Caça F-35C Lightning II faz pouso de emergência na Base Aérea Naval de São Pedro de Aldeia (RJ)

205

Um caça Lockheed Martin F-35C Lightning II do esquadrão VFA-147 “Argonauts” do porta-aviões USS George Washington fez um pouso de emergência na Base Naval de São Pedro da Aldeia (RJ) do Brasil.

A aeronave, matrícula AG-316, reportou “falta de combustível” e estava acompanhada por um F/A-18F Super Hornet.

O avião posteriormente decolou no domingo e voltou para o porta-aviões.

Subscribe
Notify of
guest

205 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RSmith

Putz… e eu aqui torcendo que poderiam “doar” o aviãozinho para a FAB 🙂

Jorge Oliveira

Melhor que fique bem longe da gente

Luiz

Quantidade produzida: 1 000+ (até janeiro de 2024)

Bigliazzi

Legal mesmo é o Su-57… carinhosamente apelidado de “Guarda Roupa Voador”.

Marcos Silva

Su-57? Isso existe???

Rodrigo

Somente versao desfile

José Antônio Cavalcanti

Não acho, os navios americanos são nossa proteção, pois nossa marinha tem potencial para cobrir nossa costa, além disso seria ótimo como forma de pressão para ___________

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO USE O ESPAÇO DE COMENTÁRIOS COMO PALANQUE.
LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

ELCIO E SOU BRASIL

Parece que eles estão fazendo isso pra intimidar o Brasil, sera que não?

Last edited 27 dias atrás by ELCIO E SOU BRASIL
ZF DE ANDRADE

Não mesmo. Os forças armadas do U.s.a e Brasil sempre fazem treinos conjuntos. Assim como Brasil faz com vários outros países.

Geovane santos

Nossa marinha está sucateada infelizmente e fato

Marcos Jose

Resposta tola. Marinha totalmente sucateada.

Carlos Augusto Carvalhal Júnior

Sem noção da realidade, Marinha Brasileira, com condições de proteger nossa costa?????Mais de 8 mil km, fora as plataformas e os 200 km de plataforma continental??? Quem te contou esta mentira??? É o mesmo de dizer que as forças armadas PRF e PF, impedem de entrar contrabandos, armas, entorpecentes e tudo de ruim em nossa fronteiras, kkkkkkkkkk

Marcelo

Quanto mais próximo melhor.!!
Tempos bicudos

André Macedo

Deixa essa bomba com eles.

Luiz

Desde que foi concebido, o F-35 tem se envolvido em controvérsias. Atrasos, aumento nos custos de desenvolvimento (projetados inicialmente em 59 bilhões de dólares) e problemas no projeto em geral mancharam a reputação do caça, que deveria ser uma alternativa mais barata ao caríssimo F-22. O custo de desenvolvimento, construção e manutenção girou em torno de US$ 400 bilhões de dólares, sendo o projeto de armamento mais caro da história. Em 2015, após quinze anos de desenvolvimentos, o primeiro esquadrão de F-35 foi liberado para o serviço ativo na Força Aérea dos Estados Unidos. É projetado que esta aeronave permaneça… Read more »

Bigliazzi

É o sonho de Chineses… tanto é que não param de tentar copiá-lo. Esse avião coloca os USA uns 15 anos na frente da Rússia e China. Da Coreia do Norte e do Irã uns 70 anos.

Domingos Braga

É não conhecer nada, de geopolítica. O —— EDITADO ——

V.Silva

Vai sonhando!

José Antônio Cavalcanti

Com certeza.

Helder

Essa foi para rir mesmo

Paulo

Então.. acho. Q não puseram indicador de combustível também… Kkk
Nada. Fazendo só um Recon de pista de leve

Lincoln ASA

_____

COMENTÁRIO REPETIDO APAGADO.

MANTENHA O BLOG LIMPO.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.naval.com.br/blog/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Rafael Coimbra

Onde está o cara da calcinha? hehehe Interessante ter essas aeronaves pousando aqui, pena que não foi uma ação planejada…

Matheus

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Rafael

Nem vender os americanos vendem esse modelo de caça, quem dirá doar

Dalton

O F-35C foi a últimas das 3 versões a entrar em serviço e existem poucos deles ainda, mas, se hipoteticamente outra nação “amiga” tivesse desenvolvido um NAe com catapultas próprias ou americanas construídas sob licença não haveria razão de porque não vender o modelo “C”. . Os franceses poderiam usar o F-35C a bordo do “Charles de Gaulle” desde que modificações fossem feitas como foram no “George Washington” mas, eles já operam o Rafale M e planejam um sucessor para a próxima década além do que seria impensável comprar um modelo estrangeiro e colocar em risco a indústria nativa leia-se… Read more »

Cesar Lima

Existe precedente, os franceses operavam F8 Crusader no Foch, como caça de defesa aérea, e os Etendard/Super Etendart como aviões de ataque

André Sávio Craveiro Bueno

Correto, Cesar, mas eram outros tempos. Não conheço o caso a fundo mas creio que optaram pelo F8 por alguma lacuna em seu inventário naquele período. Hoje ela não há.

Dalton

É bem o que o André comentou, o Rafale M surgiu para exercer as funções de caça e ataque que até então eram otimizadas respectivamente pelo Crusader e pelo Etendard assim como o Super Hornet passou a “fazer tudo” até por conta do atraso na introdução do F-35C.

Bigliazzi

Os franceses querem se virar sozinhos… vão morrer sozinhos também a medida que Itália, Inglaterra e Alemanha fazem opções mais lógicas para continuarem na vanguarda do século XXI

Dalton

Não totalmente Bigliazzi. As catapultas, maquinário e cabos de retenção do NAe Charles de Gaulle são americanos e o próximo NAe também terá equipamento americano porque não compensa desenvolver essa indústria para apenas 1 NAe.
.
E o avião “AEW” embarcado é o E-2C Hawkeye que foi modernizado alguns anos atrás nos EUA e os franceses irão adquirir o E-2D que começará sua carreira no ‘Charles de Gaulle” e continuará no novo NAe.
.
O avião que eventualmente irá substituir o Rafale será desenvolvido em parceria com à Alemanha e Espanha.

Vanderley

Eles não vende o f22 o f35 tem pra vender o quanto vc quiser

Luiz

Daqui a seis anos, países da Europa terão mais de 600 caças F-35 Lightning II em serviço, um processo de reequipamento que deve modificar o balanço de forças na região. O tema ganhou destaque no início de abril, com a chegada de quatro F-35A da United States Air Force (USAF) à base aérea de Lask, na Polônia, uma movimentação considerada estratégica para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Até agora, deslocamentos de caças F-35 dos Estados Unidos para países europeus têm significado um reforço das capacidades de defesa. A expectativa, porém, é a de que em breve os… Read more »

Bigliazzi

Modificar o balanço das forças na região??? Como??? Se isso acontecer acabarão por quebrar a balança que já pende para o Ocidente nos últimos 70 anos. Basta ver o desempenho patético da Força Aérea Russa contra um Pais que tem meia dúzia de caças da década de 80. Ninguém vê isso????

Bigliazzi

Você tem razão… estourado de vendas esta o SU-57…

Valdinei nascimento jureswski

Vendem sim, a aliados. Não vendem o F-22.

Elias E. Vargas

O aviãozinho em questão é problemático, tem vários problemas a serem resolvidos, é beberrão, não transfere tecnologia e não temos cacife para adquirir.
Estamos muito bem servidos com o Gripen Ng que nos coloca na liderança tecnológica na América Latina com parceria e transferência tecnológica.
O resto, com a nossa criatividade e versatilidade fabricamos: Caças, Transporte, Submarinos, Fragatas, Mísseis, Radares entre outras coisas já estamos no jogo.

frank

fabricamos ? pera ai , cacas suecos , fragatas alemas, submarinos franceses , blindatos italianos . do que esta falando , construir em coperacao, transferenca de tecnologia, etc.ai sim . fora isso nao temos uma industria militar de ponta

Sergio Cintra

Completando: a transferência de “tecnologia”se restringe e resume-se na condição local de manutenções e não na condição de desenvolvimento e fabricação.
Até ligas especiais de aço não conseguimos elaborar. Podemos monta só. Exemplo nítido: ha quanto tempo esta a Helibras no mercado ? e nadica de nada de projeto nativo!

Bigliazzi

Tem razão, é um aviãozinho muito problemático. Com mais de 1.000 unidades comercializadas tem a sua operacionalidade incrementada a cada dia que passa. O que muitos teimam em fazer é comparar caças maduros como o F-16, F-18 e F-15 (com mais de 50 anos de projeto e fabricação) com esse recém lançado avião que representa um verdadeiro salto de potencialidade além de entregar, hoje, tecnologias no “estado da arte”… segue o jogo… enquanto uma lado da torcida vibra o outro fica nas lamurias de mais uma derrota.

Anderson Videomaker

Pra quê 1(um) avião desse porte aqui no Brasil, se já temos os F-5 e os A-29 que já fazem o serviço necessário?

Rogerio

Aviaozinho ruim…..tanto é que os EUA preferem o f15

Bigliazzi

Sim, compraram até agora somente um pouco mais de 1.000 unidades… acho que não serão pareô para os 18 Su-57 russos…

Dalton

O F-15 não pode ser utilizado em NAes e grandes Navios de Assalto Anfíbio daí
a necessidade das versões C e B e quanto à versão A os números em serviço e em fase de aquisição superam os do F-15, são na verdade aviões que se complementam
mas no geral o F-35 é superior.

Antonio Carlos

Um avião desse deve custar mais que o orçamento de alguns estados brasileiros, por que iriam doar? Kkkkk

Eduardo Bello

Kkkkkkk… Nunca no Brasil… Pode apostar que antes dele descer no aeroporto já tinham pelo menos 40 militares norte americanos aqui pra não deixar ninguém chegar perto… Esse avião é um absurdo de tecnologia e letalidade.

Moriah

Eu andando na reserva…

nativo

Esse piloto ainda não tem a manha. kkkkkkkk

DanielJr

O avião ainda é novo, ele não tem a experiência de saber a diferença de onde o ponteiro marca reserva da reserva de totalmente vazio, é uma linha tênue. Somente com experiência no volante/manche é que se aprende essas coisas.

JSilva

O que pode ter ocasionado essa situação, missão de treinamento em que o piloto se “atrasou” na missão e perdeu o reabastecedor?
Lembro de ler, numa edição da Revista Força Aérea, uma missão em que por muito pouco uma esquadrilha de F-5 da FAB não fica sem combustível por quase perder o reabastecedor no ponto combinado, na verdade só não foram perdidos (não lembro se foi sob o mar) porque o reabastecedor aguardou um pouco mais.

Last edited 27 dias atrás by JSilva
Dalton

Pode ser, além do mais saber que se pode contar com uma pista de pouso alternativa
no caso no Rio de Janeiro pode justificar uma prática de voo menos convencional.
.
Seja como for até agora não se ouviu falar nada sobre isso então não deve ter sido um caso sério que exija investigação por exemplo.

Bruno

Pelo que saiu foi um atraso no sequenciamento de pouso no CVN73. Muita atividade aérea.

Rinaldo Nery

Sobre, não sob. Sob, só se for submarino!

JSilva

Sim, sim, desculpem a falha. Escrevi rapidamente pelo celular e não revisei…
Só acrescentando outra informação, essa missão com os F-5 da FAB foi em silêncio rádio e puxando na memória ela foi sim sobre o oceano.
Eles estavam tão no limite que nem fizeram o procedimento padrão de reabastecimento, foram direto nas cestas, os primeiros colocaram apenas uma gota de combustível liberaram a cesta para o restante da esquadrilha abastecer.

Paulo

Mas que barbaridade!!!será que isso é um treinamento para ver até onde conseguiriam apertar o fiofó??

Bigliazzi

Também pensei nisso… Centenas são as possibilidades

Renato

Esse papo de “falta de combustível” acredita quem quer…
Podem falar que é teoria da conspiração ou que quiserem, mas não consigo acreditar muito nisso não.
O que pode ter por trás, obviamente não faço a menor ideia.

Last edited 27 dias atrás by Renato
Bigliazzi

Foi um “pouso forçado” de um dos aviões que compunha um “Comboio de Três Aviões”… só que dessa vez o Presidente… ops… o Piloto não morreu.

João Henrique Maciel nunes

Só para lembrar amigo, o coletivo de avião é “esquadrilha” abraço!

Fernando Vieira

Eu nunca estou em São Pedro quando essas coisas acontecem… 🙁

Burgos

Como assim ?!🤔
Estranho !!!
Uma aeronave moderna dessas dando erro de leitura no painel ?!
Tem alguma coisa errada aí, pode ter certeza

Renato de Mello Machado

E nem estão oficialmente em guerra.

Marcos Silva

Vc sabe o quê ocorreu?
Pelo jeito não….

Paulo

Kkkk…..foi la deu uma espionado ver o que o maduro tem de maduro….retorno…..se alguém reclama bem ele estava na base no brasil….o dia todinho…..kkkk…..haaa…haa sei

Bispo

Quanto mais “software” maior a chance de “bug”.

Victor
Leandro

Fazendo teste em solo brasileiro para ver tempo reação

Tarcisio William Duarte

Não há tempo de reação, estão em treinamento na costa do Brasil, tem militares brasileiro embarcado, não é guerra, acredito que São Pedro deve ser a pista em terra para caso de problemas como este, pois está mais afastada do trafego da capital fluminense e desta forma fica mais fácil lidar com uma emergência como a ocorrida

RSmith

meu pensamento… eles prepararam essa desculpa para pousar um caça de USD 100 milhões para descobrir os “segredos” de São Pedro! :-}

José Valter

Acha mesmo que nós temos algo de superior em se tratando de tecnologia de guerra superior aos EUA?

Afonso Bebiano

O piloto era o Cougar, aquele do início do “Top Gun” original.

Alfredo Araujo

Isso ai é mesma coisa q fazer um churrasco na fila do sopão e não dar uma carninha sequer para o pessoal da fila… =(

Pegos

Cheiro de estar testando nossos radares até o limite eim…

nativo

vai por mim. nossos radares podem são a única “barreira” da nossa segurança aérea.

Bispo

rs…boa piada…😆

RSmith

mais tipo o caça F35 não é Stealth? :-/

Palpiteiro

Caso o radar detecte, hipoteticamente em um conflito, o que poderiam disparar?

C G

Ahahhahahahahaha boa!

Eduardo Nascimento

Acho improvável essa hipótese, os interesses americanos são outros e bem mais ambiciosos. Logicamente o que sabemos, é que os EUA estão se preparando caso ocorra um eventual conflito armado de Grandes proporções com as nações desafetos… A América do Sul é estratégica e por isso o governo Norte Americano tem o interesse na região não para conflitar mas sim para relações de cooperação militar mais estreita em um possível cenário crítico.

Renato de Mello Machado

Não é demérito nenhum ter problemas.Mas estão acontecendo certas fatos na aviação comercial e militar do ocidente que as pessoas vão relevando.Mas não tem a mesma paciência quando acontecem a mesma coisa do lado dos russos ou dos chineses fazendo chacotas.

Marcos Silva

Cara,tá falando besteira.
Vc sabe o que se passou durante as operações de pouso?
Não sabe…

Bruno

Totalmente. Ainda mistura papo de rússia, ocidente…tipo nada com coisa alguma.

Basta ler um pouco para entender o que aconteceu. Fez o correto e vida que segue.

Clésio Luiz

Impressão minha ou o interior do canopi está embaçado? Parece ter sido uma emergência com o sistema de climatização da cabine.

Bardini

Ou é chuva, ou dormiu na rua.

Last edited 28 dias atrás by Bardini
Bruno

Região dos Lagos meu amigo. Normal isso se deixar até o carro assim. Ainda mais nessa época do ano. Experiência própria indo pra região desde os 15 anos.

Willber Rodrigues

É Vulcan britânico, é F-35 norte-americano…

Tá virando hábito receber isso no Brasil 🤣🤣

RSmith

Localização é o segredo de qualquer negocio! tu vai ver… daqui a 40+ anos acontece de novo!

Sergio

E os spoilers se recuperando da ressaca…rs

Vanderlucio

Ele só pousou pra deixar os militares brasileiros com inveja, igual um vizinho quando compra um carro zero ,e fica se amostrando 😂

Wilson neves neto

Isso e uma honrra tê-los conosco

Wilson neves neto

Bom era se tivesse umas 20 máquinas dessas de prontidão em nosso território Brasileiro!!

Fábio CDC

E 2 ou 3 voando porque o restante estaria com defeito.

ADROALDO

Não tem grana pra sustentar esses aviões. Já divulgaram isso. Estão fazendo gambiarras, que não combinam com a alta tecnologia aplicada. E mais, estão deixando de atualizar as manutenções.

Dalton

Ainda assim é um “Sr avião” que está sendo adquirido por vários países apesar de novas atualizações serem necessárias como o TR -3 e o objetivo final Block IV, que permitirá
melhor consciência situacional e o emprego de novas armas, quem viver verá !

Alexandre

Essa aeronave é que os EUA tem de mais moderno. Não é para qualquer aliado que os EUA vendem não. E só aliado entende. O Brasil é aliado, mais devido às políticas estranhas do Brasil com inimigos Norte-americanos se quisesse não possuiria uma dessas maralhosas aeronaves. Somente um desses derrubaria todos os nossos aviões e eles nem veriam quem atacou. Pra vc ter uma ideia.
Israel tem um desses atacou o Irã sem ter sido detectado.

José001

Como assim?
Até no Ace Combat os aviões têm um limite de mísseis.

frank

essa aeronave ta sendo construidas para pilotos que ainda vao nascer , o F35 ainda e um bebe em fase de crescimento, entendam isso galera.

Bigliazzi

Sim, isso mesmo… pode acreditar… são amadores… nunca estiveram numa guerra nos últimos 70 anos… estão aprendendo… você tem razão… (Estou falando sobre – e não sob – a China).

Paulo

Fala cmt farinazo, o que sabe o que não sabemos é talvez o que até ele não saiba!!!

Ricardo Miguel dos Santos

Se pousa em Brasília já era seria confiscado kkk

Ricardo Miguel dos Santos

Então estava voando nosso espaço aéreo sim ou não ,é o porta aviões está perto de nós né

Bruno

O CVN-73 já está ancorado na Baía de Guanabara…fica até sexta.

Jonas

Não! Essa nave é fabricada estritamente para marinha americana, é uma nave com tecnologia ultra secreta, não tem preço , não é negociada pra paus nenhum, nem a pau Juvenal!

Dalton

Não que faça muita diferença, mas, o “316” não é a matrícula do avião e sim o “MODEX”
no caso da US Navy o “3” significa que ele pertence a um esquadrão de ataque de uma ala aérea e o “16” identifica à aeronave dentro do esquadrão, uma hierarquia com os veteranos com números mais baixos a partir de “300”.
.
O “MODEX” é uma identificação que pode mudar, ano passado esse mesmo esquadrão usava a centena 400, já a matrícula nunca muda.

Last edited 28 dias atrás by daltonl
Sergio Cintra

Na USAF os 2 primeiros dígitos da matricula da aeronave identificam o ano de fabricação, na US NAVY tem outro sistema?

Franz A. Neeracher

Refere-se a aqueles dígitos escritos em letras menores que o resto??

Na USAF é do ano fiscal da encomenda….não o ano de fabricação ou entrega.

Creio que na USN e no USMC usa-se o mesmo sistema.

Last edited 26 dias atrás by Franz A. Neeracher
Bispo

Pensei naquele MIG-25 que o piloto ,desertor , aterrizou no Japão … foi devolvido totalmente desmontado .. estudaram até a alma do mesmo…rs

Marcos Silva

Só pra descobriri a tranqueira que era….

soldado imperial

Pensei a mesma coisa

Afonso Bebiano

Quando houve grande alívio.

O mito que foi criado em torno do MiG-25 quase inviabilizou o F-15.

Bispo

Eis a cerne do meu post …rs

A beldade é uma jaca no seu âmago… independente da origem 🙃

Bigliazzi

“Não atira na cara para não estragar o enterro”.

Marcos Silva

Boa!

Afonso Bebiano

A gente poderia desmontar o F-35C, para daqui a 50 anos conseguir montar nosso primeiro Qaher-313.

Sergio Cintra

E os chinas fizeram com p-3 e nós com o míssil do Vulcan 😁

Bispo

🤔Será que um radar móvel , aqueles para mutar motorista , consegue mensurar a velocidade do mesmo na decolagem ? 😇🙃

KKce

Pessoal dessa base acostumados com os tucanos,F-5 e afins quando do nada aparece um F-35 haha

MadMax666

Tipo o sujeito dono de oficina na entrada da favela, acostumado a consertar Gol bolinha e Uno Mille, aparece do nada um Porsche 911… Kkk

KKce

Lembrei da época de recruta quando estava fazendo instrução com mosquefal e do nada passava a CIA operacional toda equipada indo pro estande de tiro kkkk

Bruno

Que saiba F-5 não voa lá em São Pedro…

jailson Cândido da Silva

Não compra pq o dinheiro só dá para pagar as mordomias dos políticos. E sobra pouco para investir em: educação,saúde e segurança… Chega a ser ridícula um país com a extensão do Brasil não ter uma força a armadas a altura.

Lincoln ASA

Um incidenteligeiramente parecido durante a guerra das Malvinas nos rendeu um ativo importante segundo Robson Farinazzo,

soldado imperial

O Farinazzo não e fonte das melhores, tá levando o canal dele no youtube pra uma politização perigosa. Minha opinião

Bispo

Concordo, muito ego leva a uma cegueira existencial.

Fabio

De boa, vocês acreditam nisso, ok, fica esperando no Natal papai Noel. E lógico que tem coisa e a mais provável é de mostrar aos comandantes o potencial tanto do F35 quanto F18, as duas aeronaves desejadas caso o Brasil venha adquirir o Aeródromo Príncipe de Gales da Inglaterra.

Bruno

Quem tinha que ver as operações aéreas já viu nas operações…não assim num pouso de emergência.

Mcruel

Por isso que meu Marea tem kit gás !!

José

Puma Gtb 300cv , em Cabo Frio-RJ, agora tem!

Bispo

A Fiat foi proibida pelos EUA de exportar Marea Turbo para o Oriente Médio.. carro bomba de fábrica..😆 .. so sorry people , não resisti. 🙃

Cássio Silva

O Governo Brasileiro deve internar a aeronave. Enviem a mesma imediatamente para a Embraer, e comecem a operação de Tecnologia Reversa.

Bruno

Que viagem…

Plínio Jr

Perdemos a oportunidade de fazer engenharia reversa ..kkkkk

ElBryan

A galera acha que mandaram um F-35C para espionar nossos incríveis A4 modernizados.

Heinz

Pow, deixa ele com a FAB pra gente fazer uns testes, vocês (EUA) já tem muitos

silvom

pane seca é passível de multa no Brasil…

Rinaldo Nery

Houve uma dificuldade pro APP Aldeia auxiliar o norte americano, devido ao baixo conhecimento da língua inglesa por parte dos controladores da MB. O F-35 foi auxiliado pelos helicópteros da offshore, tripulados por ex aviadores navais.

Overandout

Oq eh uma vergonha, todo controlador deveria saber ingles

Rafael Oliveira

Sem querer provocar, em Santa Cruz seria diferente? Controladores das bases da FAB que não são aeroportos treinam em inglês constantemente para esse tipo de ocorrência?

Rinaldo Nery

Sim, por conta da CRUZEX, pois os pilotos do 1° GAVCa treinam em inglês.
Os controladores da FAB são melhor preparados, sem dúvida. Já servi em São Pedro e sei como é.

Last edited 27 dias atrás by Rinaldo Nery
Rafael Oliveira

Obrigado, Rinaldo!

Guizmo

A MB é uma vergonha! Vi um video no Instagram de um oficial da MB filmando no interior do Porta-Aviões, todo deslumbrado, falando palavrão e disse não saber que avião era o que apontava (um EA-18G Growler). Não sabia a diferença das variantes do F-35…..lamentável, amadores

geovano

Será que com um ativo tão importante no solo, até chegar uma equipe americana de guarda, como os caras fazem para monitorar o acesso ao avião? Fato que estamos com um dos ativos mais importante dos EUA, numa hipotética situação poderíamos sequestrar e disponibilizarmos por alguns dias a especialistas russo e chineses. É uma extrapolação, mas os americanos devem ficar loucos neste tipo de situação, em que não tem o controle deste vetor. Se fizéssemos isso eles destruíram o avião em solo, mesmo sendo um ato de guerra pois estariam atacando uma base militar nossa.. Interessante.

Leonardo

Interessante é sua criatividade

Ricardo

Kkkkkkk cada viagem o Brasil jamais levaria onda com Tio Sam, só o George Washington arrasaria a América Latina toda……

José Pereira

Queria estar nos prédios ao lado… Tiraria milhares de fotos, vídeos da decolagem… E pousou um F18 e não tiraram fotos…

Cosmos

Parte de Ocorrência, é o mínimo.

Tallguiese

Que tal mudar o nome dele para F-35 Marea?

Toro

Bom… com isso finalmente um caça de 5 geração veio ao Brasil. Digo o Grupo Aéreo com o Bonus desse pouso.

Funcionário da Petrobras

Aqui, entram e saem, pousam e decolam, pintam e bordam. Vira atração. Aposto que teve um ou outro brasileiro em solo que tentou chegar perto mas foi impedido.
Do contrário, interceptam, fazem estardalhaço, falam em provocação, ameaçam começar a 3ª grande guerra, e por aí vai.
Até quando hein?

Bruno

Rapaz, que viagem! Foi um procedimento de emergência meu amigo. Tem todo procedimento necessário pra isso. Se uma aeronava brasileira passasse pelo mesmo problema também iria fazer isso nos Estados Unidos. Declarando emergência e realizando os procedimentos legais e corretos, como o caçador americano fez.

Paulo

Onde tu estava funcionário da Petrobras?para que ele não conseguisse combustível!!!😂😂😂

Sergio

No caso do bombardeiro britânico eu me lembro que eles (esqueceram) um artefato da aeronave e esse ai ate que poderiam esquecer alguma coisa também né rsrsssssrsrsrssr

Giovani.gxp

Mas é uma bela aeronave, Sem dúvidas

Rodrigo Maçolla

Normal … Certa vez em 1990 um F-14 Tomcat fez um pouso de emergência em Recife, (Episodio esse que já dever tercido tema de matéria aqui) e naquela ocasião foi até pior… arrastou o nariz no asfalto.

Fabio

Essa versão não vem computador de bordo pra indicar a autonomia, nem econometro pelo visto.

Bueno

Video, filmagem Registra o F-35

https://x.com/mog_Russ/status/1792826910810255748

BraZil

Mais do mesmo. Me arrepio só de pensar quanto custa o mostradorzinho de combustível dessa joça. Uma fábula, com certeza…O bloco dos “inimigos da liberdade e virtude” deve estar torcendo pra OTAN toda se armar com essas maravilhas…

Jack

Deixa eu ver se eu entendi !!!

Um caça decola de um porta-aviões no Rio de Janeiro e pousa em uma base militar no Rio de Janeiro por falta de combustível ???

Será que houve erro de cálculo de tempo de voo ?!?!?!?!?

Franz A. Neeracher

Não, você definitivamente não entendeu.

Quando o F-35 alternou São Pedro D`Aldeia, o PA encontrava-se bem mais ao norte da cidade do Rio de Janeiro.

Fernando "Nunão" De Martini

Jack,

Houve um exercício com diversas missões em alto-mar, de durações diferentes e complexidades variadas, com várias aeronaves do Grupo Aéreo Embarcado do porta-aviões americano decolando, cumprindo as missões de durações variadas e pousando no navio. O incidente ocorreu numa dessas missões e a pista de São Pedro d’Aldeia era uma alternativa de pouso em terra.

Não é tão difícil de entender.

Bruno

Acho que pra uma galera é Nunão.

Marcelo

Com certeza pra nós e coisa de ficção científica. Pois so vemos esses jatos em filmes…

Miguel Dubek

Sejam bem vindos ao Brasil 🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇺🇲🇺🇲🇺🇲

BraZil

Mais do mesmo. Parabéns aos antigos construtores de aeronaves (tudo antigamente parecia ser construído para durar mais) e ao nosso pessoal da manutenção, pois não foi o A4 idoso que apresentou problema nos sensores…

Antonio Fagundes Fagundes

claro, o A4 não os têm

BraZil

Antônio, nem como piada seu comentário fez sentido. Como assim não tem sensores? explique essa mágica. Queremos entender como ele opera dessa forma…

Paulo

Fácil!eu respondo, é só ligar os fios amarelo com o azul e o verde com o vermelho!

Rinaldo Nery

O pouso com baixo nível de combustível, até aonde se sabe, não se deu por falha de nenhum sensor.
—— EDITADO ——

Christopher Maia

Esse é o caça mas top que existe, faz manobras que nenhum outro faz, fora outras tecnologias que ele carrega.

Rinaldo Nery

Quais manobras?

BraZil

Tipo cair frequentemente e extrapolar custos?

Rinaldo Nery

Pousar de ré.

Mario Bastasini

Não podemos negar que o inventor do avião foi um brasileiro. Até hoje as partes rodas são chamadas de TREM DE POUSO… kkk

BraZil

Mario meu filho, foi “maromeno”, como diria o Professor Raimundo, mas sua piada ficaria ainda melhor se vc tivesse dito que é Brasileiro e Mineiro…Ai sim, pois tudo é chamado de trem

Paulo

Muito boa essa, vamos apresentar para os americanos esta prova 😂😂😂

Carlos Campos

Nacionaliza o avião e paga os EUA