Home Aviação Naval Novas informações sobre o Programa das Aeronaves KC-2 da Marinha

Novas informações sobre o Programa das Aeronaves KC-2 da Marinha

8088
92

Na semana de 12 a 16 de junho, na sede das empresas Elbit Systems of America / M7 Aerospace, em San Antonio-TX, nos EUA, a Diretoria de Aeronáutica da Marinha participou da reunião sobre o Critical Design Review(CDR) e da Program Management Review (PMR) das Aeronaves KC-2 (COD/AAR).

Durante a CDR foram discutidos assuntos técnicos e gerenciais acerca da versão IOC (Configuração Inicial de Operação), cujo objetivo é concluir a integração dos sistemas básicos e possibilitar o primeiro voo em abril de 2019, permitindo a evolução para a versão FOC (Configuração Final de Operação) das quatro aeronaves que serão entregues em 2021.

No dia 16, foi realizada a PMR, onde foram discutidos o andamento do Programa e as ações necessárias para a execução das metas de acordo com o Cronograma Físico-Financeiro em vigor.

Cockpit do KC-2

Nos dias 8 e 9 de junho, foi realizada a avaliação de cabine de um mock-up, proporção 1×1, da futura aeronave KC-2.

As aeronaves KC-2 poderão cumprir ampla gama de tarefas em proveito da Esquadra e dos Distritos Navais, como: realização de Esclarecimento, Vigilância e Patrulha Naval; reabastecimento em voo das aeronaves AF-1 para operações de apoio a Forças Navais; prover suporte logístico; contribuir em missões de apoio humanitário; realizar Evacuação Aeromédica; contribuir para Operações de Busca e Salvamento; apoiar operações de Fuzileiros Navais; realizar lançamento de paraquedistas e de carga; e prover transporte administrativo, de pirotécnicos, munição, armamento e de cargas em geral.

FONTE: Marinha do Brasil

VEJA ABAIXO O HISTÓRICO DE NOTÍCIAS SOBRE O PROGRAMA KC-2 TURBO TRADER:

92
Deixe um comentário

avatar
90 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
51 Comment authors
Roberto SantanaCarlos Alberto SoaresEParroWILSON JOSÉRubens Herédia Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
donitz123
Visitante
donitz123

Deveria ter sido cancelado.

DANIEL FERREIRA
Visitante
DANIEL FERREIRA

Não seria mais fácil rasgar dinheiro logo? Qual seria a utilidade de tais aeronaves se não teremos mais um PA?

Roberto Dias
Visitante
Roberto Dias

É estranho o programa de modernização da MB, agora teremos dois esquadrões embarcados e nenhum porta aviões…

Bosco
Visitante
Bosco

Galante,
Eu sei que você é um otimista incorrigível mas vamos combinar, esse programa é uma excrescência absurda tendo em vista não termos e não haver planos para que tenhamos um NAe operacional num futuro minimamente previsível.
O dia que isso acontecer, coisa que duvido que ocorra no tempo de nossas vidas, esse avião já não estará mais em condições de levantar voo tendo em vista a ferrugem.
Esse é mais um caso de ponte no meio do nada que é construída pelos gestores públicos brasileiros.

Ypojucan
Visitante
Ypojucan

Bizarro! A MB realmente continua fora da realidade num universo paralelo. Agora que finalmente decidiu-se pela desativação do NAE SP, não porque um PA não seja útil, eficiente, etc.. mas porque sequer temos uma esquadra ( somos um arremedo de esquadra com um número absolutamente insuficiente de navios patrulha, com pouquíssimos e obsoletos varredores, com bases navais que mais parecem museus, com pessoal demais, etc.. ou seja, quando e se algum dia tivermos uma Esquadra com E maiúsculo, talvez e digo talvez possamos pensar em algo como PA, Aviação de Caça Naval, SSN). Já que não se faz mais necessária… Read more »

Gustavo
Visitante
Gustavo

Triste “termos” caças navais e aeronaves de transporte com capacidade de pouso em NAe’s sem possuirmos mais o meio. Que infelicidade. Mais infeliz ainda não termo nem perspectiva de melhora para o futuro.

Bosco
Visitante
Bosco

“Primeiro C-1A Trader da Marinha será entregue em dezembro de 2011”
E foi??? Não foi né!!? Também não acredito que será entregue em 2021!

Tallguiese
Visitante
Tallguiese

Caro Galante, me desculpe mas vou concordar com a maioria. Não faz mais sentido algum essa empreitada! Realmente acredito que nossa marinha deveria recomeçar de baixo pra cima com calma e pé no chão. Estão fora da realidade mesmo. Minha opinião de leigo, e olha qie até para nos leigos ja ta dando muito na cara!

Augusto
Visitante
Augusto

O problema mais grave da Marinha do Brasil não é falta de recursos, como fica claro por esta e por outras notícias, mas o tresloucado, desvairado, insano, ébrio, alucinado, desnorteado uso do dinheiro público.

Os caras deveriam ter cancelado este programa, no mais tardar, na mesma data em que se decidiu pela desativação do São Paulo.

Agora, dinheiro para escoltas, força de minas e outros meios que realmente fazem uma Marinha de Guerra, simplesmente não existe… por quê será????

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

segundo a gama de tarefas o kc-2 só não fará chover…rsrs

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Pessoal, quem me acompanha aqui há algum tempo sabe que reclamo muito da postura de certos comentaristas quando o assunto é referente às nossas FFAA. Mas, quanto à este Programa, me junto a eles!!! Não tem o menor sentido esse e, quiça, a atualização dos A-4. Acho que deve haver alguma multa pesada no cancelamento destes contratos, seria a única explicação coerente, no mais, viajaram na maionese!!!! Como já escreveram aí em cima. Pára tudo e vamos rever, reengenharia, começar do zero, precisamos continuar o Prosub, as Corvetas Tamandaré, lançar as RFP para helis de instrução e mais SH-60 e,… Read more »

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

” realizar lançamento de paraquedistas e de carga…”

Eles vão sair por onde meu Deus???? por aquela portinhola? Quem já viu o P-16 Tracker de perto sabe o que estou falando!!!!!

André de POA
Visitante
André de POA

O Programa deve ser cancelado em prol de equipamentos deste século.

igortepe
Visitante
igortepe

Se as compras para forças armadas continuarem nas maos dos Almirantes, Brigadeiros e Generais, veremos cada vez mais essas aberraçoes.
afinal, tem que rolar alguma propina.

Robert Smith
Visitante
Robert Smith

Concordo com a opinião da esmagadora maioria. Isto dito… 1º C1-A Trader é uma aeronave especificante desenvolvida para operar em Porta Aviões e, hoje em dia, não existe nenhum projeto novo desse tipo de aeronave e não se tem noticia de nenhum projeto do tipo em andamento. 2º Entendo que caso a marinha tivesse um PA operacional, a versão COD seria sim uma aeronave muito útil se não fundamental e muito mais na sua projetada versão AEW. 3º A marinha, mesmo tendo Porta Aviões operacionais, conseguia cumprir suas missões a contento sem esse COD e mesmo sem o AEW. Agora… Read more »

Ferreras
Visitante
Ferreras

Pergunta de um contribuinte: A cúpula da MB está pensando em alguma racionalização de custos? Algo efetivo foi implementado?

Predador
Visitante
Predador

Se o Exército pode ter aeronaves de asa fixa, por que a Marinha não poderia???

zorannGCC
Visitante
zorannGCC

A justificativa para manter o programa deve ser a multa recisória.
.
Se a aviação de patrulha fosse transferida para a MB e os C-1 equipados com radar de vigilância, até faria algum sentido. Poderia completar os P-95.
.
Não sei qual a capacidade extra de transporte de combustível que seria usada para reabestecer outras aeronaves e se este poderia aumentar o alcance da aeronave, oque tornaria o C-1 uma plataforma até melhor para a função de esclarecimento marítimo, com mais alcance que o P-95.
.
A atualização dos A-4 é outra bizarrice.

Amorim
Visitante
Amorim

Enquanto o almirantado manter esse pensamento megalomaníaco e o governo continuar a tratar defesa como gasto inútil e não como investimento em segurança e estabilidade, nenhum projeto será de todo util. Falta visão de longo prazo, e este programa é exemplo disso. O SP já dava sinais de imprecabilidade quando o programa inicio e agora que ele não faz parte da frota, manter o programa e no minimo estranho. A não ser que vamos passar a jogar material no mar, de paraquedas para reabastecer os navio… ou que vão incrementa-los com uma quantidade muito maior de sensores para que ele… Read more »

Ferreras
Visitante
Ferreras

A primeira foto é um retrato fiel da Marinha hoje.

zorannGCC
Visitante
zorannGCC

Olá Marcelo Andrade! . Eu discordo de vc. Deixa a instrução em asas rotativas com a FAB e que se faça a conversão diretamente no esquadrão. Isto está de pleno acordo com a END e economizaria recursos. . Quanto às Tamandaré, rezo para que jamais saiam do papel. Gastar R$ 1.6 bilhões em cada Tamandaré é um absurdo, um verdadeiro roubo. O navio fará missões de patrulha em 90% de sua vida operacional, a MB jamais terá em estoque munição, misseis para que o navio opere full. Oque já acontece hoje com as escoltas de 40 anos. Muito mais útil… Read more »

_RR_
Visitante
_RR_

Fala-se tanto em cancelar, mas…
.
Quanto já foi pago…? E quanto a multas de cancelamento…? Vale a pena cancelar agora…?
.
Creio que são perguntas bastante pertinentes…

_RR_
Visitante
_RR_

ZorannGCC, . Mesmo que seja uma quantidade limitada de navios, algum componente de combate deve existir… . Doutrina não se constrói da noite para o dia. Boa parte do conhecimento acumulado até aqui já foi perdido, e o que resta está comprometido. E perder o que ainda se tem, significará décadas de trabalho para repor, o que demandará gastos ainda maiores no final das contas… . A ‘Tamandaré’, hoje, significa ao menos preservar o que resta dos conhecimentos da Marinha em ASW, ASuW e AAW ( que já é pouquíssimo nesse último caso, se comparado com as marinhas mais avançadas… Read more »

GeneralSofá
Visitante

O lógico seria cancelar a modernização e usar o $ gasto em outro programa, mas o contrato foi assinado em 2011, se houver uma multa que não compense voltar atrás, poderiam tentar otimizar/focar a modernização do KC-2 para patrulha marítima

WILSON
Visitante
WILSON

Na boa…deve ter muita maconha no alto comando da marinha…..O proximo passo sera importar camelos para o programa antartico.

Zmun
Visitante
Zmun

Planejamento passa bem longe dos homens da farda branca.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Se a multa rescisória torna inviável o cancelamento, as pessoas que redigiram e assinaram o contrato são completamente incompetentes e devem ser punidas. A multa rescisória é justamente para tornar menos mal pagá-la do que continuar com o contrato e, ao mesmo tempo, o contratado ter seus custos adimplidos e receber uma indenização pelo não cumprimento do contrato. . Fora a parte que quem realmente está tocando a modernização é a Elbit, então, mesmo que a multa seja exorbitante, é só chegar junto e dizer: vamos encerrar esse contrato amigavelmente, com você recebendo essa multinha, senão nunca mais compraremos um… Read more »

Cbamaral
Visitante
Cbamaral

Vamos só fazendo as contas 89$ Mi em 4 aviões, 400$ mi em cada corveta tamandare, quase 1,7 bilhão de dólares, passando para reais são 5,5 bilhões de reais, já pararam pra pensar em quantas coisas a marinha poderia fazer com esse dinheiro ? isso sem contar o que foi gasto com o NAE São Paulo e com os A-4 nesses últimos dez anos.

Emmanuel
Visitante
Emmanuel

Todo mundo mete o pau no pobre do avião e no programa. Acredito que ele é muito válido. Doutrina. Ele será útil para doutrina. Assim como os caças que a MB têm. Podemos não ter um aeródromo mas temos as aeronaves para a doutrina. Vejo que será bem pior se não tivermos nada. Não haveria o mínimo de treinamento. Não se ganharia expertise. Aí sim, para mim, seria uma perda total. Temos, na minha visão, os meios para a MB melhor desenvolver a sua doutrina em aviação embarcada. Se tudo tivesse saído dentro dos conformes o São Paulo estaria navegando… Read more »

Cláudio quadros
Visitante
Cláudio quadros

Só aumeta proar h m s OCEAN posa bichão .igual ao minas Gerais

zorannGCC
Visitante
zorannGCC

O mais curioso é o tempo gasto para esta modernização. . As aeronaves foram compradas em 2010. Ainda era cogitada a compra de S-2 que estavam no Uruguai. Planejava-se modernizar algumas aeronaves S-2 (falava-se à época da compra de 6 aeronaves e modernização de 3 delas) para a função AEW. . No caso dos S-2, a troca dos motores diminuiria o alcance da aeronave, mas este problema seria resolvido e o alcance seria até superior aos S-2 originais, com a instalação de um tanque adicional na baia de torpedos. No C-1 não encontrei informações sobre o alcance da versão modernizada.… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

RR_ 12 de julho de 2017 at 12:08 Fala-se tanto em cancelar, mas… . Quanto já foi pago…? E quanto a multas de cancelamento…? Vale a pena cancelar agora…? . Creio que são perguntas bastante pertinentes… As multas estipuladas, dizem as vozes do além, que são mastodônticas, ou seja, quem fez o contrato sabia que desde o inicio isso era uma aberração e que etsatria sempre na berlinda, portanto concordou com as multas estipuladas pelo contratado, porque??? hahahahahaha, todos nós aqui sabemos porque, a propósito Alexandre, isto aqui daria uma boa monografia para um estudante de direito que, especializado em… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Doutrina? Manter doutrina? Criar doutrina?
Ora! Tenha dó! Do momento em que um país sério com homens sérios pensa em adquirir um porta-aviões ao momento em que ele será lançado ao mar leva-se pelo menos 15 anos. Até lá há tempo para adquirir, formar, inventar, criar, comprar… essa tal de… doutrina.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Afinal de contas esse KC-2 é motorizado com motores à pistão ou turbohélice?!?

Juarez
Visitante
Juarez

Se a multa rescisória torna inviável o cancelamento, as pessoas que redigiram e assinaram o contrato são completamente incompetentes e devem ser punidas. A multa rescisória é justamente para tornar menos mal pagá-la do que continuar com o contrato e, ao mesmo tempo, o contratado ter seus custos adimplidos e receber uma indenização pelo não cumprimento do contrato. Prezado Rafael, aí que está; elas não são “completamente incompetentes, elas são é espertas mesmo, como eu expliquei no post anterior, se sabia que isto poderia afundar literalmente, então se cercaram de todos os preâmbulos para criar problemas para que esta “coisa”… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

O Buldog comeu meu post.

G abraço

Juarez
Visitante
Juarez

Prezado Rafael, aí que está; elas não são “completamente incompetentes, elas são é “exxpertas” mesmo, como eu expliquei no post anterior, se sabia que isto poderia afundar literalmente, então se cercaram de todos os preâmbulos para criar problemas para que esta “coisa” não pudesse ser desfeita sem grande prejuízos ao erário público,e quem fez não está mais ai, está entre short drinks e long drinks no seu “apê” nas margens de um bairro de luxo do Rio de Janeiro.

G abraço
.

Juarez
Visitante
Juarez

Fora a parte que quem realmente está tocando a modernização é a Elbit, então, mesmo que a multa seja exorbitante, é só chegar junto e dizer: vamos encerrar esse contrato amigavelmente, com você recebendo essa multinha, senão nunca mais compraremos um parafuso sequer de vocês. É o que acho que deveria ser feito, junto com a abertura de uma sindicância e de um IPM, juntando tudo e enviando para o MPF, ia dar o que um trabalho e tanto para os procuradores, mas como que vai falar mais em alto neste caso é o PAI de todas as tramóias públicas,… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Para as missões que essa aeronave irá cumprir, dá para comprar aeronaves novas, com custo de manutenção muito menor do que essas geringonças antiquadas. É evidente que dá. Vou te dar um exemplo que não pode e não deve ser levado a ponta de faca, porque a época da escolha, o S 2 era a anv que podia ser embarcada, mas para vocês poderem o tamanho da trolha que Mb vai enfiar na gente para pagar: O EB está adquirindo seis anvs Sherpa diretamente do US Army por aproximadamente US$ 750.000,00, tem transladar e fazer os checks, vai custa rum… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Não vejo nenhuma explicação razoável para a MB manter esse contrato o que faz imaginar que os motivos não sejam no interesse da MB, mas, sim, pessoais dos envolvidos. Prezado Rafael, “você num pode fala ixxxxto aí não, ohhh méu irrrrmao, e o leite daxxx criança méiu irrrrmão, cumé que fica cumpadi”. Tem mais, tem o turismo militar gerado por este projeto com pessoa da MB indo morar nas paragens do Tio Sam com família e tudo, passeando com carro alugado, pago pelo contribuinte Brasileiro, tem toda a manutenção deste pessoal lá, a conta é muiiiito maior do que você… Read more »

XO
Visitante
XO

Zorann, sobre seu comentário de 15:46, trata-se de PNR pelos quais pagamos pelo direito de ocupá-los… existem PNR em todos os DN, exceto no Rio de Janeiro, diferentemente da FAB e do EB (tem meis dúzia no Netuno para submarinistas)… abraço…

Bruno Correia
Visitante
Bruno Correia

O blog não conseguiria na integra os contratos 43000/2011-11/00. 2 Termo Aditivo 43000/2011-11/02. No com a DAerM – Diretoria de Aeronáutica da Marinha? Para verificarmos o valor no caso de quebra do contrato.

Juarez
Visitante
Juarez

Caro Comandante Leal Ferreira, eu sei que o senhor é um homem honrado, e está tentando dentro do possível trazer a MB de volta para o “rumo”, sei que as dificuldades são imensas, e os desafios maiores ainda, e ainda, que toda atribulação política do país impede que algumas ações sejam tomadas. Dito isto, gostaria de em nome das pessoas honestas, trabalhadores e que ainda pagam impostos escorchantes neste país sem o mínimo retorno que o senhor revisse a questão deste contrato para a modernização destas aeronaves, e de forma intempestiva, e encerrasse da melhor forma possível este processo de… Read more »

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)
Visitante

Esse programa é o mais belo exemplo de tudo que está errado na aplicação do dinheiro público.

zorannGCC
Visitante
zorannGCC

Segundo o Relatório de Auditoria de Gestào 05/2016, do CCIMAR: . O contrato assinado em 2011 tinha o valor de US$ 69,167,044.00, porém devido à atrasos no pagamento, o contrato foi renegociado e em 16/10/2015 foi feito um termo aditivo e o valor passou a US$ 109,403,739.00, tendo uma vigência, a partir de então, de 6 anos e nove meses. E os pagamentos estão em atraso. . O contrato de modernização dos A-4 também está com os pagamentos em atraso. Segundo este relatório a “Embraer já tem o direito de iniciar o processo de rescisâo contratual ou optar pela suspensão… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Prezado Juarez, Obrigado por complementar minhas colocações! Pois é. Não gosto de sair acusando os outros, mas a manutenção desse contrato não faz o menor sentido – a menos que tudo que você disse for verdade, o que me parece provável. . E olha que nem precisa pegar o Sherpa a esse preço de vô para neto. Daria para comprar aeronaves novas, pois um monte de países fabricam aeronaves que podem cumprir essa missão, umas com maior capacidade de carga, outras com menos. Inclusive dá para fazer um bem bolado com países que possam vir a comprar o KC-390 e… Read more »

carvalho2008
Visitante

Continuaremos com uma versão AEW e outra COD com capacidade de reabastecimento?

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

zorannGCC 12 de julho de 2017 at 15:02 OBS: só uma curiosidade, o preço que se pretende pagar nso 4 Trader é maior que o preço divulgado na internet para a compra o HMS Ocean.

poxa vida eu tinha até uma infima esperança q o brasil tinha jeito depois disso desisti.