A corveta Caboclo – V19 foi fotografada no dia 12/06/24 por volta das 14h, chegando ao Rio de Janeiro. O navio é o único remanescente da classe “Imperial Marinheiro” de dez navios de construção holandesa.

A quilha da Caboclo foi batida em 8 de outubro de 1953, foi lançada em 26 de agosto de 1954 e incorporada em 16 de julho de 1955. O navio que completará 70 anos de incorporação em 2025, serviu em três distritos navais nos seus primeiros anos operação, antes de passar para o 2º DN no início da década de 1960.

Entre as características originais estavam o deslocamento padrão de 911 toneladas e carregado de 1.025 t, dimensões de  55,7 metros de comprimento, 9,5m de boca e 3,6m de calado.

Foi armada com um canhão de 76mm/50 e 4 metralhadoras de 20mm. Seu raio de ação divulgado é de 15.000 milhas náuticas.

Entre 2006 e 2008, o navio passou por um grande período de revitalização na Base Naval de Aratu (Salvador – BA), onde teve os motores diesel substituídos.

Para saber mais sobre a Caboclo, acesse o página do navio no site NGBNavios de Guerra Brasileiros, clicando aqui.

FOTOS: Edson de Lima Lucas

Subscribe
Notify of
guest

81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silvano

Seus conceitos de “sucata” acabam de ser atualizados!!!!!

Marco Vieira Magliano Ribeiro

Ao menos tenta conhecer a história do navio e quantas vezes ele atuou na salvaguarda da vida e da segurança nas águas de jurisdição brasileira.

Talvez se tenha mais respeito pelo navio e pelos profissionais que ali atuam.

Aerokicker

Isso não só não muda o fato de ser uma sucata flutuante, bem representativa do órgão onde atua, como ainda preocupa por termos meios como esse ainda à disposição e sem substituição visível a curto prazo.

Talvez se toda essa “revolta” do comentarista estivesse direcionada para a questão certa, que é um navio de 70 anos completamente sem condições embarcando gente e “atuando na salvaguarda da vida e da segurança nas águas de jurisdição brasileira”, aí – talvez – ao menos a conscientização do atual estado dos meios da Marinha do Brasil seria melhor.

Marco Vieira Magliano Ribeiro

Não é revolta. Entendo que é um meio merecedor de descanso mas também é merecedor de respeito pela sua história e por tudo que realizou por todos nós. Os americanos mantém os seus “B-52” ativos e se fala com respeito por estes “grandes” do céu. Os russos mantém seus “Su-24” ativos e combatendo em uma guerra e se fala da precisão e da confiabilidade desses meios. Então, não custa nada ter um pouco de consideração pelo navio e pelos marinheiros que estão ali para dar o seu melhor pelo Brasil. A conscientização do estado dos meios navais deve partir das… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Marco Vieira Magliano Ribeiro
Lucas Araújo

Os americanos têm bala na agulha pra bancar esse abuso e os russos tem abuso na agulha pra bancar essa bala.
O erário é que deve ser respeitado.
Sem falar do risco e desconforto aos quais é submetida tripulação.

Daniel

Lucas, existe um ethos militar bem antiquado, típico de nações que não possuem histórico de participação regular em conflitos recentes, que faz com que militares e ex-militares (bem como alguns civis, talvez até muitos) acreditem ser a capacidade de superar o sofrimento, algo como o sacrifício, uma virtude. Cresci nesse meio e meu sonho de infância era ser fn até descobrir que o mundo é muito mais do que isso, do que filmes de rambo e cia. Na real, se entrássemos em conflito com França ou Inglaterra e toda essa lata fosse para o fundo do mar com tripulação dentro,… Read more »

Rafael Coimbra

….lá vem um com “os EUA mantém o B52….” cara, comparação ridícula.

Aéreo

A melhor forma de respeitar este navio, é colocando ele como um museu homenageando a sua história.
A melhor forma de respeitar a tripulação é dando a ela um navio moderno, com sistemas adequados as missões requeridas.
A melhor maneira de respeitar o contribuinte é entender que a MB, é uma instituição ineficiente.

Vovozao

14.06.24 – sexta-feira, btarde, Silvano, será que a MB esta cogitando de descomissionar e transformá-la em museu?????

TeoB

Museu já é… talvez não descomissionar…
sei que é um navio com história, mas deixa-lo ainda em serviço é até desrespeitoso. acredito que talvez uma maneira de honrá-la seria usar ele de alvo para o 1º Mansup com cabeça de guerra.

Marcos R

Tem uma imperial marinheiro como museu em Belém, já tive oportunidade de visitar está muito bem conservada.

Piassarollo

A segunda corveta museu está em Rio Grande RS, ou o que ainda sobrou do seu casco. Está em processo de desmontagem, virando sucata. Uma pena.

Augusto José de Souza

Ela tinha sofrido um adernamento mas exemplos restauraram ela,então não vai ficar mais como museu?

Piassarollo

Exatamente, sofreu alagamento e não foi reflutuada e não sofreu reparos. A última vez que a vi restava só o casco, com toda a superestrutura já retirada.

Pablo

B52 também e sucata?

Neural

Tem piores, olha o monitor Paraíba

Santamariense

Parnaíba

Daniel

Não faz muito tempo que alguns estavam dizendo, por esses fóruns, que o Brasil deveria atacar a Venezuela. Isso mais de uma vez.
Lembro até de um tempo em que se falou em Guerra contra o Canadá (faz tempo mas lembrar é viver…rs).
Sinceramente, fico pensando que país teríamos capacidade de submeter através dos nossos meios disponíveis…
Será que se jogarmos contracheques de pensões, sopões, pijamas, sucatas e patriotas (daquele tipo que foi ser fulminado na Ucrânia) teríamos alguma chance? Algo como o atual “conflito” entre Coreias…

Augusto José de Souza

Compara o poderio do Brasil com qualquer outro país do continente americano com exceção dos EUA e terá a sua resposta.

Nativo

Perdemos para o Canadá e o Chile em quase tudo, só superamos em quantidade de buchas de canhão.

Empatamos com México, Colômbia em todos os setores.

A surpresa que você cita deve ser o fato de gastamos o dobro dos mexicanos e colombianos e quase igual ao Canadá.

ZamZam

Um patriota de verdade não pode pensar assim

Marcelo

Agora você percebe a falta de planejamento da MB, bilhões de reais gasto com submarino frances,bilhões com estaleiro novo,bilhões com submarino nuclear,bilhões para 4 fragata da classe Tamandaré, e ai você vê a corvetinha de patrulha de 80 anos tento que cumprir a função constitucional da MB.
Rolou bilhões para todo lado e a marinha não conseguiu 1 bilhão para construir pelo menos 10 navio patrulha para ser entregue para ontem,que piada.
Aqui no Brasil é tudo descarado na cara do povo.
O Brasil não é para amadores !!!

Last edited 1 mês atrás by Marcelo
Rafael Coimbra

Grande revitalização… substituíram os motores a diesel… agora tem um de MB1113. Cara…. da muita vergonha… não é atoa que chamam a Tamandaré de Fragata… se isso é corveta a Tamandaré é Cruzador

Daniel Teixeira

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Fernando "Nunão" De Martini

Rafael,

Na década de 1950 ainda era comum denominar (não só na MB) meios distritais com cerca de 1000 toneladas de corvetas. Poderiam ter denominado de avisos oceânicos também.

Na década de 1980, a bem da verdade, a MB poderia ter denominado a classe Inhaúma de fragata, pois na época não faltavam navios de mesmo porte, em diversas marinhas do mundo, classificados como fragatas.

Moriah

Há quantos anos ela não visita o RJ?

Macgaren

Sorte que chegou lá

FERNANDO

Caras, aquela embarcação Viking descoberta recentemente está muito melhor.
Este navio merece ser lembrado, mas, já está na hora de ser aposentado.
Senão, meus filhos serão avós, e ele ainda estará na ativa.

TeoB

Só pra registrar que não é navio mais antigo da MB em operação…. o Monitor Paraíba U17 tem 88 anos.

TeoB

Parnaíba*

Daniel Teixeira

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

mattos

Linha de frente.

Fábio Jeffer

É até engraçado ler uma nota que diz que uma fragata brasileira está visitando o Rio de Janeiro

Rkns

*Corveta

Lucas Araújo

Mais apropriado seria a Marinha do Brasil se chamar Marinha do Rio de Janeiro. Com sucursais distritais.
Só ssim ficaria justificada a ideia de Sede e fora de sede.

Bruno

Definitivamente concordo com ambos os argumentos: É uma lata velha; Deve se ter respeito pela sua história e pelos nossos militares que cumpriram e cumprem brilhantemente suas atribuições ao longo do tempo

Sebastião Silva

Corveta Caboclo meu primeiro embarque de um dia de adestramento.
No porto de Itajaí como Grumete da Escola de Aprendiz de Santa Catarina 1985.

Alexandre Santos

Já falei uma vez e vou falar novamente. Quando passo na Ponte Rio/Niterói, vejo os “barcos” da nossa Marinha, sinto vergonha. Uma Nação com uma Costa tão imensa merecia ter uma Marinha decente e com investimento permanente. Políticos gastam rios de dinheiro onde não há necessidade e a saúde, educação e SEGURANÇA ficam em último lugar nas prioridades. Uma vergonha. Um amigo uma vez me disse que os navios eram realmente velhos, porém o armamento e equipamentos eram modernizados, aí eu perguntei: O que adianta se o inimigo está com uma Ferrari e nós com um Fusca? As Forças Armadas… Read more »

Daniel

Boa tarde
Temos que compreender que se trata de um navio histórico.
Assim como em outras forças se mantém a tradição de preservar algum artefato antigo para prestigiar a instituição, no meu ver, aí não é diferente e temos que respeitar.
Na minha Bda Paraquedista também é assim, mantemos para a lembrança de outros tempos passado o respeito é imenso.

Palpiteiro

Transfere para o IFHAM ou para a associação dos veteranos bancarem esse luxo. A missão institucional deve ser outra.

Charle

Que troço feio!!! Parece material desatualizado até mesmo para um cenário de Primeira Guerra Mundial.

Afonso Bebiano

Tenho que prestar tributo à coragem da guarnição desse navio.

Embarcar em um meio tão antigo é algo merecedor de admiração.

Last edited 1 mês atrás by Afonso Bebiano
Heinz

É o retrato perfeito da MB. O almirantado está de “parabéns”.
Meu nobre respeito aos praças da Marinha, esses sim dignos do trabalho que fazem.

Nativo

Os defensores do navio parecem estar confundindo o navio trafegar em momentos de celebração, com o fato de estar na ativa total, um fato totalmente vergonhoso.

Augusto José de Souza

Mas é um navio distrital que patrulha área marítima de dois estados apenas,não é meio de esquadra.

Nativo

Ele ainda estar patrulhando uma praia que fosse, já seria um risco aos marinheiros.
Não tem desculpa o tempo de atividade dele já passou.

Eduardo

O desfecho mais digno para essa lata velha é servir de alvo para o mansup oi algum outro fogo de artilharia.

ZamZam

Grande Nau de combate. Uma verdadeira escola do mar.

adriano Madureira

Essa é poderosa ! Bobear ainda deve ter gente que fica orgulhoso com tal Titã…

Last edited 1 mês atrás by adriano Madureira
RSmith

Uma excelente oportunidade para adquirirem um companheiro para o o Navio Museu “Bauru” :o)

Ricardo da Silva Arruda

Se o povo brasileiro tive educação suficiente saberia em quem votar,por isso que a marinha vive esse essa situação,pq todos minério vão pra fora,e não fica nenhuma porcentagem para defesa, marinha, exército,força aérea isso da rio de emprego,mas políticos não tem compromisso com ,tem é com seus bolsos.

Charle

Você sabe qual é o orçamento direcionada à Pasta da Defesa? E caso saiba, deveria também estar ciente de como esse dinheito é gasto. Mas vou te fornecer um vislumbre. Aqui onde moro há uma “senhora solteira” (havia outras, mas me aterei apenas à esse caso) que viaja para a Disney, “dá” festas, frequenta boates etc. A boa vida dela é particular, claro, mas o problema é público. Ela vive às custas do Estado Brasileiro. Mais especificamente da MB. Filha de oficial da MB, recebe na íntegra o que seu pai ganhava na ativa; sem nunca ter sequer pisado em… Read more »

Rodrigo

Parabéns pelo comentário, dinheiro tem, torcendo para o Lula mexer nessa previdência de militares, uma falta de respeito com quem paga imposto.

Pedro Moura

Torça também para ele mexer em todas as previdências, haja vista não só os militares, mas Presidentes, Senadores, Deputados Federais e funcionários públicos federais possuem esse penduricalho de pensões de filhas.

https://www.conjur.com.br/2020-jan-29/apesar-barulho-pensao-filhas-solteiras-direito-adquirido/

Last edited 26 dias atrás by Pedro Moura
Pedro Moura

O pai dele pagou para isso, assim como Senadores e deputados federais, além de servidores federias que mantém pensões a filhas. Isso não é exclusivo das FA.

Se é legal? Sim. É imoral? Também sim.

https://www.conjur.com.br/2020-jan-29/apesar-barulho-pensao-filhas-solteiras-direito-adquirido/

Last edited 26 dias atrás by Pedro Moura
adriano Madureira

meu caro, votaram no patriota, oque ele fez de tão relevante para a nossa defesa?! Eu sei que ele deu um bom aumento de salário para gordos oficiais e promoções como a de marechal para amigos, mas para o pessoal que rala… Em 2021,o Portal da Transparência identifica pelo menos 100 generais reservistas e reformados do Exército como marechais. Leia a lista com os nomes. O mais alto posto da força, porém, desde 1975, é reservado a generais de Exército que participaram de guerras…. generais Augusto Heleno, ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Edson Leal Pujol, Joaquim Silva e… Read more »

Pedro Moura

Aproveita o termina a pesquisa do motivo pelo qual esses militares receberam a promoção de Almirante, Marechal e Marechal do Ar.

Wellington R. Soares

Que coisa Bizarra !

Dalton

Os 4 reparos de metralhadoras, foram numerados M 21 e M 23 a boreste e M 22 e M 24 a bombordo, prática antiga, lembro de ter visto isso ainda na década de 1980.

Daniel

Me lembrou o motivo pelo qual não quero retornar para a MB nem que me paguem mais que Almirante. As Forças Armadas não precisam ser a representação militar de uma empresa de tecnologia do Vale do Silício, a maioria deve concordar. Porém, desde o momento em que ingressamos numa OM, que tristeza… Honrar a história do seu país é fazer o melhor em seu tempo, deixando algo superior ao que você recebeu. É muito bonito falar que a tripulação deve receber nossos parabéns porém, quando-se é tripulação numa lata velha que flutua, em pleno século XXI, com todo tipo de… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Daniel
Dr. Mundico

Qual a utilidade e efetividade de um barco desses? Isso patrulha o que? Quais os custos de manutenção para manter isso flutuando? Serve para algum tipo de treinamento ou é apenas item de patrimônio e despesa no inventário? Não vejo utilidade nisso nem como museu, melhor derreter e fazer fogão e geladeira.

Eduardo

Como alvo seria bem útil e teria um desfecho digno.

Piassarollo

A função básica desse navio é a salvaguarda da vida no mar. E se ainda está ativo é porque passou nas vistorias e inspeções da MB

willhorv

É algo vergonhoso isso não!! Uma coisa que deveria estar no museu, guardado o devido respeito. Pra uma marinha gigante em pessoal, gastos e necessidades, e tão pequena em meios modernos e operativos! Até quando isso gente!!

Vagner

O rato que ruge???

Augusto José de Souza

Se o 2DN receber um patrulha classe Macaé ou Amazonas já pode transformar essa Corveta em museu em Salvador,estão forçando muito esse navio.

Mcruel

Juro que de início fiquei procurando uma corveta atrás do barco de pesca….

Eduardo

Eu também, hahahahaha

Roosevelt

E senhores, devemos entender que tudo tem o seu tempo. Trabalhei na Base Naval de Aratú no início da década de 80 e tanto a Caboclo como a Purus sua irmã ja tinham diversos “bacalhaus” nos conveses e em docagens observávamos diminuição significativa na espessura de chapas de fundo nos mapeamentos com ultra som. Ela foi concebida inclusive para salvamento e reboques, mas será mesmo que ainda tem condições para isso sem que haja uma ruptura do casco? e se der um tiro mesmo em treinamento será que ficaria alguém cobertas abaixo com o deslocamento de ferrugem? Já deu, prestou… Read more »

Eduardo

Alvo, um belo alvo seria o destino mais digno e barato.

Piassarollo

Se está na ativa é porque passou nas inspeções e vistorias que são obrigatórias. Ainda cumpre com sua funçao.

Francisco Garcia

Fiz parte durante 4 saudosos anos d minha vida em uma corveta como esta , só q na “V18” CORVETA FORTE DE COIMBRA , ou somente “FUINHA” como carinhosamente era chamada , nela fiz inúmeras comissões, desde patrulha costeira e até mesmo comissões a Costa africana e ilhas ao longo do caminho p estreitamento de laços de amizades como assim eram chamadas essas viagens, nós tripulantes a mantiamos em operação, eficaz d verdade pois eu mesmo sentia na pele , através dos exercícios q fazíamos, como era difícil e árduo manter um navio com tanto tempo de serviço em atividade!… Read more »

Orivaldo

Parece imagem de aniversário de alguma batalhar naval da 1 guerra

leonidas

Ela é a cara da nossa marinha.
Sobre respeitar a tripulação isso ocorre quando colocam ela em um meio com um mínimo de capacidade para manter os mesmos vivos.
Não há maior desrespeito a uma tripulação do que dotar sua unidade com equipamento que os transformam em um alvo ambulante…

Luciano

Isso não é um barco de pesca com um arpão na proa?

Pedro Francisco

Gloriosa Corveta Caboclo uma lenda na MB , esse navio a Marinha ainda mantei devido ser um navio que não dar problema é econômico , seus equipamentos estão novos e para salvamento qualquer navio é valido digamos que você seja
 um naufrago ou esteja a deriva e cheque a CV Caboclo você  rejeitaria ser salvo? 

Fernando "Nunão" De Martini

A Caboclo é um meio distrital, voltado a missões de patrulha naval e de busca e salvamento, tal qual os navios-patrulha classes Grajaú, Macaé e Bracuí.

Não é um navio de combate. Quando der baixa, será provavelmente substituída no 2º Distrito Naval por um navio-patrulha novo de 500 toneladas ou um navio de apoio oceânico como os da classe Mearim, e não por um navio de combate.

Então boa parte do que você escreveu em seu comentário (combate / adestramento para combate) não se aplica a esse navio.

Esqueci de complementar: na minha opinião, mesmo como meio distrital, o ideal é que tivessem construído um navio para substituir a Caboclo no início dos anos 2000, para que ela desse baixa após 50 anos de serviço, ao invés de ser revitalizada.

Então nisso concordamos.

Daniel

Nota da moderação:

O sistema te bloqueou por voce ter ou ter tido vários nomes de usuário.

1. A Verdade
2. Mar Soberano
3. Ás do Mar
4. Daniel
5. Daniel Teixeira

E mais alguns outros; caso queira continuar a comentar, nos informe qual nick gostaria de usar, para assim esse ser liberado e os demais serem bloqueados.

Daniel Teixeira

Prezado Moderador, Não faço ideia de quem são esses nomes. Só uso meu próprio nome. Não entendo o sistema que vocês utilizam e não gostaria de, publicamente, informar minha localização mas é improvável que estes nicks tenham localização na Zona Norte do Rio de Janeiro e o mesmo teor de publicação. Em tempo, A verdade? Mar Soberano? Ás do Mar? Uso um email que se relaciona com um filme da minha infância (que deve ter sido o de muitos aqui), que não se relaciona com nenhum desses apelidos e não vejo sequer sentido nesses nicks… Por ter uma ou outra… Read more »

Last edited 22 dias atrás by Daniel Teixeira