Marinha informou na noite desta segunda-feira, 6 de maio, que enviará o maior navio de guerra da América Latina para apoiar população gaúcha – Apoio contará com embarcações, equipamentos , combustível, mantimentos, água e diversos profissionais da área de saúde – confira o informe completo abaixo:

A Marinha do Brasil (MB) enviará, nesta quarta-feira (08), o Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico”, maior navio da Força Naval, para Rio Grande (RS), aumentando a capacidade de apoio às populações atingidas pelas enchentes e fortes temporais que assolam o estado.

Com organização similiar a uma Operação de Guerra, a MB está mobilizando quatro navios, 20 embarcações, 12 aeronaves e centenas de militares.

A situação assemelha-se à resposta dada, em fevereiro do ano passado, aos fortes temporais que assolaram o litoral norte de SP, especialmente em São Sebastião. O esforço feito pela Marinha em SP ficou conhecido como Operação “Abrigo Pelo Mar“.

Conheça detalhes da Operação no RS

O NAM “Atlãntico“ transportará duas estações móveis para tratamento de água, capazes de produzir um total de 20 mil litros de água potável por hora, a fim de suprir parte da demanda das cidades que sofrem com a escassez desde o rompimento das barragens.

Meios Navais:

Além do “Atlântico”, a Marinha mobiliza também o Navio de Apoio Oceânico “Mearim“ e o Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas”, equipado com três embarcações miúdas, que seguirão para o Rio Grande do Sul nesta terça-feira (7); e a Fragata “Defensora”, com partida prevista na quarta-feira (8), transportando doações e suprimentos.

Para auxiliar no resgate às vítimas ilhadas e no transporte de suprimentos pelas vias alagadas, o “Atlântico” levará oito embarcações de médio e pequeno porte, que, somadas às oito lanchas em uso no estado desde o dia 30 de abril, ampliarão o contingente de meios aquáticos disponibilizados pela MB.

Meios Aeronavais:

O trabalho das equipes de resgate aéreo da Marinha, que salvaram mais de 150 pessoas desde o início da operação, receberá, com a chegada dos navios, reforço de mais oito aeronaves, além das quatro que permanecem de prontidão no estado.

Serão doze helicópteros, no total, em um esforço contínuo de resgate aos moradores ilhados em áreas de difícil acesso.

Meios de Fuzileiros Navais:

Também estão sendo enviados 40 viaturas e 200 militares Fuzileiros Navais para atuar na desobstrução das vias de acesso, além de equipes de apoio à saúde, formadas por médicos e enfermeiros.

FONTE: Agência Marinha de Notícias

FOTOS: Poder Naval (G. Poggio)  em caráter meramente ilustrativo

Subscribe
Notify of
guest

77 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Moriah

Ainda bem! O Atlântico contribuirá muito para ajuda humanitária na região do Guaíba e regiões próximas, ainda bem alagadas.

Nilo

Correto o Atlântico será de grande ajuda, estava na pespectiva de sua chega no RGS, além dos meios que irá disponiblizar entregará   20 mil litros de água potável por hora, um produto essencial.

Rafael

Considero a melhor compra de oportunidade que a MB já fez,considerando custo e benefício.
E ainda vai ter uns 20/25 anos de uso.

Neto

Se estiver em prontidão para este tipo de atividade, já vale demais.

Vetluno

Não é hora para discutir meios, mas estratégias rapidamente colocadas em serviço e resultados. Nada mais parecido com gerra que esse desastre. Mostrem que valem o investimento feito pela sociedade.

RODES

devia ter zarpado na semana passada

triste fim das FA

Mauro Cambuquira

Muita gente também achou que a demora em acionar esse meio, foi longa. Assim, também com as equipes SAR do Mato Grosso, que também não foi acionada, teve militar cobrando isso na TV

Lucas Padoveze

Me pergunto o pq o governo e a prefeitura não solicitaram antes a ajuda das FA e o pq o governo federal demorou tanto pra se mover em prol disso também

Fernando Vieira

Eu gostaria de saber se essa chuva toda foi prevista e se era possível antes dela ter alguma prevenção, ainda que fosse deslocar pessoas do curso das águas.

Ozawa

Ratificando o q mts pediam por aqui. Decisão acertada, simples assim.

O Atlântico seguramente será um ativo importantíssimo no aparato de defesa civil em socorro ao RS. Boa sorte a todos.

Bispo

A reconstrução do RS será um trabalho de décadas … e pela qualidade de nossos políticos , sabemos que após 06/08 meses , Brasília voltará a ser “Casa-Grande e Senzala” do século XXI.

Last edited 2 meses atrás by Bispo
Paulo Costa

Será que o NAM atlântico virá até Porto Alegre? A laguna dos Patos e o Lago Guaíba (Rio Guaíba) tem calado suficiente no momento.

Fernando "Nunão" De Martini

O texto da Marinha fala em Rio Grande.

Paulo Costa

Certo. Obrigado pelo retorno. Rio Grande e Pelotas também terão problemas até quinta-feira, mas medidas preventivas já foram tomadas.

EParro

Onde será que o NAM Atlântico vai atracar?

Fernando "Nunão" De Martini

Bom dia, Eparro, como já lhe respondi em outro site, a Marinha informou Rio Grande (está no início da matéria).

EParro

Ah sim! Município de Rio Grande, fica no extremo sul do estado do Rio Grande do Sul, entre a Lagoa Mirim, a Lagoa dos Patos (a maior laguna do Brasil) e o Oceano Atlântico.

Agradeço sua paciência Nunão.

J L

Na minha opinião já deveriam ter zarpado desde semana passada. E também acho que poderiam ter deslocado alguns setores da MB baseados no centro oeste, que é logo ali do lado.

Fernando "Nunão" De Martini

Você está falando em deslocar os navios da Flotilha de Mato Grosso (Ladário / MS) para o Rio Grande do Sul?

Ou dos helicópteros Esquilo do esquadrão HU-61, também de Ladário?

CEMM

Acho que os colegas cometem um equívoco no entendimento das ações por não compreenderem a dinâmica da situação Fernando. A primeira leva de chuva que atingiu as regiões mais altas foi em 28 ou 29/04 iniciando o processo parecido com o do ano passado. No dia 02/05 se rompe uma lateral da barragem 14 e julho, uma das maiores do estado que amplia muito a força das águas. E nesse ponto a situação extrapola os preparativos feitos para lidar com a enchente que vêm descendo para o Guaíba. O processo de suba das águas na região metropolitana de POA começa… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Você fez um bom resumo da ordem dos acontecimentos, colocando em perspectiva os fatos mais graves que geraram cada resposta (o que é fundamental numa época em que a maioria das discussões são calcadas no “8 ou 80”).

Ainda assim, creio que as Forças Armadas deveriam trabalhar para aprimorar o tempo de resposta (dentro dos conceitos de mobilidade) de meios como o NAM Atlântico.

Hipoteticamente, dos presumíveis quatro dias para três, e mais pra frente, para dois dias.

Fernando Vieira

Ela pode ter calado nesse momento, mas não vai durar muito. Se o Atlântico encalar na Lagoa dos Patos, como vão tirá-lo de lá?

O foco dessa crise vai se deslocar para a foz do Rio Grande porque toda essa água vai pra lá. Posicionar o Atlântico ali parece o mais lógico, fora que ele estará no oceano, sem problemas para navegar.

AMSS

O calado “normal” da Lagoa dos patos é de 10 metros, o NAM Atlântico tem um calado de 6,5 metros.

A minha grande dúvida é no acesso à lagoa lá em Rio Grande e eu não tenho conhecimento nenhum sobre navegabilidade de embarcações, não sei qual margem de segurança se adota nestes casos, nem.mesmo se a lama que desceu pelo Guaíba pode afetar o calado da lagoa em algum ponto.

fresneu

01 navio desse para o porte do Brasil é pouco, deveríamos ter uns 03, torcemos por vcs guerreiros do mar, façam ótimo trabalho e oramos por vcs e pelas pessoas que precisam de ajuda !!!!

Wagner Hundertmarch Scherer

Sejam bem vindos marinheiros do Brasil, cumpram com o brilhantismo a árdua missão.

Pablo

Com toda certeza vai fazer a diferença. Cidades como Pelotas, Rio grande e outras que cercama laguna dos patos sofrerão também, infelizmente.

RSmith

Ótima noticia… só acho que “demorou” para tomarem essa iniciativa.

Paulo Carrano

Uma semana depois do problema… problema do Brasil é o governo!

Pablo

Cara, nao sei se tu sabe ou viu. Os problemas nao acabaram e possivelmente vai ter mais, ja que toda essa agua vai para a laguna dos patos e varias cidades estão em volta, como Pelotas e Rio Grande por exemplo

Alexandre

Sair sem planejamento, coordenação, preparo, sem um plano de ação e objetivos bem delineados! Seria de uma irresponsabilidade criminosa! Agora , tem gente que por ignorância ou má fé não perde uma única oportunidade de atacar o governo! Lamentável!

José de Souza

Sim, parece que reunir meios, insumos, tripulação, aeronaves, provisões, combustível, doações, viaturas é coisa de criança, só parar no Posto Ipiranga e abastecer… Gente que nunca prestou um dia de serviço militar falando besteira.

Luiz Carlos

Meio fora do tópico, mas se fala tanto no Atlântico, mas e o Bahia?
Por onde anda ? O que está fazendo ? Passou por alguma modernização?

Franz A. Neeracher

Passando por manutenção.

Sávio Ricardo

Não da pra reclamar de demora em ser enviado, sem antes saber o porque da demora. Essa politicagem idiota acaba com o raciocínio e bom senso de muita gente.

sergio 02

Isso e um navio de guerra, não civil , deveria esta de prontidão 24 horas por dia, demorou para ser enviado, ao meu ver , foram pegos com as calças na mão.

Sávio Ricardo

Navio de guerra em tempos de paz que poderia estar muito bem passando por alguma manutenção no RJ, de onde ele saiu! Prefiro confiar nesse suposto motivo desta suposta demora, do que ficar por ai vomitando ódio sem saber os reais motivos.

José de Souza

—— EDITADO ——Nem em Pearl Harbor! Nem na Ucrânia!

J L

Exatamente, a prontidão deve ser constante. Convocar a tripulação para zarpar não pode levar uma semana. Não sei se ele está levando além dos meios aéreos e dos FN, suprimentos mas o que vemos é que as forças em si, demoraram muito a se apresentarem para prestar a ajuda tão necessária. E se estivéssemos em guerra como seria? Acho que os comandos das FA só se apresentarem após serem solapados nas mídias.

Jagder

Bom, antes tarde do que nunca.
Não vai atuar no salvamento.

Pablo

Nao? Os problemas ja acabaram???
Vou dizer o que disse acima!
Toda essa agua do Guaíba vai para laguna dos patos, e caso tu nao saiba (que parece ser bem provável), tem cidades em torno da laguna dos patos. Camaquã, Rio Grande, Pelotas, são Lourenço do sul, Tapes, Arambaré, entre outras. Acho que tuas fontes nao sao boas!

Jagderband#44

Pablo, o que eu quis dizer (se você não entendeu) é que o NAM não vai atuar no salvamento NESTE MOMENTO. Seria interessante que a marinha do Brasil fosse, digamos, mais espraiada, com mais elementos presentes (por exemplo) na região sul. Facilitaria o auxílio de forma mais imediata em caso de catástrofes. Quanto à tua opinião sobre o meu saber (“e caso tu nao saiba (que parece ser bem provável),… posso te dizer que sou de Rio Grande/RS, portanto conheço muito bem a região. Também não entendi o que tu quis dizer com “minhas fontes não são boas”. Não usei fonte… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Jagderband#44
Burgos

Decisão acertiva , mas com um atraso de 1 semana mas o importante que deram um grande passo em relação ao que acontece no Estado do RS.
Mas a culpa não é da MB, a maioria aqui já sabe😏
Parabéns a todos envolvidos nessa verdadeira operação e logística da MB. BZ 👏

Ozawa

Colega,

Não creio q se deva falar em “culpa”.

Pelos meios engajados nessa missão, o tempo de mobilização do pessoal, preparativos de doações, equipamentos e suprimentos, e a avaliação da progressão do desastre para o emprego destes ou daqueles meios navais sabidamente escassos (cenário esse, sim, passível de avaliação de “culpa” em outro momento), o tempo despendido não me parece, s.m.j., atrasado.

Agora é ir, salvar e reconstruir. O que for possível.

Burgos

Será ?!
A tal da logística ?!
Pode ser também, mas essas chuvas torrenciais estão desde o dia 30/04 na região.
Mas que houve um delay no atendimento, isso houve sim.
Mas como vc mesmo falou “agora é recomeçar tudo de novo”
Lamentável 😞

J L

Pois é, alguns estados enviaram com extrema rapidez meios e pessoal para ajudar no resgate na hora mais tenebrosa.

Mauro Cambuquira

Achei que faltou prontidão. Eventualidades como essa não avisa. Por isso os treinamentos e manutenção dos meios para estarem sempre prontos para serem acionados, Dia ou Noite.

Camargoer.

Então… No Japão, que possui em excelente sistema de defesa civil para atuar em catástrofes naturais, a orientação é ter preparado em casa um kit de sobrevivência para no mínimo 3 duas, que é o tempo estimado para o sistema ser coçado em funcionamento. O recomendado é alimento, água, remédios para um semana.

Burgos

Boa tarde Camargoer;
O Japão é mais terremoto e tsunamis , mas não deixam de ser catástrofe também, no Brasil ou é enchente ou seca 😔

Bueno

Tem situações, tragédias que superam muito o preparo, o tsunami em 2004 e o de 2011 com um terremoto de 8,9 graus foi devastador para o Japão.

A cultura e a nossa indisciplina dificulta qualquer preparo, organização…
Esta ai a defesa civil + uma vez passando vergonha, é uma desorganização bateção de cabeça de todos os lados…
Um agente da defesa Civil do RS pedindo para as pessoas enviarem donativos que tenha condições de uso , eles perdem muito tempo separando o que presta e o que nao presta… dai da pra evidenciar o nível de atraso do Brasileiro

Last edited 2 meses atrás by Bueno
MMerlin

Isso deveria ser praxe todos terem em casa. Inclusive com uma mochila (para cada integrante) da casa, para o caso de uma necessidade de deslocamento urgente.
Tem gente que se aventura no mato com filhos e não leva um anti-alérgico.
Mas nada te prepara para uma situação extrema como a que está ocorrendo no RS.
Acredito que seja algo sem precedentes no Brasil. Nem São Paulo, SC ou região serrana no Rio passaram por algo parecido.

Pablo

Pra mim, na hora certa, tendo em vista que esse navio vai ficar na costa, onde as aguas vao escoar através de Rio Grande. Cidades como Rio Grande e Pelotas vao sentir, ja que toda essa agua do guaiba vai para laguna dos patos (rodeadas de cidades).

Burgos

Como dizem por aí: “Tudo ao seu tempo”🤷‍♂️

Carlos

AGORA !? A enchente começou dia 30

Pablo

Navio ta indo pra costa, onde essa agua vai escoar atraves doa molhes da Cidade de Rio Grande. Antes disso passa pela laguna dos patos, rodeadas de cidades tambem!

Maximusrs

Muito obrigado! Parabéns pela atitude MB, e além disso, uma coisa tão importante quanto a tão necessária ajuda, nos envia uma mensagem de apoio, de união, para aumentar o moral do povo tão castigado

Last edited 2 meses atrás by Maximusrs
Carlos I

Considerando o tempo que levaram para tomar essa decisão, mais um pouco e chegaria só na próxima enchente.

Descaso define.

Augusto José de Souza

Espero que ele esteja levando os SH-16 Seahalks da MB para essa missão,serão muito úteis na região junto aos black Hawks da FAB e pela situação no estado o Bahia provavelmente vai ter que ser enviado também para reforçar o apoio junto aos clanfs nas áreas de enchentes e os JLTV também podem atravessar alagamentos.

O Seahawk possui bons sensores e poderá ser utilizado nessa missão, mas não se deve esquecer que o espaço interno disponível para carregar suprimentos, equipes e pessoas resgatadas é restrito. Isso porque parte da cabibe é ocupada pelo sistema de missão para emprego ASW e ASuW. Poderá ser usado, é claro, tanto que é empregado em resgates de náufragos etc, mas helicópteros com o compartimento de carga totalmente livre de sistemas de missão oferecem maior capacidade nesse caso específico (que é diferente de um emprego aeromédico de resgatar um ferido num navio, ou içar um náufrago a centenas de milhas… Read more »

Augusto José de Souza

Entendi,como o Seahalk é basicamente derivado do black Hawk que a FAB está empregando,pensei imediatamente nele indo para esse missão,mas sua explicação esclareceu quais aeronaves se encaixam nessa missão.

Santamariense

SeahaWk

EduardoSP

Eu entendo as dificuldades da MB, mas vejam, em 02 de abril de 1982 a Argentina invadiu as Malvinas. Em 04 de abril o HMS Conqueror zarpou da Escócia para o Atlântico Sul.

O navio de cruzeiro SS Camberra foi requisitado pela Marinha Real em 07 de abril e no dia 09 de abril zarpou com a 3ª Brigada de Comandos para uma jornada de mais de 9.000 milhas náuticas.

Não dá para negar que está faltando agilidade na resposta.

Joao

As Forças britânicas, inclusive os próprios Btl Commandos estavam voltando de um exercício na Noruega.

Carlos I

No desastre de Guaratuba/Sao Sebastião ano passado com 4 dias já estava lá, agora levou 10 dias para tomarem a decisão de enviar, os bombeiros estão tendo que escrever cartinha pedindo carona para a FAB etc.

O que mudou tanto? Às chefias? Aumentou o descaso? É intencional? O navio estava em uso e a FAB ocupada com algo mais importante?

Alexandre

As forças armadas da federação estão atuando desde o início da tragédia! O volume de ações e de meios foram aumentando de acordo com a coordenação de todos os entes federativos! Respostas coordenadas produzem resultados mais efetivos! Mas pelo visto ágil mesmo é a coordenação do discurso daqueles que mesmo numa tragédia não abdicam do antagonismo desnecessário!

EParro

Será porque O Governador, tem bons conhecimentos de logística!?

Rinaldo Nery

Meio tarde para enviar, mas, melhor que nada.

Fernando "Nunão" De Martini

Demorou, mas não é tarde, pelo que vi, pois tudo indica que ainda vai bem longe esta emergência no RS.

O nível das águas está subindo agora na região de Pelotas, conforme o declive natural do escoamento.

E há previsão de volta da chuva a partir de quarta-feira em várias partes do RS (incluindo a capital), estendendo-se até meados da próxima semana, o que pode retardar a baixa das águas e até fazer o nível voltar a subir, dependendo do lugar.

Joao

Exatamente.
Infelizmente, a reposta “inicial” demorará muito.
São problemas demais em uma área enorme.
Ainda tem missão pro mês todo…
E depois, ainda há o rescaldo, q vai durar meses e meses.

Começo, inclusive, a achar q poderá se tomar a decisão de criar capota de “refugiados”, de tanta tanta gente q perdeu tudo.

Fernando "Nunão" De Martini

Área enorme mesmo.
Cerca de 400 dos quase 500 municípios gaúchos foram afetados.

E o Rio Grande do Sul é quase do tamanho da Itália. Ou, pra pegar um país europeu de formato parecido, mais de 3/4 da Polônia.

Jagderband#44

Pois é. Penso assim também cmdte.
Também penso que poderiam espraiar mais alguns elementos da MB pela costa brasileira, agilizando a atuação em casos de catástrofes.

antonio dalto

Sou filho de militar e montar uma estrutura do porte dessa operação não e brincadeira! Outro detalhe o Atlantico esta no nordeste em treinamento com soldados americanos!Uma embarcação desse porte não e barco de corrida e o que aconteceu no RS foi inesperado!
Não e momento de acusar a b c e hora de agir pois tem pessoas sofrendo e alguma se foram e isso não tem volta!
Que Deus ajude a esse povo Gaucho onde estive por alguns dias e fuji muito bem tratado!!

f.alves

Demorou muito já devia está lá deis do inicio .

Thor

O que é “deis de”?

William

Sempre tem aquele que adora criticar, que vai achar que demorou para ir, que vai chegar tarde, só que um navio desse porte, por maior que seja o nível de prontidão que ele esteja, ele não suspender para o mar de uma hora para outra, a complexidade para um navio desse porte se fazer ao mar, é muito grande, e falo isso com conhecimento, pois servi embarcado no NAe São Paulo por 14 anos, e sem bem como é a preparação para o suspender de um mostro desse. Ainda tem o fato de que o material que ele está levando… Read more »

Murray

Estive na Mathias resgatando pessoas com barco. Vi pessoalmente tudo que estava acontecendo, do inicio até o ápice da tragédia. É impressionante a falta de organização do estado e das autoridades oficiais. Garanto e afirmo, senão fosse a população, não teríamos salvo, resgatado e acolhido 20% das pessoas e animais. Vi bombeiro no telhado, esperando resgate, seja por helicóptero ou barco, simplesmente pq esqueceram dele. Nem um simples comunicador o bombeiro tinha. Se alguém aqui do fórum esteve lá… com toda certeza viu isso. Os milicos, parados, sem instrução nenhuma, perdidos, apavorados…. não foi nem uma nem duas vezes, que… Read more »

Carlos I

Para você ver, e coisas que ajudam muito nestas horas como a comunicação por rádio amador que foi um pouco desburocratizada para conseguir às licenças, já se ouve pelos corredores que ac Anatel deve novamente dificultar o acesso.

MMerlin

Um absurdo isso Carlos. Tenho certificação devido as viagens e trilhas que faço (a multa é “levemente” salgada) e já foi um pouco burocrático. Mas nada demais.

É necessário ter alguma por, também nesse meio, existirem muitos mal intencionados.

Mas são nessas horas que são chamados e dão o apoio onde celulares já não mais existem.

Esperemos que liberem as licenças também de mais repetidoras.
Indispensáveis quando os usuários têm equipamento limitado.

Last edited 2 meses atrás by MMerlin