Projeto naval é desenvolvido no País e o lançamento ao mar está previsto para este ano

O lançamento ao mar da Fragata “Tamandaré”, primeiro dos quatro novos navios-escolta que passarão a equipar a Marinha do Brasil ao longo desta década, está previsto para meados deste ano. Já o segundo navio da Classe, que será batizado de Fragata “Jerônimo de Albuquerque”, teve iniciado o corte das chapas de aço que comporão seu casco. Ambos fazem parte do Programa Fragatas Classe Tamandaré (PFCT), o mais moderno e inovador projeto de construção naval desenvolvido no País e que tem a expectativa de gerar cerca de 2 mil empregos diretos e 6 mil indiretos.

O PFCT tem como propósito modernizar a Esquadra brasileira, reforçando sua capacidade de  garantir a soberania do País, além de incentivar o crescimento da indústria de defesa nacional e da cadeia produtiva necessária à construção dos navios em solo brasileiro. Conduzido pela MB, o programa é gerenciado pela Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) e executado pela Sociedade de Propósito Específico Águas Azuis, que é composta pelas empresas Thyssenkrupp Marine Systems, Embraer Defesa & Segurança e Atech.

Com alta complexidade tecnológica, as novas fragatas serão versáteis e de alto poder de combate, capazes de se contraporem a múltiplas ameaças, e serão utilizadas para proteger as riquezas da Amazônia Azul. As embarcações serão destinadas, também, para operações de busca e salvamento e apoio à política externa brasileira.

“O Programa Fragatas Classe Tamandaré amplia nosso compromisso com a sociedade de preservar e proteger as águas jurisdicionais brasileiras, valorizando a mão de obra nacional, usando o que há de mais moderno em tecnologia e fomentando a nossa Base Industrial de Defesa”, reforçou o Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante de Esquadra Edgar Luiz Siqueira Barbosa.

Concepção artística em 3D da fragata Tamandaré

PEC da Defesa e Inclusão no PAC

Integrando o Programa Estratégico de Modernização do Poder Naval, o PFCT foi incluído, em 2023, no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. Com isso, o projeto teve apoio parlamentar para a busca de liberação de recursos junto ao Congresso Nacional. Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi protocolada no Senado Federal em outubro de 2023, denominada “PEC da Defesa”, que visa garantir um orçamento igual ou superior a 2% do Produto Interno Bruto (PIB) para a Defesa, observada a razoabilidade de um incremento anual percentual gradual (0,1%/ano).

Com isso, a proposta está em sintonia com o cenário geopolítico atual, que tem incentivado grandes e médias potências a elevarem seus investimentos para renovar seus sistemas de Defesa. Nos últimos 10 anos, o Brasil provisionou, em média, o correspondente a 1,32% do PIB para a  defesa nacional, enquanto outros países em desenvolvimento investiram mais, como a Índia (2,4%), a Colômbia (3%) e o Chile (1,8%).

A ênfase dada pela PEC aos Programas Estratégicos das Forças Armadas preveem o desenvolvimento e a fabricação de sistemas e equipamentos em território nacional, atividades intensivas na geração de empregos e no desenvolvimento de ciência e tecnologia, como o Programa Fragatas Classe Tamandaré. O aumento gradual do orçamento proposto pela “PEC da Defesa” pode render dividendos econômicos e sociais internos, além de contribuir para a manutenção e fortalecimento do poder dissuasório brasileiro.

FONTE: Agência Marinha de Notícias

Subscribe
Notify of
guest

270 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
André Luiz Pinheiro

Junto com o mínimo de 2% do PIB deveria vir acompanhado na legislação um investimento mínimo em pesquisa e inovação, além de novas aquisições. Quase todo orçamento da defesa é de pagamento em salários.

Allan Lemos

O problema não é só o pagamento de salários, mas sim todos os “penduricalhos” que aprovam para si mesmos. Os militares vivem parasitando o Estado assim como fazem outras castas do funcionalismo público brasileiro. Não se iluda com esses “2% do PIB”, eu lhe garanto que não irá alterar em absolutamente nada os investimentos efetivos nas 3 forças.

Gabriel

Teve momentos que achei que esse tipo de comentário era fruto de desconhecimento ou ignorância. Hoje tenho certeza que o objetivo é disseminar mentiras com único objetivo de desgastar as Forças Armadas. Até meu cachorro sabe que existe Leis que regulam a remuneração dos Agentes Públicos, incluindo os militares. Não é possível criar “penduricalhos”, até porque existem umas séries de fiscalizações, etc etc etc Não gosta da Lei, não concorda? faça gestões, apresente propostas a políticos do Congresso, quem sabe vc tem uma ideia melhor do que existe hoje. Quanto a afirmação que os militares vivem parasitando o Estado, repete… Read more »

Samuel Asafe

amigo, acho que o colega se referia às pensões de filhas de generais já mortos, que passam a vida inteira recebendo salário da federação, sem mover um dedo. Acho que o colega também se refere, aos jantares pra oficiais regados a salmão, lagosta e vinhos caros. Não é possível que você seja tão legalista a ponto de fingir que não existe um problema no ministério da defesa.
Nenhuma força armada do mundo gasta a proporção que gastamos com pessoal, isso está errado!

Gabriel

Pensão para filhas, totalmente errado, tanto que desde 2000 (se não me engano) não é mais permitido. Quem adquiriu o direito antes, está mantido (oq eu também discordo).
Concordo totalmente com qualquer tipo de distorção em relação a aquisição e consumo de gêneros.
Vou acrescentar ainda que eu acredito que a pensão, em caso de morte, deveria ser na casa dos 70%.

Santamariense

No quesito específico das filhas, se pagar 1,5% do soldo básico, continua mantendo o direito. O correto e justo era FILHA NENHUMA, nem antes e nem agora, receber pensão! Nenhuma outra categoria de trabalhador tem esse benefício. Além disso, é sabido de todos que a grande maioria das filhas “solteiras” é casada…e continua recebendo.

Faver

Senhor Gabriel, quem desgasta as forças são elas próprias. Não são só as pensões. Não se esqueça dos hospitais e postos de saúde próprios, justiça específica, transferência de pessoas com volumes de recursos dilatadadas, previdência próprias, vilas militares com aluguéis subsidiados, hotel militar, clubes militares, alimentação gratuítas em unidades… Isto que outros funçionarios públicos e a maioria da população não tem. A lista é grande! Isto é muito privilégio! Imagina um força que tivesse parte destes privilégios para ser profissional? Venda as casas em que os oficiais e subs moram, muitas em áreas nobres de cidades do Brasil inteiro, e… Read more »

RODRIGO

popo furado essa história de regalias para filhas. Meu pai paga um percentual maior desde que entrou como recruta no exército em 1969 para que a mãe ou a filha pudessem ter o direito a receber a pensão! O detalhe que NINGUÉM FALA PARA DENEGRIR OS MILITARES é que meu Pai paga até hoje! Isso mesmo, meu Pai se aposentou como oficial do exército no início dos anos 2000, MAS ATÉ HOJE PAGA E VAI CONTINUAR PAGANDO ATÉ A SUA MORTE, para que a minha mãe ou irmã possam receber a pensão !!!! 55 ANOS CONTRIBUINDO !!!! AVISO DOS EDITORES:… Read more »

Wilson

Se é assim tão justo porque o contribuinte do INSS também não tem o direto de recolher 1,8 % de seus proventos para garantir esse benefício a suas filhas? Porque atuarialmente esta conta não fecha, é um absurdo que suga os recursos da defesa.

No One

“militares já são hoje o grupo com o maior “déficit por beneficiário”. No ano passado, a União precisou bancar, com recursos dos contribuintes, R$ 121,2 mil para cada aposentado ou pensionista das Forças Armadas. O valor é quase o dobro do que o governo precisa cobrir por pessoa no regime dos servidores e mais de 17 vezes o tamanho do déficit per capita no INSS, que engloba trabalhadores da iniciativa privada. No regime próprio dos servidores federais, o déficit individual é calculado em R$ 71,6 mil, enquanto no INSS esse valor é bem menor, de R$ 6,9 mil.” É o… Read more »

Gabriel

As vezes é necessário desenhar para alguns entenderem.
Infelizmente a falta de capacidade de leitura e interpretação provoca que matérias feitas com informações distorcidas passem a ser entendidas como regras gerais.

Faver

Contra fatos não há argumentos? Pesquise sobre militares que vivem de transferência e compram vários imóveis pelo Brasil? Muitos antes da transferência dão um jeito de potencializar o valor. Outras pessoas que mudam de cidade tem isto? Hospital e justiça militar próprias? Desenhe por favor!

Rinaldo Nery

Comprar imóveis com dinheiro de transferência? Você está louco.

Allan Lemos

Desculpe mas sua parede de texto sem substância cai por terra quando os dados indicam que o Brasil gasta mais de seu orçamento militar com pessoal do que todos os demais países importantes. Eu te garanto que conheço mais das leis do que você. E sim, os militares formam mais uma casta que suga do Estado, assim como a alta cúpula do Judiciário e do Legislativo. https://opopular.com.br/politica/penduricalho-a-militares-vai-custar-r-26-bilh-es-em-5-anos-1.2077928 entenderam que o atual sistema é o menos oneroso para o Estado Achismo. https://obidense.com.br/noticia/13170/exercito-pagara-r-4-milhoes-de-penduricalho-para-generais-mudarem-de-cidade Enquanto não há caças, nem MBTs e nem navios para que os militares cumpram a função que lhes foi… Read more »

Luís Henrique

Os militares brasileiros gastam mais proporcionalmente com o Efetivo do que os países importantes, porque os países importantes em sua maioria investem muito mais do que o Brasil, ou em números absolutos ou em porcentagem do PIB. E os pouquíssimos casos de países que investem igual o Brasil e conseguem manter um menor percentual de gastos com pessoal, normalmente possuem Efetivos bem enxutos e se apoiam em alianças militares, terceirizando parte de sua defesa.

Gustavo

Que países você está falando de países europeus que abriu mão do seu efetivo orçamento colocando sua segurança na mãos do americanos, que durante o conflito Ucrânia não tem condição de apoiar uma guerra, e suas indústria não têm como manter ajuda sem americanos , belo exemplo.

Wilson

Eles se amedrontam com a Russia enquanto o Brasil se borra de medo da venezuela.

Gustavo

Judiciário gasta mais, e tem mais benefício.
As forças armadas precisa de investimentos detalhado peli congresso que não se importa com defesa do país, 05% do orçamento da defesa vai ser para aquisição de meios navais, não tem isso é não se importa então é mais fácil colocar culpa em torno dos militares, então esse tipo de falácia é para tentar desacreditar o missão da força.

Camargoer.

O judiciário é um escândalo, mas é outro poder. A comparação deve ser feita com os servidores civis do executivo.

carvalho2008

Não, mestre Camargoer….uma fração nunca existe desligada de um contexto geral….estamos falando de militares, mas o contexto é geral…e justamente por ser geral, cada feudo puxa para seu lado e sempre puxará enquanto estas mazelas existirem….as brechas todas tem de ser fechadas….basta um brecha na represa, parao o vazamento aumentar ou se achar natural as rachaduras sociais…..

Camargoer.

Como disse, o poder judiciário é um escândalo, assim como a área militar.

Qualquer um concordará que é preciso atuar nos dois dois, assim como concordará que a corrupção é um problema, que a educação e saúde são prioridades e a fome é uma vergonha.

O ponto é que a área militar é parte do executivo e o judiciário é outro poder. Cabe ao executivo corrigir os privilégios na área militar, sem qualquer poder para atuar no judiciário ou no ministério público. Talvez o legislativo tenha alguma capacidade de corrigir alguns problemas no judiciário.

carvalho2008

Mestre camargoer, no Brasil existe a fome, mas o Brasil não é país de fome ou famintos….são coisas diferentes….onde existir malandragem, o outro seguirá….e está cada vez mais dificil com o judiciario participante das decisões do executivo e legislativo…..o conluio é geral e reciproco….

Last edited 3 meses atrás by carvalho2008
Santamariense

Que conversa mole…o dinheiro dos três poderes sai de um lugar só!!!

Fernando

Camargoer, bom dia! Complementando, na verdade o escandalo se dá em TODOS os poderes, na verdade creio que o Legislativo é ainda pior que os outros dois poderes.

Camargoer.

Olá Fernando. Concordo. Limitei a discussão aos militares e o judiciário porque o Carvalho usou o judiciário como contraexemplo dos militares. Caso ele tivesse falado do poder legislativo, meu comentário seria outro. Se ele tivesse falado dos escândalos financeiros, como o da Americanas, meu comentário seria sobre eles. O fato de eu restringir a discussão ao judiciário e aos miliares não isenta os outros problemas. O risco de ampliar a discussão para tudo é que dá a impressão que o desperdício e ineficiência dos gastos militares brasileiros seriam aceitáveis. Não são. O fato de existir corrupção em outros setores do… Read more »

Faver

Sem falar na justiça militar. Um absurdo muito caro.

Camargoer.

Concordo. A justiça militar é inchada e perdulária, ainda que eu entenda que ela seja necessária.

Rinaldo Nery

Começou no Império. Tem q reclamar com D Pedro II.

Rinaldo Nery

Então vamos falar dos salários da PF… E seus benefícios.

Wilson

Discordo. Todos – Militares, servidores do executivo de todos os entes federados bem como servidores do judiciário e do legislativo –deveriam ser transferido ao INSS e submetidos aos seus regulamentos.

francisco

Todos apra o regime geral, assim como são os trabalhadores regidos pela CLT.

Felipe

Tem muito mais penduricalhos no meio civil estatal … já parou pra ver?

Daniel

Desculpe, amigo. Mas quando os militares gastam mais de 80% do orçamento com salários e pensões, os únicos responsáveis por desgastar as forças armadas são eles mesmos.

Está faltando um choque de gestão e bom senso. Há militares demais (principalmente oficiais) e equipamentos de menos. Sem falar na obsolência da maioria desses equipamentos.

Luís Henrique

Caro Daniel, é preciso entender como a situação chegou neste nível. Os militares que “bolaram” o sistema de previdência militar na década de 70 ou 80 não são os mesmos que comandam as forças hoje. Eles receberam uma “herança maldita”. Teve também o “boom” de efetivo no segundo mandato da alma mais honesta do mundo. Ele, como Presidente da República e Chefe Supremo das forças armadas deu Ordens para os comandantes aumentarem os Efetivos porque o Brasil seria transformado em uma potência militar. Pediu para elaborarem os planos de reaparelhamento, prometeu que teria muito dinheiro, todos sabemos o que aconteceu,… Read more »

EduardoSP

Nossa, coitados dos chefes militares que receberam essa herança maldita. Quer dizer que foi o Lula que obrigou a MB a chegar a 80.000 militares? Tadinhos dos almirantes. Coronéis se aposentando com 50 anos, “indenizações” de 8 remunercoes mensais quando vão para a reserva, pensões para filhas “solteiras” pagando só 1,5% do soldo, que é só um parte da remuneração, “viúvas” de araque que recebem pensões quando os maridos são expulsos das forças armadas, muitas vezes por crimes como roubo e corrupção entre outras excrescências explicam porque há muito mais inativos e pensionistas do que militares na ativa. Os absurdos… Read more »

Santamariense

“ Quer dizer que foi o Lula que obrigou a MB a chegar a 80.000 militares?”

Sem prejuízo de todos os erros e excessos por parte dos comandantes militares, quando a MB, baseada em uma peça de fantasia chamada END, complementada por outra chamada PAEMB, pediu o aumento de efetivo, o atual ocupante do planalto, que também ocupava o cargo à época, autorizou o pedido de aumento de efetivo. Se pensasse como chefe de Estado, teria negado o pedido.

Last edited 3 meses atrás by Santamariense
Faver

Amigo, tem de ter este contingente gigante para ter bandas marciais em todas as unidades militares do país. Tem de ter segurança nas vilas militares que os militares moram com valores subsidiados….

Felipe

Nossa marinha e aeronáutica são inchadas pelo número de navios e aviões operativos que temos, mas o Exército é pequeno pro tamanho do país, tem pouca presença no norte, nordeste e oeste do país.

Gustavo

Mais aí vai e tudo não só militar, judiciário, legislativo, executivo kkkkkkkk.
Juiz e afastado por corrupção perde benéfico, eles vao para aposentadoria com salário integral, ou políticos com dois mandantos consecutivos aposentadoria.
Tem que aumentar sim orçamento para aquisições e não para benéficos, se for para financiar indústria local acho que boa é apoio.

Rinaldo Nery

O civil não saca seu FGTS? Não é pouco.

Camargoer.

Apenas os empregados registrados por CLT tem FGTS. Servidores públicos estatutários que ingressaram por concurso e adquiriram estabilidade depois de 3 anos de avaliação não possuem FGTS.

Fabio Aberto

Vamos a uma matemática básica sem narrativas… Situação real de 2022 PIB 2022 – R$ 10,1 trilhões.. Orçamento defesa 2022 – R$ 116 bilhões (1,14% do PIB) Gasto com pessoal 2022 – R$ 92,8 bilhões Percentual gasto com pessoal: 80% Agora vamos simular e subir para para 2% do PIB, semelhante a um país sério. PIB 2022 – R$ 10,1 trilhões.. Orçamento defesa 2022 – R$ 202 bilhões (2% do PIB) Gasto com pessoal 2022 – R$ 92,8 bilhões Percentual gasto com pesoal: 46,4%% Se o orçamento de defesa cair para R$ 92,8 bilhões o percentual gasto com pessoal seria… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Fabio Aberto
Leonardo Cardeal

Isso, agora vamos então pro mundo real. Acha que não vai subir o efetivo?
Realmente acredita nisso?

Last edited 3 meses atrás by Leonardo Cardeal
Fabio Aberto

Não vai subir o efetivo.. De onde você chuta essa especulação?
Como se houvesse planos de criar o dobro de unidades que o Exército já tem, por exemplo.
Como disse.. É muito mais fácil criar conjecturas sobre vozes da minha cabeça do que buscar uma solução. “Não vou no piquenique do parque pq tem formigas”.

Leonardo Cardeal

São sim vozes da minha cabeça porque não há nada escrito a respeito. A banda no Brasil toca assim amigo, o poste mija no cachorro. Estamos muito bem servidos de situações onde tentou-se criar algum estímulo para um determinado setor e a coisa não saiu como deveria. Aqui é um país onde político na pandemia vai tomar vacina furando fila, onde o brasileiro tenta obter vantagem sobre o outro em todo lugar. Onde da-se carteirada. O país da malandragem. O pais do jeitinho. O país do projeto que começa e não termina, Preciso dar mais exemplo? Por tudo isso acima… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Leonardo Cardeal
Fabio Aberto

Agora sim! Uma solução. E incrivelmente eu concordo com grande parte dela. Profissionalizar, racionalizar, elevar patamar tecnológico e etc..
Quanto à formação, sim. É necessário formar gente todo ano. É assim no mundo inteiro. A formação gera conhecimento, gera reposição de pessoal que está dando baixa, geral disseminação de novos conhecimentos em todos os locais de servir, e também não deixa locais gigantescos, como AMAN e EsSA ociosos e passíveis de perder a expertise da formação.

carvalho2008

Mestre Leonardo, penso similar, mas de forma mais branda….minha formula tenta coibir e inibir a fuga de militares para o setor civil tal como observado já no Brasil e mais acentuadamente no mundo…. Acho que seria possivel e plenamente uma transição da aposentadoria do serviço publico miitar para o serviço publico civil…o militar aos seus 50 anos, se desejar se aposentar, ganha o deflator de aposentadoria privada, mas fica com a opção de manter a aposentadoria sem o deflator se optar em migrar para o serviço publico civil, quer seja nos cargos municipais, estaduais ou deferais, por meio de um… Read more »

Camargoer.

Pois é.. discordo. O ingresso no setor público civil é feito por concurso, agora unificado. Esta transição automática do setor militar para o civil descaracteriza o pelo do concurso público, como uma oportunidade equitativa por mérito. Outro ponto fundamental do serviço ṕublco é que o ingresso é obrigatório na base da carreira, o que promove a progressão por mérito. Não é possível que um miltiar ingresse numa carreira civil em um cargo acima daquele que ingressou por concurso e vem progredindo na carreira por mérito. Isso destruiria a lógica de carreira. Pense no contrário, um civil ingressando na carreira militar… Read more »

carvalho2008

O militar já é servidor e já faz jus a carreira publica, com historico. Não é verdade que as vagas superiores são promoções….todas são concursadas ( ou quase todas)….voce não pula de uma para outra função….ou seja, a vaga é sempre preenchida por alguem novo no setor….salvo as pequenas modificações de classificação dentro da carreira….é uma questão de pura opinião onde se faz ou não as alterações previdenciarias para coibir o desperdício dos pagamentos de recursos e como tal do tema, constitucional, em se alterando, se faz, não se alterando, continua com o problema….daqui a pouco chegaremos nos proximos 20… Read more »

Camargoer.

Carvalho… o fato de um servidor entrar por concurso em uma carreira não o habilita a seguir em outra carreira. Com exceção dos cargos por nomeação, muitos dos quais reservados apenas para servidores e com tempo definido (como chefes de departamento, por exemplo), a progressão na carreira se faz por mérito e por avaliação da chefia imediata, isso se a carreira permitir este tipo de progressão. Outro meio de progressão na carreira é por concurso interno. O problema previdenciário dos militares é um resultado de décadas de privilégios escamoteados. Esta sua ideia viola os princípios da equidade, meritocracia e hierarquia… Read more »

carvalho2008

é uma questão de opinião, mestre Camargoer. O resto, é alteração constitucional para racionalizar os recursos. Não estamos falando de conscritos….quem se aposenta militar, é porque fez carreira militar…e na formação militar, o cidadão comum pensa e imagina que o militar apenas tem treinamento e formação de combate…..é um grande erro…possuem formação superior não raro em mais de uma area, intendencia, que é grande, é igual a Adm. de Empresas e logistica….não é um fuzileiro de campanha que passou a vida inteira apenas pegando fuzil….quem aposenta, já galgou e trabalha em planejamento e admistração atras de uma mesa….e no comando….de… Read more »

Faver

Isto parece mais uma proposta de benefício adicional aos militares. Porque eles podem e o restante da população não? Não te cheira mal esta proposta?

Camargoer.

Exatamente. Seria mais um privilégio para os militares, sendo que o maior problema da área militar foram os sucessivos privllégios acumulados.

Como expliquei é absolutamente inconstitucional,

Para implantar isso, teria que ser escrita uma nova constituição que seria baseada na distinção entre os militares e os civis, algo parecido á lei de “Tropas Estelares”.

carvalho2008

Alterar um dia a mais ou 5 meses é inconstitucional, qualquer mudança em materia de previdencia requer aprovação constitucional portanto, se fosse aprovado, não seria insconstitucional….porque fala de algo que por obvio o amigo sabe que precisa da aprovacao? Qualquer que seja a mudança previdenciaria, em qualquer nivel ou setor, precisa de aprovacao….oras….

ademais, o amigo nega a evasão militar para o setor civil? ou acredita que isto ocorre somente na europa?

Porque a evasão ocorre?

carvalho2008

se vc economizaria porque cheira mal? se ele trabalharia por mais anos, porque cheira mal para voce??

Faver

Porque parece mais um benefício aos demais dos militares. Se o militar não pode ir para o front com 50 anos, pode fazer trabalho administrativo, aprender a pilotar drone, mecânica de equipamentos, docência de cursos, logistica, RP, redes, espionagem e inteligência, até pilotar trator para limpar os quartéis. Porque tem de ser alguém novo para isto?…. mas a proposta é guardar uma vaginha no setor civil para se dar bem… Redirecionar alguém não significa economizar, afinal você vai treinar alguém que vai trabalhar por poucos anos a mais. Muitas vezes alguém inapto para o novo serviço. Isto sim é disperdicio… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Faver
carvalho2008

Mestre Leonardo, talvez sim, talvez não….a pergunta é …qual deveria ser o efetivo do Brasil??? podemos dizer que deveria ser menor porque não tem dinheiro, poderiamos dizer que tem de ser maior, porque o Brasil possui o maior metro quadrado de area de cobertura por soldado….

Qual deveria ser o tamanho….? Discusão com dados….

Camargoer.

Carvalho. O que determina o efetivo militar não é o território, mas a disponibilidade de equipamento.

Se uma força armada tem deficiências no equipamento, com frotas de aviões, carros de combate e navios limitadas, o efetivo deve ser proporcional.

No caso das forças armadas brasileiras, a disponibilidade de equipamentos, alguns modernos e outros quase obsoletos, demanda apenas uma fração do atual efetivo.

carvalho2008

Mestre Camargoer, o que determina o efetivo, são os recursos necessarios, humanos e materiais….cada qual na seu tipo de função…é um erro comum pensar assim, quando imaginamos que força aerea é qtde de caças, marinha=qtde de fragatas, execercito=qtde de MBTs….na realidade, não somente aqui , mas no mundo inteiro, a qtde de pessoal diretamente envolvido neste arquetipo acima ilustrado representam as mais infimas frações das forças….são apenas a ponta da piramide…..

Camargoer.

Olá Carvalho. Obviamente eu falei de frota de aviões de combate de modo genérico. Uma força aérea possui muito meios, como transporte, patrulha, treinamento… assim como um exército demanda diferentes tipos de carros de combate e uma marinha, como a MB que faz papel de guarda costeira, tem uma frota diversificada. Perceba ainda que o FAB presta o serviço de defesa e controle do espaço aéreo, com um pessoa que chega a 25 mil. Ainda assim, a conta das nossas forças armadas mostram um excesso de efetivo para a quantidade de equipamentos sob qualquer conta que seja feita. Por exemplo,… Read more »

carvalho2008

Mestre camargoer, não é assim que orçamento funciona….isto causa distorçoes imensas e continua incidindo no exemplo que falei, tentando fazer um paralelo do efetivo pela qtde de meios de ponta de iceberg acima. Orçamento é uma disciplina universal tanto no meio militar ou privado… Por exemplo vc ate poderia pegar o numero de MBT´s e fazer o rateio pelo pessoal direto e indireto relacionado a sua operação, tanquistas (direto), mecanicos, intendencia ( indiretos pois não são exclusivos, apenas aplicam um percentual/fração de seu homem hora no produto dedicando-se a outros equipamento e rotinas)….mas jamais ao numero de infantaria….que não tem… Read more »

Camargoer.

Olá Carvalho. Deixe-me explicar. Vocẽ pode usar índices de comparação desde que sejam usados a mesma base. Pode-se comparar as condições de saúde e assistência social usando os números de mortalidade infantil, ou de expectativa de vida ou o IDH. Nenhum número destes reflete a complexidade do sistema, mas são usados para comparações. Pode-se usar o mesmo para a educação. Usar os resultados do Pisa, da alfabetização dos adultos, dos gasto per capita, de evasão escolar, da parte da população com nível superior. Qualquer índice tem limitações, mas fornece um critério de comparação. Se quiser, pode dividir os gastos previdenciários… Read more »

carvalho2008

Mas concorda que o numro de infantaria não pode absolutamente ser considerado no numero de MBTs em face da ausencia de relação?

Leonardo Cardeal

Amigo Carvalho, penso em meios mais modernos e mais tecnológicos, demandando mais mão de obra especializada e ao mesmo tempo diminuindo a quantidade de pessoas para operar entende? Parto do seguinte ponto, com armamento tecnológico, eficaz e preciso, menos pessoas são necessárias, assim como em qualquer setor entende? Não tenho um número de cabeça, é conversa e bar, mas 80% para pagar pessoal é bem bizarro. Abs

carvalho2008

80% apos cortes sucessivos….e de novo…não digo que não existe necessidade de alterar…mas este numero fica falacioso…outro amigo aqui exemplificou com numeros, que se o orçamento for aprovado para 2%…o gasto com pessoal cai para 46%….uai…que magica é esta…? compreende? necessidades existem, gastos errados existem, mas não respondem a realidade atual… A questão é…qual é o tamanho das FAs que deveriamos ter…..??? Todo mundo foge ou engasga na resposta….pois isto força a dimensionar ou redimensionar e daí…sempre se chega em numeros similares aos atuais…..podemos recorrer aos benchmarkings…dos demais países….não há problema…..a questão é que o Brasil, no tamanho e nas… Read more »

Palpiteiro

Se não me engano, o valor que um militar recebe de aposentadoria nos EUA é de 2% do valor de seu salário por ano de serviço. Aqui também tem mais almirante que a Marinha americana, o que aumenta os gastos.

carvalho2008

Mestre Fabio, ja mostrei esta logica inumeras vezes…o sentimento impede a rascionalização de que em um orçamento, se vc realiza corte, ele cai o investimento e a operação mas nao cai o pessoal….e por obvio, fica parecendo que a conta de pessoal aumentou….num orçamento de bilhoes, ninguem tem dificuldade de pegar exemplos esparsos, para tentar justificar o todo….o sentimentalismo provoca isto….ja dei diversos exemplos, nao defendo os militares, sou defensor de alterar seu modo previdenciario, quanto a pensões, não existe necessidade de leis complementares, apenas fiscalização…se não fiscalizam, é porque é propositado e não adianta a lei….

Camargoer.

Olá Daniel. O problema é mais complexo ainda. As forças armadas brasileiras gastam mais com os inativos que com os na ativa. O número d aposentados e pensionista é maior que o efetivo das forças armadas. O MinDef tem mais da metade dos pensionistas de todo o serviço público federal, dar ordem de 400 mil para cerca de 350 mil ativos. Para comparação, o MEC é o segundo ministério com mais servidores, algo em torno de 320 mil e possui cerca de 160 mil pensionistas. Os números são aproximados. Já publiquei aqui os números exato extraídos no Portal da Transparência.… Read more »

carvalho2008

sim, ficou insustentavel e por um excelente motivo….não rtemos guerra…ninguem morre da guerra….e a expectativa aumentou uns 10 anos…. Isto é um dilema real e imediato….de uma lado vc precisa, forçosamente ter centenas de milhares de militares….por outro, reza para ser pacifico e nao ter guerras, a expectativa de vida aumenta, ao tempo que o período de de aproveitamento do vigor fisico humano para a função somente vai até os 50….e aí….???? continuar dispensando do serviço publico militar homens formados, disciplinados e instruidos aos 50 anos? Não há onde aproveita-los? Exercito de idosos? Claro que não, migrem para o serviço… Read more »

Faver

Senhor Carvalho, existe uma ferramenta chamada empreendedorismo. Ao sair de qualquer função você pode usar esta ferramenta. Os militares que sairem do serviço aos 50 podem experimentar. Acredite, muitos o fazem.

Camargoer.

Então… podem empreender, podem arrumar um emprego com CLT ou fazer um concurso e ingressar no serviço público civil.

Se quiserem, podem cursar direito e tentar ingressar no MP ou tentar ser juiz.

Podem se candidatar a vereador ou deputado.

Ou podem casar com uma viúva rica.

carvalho2008

Então, o amigo Camargoer quer continuar pagando uma aposentadoria integral ao militar que sai da ativa aos 52 anos….? Acha melhor e mais barato? De um lado a evasão militar De outro a aposentadoria precoce aos 52 anos… De outro o governo fazendo concurso para ocupar vagas sendo que dispensou mão de obra especializada? Deixa ver…minha proposta aumenta uns 10 anos o tempo de aposentadoria militar, pois ele finalizaaria os ultimo 8-10 anos no serviço publico civil…é pouco? O Governo hoje paga hipoteticamente, então 15 mil para o mão de obra especializada se aposentar e depois mais 15 mil para… Read more »

Faver

Você propõe que o militar se transforme em servidor civil depois de 52 anos. Ora, você vai gastar em treinar o cara, estabelecer ele, e o indivíduo vai trabalhar pouco e parar. Além de tudo as vezes o cara não ter aptidão para o novo cargo… Isto é disperdício de visão e recursos. Porque militares não podem trabalhar em áreas que não sejam o front mesmo dentro das FAs? Administração, serviços jurídicos, intendência, logística, pilotar drones, mecânica, docência de cursos, inteligência, manutenção de armas…. Mas não, tem de ganhar boquinha … Proposta ridícula. Na verdade e mais uma mamata para… Read more »

carvalho2008

De que militar estamos falando? Mestre Faver? Eu falo destes mesmos….das 3 centenas de milhares de militares….vc só tem um punhado de pilotos, de marinheiros embarcados, de fuzileiros, paraquedistas infantes/artilharia de carreira os demais são da administração , intendencia e logistica e saude….quem se aposenta não pega mais no rifle…..é quem esta na admisnistração e burocracia do corpo de exercito….então…??? Fica da forma que está…. Qual outra proposta melhor que esta em que aumenta entre 8 a 10 anos a expectativa de trabalho para aposentadoria? E que reduz a necessidade de contratação de novos no serviços publico…. Qual? Sobre o… Read more »

Carvalho2008

8-10 anos é pouco???

Outro ponto é que a argumentação do treinamento é inválida e não se aplica, pois o cargo vago após sua ocupação terá seu treinamento para quem quer que o seja….

E como disse, o militar já tem a formação e atuação no ambiente burocrático.

Na realidade, um concurseiro as vezes sequer tem experiência de trabalho….é justamente o contrário em termos de riscos.

O Instituto de transição pode prever os requisitos de migracao

Last edited 3 meses atrás by carvalho2008
Faver

Carvalho, um jovem sendo treinado vai ter 30 anos no mínimo no serviço público. Você quer que um ex-militar ocupe o lugar do jovem para trabalhar mais uns 8 anos. É disperdício de treinamento. O que um paraquedista vai saber sobre receita federal? O que um fuzileiro sabe sobre biologia ou ser biólogo? Se o ex-militar for bom mesmo, piloto por exemplo, vai ir para a iniciativa privada ganhar mais. O que você propõe e dar vaga para alguém que a iniciativa privada não quer. Militar não é bombril que serve para qualquer serviço. A proposta é absurda.

Carlos Crispim

🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Luís Henrique

Parabéns pelo texto.
Os que criticam sem embasamento nenhum recebem “chuvas” de Likes. O sr. que colocou uma opinião embasada recebe “chuvas” de Deslikes.
O Brasil é uma piada mesmo, por isso não sou tão otimista como era. O povo está perdido. O negócio é “lacrar”. Estudar, se informar, opinar com embasamento não interessa. O negócio é criticar, sem embasamento, escrevendo abobrinhas, etc. Não da nem vontade de ler os comentários.

Vitor Botafogo

Perfeito Gabriel! Obrigado por você gastar o seu tempo com post tão lucido.

Concordo, aqui no Blog existe gente com total desconhecimento e gente paga para vir difamar as FA com um objetivo único e exclusivo , que é ideológico.

Nativo

Eita que essa histórinha de ideologia virou a desculpa padrão.

Gerson Carvalho

Vc quer mais penduricalho do que aquela ruma de gratificações em cima do soldo??

Tarcisio William Duarte

“Um Cel, último posto da carreira de um Of formado na AMAN, recebe na faixa de 15mil reais. Um ST, último posto da carreira dos Praças formado na ESA, recebe na faixa de 10mil reais (pouquíssimos Of são promovidos a Gen e pouquíssimos praças são promovidos a Of)”. https://www2.eb.mil.br/documents/10138/15480524/Portaria+Conjunta+n%C2%BA+5+-+DEZ+22.pdf Somente o exercito: – Dezembro de 202 Marechal / Pensões e inativos – 2638 General de Exércitos – Ativos 15 / Pensão e inativos 1732 General de divisão – Ativos 45 / Pens]ao e inativos 2254 General de brigada – Ativos 86 / Pensão 6.138 Total de Marechal e Generais Inativos… Read more »

Anderson Realista

Gabriel, infelizmente algumas pessoas desconhecem o meio militar mas se acham especialistas, as F.A pecam em não fazer propagandas visando desmitificar certas visões que perduram até hj no Brasil.

Wilson

Serio isso? Os penduricalhos podem não ser ilegais mas são, certamente, imorais. Por exemplo. Quando algum civil é incompetente ou mal caráter em seu trabalho ele é demitido e tem que se virar. Mas, para os oficiais militares que são declarados “indignos”, inventaram a “Morte Ficta”, ou seja o militar é desligado “ex officio” mas sua esposa continua recebendo o soldo pago pelos contribuintes (ratificado pela decisão 5465/2001-TCDF). Eis ai um belo exemplo de penduricalho legal que suga os recursos da defesa.

Brandão

Quais penduricalhos?
Salário família no “incrível” valor de 12 Centavos por dependente?
Auxílio pré escolar “fantástico” no valor de 300 reais?
Não é o caso generalizar como sendo os militares, pois os de baixa patente (especialmente os graduados) não recebem nenhum tipo de agrado sem que antes busquem a devida qualificação para tal, como compensação orgânica, aumento no adicional habilitação…

Allan Lemos

Coitados dos militares, fizeram a própria reforma da previdência contribuindo menos do que o resto da população…são tão injustiçados.

Heinz

Eu entendo esse lado reformista, e sou a favor. Entretanto se tu tirar a aposentadoria integral dos militares, ninguém vai querer seguir carreira. Atualmente não há tantas vantagens (financeiras) para servir, digo isso incluindo a PM e as FA. Tem que haver um meio termo, que não desagrade tanto a categoria, bem como ajude a redirecionar os gastos a pesquisa e aquisições. Esse é o X da questão.

Brandão

Qual resto da população?
Sabe quanto os militares pagam em sua previdência?
Sabia que inclusive militares na reserva e pensionistas pagam pensão militar?
Sabia que temporários pagam pensão militar?

Agora, qual a porcentagem descontada no contracheque dos militares com isso e compare com outras categorias!

EduardoSP

Militares das forças armadas não pagam nada para a previdência.
Pagam apenas para as pensões.

Joao

Que é a mesma coisa, só q em rubrica diferente….

Palpiteiro

Aceita trocar com quem recebe o teto do INSS?

Palpiteiro

O cidadão que aposenta recebe no máximo o teto do INSS. E não tem plano de saúde.

Joao

E ganhou pelo q trabalhou.
Nem na FFAA tem plano de saúde.

Carvalho2008

A discussão é serviço público, entre civil e militar….no proposto, o militar aumentaria uns 8-10anos de serviço….mesmo migrando de forma isonomica ao serviço público civil….desafio qualquer ideia melhor e dentro do rito legal….

Talisson

Os penduricalhos, de qualquer área do funcionalismo estão caindo a cada governo e não sendo “criados”. Promoção na reserva, licenças remuneradas, averbar licenças para a reserva, são penduricalhos que se foram há uns 20 anos. Sabemos que ainda existem casos absurdos como os das filhas solteironas, mas isso ta no fim. É mentira que regalias estão sendo criadas. E quanto aos salários, um Oficial de Justiça e um Técnico Analista do Judiciário ganha mais do que um coronel do EB ou da PM em final de carreira, como tudo o que ralaram na formação (quase 5 anos para o militar… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Talisson
Palpiteiro

Sabe quando ganha um engenheiro em final de carreira na iniciativa privada? Nada, pois é demitido aos 50 anos e tem que contribuir mais 15 anos de alguma forma se quiser se aposentar aos 65. Exigem profissões muito piores

Joao

Poderia ter entrado pro EB.
Trabalhando os primeiros 13/15 anos da carreira mais de 80 horas por semana, depois trabalhado de 30/50 % a mais por semana, sem ganhar nada disso a mais, e ser compensado com o salário integral na reserva, mesmo sendo o somatorio de vantagem menor.
Mas foi ganancioso, quis enriquecer, não se auto aperfeiçoou, aí da nisso q falou.

Camargoer.

Poderia ter apostado na Megassena em todas os sorteios. Poderia ter casado com uma viúva rica. Poderia ter estudado até obter um doutorado. A vida oferece inúmeras opções.

Faver

Hospital, justiça, casas em vilas militares, clubes militares, segurança das casas, previdência próprias, dinheiro vultuoso para transferências… Metade dos funcionários públicos não tem isto, e muito menos a população em geral… Só para começar. Iso não são regalias?

Carvalho2008

Não. E com tudo isto…permanece a evasão…se tudo 7sto é tudo isto, não deveria haver opções melhores lá fora… Vc vai preso se não aceitar mudança de endereço de trabalho? Se for demitido ganha FGTS? Seu chefe pode lhe mandar para a cadeia se desobedecer? Sua esposa trabalha? E vai contigo onde o chefe mandar? Quantas vezes vc trocou a escola dos filhos no meio de ano letivo? A cidade de trabalho tem hospital? Vc faz pesquisa de satisfação sobre o restaurante da empresa? Tem banheiro onde vc irá trabalhar? Vc será privado de sono, de alimentação? Vc tem férias?… Read more »

Last edited 3 meses atrás by carvalho2008
Carvalho2008

Ou seja, não é uma questão mais de lei e sim da fiscalização da lei….se alguém vive maritalmenye e ganha pensão, é a coisa mais fácil do mundo pegar e cancelar…qualquer um dos aqui presentes pode abrir a denúncia…..é lícito pois todos pagam….mas ninguém que conhece denúncia…afinal…é minha amiga e conhecida né…deixa pra lá….bora reclamar na web e mostrar minha indignação….

MMerlin

Importante analisar outras áreas do Estado e sua participação no PIB. Peguemos o judiciário (não incluído setores de segurança – apenas os Tribunais de Justiça). Em 2023 ela correspondeu a impressionantes 1.6% do PIB. O terceiro maior do mundo. A média é 0.3%. Mas mexe nesse osso para ver o que acontece. São 430 mil funcionários, contra 360 mil ativos das FA. O número de funcionários do primeiro é impressionando. Mas infelizmente é um sinal da “cultura” presente em nosso país. Lembrando também que o Judiciário não tem os equipamentos e parque existentes nas FA, que custam caro para adquirir… Read more »

No One

Nobre MMerlin, acho supérfluo abordar outras, é notório que o funcionalismo público brasileiro é perdulário e ineficiente. Os militares estão entre os piores nesse sentido, gastam muito e entregam pouco. A questão para mim é se esse aumento irá servir para entregar um instrumento militar de valor para o país ou continuará um buraco negro de recursos sem retorno para o estado brasileiro? Irão cobrir o déficit previdenciário com esses recursos? Qual o objetivo? Foi detalhado um planejamento e uma estratégia para a defesa do Brasil? Existe previsão de uma reestruturação junto com esses recursos? Você defende e apoia um… Read more »

MMerlin

Não disse que defendo. Já deixei inúmeras vezes claro que sou totalmente contra uma aumento de verba para as FA de 2% do PIB sem uma reforma administrativa interna.
E nem estamos falando apenas dos ativos.
Existe muita incompetencia na gestão financeira que deveria ser investigada pelo TCU.
Falta de planejamento e irresponsabilidade com o erário é (ou deveria ser) crime.
Apenas apontei mais uma discrepância no uso da verba pública. “Apenas” isso.

Joao

De onde foi tirada a “brilhante” ideia q o TCU não fiscaliza?
Além disso, sabia q toda a licitação passa pela CJU antes?

Carvalho2008

Correto

No One

Marido: Amor, todo mês lhe dou R$ 4000 para as despesas de casa, mas você gasta 80% tudo com delivery, maquiagem e roupas. Não sobra quase nada para o resto, nem para as crianças. Esposa: Se você me desse R$ 8000 eu gastaria no máximo a metade para mim . Marido : Mas eu não tenho, as despesas e prioridades são muitas. Esposa: se vira, arruma um segundo emprego. Kkkkk Eu não sei como não apareceu um outro gênio aqui com a proposta de dobrar o PIB em 10 anos, assim os militares também teriam o orçamento dobrado. Eu, que… Read more »

Kornet

O judiciário e o legislativo do Brasil são os mais caros e ineficientes do mundo. No caso das FAs ,é preciso mudanças profundas e não sei se a alta cúpula vai gostar. Deveríamos diminuir o número de Oficiais-generais e também de vereadores,deputados,senadores,juízes,desembargadores,ministros das altas cortes,servidores públicos de QI,mas….

MMerlin

A questão do Legislativo é pra lá de complicada. Se fosse setor privado isso tinha se resolvido a tempos.
Apenas 13% do funcionários são magistrados. Treze! E esses 13% ficam com 75% da verba de despesa com pessoal.
Os penduricalhos, que as vezes aumentam o salário em até 3.000% (?!?!) são uma discrepância (de qualquer classificação ou área).
O governo deveria mexer nesse vespeiro e colocar ordem à tempos.
Vergonha na cara ali é esperar muito.

Faver

Aí entra a Justiça Militar? Menor número de processos por juíz do país. Precisamos de um Superior Tribunal Militar?

Camargoer.

A justiça militar é outra aberração. Coloca ai na lista, junto com os colégios militares, os TGś, as regras previdenciáias, o bõnus dado no momento da aposentadoria….

Santamariense

Criticas aos colégios militares vindas de um dito professor…barbaridade!
Os colégios militares fornecem educação no nível das melhores escolas particulares, além de disciplina e respeito, seja para os colegas como para os professores.

carvalho2008

O amigo Camargoer refere-se aos colegios militares do exercito ou aos militarizados? Onde são duas coisas diferentes…. O primeiro, é preparatorio de cadetes que desde tenra idade, desejam seguir a carreira militar, bem antes da maioridade… Se o amigo refere-se as experiencias de escolas estaduais militarizadas, responda….quem ministra as aulas? RESPOSTA: Os mesmos professores civis de antes da conversão escolar, com o mesmo material escolar de antes, o Coordenador de ensino tambem é o mesmo…o Diretor idem…..UAI????? e porque as notas aumentaram nos exames e a clasificação no ranking? Se professores são os mesmos e o material didatico são os… Read more »

carvalho2008

Precisa e vou exemplificar de forma suave numa frase: “O mundo militar, apesar de composto por pessoas, não possue nem pode possuir uma logica humanista, o infante é um recurso que segundo a logica ou estrategia, voce manda sacrificar em prol de um objetivo”. Ok? Voce tem paralelo a cultura e necessidade da objetividade de uso do recurso? Não vamos romantizar…. sabe o que é estar em combate e por doutrina, disciplina e necessidade, voce ordenar olho no olho o subalterno agir e se sacrificar em beneficio aos demais comandados, quer seja navio, num MBT ou na infantaria, no meio… Read more »

Nonato

Só o Ministério da educação tem 200 mil funcionários.
Com altos salários
Não sobra dinheiro para a educação.

Bmil

O militar de carreira na Inglaterra quando vai pra reserva recebe como soldo 50% do valor da ativa! Patriotismo na veia.

Jefferson B

Aposentadoria precoce e aposentadoria integral: 2 demônios
Já conheci militar aposentado com 49 anos e abrindo a boca para falar de moralidade.

Brandão

Se completou os 30 anos de serviço que era previsto anteriormente, qual o problema em ir pra reserva com 49 anos?

Renato B.

O problema não é só ser reserva, mas reserva muito bem remunerada e com promoção para ganhar mais um pouco quando entra nessa reserva. Forças que lutam com frequência como Israel, RU e EUA não tem isso e eles têm muito mais dinheiro que a gente.

Brandão

Não existe mais promoção ao passar para a reserva, acabou em 2002.

Aproveitando o gancho….
Não existe mais pensão para filhas, apenas para quem já tinha antes de 2002;

Não existe mais licença especial; e

Pai e mãe não podem mais ser declarados como beneficiários no fundo de saúde.

Camargoer.

Contudo, existe um bônus na aposentadoria equivalente a mais de um ano de soldo….

Joao

???????????????????
De onde saiu essa agora??????

Camargoer.

Art. 56 da lei 13.954 sobre as quotas de soldo no momento da passagem para a inatividade do militar, em média R$ 50 mil podendo chegar a R$ 300 mil para um general.

Last edited 3 meses atrás by Camargoer.
Santamariense

“ Não existe mais pensão para filhas, apenas para quem já tinha antes de 2002;”

Se pagar 1,5% sobre o soldo básico não mantém o direito??

Velame

Em 2002 os militares tiveram que optar se queriam manter o benefício para filhas solteiras ou não. Os que disseram sim passaram a descontar 1,5. A partir dai ninguém mais teve direito ao beneficio. Então ja fazem 21 anos que esse benefício acabou.

Santamariense

Quem era da ativa em 2002 e teve interesse, passou a descontar 1,5%. Quem entrou depois não pôde optar pelo benefício. Então, o pagamento do benefício, mesmo que não tenha novas “entradas” de beneficiários, vai continuar ocorrendo por muitos anos ainda, até que todas essas filhas morram. Tem filhas que ainda nem começaram a receber o benefício.

Joao

Depende.
E tem quem optou por descontar 1,5 e só teve filho homem.

Felipe

A grande maioria dos que criticam não sabe disso… o existe são direitos adquiridos que segundo a constituição e o STF não se mexe.

Camargoer.

Não existe direito adquirido futuro. Geralmente, reformas previdenciárias criam uma regra de transição por uma questão política. Quem se aposentou, mantém o direito, Quem irá se aposentar, o faz pela lei vigente.

Thauno

Sou só um simples militar que serviu a pátria por 29 anos como FN na amazônia, combatendo traficantes, o quê fizestes pelo sua pátria Brasil nestes 29 anos.

No One

Pagou teu gordo salário( incluindo auxílios e várias indenizações) e tua aposentadoria , ué …Queres mais o quem ?

Fizeste nada menos nada mais que teu dever, tua escolha( honrada) . FN combatendo traficante é o sinal de um estado em crise e falido. Não é culpa sua, mas estamos no mesmo barco e infelizmente já passou da hora de tapar esses buracos.

Thauno

E mais não é atrás de um teclado que tu defende tua pátria, todos os trabalhadores desta amada pátria, labutam e devem ser respeitados.!!!!

Brandão

Inclusive os militares…

Joao

Promoção????

Gabriel

35 anos de serviço, a Lei mudou.

Brandão

Eu sei, por isso disse “anteriormente”.

André

Idade mínima existe?

Brandão

Não. O que existe é tempo de serviço, atualmente, o mínimo é 35 anos.

Kornet

Se contribuiu o tempo previsto não há nenhuma imoralidade,imoral são políticos que ficaram 4 ou 8 anos e recebem todas as benesses do dinheiro público.

Camargoer.

O problema é receber uma aposentadoria integral, enquanto os demais servidores do executivo federal tem um limite no teto do INSS. O problema também é que os demais servidores tem idade mínima para se aposentar.. 65 anos para os homens e 63 para as mulheres.

Last edited 3 meses atrás by Camargoer.
Marcos

Convenhamos que idade mínima nas forças seria muito contra produtivo.
Um cabo de 65 nos nos FN serviria para quê se fosse necessário que essas tropas desempenhassem suas funções primárias?

Camargoer.

Caro. Um ex-militar pode buscar uma outra carreira depois de ser reformado.., como todo mundo faz. O que não faz sentido é o sujeito se aposentar com 48 anos em uma sociedade na qual a expecitativa de vida é de 73~75 anos, Completou o serviço militar, conta o tempo de contribuição, e segue a vida na iniciativa privada, monta o próprio negócio, ou ingressa por concurso no serviço publico. Todo mundo faz isso… por que o militar tem o privilégio de se aposentar com idade abaixo daquela exigida para toda a sociedade? Esta é uma das anomalias do sistema militar… Read more »

Joao

Pois é…
Trabalhar o dobro de horas na metade da carreira e 30 a 50 % na outra metade, sem ganhar absolutamente nada a mais e nem banco de horas não é problema.

Faz isso com outro….. e vê o q te acontece.

Camargoer.

Os números do orçamento militar mostram que o atual modelo de previdẽncia militar é insustentável.

Não faz sentido um militar se aposentar com 50 anos no teto e ainda receber um bônus.

Nenhum servidor civil tem este privilégio. Todos se aposentam na idade mínima, ou caso decidam se aposentar antes, recebem apenas uma parcela do valor, praticamente a mesma regra do INSS, com a diferença que servidores civis não possuem FGTS nem bônus.

Mercenário

Camargoer,

Não é problema que os servidores do executivo federal tenham como limite o teto do INSS.
A grande maioria da população tem esse limite e muitos recolhem para a previdência com um percentual maior das suas remunerações.

Camargoer.

Caro. O problema é deixar os militares fora do teto do INSS.

Gustavo

Que acho um absurdo esse reforma previdência aposentar 65, deveria aposentar 62 homens e 60 mulheres, por idade, reforma trabalhista que coloca em cheque seguro desemprego por tempo de serviço, essas leis foram aprovada pq no congresso não tem trabalhador só oportunista.

Camargoer.

Olá Gustavo. Existem acertos e erros na mais recente reforma tributária. Considerando a expectativa de vida do brasileiro, seria possível adotar a mesma idade mínima para homens e mulheres.

O teto da previdência é uma ideia razoável e simples, que todo mundo entende.

O problema continua sendo a previdência dos militares. Defendo que os servidores militares e civis tenham a mesma regra previdenciária.

Joao

E vc estava com ele anos e anos mais de 80 horas por semana trabalhando, sem ganhar nada a mais?
Sabia q aos 30 anos de serviço, o militar trabalhou em média as horas de 45 anos de serviço de qq outro? Sem contar periculosidade e a hora ser extra ou noturna. Apenas nr absoluto de horas.

Vitor Botafogo

Esta na hora do Poder Aereo , Naval e Terrestre pegarem orçamentos militares de outras forças do globo e comparar 6 com meia duzia, porque está difícil todo post vir este comentário. Essa Analise deve vir inclusive se há ou não pagamentos de salários embutidos nestes orçamentos (em modelo da nossa lei como prioritário). Na Argentina Militar ganha Mal, muito Mal e as FA´s estão na penúria! Faltam meios, Falta investimento, falta tudo. É problema do Orçamento ou falta de vontade política ? Ou Ambos porque não há recursos? No Reino Unido, reduziram tanto o orçamento para pessoal que faltam… Read more »

elias

para concordar com vc preciso de algumas informações : quanto ganha um oficial da OTAN e dos EUA, em relação ao oficialato brasileiro,eles tem pensão?quem paga estAS PENSÃO? qual o contingente de todas forças de defesa brasileira ( contingente britanico atualmente pelo que saiu por ai é de quase 80mil , como enfrentar um exercito neste momento de 500mil russia fora seus paises satelites e pode aumentar para mais de um milhao , que é o contingente da china) quantos são os servidores do legislativo ( existe previdencia para eles?) quantos são os servidores do judiciario ( existe pensao e… Read more »

Lord-M

O problema nunca foi orçamento.

Enquanto permanecer essa ideologia pró-EUA/OTAN, que nunca nos trouxe benefício algum, as FAs continuarão sendo o que são.

Joao

Há um problema maior.
Acharem q é ideologia.

A doutrina e material oriundo da OTAN é melhor. Quando não é melhor, faz parte de um sistema, aliado a doutrina, q é.
Tem melhor assistência logística.
E assistem baseados em contrato, não na Querência do ditador de plantão.

Abner

Muito bom.

Espero um segundo lote em algum momento futuro.

C G

Nao deveriam nem parar de produzir, faz essas quatro a toque de caixa e depois deixa produzindo na forma mais econômica possível, sem pressa mas sem parar, parece que o obvio para não vivermos de “soluços” nunca acontece, daqui 30 anos quando eu estiver de andador a gente paga outro ToT, qualificação de outro estaleiro, mão de obra, coquetéis…

Frederico Boumann

Concordo, deveriam produzir de forma ininterrupta duas de cada vez sem determinar a quantidade, num país com o nosso tamanho, a economia não absorver duas corvetas dessas.. Estamos quebrados mesmos.

C G

Nem que seja uma por vez no ritmo da __________ mas não parar, deveríamos fazer o mesmo com todos os outros meios abaixo, patrulhas oceanicas, costeiras, barcos de apoio, fluviais, é preciso de contratos pensando em décadas e não 4 unidades, so assim o setor naval vai se consolidar, nossas FA fora uma exceção ou outra não tem compromisso com a indústria bélica nacional.

EDITADO. MANTENHA O BLOG LIMPO.
LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

C G

Deus do Céu Moderação, o que eu escrevi ali? (Risos)

Last edited 3 meses atrás by C G
MMerlin

Exato. E nada de pensar em Meko300 (ainda). Não existe espaço no orçamento para isso. Devia seguir o mesmo procedimento com a linha de produção do modelo convencional do PROSUB. A MB não tem nem verba para construção de embarcações de 500 e 1.500 toneladas e resolve dar um passo maior que a perna. Assim como fez a FAB, que preparou seu alicerce com três aeronaves, acredito que a MB poderia seguir a mesma linha com submarinos convencionais, fragatas Tamandaré e uma quantidade razoável de embarcações de 500 toneladas. Tudo novo e com linha de produção constante. De preferência, com… Read more »

Augusto José de Souza

Tomara que venham mais lotes depois dessas quatro primeiras e navios maiores.

Moriah

Esse é o problema, será? O que me preocupa não é a velocidade com que as constroem, mas se haverá algo depois disso. Pelo menos no formato e na TKMS, digo. A infra é um indicativo de que nem os alemães sabem disso. Mas, enquanto não se diz nada, ficamos na torcida para que mais navios sejam feitos, pois a MB precisa de mais navios para ontem.

Kornet

O projeto está andando muito bem e causa uma certa alegria,um navio para substituir a classe Niterói,o triste é que são muito mal armados(vão dizer mas são modulares e podem ser melhor armados no futuro,tomara).

Burgos

E a Comunicação Social do Estaleiro continua pecando pelo não envio das imagens do casco em construção 😔

Augusto José de Souza

Navio todo pelado ainda,querem ver o que? Espera ficar pronto.

Augusto,

As etapas de construção de submarinos (por exemplo, recheio das seções do casco resistente, transporte das seções da UFEM ao galpão principal de montagem) foram amplamente divulgadas.

Por que não poderiam divulgar também imagens melhores da construção da Tamandaré?

Veja o exemplo das imagens divulgadas pela Marinha Real, mostrando as etapas de construção da primeira Type 31:

https://www.naval.com.br/blog/2023/07/16/marinha-real-britanica-primeira-type-31-vai-ganhando-forma-em-rosyth

Last edited 3 meses atrás by Fernando "Nunão" De Martini
Moriah

Se não fosse um drone, nem saberíamos que, inteira, uma FCT nem cabe no galpão…

Fernando "Nunão" De Martini

E por que precisaria caber inteira?

Nem toda carreira para construção ou montagem final de blocos / seções de navios é coberta.

Alex Barreto Cypriano

Os LCSs cabem inteirinhos no galpão duplo da FMM ao lado do Menominee river (e os Independence, nos da Austal). E depois de construírem o shiplift as Constellation irão pra água mais completas que os Freedom, apenas pela diferença no método de flutuar o bote (o escorregamento lateral é muito mais ‘violento’ e impede a instalação de determinados equipamentos no casco anntes do lançamento). Mas no caso do exOceana, atualmente Brasil Sul, não cabe porque o galpão não foi originalmente projetado pra construção das FCTs. Bom, não dá pra construir CVN ou LHA/LHD ou LPD completamente indoor, acho que não… Read more »

Moriah

O que eu quis dizer com isso é que não se investiu numa infraestrutura mais completa porque não se tem nada oficialmente além das 4. Meu comentário anterior expõe bem isso. Sim, nem toda carreira precisa ser coberta, ainda que vários estaleiros na Europa o façam.

Fernando "Nunão" De Martini

Moriah,
Compreeendo.
Mas alterações no comprimento do galpão estariam talvez entre os investimentos menos significativos e menos prioritários de infraestrutura – ainda que não seja algo trivial, não seria só aumentar a área coberta, mas também o comprimento das estruturas sob o teto do galpão que sustentam os trilhos das pontes rolantes.

Enfim, há equipamentos bem mais caros sendo utilizados dentro do galpão do que o custo de um eventual “puxadinho”.

Allan Lemos

Levam menos tempo para construir uma Tamandaré do que levam para fazer um Gripen.

Augusto José de Souza

A marinha vai estar com a esquadra renovada antes da FAB renovar todos os caças em uma aquisição de dez anos atrás,tem algo aí.

Allan e Augusto, Ambos estão enganados. Após o lançamento da Tamandaré ainda haverá cerca de um ano de trabalhos no cais para finalização, seguidos das provas de mar e incorporação. Total de aproximadamente 3 anos e meio desde o primeiro corte de chapa (o que é um tempo muito bom, mas ainda assim superior ao da construção de um caça, sendo que caças são construídos vários ao mesmo tempo, seja na fase inicial de montagem estrutural e de componentes, seja na fase posterior em baias de montagem final). Sobre a Marinha renovar completamente a Esquadra antes da FAB reequipar seus… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Fernando "Nunão" De Martini
Allan Lemos

Mas o contrato do Gripen foi assinado em 2013 e a entrega da primeira unidade em 2019. O contrato da Tamandaré foi assinado em 2020 e a primeira entrega, se ocorrer dentro do esperado, acontecerá em 2024.

Considerando que um é um navio de 3.5k toneladas e o outro é um caça, é notável de que o ritmo de produção do Gripen é extremamente lento.

Só me pergunto se isso é devido à (in)capacidade de produção da SAAB ou se foi a FAB que determinou esse ritmo.

Dalton

O avião foi desenvolvido pela Suécia cujo primeiro exemplar voou apenas em 2017 e estão sendo construídos para a Força Aérea Sueca também. . Entre abril de 2022 e dezembro último, 7 Gripen chegaram ao Brasil juntando-se ao usado em testes que aqui chegou em 2020 e ao longo do ano chegarão mais além da entrega do primeiro construído no Brasil. . São aviões caros uns poucos valem o preço de uma “Tamandaré” de qualquer forma, vários podem ser construídos durante um único ano aqui no Brasil. . Com sorte a “Tamandaré” será incorporada antes do fim do próximo ano… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Allan, Em 2013 foi anunciado o vencedor do F-X2. O contrato foi assinado no fim de 2014 e entrou em vigência efetiva, quanto à transferência de tecnologia, em 2015, quando também foi finalmente assinado o contrato de financiamento. Se for colocar 2013 na discussão, então tem que colocar também o ano em que foi anunciado o vencedor do programa das fragatas classe Tamandaré, que foi 2019. De fato, entre a assinatura do contrato com o consórcio Águas Azuis e o primeiro corte de chapa da Tamandaré, o tempo decorrido foi menor do que a assinatura com a Saab e o… Read more »

Vitor Botafogo

Nunão , acho melhor corrigir o titulo da noticia para “Avança a construção”. Acho que não chegaram a 50% ainda da etapa.

Fernando "Nunão" De Martini

A chamada original não é nossa, é da Marinha (só foi simplificada tirando a palavra “primeira” antes de Tamandaré).

Ainda assim, tudo indica que está na fase final da etapa de montagem dos blocos na carreira, pré-lançamento. Certamente bem acima de 50% dessa etapa.

Camargoer.

Não. Cada FCT demda 3,5 anos para ficar pronta. Um F39 leva entre 1,5~2 anos.

Zorann

Deus ajude que esta PEC não seja aprovada.

Willber Rodrigues

Amém.
Sou completamente CONTRA dar qualquer aumento pra Defesa, enquantos as FA’s tiverem essas mesmas estruturas que elas tem atualmente.

Moriah

É o que eu já comentei em outro post. Se for para o BR aumentar de 1,3% para 2% do PIB para Defesa, que esse 0,7% adicional não tenha nenhum centavo para soldos. Que se aplique em material.

Willber Rodrigues

Essa aumento ( que ninguem sabe de onde virá, diga-se de passagem ) só te a mínima chance de dar certo se: Vier atrelado a uma maior diminuição de quadros, oficiais e concursados; Aumento do n° de temporários; Fortalecimento do MD sobre decisões das FA’s, pois já fixou provado que, se deixar a revelia deles, jamais dará certo; Ser terminantemente PROIBIDO de usar esse valor para custeio de pessoal e soldos; Dar prioridade a P&D e aquisições, com preferência a produtos nacionais; Maior integração de meios e equipamentos das 3 FA’s. Qualquer coisa fora disso, será apenas mais bilhões do… Read more »

C G

Sem chance, na atual estrutura das FA esse dinheiro vai encontrar “descaminhos”, é um absurdo premiar com um aumento deste quem presta um serviço tão ruim, nosso orçamento esta longe de ser pequeno!

Augusto José de Souza

Quando começar os testes de mar,ela já vai estar com os canhões e os lança mísseis ou somente quando for dedutivamente para o setor operacional da MB?

Zorann

quando um navio é lançado ele ainda não esta pronto. Ele geralmente vai para o cais e os demais equipamentos são instalados.

Quando começarem os testes de mar os armamentos ja deverão estar instalados

Augusto José de Souza

Entendi,pelo menos vai dar para ter noção do formato dos novos navios,espero que venham mais lotes depois para renovar a altura a classe Niterói e Greenhalg T-22.

Samuel Asafe

Com todo respeito aos colegas, mas se elevar o orçamento de defesa pra 2%, vamos tirar de onde? Não é como se estivesse sobrando dinheiro, tem muitas demandas em saúde, educação e infraestrutura, e particularmente, no âmbito do ministério da defesa, o problema não é falta de dinheiro, é a desproporcionalidade do gasto em pessoal frente ao gasto em investimentos/aquisições. Antes de aumentar o dinheiro, n era melhor mudar a previdência dos militares e talvez até cortar efetivo? Um militar deveria ficar na ativa no mínimo até os 58 anos.

Last edited 3 meses atrás by Samuel Asafe
BraZil

Bom dia. Ao ver tantos indivíduos aqui, em um site que promove o conhecimento sobre mundo militar e assuntos militares, que aparentemente odeiam os militares e o mundo militar, me pergunto sinceramente,o que vocês estão fazendo aqui? vão poluir outros ambientes e deixem em paz a nós que realmente temos paixão pelo tema.Lembrem-se todos: existe a crítica construtiva e a que se destina apenas a destruir, tumultuar e desqualificar…

Zorann

Está tudo correto. Não há porque criticar as ffaa brasileiras.

O orçamento é bem gasto; os militares não tem mordomias; temos um efetivo que não é grande demais; investimos o suficiente em pesquisa/desenvolvimento e novos armamentos; a verba de custeio é adequada; não gastamos 90% do 12° orçamento militar do mundo com folha de pagamento; os navios passam por PMGs e modernizações rápidas; não há navios mantidos por mais de uma década sem condições de navegar, com gastos em manutenção(Mattoso Maia) para depois ser dado baixa; etc…

Melhor parar de enumerar, são acertos demais!

Last edited 3 meses atrás by Zorann
Willber Rodrigues

Ué. Agora as FA’s são instituições sacro-santas, acima do bem e do mal, que não se pode criticar porque é “heresia”? Agora só porque 4 FCT’s estão, finalmente, “saindo do forno”, que devemos simplesmente ignorar tudo de errado que a MB fez nos últimos 20 anos? Temos que fingir que a MB, de modo generalizado, não está com a corda no pescoço devido a sucessivos erros do almirantado? Agora pronto, não pode mais criticar e mostrar o que tem de errado nas FA’s, tem que bater palmas, sorrir e acreditar naquela de que “somos uma potência militar”… “Lembrem-se todos: existe… Read more »

Fabio

Cara, essa MB imaginária parece bem legal.

Last edited 3 meses atrás by Fabio
Vitor Botafogo

Pois é, e compram tapete de 60 mil reais pra decorar o palácio de Versailles.

Camargoer.

Vitor. O problema nunca foi comprar mobília para os prédios públicas, mas a pessoa levar para casa depois.

C G

As capacidades das nossas FA em um patamar no mínimo precario e o cara mete uma Síndrome de Poliana, nos poupe pq ou vc _____
_____

EDITADO. DEBATA OS ARGUMENTOS SEM ATACAR AS PESSOAS.
LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Costa

Entendo que o casco e a superestrutura estão no final de montagem. Depois ela vai para o cais para longa montagem de todos os sistemas de navegação e de armas. Espera que o planejamento tenha sido bem feito e a rota de equipamentos não obrigue o corte de “cesarianas” no casco.

Fernando "Nunão" De Martini

Costa
No processo de construção modular, parte dos equipamentos já é instalada nos módulos antes destes serem incorporados ao casco.

Willber Rodrigues

“Com isso, a proposta está em sintonia com o cenário geopolítico atual, que tem incentivado grandes e médias potências a elevarem seus investimentos para renovar seus sistemas de Defesa. Nos últimos 10 anos, o Brasil provisionou, em média, o correspondente a 1,32% do PIB para a defesa nacional, enquanto outros países em desenvolvimento investiram mais, como a Índia (2,4%), a Colômbia (3%) e o Chile (1,8%).” Eu SABIA que a MB viria com essa, é tão previsível… Engraçado que o pessoalzinho de comunicações da MB sempre, sempre vai bater na tecla da porcentagem, mas JAMAIS vai falar em números dessa… Read more »

Alex Barreto Cypriano

Atualmente, de acordo com a ACD, a rubrica defesa come ~2% do orçamento federal (~4 mil bilhões de Reais ou 40% do PIB de ~10 mil bilhões de Reais). Em outras palavras, a defesa come 0,8% do PIB. Pra chegar a 2% do PIB, a taxa razoável de incremento de 0,1% ao ano, (incremento de ~10 bilhões por ano, ou uma capitalização do PFCT por ano!) vai demorar 12 anos. Em outra oportunidade, escrevi que o orçamento de defesa dos EUA corresponderia a quase metade do orçamento federal. Erro meu: ele corresponde a quase metade dos gastos discricionarios do orçamento… Read more »

Alex Barreto Cypriano

Ah, e somem ao orçamento federal ianque mais quase 800 bilhões de dólares em juros neste ano, totalizando, portanto, 6.800 bilhões de dólares. Já que todo mundo é venal, à esquerda e à direita, e gosta mesmo é de dinheiro, ganho por trabalho ou pilhagem, imagino que seja muito agradável ler sobre estas obscenas quantias…

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano