyers japoneses no Rio que traziam na sua tripulação os cadetes da academia naval japonesa, da mesma forma a França desativou o Joana D’Arc e atualmente utiliza um dos seus classes Mistral como navio de instrução. Da mesma forma a MB poderia utilizar o Navio de Desembarque Doca Bahia como navio para sua viagem de instrução. E isso sem contar que já tem o Veleiro Cisne-Branco para a mesma finalidade.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Dois porta-aviões dos EUA entram no Mar da China Meridional para ‘combater influência maligna’

Dois grupos de porta-aviões dos Estados Unidos entraram no disputado Mar da China Meridional para treinamento, disse o Departamento...
- Advertisement -