Moskva após o ataque de mísseis Neptune, em abril de 2022

Novo gráfico registrando os ataques ucranianos contra a Frota Russa do Mar Negro.

O último ataque teve como alvo o porto de Feodosia e destruiu o navio de desembarque Novocherkassk, que transportava munições para a Crimeia. O Novocherkassk sobreviveu anteriormente a um ataque em Berdyansk.

Gráfico: @KapitainLoma – no X
Subscribe
Notify of
guest

44 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
sergio 02

Como diz Yusuke Urameshi, rapadura e doce mais não e mole não.

Tomcat4,5

Exatamente e por não ser mole se foram 5 Rasputcha !!!rs

Bueno

Foi uma bela Rapadura voadora que levou o Novocherkassk, mandou melado para todos os lados..
 
A Ucrânia volta para mídia , estava esquecida com a guerra de Israel contra o Hamas, com o Congresso dos EUA recusando dar mais uma ajuda significativa à Ucrânia, este ataque vai gerar muitos frutos para eles .

Last edited 3 meses atrás by Bueno
JHF

Enquanto as notícias eram de perdas na aviação, terreno e blindados, nada de muito alvoroço. Agora que acertaram um belo ataque na Marina do mar negro, todos os canais estão reverberando. Já estamos acostumados este padrão de fazer de conta que a Ukrania vai bem com armamento ocidental. Uma lástima que o país no mundo real esteja desaparecendo econômica, geográfica e demográficamente.

No One

O perigo é a Ucrânia levar junto com ela o que sobrou da Rússia nesse atoleiro… Não haverá vitória para a arrogância e prepotência do agressor.

francisco
Bueno

A Ucrania esta alcançando excelentes resultados contra a Frota Russa do Mar Negro
Esta Frota Russa do Mar Negro só esta reduzindo.
 
Interessante é escutar os especialistas brasileiros, em especial um que vai falar que isto não quer dizer nada, que isto não muda a guerra em anda… kkk
Ele já disse isto em relação ao abate dos 3  Su-34 russos , kkk
Faz excelentes comentários mas nao deixa se solatar umas presepadas

deadeye

Eles não estão considerando, de que pelo fato de os Estreitos Turcos estarem fechados, os Russos não podem recuperar essas baixas com navios de outras frotas.

E também, muitos especialistas já estão falando que a Rússia perdeu a sua superioridade no Mar Negro para a OTAN, principalmente com o recente aumento e modernização dos meios da Marinha da Turquia, e de projetos de países na região, como a Romênia, de expansão naval.

Jacinto Fernandes

Uma questão é que está claro que os russos não conseguem defender a Criméia contra misseis de cruzeiro, o que significa que ela não pode ser usada como base naval. E quem controla a Criméia sempre teve um ponto estratégico para controlar o Mar Negro.

Guilherme

Bem observado. Putin precisará de mais esforço e dinheiro pra justificar e legitimar a anexação da Crimeia e qualquer outro território anexado, já que está tão vulnerável quanto a legitimidade de putin na “democracia” russa.

Henrique

“Interessante é escutar os especialistas brasileiros, em especial um que vai falar que isto não quer dizer nada, que isto não muda a guerra em anda”

isso é o mais bizonho que eles podem falar, a Otan/Turquia praticamente agora são as maiores marinhas no mar negro e os caras insistem que não mudou nada kkkkk

Rui Chapéu

Isso que a Ucrania não tem Marinha direito…

Imagina se tivesse hehehe

Bispo

Que “acertou” foi os dados americanos e ingleses… os ucranianos só apareceram nos créditos.

Zorann

Se tivesse marinha, os navios ja teriam sido afundados. Ou você acha que a Russia também não tem mísseis para isto?

deadeye

Considerando o histórico do Kinzhal invencível, duvido.

Satyricon

Nessa toada, a Ucrânia vai dominar o mar Negro com um bote, muito em breve.

Que coisa…

Bueno

Verdade, só falta o Putini Alugar uns navios da China.

Certamente a Rússia tem outros meios para proteger a Crimeia e conta também com o Mar de Azov , não sei se lá tem estaleiro militar e se navega navios militares que possa auxiliar na dissuasão da Crimeia

Last edited 3 meses atrás by Bueno
Satyricon

Bueno, esse ataque só prova que qualquer estaleiro russo, seja na Crimeia ou no mar de Azov, está ao alcance dos Ucranianos.
A Rússia agora só tem os portos de Novorossisk (Rússia) e Poti (Geórgia) disponíveis.
Por enquanto…

Bueno

Sim , e com o mísseis Neptune já em uso em 2022 era para ter uma ação defensiva dos Russos, esta sendo uma operação suicida navegar no Mar Negro.

Parece que os Russos não aprenderam nada com o ataque ao Moskva.
 
Quais as ações tomadas para se defender e ou eliminar este tipo e ataque ?

Last edited 3 meses atrás by Bueno
deadeye

Para um país que não tem marinha, fizeram um estrago.

Hcosta

E os centros de comando da Frota

Rodrigo Frizoni

A vdd é que a frota russa não duraria 1h de combate contra os EUA

Abner

Uma dúvida quais submarinos foram perdidos além do que estava, num estaleiro para reparos ?

Fábio Mayer

E tudo mentira da OTAN e do lobby sionista, a Rússia não perdeu nenhum navio nesta guerra.

Fernando f sa

Não não é mentira , você é que é desinformado e está a favor da Rússia que invadiu um país soberano pra roubar suas terras e matando um monte de inocentes, puto..tem que ser destruído.

Fabio Mayer

É mentira! A Rússia está lá para desnazificar a Ucrania… quando o fizer, devolverá todos os territórios acupados, porque Putin é um cara bonzinho e boa praça!

Nilson

Mais uma prova de que navios de superfície são apenas alvos. O importante é que a Marinha (ou a FAB) tenham aeronaves de ataque com mísseis anti navio. E isso não temos.

Machado

Rapaz eu me pergunto isso sempre. Não existe uma explicação plausível. Desde o exemplo da Guerra das Malvinas em 1982 não temos caças armados com mísseis anti navios. Não pode ser possível uma coisa dessas. Então eu chego a conclusão que isso (só pode ser) uma ingerência e intromissão a nossa soberania. Forças ocultas que defendem interesses estrangeiros sabotam pra não deixarem as forças armadas brasileiras com poder de dissuasao pois podem atrapalhar os planos de terceiros. Não deixam o Brasil ficar mais forte de propósito pra não desbalancear as forças da America do Sul. É bizarro

Dalton

É porque o Brasil simplesmente não renovou sua força de aviões de combate – que chegou a ter 3 competidores no páreo finalmente vencido pelo “Gripen” – que aliás continua tendo como espinha dorsal o F-5M e a marinha que comprou 18 A-4s em condições de voo, todos candidatos a modernização, decidiu que tinha recursos para modernizar apenas 7 um dos quais perdido em acidente que vitimou o piloto.

Jagder#44

Aliás, nunca acharam o corpo do piloto, salvo engano!

Nilson

Realmente é bizarro, mas discordo de você quanto a ser ingerência externa: acho que é má gerência interna mesmo, décadas após décadas…

Adiposo do Bitcoin

As baionetas das forças armadas estão apontadas para para os cidadãos que trabalham e pagam impostos. As ameaças que as FFAA enfrentam são as ameaças que o esquemão de poder enfrenta. Ou seja, uns FAL enferrujados funcionando e que consigam atravessar turbas desajeitadas é suficiente, não precisa gastar com aviação de ponta, complexos de radares, armamento antiaéreo de curta, média e longa distância, tanques novos, pode recauchutar blindado da década de 70, etc.

Nelson Dias

Nilson, concordo em partes; desdenhar forças navais, sejam de superfície ou submarinas, não faz sentido em nenhum teatro geoestratégico.

Nilson

Olá Nelson, talvez eu tenha usado uma figura de linguagem para enfatizar a importância das aeronaves de ataque. Não se desdenham as forças navais, apenas se enfatiza que a defesa aérea é imprescindível para defesa da costa. 6 gripen com mísseis anti navios nos defendem mais do que uma Tamandaré, por exemplo.

Gustavo

Impressionante, é a reposição naval russia, foram 2 submarino nuclear, mesmo com essas perda de navios , eles conseguem repor, com corvertas, fragatas.
Essa destruição desse navio teve dedo americano, com dados, e inteligência.
Mais assim mesmo fai ser feito propaganda da Ucrânia.

Karkarah

Prezados, parece que a turma da Ucrânia aponta mais algumas outras embarcações atingidas, além dessas: a “Ivan Khurs”, aparentemente atingida por um USV em 23 de maio perto do Bósforo, a “Suvorovets”, também aparentemente atingida por um USV em 4 de agosto (no mesmo ataque que afundou a “Olenegorsky Gornyk”), além de um navio de desembarque D-704, 6 barcos patrulha Raptor e mais 2 barcos patrulha “Tunets”.

Fábio

Viraram piada, parabéns Putin o grande estrategista.

JPonte

Me surpreendeu o fato do sucesso alcançado pelas FFAA ucranianas contra a marinha Russa , não sei se é um braço forte nas FFAA russas a sua marinha … mas tratando do fato de a Ucrânia praticamente não ter Marinha e a marinha Russa ser em todos os aspectos bem superior a ucraniana , o número de vitórias táticas alcançadas pela Ucrânia é digna de nota .

Neural

Única vitória relevante foi o Moskva. De resto navios velhos e irrelevantes, com mais de 30 anos de uso

Cicero

Olá Neural,

Todas as vitórias foram relevantes. O Moskva foi real um grande prêmio. Os demais ataques, mostraram que os ucranianos souberam conduzir efizcamente um ataque a portos que deveriam ter defesas eficientes. Para que um míssil atravesse toda a Criméia, houve todo o planejamento de localização e logística para tornar as defesas inúteis. E isto gerou aprendizado, epor esta razão diversos navios foram destruídos nos portos.

Beto

Passada a euforia, em 27/12/2023 ficou esclarecido o ataque da Ucrânia ao navio de desembarque “Novocherkassk”, da Rússia. A turma de Zelensky atacou o porto de Feodosiya, na Criméia, com 2 antigos bombardeiros táticos Su-24, cada um deles levando 2 mísseis britânicos Storm Shadow, com o propósito de afundar o que estivesse no porto. Resultado: ✔️ Colocaram a pique o “Novocherkassk”, da classe Ropucha, navio que já havia sido atingido em 03/2022 ✔️Gastaram 4 mísseis Storm Shadow SCALP/EG: U$10 milhões ✔️Os 2 Su-24 Fencer foram abatidos: U$60 milhões ✔️2 pilotos e 2 navegadores a menos na já combalida força aérea… Read more »

ThomarArchie

qual a fonte da informação amigo ?, tem foto dos 2 Su-24 abatidos ou caíram no mar negro?, conseguistes pra nós também um vídeo de 4 explosões no Novocherkassk resultado dos seus 4 misseis lançados ?, qual a quantidades de baixas no navio de desembarque ?, saberia me dizer se o navio estava operacional e qual era sua carga ?, pelo visto foi uma carga militar tendo em vista o tamanho da primeira explosão.

Henrique

O “Novocherkassk” tinha pouca relevância para mudar os rumos da guerra de atrito”

menos um navio pra supri a Criméia e menos um navio na frota do mar negro…

mas confia, o Zelensky não tem nada pra comemorar… quem tem deve ser a tripulação dos navios russo que não saem do porto…

***
✔️2 pilotos e 2 navegadores a menos na já combalida força aérea da Ucrânia

fonte delirante ai

Gilson Elano

Aumenta a lista, que tem outro navio russo parcialmente afundando, próximo a esse que foi destruído.