Home Operações Navais Austrália testa submarino modernizado na RIMPAC08

Austrália testa submarino modernizado na RIMPAC08

464
15

hmas-waller.jpg

O submarino australiano da classe “Collins” HMAS Waller (SSG 75), que está participando da Operação RIMPAC 2008, foi modernizado de 2002 a 2007, com um sistema de comando e controle Raytheon CCS Mk.2 e equipado com torpedos Mk.48 ADCAP. O Waller foi o primeiro submarino de sua classe a passar pelo upgrade e espera-se que os outros cinco estejam prontos com a nova configuração até 2010.

A Marinha Australiana aproveita a oportunidade para testar os novos equipamentos e espera repetir os feitos de outras operações, como na RIMPAC 2000, quando o HMAS Waller “afundou” dois SSN da classe “Los Angeles” e depois disparou torpedos contra o navio-aeródromo USS Abraham Lincoln, sem ser detectado.

Na Operação Tandem Thrust de 2001, o HMAS Waller também “afundou” dois navios de assalto anfíbio da US Navy, operando em águas rasas de até 75m de profundidade, pouco mais do que o comprimento do próprio submarino.

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wilson Johann
Wilson Johann
11 anos atrás

Estão mostrando competência no assunto. Bom prá eles.n Os planos futuros da Autrália comtemplam uma formidável frota de submarinos. Em breve se tornarão a maior potência militar do hemisfério sul. É esperar prá ver!

Abraços!

Wilson Johann
Wilson Johann
11 anos atrás

Estes “Collins” sofreram severas críticas quando da entrada em serviço. Se havia problemas com eles, os australianos resolveram de modo bem satisfatório, pois estão dando um “show” com eles. Pelo que sei, são melhores do que os nossos… Ou não?

Até mais!

König
König
11 anos atrás

Inicialmente eles tinham problemas de exeso de ruido e se não me engano outro com sua mecanica.

Wilson Johann
Eles tem sistema AIP e tem deslocamento superior aos nossos e creio que o seu alcance tambem seja superior.

Saudações

Wilson Johann
Wilson Johann
11 anos atrás

Valeu, König!

Um abraço!

Pedro Rocha
Pedro Rocha
11 anos atrás

Olá senhores! Esse tópico vem demonstrar como os submarinos convencionais, se empregados com planejamento, conseguem negar o uso do mar. Como venho falando não existem ainda técnicas, armamentos ou estratégias que possam vencê-los. Única forma que vejo (lembrando sempre que sou entusiasta, porém sem perder a condição de humilde leigo) de vencê-los seriam com ataques surpresa quando estivessem no porto. Nesse aspecto continuo defendendo para nossa necessidade estratégica a construção de submarinos de ataque nuclear. Podem ficar praticamente vários meses sem vir a superfície. A classe “Collins” é um projeto sueco segundo a “Wikipédia” é a quinta geração dos submarinos… Read more »

Meirelles
Meirelles
11 anos atrás

“HMAS Waller “afundou” dois SSN da classe “Los Angeles” e depois disparou torpedos contra o navio-aeródromo USS Abraham Lincoln, sem ser detectado e também “afundou” dois navios de assalto anfíbio da US Navy.”
Belo hitórico,não?Isso mostra que não é a toa a preocupação da US Navy em desenvolver técnicas de detecção de submarinos convencionais e que representam séria ameaça a qualquer frota,mesmo para a US Navy que,apesar de toda rede de proteção,ainda é vulnerável a essa exelente arma.

Moriah
Moriah
11 anos atrás

Isso tudo é pq eles foram “arrumados” acabando com seu problema original. Acredito mais que nossos subs sejam mais silenciosos. Os australianos tão mostrando tudo o que eles tem, e nós temos mesmo é que ocultar o que podemos fazer.

Marinheiro Popeye
Marinheiro Popeye
11 anos atrás

É os EUA estão desenvolvendo técnicas e equipamentos p/ luta ASW, contando inclusive com a nossa cooperação. Pergunto: o que lucramos com isso? Serão q Tio Sam está compartilhando o conhecimento adquirido com a MB? Será q irá compartilhar o desenvolvimento de armas ou táticas com a MB?
Estamos lucrando com tais participações? Não falo isso financeiramente. O dinheiro nessas horas não terá importância alguma.

Coralsea
Coralsea
11 anos atrás

Creio que sejam os únicos submarinos no mundo com tripulação feminina…talvêz seja esse o segredo do sucesso nas manobras?? …:-)

direto do fundo do mar
direto do fundo do mar
11 anos atrás

O sucesso vem dos novos equipamentos que eles estão usando. Agora, como eles conseguiram fazer as mulheres fazer silêncio dentro do sub eu não sei. hehehehehehehehe

O sistema que usaremos na modernização de nossos subs, serpa uma versão um step acima dessa que os australianos estão usando.

Afundar CVN e escoltas americanos não é nenhuma novidade para O Tamoio, Timbira e Tikuna que já cansaram de fazer isso.

Que bom que outros paises tb conseguem, né?

Pedro Rocha
Pedro Rocha
11 anos atrás

Olá senhores! O que tenho visto é que as Forças Tarefas estadunidenses estão sendo obrigadas a operarem cada vez mais longe das águas costeiras, bem como suas Forças Anfíbias. Essa situação é completamente nova para os defensores da doutrina de super porta-aviões, haja vista que os seus meios aéreos estão sendo obrigados a trocar cargas bélicas por combustível. Acredito que já existam criticas nos EUA sobre este não fabricar submarinos convencionais ou mesmo submarinos nucleares altamente compactos e automatizados para operarem em águas restritas. Os super porta-aviões custam bilhões de dólares e estão se tornando verdadeiros “elefantes brancos”. O almirante… Read more »

Paulo Costa
Paulo Costa
11 anos atrás

A marinha sueca ja usa a algum tempo,mulheres a bordo,a US Navy,
aluguou um sub sueco classe Gotland,para testes com AIP,e fizeram
um documentario no HC sobre o sub.Tem varias mulheres em uniforme.
Estão estudando um rede de sonares de fundo para para uso em
agua costeira,na fase inicial,por isto em parte os testes com subs.
Pode ter algo novo vinda ai,que não saibamos tambem.

trackback
11 anos atrás

[…] Defesa da Austrália, Joel Fitzgibbon, parabenizou nesta quinta-feira os tripulantes do submarino HMAS Waller, que testou com sucesso o novo torpedo Mk.48 Modelo 7 CBASS, desenvolvido em colaboração com os […]

trackback
11 anos atrás

[…] diesel-elétricos da ataque, que vão substituir seus seis SSG (submarinos de mísseis guiados) da classe “Collins”, a partir de 2025. As especificações dos novos submarinos serão bem diferentes dos atuais […]

Mauro Lima
Mauro Lima
11 anos atrás

Alguém falou sobre os EUA estarem desenvolvendo técnicas para combater submarinos convencionais, que são uma pedra no sapato deles (podendo até lhes causar a amputação do pé)… com relação à isto sugiro que assistam o excelente filme (coméida)

Por água abaixo (down persicope)

http://www.choveu.net/locadorafilme/dvd.aspx?keyfilme=2453

o Tio Sam pode aprender muito com este filme!