segunda-feira, agosto 15, 2022

Saab Naval

Enquanto isso, em que pé está o MANSUP?

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

ARTE DE ABERTURA: Leonardo Jones M. R. C. Medeiros


Os recentes acontecimentos da Guerra na Ucrânia, com o afundamento do cruzador russo Moskva e a alegação, pela Ucrânia, de que o navio foi atingido por mísseis ucranianos Neptun (Netuno), tem levado vários leitores do Poder Naval a perguntarem como está o desenvolvimento do míssil antinavio brasileiro MANSUP.

A última notícia publicada aqui no site, que vem acompanhando as informações sobre o míssil desde o início com dezenas de matérias, é de novembro de 2021 (cerca de quatro meses e meio atrás). Foi quando o Diário Oficial da União informou a contratação da Fundação Ezute, que já vinha trabalhando em etapa anterior do desenvolvimento do MANSUP, para “gerenciamento complementar do desenvolvimento e fabricação do lote piloto”. Clique aqui para acessar.

Mansup no estande da SIATT, em 2017

Em 27 de janeiro deste ano a Ezute publicou, em seu site, nota trazendo mais detalhes sobre esta que é a Etapa 3 do desenvolvimento do míssil, agora já voltada para os processos de industrialização. Ainda que datado de janeiro, o texto aparentemente foi escrito ao final de 2021, pois fala que a “Fundação Ezute está chegando ao final de 2021 com boas notícias”.

Leia a nota completa da Ezute a seguir e clique aqui para acessar dezenas de notícias anteriores sobre o MANSUP publicadas no Poder Naval.

FUNDAÇÃO EZUTE PARTICIPARÁ DA ETAPA 3 DO PROGRAMA MANSUP

  • Etapa atual consiste na “produtação” dos protótipos desenvolvidos na Etapa anterior e na fabricação do lote piloto do Míssil Antinavio Nacional de Superfície.
  •  Ezute prestará Serviços Técnicos Profissionais Especializados de Gerenciamento Complementar para o desenvolvimento do “Lote Cabeça de Série”.

A Fundação Ezute está chegando ao final de 2021 com boas notícias, comemorando a sua contratação para continuar atuando no desenvolvimento do primeiro Míssil Antinavio Nacional de Superfície, o MANSUP, da Marinha do Brasil.

Desde 2010, quando se iniciou a Etapa 2, a Fundação Ezute atua no Programa MANSUP, que compreende o desenvolvimento de um míssil superfície-superfície, projetado para realizar voos do tipo “sea skimming”, a ser utilizado nos navios da MB. Trata-se de um projeto complexo e multidisciplinar, com elevado conteúdo tecnológico, que reúne uma série de empresas da área de defesa. Devido ao seu caráter inovador, o MANSUP colocará o Brasil em um novo patamar de independência tecnológica.

A atuação da Ezute nas etapas já realizadas do projeto se deu por meio da integração e coordenação do trabalho das organizações e empresas contratadas para desenvolver a tecnologia deste míssil inteligente.

A equipe multidisciplinar da Fundação Ezute atuou, tanto nas atividades técnicas de engenharia de sistemas como gerenciais, implementando a gestão complementar em apoio à Marinha e também coordenando a realização das atividades de engenharia de sistemas correspondentes.

“Na Etapa 1, a empresa AVIBRAS desenvolveu os motores do míssil. Na Etapa 2, as empresas Omnisys, SIATT e AVIBRAS, juntamente com a Fundação Ezute, foram responsáveis pelo desenvolvimento e fabricação dos protótipos do míssil. Estas mesmas empresas e organizações participarão da implementação da Etapa 3”, explica o Diretor de Mercado Defesa & Espacial da Fundação Ezute, Carlos Eduardo de Almeida Jr.

Os protótipos do MANSUP foram produzidos e testados com sucesso ao final da Etapa 2, indicando que estão dominados os conhecimentos e tecnologias necessários para produção do míssil no Brasil. Os testes dos protótipos foram realizados no final de 2018 e no primeiro semestre de 2019.

Situação atual

Na Etapa atual, o escopo do trabalho da Ezute consiste na prestação de Serviços Técnicos Profissionais Especializados de Gerenciamento Complementar para o desenvolvimento e fabricação do lote piloto do Míssil Antinavio Nacional de Superfície.

De acordo com o Diretor, de maneira geral, o escopo da Etapa 3 compreende o desenvolvimento dos processos e preparação da infraestrutura para a industrialização; a produção do míssil e produção de um Lote Cabeça de Série; a qualificação do produto; a preparação para a comercialização e o planejamento da validação do conceito operacional do MANSUP.

“Em decorrência do início da Etapa de Produção do Lote Cabeça de Série (Etapa 3), a MB necessita celebrar novos contratos com as empresas que participarão do programa e acompanhar a produção e qualificação das partes e dos mísseis montados. Para isso, deve continuar contando com o apoio da Gerenciadora Complementar”, afirma o Diretor.

Sobre a Etapa 3

 Chamada de Produtação e Qualificação do míssil, essa etapa consistirá na Produção do Lote Cabeça de Série, que compreende a fabricação, montagem e testes de verificação e validação de todo o Sistema MANSUP (Míssil, Casulo, Contêiner de Transporte, Sistema de Telemetria, Console Lançador e Cabeça de Combate). A Etapa 3 compreende também o Desenvolvimento dos Processos de Fabricação, Catalogação, Certificação, a Preparação para a Validação do Conceito Operacional do MANSUP e o Planejamento do Apoio Logístico para a sua comercialização em escala.

“A complexidade, interação, volume de informações, simultaneidade, fiscalização e controles a serem empregados na produção que se tem em vista pode resultar em um esforço de gestão condizente com um projeto de alta complexidade, razão pela qual a Ezute apoiará a Diretoria de Sistemas de Armas da Marinha (DSAM), para complementar o gerenciamento de aspectos específicos desta empreitada”,diz Carlos Eduardo.

A Etapa 3 do programa, iniciada em 2019, deve se estender por 6 anos, período em que serão consolidadas as versões industrializáveis dos sistemas e componentes do míssil. Serão realizados todos os ensaios de qualificação destinados a demonstrar o atendimento pelo míssil e seus componentes, dos requisitos de projeto. Está previsto o lançamento de 10 protótipos como parte do processo de qualificação.

 

- Advertisement -

236 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

236 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MIB

A passos de tartaruga, afinal se estourar uma guerra é só lancar viag#@ e próteses peni@n@$ contra o inimigo

Airton

Não podemos comprometer o orçamento dedicado aos consolos de borracha

Esteves

Não colabora com o debate.

Plinio Carvalho

O que não colabora com o debate é passar pano pra coisa errada só pq gostamos da instituição. Não é de hoje que as forças armadas tem pego um orçamento que já é minguado e torrado em coisas inúteis, lamentável. Infelizmente na republica brasileira o desrespeito com a coisa publica, com o dinheiro do povo é a regra.

Last edited 3 meses atrás by Plinio Carvalho
Luís Henrique

Os militares pagam 3,5% do salário para o plano de saúde. O plano de saúde tem que atender. Fim de papo. Sempre foi assim. Só porque agora o presidente da República é um militar reformado e colocou vários militares em cargos de confiança, fica essa perseguição ridícula.
Vai catar coquinho na descida.

Lyw

Plano de saúde tem obrigação de fornecer “medicamentos” e próteses desde quando? O teu plano de saúde fornece? O único plano de saúde que fornece medicação gratuita é o SUS, só que o Viagra não faz parte do receituário!

Mas concordo que é um assunto que não cabe nesse post, já a passada de pano não deveria caber em lugar algum!

Antonio Cançado

Não se trata de perseguição, mas de indignação.
E não é porquê sempre foi assim, errado assim, que vai ter que continuar a ser.
Plano de saúde não cobre viagra, prótese peniana ou lubrificante íntimo, isso é canalhice.

Sou patriota mas não sou cego

Se a verba pro viagra e próteses penianas saíssem do plano de saúde, ok. Não saiu. Foi desviada de orçamento de defesa com outra finalidade. Desvio de dinheiro público pra benefício particular de alguns militares. Na mesma toada a FAB desviou verbas da saúde e combate à pandemia pra gastar sabe-se lá no que na Europa e EUA. Compraram um “voador”? Governos anteriores compraram Scorpene, Leonardo e Gripen. O atual compra a lealdade das FFAA com viagra, leite condensado e picanha.

Sensato

Não se trata de defender coisa errada ou certa. Se trata de ter um mínimo de lógica e honestidade intelectual. Parte do foi citado não foi comprado, apenas licitado. Do que foi comprado, até que ponto as pessoas sabem se as compras são plausíveis ou não? Mais importante, os valores que eventualmente foram gastos, de fato comprometem realmente alguma coisa? Não sou isento de críticas aos militares, acho, por exemplo: Que a compra, pela MB, dos Traders e a insistência no uso dos A4, não se justificam e drenam recursos Que deveria existir um esforço coordenado do governo em buscar… Read more »

Antonio Cançado

Vc tem toda razão, mas ainda têm os fanáticos que defendem o quê lhes interessa ou agrada, e passam pano pro que tá errado, dane-se…
Não à toa estamos tendo que escolher entre dois pilantras pra ver quem vai ferrar mais ainda o país de 2023 a 2026…

João Vitor

Borracha não, silicone, mais respeito com as próteses dos “Helenos”.

Foxtrot

Vai rolar o “churrasco das linguiças” nos quartéis.
Entendeu 😅😅

Foxtrot

Correção: Festa das linguiças .

Toni

O calote que o Brasil levou da Venezuela e teve que pagar como fiador, dava para concluir o Mansup?

Jefferson Ferreira

Prioridade, prioridades!! Quem é louco de trocar viagra, picanha, leite condesado e prótese peniana por armamento ???? Nossas forças armadas estão muito a frente das outras!!

Pablo Maroka

é porque querem endurecer para uma suposta invasão

Esteves

Não colabora com o debate.

Joe

O MANSUP anda muito bem. Foi aquele que errou o alvo e ninguém achava que destruiu o navio russo. Mais um lamentável caso de míssil perdido afetando “inocentes”.

J R

e pobre de quem criticou isso na época, foi massacrado pelos fãboys.

Rafa

Numa guerra, vc tem que entrar pra meter o p@u.

Grifon Eagle

O Mansup anda muito bem, e está sendo bem desenvolvido.

Last edited 3 meses atrás by Grifon Eagle
Thrash Metal

“Etapa 3 do programa iniciada em 2019, deve se estender por 6 anos”

Aguardaremos e esperamos não ter influência política negativa no desenvolvimento do projeto, caso ocorra uma tragédia nas eleições e a esquerda volte ao poder.

Thrash Metal

Ok, ok.

Lewandowski

ok, ok… Mas e os comentários do pessoal do ‘leite condensando, viagra e etecéteras”, que, apesar de concordar em partes, mas tbm não qualifica em nada o debate? Não vejo a mesma postura com essa gente.
.
Sds

Allan Lemos

É lógico que qualifica o debate. Afinal de contas, a razão que faz com que esse projeto(bem como o MTC300, SubNuc e etc) caminhe a passos de tartaruga é justamente o “leite condensado, Viagra e etecéteras”. O espaço para críticas deveria ser este, já que fora daqui, pouquíssimas pessoas se interessam pelo tema militar. Mas por quê criticar quando se pode passar pano, não é? O interessante é que nos EUA, maior democracia do mundo, parte do debate político sempre envolve questões de defesa, mas aqui acham que são coisas separadas e que uma não influencia a outra. “Política e… Read more »

Luís Henrique

As forças armadas compram comida, incluindo leite condensado há décadas e décadas. E também compram próteses e medicamentos há décadas e décadas porque os militares PAGAM um sistema de saúde próprio e portanto possuem o DIREITO de receber os tratamentos, assim como se o sr. Paga um convênio médico também vai querer ser atendido e medicado. Eles pagam acho que é 3,5% do salário para isso. O que enche o saco é que os debates técnicos estão minguados, é toda hora repetindo as últimas críticas que foram indornadas na globo, na Folha e no UOL. Todas mídias que perderam a… Read more »

MIB

Faz sentido, outro dia comprei R$ 500,00 de ações de uma multinacional, o que me faz dono dela, vou exigir que me comprem um carro novo, nada mais justo, sou do corpo de acionistas.

Sensato

“Afinal de contas, a razão que faz com que esse projeto(bem como o MTC300, SubNuc e etc) caminhe a passos de tartaruga é justamente o “leite condensado, Viagra e etecéteras”.”

Não, não é e você sabe disso.

De Luca, Vicente Roberto

Allan Lemos, o que afeta negativamente o debate é a desinformação, o desconhecimento do tema, a desconstrução do diálogo. Vamos ao esclarecimento do que vc colocou: (1)os Planos de Saúde Militares são financiados pelos seus associados. Assim, poderiam adquirir o que quisessem, do pinico à bomba nuclear. Só não o fazem porque estão sob a égide de regras e administrados consoante os interesses da massa de assistidos. Aliás, vc não vê na mídia notícias desabonadoras a respeitos da assistência médica nas Forças Armadas. Faço-lhe um convite: adentre num nosocômio do SUS e no Marcílio Dias, por exemplo; veja a diferença… Read more »

Henrique

Fernando, aproveitando, há diversos sites que estão mostrando uma foto do Moskva com avarias após a suposta explosão ou “alvejamento” por misseis. Seria interessante conseguirmos mais informações… Photo of Cruiser Moskva After Being Hit, But Before Sinking, Emerges – Santa Monica Observer (smobserved.com).

comment image

A impressão que dá é de dois hits, um a meia nau e outro mais perto da popa entre o helidec e superestrutura e mais uns cinco pontos menores que podem, de fato, terem sido de ataques por drone como distração. Enfim, boas teorias para o debate.
Abraço,

Last edited 3 meses atrás by Henrique
Farias

Alguém poderia me informar, por favor, quando que o projeto do MANSUP foi revelado ao público?

Antonio Neto

Tenho esperança que a recente compra de Viagra, pelas forças armadas, possa ser utilizada para “levantar” o Mansup.

Airton

Hahahahaha

Heinz Guderian

A compra de sildenafila, até tem justificativa, pois é utilizado em tratamento de hipertensão e doenças pulmonares.
Agora as próteses, não tem xadrez 4d que de jeito, absurdo mesmo.
Espero que o TCU investigue todas essas compras, na verdade seria muito bom se o TCU investigasse a “fino” tudo que é gasto pelos ministérios.

Bosco

Heinz, Eu não estou muito por dentro desse assunto mas o SUS realiza cirurgia de instalação de prótese peniana e o sistema de saúde próprio das FAs deve fazê-lo também. Em sendo diagnosticado que há uma disfunção erétil grave em um segurado e que a solução é a intervenção cirúrgica passa a ser direito do dito cujo. Não gostam disso? Lutem por um Estado que não forneça tratamento de saúde para os cidadãos. Eu acho que é direito do cidadão ser tratado pelo Estado e acho dever do Estado fazê-lo. Agora, se a compra foi superfaturada, não estava prevista no… Read more »

André Macedo

Exato, apesar das piadas serem engraçadas e da necessidade de fiscalização inerente a tudo que é público, tanto o medicamento quanto a prótese são itens médicos, afinal.
Teve um fuzuê por causa do lubrificante também, mas é um item padrão e essencial na ginecologia.

Carlos

Cada um que compre com seu Dinheiro , faça uma rifa ou quermesse sei lá o que ,mas o ESTADO não pode comprar prótese peniana pra Ninguém Não

Bosco

Carlos,
O SUS faz cirurgia de transexualização.

Chevalier

O que está errado. Não é pq passou uma lei para cirurgia rolha que está certo.

Carlos

Comprovada que não tem condições financeiras, o SUS faz sim.

,

Last edited 3 meses atrás by Carlos
Luís Henrique

Caro Carlos. Os militares possuem um sistema de saúde próprio devido aos lugares que são obrigados a viver, muitas vezes distantes de grandes cidades, etc. Mas eles PAGAM por isso, se não me engano são 3,5% de desconto no salário para pagar por esse sistema de saúde, é equivalente à um plano de saúde. Claro que as grandes mídias não informam essas coisas quando estão criticando para ver se derrubam o governo. Mas assim como eu tenho direito à próteses e demais tratamentos porque pago um plano de saúde particular e até mesmo quem depende do SUS também deve ter… Read more »

João Vitor

Eu topo pagar por uma prótese peniana para um paciente em idade sexualmente ativa que tenha alguma condição clínica que o limite nisso, aí vejo importância e compreendo a necessidade, agora eu é que não quero pagar 60 mil pra por prótese inflável num cidadão idoso, aí é um descalabro.

André Macedo

Mas ele não negou que possa haver superfaturamento ou irresponsabilidade, ele só rebateu críticas que levam em conta APENAS os itens citados.

Leandro Costa

Existe inclusive uma condição médica chamada ‘fratura peniana’ e isso pode acontecer com qualquer idade. Não se trata de diversão, mas sim de corrigir um problema médico que pode sim ser uma porcaria para uma pessoa idosa. Em questões médicas eu realmente recomendo consultar algum médico que possa dar melhores informações para pelo menos embasar melhor as críticas.

Paulo

Tudo bem.

Mas que o militar gaste do seu soldo para resolver o seu problema e não do dinheiro de impostos da população.

Luís Henrique

Caro Paulo, os militares pagam todo mês 3,5% do seu soldo para ter direito à esse plano de saúde.

João Vitor

Me refiro a instalar uma prótese num idoso por conta meramente da impotência advinda com a idade e inerente a toda a população masculina em algum momento, isso, portanto, não seria uma condição especial que justificasse o tratamento custeado. Havendo excepcionalidade no caso aí eu defendo como qualquer outro procedimento médico. Espero ter deixado claro.

Robert Smith

João espera completar 65 anos ai você me diz se ainda pensa assim…. 🙂

Jadson S. Cabral

E o remédio pra calvice, como explica??? O SUS tbm deve fornecer minoxidil???
Meu deus, é piada pronta. Os caras compram viagra, prótese peniana e remédio pra calvice. É o kit velho brocha e vocês ainda tentam justificar… e outra, a gramatura do “viagra” que se usa no tratamento cardíaco é diferente da que se usa para disfunção erétil.
É como se diz, por que vou me conformar com 60% se eu posso fazer 100%, não é mesmo?!

Sensato

O que li na imprensa foi que a quantidade LICITADA foi de 35300 comprimidos a R$1,50 totalizando R$52.950, se tivessem sido comprados, algo que, pelo menos parte dos veículos teve a dignidade de publicar.

Concordo que tem que ser verificado se isto é correto ou não e punir os responsáveis caso não seja mas não é por menos de 60 mil reais que o Mansup ou qualquer outro projeto deixou de acontecer.

Uma coisa, muito justa, por sinal, é querer bom uso dos recursos. Outra, completamente diferente, é o que algumas pessoas tem feito dessa situação.

Jefferson Ferreira

Soma 60 aqui, 110 ali… 4mi lá… que você vai chegar na conta final… O problema não é um caso único e isolado e sim a somatória de pequenos e grandes casos como estes…

paulotd

De grão em grão… Isso foi tudo que acharam, se somarem todas as besteiras e gastos supérfluos, dava pra terminar o Mansup e ainda sobrava um troço. Pessoal da MB adora um evento, cerimônia de batimento de quilha, cada evento desse é um coquetel top, com churrasco de primeira, que não sai barato não..

Last edited 3 meses atrás by paulotd
J L

Não vejo aqui ninguém argumentando dos bilhões que os políticos desviam e agora botaram oficialmente para ser fundo de campanha, mas vejo que a santa inquisição aportou em terra Brasilis.Tudo por gastos por itens digamos diferenciados para os militares pagos mensalmente sob seu soldo durante uma vida inteira, e na hora que precisa de correção em algum aspecto orgânico ou material, cria-se esse banzé, que certamente tem por intuito o desgaste das FA.

Carlos Campos

eu acho as piadas engraçadas, mas parece até que gastaram bilhões de reais em viagra e proteses, o que não ocorreu.

Heinz Guderian

De fato, Caro Bosco, não tinha olhado por esse lado.
Mas para o grosso da população que não entende, ou procura se aprofundar sobre o tema, ficou bem feio isso.

Luís Henrique

Ficou bem feio só para os que não perceberam AINDA que as grandes mídias trabalham 24h por dia para trocar o presidente do país. Para quem já percebeu o óbvio, não existe nenhuma notícia feia, só trabalho de desinformação, manipulação e críticas atrás de críticas. E o que esta sendo feito de bom, não aparece em mídia nenhuma.

Nascimento

Desarmados jamais. Kkkkk

Last edited 3 meses atrás by Nascimento
Airton

Também concordo… sabe o dinheiro público que foi supostamente investido em projetos que no fim nunca terminaram? Tipo a-darter, ALAC, mss 1.2…. O TCU deveria investigar onde foi parar esse dinheiro. Falta de recurso já não está colando mais

Heinz Guderian

Caro Airton, eu ainda acho que falte algum recurso para as FAs, acho que deveria ser 2% do PIB, entretanto eu concordo contigo que está tendo uma falha severa na distribuição dos recursos, bem como a falta de uma reorganização geral das FAs, saudações.

Leandro Costa

O que quer que tenha atingido a Moskva não devia estar nada broxa hehehehe

Jadson S. Cabral

kkkkkkkkkkkkkkkk é uma melhor que a outra

Leandro Costa

Cara, eu não resisti. Eu juro. Deveria ter resistido, mas não deu.

Enfim, que venham os mísseis!

Heinz Guderian

Caro Nunão, já está rolando as primeiras fotos do cruzador Moskva após o ataque ucraniano, não sei se você já está ciente. As fotos foram divulgadas pelo projeto OSINT.

Não tenho intenção de opinar sobre oque o blogue deva publicar ou não , mas : É ” impossível ser passivo e comentar sobre este posto sem fazer observações relativas a morosidade do projeto e devido aos frequentes acontecimentos dignos de uma nação paria , não tem como comentar e não citar a orgia com os parcos recursos das FAs , o melhor a fazer é esquecer assunto sobre esta desgraça chamada Brasil e postar só matéria sobre outros países !

Só queremos que o Brasil de certo e pare de ser sabotado por seus cidadãos ! 🙏

pangloss

Herr Guderian, dava até para justificar o Viagra, a não ser por um detalhe: a Marinha comprou muito mais do que o Exército e a FAB. O placar indica 28 mil comprimidos para a MB, 5 mil para o EB e 2 mil para a FAB. Acho que há proporcionalidade entre os efetivos do EB e da FAB e as respectivas compras de Viagra. Mas e a Marinha? Isso, sem descer ao detalhe da dosagem comprada (25 mg e 50 mg) ser diferente daquela recomendada para certas doenças (20 mg). Agora, eu gostaria de acreditar que o TCU cumpre suas… Read more »

Bosco

No caso o Viagra tem apresentação em forma de comprimido, portanto, pode ser partido. Sua alegação num tribunal seria contestada por esse simples detalhe.

Felipe Morais

caramba, que contorcionismo. Agora tudo faz sentido. Compraram outras dosagens pra poder partir o comprimido no meio.
kkkkkkkkkkkkkkk

pangloss

Partir um comprimido de 50 mg em frações de 20 mg, outra de 20 mg e uma terceira de 10 mg? Ou um comprimido de 25 mg em frações de 20 mg e outra de 5 mg?
Não me parece algo muito prático, nem muito preciso.

Felipe Morais

Infelizmente, o TCU pouco entra no mérito da contratação.
A conveniência e oportunidade faz parte da convicção do gestor e a única forma de cobrança é política/popular.

O TCU vai analisar se o procedimento de seleção da empresa foi devidamente seguido, se havia orçamento para a aquisição etc. Ou seja, questões formais.
Questões materiais, por mais que saltem aos olhos, não será o foco da análise do TCU.

pangloss

Felipe, eu também só mencionei questões formais: a quantidade contratada pela Marinha é muito superior às contratadas pelo EB e pela FAB.
E a questão da dosagem se baseou na própria resposta das FFAA à imprensa, narrando que seria para tratamento de hipertensão arterial pulmonar. Não fiz juízo de valor.
E, claro, a aferição do preço de aquisição pode ser feita com parâmetros objetivos.

Faver

Heinz, a dose para tratar hipertensão arterial pulmonar e de disfunção eretil é diferente. É de suspeitar a aquisição da forma comprimido pelas forças uma vez que atinge com clareza a 2a opção…
Quanto ao Mansup, que fique pronto logo. O Brasil precisa.

Luís Henrique

Os militares pagam 3,5% do salário para terem o sistema de saúde próprio.
É muita desinformação e perseguição.

Esteves

Não colabora com o debate.

Pablo Maroka

kkkkk

Henrique

Como comentei em outro post, se houverem encomendas de fato para um programa de média ou larga escala o projeto anda rápido. Temos condições tecnológicas e cérebros para fazermos o que quisermos e, mesmo sem uma política de estado forte na área de defesa (que nunca tivemos), se pegarmos os exemplos dos acontecimentos na Ucrânia, com lições aprendidas dos dois lados (excluindo a propaganda de ambos os lados também) podemos ter um direcionamento em estratégias de defesa eficientes para o Brasil. Deixar “megalomaníces” de NAes, SubNucs etc… e termos de fato a estruturação dos primeiros pilares de defesa com tecnologia… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Henrique
RPiletti

Muito tempo para nacionalizar um Exocet… os projetos militares tem que possuir orçamento garantido, senão teremos estes dinossauros como “lançamento”…
A FAB ao menos comprou mísseis decentes para os Gripens, se formos contar com estes Exocets made in Guanabara para as Tamandares, será dinheiro mau gasto…

Bosco

A Trilogia publica assuntos militares mas não é um canal militar, governamental ou coisa que o valha. Deve ter lugar mais apropriado para fazer críticas às aquisições das três Forças. Aqui esse tipo de assunto só polui o ambiente e não alcança quem deveria. Faz tanto sentido criticar os militares aqui como criticar o STF. Como não vejo críticas às aquisições do STF ou do Senado, não cabe criticar as forças militares só por conta de aqui falar de arma, estratégia, geopolítica, guerras… No final é igual participantes de um blog que trata de culinária insistirem que é o lugar… Read more »

MIB

Concordo Bosco, afinal quem é o cidadão brasileiro pagador de impostos pra criticar a postura de seus políticos ou militares, quem comete esse tipo de heresia tem que ser condenado a 15 anos de prisão, afinal onde ja se viu criticar nossos funcionários públicos, isso é uma democracia, não uma ditadura com a Rússia de Putin.

Bosco

Criticar sem contextualizar não é exercer direito à cidadania e sim o direito de não ser inteligente.

MIB

Bosco, o contexto está nos noticiários, onde falta dinheiro para fazer manutenção nos MI-35, comprar os KC-390, continuar o Prosub, comprar sistemas de defesa aérea, se você não vê contexto em tudo isso, então você tem que rever seus conceitos de falta de inteligência, passar pano não o torna nenhum Einstein.

Bosco

MIB, Eu não assisto TV e não vejo “noticiário”. Talvez por isso não esteja tão impressionado. Então você deve lutar para acabar com o serviço de saúde das Forças Armadas e não ficar irritado por ela gastar em remédio. Um dia desses estava conversando com um amigo, servidor público, e ele me dizia ganhava X , mas desse total Y ficava retido na fonte para o IR e só sobrava pra ele Z. Ele achava um absurdo. Eu disse para ele era só ele não fazer conta de que ganhava X e sim que ganhava Z que tava tudo resolvido.… Read more »

Henrique

Bosco, interessante analogia. As FAs não tem plano de saúde e sim precisam comprar medicamentos para todos os tipos de tratamento. A solução para isso seria então fazerem igual empresas privadas, aplicam plano de saúde para os militares e dependentes e desmobilizam seus hospitais e clínicas. O problema do orçamento militar no Brasil é que ele não diferencia verbas de custeio das verbas de investimento e operacionalização. A hora que fizerem isso resolvem o problema de ter tudo dentro de um pacote só. E para os que criticam os militares, sugiro irem servir… ser deslocado para qualquer canto, tirar serviço… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Henrique
MIB

Henrique, imagina esse militares vivendo a vida do brasileiro comum, ganhando R$ 1200 por mês. Então quer dizer que na sua interpretação, se um assassino mata 1 pessoa ele mais inocente do que o que matou 10? Kkkkk por isso o Brasil vai bem. Então você pensa que as empresas privadas dão o FGTS para os funcionários, engano seu, o FGTS e descontado do montante do funcionário e fica anos retido em uma conta desvalorizando ano a ano, e só ver como anda a desvalorização da moeda, o FGTS só benefícia os mais ricos que acessão esse dinheiro. Por fim,… Read more »

Paulo

O FGTS não é descontado do funcionário. É um ónus da empresa.

MIB

Paulo, o trabalhador está na base da pirâmide, então o empresário vai passar esse custo pro empregado ou pra que está na base de alguma forma, por mais que digam que não.

Henrique

Caro MIB, militares não são “brasileiro comum” e se vc quiser FAs ganhando salário mínimo esqueça então o conceito de FAs e defesa. Já temos fuga de cérebros nas FAs por conta da iniciativa privada e vc querendo que se mantenha uma organização de prontidão para dar a vida ao país sem nada, sem benefícios e com salário mínimo…. é de fato não entender o que significa uma organização destas e seu papel geopolítico e dissuasório. Ah… mas nunca tivemos guerras… pense que talvez por termos minimamente FAs de prontidão nenhum caboclo do entorno se meteu a invadir nosso território… Read more »

MIB

Henrique, eis a questão, exatamente por não ser um brasileiro comum, deveriam ser exemplo de boas condutas… Além do mais não acho que um militar e melhor ou passa perrengues maiores que um paí de família que acorda todo dia 5 da manhã pra por comida na mesa da sua família.

Abraço.

Allan Lemos

Kkkk essa foi de lascar.

Navios de superfície equipados com mísseis de cruzeiro, caças stealth, mísseis de longo alcance, satélites de observação, blindados de última geração, indústria de defesa pujante. É com essas e outras coisas que tornam um país forte e NÃO com seus militares vivendo como marajás.

Quer ganhar bem, meu camarada? Quer mordomias? Então vá procurar outra carreira, de preferência na iniciativa privada. Enquanto os militares querem resolver seus problemas de “paumolecência” e calvíce as custas do erário, dezenas de milhões de brasileiros passam fome.

Então não tente bancar o herói e justificar o injustificável.

Last edited 3 meses atrás by Allan Lemos
Henrique

Mordomias, marajás… nunca vi tanta idiotice escrita em um só post. Vai la nos quartéis e pergunta pelos marajás então.
Na hora que tudo dá M… são esses “marajás” que são chamados pra dar jeito nas coisas e limpar as “fraldas” dos valentões do Facebook e Playstation.
Vai servir e depois venha aqui cantar de moralista.
Não confundir cargos comissionados ou políticos com a tropa é minimamente sinal de inteligência!

Sensato

A comparação não é válida. Uma pessoa que ganha salário mínimo, na ampla maioria das vezes, não tem o mesmo nível de qualificação e não corre o risco de ser mandada para uma situação em que terá grandes chances de morrer.

MIB

Kkkkk, o brasileiro comum esta exposto a uma realidade pior que a guerra, veja que morrem 70 mil pessoas por ano assassinadas fora outras milhares de desaparecidas que não entram nessa conta, a Ucrânia e a Rússia em quase 2 meses de guerra nem sonham com esses números, pelo menos oficialmente. Então que dizer que um militar faz parte da casta superior, ele não pode ser comparado com um brasileiro comum, afinal só militares tem curso superior, e por isso devem ter salários melhores e ganhar tudo de graça do estado, análise interessante, farinha pouca, meu angu primeiro, isso sim… Read more »

Salim

Em pais serio diferenca maxima entre salario minimo e o do máis alto posto e de ate 5 vezes. Forças Armadas mamam o decimo maior orcámento em dolares no mundo e temos este retorno. Brasil tem que acordar. A ucrania muitas vezes menor, tem missil neptuno, missil anti tanque stagma operacional, se começar a falar Turquia da ate ráiva. Acorda Brasil.

Paulo

As benesses do judiciário e do legislativo não justificam as despesas com benesses para os militares.

Todas deveriam ser extintas.

Bosco

Henrique, Ter um serviço de saúde nas forças armadas é de suma importância e inclusive existe em todos os países do mundo e inclusive os hospitais militares são referência em muitas especialidades mundo a fora. Os oficiais médicos precisam exercer função médica para se um dia for necessários tê-los no campo de batalha. Não dá para não ter oficiais médicos, enfermeiros, etc. e no caso de um conflito contratar civis para irem para a frente de batalha. Se a maneira feita no Brasil é equivocada (não duvido que seja) há de se melhorar, mas acabar com o serviço médico nas… Read more »

Henrique

Sim Bosco, não quis dizer o contrário e sim que os que condenam tudo nas FAs que venham com alguma solução então melhor. Quem já visitou hospitais militares aqui no Brasil como no exterior sabe o quão ainda precisamos melhorar. Sei disso pois conheço hospital de Base e hospital Naval de Brasilia, Hospital Marcílio dias (MB) no Rio e também o hospital do Bethesda nos EUA… pergunte qual está a anos luz em estrutura e investimento comparado aos nossos. A turma que acha que a coisa é fácil, sai de casa 4h da manhã e vai tentar uma vaga de… Read more »

Rinaldo Nery

Exato. Acho que a UNIMED e AMIL não iriam pra frente de combate…

Foxtrot

Sério que o Sr tentará defender isso Cel. ?

Rinaldo Nery

Eu defendo pq pago p ter um sistema de saúde. Que, por sinal, está ficando muito ruim c os médicos R2. Eu escolhi ser militar c 15 anos de idade. Fiz concurso e, por mérito próprio e capacidade, passei. Em SC, entre 240 candidatos, passamos só dois. Não devo nada pra NINGUÉM!

Foxtrot

Cel, não somos contra as barbaridades que estão fazendo.
Somos contra porque estão fazendo com nosso dinheiro.
Se estivessem comprando com seus soldos (que diga-se de passagem receberam consideráveis aumentos nesse des-governo), ninguém estava nem ai.
E já conversamos sobre isso, há uma grande diferença entre lealde e coorporativismo.
A primeira é leal até o limite de sua ética moral e própria, não aceitando erros seja de quem for, a segunda não preciso explicar.

Rinaldo Nery

Estou procurando o ¨considerável aumento¨ até hoje…. Não consegui comprar minha Mercedes Benz!

Carvalho2008

Para reclamar das coisas, já tem Jovem Pan, Globo, UOL, bandeirantes, Record, Veja, etc….

A tecnologia da web é Internet acabou com as grandes edições de revistas técnicas, i classe de defesa, e a ganância por Internet views audiência sem conteúdo está deixando de atender o espaço que ficou aberto….like, dislike e briguinhas políticas não melhoram a análise estratégica e técnica militar…assim como não faz a vaca engordar no pasto, nem tornar um medicamento mais ou menos eficaz

Carvalho2008

Desiste Mestre Bosco, a responsabilidade é dos próprios editores, na medida que vários debatedores com viés mais técnico embora não concordando ou não foram paulatinamente afastados….sobra apenas a garotada estimulada pela própria edição, pois a estes, não se vê a atuação moderadora, enquanto a outros, ficou inviável o debate tamanho os filtros…eu só posso postar uma vez ao dia e ver minha postagem dia seguinte ou 2 a 3 dias depois, inviabilizando qualquer diálogo. O curioso é que concordando ou não os conteúdos estão lá e adequadamente indexados no Google agregando views aos verdadeiros interessados. Quando se apresenta um fato,… Read more »

Marco Antonio

Olá, já pensaram em mudar a Plataforma de comentários para o Disqus? É uma ótima ferramenta para os usuários, cria um vínculo entre eles, fica fácil ver o histórico de comentários no perfil dos users, mais fácil combater fakes e de moderar comentários indesejados.

Heinz Guderian

O disqus é muito bacana mesmo

Leandro Costa

Nunca me lembro da minha senha naquele negócio, mas dá para usar legal.

Sensato

Tenho uma, bem básica, que já vi em outros fóruns similares, seleção de editores voluntários. Se trabalharem bem, ficam, se não, saem.

Qualquer empresa faz isso, sequem decide não tem como fazer diretamente, delega.

Carvalho2008

Eu tenho, uma que não poderia deixar de ser tão pessoal quando o seu próprio usuário é barrado na raiz. Liberem meu usuário. Carvalho2008 é meu nickname desde este ano, e ao longo desta história de mais de década e meia, nunca me envolvi em brigas, jamais encontrará palavrões palavrões ofensas e muito pelo contrário, trouxe o hábito aos amigos mais fiéis a trilogia o hábito de titular o tratamento aos amigos como “mestres”, justamente percebendo a necessidade de melhoria de estima e respeito para com os colegas. Não obstante a isto, meu usuário é travado enquanto outros rolam solto… Read more »

Salim

Eu vejo atraves deste meio um interesse maior nos temas militares. Muitos comentaristas evoluiram com este convivio. Tem uma minoria badernista e direcionada que nada contribue para nada ( redundancia). O que sinto e que todos apoiam a profissionalizacao da força, estar focada no seu objetivo constitucional, ter nr efetivo coerente e gastar bem dinheiro publico. Os ditos mais tecnicos devem esclarecer pontos tecnicos, porem ser tomar partido e so focar no melhor para nosso pais sofrido.

Luís Henrique

Onde assino?

Allan Lemos

Pois é, MIB. Não pode criticar as compras superfaturadas, não pode criticar o tratamento especial recebido na Reforma da Previdência, não pode criticar a pensão das filhas “solteiras”. Os militares são perfeitos e infalíveis, não erram nunca e são incorruptíveis, aparentemente.

Tem gente aqui que só falta colocar o coturno em um pedestal.

Paulo

Fiz a declaração de IR de um capitão reformado. Ele recebeu bruto 450 mil em 2021.

É um completo absurdo.

Rinaldo Nery

Mentira. Eu sou Coronel e não recebi isso.

Foxtrot

Fala isso para o TCU então, pois acho que eles foram ludibriados.
Pois a investigação sairá mesmo desssa vez viu rsrsrs.

Rinaldo Nery

O dito Capitão que se explique, então. Porque NENHUM Capitão, além desse mágico, recebeu isso.

Kornet

Pq não vemos essa indignação com os deuses supremos e iluminados do STF,o que dizer de nossos “extraordinários “do CN,juízes,desembargadores,prefeitos,deputados e vereadores?
Pq vc compra uma falsa narrativa contra as FAs?
Pesquise olhe que uso é medicinal e acredito que os militares pagam por esses serviços de saúde.

MIB

Aí que você se engana, é que aqui o foco são as fas, que deviam investir o dinheiro do orçamento de defesa na defesa do país.
Mas sabemos que tudo que vc citou é outro câncer, mas é isso ai, o estado como um todo está podre, cheio de parasitas que só sugam o erário e em nada contribuem, e povo comum pagando a farra.

Allan Lemos

O nome disso é “whataboutism”.

E qual a justificativa para a picanha, o salmão e o whisky? São itens indiapensáves para a defesa nacional?

Mas é como eu falei, tem gente aqui que idolatra o coturno.

Mas os militares não estão errados por fazerem compras superfaturadas, errado estou eu por questionar. Afinal estamos no país onde o certo é errado e o errado é certo. Tá bom então.

Sensato

Segundo li, descontam 3,5% do bruto para assistência médica.

Nick

Na atual situação já deveriam ter integrado um motor turbojato ou turbofan para aumentar o alcance do míssil.

eliton

O AVTM 300 poderia ser usado como defesa costeira para auxiliar o MANSUP?

Bosco

Não pode. Tem que ter um sistema de orientação terminal para atingir um alvo móvel se deslocando e o AVTM 300 não tem. Ele foi pensado para ser utilizado contra alvos fixos e estacionários.

Brasileiro

Bosco…
Uma duvida…
Temos a tecnologia do A-Darrer…
Não poderia ser usado no AVTM 300 para fisn anti aereos e como misseis anti navios.

Carvalho2008

Teoricamente, é .ais fácil e iabel adaptar o corpo propulsão ďo AVTM300 a cabeça eletrônica e carga de guerra do Mansup, pois o tipo de ogiva é diferente, não deve explodir no contato e sim no retardo, além da guiagem em si…

Salim

Os atuadores sao bem diferentes, o perfil aerodinamico tambem e outro, cabeca guiamento muito diferente tambem. E outro missil, da para evoluir do Adarter para outro naval, que e o mansup, porem doAVM náo da.

Bosco

Em tese sim. A cabeça de busca por imagem térmica do A-Darter poderia ser utilizada como seeker de um míssil antinavio, no caso, tanto numa versão do MANSUP quanto do AVTM 300.
A própria cabeça de busca do MANSUP pode ser instalada no AVTM 300.
*Como “antiaéreo” aí não tem como o AVTM 300 ser.

Sensato

Prezado Bosco, o ADarter teria como atuar nessa função, mediante o uso de boosters?

Bosco

Poderia! Com uma alteração de software e na ogiva. Seria um míssil pequeno e de alcance reduzido, mas seria possível.
Veja o caso do “foguete guiado” Bigung da Coréia do Sul que é feito para engajar alvos navais (ataque tipo enxame) que se aproximem da costa até uns 10 km de distância. https://www.facebook.com/ROKArmedForces/posts/2777326119032424/

Bosco

Só de curiosidade, transformar o AVTM-300 em míssil antinavio foi o que fizeram com o Tomahawk. Ele era tipo o AVTM-300 , só era capaz contra alvos fixos e estacionários , mas a versão Block V teve um seeker de imagem térmica instalado no nariz, junto com um seeker PRH (radar passivo) e se tornou capaz de atingir navios. É mais fácil transformar o AVTM-300 em míssil antinavio , instalando um seeker de imagem como o do A-Darter, do que colocar uma turbina no lugar do motor foguete do Mansup. O seeker de imagem térmica é mais leve e menor… Read more »

RDX

O USMC pretende usar uma versão do Tomahawk como míssil antinavio baseado em terra.

Sensato

Poderiam então, dar origem a mísseis para baterias costeiras anti-navio?

Salim

O Mansup pode ser utilizado em bateria costeira. A grande dificuldade seria designar alvo e diretora de tiro, um cj drones poderia suprir esta dificuldade e so guiamento final seria por meios proprios ( radar, infravermelho, camera termica…)

IBZ

Antes eu culpava apenas a falta de recursos e a negligência dos governantes pelos atrasos e cancelamentos de projetos estratégicos da defesa. Hoje nós sabemos que os próprios oficiais são culpados também através do desperdício de recursos com viagras e próteses penianas! As Forças Armadas Brasileiras são uma decepção!

Esteves

Míssil anti navio não fica em pé. Míssil anti navio fica inclinado quando lançado de navio. Se ficar inclinado à esquerda surgirão comentários acusando os desenvolvedores. Se a inclinação for à direita…nem me atrevo a escrever pra não tomar block. Esteves + isso ou aquilo = block. Se o míssil estiver pronto para ser industrializado em 2025 como afirma a matéria, será uma versão dos anos 2020 ou ainda será uma licença da primeira versão dos anos 1980? Poderemos contar com míssil para os anos 2020 ou um míssil dos anos passados…40 anos passados. A primeira versão será anti superfície.… Read more »

Esteves

Lembro do Bosco ter explicado o lançamento por aeronaves. Acho, pelo que leio aqui, que a FAB não quer. Só acho, não sei.

Essa Turbomachine lembro de citarem como desenvolvedores de uma turbina. Quantas vezes a palavra desenvolvimento está mencionada no texto? Ok. Vamos desenvolver. Vamos sim.

Não entendo um míssil como capaz de colocar o pais em outro patamar. Entendo que cavalo despenteado não desperta interesse mas…40 anos o pipoqueiro que fazia pipocas com provolone na USP formou 2 gerações.

Esteves

Resgatando Mestre Glasquis.

Essa história de querer fazer tudo sozinho…leva tempo demais. Se o KC390 foi e é um sucesso, parte desse deve-se aos sócios desenvolvedores compradores como Portugal e Hungria, ainda que a Boeing tenha dado uma encoxada nos lusos.

Certo? Um produto de defesa para esse nosso mar é o mesmo produto de defesa para os irmãozinhos vizinhos.

Se nos metemos em reator nuclear com Argentina e Paraguai…

Rinaldo Nery

O sucesso do KC-390 deve-se às especificações da FAB e trabalho da COPAC, que tinha um excelente Gerente de Projeto. E à EMBRAER que teve a tecnologia e capacidade para fazê-lo.

Carlos Campos

o KC é um sucesso devido a EMBRAER ter dinheiro e fome para ganhar mais dinheiro, pq a FAB chegou a atrasar repasses, mesmo assim o avião saiu com pouco atraso, outro ponto a EMBRAER é craque em unir produtos disponíveis no mercado, boa parte do recheio, vieram do mercado americano.

Salim

O KC390 e o supertucano, bem como, material Antiga engesa, sistema astros da Av obras, são e foram sucesso em virtude do trabalho conjunto e bem feito das instituições militares, governo e empresas privadas, quando uma parte ou mais destre tripé fraqueja o projeto/empresa desaparece. Embraer deveria ir exterior pois governo está tendo escolhas obscuras levando Brasil e suas empresas a um futuro incerto, perigoso e crescimento pífio.

Esteves

Boa.

Muitas postagens sobre mísseis. Assim a turma da sossego que não tem navio.

JuggerBR

O que é a Fundação Ezute? Somos uma organização privada sem fins lucrativos, 100% nacional, cuja missão é contribuir para transformação das organizações brasileiras, especialmente as públicas, melhorando sua efetividade. Oferecemos soluções inovadoras em tecnologia e gestão, para instituições brasileiras, especialmente as públicas. Contribuímos para a transformação das organizações, apoiando a evolução da produtividade e efetividade. E, por consequência, colaboramos com o desenvolvimento econômico, a soberania e a autonomia tecnológica do Brasil. Atuamos baseados nas premissas das organizações sistêmicas: geradoras de valor para todos, modelo mental voltado à visão e comportamento holísticos, em direção à sustentabilidade, parceria, autonomia tecnológica e soberania.… Read more »

Esteves

Acho que também desenvolveram o tíquete da zona azul. Aquele da maquininha.

Diogo de Araujo

Parabéns à trilogia novamente, tem que ter culhões pra publicar algo desse “projeto”. Como pode tanta lentidão no andamento desse programa, por que o quarto teste nunca veio? No último vídeo publicado o míssil errou o alvo por pouco e simplesmente não tentaram mais? Será que é isso que os americanos fazem, eles tentam uma ou duas vzs e se não der certo eles desistem? Somos conribuintes e as coisas deveriam ser mais transparentes.

Pedro Fullback

Acho que devemos integrar as nossas forças armadas. O MANSUP deveria ser um mísseis anti navio para as três forças. Lançados a partir dos ASTROS, do Gripen e das nossas embarcações. Sendo assim, o míssil terá mais escala e mais recursos disponíveis.

Esteves

Pois é. Um desenvolvimento conjunto para as 3.

Leandro Costa