PLA Navy rumo a Djibouti

O acordo da China com Djibouti permite a presença de até 10 mil soldados no país até 2026

Os navios que transportam pessoal para a primeira base militar chinesa no exterior partiram para começar a construir as instalações em Djibouti, já que as forças armadas modernizadoras do país ampliam seu alcance global.

Os navios de guerra partiram de Zhanjiang no sul da China para criar uma “base de apoio” na nação no Chifre da África, informou a mídia estatal na terça-feira.

O acordo da China com Djibouti garante sua presença militar no país até 2026, com um contingente de até 10.000 soldados, de acordo com a revista de assuntos internacionais The Diplomat.

A posição de Djibouti na borda noroeste do Oceano Índico alimentou a preocupação na Índia de que se tornaria uma das “cordas de pérolas” (“string of pearls”) da China de alianças e recursos militares que tocam a Índia, incluindo Bangladesh, Myanmar e Sri Lanka.

A China iniciou a construção de uma base em Djibouti no ano passado. Será usada para reabastecer os navios da marinha que participam em missões de paz e humanitárias nas costas do Iêmen e da Somália, em particular.

Será a primeira base naval do país na China, embora Pequim a descreva oficialmente como uma instalação de logística.

A agência de notícias estatal Xinhua não disse quando a base começaria as operações.

A agência Xinhua disse que o estabelecimento da base foi uma decisão tomada pelos dois países após “negociações amigáveis ​​e concorda com o interesse comum dos dois lados”.

“A base assegurará o desempenho das missões da China, como escolta, manutenção da paz e ajuda humanitária na África e no oeste da Ásia”, afirmou.

Conquista “Landmark”

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang, disse que a base permitirá que a China faça “novas e maiores contribuições” para a paz em África e no mundo e beneficiaria o desenvolvimento econômico de Djibouti.

Djibouti, que é do tamanho do País de Gales, está na entrada sul do Mar Vermelho na rota para o Canal de Suez.

A pequena e estéril nação entre a Etiópia, a Eritreia e a Somália também hospeda bases americanas, japonesas e francesas.

O People’s Liberation Army Daily disse em um comentário de primeira página que a instalação era um marco que aumentaria a capacidade da China de garantir a paz global, especialmente porque há tantas forças de paz da ONU na África e estava tão envolvido em patrulhas antipiratarias.

O Global Times estatal, com sede no estado, disse em um editorial que não havia nenhum erro em que essa fosse, de fato, uma base militar.

“Certamente, esta é a primeira base estrangeira do Exército de Libertação Popular e vamos basear as tropas lá. Não é um ponto de reabastecimento comercial. Faz sentido, há atenção da opinião pública estrangeira”, disse o artigo.

FONTE: Agências Internacionais

SAIBA MAIS:

NOTA DO PODER NAVAL: conforme o que foi divulgado em 2014, Djibouti é a primeira das bases planejadas pela China no exterior, segundo o mapa abaixo:

57 COMMENTS

  1. Os chineses pegaram a malandragem dos americanos, expandem seu poderia militar dizendo que é para garantir a paz mundial.

  2. o problema é aquelas 3 bases no atlântico sul…sempre tem que manter um pé atrás…pra qualquer pais…não só pra china….

  3. Os caras estão se armando até os dentes, e o Brasil, por achar que é da Paz, brincando de se armar. Se alguém resolver invadir isso aqui, é só dar o primeiro tiro que se entrega tudo! Lamentável!

  4. Srs
    A China está cuidando de garantir o controle das rotas e de suas as fontes de matéria-prima e alimentos, ou seja Africa e América do Sul e o caminho entre estes continentes e a China através do Atlântico Sul, Indico e Pacífico.
    Sds

  5. Zmun 14 de julho de 2017 at 14:18
    Claro que é pra garantir a paz mundial! Quanto mais fortes eles estiverem militarmente mundo afora, menos chances de alguém se meter a besta contra os interesse deles e iniciar uma guerra! Isso é Projeção de Poder! Se, hipoteticamente, o Brasil estivesse inserido num cenário geopolítico como o deles, faria a mesma coisa (ou reza o bom senso que assim o fizesse…!)

  6. Trump precisa agir enquanto é tempo.
    Essa história de garantir a paz…
    Trata-se de um país imperialista.
    Os EUA por exemplo nunca invadiram o Brasil.
    Quanto à China nunca se sabe.
    Atualmente nem a Rússia, nem Japão ou países europeus montam bases no exterior.
    Já a China quer 14…
    Boa coisa não querem.
    Já declararam guerra aos EUA. Só não formalmente.
    Enquanto os EUA fizerem-se de cegos vão continuar cuspindo fogo…

  7. Perceberam o cerco à India? A base no Djbouti está em local onde se pode “fechar” o Mar Vermelho. Não à toa USA, Japão e a república dos Francos terem base lá. 10.000 soldados chinas. Parece os Yankees na Coreia do Sul. O Atlântico Sul vai sendo cercado por bases também. Terras a perder de vista na América do Sul. Quando o Equador, a Venezuela e a Bolívia vão sediar bases com dezenas de milhares de comunistas chinas? E quando vão entrar no Mediterrâneo? Quem sabe uma base em Kaliningrado (Ártico) em troca de uma base Russa no Sudeste Asiático. Tudo ruma para um ponto onde as tensões entre Ocidente e China Rússia vão chegar a um limite, não haverão mais zonas de acomodação. Os interesses e a imensa ambição da China Comunista mais cedo ou mais tarde vão explodir, quando um pequeno atrito gerar a faísca que a tudo incendiará. Espero estar mais que errado. Espero estar mesmo delirando. Mas o cenário que vejo provável é a formação de outro impasse como o de 1914.

  8. “Trump precisa agir enquanto é tempo.
    Essa história de garantir a paz…
    Trata-se de um país imperialista.
    Os EUA por exemplo nunca invadiram o Brasil.
    Quanto à China nunca se sabe”.

    Como se os eua precisasse invadir o Brasil…Eles devem ter visto de entrada sem restrições,não precisam nem de força armada para invadir.

  9. Meu professor inteligentinho do PSOL disse que a China está crescendo para impôr a verdadeira liberdade, igual a liberdade existente na China.
    Brincadeiras a parte, incrível a quantidade de bases, está explicado o porquê de tanto treinamento militar dos indianos, basta ver o mapa kkkk
    Se eu fosse o Trump eu deixaria todo mundo se explodir kkk quando os EUA interferem em qualquer área são rotulados de imperialistas, quando não fazem nada são rotulados de “omissos”.
    Os outros países (inteligentinhos) que deem conta do recado: India, Brasil (bobão), Austrália, Filipinas, Coréia do Sul, Japão, Argentina, os euro bambis (leite com pêra) e até mesmo a Rússia!
    Levando em conta o crescimento militar chinês, logo a Rússia vai ser peixe pequeno, sem falar nos outros aspectos: economia, social etc…
    Abraço!

  10. Esqueci de mencionar: Olhem a primeira foto, esse navio chinês é um dos mais lindos que eu já vi…Perfeito! Alguém sabe o nome do modelo?

  11. Permitam discordar dos vossos comentários.
    Não vejo a expansão da China como um problema para o mundo. Pelo contrário, esses caras estão aí há mais de 5 mil anos tranquilos aí, inclusive preferiram inicialmente não se misturar.
    Agora querem ser presentes no mundo todo, que venham e nos ajudem a enfrentar nossos problemas, miséria, poluição, etc. Estão lutando pra vencer isso dentro de seu país, com um relativo sucesso nesses últimos anos, acho que temos muito a aprender com esses caras.

  12. Na saída do mar Vermelho e pertinho da aliadíssima Etiópia que tem recebido vultuosos investimentos chineses em infraestrutura, tem lightrail antes de São Paulo rsrs

  13. O maior risco ao ocidente não é o ISIS, Rússia ou a Coreia do Norte mas a China. Trump está certíssimo em pegar no pé deles.

  14. Amigos,
    .
    Creio que o Juliano Bitencourt tocou num ponto extremamente importante.
    .
    Não é de hoje que chineses e indianos tem rusgas… São duas potências nucleares que aparentemente entram em um cenário de ‘destruição mútua assegurada’. Daí que para vencer uma disputa assim, somente assegurando a contenção e isolamento do oponente, ou fazendo o máximo para restringir seus movimentos, ou no mínimo mantendo-os sob vigilância, garantindo inteligência superior.
    .
    E os indianos evidentemente sabem disso, e se esforçam para ter uma verdadeira marinha de águas azuis, além de buscarem parceiros com os mesmos interesses. Também não é de hoje que indianos tem acordos com japoneses, e conversam seriamente com americanos nesse sentido…

  15. Ivan BC ( 14 de julho de 2017 at 20:28 ),
    .
    Se há um país no mundo que poderia rivalizar com os EUA em tudo, esse país seria a China. Contudo, ao contrário do que pensam os mais otimistas, a economia chinesa não inspira sólida confiança.
    .
    O fenomenal crescimento chinês das ultimas décadas foi largamente impulsionado por um keynesianismo cavalar, que subsidiou um empreendedorismo ferrenho sob tutela de um planejamento central estatal ( um caso virtualmente único no mundo ), modelo esse que já dá claros sinais de estagnação… Eu penso ser questão de tempo até serem obrigados a colocar o pé no freio, cortar na carne e segurar a bomba econômica cujo pavio eles mesmos acenderam…
    .
    Quanto aos russos, que fiquem espertos… Os chineses já mostraram várias vezes que são aliados deles mesmos em primeiro lugar ( como não poderia ser diferente, considerando um país que realmente projeta uma visão de seu papel no mundo… ).

  16. MadMax,

    Só tem um ponto que concordo contigo: os 05 mil anos de idade da China, o resto do seu comentário me leva crer o seguinte:
    1) Ou vc é esquerda socialista;
    2) Ou vc acredita no papai Noel e Cinderela e os sete anões estão em volta de vc.

    A China esta expandindo seu poderio para garantir que antiga rota da seda seja somente deles como foram outrora, como já bem comentado anteriormente aqui. A construção das ilhas artificiais, estabelecimento de bases no exterior ao redor de países que fazem fronteira com a China, atualização de suas forças armadas. Tudo isso leva a crer que eles irão num futuro breve pressionar o mundo a aceitar algumas politicas de interesses deles e o mundo tá dormindo. Quando acordarem vai ser tarde demais como foi na segunda guerra mundial com a Alemanha nazista!

  17. Boa tarde
    A expansão chinesa é preocupante. Além da compra de terras e empresas aqui no Brasil existe uma maciça imigração de chineses.
    Aqui em São Paulo, eles já dominam as regiões de comércio popular do Brás, Bom Retiro e 25 de Março e estão se espalhando pelas cidades vizinhas.
    Estabelecimentos comerciais que em sua maioria não são legalizados e consequentemente não pagam impostos, sem falar na enorme quantidade de produtos piratas que circula por ali.
    Tudo isso está ligado à corrupção.

  18. Como foi dito na matéria, o Djibuti fica na entrada do Mar Vermelho, no acesso ao Mar Vermelho e ao Canal de Suez. O país é banhado pelo Golfo de Aden, região perigosa para a navegação devido à pirataria, ao terrorismo e à instabilidade política na Somália e no Iêmen.

  19. Cassio,
    E eles não vêm para o Brasil e sim trazem um pedaço da China para o Brasil, o que é bem diferente. Quem vem para o Brasil aprende a falar português e se insere na cultura brasileira. Eles não! Eles não se interessam em falar português, trazem seu trabalho escravo (esse que o PSOL, nem o PT e nem o PC do B não liga), inclusive com gente acorrentada e presa em grades, matam nossos cachorros pra fazer pastel, etc. Aí é que mora o perigo! Aliás, igual os “refugiados” islâmicos na Europa.
    Como não são brasileiros de fato e nem se interessam em sê-lo, continuam a ser cidadãos chineses e qualquer coisa que se faça contra esse pessoal se faz contra o Estado Chinês e o que a China mais tem pra exportar é gente.

  20. Aldo, eles não precisam estar nos pontos de exploração do petróleo, estar no ponto de passagem do petróleo extraído já é de grande importancia.
    Veja como exemplo o Estreito de Malaca por onde passa 50 a 60 mil navios por ano, 30% de todo os navios porta conteiners e 50% de todos os petroleiros do mundo.
    Se situa entre a Indonésia e Malásia e ja se disse no passado que quem o controlar controla o comercio mundial, claro que não é tão simples assim, se alguem o bloquear será atacado por uma coalizão internacional.
    Em alguns pontos entre Singapura e a Indonésia só tem a largura de 50 km, agora o ISIS se infiltrou na provincia de Aceh na Indonésia e os ataques de piratas voltaram a aumentar, a Malásia, Singapura e Indonésia resolveram esquecer os problemas do passafo e se unir contra a pirataria, no passado recente a menos de 20 anos uma insurgencia separatista em Aceh causou a morte de 15.000 pessoas, queriam criar um estado muçulmano radical porque não concordam com a liberdade que a Indonésia da aos muçulmanos, agora com o ISIS no local voltam a se reorganizar para mais uma tentativa.
    Se fosse em outro local isso seria um problema menor, mas como Aceh está bem no estreito de Malaca, não interessa a ninguem um país do ISIS ali, os EUA e a China ja estão liberando a anos material caro para a Indonésia fiscalizar a área.
    . https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSIVi49KsdqT465h7_J01pJFcPh9Asc3Vf-Ve8YrHNAa1IoA7t6hjOhyVfd5g

  21. Para se ter a ideia da importancia destes pontos de passagem de navios, veja o apoio americano contra a pirataria dos muçulmanos radicais, eles doaram o Integrated Maritime Surveillance System (IMSS) para a Indonésia instalar no Estreito de Malaca, a instalação começou com radares isolados em 2008 e em 2011 foi finalizada.
    Apesar da Indonésia ser o maior pais muçulmano, não interessa a eles este ramo radical que quer se separar e formar um novo país radical.
    Doação do IMSS.
    . http://farm7.staticflickr.com/6116/6278976101_050c903c68_z.jpg

  22. Na cultura chinesa, TUDO abaixo do céu é a China.
    Há um tempo, isso significava q, o q não é China, não é nada, uma terra inútil.
    Agora, creio q esse tudo é tudo mesmo…
    Melhor abrir o olho maior do q a cara…

  23. A China é formada 56 etnias. A etnia Han é maioria e constitui mais de 90% da população. Apesar do grande desenvolvimento chinês, muitas regiões do país são extremamente pobres. Há enormes diferenças culturais e econômicas dentro do país. Regiões altamente industrializadas em oposição a outras extremamente pobres. Oque une o país é o governo centralizado. A grande maioria da população não está nem aí para os interesses imperialistas da China. A poppulação de lá, quer ser livre como o ocidente. Olimpíadas, equipes esportivas fortes, Forças Armadas mostrando sua força e sua bandeira, são partes do plano de também unificar o país e desenvolver o sentimento nacionalista.
    .
    Quanto às colônias orientais no Brasil, tanto japoneses, coreanos e chieneses não se dão bem entre si. E os três povos tem um enorme preconceito com brasileiros. Digo isto, por experiencia própria.
    .
    A principio até achava que isto estava errado, mas com o tempo, mudei de idéia. Os tres povos são trabalhadores, esforçados e não combinam mesmo com o povo brasileiro.
    .
    OBS: os proprios japoneses não consideram japoneses quem nasce em Okinawa.

  24. Me recuso a acreditar que cada chines nesse país é um agente infiltrado da PLA.
    como o Zorann disse: são pessoas trabalhadoras, empreendedoras e esforçados que geram riqueza e trabalho.

    Eu morei em bairro com japoneses e coreanos e sei que há muito preconceito, tipo, existe escolas orientais aqui em SP, justamente para os filhos deles não ficarem ”brasileirados”, mas esse tipo de comportamento vem de velhos da gerações passadas. A nova geração é muito mais incluida na sociedade brasileira e é cada vez mais mestiça.
    Acredito que o mesmo acontecerá com os chineses.

  25. Os japoneses e coreanos não vieram com objetivos imperialistas.
    Já os chineses….
    Afinal de contas, quem autoriza a entrada de estrangeiros?
    Qualquer brasileiro no exterior ou vai a turismo ou para estudar.
    Não existe se mudar por se mudar.
    Japoneses estão no Brasil há décadas.
    Já conheci várias famílias com pai e mãe japoneses.
    Os filhos se integram a cultura local…
    Estudam, têm comércio, granja, fazem concurso…

  26. Krest,
    Japoneses, italianos, coreanos, etc. vieram para o Brasil numa época em que nesses países havia miséria e fome e aqui havia expectativa de progresso. Hoje, a China é o país que mais cresce no mundo, considerada a futura maior potência econômica e militar do mundo num relativo curto espaço de tempo, e envia seus cidadãos (envia, porque lá só sai se o Estado deixar) para o… Brasil??? Um país com 20 milhões de desempregados descendo ladeira abaixo do desenvolvimento social e econômico? Se não for uma “ação controlada” há de se tentar entender a cabeça de chinês que não deve estar funcionando muito bem e pode ser contagioso.

  27. Bom dia Bosco
    Bosco 15 de julho de 2017 at 16:12 – É a pura verdade, e nas lojas e stands dos shoppings populares dominados pelos chineses dificilmente se vê um brasileiro trabalhando.
    Preocupante também é a aquisição de diversas empresas do segmento de energia elétrica por estatais chinesas.
    Na construção das linhas de transmissão de Belo Monte, licitação vencida por uma estatal chinesa em parceira com a ELETROBRAS, eles queriam que mais da metade dos operários fossem chineses. Operários e não pessoal especializado. Imagine se eles iriam voltar para a China depois.

  28. “Meu professor inteligentinho do PSOL disse que a China está crescendo para impôr a verdadeira liberdade, igual a liberdade existente na China”.

    Esse professor deve estar usando alguma droga…

    A mesma liberdade que devem estar querendo levar para Taiwan.

  29. Adriano Madureira 16 de julho de 2017 at 13:26
    Eu fui irônico nesse comentário kkkk eu estava apenas brincando, não é realidade!
    Quanto a colocar japoneses, coreanos, chineses no mesmo saco é uma vergonha, não faz o menor sentido…caramba, os japoneses estão muito incluídos na sociedade brasileira, aliás, eu nem citaria: japoneses, mas sim brasileiros de fato! Os caras estão há gerações aqui, estão há mais de cem anos no Brasil.
    Como disse o Bosco, vieram em uma época muito pobre do Brasil e em busca de oportunidades, assim como outros imigrantes.
    Eu sou descendente de italianos e alemães, nunca fui chamado de alemão ou italiano, pois de fato eu sou brasileiro, então porque alguém chamaria um descendente de japoneses de japonês??? Nunca vi alguém chamar um descendente de portugueses de português!
    Acho bizarro brasileiros que dizem: somos uma mistura de povos, essa é a nossa origem, logo todos os estrangeiros são bem vindos kkkkk a pessoa que fala isso não parou 1 minuto para refletir o que acabou de dizer. Esquecem que os imigrantes quando chegaram aqui no Brasil (especialmente italianos, alemães e japoneses) foram para áreas desocupadas, uma vastidão de terra sem absolutamente nada, foram inclusive aceitos pelo governo brasileiro para fechar lacunas no território brasileiro (especialmente no Sul do Brasil). Não havia nada nesses locais, estrutura alguma, inicialmente a mortalidade era imensa, especialmente em decorrência da fome e doenças.
    Já o Brasil de 2017 é absolutamente diferente do Brasil de 1850. O Brasil de 2017 é um país populoso (mais de 2010 milhões de pessoas), com inúmeros problemas sociais, administração pública FALIDA, entre outros problemas que nem preciso citar. Do ano 2000 até 2017 a população brasileira cresceu 42 milhões de pessoas, ou seja, nasceu uma Argentina dentro do Brasil em apenas 17 anos.
    O governo brasileiro precisa priorizar o brasileiro, na qualidade e não na quantidade. Não há mais espaço para pobreza no Brasil, as vagas acabaram, estão esgotadas!
    Quem discorda dessa minha afirmação ou é doido (atira no próprio pé) ou quer ver o Brasil cada vez pior! Quem mais deve ser contra estrangeiros são os pobres, pois esses são os mais afetados pela pobreza! Imigrante pobre não traz riqueza alguma, pelo contrário, são mais gastos públicos, mais concorrência (mão de obra sem qualificação igual a do pobre brasileiro) etc…
    Quanto ao preconceito de brasileiros, até eu tenho kkkk não considero preconceito de fato, mas sim uma constatação de coisas erradas! eu costumo ficar doido com a quantidade de lixos nas ruas da minha cidade, construções fora do plano diretor, fico louco com vandalismo, odeio corrupção, odeio pessoas que gostam resolver as coisas no “jeitinho”, odeio carnaval (não a festa em si, mas o apelo sexual da festa), odeio música com apelação sexual.
    Os descendente de japoneses por questão cultural são muito educados, sérios, limpos, organizados e éticos. Um brasileiro (descendente de japonês) constatar os nossos defeitos (existem de fato) não os tornam preconceituosos. Como eu disse, então eu também sou preconceituoso!
    Já quanto aos chineses no Brasil, fenômeno recente, sinceramente eu considero eles muito bairristas, é visível que eles não querem amizades de brasileiros, sinceramente acho isso assustador!!! O cara atravessa o mundo para morar no Brasil e não quer sequer conversar? Eu acho que quando você vai morar em um país, você deve, por respeito, respeitar a outra cultura e tentar fazer parte daquele povo…absolver a cultura local (não é algo obrigatório, mas é algo no mínimo sensato). Se eu um dia for morar na Austrália eu tentarei absolver a cultura local, pois estou lá justamente porque escolhi aquele país, gosto dacultura local, quero fazer aprte daquilo!
    Além chineses estamos esquecendo de quase 100 mil haitianos ILEGAIS (importamos pobreza) que estão no Brasil. Algo bem preocupante. Fiz trabalho voluntário em uma ONG durante 2 anos e vi coisas fora de sério…

  30. Não sei se alguém já comentou, mas os chineses estão ocupando o lugar da 12º DBLE, meia brigada da Legião Estrangeira francesa que estava estacionada no Djibouti e foram transferidos pra frança ano passado…

  31. Srs
    A China, apesar de ter um grande território, não dispõe de recursos naturais suficientes para atender as necessidades de sua grande população, particularmente, agora, que ela vem melhorando as condições de vida de seu povo e aumentando a consumo de bens e, claro, comida.
    Ora, as regiões do planeta que ainda dispõe de uma grande capacidade de aumento da produção de alimentos e grande disponibilidade de recursos minerais são a África e a América do Sul.
    Portanto, é lógico que a China tenha interesse nestas regiões, que, aliás, já fornecem um grande volume de matéria-prima e alimentos para ela.
    Um ponto importante que precisa ser lembrado é que a China está deixando uma visão geopolítica onde se colocava como uma potência terrestre, ciosa do espaço de seu entorno (política que manteve por todo o período de império) e está assumindo a posição de uma potência marítima.
    Isto é consequência da necessidade de garantir os recursos (alimentos, matérias-prima) para a sua população.
    Aparentemente, os planos chineses consideram como fontes principais de recursos naturais a África e a América do Sul, razão pela qual vem agindo com grande empenho em estabelecer um bom grau de influência nestas regiões, vem investindo para melhorar a infraestrutura das áreas mais promissoras como fontes de recursos, etc.
    E para garantir a ligação marítima destas regiões com a costa chinesa, vem tratando de estabelecer bases de apoio para sua marinha desde o Atlântico Sul até sua costa, passando pelo Indico e Pacífico.
    Com a tendência americana de se retrair e abandonar o papel de xerife do mundo, os chineses estão tendo que acelerar tanto a ação de influência sobre as regiões que lhe interessam como a expansão de sua marinha, para poder ocupar o espaço que os ianques estão deixando.
    Em consequência, logo, a África e a América do Sul serão parte dos países tributários do novo Império Chinês. Teremos que aprender mandarim.
    Sds

  32. parabéns aos chineses, já são quem manda no mundo, os EUA vão ser apenas um lugar pra chinês ir se divertir nas férias…rs, fim do domínio anglo-saxão dos últimos 200 anos, o poder volta pra Ásia, os chineses podem não ser santos como nenhum povo e, mas nem de perto são racistas e imperialistas como os anglo-saxões, fico triste por muitos brasileiros renderem tanta homenagem a um povo que construiu seu pais exterminando todo um povo, Trump e um fanfarrão, enganando aqueles eleitores semianalfabetos viciados em maconha legalizada que e a nova geração americana

  33. Os chineses fazem o que todo país que, para se tornar importante e respeitado no mundo faz, expande suas posições militares para não se deixar submeter a interesses alheios sem se contrapor, ou mostra que não seria fácil se tentarem fazer. Não é coisa de ser “bonzinho” versus “malzinho”, “país que quer espalhar democracia” versus “país que quer ser imperialista”, mas coisa que sabe defender o que quer.
    .
    O resto é ideologia tosca.
    .
    Até mais!!! 😉

  34. Srs
    A China, foi um império por muitos séculos e trabalha firmemente para recuperar esta posição.
    Brasileiros se alegrarem com o fato de que eles, ao fazerem isto, estão se contrapondo ao Tio Sam, é um curioso caso de viseira mental e pouca inteligência ou masoquismo puro, pois não serão os ianques que assumirão o papel de vassalos deste novo império, mas sim os povos das regiões de interesse dele, caso da América do Sul.
    Sds

  35. Camillo Abinader 16 de julho de 2017 at 23:31
    Eu não sei se você foi irônico ou é ignorante mesmo kkkkk
    Que comentário áspero! Acho que você teve aula com o professor PSOL de história kkkkk
    Você disse: mas nem de perto são racistas e imperialistas como os anglo-saxões.
    Resposta: estão nessa conversa vitimista ainda? Os chineses não são imperialistas? Sério isso? Você leu a matéria para constatar a quantidade de bases que eles querem construir? ahhh é só para garantir o comércio, certo? kkkk Tibete e outras regiões tomadas a força mandam abraços! Já viu o que eles fizeram no mar da China? A área reivindicada a força? Ou vai ficar sonhando com a China milenar que não existe há muito tempo? A China é tão gente boa que todos os vizinhos os odeiam! Conseguiram fazer a façanha de unir Vietnã e EUA.
    Cultura anglo-saxão é racistas? Os Estados Unidos é o país mais multicultural do mundo, tem gente de todos os cantos do mundo vivendo nos EUA, assim como no Reino Unido. Inclusive mais de 1 milhão de brasileiros.
    Quantos negros existem no Comitê Comunista Chinês? Quantas mulheres? Qual presidente chinês era negro ou estrangeiro? O prefeito de Londres é árabe, algum prefeito ou membro do Comitê Comunista Chinês é árabe? Liberdade de culto religioso é permitido na China? Liberdade de expressão? regiões minoritárias da China recebem recursos do governo centralizador?
    Os ingleses foram os principais defensores do fim da escravidão em diversos locais do mundo! Diferente do que muitos afirmam por desconhecimento, a relação nativos-estrangeiros nas colônias européis (incluindo os ingleses) nem de longe foram ditadas na base da força, especialmente na África! Na verdade basta ser um pouco inteligente para perceber que não faz sentido muitas alegações que afirmam sobre as relações nas colônias.
    Você disse: Fico triste por muitos brasileiros renderem tanta homenagem a um povo que construiu seu país exterminando todo um povo.
    Resposta: Você está falando da China? Segundo algumas fontes morreram durante o período socialista chinês 40 milhões de pessoas, alguns citam 70 milhões. A revolução cultura lá foi bem pacífica, mataram centenas de milhares de professores que não aderiram ao socialismo, além de milhões de livros estrangeiros queimados.
    Você disse: os EUA vão ser apenas um lugar pra chinês ir se divertir nas férias.
    Resposta: exatamente o oposto, as famílias ricas da China fazem de tudo para terem filhos “americanos”, “canadenses”, “europeus”…ficam ricos e vão embora da China. Basta pesquisar e ver a quantidade imensa de estudantes chineses nas universidades dos EUA, Canadá e Europa. Acho que você confundiu os chineses com os brasileiros, há alguns anos, acho que em 2007, mais de 1 milhão de brasileiros todos os anos visitavam a Disney!
    Levando em conta a sua alegação sobre o turismo, não sei se você sabe, mas atrair turistas é fundamental, turismo é conhecido como a indústria limpa e movimenta grande parte da economia global. Infelizmente o Brasil, diante do crescimento chinês, pelo jeito não vai ganhar nem no turismo kkkkk
    Trump é um fanfarrão? O que o Trump tem a ver com o crescimento chinês? A China vem atraindo milhares de empresas estrangeiras desde os anos 80, após longas reformas, especialmente assessoradas por economias e administradores dos EUA. Grande parte do crescimento chinês está atrelado a empresas dos EUA, Europa e Japão. Justamente por isso as principais empresas chinesas pertencem a estrangeiros, tanto pessoas físicas quanto empresas e fundos de investimento.
    Trump prega exatamente o oposto: buscar aumentar a competitividade dos EUA para atrair empresas nacionais novamente (que foram embora). Isso é coisa de fanfarrão? Ou ele deve ficar observando inerte os empregos desaparecerem? pela primeira vez os chineses irão importar carne dos EUA. Isso é ser fanfarrão? Ou seja, os chineses, após conversa com o Trump, estão buscando equilibrar a balança comercial (decisão mais que acertada).
    Acordos como o sugerido pelo Obama (transpacífico) que transformaram a China no que ela é hoje…muitas empresas indo embora para a China e adjacentes em busca de novos mercados e barateamento na produção. É uma lógica empresarial, se eu faço algo no Brasil e o meu concorrente na China eu estou perdendo competitividade, logo eu vou para a China também!
    Amigo, se os EUA não são competitivos diante da China, imagina o Brasil??? Nós não sentimos tanto o reflexo chinês justamente porque nós já vivemos em um mercado extremamente fechado e tributado. Ou seja, pagamos o olho da cara por produtos feitos no país, isso restringe o acesso das pessoas a bens e serviços, tornando o acesso restrito (pobreza material).
    Aliás, cadê as indústrias texteis do Vale dos Sinos – RS e Franca em SP?
    Você disse: Trump enganando aqueles eleitores semianalfabetos viciados em maconha legalizada que e a nova geração americana.
    Resposta: Acho que você confundiu os eleitores do Lula com os eleitores do Trump. Segundo pesquisas você está absolutamente errado! A maior parte do eleitorado do Trump não tem nada de semianalfabetos, são pessoas comuns (um eleitorado bem equilibrado), curiosamente a maioria são pessoas acima dos 35 anos de idade (não tem nada de nova geração). Os mais jovens votaram na Hillary! Trump é contra a legalização da maconha e é conservador em vários aspectos (inclusive bem religioso), diferente de grande parte dos democratas, incluindo o ex-presidente Obama que já fumou maconha (reconheceu publicamente). Inclusive no Estado da Califórnia, conhecido como o Estado onde há mais usuários de maconha, o Trump perdeu!
    Só faltou você dizer que Trump é racista, sendo que ele venceu em todos os Estados de maioria negra! Ben Carson manda abraços! Venceu na Florida onde há uma imensa comunidade latina, especialmente cubanos.
    Abraço!

  36. A China disparou no período Clinton, continuou no período Bush, no aspecto econômico. No aspecto militar, no período Obama, a China invadiu e saiu demarcando o mar do sul da China, a Coréia do Norte saiu em disparada testando bombas atômicas e mísseis para levá-las, e a Rússia ocupou gostosamente o imenso espaço deixado por Obama no Oriente Médio e Mar Negro (Criméia).
    Econômicamente a China engrenou e disparou de fato no governo democrata (socialista) de Clinton, que escancarou as portas para mudança em massa de empresas americanas para a China (seguido dos socialistas da EU), além da perda maciça de informações confidenciais, segredos industriais para os chineses. Clinton não colocou barreiras tarifárias para as empresas que deixaram um vácuo imenso de empregos na América. Bush foi pego no contrapé pelo 11 de setembro e foi consumido por ele, e o Comunista pró Islam Obama encaminhou o fim do Império Americano.
    Acontece que um Império como o Americano não se desfaz da noite para o dia. Seu poder se baseia em sua sociedade ainda, apesar de tudo, infinitamente mais avançada que as demais. E Trump já deu um chega pra lá nos socialistas europeus, retomou o temor e respeito pelos EUA no oriente médio, perante a Rússia, e está mostrando para a China quem manda no Extremo Oriente. E para a Coréia do Norte também.
    A China está se expandindo, isso é preocupante pois é a expansão do Comunismo. E para quem disse aí que ideologia não vale nada, a ideologia comunista matou mais de 100 milhões de pessoas, a maioria mortas pelo seu próprio governo. Mas as 18 bases Chinesas planejadas estão a anos luz das mais de 600 bases Yankees. Eu confio plenamente na capacidade da Sociedade Americana de vencer mais este desafio. Como disse acima RR, a economia chinesa está chegando ao limite de seu modelo de desenvolvimento. A desigualdade interna é avassaladora, são centenas de milhões de miseráveis, bestializados, com uma cultura anacrônica. E a costa desenvolvida, é americanizada por demais. Na China de hoje, entre o sábio Confúcio e o perverso Karl Marx, o peso maior é sem dúvida do segundo.

  37. “Antonio Marques Figueira dos Santos 15 de julho de 2017 at 7:54
    O maior risco ao ocidente não é o ISIS, Rússia ou a Coreia do Norte mas a China. Trump está certíssimo em pegar no pé deles.”
    Bom, eu não vejo essa pegação de pé nos chineses. Pelo contrário, há anos que é certo que os chineses serão a potência a ser temida no mundo e todos; americanos, europeus e inclusive brasileiros, ficam implicando com os russos.
    Eu só vejo preocupação em ampliar a OTAN e espremer cada vez mais a Rússia, enquanto do outro lado a China continua a ficar cada vez mais poderosa e agressiva.

  38. Juliano Bitencourt 17 de julho de 2017 at 13:41
    Estou com infecção na gartanta e ontem estava com muita febre. Este comentário ficou mesmo mal elaborado. Com o conteúdo que queria passar, mas a forma estranbótica.

  39. Muita discussão sobre a expansão chinesa, mas ela é um fato e esta ai a pleno vapor.

    Como citado, realmente o modelo econômico que garantiu números explendidos a China está próximo ao seu esgotamento. Mas para aqueles que aplaudem esse fato, pensem duas vezes, pois o resultado deste não é bom para ninguém. O desaquecimento e estagnação da economia chinesa derrubaria a economia mundial, uma vez que a mesma é grande compradora de comodites e exportadora de bens industrializados. O fim da sua economia pode levar a uma nova crise economica mundial. E a outra saída será militar. A China afim de garantir sua força e de certa forma manter sua economia, irá acelerar sua expansão militar, e essa é a mais preocupante consequencia, pois o dragão chines será mais voraz por recursos e ai estará disposto a tudo para garantir sua sobrevivência, e a opção militar será a mais atraente e rápida saída.

    Então meus amigos, uma China economicamente fraca é uma das piores coisas que poderão acontecer pois quando qualquer bicho quando acuado se torna violento e parte para o ataque e o mesmo vale para países e pessoas. E quanto ao confronto USA x CHINA, esse irá acontecer e o choque vai ser devastador, pois a questão SE já sabemos que sim, a pergunta correta é quanto tempo falta….

  40. Srs
    Jovem Carlos Goes
    Como citado pelo Ivan o Mapento em um antigo debate sobre a China, os chineses preferem o GO ao Xadrez.
    O movimento para o controle dos continentes periféricos (Africa e América do Sul) e as bases é típico.
    Ao contrário de se chocar diretamente com o oponente (USA) os chineses irão gradativamente tirar espaço dele (zonas de influência) e cercá-lo (acordos de conveniência com os europeus e com a Rússia).
    É claro que o oponente pode também adotar tal abordagem (acordos do Tio Sam com os vizinhos da China) e pode aparecer um novo jogador (uma federação de países muçulmanos, por exemplo).
    Só o tempo dirá.
    O triste nesta história é que o Brasil nem mesmo é um coadjuvante, é apenas uma das nações a ser controlada.
    Sds

  41. Tem alguns comentários sem educação e que revelam baixo quociente intelectual. ..
    Quem manda no mundo ja é China e Rússia
    Isso não depende da opinião minha ou de outra pessoa
    E fato…
    So ver na Criméia, Ucrânia, Síria, Coreia do Norte e etc
    Trump latiu latiu mas no final os EUA ficaram so no blefe
    Se vc se formar engenheiro vai trabalhar em alguma multinacional da Ásia, ou da China, ou da Índia, ou Japão, Coréia
    EUA serão so um centro de entretenimento. ..
    Como falei, é fato, quem tem pouco nível intelectual confunde fato com opinião rs

  42. Sou capitalista, o problema do Brasil é essa esquerda de origem cubana e esses que se dizem de direita mas so querem ficar rendendo homenagem pros EUA, um país que nunca foi amigo do Brasil, por isso que sempre digo, o único governante sério que tivemos foi Getúlio Vargas, lutou contra os esquerdistas e os capachos do EUA de “direita”, no final não aguentou a pressão e se matou…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here