quinta-feira, junho 30, 2022

Saab Naval

IMAGENS: NAe ‘São Paulo’ em 2002, operando com a Armada Argentina

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Navio-Aeródromo São Paulo – A12 participou da operação ARAEX com a Armada Argentina em 2002, operando com aeronaves da aviação naval brasileira e argentina.

Nas fotos de Rob Schleiffert, jatos AF-1 Skyhawk da MB e turboélices S-2T Turbo Tracker da ARA a bordo do porta-aviões brasileiro.

O NAe São Paulo – A12, ex-PA Foch – R99, é o quarto navio da Marinha do Brasil a ostentar esse nome em homenagem ao Estado e a cidade de São Paulo. Foi construído pelo Chantier de l’Atlantique, em St. Nazaire, França. Em agosto de 2000, depois de mais de um ano de negociações, foi assinado um acordo entre o Brasil e a França para a compra do PA Foch.

Em 15 de novembro de 2000 foi realizada em Brest a cerimônia de transferência e incorporação a Marinha do Brasil.

A Mostra de Desarmamento do NAe São Paulo ocorreu em 22 de novembro de 2018.

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 1

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 2

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 3

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 4

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 7

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 5

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 10

S-2T argentino decolando do NAe São Paulo
S-2T argentino decolando do NAe São Paulo

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 6

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 8

NAe Sao Paulo ARAEX 2002 - 9

- Advertisement -

122 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
122 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Esteves

Culpa do Dr Fernando. Poderiam estar publicando matérias sobre um futuro NAe ainda que somente um. Preferem retornar ao buraco negro histórico dos anos malvinicos mostrando a capacidade que perdemos para contentar saudosistas e macumbeiros navais. Culpa do Dr Fernando, historic influencer provavelmente virginiano haja visto o detalhe metódico que acompanha insistentemente a repetição de temas e, claro, do próprio tema, com imagens para delírio de algum caçador. .— Vejam como eram bonitinhos. Malditas aranhas, ops, malditos historiadores que fustigam os leitores com o chicote gélido do que fizemos e do que não somos mais capazes de refazer. Vão buscar… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Esteves
Camargoer.

Estou curioso com o S40.

Fernando "Nunão" De Martini

Eu também!!!

Camargoer.

Olá Nunão, O risco de deixar o S40 atracado é que ele pode naufragar.

Fernando "Nunão" De Martini

Quem sabe entra pro setor operativo em 11 de junho, né?

Seria uma data um tanto adequada, ainda que extremamente repetitiva.

Camargoer.

Pois é. Perdi minha aposta no 13 de dezembro. Fico com medo de ganha-la este ano. 17 de julho será o dia do submarinista. Sugeri trazer o comandante da MB para uma live e perguntas para comemorar os 25 anos do PN. Quem sabe a gente consegue tirar leite da pedra e com jeitinho perguntar para ele sobre o ProSub?

Esteves

Se Esteves fosse Almirante já tinha mandado fazer miniaturas pra entregar. Pra dar de brinquedo. Com buraquinho pra disparar torpedo.

Só passaram 12 anos do contrato! Doze malfeitos anos! Ops, malditos.

Camargoer.

Olá Esteves. Acho que tiveram tempo de fazer muitas miniaturas com papel mache, daquelas que se colocar na água desmancha. Riso.

Esteves

Conheço um Doutor que faz. Com papel.

Camargoer.

Olá Esteves. As pessoas têm passatempos incríveis. Minha filha de 8 anos adora sudoku.

Esteves

Sim.

8BD5DAB1-BFD0-4996-A2BF-787D8B2EE6EE.jpeg
Leandro Costa

Caravan Diplomata ou Comodoro? Lindo modelo!

Fernando "Nunão" De Martini

2.5 SL
Tenho um certo gosto por miniaturas de carros básicos.

Mas era assim antes da transformação na base de óleo de banana, lixa, tinta e outros truques:

https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSZQp5jT3_l37uJv_TRbEqzVPsyqVaOD_ld0w&usqp=CAU

Estranhamente para uma miniatura de ambulância, aproveitaram o interior de uma Caravan Diplomata, já que as janelas pintadas escondiam. Lixa e estilete fizeram o “Downgrade” pra SL.

Leandro Costa

Ficou muito boa! Vou mandar para o mesmo primo que tem as fotos da chegada do São Paulo porque ele tem uma em escala 1/1! Os Opalas e derivados aqui no Rio ainda são extremamente apreciados.

Esteves

As rodas do Diplomata eram diferentes. O Comodoro vinha com rodas de ferro. Esteticamente o Diplomata tinha borrachões laterais X frisos no Comodoro. O acabamento interno também era mais “caprichado” no Diplomata como bancos de tecido misto, painéis não recordo mais.

O motor 4100 deixou saudades. Motor de caminhão para um automóvel Opel esticado no Brasil que provocava trincas no chassis.

Leandro Costa

Verdade. As rodas entregam um pouco. Eu fiquei fissurado nos faróis.

Fernando "Nunão" De Martini

Essa é de metal mesmo rsrsrs

Uma ambulância que transformei em Caravan de passeio.

Mas pra quem gosta de Caravan e de papel:

https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTKnF51F8Xy9w2fw0r5oSHUwUikfQ9TzpDBHHj6P4f5U9iBa3C44rgovSE2&s=10

Carvalho2008

Para deixar o mestre Estevez nervoso
comment image

S2 Tracker de colando do menor A11 sem catapultas

Carvalho2008

A11 Minas Gerais e A12 Sao Paulo lado a lado
comment image

Leandro Costa

Eu cheguei a ver isso. Bem à distância por binóculos, mas vi. Foi no dia em que o São Paulo chegou ao Brasil. Após essa reunião, o São Paulo assumiu a vanguarda da formatura da esquadra e entrou na Baía de Guanabara. Eu estava na Fortaleza de Santa Cruz de onde partiram salvas de 21 disparos de uma bateria de três 75mm do EB. O Mingão foi o último à retornar para a Baía de Guanabara. Preciso pentelhar o meu primo para ele digitalizar as fotos.

carvalho2008

Eu tinha uma opinião particular com o Mingão…com a entrada do SP, eu tiraria os eletronicos e criptografia…deixava somente o basico. Ofereceria a argentina para uso compartilhado de custos e assim operar em ambas as esquadras quando necesário….daria uns 10 anos a mais….

Leandro Costa

Carvalho, o papo na época era que o Mingão, sozinho, abocanhava coisa de 40% do orçamento da MB inteira. O A-12 abocanharia ‘apenas’ 21%. Infelizmente no momento em que o Minas entrou na Baía no dia em que o São Paulo chegou, ele já estava descomissionado. Tiraram algumas coisas do Minas e colocaram no São Paulo.

A catapulta do 25 de Mayo já estava no Minas também. Não sei se seria viável operá-lo conjuntamente. Conversei com um marinheiro que trabalhou na praça de máquinas do Minas e a coisa estava beeeeeem longe do ideal.

Jadson S. Cabral

Acho que nessa época, especialmente nesse dias e especialmente os tripulantes dos dois navios, os marinheiros brasileiros tiveram muito orgulho da MB

Leandro Costa

A visão de todos aqueles navios entrando na Baía atrás do São Paulo foi incrível mesmo. Até porque nós usávamos bastante o Minas Gerais. Todo mundo acreditava que o São Paulo seria tão utilizado quanto o Minas e que a coisa iria caminhar. Porém… poucos anos depois veio a trágica realidade…

Carvalho2008

Visao do que poderia ser um A12 com skijump+catapulta ou somente skijump stobar
comment image?w=380&zoom=2

Last edited 1 mês atrás by carvalho2008
Carvalho2008

Versao com skijump no final da catapulta
comment image?w=380&zoom=2

Carvalho2008

comment image?w=380&zoom=2

Agnelo

Carvalho
Boa noite

Seria uma boa ideia, mas ouvi q não era só a catapulta q estava ruim.
Se for verdade, como tudo nele funcionava com base na caldeira, sabe-se lá o q teria de ser concertado mais a modificação.

Sinceramente, não sei o q daria.

Será q haveria opções de aeronave pra ele ou seria só o MiG-29 ou Su?

Talvez, se os Harrier tivessem muita vida, não sei.

Carvalho2008

Na epoca, a ortodoxia assumia na skijump apenas Harrier e Mig29K e SU33. Russos visitaram e planejaram jurando de pé junto que o SU33 conseguiria…mas sou cetico. Com o tempo, vimos que o F18 e o Rafale tambem foram homologados. O A4 padrao possui pouca relacao peso potencia, mas os nossos A4KU possuem 20% a mais de potencial. Talvez eles pudessem, teriam de testar, seria uma incognita. Sobre as caldeiras, a maior complicacao estava no sistema secundario destinado as catapultas. É ai que tem o pulo do gato…ambos os sistemas competem ou velocidade ou catapultagens….e se vc elimina a taxa… Read more »

Pecatoribus

Bom dia! Mas e o problema do eixo que causava vibração?

carvalho2008

Eixo é o que mais quebra num navio de combate que receu porrada….troca-se….na doca….é grave, mas de longe ser o mais grave….

Carvalho2008

comment image

O A12 convertido para stobar abandonando o sistema secundario de vapor e catapultas. Isto teria barateado muito o orcamento de reforma e manutencao. A dimensao de economia com excedente de vapor daria elasticidadw de sobrevida ao grupo motriz pprincipal

Salim

Concordo em tudo, com rampa ficaria operacional mais 20 anos, MB nao e para amadores. E bem triste situacao atual.

Carvalho2008

comment image

Ainda como exemplo de economia e verdadeiro sentido de compras do MD. O fosse o Mig 29K o caça tampao dos Mirage III, os mesmos poderiam finalizar sua vida util na MB…dado que os M2000 nao duraram nada….

Esteves

Larga disso homem de Deus. Isso no ecxistiu e no ecxistira. Até Padre Quevedo se foi.

Carvalho2008

Existiu sim, com o cronico atraso do FX, a FAB teve de implementar o que ficaria cjamedo de tampao. Kfir, Atlas Chita, F16, F18A, Gripen C, M2000, Mig29, Su27 foram oferecidos. Numa otica unica, F18 OU Mig29K poderiam ser tampoes com data de validade maior que os M2000 foram. E seria tentador possuir Porta Avioes da classe Clemenceau em casa e nao usa-los la…ou testa-los ou ainda repassa-los a propria MB depois do uso….

Leandro Costa

Carvalho, eu me lembro que já na época do FX-2, a oferta dos F/A-18E/F veio acompanhada de uma oferta ‘barata’ de F/A-18C/D para a MB utilizar no Sampa. Pelo menos é o papo que rolava na época. Havia uma controvérsia sobre o tamanho da asa dobrada ainda não caber nos elevadores do São Paulo, mas não lembro se era em relação aos Super Hornet ou Legacy Hornet. Outro problema era a potência da catapulta. Se me lembro bem, mesmo um F/A-18C não conseguiria ser catapultado com armamento e combustível no talo, teria que decolar mais leve e posteriormente ser reabastecido.… Read more »

Agnelo

É promissor, q a França operava com o F-8 e o SE. Não catapultava coisa maior.

Dalton

Também tem que se levar em conta Leandro que dos 18 A-4s potencialmente modernizáveis apenas 12 foram considerados, três deles “biplace” que normalmente não embarcariam restando talvez 8 para serem embarcados. . No fim das contas apenas 7 foram modernizados depois de muito tempo então não vejo como se poderia pensar seriamente em outros tipos de aviões mais caros. . O “São Paulo” foi desde o início pensado como um substituto temporário do “Minas Gerais” , no máximo 20 anos, quando então estaria perto de 60 anos até um novo entrar em serviço e quando se compreendeu que não seria… Read more »

carvalho2008

Sim e é exatamente isto….meu foco é demonstrar que não é o navio que não tinha mais serventia, o Brasil é que não tinha mais orçamento para operar ou dar uso correto dele.

Veremos o que Turquia fará…se vai para o desmanche ou recondicionamento ao estilo chines…..

Dalton

Penso Carvalho que sem termos acesso ao minucioso relatório feito pela marinha sobre o estado do “São Paulo” e o que seria necessário para revitaliza-lo não dá para ter certeza se ele tinha ou não serventia mas a lógica e histórico de outros navios diz que navios “velhos” ainda mais quando enormes são um problema. . Como um NAe de treinamento e/ou para manter doutrina, nos moldes do que o “Lexington” foi para a US Navy durante mais de 20 anos, até a entrada em serviço de um novo que seria construído com ajuda francesa , como se pensava, tudo… Read more »

Leandro Costa

Realmente era para ser temporário mesmo. Uma pena não ter durado mais, mas realmente a Marinha não conseguia arcar. Ainda mais aquela última avaliação da então DCNS que poderia reformar o navio, mas que não haveria garantia que fosse ‘ficar bom.’

Mas também, sem escoltas, o que adiantaria, né?

Acho que esse período na MB vai gerar pano de estudo por muito tempo ainda. Só espero que se recupere.

Dalton

A própria US Navy surpreendeu-se com a última manutenção feita no
“Enterprise” iniciada em 2008 custando quase o dobro e levando muito mais tempo, 2 anos, isso que era apenas uma manutenção não modernização para que ele servisse até 2014, mas, acabou sendo inativado em 2012 depois de 51 anos de vida.
.
O custo benefício para tornar o “São Paulo” em uma efetiva máquina de combate simplesmente não valeria a pena, já que, mesmo que o casco estivesse em boas condições o restante não estava.

Fernando "Nunão" De Martini

Hahahahaha

Não tenho nada a ver com essa matéria rsrsrsrs, reclama com o Galante, isso é coisa dele!
Não sou virginiano não!
🦂🦂🦂🦂🦂🦂🦂

Camargoer.

Escorpião ne? riso

Fernando "Nunão" De Martini

Pois é!
💣 💣 💣

Camargoer.

Somos!!!!

Fernando "Nunão" De Martini

Somos… teimosos!!!

Leandro Costa

Virginiano hater detected! 😛

Fernando "Nunão" De Martini

Que nada, “tenho até amigo virginiano”. 🤦🏻‍♂️

Esteves

Somente um virginiano odeia outro virginiano.

Malfeitos virginianos. Ops, malditos.

Leandro Costa

Eu me entrego como um logo de cara hehehehe

DOUGLAS TARGINO

Época que este navio metia medo em todo mundo! Hoje ainda continua metendo medo na mesma proporção.

Fabio

E os nossos S-2?

Camargoer.

Ola Fabio. Pelo que sei, a FAB os aposentou. O Museu da TAM tinha um aqui pertinho mas a LATAM fechou o local.

Fernando "Nunão" De Martini

Camargoer, percebi que você tem 5 haters extremamente fiéis e metódicos (virginianos?)

No momento em que escrevo, 16:22 de 22/5/22, você tem exatamente 5 descurtidas em cada um dos últimos comentários rsrsrs

Camargoer.

Olá Nunão. Suponho que eles gastem mais tempo comigo do que eu com eles. Riso. Eu prefiro os amigos.

Esteves

Professor foi lá pro Terrestre. Apanhou, apanhou…sangue e areia. Voltou pro Naval…negativado foi 33 vezes.

Professor Camargo, então, pousou no Aéreo. Vide imagens autênticas do Ilustre Mestre Professor Camargo no Aéreo.

https://youtu.be/vFLW1Qzcrzc

Camargoer.

Totemo tanoshi desu yo.

Leandro Costa

Sei falar isso também, ó: “Ôôô cara tossiu! Ôôô cara tossiu…”

😛

Fernando "Nunão" De Martini

Aposentados desde 1996.

Victor Carvalho

Ver um vídeo de um porta-aviões brasileiro catapultando e recolhendo caças, escutando crimson tide…… parece o multiverso.

BK117

Falando em Maré Vermelha e porta-aviões brasileiro…

Captura de tela 2022-05-22 141259.png
Esteves

Estão atrasados. São repetitivos. Cansativos. Vocês, todos vocês repetiram exaustivamente que o A12 tinha o eixo empenado, as máquinas cansadas e era impossível sustentar a ala aérea. Vocês. Vocês viúvos do Minas Gerais comprado para dar sossego, calma e tranquilidade a JK. Apostaram no Foch para lutar contra o vento. Dom Quixotes dos Araques. Vão buscar os Trades. Podem servir como voo panorâmico na Baía da Guanabara. Botam alternativas que poderiam ter sido feitas substituindo o que poderia funcionar de outro jeito…skyjumps…hahaha. Acabou. Poderia passou. Solução. Solução definitiva. Juntem todos que querem voar na MB (incluindo Mestre Carvalho com suas… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Esteves,

Você teve oportunidade de visitar alguma vez o Minas Gerais ou o São Paulo? E o Atlântico?

É pergunta de conversa mesmo, não é provocação, pegadinha etc etc etc.

Camargoer.

Olá Nunão. Tive a sorte de visitar o A12 na última vez que esteve em Santos.

Esteves

Esteves já esteve em Santos. Pelado.

Leandro Costa

Tive a chance de visitar os três. O São Paulo duas vezes. O Mingão eu ainda era pequeno quando visitei, infelizmente. Gostaria muito que tivesse sido preservado como museu. Uma infelicidade que nem o A-11 e nem o A-12 foram preservados.

Esteves

Exatamente não sei dizer o que acontece com nossa história. Parece haver pouco interesse em manter o aprendizado ainda que as descontinuidades tenham provocado surtos.

Por que países que deram importantes passos adiante como fizemos no passado, mostrando sermos capazes, preferiram aceitar o retorno ao tempo do desconhecimento?

Separando o tempo político…como foi possível permitirem?

Leandro Costa

Esteves, sintetizando ao máximo possível, acho que nossas elites tem a teimosia de apenas enxergarem o próprio umbigo. Ê país para perder o bonde da história…

Mas a bem da verdade, acho que existem outros países na mesma situação, apesar de que temos a faca e o queijo na mão para fazer tudo dar certo, acho que sempre erram e cortam a mesa.

PatrulheiroNaval

Fiz essa comissão… era marinheiro CA na época, Novembro /2011

Esteves

Doutor,

Esteves levará, por enquanto, essa vontade com ele. Não, Esteves não visitou nenhum navio e…tenho a impressão que se um dia visitar…vai dar namoro.

Fernando "Nunão" De Martini

Pode ter certeza que vai dar namoro se visitar o Atlântico ou o Bahia, Esteves.

Não faça por menos. Tem que ser naviozão. Nada de começar por navio-patrulha.

Leandro Costa

Tive a chance de dar uma voltinha de aviso, e digo que ainda assim foi legal hehehehe Eu nunca entrei no Bahia, mas tive a chance, a muitos, muuuuitos anos atrás de visitar o Jeanne D’Arc da Marinha Francesa quando estiveram em visita ao Rio. Acho que meio que surpreendi o oficial que estava acompanhando quando perguntei do Harrier e um possível interesse da Marinha Francesa para operação no navio. Ele negou. Eu estava com um livrinho na mão e mostrei a foto (coisa de aborrecente), mas explicou que provavelmente foi apenas um teste hehehehehe. Mas Esteves, quando vier ao… Read more »

Esteves

Confio que 2022 será um ano. O ano. Está nos planos ir ao Rio. Não é verdade que matam turistas…é?

Veremos ou verei.

Grato pelo convite.

Leandro Costa

É verdade que matam qualquer pessoa, então é bom dar uma boa pesquisada nos lugares para onde vai, Esteves. Não é nada aterrador estilo Detroit do Robocop, mas seguro, morreu de velho.

Carvalho2008

Ahhh…larga mao sô….ouvi dizer que robocop VII vai ser rodado ai….rzrzrz….era garoto e olhava os exageros…magina, nunca o crime organizado vai ser tao organizado para enfrentar a

Camargoer.

Opa. Com certeza.

GFC_RJ

Relativamente fácil (e gratuito) de ir em termos de acesso é ir ao Museu Militar Conde de Linhares, logo ao lado da entrada da Quinta.

Está ali exposto (até demais!), e com grau de preservação bastante discutível, um dos protótipos do glorioso OSÓRIO. Mas o mais irônico dali é ver diversos M113 como peças de museu… 

Leandro Costa

O MUSAL também é gratuito, à menos que seja domingo aéreo, aí é cobrada uma taxa. Não lembro se da última vez em que fui foi 5 ou 3 reais… algo assim.

O conde de linhares também é uma boa. Gostaria que as peças não estivessem ao relento. Mas fazem anos e anos que não vou lá. É uma boa pedida, GFC.

Esteves

Na verdade… Esteves teve uma lanchinha, mas dava despesa demais. Um dia o Nego ligou dizendo que não dava mais pra levar os meninos surfar com ela… Esteves trocou por um bote. A p* do motor não pegava de jeito nenhum. Um dia Esteves ficou bravo e levou o motor pra um Ze dos Motores que garantiram ao Esteves ser o Papa dos Motores de Popa. Caro ficou mas consertou. Pescaria. — Esteves, vamos pescar. Esteves vamos botar o bote na rua..depois no mar. Esteves foi porque Esteves já tinha ido pescar e ganhou muito peixe. Esteves foi também pela… Read more »

Carvalho2008

Nao ha relatos de que o SP faz8a menos de 32 knos…obvio, uma revitalizacao de caldeiras seria bem vinda para esta manut3ncao por mais 20 anos….o pronlema consistia em um dos eixos que havia empenado e vibrava muito arriscando quebrar e danificar sua caverna (mas é um eixo)… E o outro, este sim, todo o sistema de catapultas, quer seja porque ja era um modelo pouco potente para cacas pesados atuais, porque tinha de ser retificada mesmo, alem de toda sua enorme tubulavao e sistema de vapor dela…dela…dela, de novo…dela…nao da propulsao das helices em si… E por ultimo, uma… Read more »

Esteves

Mestre,

Esteves buscou pesquisa sobre propulsão diesel e essa história de eixo empenado. Se entendi certo, em propulsão diesel o fato pode ser consequência da navegação abaixo dos 70% da faixa ideal de rotação do motor. Motor diesel precisa de velocidade para arrefecer. Sem o arrefecimento ideal há vibração nos mancais aonde os eixos estão apoiados. É isso?

Mas o A12 foi movido por turbinas. Como acontece do eixo empenar?

Catapultas, sistemas de vapor, tubulações…quem compra um navio, compra um jegue? Comprou e não contou os dentes?

carvalho2008

Como ele pode ter empenado? Não sei….pode ser simples falata de manutenção em rolamentos, helice ter empenado em algum momento, lubrificação…mas basicamente, não aguentou a torção que era prevista ao longo da vida…..e se vibra mundo em alta velocidade, bote bater na parede da caverna que o envolve e protege….mas, atenção….mesmo com tudo isto…estava fazendo mais que os 27 knots do Charles de Gaule….O eixo é de menos…..uma vez docado e encomendado, é substituivel….um dos itens mais substituiveis de um navio de guerra e oucos falam é justamente a helice e seu eixo….no combate, vira e mexe vai prosaco…é o… Read more »

Esteves

Preciso parar de pensar nessas coisas. Senão fico procurando respostas na internet…

Grato por explicar.

carvalho2008

Na internet é tudo dificil….só se fizer como o mestre Dalton e alguns outros, que já compram direto o livro do projeto, com a historia e algumas especificações….é dificil mesmo….lembro de uma vez que apanhei pacas para achar a capacidade de combustivel de aviação do minas gerais….foram uns dois dias…..e o pior é que não guardei….era pouquinho mesmo….um Invencible…tinha umas 900 ton…e os Colossus salvo engano, 428 ton…são aquelas analises que os menos avisados se distraem e o Mestre Dalton surge para lembrar o que não foi considerado….

Alex Barreto Cypriano

Esteves, O A-11 (um navio aeródromo na faixa de meros 15-20 kton, coisa da IIGM) era pra missão ASW, que era o que sobrara pra fazer, devido injunções internas e externas, no Atlântico Sul. Com o advento do A-12 (na faixa de 30-35 kton, coisa pós IIGM), veio o vislumbre de uma aviação naval de combate/ataque, ainda que com capacidades/vetores lá dos anos 60. Já era, deram o que tinham que dar: acabou. Não tem improviso que ressuscite morto (a plataforma e sua ala aérea, que são um sistema só, não duas coisas separadas componíveis ao acaso) por obsolescência.

Last edited 1 mês atrás by Alex Barreto Cypriano
carvalho2008

Isto é verdade….não se pensa Nae sem ter o avião para ele e vice versa….é por isto que sempre defendo um Stobar para manter um leque maior de modelos de aviões com relação a solução STOVL. Mas, além disto, focar em aeronaves realmente polivalente sempre dão um numero de opções a mais e que evitam o aleijamento de conceitos….a ausencia de um Tracker ou similar STOL, forçou os ingleses a usar o helicóptero Merlin como AEW ASUW….caro pacas e limitado na função. Chineses e Indianos tambem….o mundo ficou sem um avião de desempenho razoavel stol embarcado. Se a Turquia se… Read more »

Esteves

Quem tem esperanças no ressuscitamento desses porta-aviões são os editores.

Esteves tá de boa.

Fernando "Nunão" De Martini

😱

Esteves

Escorpião…

Matthew Mcconaughey espetacular em Killer Joe. Killer Joe não é para quem tem estômago fraquinho.

Os frutinhas ficam com Matthew em True Detectives primeira temporada, cena final.

O melhor Batman também.

https://youtu.be/wHGWe_wVYrg

Burgos

Calma aí Istivis !!!👀🤣
Larga o Cel bota uma roupa esportiva e vai caminhar um pouco no PQ. Ibirapuera !!!
Relaxa velinho !!!

Esteves

Esteves tem todos os dentes. Por insistência da fofinha, Esteves foi ao dentista após…23 anos

— Esteves, nem limpeza precisa. Mas já que está na cadeira vamos limpar, ok?

E o dentista levou 250 do Esteves.

Burgos

👀🤦‍♂️🤷‍♂️

Carlos Campos

Imagens de um dos maiores erros da MB, se tivessem não comprado, mantivesse os estudos do IKL, nacionalizando cada vez mais, não precisaria de PROSUB, estaríamos já com fragatas de 6.000 toneladas de deslocamento, e pensando em comprar um mini porta aviões com F35.

Esteves

Não dá pra isolar o período histórico dos fatos. O passado é histórico e a história é o passado.

O erro foi não ter evoluído.

Esteves

Resumo. Um dia. Um dia a idade mostra o peso. Ainda que Tivessem temporariamente e pontualmente encontrado alguma solução para o A12 (exceto os famosos bilhões de dólares para a recuperação da propulsão) teria sido uma resposta vencida pelo tempo. Professor Camargo repete. 1,5 bilhões de reais ao ano não custa muito X o benefício do contrato de Itaguaí + 4 Scorpenes. Mais vale o que pesam os submarinos X o quanto custam. E quanto vale um porta-aviões hoje? O mesmo valor ou o entorno do valor do PROSUB…10 bilhões de euros…metade para o navio, metade para a ala aérea.… Read more »

Carlos Campos

a China e a India vendem Porta aviões por cerca de 3 bilhões de dólares, esse teu PA tá superfaturado.

Esteves

Mais 3 da ala aérea + 3 dos escoltas + 500 do engajamento compartilhado…

Carlos Campos

os vermelhos, dizem que param de comprar carne e compram HK, Malásia, os vermelhos são tudo menos otário.s em deixar de comprar carne no melhor lugar do mundo, onde ela sai barata e aos montes, os próprios vermelhos soltam essas noticias para enganar os produtores de carne. tá faltando comida no mundo e eles sabem disso desde 2020.

Esteves

Não dizem. Fizeram. Recolheram os diplomatas de primeira linha incluindo o embaixador e suspenderam as compras de carne. Tem carne na Austrália…basta conversar.

Vendemos farelo e grãos para beneficiamento. Ou, sustentamos empregos deles. Ou…precisaria conversar com eles para exportar a soja beneficiada.

A vida vai.

Carlos Campos

Esteves Esteves, tá caindo no conto dos orientais. Teatro é Teatro, esses caras já faziam diplomacia e comércio enquanto a Europa ainda aprendia que dava para fazer planatações.

Nicolas_SS

Toda vez que tem alguma matéria de porta-aviões ou desse A-12 a sessão de comentários fica pior que a Depp Web. Esse pessoal tem que parar de tomar chá estragado com coco de cachorro. Nem os Super Porta Aviões Americanos ficam tanto tempo em operação,quanto mais uma Maria Vapor de 1955 que ficou mais de 15 anos parado ceifando recursos e vidas, além disso temos alguma frota para proteger? Quantos submarinos temos para acompanhar o A-12? Ou o futuro A-13? Fora as gambiarras do A-12… Tirem esse fetiche da cabeça! A galerinha da MB é a pior de todos, vivem… Read more »

Esteves

Foi o pavor da guerra. Terminada a segunda, logo em seguida a ameaça vermelha tornada real com o selvagem da motocicleta. Ok, um selvagem em uma motocicleta dos anos 1950. Veio a crise dos mísseis quando descobrimos os vermelhos do longe aqui, ilhados. Ilhados mas fumando puros. Como atravessaram os oceanos e instalaram mísseis enquanto procurávamos por eles na laje de Santos? Como? Precisou um presidente perguntar dos navios velhos e pelados que recebíamos por empréstimos donativos para acordarmos e produzirmos navios próprios e…de novo fomos buscar ameaças submersas desprezando meios superficiais. Navios com torpedos voadores. Putz. Não sei porque… Read more »

Foxtrot

A MB perdeu uma ótima oportunidade de modernizar o A-12 localmente como fez a Índia com o Admiral Kusnetsov.
Aprender com isso e desenvolver seu próprio projeto.
Mas por aqui sem a “benção” do Tio Sam ou as metrópoles Européias nada sai, nada pode, nada se consegue sozinhos.

otto

Isso não tem nada haver com falta de “benção” de alguém, é falta de vergonha na cara mesmo. Vamos parar de jogar a responsábilidades nos outros pela nossa incopentência como nação.

Foxtrot

“Isso não tem nada haver com falta de “benção” de alguém, é falta de vergonha na cara mesmo.”
Concordo em partes.
Pois até para vender o casco do A-12 o Bananasil precisou de autorização especial da França.
Mas concordo que 80% é falta de vergonha na cara e safadeza mesmo !

Alex Barreto Cypriano

Não sei como ninguém botou o novíssimo Top Gun: Maverick na roda (ninguém o fez, acho, porque ia recrudescer a depressão… rsrs). O Top Gun fez muito aficcionado (depois gamer, né?) com suas dezenas de inexatidões a respeito de aviação naval e porta-aviões. Ward Carroll (autor e colaborador do USNI) no YT apontou que Tony Scot disse “não faço filme pra técnico mas pra espectadores de cinema’ – já sabe que você vai ver um monte de asneira, naquele Top Gun e neste Maverick (em que pesem as críticas muito favoráveis de zés-manés e especialistas em cinema e guerra). O… Read more »

Carvalho2008

Na parodia top gang os folland gnat davam cavalo de pau…..

A primeia vez que vi, achei que fissem maquetes de aviao, depois é que conheci que era o folland gnat….de tao pequeno era, parecia cenografico…

Esteves

.

AF419E81-FAF9-4124-BB82-8B2D6C4FC96A.jpeg
carvalho2008

O matador de F-86 Sabre…..deu show na India nas duas guerras…..Indianos versionaram o deles batizando de Ajeet…e pretendiam uma versão naval embarcada….sabe por que não fizeram? Porque era tão leve que estava abaixo do peso minimo para ser lançado pela catapulta mesmo as antigas da classe Colossus e Majestic…iria quebrar todo…mas eu realmente pensaria num drone ou um novo treinador baseado em conceitos assim… tiraria a turbina do corpo fuselagem e colocaria acima ao estilo DC10..no espaço do corpo, colocaria tanques de combustivel e uma baia e eletronicos….e tentaria dar uma caracteristica STOL tipo boxwing escondendo o motor….ia ficar bacaninha….a… Read more »

Esteves

Morto e fantasmagórico. Talvez maldito.

O veterinário explicou pra fofinha não dar lata ao gato.

— Se der lata ao gato nunca mais come ração. Vai pedir lata toda hora.

Dito e feito, os 2 gatos só querem lata de gato. Cinco e meia da manhã, começa.

— Au, au, au, au.

Au é o Esteves. Podia ser A11, A12, A13…

— NAe, NAe, NAe.

NAe é a comida da lata.

Gatos malditos. Au e NAe todo dia às 5 e meia da manhã.

Alex Barreto Cypriano

O cachorro daqui de casa agora quer comer lasanha. Como o Garfield, daqui a pouco vai ficar bípede e fazer troça da gente. Pets: chatos mas indispensáveis.

Alex Barreto Cypriano

Correção: A Fighting Lady não é o USS Lexington, CV-16, mas o USS Yorktown, CV-10, ambos da classe Essex. Não sei porque troquei os nomes: acho que o bicho de cabeça que mordeu o Bush (não foi ato falho, foi confissão dissimulada de gagazice) me mordeu também…

Cavalli

Acredito que a Austrália preferiu pagar a multa (ficou mais barato) por abandono do projeto do sub nuclear frances. Os governos esquerdistas ávidos em boicotar quem não é alinhado a sua ideologia, passando por cima de décadas de proximidades diplomáticas e relações internacionais. O que prometeram para os franceses para terem este projeto importantíssimo? Por quê não seguiram com os alemães; pois já tínhamos expertise na fabricação de naves alemãs? Sofremos agora com o boicote, com grave risco de virar sansões devido as “girafas” da amazônia e a falta de alinhamento com o sempre problemático Macron. Escolhas erradas no passado,… Read more »

Jadson S. Cabral

Imagens incríveis! O São Paulo modernizado operando uns 12 A-4 modernizados com capacidade de lançar mísseis anti-navio teria bastante valor ainda hoje.

Bruno Vinícius

Matérias sobre o São Paulo são um triste lembrete da opção da MB por sucatear a frota de superfície, incluindo o abandono de qualquer possibilidade de termos um NAe nas próximas décadas, em nome do submarino nuclear. Essa estratégia que é – em minha opinião – não apenas uma tragédia para a própria Marinha, mas também para o Brasil. Ainda que tomemos como verdade, arguendo, que um SSN seria um meio mais útil numa guerra contra uma grande potência, é fato que uma frota de superfície centrada em um porta-aviões nos daria um leque muito maior de possibilidades para fazer… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius
Esteves

Guerra contra uma grande potência entendida como norte-americanos, chineses, russos, franceses, ingleses…não seria vencida com um porta-aviões. Nem com dois. Vencer uma guerra é chegar ao limite do esforço econômico industrial produzindo meios para reposição como mísseis, torpedos, navios, aviões, armas leves e pesadas além da suprema investida em logística mais inventários como minas, bombas, trajes, pessoal de terra, soldados, drones… Não temos nada disso pronto para a guerra e pouco indica que teremos um dia. Porta-aviões para pressionar vizinhos? Quais? Paraguaios? Bolivianos? Colombianos? Argentinos levaram nossas fábricas…vamos tacar bombas neles por revanches? Vamos explodir a fábrica da Ford na… Read more »

Osvaldo Marcilio Junior

Que lindo, pena que nossa alegria durou tão pouco!!

guilardo

Osvaldo. Precisamos reciclar a nossa engenharia naval. O mal está na incompetência e não na idade do navio. Vendam o caso do SP, absolutamente íntegro, ainda, à China, e logo verão um “novo PV surgir”. Não se trata só de dinheiro, mas da capacidade dos expertos que estudaram para tal, e não conseguem fazer nada, absolutamente nada. Contentemo-nos com esses pequenos patrulhas de 500 t, pois é a única coisa que “pode” dar certa vinda dos nosso engenheiros. Lembrem-se da réplica de uma das naus de Cabral, copiada quinhentos anos depois, com o auxílio de toda a tecnologia, uso de… Read more »

Gustavo

Eu tinha uma foto com alguns super etendard da ARA e 2 S-2 tb da ARA com 6 A-4 da MB no A-12. Foi a única vez que o A-12 pode falar que tinha um real grupamento aéreo.

Santos Brasil

Bom dia.
Eu sou novo aqui, primeira vez que comento, eu gostaria de saber qual será o fim do ex NAe São Paulo, sucata, museu, virar alvo?

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios da Marinha serão abertos para visitação neste fim de semana em Vitória (ES)

Serão diversas embarcações e cerca de 1.700 militares atuando durante operação da Marinha do Brasil Quem tem vontade de conhecer...
- Advertisement -