19 de janeiro, 2024 – A Coreia do Norte afirma ter realizado um teste de um “sistema de armas nucleares subaquático”, uma afirmação que aumentaria dramaticamente as preocupações de que Kim Jong Un esteja se preparando para a guerra.

O teste é uma resposta aos exercícios militares conjuntos desta semana realizados pela Coreia do Sul, Estados Unidos e Japão, informou a mídia estatal KCNA na sexta-feira.

É a quarta vez que a mídia estatal noticia sobre o “Haeil” subaquático não tripulado do país desenvolvimento de veículo (UUV), uma espécie de torpedo que a Coreia do Norte diz poder ser equipado com ogivas nucleares táticas.

Apelidado de “Haeil”, que significa tsunami, tem como objetivo penetrar em águas inimigas e criar uma grande onda radioativa por meio de uma explosão subaquática.

O teste surge na Coreia do Norte, à medida que as tensões aumentam na Península Coreana, com Pyongyang a tornar-se cada vez mais feroz na sua retórica sobre a preparação do país para a guerra.

Subscribe
Notify of
guest

34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Moriah

Subroc gigante e autônomo… nas mãos erradas (do KR do Norte) é um perigo.

Paulo Moreira Gonçalves

Não entendi… Eles tem direito como qq outra nação… Até onde sei os EUA é a nação que mais invadiu outros países após a 2a GM e foi a única q utilizou bomba atômica, CONTRA CIVIS. Tá na mão errada de quem ?

Gerson Carvalho

Errados somos nós que até o sumarino que ainda nem existe tem que ser inspecionado pela ONU!!

Bigliazzi

O submarino é francês, que irá supervisionar são os franceses. Esse submarino não será armado com mísseis balísticos e é tudo menos um submarino de ataque com mísseis balísticos nucleares.

Oscar

Onde leia-se ONU = EUA…

Dalton

Você compreende que entre os “CIVIS” haviam militares e instalações militares, não havia como separar, essa estorinha de só haver mulheres, crianças e idosos em ambas as cidades já deu. . Os japoneses fizeram coisa muito pior que os EUA, na China por exemplo, sem usar “bomba atômica”. . O interessante é que a China já declarou que não permitiria uma reunificação das Coreias então Coreia do Sul e EUA nada podem fazer independente da Coreia do Norte ter “bomba atômica”. . O que o ditador de plantão quer é se perpetuar no poder, chantagear outros países e ganhar prestígio… Read more »

Atirador

Dalton a China não permitiria que o Norte fosse absorvido pelo Sul, mas duvido que não aceitasse o contrário

Dalton

Nem faz sentido esse outro jeito, o sul sendo muito mais rico, com o dobro de população que simplesmente não aceitaria tal mudança de regime como aliás, não se vê nenhum sul coreano desertando para o norte.

H.Saito

Se a China invadir Taiwan, Coreia do Norte pode querer se aproveitar da situação e atacar o Sul, forçando a China a ajudá-lo sob risco de perder um aliado maluco.
E adicionalmente a China poderia se aproveitar para assumir o controle das duas Coreias e unificá-las sob domínio chinês, com meio bilhão de soldados ao seu dispor, os coreanos não teriam a menor chance.
E EUA, veja bem, depois do Vietnã e Afeganistão, não dá para garantir que eles fiquem para lutar.

Dalton

Bom, Saito, de boas intenções o inferno está cheio assim como há teorias conspiratórias para tudo. . Você usa o Vietnã e o Afeganistão como exemplos, mas, são coisas diferentes, a queda de nenhum dos 2 representou uma ameaça aos EUA, apenas não valia mais a pena investir neles. . No caso do corrupto e sem esperança Vietnã do Sul se cortou à ajuda financeira, após a saída dos EUA em 1973 enquanto a URSS triplicou à ajuda ao Norte e quanto ao Afeganistão, nunca houve um plano de ocupação de longo prazo ao menos este deixou de ser uma… Read more »

H.saito

Os EUA estão investindo em Chips pela possibilidade de perderem Taiwan e Coreia do Sul.
E do jeito que os socialistas do partido democrata americano estão loucos para transformar os EUA em um país de terceiro mundo, esperem pelo pior.

Bigliazzi

Recomendo a releitura sobre a documentação da Guerra do Pacífico para uma melhor contextualização do uso da ativas atômicas. Fiquei curioso, qual é o ranking dos países que mais invadiram?

bruno

Você só esqueceu que se a Coreia do Norte não fosse confrontada por potencias como os Estados Unidos, ela também invadiria países, e pior, com a real possibilidade de usar seu arsenal nuclear, pois países governados por ditadores não respeitam ninguém.

Oscar

Mãos erradas pra quem?

Os EUA faz fronteira com o país?

A única razão da hostilidade na península é os EUA; que insuflam a hostilidade regional para manter a Coreia do Sul e Japão como colônias e buchas de canhão.

Gabriel BR

certos eles !

Alex Barreto Cypriano

Se diplomacia serve ainda pra alguma coisa, seria justamente pra conseguir consenso em torno do banimento de vetores de entrega nuclear de alta discrição. Banimento e sanção de seu desenvolvimento, pois é uma arma de terror, sempre a tática do mais fraco e inescrupuloso, nada tem com objetivos militares numa competição razoável. De cair o queixo estes últimos capítulos da debacle imperial…

Allan Lemos

Diga isso para a Ucrânia, meu caro. Armas nucleares cumprem muito bem o seu propósito, que é oferecer dissuasão e garantir a soberania do país. Se não fosse por elas, a humanidade teria enfrentado a terceira guerra mundial.

Alex Barreto Cypriano

A quarta seria lutada com paus e pedras por quê, mesmo, caro Allan? Dizíamos terceira guerra mundial mas esta seria uma troca nuclear entre os EUA (e satélites europeus) e URSS, entre o primeiro mundo e o segundo. As consequências, dizia-se, é que seriam mundiais e emprestavam caráter mundial aa ação de guerra (no ‘atacado’) em si. Uma terceira guerra mundial nuclear depois da dissolução dos grandes blocos políticos e da proliferação nuclear aos não alinhados (a ‘varejo’) seria, pela precariedade do controle e emprego, desastrosamente idiossincratica e letal. Tenho a impressão de que o mundo nunca deixou de viver… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano

E ademais, Allan, o drone subaquático não é arma nuclear, mas um vetor de entrega. Não falei contra arma nuclear e sua lógica destrutiva mas contra este tipo de vetor altamente discreto (que permite ataque sem nenhum aviso ou detecção possível, o que vai contra a mais elementar dissuasão nuclear).

Fábio CDC

É assim mesmo, quem pode, pode, quem não pode fica de conversinha mole. Aqueles que puderem se armar que o façam, porque na hora do “vamo vê”, é tiro, porrada, bomba, SLBM, ICBM, tecnologias stealth e tudo o mais. Boa Sorte KN, Irâ, Rússia, Estados Unidos, Taiwan, Japão, China, Europeus…
.
É isso ai, é a vida.

Emmanuel

Eu escuto isso desde que eu era criança.
E o Irã que destruiria Israel.
A Rússia invadiria a Polônia.
Argentina e Brasil entrariam em guerra.
Blablabla…

A Coréia do Norte sabe que se atacar a Coréia do Sul é, também, atacar os Estados Unidos, e com ele todo o seu poderio econômico e militar. E vencer ambos é impossível E o gordinho treloso não vai fazer nada porque a China não quer esses milhares de soldados e todo arsenal americanos na sua fronteira.

A Coréia do Norte é a trincheira invisível entre a China e os Estados Unidos.

Paulo Sollo

Mais um fruto do acordo com a Rússia. E isto representa um salto formidável na capacidade de dissuasão deles. Inclusive se parece muito com o Poseidon. Sobre a insinuação de que eles estão se preparando para a guerra, dando a entender que vão iniciar uma guerra, acho isto totalmente falso. Eles estão se preparando para a guerra como qualquer outro país que deseja ter a capacidade de não apenas defender seu território, mas caso seja necessário causar danos ao território do adversário. Mas voltando ao drone, este é um momento formidável para qualquer país que quiser dar um salto tecnológico… Read more »

Jorge Cardoso

O gordinho norte-coreano, filhote e neto de ditador, é pilantra…reles falsário…forjou um passaporte brasileiro…documento oficial da República Federativa do Brasil…em nome de um Paulo Lee, ou que tal, da Liberdade…conseguiu um visto japonês no consulado na Av. Paulista…e foi “brincar” na Tokyo Disneyland…pagou pau para o Mickey, a Minnie e o Donald Duck…mas não se preocupe, Paulo…o Pateta somos nós…

Paulo Sollo

Não sou fã do kim e de sua linhagem de ditadores. Tudo o que eu postei aí foi uma análise geopolítica do que considero fatos que estão ocorrendo, sem entrno mérito de que isto será bom ou ruim. Felizmente está bem longe de nós. Porém esta guerra na Ucrânia trouxe este efeito colateral. A Otan decidiu patrocinar a Ucrânia e os russos tiveram por consequência de buscar parcerias. E as únicas possíveis seriam a de países como C. s do Norte e Irã. Estes países jamais imaginariam que teriam tal possibilidade de avanço tecnológico. E lembremos que não há governos… Read more »

Nativo

Parabéns pela reflexão sobre os avanços técnicos militares da Coreia do Norte , sem se deixar levar pelo mauzinho X bonzinho que muitos ” adultos” ainda creem.

Dalton

Pena que esse avanço não se reflita em melhorias para a combalida população e há ainda “adultos” que creem que é para defender o país
aplaudem e justificam !

Dalton

A OTAN não precisa da Ucrânia como “escudo” esta sim é que precisa da OTAN assim como a Finlândia que vinha sendo ameaçada caso entrasse para ela o que com a invasão da Ucrânia levou esse país a filiar-se sendo admitida ano passado e a Suécia que se manteve neutra durante a guerra fria apesar de certo viés para o ocidente também solicitou sua filiação que enfrenta oposição da Turquia. . Países que não podem se defender sozinhos e/ou intimidados pela RússiaURSS por décadas procuraram abrigo junto a OTAN, enquanto que países autocráticos que claramente intimidam vizinhos buscam apoio mútuo,… Read more »

Allan Lemos

Desprezo o regime do país, mas admiro sua determinação em buscar sua capacidade nuclear com tanto afinco.

Adriano madureira

P.a r.a.b.é.n s Gorducho celestial🤔😆👍🇰🇵‼️

Pode não ser uma democracia, mas sabe se preocupar com a defesa…

Santamariense

Defesa do que e de quem, mesmo?

João vieira

Interessante esse drone/ torpedo. Propulsão ” diesel/ elétrico”! Porque não, bateria de lítio? Aliás, também acho que estamos perdendo a oportunidade de desenvolvermos nossa própria tecnologia de propulsão para submarinos com bateria de lítio. A MB deveria patrocinar estudos acadêmicos para isso em universidades brasileiras. Temos países como Japão, França já bem adiantados nesse tópico. Aproveitar as tecnologias de aplicação de baterias para automoveis já seria um passo inicial para iniciar uma possível aplicação. Sabemos como fabricar um casco. Mas essa parte é a menos crítica. Falta muito para termos uma real capacidade de desenvolver submarinos. A nuclear é um… Read more »

Bigliazzi

O Kim te absolutamente tudo a perder… Pode até acertar alguns golpes nos EUA, mas se isso acontecer será transportado para a idade da pedra pelos mísseis dos americanos. Vale a pena? Ninguém irá atacar a Coreia do Norte… Ela não importa nada no Mundo, é de uma inutilidade sem fim para a economia mundial… Porque se preocupar com eles???

Harpia

Exato! Não faz sentido algum essa insistência do regime contra o ocidente. Eles seriam simplesmente ignorados.
Esse salseiro todo era alimentado pela guerra fria, mas agora, ficaram sozinhos deste lado com Cuba. Ninguém quer saber dessa bagaceira não gente!

adriano Madureira

E você acha que acontecerá oque com os aliados americanos na região, quando os primeiros mísseis estiverem no radar de Pyongyang?

Fora todos os militares americanos na região…

Iria sobrar até para a população de Guam…

O gorducho iria cair mas levaria muita gente,eu levaria.