quarta-feira, junho 29, 2022

Saab Naval

Reino Unido e Ucrânia assinam acordo para aumentar capacidade da Marinha Ucraniana

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Segundo um comunicado de imprensa publicado pelo governo do Reino Unido em 16 de novembro de 2021, um Acordo-Quadro Intergovernamental foi assinado em Londres.

Este documento continua a progredir em projetos conjuntos para desenvolver as capacidades das Forças Navais das Forças Armadas da Ucrânia, conforme acordado em junho, quando o Reino Unido, a Ucrânia e a indústria assinaram um Memorando de Implementação para colaborar para impulsionar as capacidades navais da Ucrânia.

O acordo envolve dois caça-minas da classe “Sandown”, oito embarcações de ataque rápido da classe “Barzan” e uma fragata.

A classe “Sandown” é uma classe de quinze caça-minas construída principalmente para a Marinha Real pela Vosper Thornycroft. A classe “Sandown” também atende à Marinha Real Saudita e à Marinha da Estônia.

O primeiro navio foi comissionado para o serviço da Marinha Real em 9 de junho de 1989 e todos os navios britânicos têm o nome de vilas e cidades costeiras. Eles têm um papel secundário como navios de patrulha offshore.

A classe “Sandown” está equipada com dois veículos subaquáticos de eliminação de minas controlados remotamente PAP 104 mk5, fornecidos pela Societe ECA. Os veículos são controlado por meio de um cabo de fibra ótica de 2.000 m. Um sistema de iluminação, câmera preto e branco de baixo nível de luz e uma câmera colorida são instalados.

Os veículos também são equipados com sonar de alta resolução. Os dados do sensor são transmitidos de volta ao centro de controle de operações do navio.

A classe “Barzan” é uma classe de 4 barcos de ataque rápidos com mísseis projetados pelos britânicos para a Marinha Emiri do Qatar, também conhecida como Super Vita.

FONTE: Navy Recognition

- Advertisement -

67 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
67 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mgtow

Uma hora a Ucrânia vai achar o que tanto procura. Provocar a Rússia gratuitamente como eles vem fazendo vai ter um resultado terrível pra esses neonazistas golpista. Quando o urso der a patada o rasgo sera grande.Aguardemos. ..

Last edited 7 meses atrás by Mgtow
Hcosta

“Provocar a Rússia gratuitamente”.
Se fosse com o seu país ficava quieto enquanto a Rússia continuava a fazer o que faz desde a União Soviética, manter o país na pobreza.

Sincero Brasileiro da Silva

Exatamente o que EUA faz com Cuba? SQN! Se colocar na balança, Ucrânia comparado à Cuba, é um país rico próspero.

Last edited 7 meses atrás by Sincero Brasileiro da Silva
Realista

Venezuela também .

Hcosta

A história de Cuba é bem mais complicada do que isso mas é uma situação diferente porque a Rússia controlava a Ucrânia e os EUA não.
Se a Rússia se limitasse a um bloqueio…

Esteves

Essa comparação está nas mídias europeias.

Os americanos não pensavam em anexar Cuba. Nem Cuba era considerada o celeiro das Américas. Já os russos…querem a Ucrânia.

Toda ela.

Antoniokings

Os EUA controlavam Cuba através de ditaduras, como a asquerosa de Batista.
Perderam o controle sobre a Ilha e nunca mais se recuperaram do choque.

Hcosta

Exatamente.
O que os EUA fazia durante o regime do Batista é o que a Rússia fazia à Ucrânia até há pouco tempo. A diferença são 60 anos.
A Rússia ainda continua como se fosse a União Soviética.

Antoniokings

Cuba era um bordel controlado pela Máfia americana.
Nada que se compare ao papel da Ucrânia na extinta URSS.

Adriano Madureira

Quem disse a você que Cuba não é um país rico amigo?! Eles tem níquel(O país está entre os dez maiores produtores de níquel do mundo,o mineral é um componente útil na fabricação de moedas, baterias recarregáveis, acessórios de encanamento e produção de aço inoxidável, entre outros produtos. Devido às suas propriedades anticorrosivas, o níquel é usado na fabricação da maioria das ligas e é a principal fonte de renda estrangeira em Cuba.),cobalto( Estima-se que Cuba tenha o terceiro maior depósito de cobalto do planeta),o cobalto está experimentando um forte aumento na demanda, especialmente na indústria de carros elétricos. O mineral é… Read more »

Esteves

Adriano,

A comparação que fizeram entre Cuba nos anos 1960 e a intervenção russa na Crimeia em 2014…é que a Ucrânia sempre foi considerada um país rico. Rico em solo, pastagens, agro, recursos naturais e minerais, ciências de foguetórios…

Cuba era…um casino?

A crise aconteceu por conta da instalação de bases americanas na Europa do Leste X o envio de mísseis russos para Cuba.

Diferente de hoje. Hoje os russos querem a Ucrânia. Toda ela.

Last edited 7 meses atrás by Esteves
carcara_br

A OTAN avançando inexoravelmente e os russos que “querem tudo”. esta bom…

Esteves

Querem tudo que pensam que podem tomar.

Equilibrium

Caiu no bait do MGTOW?Mas sobre sua resposta, já que não conhece nada de lá nem esteve lá, eu penso que nos está bem descrevendo, desde 2016

Cristiano de Aquino Campos

Amigo, melhor se informar. Durante a União Soviética, a Ucrânia era o principal polo desenvolvedor de tecnologia e industrial aéreo e naval.

Esteves

Ainda assim com uma população pobre.

Hcosta

E, mesmo assim, chegou ao séc. vinte e um como um país pobre.

Mk48

O Putin recentemente fez uma declaração onde disse que o Ocidente não leva a sério as “linhas vermelhas” definidas pela Russia.
.
A Ucrânia esta localizada na zona de influência russa.
.
Creio que brevemente vamos ter a resposta adequada a esta tentativa do UK em estabelecer um vínculo militar mais forte com a Ucrânia.

Tomcat4,2

Pois é meu caro, estão procurando e quem procura acha, o tio Putinsk não brinca.

Mk48

Não brinca mesmo.
.
Abs!

Antoniokings

Prezado Mk48

Creio que bastaria à Rússia ‘incentivar’ a autonomia da Região de Donbass.
Daria proteção aos russos ali residentes negando a atuação de aviões e drones ucranianos na região, bem como fornecendo armas modernas aos conterrâneos.
A Ucrânia está em processo de falência.
O garrote está sendo apertado no pescoço desses neonazistas ucranianos, principalmente com a questão do gás russo que passa pela região.
É questão de tempo a Ucrânia desmoronar.
Pelo menos nos termos que os neonazistas de lá pensam o País.

SDS tricolores

Mk48

Exatamente prezado Kings.

Hcosta

Neonazistas existem em todo o lado, principalmente na Rússia. A diferença é que não sabem, ou disfarçam melhor, que são neonazis.
E tinha-o em maior consideração. Utilizar esses termos racistas ou xenófobos para descrever o povo ucraniano fica-lhe mal.

Esteves

Pois é.

Por todo o lado. Pode botar a Espanha na conta.

Antoniokings

Se ser antinazista é ser racista ou xenófobo, que sejamos todos!

Hcosta

Diga a sua definição de nazista e retire o seu ponto de origem.
Será muito diferente de muitos grupos extremistas nacionalistas que existem em todo o lado? E, no caso da Rússia, grandes apoiantes de Putin?

Hcosta

Zonas de influência não existem. Existem países, alianças, etc…
Isso são termos utilizados para justificar invasões ou outras ações de controlo sobre outro país.

Mk48

Esta é a SUA opinião , que discordo 100%.

Hcosta

Mas acha que por um país por fazer fronteira com a Rússia tem que ser um lacaio dela?
A Rússia perdeu a Ucrânia por culpa própria e parece que vamos voltar ao tempo da União Soviética em que mandava os blindados sempre que haviam protestos, algo que resultou muito bem (ironia).

Esteves

Perdeu algo que pensou que tinha.

Antoniokings

E os americanos pensam em ter o que nunca terão. Pode anotar. A Ucrânia está se desfazendo como País. Até sua população está diminuindo. A Ucrânia tem apenas 43,7 milhões de habitantes, sendo 77,8% de ucranianos e 17,3% de russos. Isso perfaz um total de apenas 34 milhões de ucranianos. Considerando que a população do País está diminuindo a uma espantosa taxa de de 0,49% ao ano, o que é muito, chegaremos à conclusão que a Ucrânia perde cerca de 220 mil habitantes por ano, sendo cerca de 170 mil ucranianos. Vai acabar sumindo do mapa. A Rússia não tem… Read more »

Hcosta

Lá vem com as suas teorias racistas.
A Ucrânia tem 42 milhões de habitantes em que 17% são da etnia Russa. Não são Russos, a não ser que tenham dupla nacionalidade.

Antoniokings

Prezado.

Sugiro o que vc leia o que os ‘ucranianos de etnia’ russa de Luhansk e Donbass pensam sobre isso.
Provavelmente o mesmo da Criméia.

Hcosta

Tretas e propaganda. Ninguém sabe o que as pessoas pensam principalmente com uma guerra e num território ocupado.

A ideia de separação veio da Rússia e foi feita pela Rússia.

Paulo Araujo

Os britânicos também vão lutar pela Ucrânia.
Até o último ucraniano…

Mgtow

Hahaha…perfeito

Esteves

Um bom contrato. 1.6 bilhões de dólares por 8 navios.

Marujo.

Não é amr à sucata, mas daria um calado na MB não é verdade?

Arariboia

A Ucrânia tá indo pelo mesmo caminho da Geórgia… Só que com um enorme agravante. A Rússia de hoje é muito, mas muito mais muito mais forte que a de 2008 e 2014. A Ucrânia vai tomar uma surra tão grande, que correrá o risco de se dividir em duas partes se esse for o objetivo russo. Se olharmos só pra frota do Mar Negro de Hoje em relação ao que era em 2008 ou 2014 já é uma indicação pra oque esperar da ação russa. Foram adicionados mais só na marinha: 3 Fragatas com capacidade de mísseis de cruzeiro.… Read more »

Last edited 7 meses atrás by Arariboia
pedroctba

Basta lembrar o desempenho pifio e ridiculo do exercito ucraniano nas ações em 2014. Sem falar que muita gente no leste Ucraniano (nisso entende-se a leste de Kiev) nao sao nem um pouco felizes com sua liderança. Na realidade a Ucrania é um país dividido entre Ucranianos no oeste e Russos a leste e sul.

Hcosta

O exército Ucraniano não é o mesmo de 2014. Agora é um exército formado em combate.
E os Ucranianos de etnia Russa são só maioria nas regiões ocupadas. E também ajudou expulsar os ucranianos étnicos.

Last edited 7 meses atrás by Hcosta
Hcosta

Vamos ver o que acontece. Nem sempre quem tem mais armas ganha.

Arariboia

Vamos ver a Ucrânia tomar uma surra tão grande que muito provavelmente, ira virar em 2 ou 3.

E a última fase, depois da campanha massiva de ataques aéreos aos meios militares, industriais e logísticos com mísseis de cruzeiro e balísticos de curto e médio alcance, vira um assalto anfíbio e terrestre pra consolidar uma linha justa e segura a lrste de kiev e terminar com oque restar das forças ucranianas, se ainda assim tiverem alguma moral.

Vai ser 100000× pior que as tropas da Geórgia fugindo e o presidente comedor de gravatas.

Antoniokings

A linha que dividiria a Ucrânia da ‘República Russa da Ucrânia’ seria o Rio Dniepre.
Dividiria o País em dois e seria extramente fácil do ponto de vista militar para os russos.

Hcosta

O que descreveu é o ataque inicial que, normalmente, quem tem mais e melhor armamento consegue grandes avanços. O problema vem depois, como manter e evitar um contra ataque.
A Ucrânia é muito diferente da Geórgia. Os Russos não terão meios para bloquearem apoios, mesmo que só em equipamentos, vindos de fora.

Bruno Vinícius

Não subestime a capacidade de um povo motivado. Os americanos, no Vietnã e no Afeganistão; os russos, na Chechênia; e os chineses também no Vietnã aprenderam da maneira difícil que uma guerra não é tão fácil assim. Ainda que o terreno fosse mais propício para guerra de guerrilha nesses países do que o terreno ucraniano.

Last edited 7 meses atrás by Bruno Vinícius
Antoniokings

Exatamente.
Lá se desenrolou alguns episódios do Rolo Compressor soviético que esmagou os alemães.
A Frente Ucraniana teve como Comandantes os lendários Generais Malinovski e Tolbukhin.

Sincero Brasileiro da Silva

Navio interessante essa classe Barzan hein? Leva mais míssil anti navio que uma corveta da MB.

Luís Henrique

Eu gosto deste tipo de navio para a defesa. São navios bem mais baratos por serem bem menores e menos complexos e podem ser adquiridos e operados em maiores quantidades. Ao mesmo tempo, podem ser usados para aumentar o poder de patrulha e policiamento e também aumentam o poder dissuasório, pois possuem mísseis capazes de destruir corvetas, fragatas ou destroyers bem maiores e pesados. A MB deveria procurar um navio “semelhante”. Poderia ser baseado no Napa500BR com cerca de 500 toneladas, um radar da Bradar Saber M200, 4 ou 8 MANSUP, um canhão e algum míssil antiaéreo mais barato. A… Read more »

Esteves

Onde é a guerra?

Thiago A.

Não pessoal, a geografia ainda é o fator preminente que determina qual tática e quais meios são mais adequados para um determinado cenário. A doutrina é diferente. As FAC são excelentes meios mas dependem do contexto para que elas possam ser empregadas de maneira efetiva . Geralmente são empregadas por países localizados em mares, com costas recortadas e possivelmente repleta de relevos. O nosso não é um mar, é um oceano, vasto e aberto, sem elementos propícios ao emprego dessas embarcações que não possuem persistência nem navegabilidade suficiente para enfrentar esse tipo de cenário. Para piorar não há como aproveitar… Read more »

Luís Henrique

Faz sentido. Agradeço a contribuição. Ainda assim da para pensar em um navio maior, com maior capacidade de navegabilidade e persistência, um navio com maior tonelagem, mas ainda assim, bem mais barato que uma Fragata. As karakurt russas deslocam quase 1.000 toneladas, o Dobro da classe Barzan e possuem alcance de quase o dobro. A MB devido às características do oceano atlântico, poderia desenvolver um navio até maior que a Karakurt, com 1.500 ou 2.000 toneladas de deslocamento. Em vez de usarmos o Napa500Br como base podemos usar o Napaoc-BR de 1.800 ou 2.000 toneladas. Pois esse tipo de navio… Read more »

Franklin Apaza

As autoridades ucranianas insistem em acreditar que os Ingleses é americanos vão lhe ajudar em um hipotético conflito direto com a Rússia. hahahahah ?

Estão colocando a existência da própria Ucrânia em jogo.. ??‍♂️

Infelizmente a Ucrânia tem péssimos líderes políticos, aonde preferem agravar ainda mais a situação do que acalma-la. ??

images (3).png
Antoniokings

Talvez essa agitação política seja para disfarçar o péssimo momento econômico pelo qual passa a Ucrânia que está em estado pré-falimentar

Esteves

O discurso de Putin para a Ucrânia de hoje valerá para a Polônia amanhã. Se não houver guerra, o Ocidente verá a Ucrânia dividida e com dificuldades econômicas . Se houver guerra não sobrará muito da Ucrânia até que toda influência ocidental desapareça.

Com ou sem guerra, parece que Putin prepara o como fazer na Polônia. Quando?

Hcosta

Não me parece. Na Ucrânia me parece improvável, muito menos na Polônia.

Esteves

Vai saber.

Os russos não aceitam um ou outro na OTAN.

Bruno Vinícius

Esteves, a diferença é que a Polônia faz parte da OTAN e é praticamente impossível que os membros aceitem uma invasão russa ao território polonês sem darem uma resposta militar.

Esteves

A resposta militar pode acontecer na Ucrânia. Ou os britânicos não estariam fechando contratos militares com eles. Assim como os turcos fizeram.

Fazer ou não fazer parte da OTAN para os camaradas russos descontentes pode ser o incêndio que falta fazer na Europa.

Enquanto 100 mil soldados russos estão preparados para entrar na Ucrânia quem liga para a Polônia?

Como diz Woody Allen…até ele tem vontade de invadir a Polônia.

Bruno Vinícius

Acho difícil de acreditar que a OTAN entraria em um conflito contra a Rússia para proteger a Ucrânia, porém podem dar apoio material, tornando uma eventual invasão russa ao país uma empreitada muito mais custosa.

Last edited 7 meses atrás by Bruno Vinícius
Esteves

Hoje a Ucrânia. Amanhã Taiwan. Depois…

carcara_br

Depois fica nisso mesmo, o não…
Ninguém lembra do “mesmo”, não gera engajamento, não dá pra fazer política.

Last edited 7 meses atrás by carcara_br
Esteves

É o que mais fazem na Europa. Política.

EduardoSP

Os russos deviam se preocupar em gerar mais russos. Com aquele território todo e uma população diminuindo e envelhecendo, daqui a pouco vai ficar difícil controlar as fronteiras.

Willber Rodrigues

Seria interessante uma matéria sobre a atual marinha ucraniana, e em como esses “novos” meios iriam fortalecer a frota deles
E sobre a notícia desse ataque…suponha-mos que isso seja verdade. A maneira como a OTAN e os EUA iriam reagir sobre isso faria a China adiar ou adiantar seu ataque a Taiwan.
Qualquer resposta vista como fraca, e Taiwan saberia que ela estará por conta própria quando chegar a hora dela.

Mk48

Em 1962 , quando a URSS instalou mísseis em Cuba, os EUA espernearam (mesmo tendo instalado os seus mísseis na Turquia) quase fomos para a 3a Guerra Mundial.
.
Agora a OTAN quer instalar os seus mísseis em países fronteiriços com a Russia.
.
O que vocês querem que o Putin faça ? Que fique de braços cruzados ?

Hcosta

Seguindo o seu exemplo de Cuba, e os misseis de Kaliningrado?

Isto não é para conter uma invasão, é para manter estes países sob o seu domínio.

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas fez o primeiro lançamento do ScanEagle

O 1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas realizou o primeiro lançamento do drone ScanEagle, N-8001, na tarde de ontem...
- Advertisement -