quarta-feira, junho 29, 2022

Saab Naval

Marinha participa da inauguração da 9ª cascata de Usina de Enriquecimento Isotópico de Urânio

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, participou, no dia 26 de novembro, da cerimônia de inauguração da 9ª cascata de ultracentrífugas, presidida pelo Ministro de Estado de Minas e Energia, Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior.

A cerimônia foi realizada na Fábrica de Combustível Nuclear das Indústrias Nucleares do Brasil (INB), em Resende (RJ).

A Marinha do Brasil (MB) é responsável pela fabricação, instalação e comissionamento das cascatas de ultracentrífugas. A busca pelo domínio dessa tecnologia iniciou-se no final da década de 70, com uma parceria entre a MB e o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), possibilitando o início do desenvolvimento da tecnologia de ultracentrifugação.

Em 2000, foi assinado um contrato de fornecimento de sistemas de separação isotópica entre a MB e a INB, contemplando a fabricação e a instalação de dez cascatas para enriquecimento de urânio.

A nova cascata possibilitará um aumento na produção de urânio enriquecido para as Usinas Nucleares de Angra I e II. O comissionamento em destaque consolida a tecnologia desenvolvida na Marinha do Brasil e contribuirá para uma maior independência do País no que diz respeito à aquisição desse insumo estratégico.

FONTE: Marinha do Brasil

NOTA DA REDAÇÃO: Para saber mais sobre o processo Enriquecimento Isotópico de Urânio, baixe esta apresentação da INB.

- Advertisement -

49 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
49 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
horatio nelson

é uma otima noticia talvez a melhor do ano, nota-se que a mb está enriquecendo a 35% ou seja podemos fazer uma arma nuclear quando quisermos…se é q já não deve existir algum projeto ”paralelo” impulsionado pelo nosso querido pr! o dificil é chegar nos 20%…apartir dos 20% pra bomba é um pulo, já não é mais dificil!

Camargoer.

Caro Horario. A fábrica de Resende está produzindo combustível para as usinas nucleares com teor de enriquecimento da ordem de 5% de 235-U. O número +35% é o valor agregado ao produto.

Salim

Está prdoação ainda e insuficiente abastecer angra 1 e 2, continuamos comprando do Canadá E uma ótima notícia, porem precisamos acelerar em muito nossa capacidade produção e acabar angra 3.

Camargoer.

Ola Salim. Concordo com você. A fábrica de combustíveis de Resende precisa ser ampliada para o país se tornar autossuficiente em combustível nuclear. Também acho necessário concluir Angra 3 porque a vida útil do reator de Angra 1 está chegando ao fim.

Allan Lemos

A fabricação de um artefato nuclear é relativamente fácil, é até provável que nós já o tenhamos feito no passado, no âmbito do programa nuclear paralelo, visto que o túnel na Serra do Cachimbo já estava pronto.

Por outro lado o mais difícil é miniaturizar esse artefato e desenvolver o foguete e suas tecnologias adjacentes(veículo de reentrada, sistema de navegação e etc). Mas estamos a décadas de desenvolvê-las, infelizmente, a menos que haja um esforço hercúleo e um investimento gigantesco para alcançá-las.

Fernando Vieira

O Brasil é signatário de tratados que impedem de fazê-lo. Essa fábrica de combustível nuclear é constantemente monitorada e seria muito difícil desviar algum equipamento para enriquecer urânio a taxas maiores sem que ninguém perceba, afinal as organizações internacionais que monitoram essas atividades não são o Coaf e urânio enriquecido não anda em envelopes de bancos nem é encontrado em lojas de chocolate (Emmet Brown dizia que venderiam em farmácias, mas ele errou). Mas de fato o Brasil poderia mesmo produzir uma bomba nuclear e nem é difícil. Como um colega disse logo abaixo o problema é fazer o veículo… Read more »

Jadson S. Cabral

Meus deus kkkkkkkk tinha que ser defensor do micto. Não sabe ler, não consegue interpretar uma imagem, não faz a menor ideia do que tá falando

Renato de Almeida

kkkkkkkkkkkkk
muuuuuuuu!!!!

lucas

avante Brasil.

Marco Eu

É irônico pensar que, enquanto países da Europa como Françana europa e na América, os EUA, estão de olhos gordos na Amazônia, o Brasil, passivamente fica só olhando e ouvindo essas ameaças sem desenvolver um dissuasor nuclear. E o mais irônico ainda é que países com um viés de esquerda como a China e a Rússia , não ficam metendo o malho no Brasil no que se refere a Amazônia. É claro que alguns vão dizer que eles poluem mais do que o Brasil e têm “o telhado de vidro” e não podem cobrar do Brasil que não usem a… Read more »

fewoz

1. Então você quer que o Brasil desenvolva armamentos nucleares? Tem ideia das consequências disso?

2. China e Rússia têm “viés” de esquerda?

3. O que tem a ver orientação política com desenvolvimento nacional? Há diversos exemplos de países que se desenvolveram com as mais variadas formas de governo. Inclusive, se quer mesmo o Brasil um pouco mais soberano, teria que apoiar governos mais à esquerda, pois apenas estes acreditam no Estado como força indutora no desenvolvimento de um país.

Allan Lemos

. Então você quer que o Brasil desenvolva armamentos nucleares? Tem ideia das consequências disso?

Qualquer consequência não pode ser menor do que a perda da soberania da Amazônia, que é o que acontecerá se não tivermos armas nucleares.

fewoz

Na internet tudo é possível, Allan. Lá fora, o mundo real é muito diferente. Se a economia já está péssima atualmente, imagine com tantas sanções que o Brasil sofreria. Isso sem contar na desconfiança gerada entre nossos vizinhos, além da pressão vinda das potências nucleares. O país só tem a perder com isso. Como se não tivesse problemas maiores e muito mais graves dentro de seu próprio território…

Allan Lemos

Cara, o Brasil tem que se preocupar é consigo mesmo em primeiro lugar, não com os vizinhos.

fewoz

Se fosse tão fácil assim, o Brasil e dezenas de países mundo afora já teriam nukes há muito tempo. É muita ingenuidade de alguns por aqui. Se essas ideias viessem de leitores do G1, eu até entenderia, mas a maioria que comenta aqui é leitor assíduo do site. É inacreditável que não entendam as consequências geopolíticas de uma decisão tão extrema como essa. Se os EUA já agiram naquela pequena parceria com a Ucrânia na joint-venture da ACS, imagine o que não fariam se existisse qualquer suspeita de desenvolvimento de armas nucleares… E não apenas eles, mas também todas as… Read more »

Allan Lemos

É por causa desse pensamento covarde que o Brasil jamais será uma grande nação. Veja se a Rússia está preocupada em ficar isolada internacionalmente, veja se Israel está preocupado com o que os outros pensam.

Grandes nações fazem o que tem que fazer. Se preocupar com o que os outros acham ou deixam de achar é coisa de covarde. Infelizmente, essa é a postura que o nosso país adota, mas quando a Amazônia for fatiada entre as potências, pessoas como você, que defendem essa postura vergonhosa de subserviência, serão as primeiras a lamentar.

Nascimento

Enquanto não levarmos uma boa sova de alguém grande mas GRANDE MESMO e todo mundo aqui descobrir o problema que é perder uma guerra em casa e as consequentes desgraças que isso traz podem esquecer, não rola, vai ser o de sempre, compra uma coisinha aqui, outra ali (sempre que possível de segunda mão) e vai se contentando em deixar a vizinhança de bola baixa e “insurgentes internos” com medo, porque para muito mais que isso não dá nem vai dar tão cedo, e em Sete de Setembro do ano que vem a História disso completa dois séculos.

fewoz

Eu gostaria de concordar com você e ir além: que o Brasil, a exemplo da Coreia do Norte (país sem “covardes”, segundo sua lógica), deveria investir em torno de 20% de seu PIB em Defesa, mas o mundo real me diz que isso simplesmente não é possível, pois as Forças Armadas mal têm dinheiro pra comprar papel higiênico e que o país tem necessidades (essas sim, realmente urgentes) como péssima infra-estrutura, falta de saneamento básico, ensino básico deficiente, indústria decadente, burocracia soviética, problemas de meio-ambiente, etc, etc, etc. Não vou entrar neste papo ufanista sem sentido. Você não consegue entender… Read more »

Allan Lemos

“Aqueles que escolhem desistir da liberdade essencial em troca de segurança temporária não merece nem liberdade e nem segurança.”

Benjamin Franklin

Nascimento

Não haverão embargos de investimentos, até porque isso seria jogar o Brasil pro colo da China, fora que atrapalharia uma grande parte do empresariado americano e europeu, que são boa parte dos investidores de fora. A questão mesmo são embargos e sanções quanto a exportação, principalmente o Agronegócio. A UE tenta de toda forma achar uma brecha pra poder embargar o maior concorrente deles, que não conseguem enfrentar na seara da qualidade e agora é construída uma narrativa acerca da Amazônia. Tentaram o mesmo contra a África do Sul e a Índia e evidentemente não deu certo. (E não atrapalhou… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Nascimento
fewoz

1. “A UE tenta de toda forma achar uma brecha pra poder embargar o maior concorrente deles, que não conseguem enfrentar na seara da qualidade e agora é construída uma narrativa acerca da Amazônia.” R: Não consegue enfrentar na seara da qualidade? Qualquer um que viva fora do Brasil sabe que não tem como comparar alimentos brasileiros (estes, cheios de agrotóxicos) com europeus (que também têm agrotóxicos, mas também com alimentos orgânicos muito popularizados). Aqui na Europa come-se bem e barato. No Brasil, mesmo sendo classe média, come-se muito mal. Acho que você confundiu qualidade com quantidade. Nesta sim, o… Read more »

Nascimento

Argumentos de falsa analogia. Os chilenos e australianos se alimentam melhor do que o brasileiro médio, mas isso não significa que eles sejam referência em produtividade agrícola e de pecuária, muito triste ver um argumento baixo desse nível, além da falácia do espantalho usada de 20% do PIB que o Allan sequer falou. Outro argumento de falsa analogia usado. Diversos países fazem embargos a produtos, a China fez embargo ao minério australiano e enfrentou sérios problemas devido a isso, numa relação cliente-ofertador a vantagem do cliente varia conforme a quantidade de ofertadores, os EUA e nem a Europa conseguiriam substituir… Read more »

fewoz

Mais triste é a falta de interpretação básica de texto. Eu disse qualidade. Nem cheguei a mencionar produtividade. A propósito, o embargo chinês à carne brasileira continua…

Falando nisso, de que adianta o Brasil ter tanta produtividade, se ainda produz tantos produtos de baixa qualidade e o povo ainda busca ossos para comer? De acordo com o Global Food Security Index de 2019, o Brasil estava na posição 39 e a China, 35. Países europeus dominam as primeiras posições.

Nascimento

Não adianta ter qualidade de produto se é dependente de outros produtores. Falácia do espantalho, o que a qualidade do produto interfere naquilo que eu falei? Seus pontos levantados são inúteis pra discussão. Um acre aqui produz mais do que na Europa, e nós vendemos mais produtos do que eles inclusive. Você esta falando de coisas irrelevantes na questão, não provou que somos dependentes da China e que a África será mais importante que o Brasil pra China. Logo esta refutado. A questão é: O Brasil é muito importante pra China, logo ser embargado afetaria diretamente a ela, fim. O… Read more »

João Fonseca

Fewoz tem razão. Passei um tempo na zoropa e toda semana ia ao supermercado. Comida boa e barata. Até castanha de caju era melhor e mais barata que essa porcaria vendida no Brasil. Eu comprava castanha premium a 11€/kg, enquanto aqui a de 3ª qualidade estava a 15€/kg. Simplesmente envergonhado, comi os 2 kg de castanha bichada que comprei para dar de presente. Isso fora iogurtes, frutas não brasileiras, queijos, chocolates. Tudo bom e barato para europeus.

marcus

Isso aqui está coalhado de BolsoBurros.

fewoz

Verdade, mas felizmente vem mudando, Marcus. Forma geral, eu tendo mais à centro-esquerda, mas não tenho problema nenhum com quem pensa mais à direita. O problema é quando o pensamento é descolado da realidade e sem qualquer pragmatismo.

fewoz

Bom, retiro o que disse. Pelo visto, não vem mudando, não hahahaha.

Camargoer.

Olá Fewoz. Você tem razão. O debate político é sadio e necessário. O fato de uma pessoa defender ideias á direita ou á esquerda nada tem a ver com caráter ou inteligência. O problema é quando o debate deixa de ser feito sobre ideias e se torna uma questão pessoal, baseado em ofensas e ataques pessoais.

Michel

Exatamente. Algumas pessoas (muitas) ainda não perceberam que o Brasil caminha a passos largos para se tornar uma espécie de nação – empresa privada; e com capital majoritariamente estrangeiro.

Qual o valor de um país onde todas as frentes estratégicas de desenvolvimento e soberania nacionais foram ou estão em vias de ser privatizadas?

Energia, fornecimento de água, comunicações e linhas férreas. Praticamente tudo já é estrangeiro.

Em caso de vir a acontecer uma contenda, bastaria ao Estado invasor comunicar às empresas de seu país de origem (donas do Brasil) quais “botões pressionar”.

E pronto. Acabou a guerra.

Last edited 6 meses atrás by Michel
Fernando Vieira

Esses serviços foram estatais por anos. Você já estava nesse planeta na época da Telerj? Uma linha telefônica custava 5000 Reais em valores da época, você tinha até que declarar no imposto de renda (se você quiser pode fazer até hoje, o programa permite). Se você não tinha telefone, entrava na fila do plano de expansão que não saía nunca e quando saía sempre um pessoal da Telerj ou parentes eram contemplados e ficavam com duas, três linhas que alugavam. Quando chegaram os celulares e depois a internet, essas companhias estatais não tinham condições de operar. O fato de podermos… Read more »

Camargoer.

Caro Marco. É um erro confundir a ex-URSS com a atual Rússia de Putin. O regime russo tem características o colocam como sendo de direita.

Allan Lemos

Nada disso. É equivocado tentar aplicar essa visão de política ocidental(esquerda, direita) ao Putin.

Ele é como o Batman “Eu sou o que Gotham(a Rússia) precisar que eu seja”.

Régis

Pois é, seria exatamente algo assim.

Pena que não exista um líder brasileiro deste tipo.

Allan Lemos

De fato, se o Brasil tivesse um Putin, seria no mínimo top 5 mundial em termos de economia e poder militar.

fewoz

Claro, claro… e além disso você provavelmente estaria na cadeia ou seria envenenado por ser opositor…

Allan Lemos

É tão engraçado ver ocidentais tentando aplicar as ideias de democracia daqui à Rússia.

Meu caro, se você acha que Putin é um ditador malvado igual àqueles generais da África, você não poderia estar mais errado.

Putin simplesmente tirou a Rússia da beira do precipício e é o melhor líder russo desde Alexandre II.

A maioria do povo russo sabe que ele foi a melhor coisa que aconteceu para a Rússia em tempos recentes e vão agradecer à Deus se ele continuar no poder por mais algumas décadas.

João Fonseca

Tenho uma boa percepção do Putin no comando da Rússia e particularmente no cenário geopolítico mundial. Isso não significa que eu aprove qualquer eventual desmando que ele possa vir a praticar. Até onde consigo ver, a Rússia é um país forte, ainda mais se considerarmos que enfrenta sansões econômicas há vários anos. Aliás, a Rússia sempre foi uma referência mundial pelos seus feitos históricos, sociais, econômicos, artísticos, militares, científicos e tecnológicos. No frigir dos ovos, não acredito que o “sistema russo” seja pior que o brasileiro… A questão não é exatamente isso de “Esquerda versus Direita”, pois maus exemplos os… Read more »

Camargoer.

Caro Allan. A democracia moderna se assenta sobre cinco princípios. Um Estado de direito, Liberdade de organização política, Soberania popular, Defesa dos direitos humanos e Preservação ambiental. É bastante claro que existe pouca liberdade de organização política na Russia e problemas em torno do respeito aos direitos humanos.

Allan Lemos

Como eu disse, Camargoer, é equivocado achar que o que se aplica no Ocidente, deve se aplicar à Rússia. O que funciona para nós, não vai funcionar para eles e o que funciona para eles não vai funcionar para nós. Não devemos criticar o sistema político russo, sendo que eles estão melhores do que nós, que vivemos em uma democracia, na verdade eles estão melhores do que a maioria das democracias. No mais, não há problemas a respeito dos direitos humanos na Rússia, o que há é a defesa dos valores tradicionais. Putin simplesmente protege a Rússia daquilo que hoje… Read more »

Camargoer.

Caro Allan. A concepção esquerda-direita surgiu durante a revolução francesa para diferenciar os girondinos (que defendiam uma monarquia constitucional) dos jabobinos (que defendiam uma república), ambos grupos burgueses. Ao longo dos tempos, os conceitos esquerda-direita se alargaram para acomodar uma disputa entre a burguesia, que defendia a manutenção do status quo, e o proletariado, que defendia uma mudança na estrutura social. Com a queda do muro de Berlin, muita gente passou a defender que a disputa direita-esquerda havia perdido sentido em função do colapso do bloco soviético, na esteira de Fukuyama. No mesmo período, Bobbio defendeu que o conceito direita-esquerda… Read more »

Camargoer.

Corrigindo.. é O erro em imaginar que o conceito de esquerda-direita se tornou obsoleto é confundi-lo com disputa democracia-ditatura ou com a disputa liberdade-autoridade.

Salim

EsSá percepção de que países estão de olho Amazônia e meio furada. O que ocorre e que nos mesmos deveríamos preservar a Amazônia pois nosso maior produto de venda e o agronegócio, que depende totalmente clima. Bomba atômica sem vetor ataque e meio sem nexo, iríamos jogar bomba aonde!?!?!? Implodir Amazônia, Atlântico, ameaçar Argentina?!?!! Precisamos sim e um modelo sustentável de aumentar presença brasileira e de brasileiros Amazônia sem destruir eco sistema tão importante para nós. O resto e conversa engana troxa.Polos turísticos, casinos, pesca esportiva, safari observação, manejamento sustentável florestas, etc….Acabar zona França e aumentar produção industrial. Isto sim… Read more »

fewoz

Salim, você fez um bom resumo. A paranóia de muitos (que compartilho em partes) com relação à Amazônia é exagerada.

Se o Brasil quiser dar exemplo, deveria ser o primeiro a cuidar dela, mas as ações, ou melhor, a falta delas com relação à proteção da Amazônia podem gerar ainda mais desculpas para possíveis embargos por parte de americanos e europeus. E não sem razão. Se dependesse de muitos que comentam por aqui, a Amazônia virava pasto. Consciência ambiental zero. E eu ainda tentei mencionar alimentação orgânica em um comentário… se calhar alguns nem sabem o que isso significa…

Allan Lemos

Furada?

“Os brasileiros precisam entender que eles têm uma soberania relativa sobre a Amazônia” Al Gore

Já ouviu falar no aquífero Alter do Chão? Acha que ninguém está de olho naquilo e nas outras riquezas da floresta? O que você acha que estava por trás daquela proposta de corredor triplo A?

Mas tudo bem, continuem com essa postura de São Tomé, quando perceberem estarão vendo a Amazônia ser esfacelada e dividida entre as potências assim como a África foi.

Bispo

Vi que o post de nuclear “descambou” para político.

É fato , o maior problema do BR é caráter, nossos políticos, incluindo o atual presidente, são CORRUPTOS, seja na intenção, seja na ação.

A preocupação de nossos gestores é com o próprio umbigo, querem o poder e se perpetuar no mesmo, se fazem algo de bom para o país é unicamente visando ganhos pessoais.

Vou além , militar corrupto, deveria ser fuzilado, crime de traição à pátria.

Camargoer.

Caro Bispo. Um corrupto deve ser punido no rigor da lei. É um erro dizer que existem políticos corruptos, juízes corruptos, militares corruptos, empresários corruptos. São apenas corruptos. Felizmente, são a minoria. Achar que os problemas do país são consequência da corrupção serve para esconder as causas reais.

João Fonseca

Você tem razão, Bispo, derrapamos um pouco para a tal “política”… Isso talvez porque alguns tenham expressado ideias um pouco radicais… Em todo caso, acho importante o Brasil dominar o “ciclo nuclear”, mais por uma questão de soberania técnico-científica do que militar. Não sei se seria bom negócio desenvolver “a bomba”, vejo nisso mais problemas que soluções, mais desvantagens que vantagens. Mas, sem dúvidas, sem uma capacidade de “dissuasão nuclear”, ficaríamos um tanto vulneráveis aos malucos que existem neste planeta. E eles estão cheios de mísseis… De qualquer maneira, ainda apostando mais na Paz que na Guerra, é bom saber… Read more »

Last edited 6 meses atrás by João Fonseca
Camargoer.

Olá João. Na década de 80, ainda sob o regime militar, os EUA ameaçaram boicotar o fornecimento de combustível nuclear para Angra I. Portanto, a tecnologia para enriquecimento de urânio é muito mais complexa do que a ideia de fazer uma bomba de U235. Aliás, é muito mais simples construir um reator de pesquisa para produzir plutônio em escala para fazer uma bomba nuclear do que enriquecer U235 em níveis de 90% para fazer uma bomba.

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas fez o primeiro lançamento do ScanEagle

O 1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas realizou o primeiro lançamento do drone ScanEagle, N-8001, na tarde de ontem...
- Advertisement -