domingo, janeiro 23, 2022

Saab Naval

FOTOS: Submarino O’Higgins da Armada do Chile opera com helicóptero MH-60R da U.S. Navy

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Um helicóptero MH-60R do Esquadrão de Ataque Marítimo de Helicópteros (HSM) 41 “Seahawks” voa sobre o submarino O’Higgins da classe “Scorpene” da Armada do Chile, durante o exercício de içamento do Diesel-Electric Submarine Initiative (DESI HOISTEX).

O DESI é um exercício multinacional projetado para fortalecer parcerias e melhorar as capacidades entre as nações parceiras.

FONTE/FOTOS: Marinha dos EUA

- Advertisement -

21 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro Fullback

EUA fazem esse treinamento justamente por não ter um submarino convencional. Aqui na América Latina, o Chile tem o melhor submarino em operação da América Latina. Logo, os EUA sempre buscam o Chile para aprimorar nos treinamento dos EUA.

BK117

Transformaram o Seahawk numa lata de gasolina voadora? Sorte que o Scorpene conseguiu captar a mensagem a tempo… O sr. Ryan está bem?

Falando sério agora, lembro que foi postado por aqui uma historia de manobra semelhante na MB, hoje em dia ocorrem treinamos desse tipo de ação com frequência?

Fernando Veiria

O maior problema foi com a eletricidade estática. Se um tripulante do submarino tocou nele ele tomou um baita choque.

Everton

AHAHAHahahaH entendi a referência.

carvalho2008

No Brasil, houve a história de um Lynx que pousou num Oberon para resgate de marinheiro em risco de vida….foi uma façanha em que todos trataram de não oficializar nos diarios, pois o procedimento apesar de heroico era irregular e caberia medidas disciplinares….mas ouve uma reunião de cabine fechada saudando e louvando o heroismo e habilidade, com ordens de após terminar a taça…ninguem falaria mais nisto….

Piassarollo

Mestre Carvalho, pelo que lembro, foi uma decisão tomada por toda a equipe, onde apesar de ir contra os regulamentos, resolveram prosseguir assim mesmo. Uma vida estava em risco, e esse foi o fator preponderante. Casos como esse nos mostram os riscos e responsabilidades que muitos militares passam no cumprimento de suas missões. Abraços .

Mk48

Carvalho,
.
Uma vida dependia de que alguns homens quebrassem o regulamento.
.
Qual é o problema ?

Leandro Costa

Acho que o problema maior no caso foi o fato de a tripulação do Lynx não ter sido oficialmente condecorada e parabenizada pelo incrível feito que fizeram para salvar a vida de um colega. Acho que todos nós concordamos com isso. Foi certamente uma das ações mais bonitas que fiquei sabendo na MB. A gente pode discordar um monte de coisas em relação ao direcionamento geral da Marinha, mas seus membros vira e mexe nos brindam com ações desse nível, e lembramos que o cara que está de uniforme dando serviço nas mais diferentes condições operacionais, está fazendo a parte… Read more »

carvalho2008

Exatamente Mestre Leandro, o Oficial foi um heroi e não pôde ser reconhecido oficialmente….vi o o testemunho do prorpio piloto em uma das lives do Felipe Salles….eles não estavam conseguindo se aproximar para a transferencia, o mar não estava bom e o sub balançava….fez varias tentativas e nada…daí, o piloto olhou para o co piloto e tomaram a decisão…fora das regras….pediu foniu com o comandante do sub e informou a intenção …o comandante ficou laconico por alguns segundos, sabia dos riscos…mas não tardou em aprovar e pôs seu sub em velocidade de proa de direção necessarios….o feito foi um sucesso… Read more »

Last edited 4 meses atrás by carvalho2008
Piassarollo

Leandro, parabéns pelo ótimo comentário

carvalho2008

E não vi problema….foi apenas o testemunho sobre um heroi que quebrou as regras para salvar um homem…como o ato heroico quebrava o manual, não pode ser condecorado e reconhecido….

Mauricio Pacheco

Esse é um Scorpene como o nosso Riachuelo?
O que seria essa protuberância na parte de trás da vela? que eu lembre o nosso não tem!

Piassarollo

Maurício, sim, ambos são Scorpenes, mas os modelos feitos no Brasil, possuem algumas características diferentes. São mais compridos e consequentemente, mais pesados e com maior volume interno. O modelo brasileiro também possui uma maior autonomia. Pelo que sei, a tal protuberância na parte traseira da vela, esconde os escapamentos dos motores diesel. Possui este formato hidrodinamico para reduzir a turbulência com a água e consequentemente a diminuição dos ruídos. Espero ter ajudado, abs

Mk48

Trata-se de um equipamento para ajudar na dissipação de calor. Visa reduzir a assinatura infra-vermelha durante o Snorkel.
.
Os nossos Scorpenes não possuem esse equipamento.

Last edited 4 meses atrás by Mk48
Piassarollo

Caro MK48, essa eu não sabia, obrigado pela informação. Abs

Mk48

Amigo Piassa, os nossos Tupis, por sua vez, possuem um dissipador na vela também.

Mauricio Pacheco

Obrigado pela informação! Agora precisamos identificar o “tarado” por negativar as publicações aquí no Blog, negativaram até a minha dúvida!

Dalton

O’Higgins foi enviado para a costa oeste dos EUA, mas, mesmo sendo uma nação do Pacífico já houve ocasiões em que submarinos chilenos e também peruanos foram enviados a costa leste através do Canal do Panamá para participar do “DESI” .
.
O “HSM 41” é um esquadrão de treinamento e também de reposição para eventuais aeronaves danificadas ou destruídas.

Adriano Madureira

Ao ver essas imagens do MH-60 e do submarino, automaticamente não pôde deixar de vir essa lembrança a tona…
comment image
comment image?ssl=1

paulotd

Essa sim é Marinha de verdade e bem equipada dentro das suas limitações

glasquis 7

Está longe de ser uma marinha de nível mundial mas, para o tamanho demográfico do país e considerando o atual cenário sul-americano, está muito bem equipada e à frente de outras que deveriam ser maiores e que contam com mais recursos.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Irã, Rússia e China realizam exercício naval conjunto no Oceano Índico

O exercício naval conjunto com a participação de forças navais e aerotransportadas da Marinha Iraniana, da Marinha do Corpo...
- Advertisement -